O Auto-Conhecimento

 URIEL

Grupo Consciência Cristo

Download dos Livros Gratuitos

Prólogo

A Objetividade Existencial

Seus Sonhos Acontecem?

O País Psicológico

A Essência e o Ego

O Despertar

Os Pesadelos

As Simbologias Oníricas

Conjurações de Limpeza e Proteção

O Religare e os Sonhos

As 3 Tarefas

O Auto-Conhecimento

O Trabalho de Auto-Superação

O Medo

Chacras e Kundalini

As Faculdades da Consciência

A Construção dos Veículos Existenciais do SER

Os Sonhos não serão mais simplesmente Sonhos

O Hermetismo

A Cura da Humanidade

O que isto tem à ver com os Sonhos?

Vale o que fizermos pela Alma

O AUTO-CONHECIMENTO

 

É preciso esclarecer que os estudos se iniciam quando passamos à nos auto-observar. Através da auto-observação aos 3 Centros: Mente, Coração e Sexo passamos à nos tornar conhecedores de nós mesmos.

 

À partir desta auto-observação de segundo à segundo de nós mesmos passamos à verificar que não somos tão bonzinhos como nos julgávamos ser... mas sim somos uma pilha de defeitos psicológicos que nos tornam escravos e completamente alheios ao objetivo da própria existência.

 

O revolucionário de si mesmo, inconformado com a lamentável situação interior em que se encontra, se colocará à NEGAR À SI MESMO, a primeira tarefa Cristã, eliminando de forma consciente e voluntária os agregados psicológicos, o ego animal.

 

Digamos que observamos um defeito da ira atuando, por trás deste defeito haverão outros se alimentando e dando alimento à ira, por exemplo:

 

Diante de um irmão, por que ele não nos atendeu prontamente, etc... vem as auto-considerações, a impaciência, o orgulho... etc... tudo isto é alimento para a ira, e vem a chamada explosão de raiva, etc... Tudo isto é compreensão sobre o defeito!

 

Porém, não devemos ficar tagarelando sobre o defeito mas sim e tão somente aplicar a Morte do Ego, seguir NEGANDO À NÓS MESMOS, imediatamente!

 

Devemos suplicar à Força Superior capaz de eliminar o defeito observado. Se trata da Partícula Feminina de Nossa Mônada Sagrada, Nossa Senhora, Mãe Divina.

 

Aplicamos a Morte do Ego suplicando à Mãe Divina a eliminação do defeito observado:

 

Mãe Divina destrua este defeito desintegra-o.

 

Outra prática para nos auxiliar na compreensão dos defeitos é a Dualidade. Aplicarmos a Dualidade, transformando as impressões que nos chegam de forma à não nos deixarmos adormecer pelos brinquedos (desejos de cobiças por carros, casas, jóias, roupas, etc...) que a vida no mundo físico e tudo à volta nos coloca. Pois, certamente que não podemos deixar o coração em coisas ilusórias, que pertencem ao tempo e que com o tempo serão corroídas. Nos questionando internamente:

 

Qual a verdade disto?

 

Buscamos a compreensão no silêncio... Certamente que não há verdade no ego. O castelo de areia do ego se desmancha. Imediatamente com tal compreensão sobre o defeito sem alimentar tagarelices já aplicamos as súplicas.

 

Tendo a devida compreensão sobre o defeito observado, certamente que as súplicas serão mais contundentes e eficazes!