As Simbologias Oníricas

 URIEL 

Grupo Consciência Cristo

Download dos Livros Gratuitos

Prólogo

A Objetividade Existencial

Seus Sonhos Acontecem?

O País Psicológico

A Essência e o Ego

O Despertar

Os Pesadelos

As Simbologias Oníricas

Conjurações de Limpeza e Proteção

O Religare e os Sonhos

As 3 Tarefas

O Auto-Conhecimento

O Trabalho de Auto-Superação

O Medo

Chacras e Kundalini

As Faculdades da Consciência

A Construção dos Veículos Existenciais do SER

Os Sonhos não serão mais simplesmente Sonhos

O Hermetismo

A Cura da Humanidade

O que isto tem à ver com os Sonhos?

Vale o que fizermos pela Alma

AS SIMBOLOGIAS ONÍRICAS

 

Há que saber decifrar as simbologias oníricas, pois, através delas o filho recebe ensinamentos preciosos do Pai, para que se corrija à tempo, para que se transforme interiormente de maneira radical, para que Revolucione sua Consciência!



 

O Lobo

 

O lobo, o cão que ataca representa os ataques, a traição, perigos, investidas da loja negra... Também o Karma à pagar, a Lei cobra as dívidas. É preciso realizar boas obras para reequilibrar os pratos Carma / Dharma. Eliminar os agregados psicológicos, os defeitos psíquicos, o ego animal, os impulsos inferiores de maldizer, de caluniar, de orgulho, de cobiça, de inveja, de ganância, de gula, de luxúria, de preguiça, de ira, de impaciência, de preocupação, de medo, de vaidade, etc... através da vivência dos ensinamentos do Cristo.

 

O Leão

 

O Leão representa a Lei, o Karma. Existe a emergência em se realizar boas obras para que se pague as dívidas cármicas. Aquele que vive o ensinamento e o entrega de forma gratuita aos semelhantes sem nada pedir em troca, ao eliminar o ego, o egoísmo, nasce o Verdadeiro Amor pela Humanidade, capaz de doar a vida para que os semelhantes vivam. Estes adquirem Dharma, Capital Cósmico. Reequilibrando os pratos da Balança aos quais pendiam desfavoravelmente devido ao acúmulo de dívidas cármicas e más obras.

 

As Águas

 

As águas límpidas significam a pureza, a castidade, a transmutação das energias sexuais criadoras. As águas sujas, turvas, escuras representam a urgência de se transmutar estas energias para dentro e para cima, se arrependendo dos maus hábitos de masturbação e fornicação, se corrigindo à tempo.

 

As Luzes

 

As Luzes são os Mestres, Anjos e Arcanjos operando, auxiliando a Humanidade, ensinando e impulsionando as pessoas para o Trabalho Interno de auto-superação, despertar e Revolução da Consciência.

 

Geralmente suas cores são: Branco, Azul, Verde, Violeta... As cores escuras, densas, os vultos representam a presença dos tenebrosos, magos negros, adeptos da mão esquerda. A cor vermelha a luxúria, baixa vibração. É preciso trabalhar fortemente para eliminar estas sintonias internas (ego) que atraem estes tenebrosos, magos negros da mão esquerda.

 

No plano físico, os veículos físicos dos Mestres estão se lançando por Amor à Humanidade, entregando compreensões vividas deste Ensinamento Superior à todos aqueles que recebem estas simbologias no astral e que impulsionados, no plano físico, são conduzidos àqueles que entregam os Ensinamentos. 

 

Incubus & Sucubus

 

São os demônios habitantes do corpo mental criados e alimentados no infra-consciente, no sub-consciente, no inconsciente das profundezas e recôndidos dos 49 Departamentos Mentais, através das práticas de masturbação e fornicação, alimentando desejos libidinosos, sonhos e fantasias sexuais.

 

Os defeitos psicológicos robustecidos desta e de outras existências de luxúria, que nos conduzem à total degeneração. O resultado disto é o homossexualismo. Estes defeitos devemos eliminar de forma consciente e voluntária através do trabalho interno de Revolução da Consciência aqui entregue.

 

A Casa

 

A situação da casa representa o nosso estado interior, convite para a realização de emergentes e profundas mudanças íntimas. Há que se realizar uma verdadeira limpeza psicológica, mudar radicalmente a forma de pensar, as buscas por coisas ilusórias, coisas que pertencem ao tempo e que com o tempo serão corroídas... Eliminar de forma consciente e voluntária os inúmeros aspectos infra-dimensionais da psicologia, os impulsos de ira, de impaciência, de maledicência, de luxúria, de inveja, de cobiça, de preocupação, etc... envolta no materialismo, a ânsia de "ter" esquecendo-se completamente do "SER".

 

Os Sapos

 

Estas simbologias oníricas significam os obstáculos, as contrariedades, os desgostos, os impedimentos.

 

Um convite à realizar profundas transformações íntimas em busca da realização da vontade e Obra do Pai, trabalhar pelo despertar da consciência, reassumindo a missão à qual veio realizar na face da Terra, despertando para a objetividade da própria existência!



Não há outro sentido para a vida senão o de auto-superação, a libertação da Roda do Samsara, das múltiplas passagens terrenas de forma mecânica sem ao menos ter descoberto o sentido da própria existência.

 

Também em relação à urgência de se libertar da manada involutiva que aí vemos, consumindo e sendo consumidas por uma vida de ilusões, em busca do "ter", por "poses e posses", no consumismo e no materialismo desenfreado que oprime e escraviza a Humanidade que está doente.

 

Aquele que trabalha sobre si mesmo eliminando de forma consciente e voluntária o ego animal, os defeitos psicológicos que escravizam através dos múltiplos erros e delitos contra o Cristo, contra as Divindades Internas, se tornará senhor de si mesmo, se libertando dos múltiplos desejos, manias, maus hábitos e etc... se tornará intuitivo, adquirindo o centro de apoio permanente, sendo guiado pelo Pai, que tudo sabe e vê.

 

Os Lagartos, Répteis, Larvas, Insetos Repugnantes

 

Cada qual traz consigo um país psicológico, são vários aspectos pessoais à serem nutridos, cada um tem suas dificuldades à serem superadas, os carmas à serem pagos, as recorrências à serem eliminadas...



Então quando lhes são mostradas através das simbologias oníricas, todo o lixo acumulado internamente, toda a podridão interior, se apavoram! Mas são aspectos à serem superados, pois, o ego se personifica assumindo estas formas abismais, assim sendo, os "monstros" que vêem são as próprias criações mentais e suas representações nos mundos internos e infernos. Temos de enfrentar à nós mesmos com coragem!

 

Desta forma, o que nos importa neste momento é chamar a atenção de todos, entregando estas compreensões, para que se arrependam da forma com a qual tem conduzido suas existências, se lançando decididamente ao trabalho de REGENERAÇÃO HUMANA aqui entregue.

 

Devemos nos questionar internamente sobre a maneira com a qual temos conduzido nossas existências.

 

Convido à todos para uma profunda reflexão:

 

O que temos feito ou realizado por nós mesmos e nossos semelhantes? Temos buscado algo superior para a existência? Temos trabalhado com afinco na dissolução dos agregados psicológicos? O ego animal? Temos nos auto-observado de segundo à segundo eliminando de forma consciente e voluntária a cobiça? A luxúria? A vaidade? O orgulho? A auto-consideração? Os egoísmos? As preocupações descabidas com o futuro? Etc... etc... etc... ?

 

Temos alimentado intrigas, maledicências? E ao invés disto, praticado o perdão? A paciência, a tolerância?



As simbologias são os avisos das próprias Divindades Internas, para que nos sirva de alerta e reflexão! De forma à nos lançarmos realizando as emergentes transformações íntimas, eliminando todos os aspectos inferiores da psicologia, os defeitos psicológicos, o ego animal.



O ego é a raiz de todos os males que nos afligem. Através das simbologias oníricas nos mostram as realidades internas, as situações embaraçosas às quais nós criamos para nós mesmos e nossos semelhantes, por absoluta falta de uma nutrição psicológica, buscando do lado de fora o que está dentro de nós mesmos!

 

A psicologia é feito uma pedra bruta à ser lapidada, em seu interior encontrará o Tesouro dos Tesouros.

 

Para cada defeito psicológico eliminado nasce em nós uma virtude diretamente relacionada.

 

Não há um só segundo à perder!



Sonhar com desencarnados


O mundo dos sonhos, o astral, a 5ª dimensão é também conhecido como o mundo dos desencarnados, portanto, o contato no plano astral com pessoas desencarnadas é perfeitamente possível.


Nestas experiências astrais estão muito evidentes e nítidas a emergência de se lançar ao trabalho de lapidação interior, pois, o ego se camufla por trás de impulsos inferiores como as saudades, os apegos, sentimentos de posses pelas pessoas, etc... que de forma alguma é Amor, o ego é a antítese do Amor... Há que se libertar a Essência pura e Divina das grades do ego e assim buscar a Autêntica Felicidade, conhecer o Verdadeiro Amor!


Que sirva à todos de lição, para que não cometam os mesmos erros e ouçam estas palavras, pois, vivemos ao mundo físico por uma verdadeira transformação íntima, aquele que não se modifica, que não muda a maneira com a qual tem conduzido sua existência, perde tempo de forma lamentável, assim vemos as pessoas que já desencarnaram crendo equivocadamente que ainda vivem, pois, desperdiçaram a vida inteira completamente adormecidos espiritualmente, alheios ao objetivo da própria existência!


Lamentável não é perder o veículo físico (desencarnar). Lamentável é sim ter desperdiçado existências inteiras de forma adormecida!


Tsunamis ou Catástrofes


Através dos sonhos todos aqueles que possuem anelos espirituais recebem avisos, chamados Divinos para que despertem para o real motivo de suas existências, neste final dos tempos em que vivemos.


As catástrofes naturais estão ocorrendo, assim como já são previstas pelos cientistas terríveis cataclismos por conta de toda agressão à qual estamos submetendo o planeta em que vivemos.


No plano astral, na 5ª dimensão, não existe o tempo como aqui compreendemos, podemos nos recordar das existências passadas assim como ver o futuro, o que nos aguarda e os acontecimentos sombrios que se abaterão sobre o planeta, cujos sinais já estão bem explícitos através dos terremotos, furacões, tsunamis, etc...


Estes são alguns aspectos, porém, há que se ressaltar os aspectos internos dos sonhos, que igualmente refletem a situação interior, o que somos, o que pensamos, o que fazemos, etc...


Diante das adversidades, das dificuldades, se estivermos nos auto-observando estaremos constatando os aspectos inferiores da psicologia, com os quais devemos trabalhar sobre nós mesmos em lapidação contínua, eliminando-os de forma consciente e voluntária, pois, o medo, a preocupação, dentre tantos outros, são sentimentos ou impulsos inferiores que nos travam, que nos limitam, que nos escravizam.


O medo é a falta de buscar algo superior para a existência, aquele que busca no Pai, o motivo de sua existência, vivendo para o SER e pelo SER nada tem à temer, pois, se tornou um veículo de Sua expressão no plano físico. Recebe Forças e Auxílio Divino, enfrenta sorrindo à toda e qualquer dificuldade!


Devemos trabalhar sobre nós mesmos, eliminando as impaciências, a inveja, a luxúria, a cobiça, a ganância, a vaidade, o orgulho, a ira, a intolerância... Nos libertando das manias, dos maus hábitos! Realizar uma verdadeira limpeza íntima, nos limpando de todo lixo acumulado.


Realizar boas obras para pagar as dívidas cármicas.


Ainda há tempo para mudar a lamentável situação em que nos encontramos, basta que nos lancemos decididamente!