Funções da comunicação, segundo Jakobson

Ao estudar a comunicação verbal, e preocupado em particular com a “função poética” da linguagem, o lingüista Roman Jakobson (1960) propôs um modelo de fatores implicados na comunicação, com base na esquematização abaixo.

 

A partir desse modelo, postulou que cada um “desses seis fatores determina uma diferente função da linguagem” (Jakobson, 1995, 123). Ele notou que dificilmente uma mensagem possuiria apenas uma função, mas é possível notar uma função predominante em cada mensagem.

 

As funções correspondentes a cada um dos fatores da comunicação verbal (mas também a outras) são as seguintes:

 

Função referencial (CONTEXTO) – também chamada de função denotativa ou cognitiva, é aquela cujo foco é a definição, explicitação, caracterização de aspectos do contexto da comunicação (Ex.: “O veículo possui cinco marchas”, “A casa é amarela”)

 

Função emotiva (REMETENTE) – visa expressar a atitude de quem transmite a mensagem. (Ex. “Ai, que dor!”, “Sinto-me ótimo, hoje”)

 

Função conativa (DESTINATÁRIO) – ao orientar-se em função do destinatário (para quem se comunica algo), possui no vocativo e no modo imperativo sua fórmula padrão (Ex: “Não faça isso!”, “Beba Coca-cola”)

 

Função fática (CONTACTO/CANAL) – serve fundamentalmente para prolongar ou interromper a comunicação ou verificar se o canal funciona. (Ex: “Alô, está me ouvindo”, “Hmm-Hmm”)

 

Função metalingüística (CÓDIGO) – é quando o código utilizado enfoca o próprio código (Ex.: um cartaz que simule a feitura de um cartaz; um filme dentro de um filme)

 

Função poética (MENSAGEM) – neste tipo de função – que não se resume à poesia – a mensagem, utilizando diferentes recursos de linguagem (rima, sinestesia, aliteração, metáfora, metonímia etc.), volta-se, por assim dizer, para ela mesma (“I like Ike”, “Podre pé do papa”). Outra maneira de falar sobre essa função é dizer que na mensagem em que ela predomina houve uma projeção do eixo da seleção (paradigma) sobre o da combinação (sintagma).

 

Abaixo a correspondência entre funções e elementos do modelo de comunicação, conforme Jakobson.

 

Referência

JAKOBSON, Roman. Lingüística e Poética.In: Lingüística e comunicação. São Paulo, Cultrix, 1995 (Publ. original: 1960), p. 118-62.

 


    Estudo da linguagem
    Funções da comunicação 
    Imagens e signos
    Análise de conteúdo
    Modelo Actancial
    Aspectos da linguagem

    Linguagem e Sociedade
    Aspectos psicossociais da PP 
    Ideologia na PP
    Mensagem Subliminar
    Comunicação e Saúde
    Comunicação e Politica