home4

ricardo werneck ceneviva


 

But then again too few to mention

I did what I had to do

And saw it through

Without exemption

I planned each charted course

Each careful step upon the by way

And more, much more than this

I DID IT MY WAY



 A PÁGINA ATUALIZADA ESTÁ EM 

https://sites.google.com/a/ricardowerneckceneviva.com/www/ 

"I DO NOT SEARCH, I FIND" I´ll either find a way or make one ...

My status

N95


Fotos do Rodrigo!!!

Fotos Rodrigo
Fotos Rodrigo 2
Fotos Rodrigo
Batizado Rodrigo
Batizado Rodrigo 

 clique nas fotos acima para ir ao álbum 



Eleições 2008

Coletânea de Kombi

Carnaval 2008

Festa 24/08/08

Aniversário 24/08/08

Pescaria Porto Figueira

Pescaria Porto Figueira set 08

Os Mobydicks

  • Diversos

O fascinante mundo GPSArquivos para downloadLinksListas de MúsicasOs Moby Dicks

MAPAS ANTIGOSAmbiente Brasil - MUITA INFORMAÇÃOBrinquedinhos

Lugares garimpados no Google Earth

  • Passeios

Atacama 2008

PrudentópolisPrudentópolis 2Estação Engenheiro LangeMorretesKombiCânyon Guartelá

Viagem BandeirantesFotos BandeirantesFotos Festas BandeirantesRio Araguaia

Agosto - Setembro 2007

  • Trilhas

Passeios Planeta ParanáFotos Planeta ParanáVídeos das TrilhasEnduro do Jurão

  • Família

Fotos CriançasÁlbum Fotos 10 anos de Casamento

Reforma da Casa
Júlia
  • Belas Cidades

CURITIBA!!!

Belas Cidades

Minhas Fotos no Panoramio




SINTO VERGONHA DE MIM

Sinto vergonha de mim…
por ter sido educador de parte desse povo,
por ter batalhado sempre pela justiça,
por compactuar com a honestidade,
por primar pela verdade
e por ver este povo já chamado varonil
enveredar pelo caminho da desonra.

Sinto vergonha de mim
por ter feito parte de uma era
que lutou pela democracia,
pela liberdade de ser
e ter que entregar aos meus filhos,
simples e abominavelmente,
a derrota das virtudes pelos vícios,
a ausência da sensatez
no julgamento da verdade,
a negligência com a família,
célula-mater da sociedade,
a demasiada preocupação
com o “eu” feliz a qualquer custo,
buscando a tal “felicidade”
em caminhos eivados de desrespeito
para com o seu próximo.

Tenho vergonha de mim
pela passividade em ouvir,
sem despejar meu verbo,
a tantas desculpas ditadas
pelo orgulho e vaidade,
a tanta falta de humildade
para reconhecer um erro cometido,
a tantos “floreios” para justificar
atos criminosos,
a tanta relutância
em esquecer a antiga posição
de sempre “contestar”,
voltar atrás
e mudar o futuro.

Tenho vergonha de mim
pois faço parte de um povo que não reconheço,
enveredando por caminhos
que não quero percorrer…

Tenho vergonha da minha impotência,
da minha falta de garra,
das minhas desilusões
e do meu cansaço.
Não tenho para onde ir
pois amo este meu chão,
vibro ao ouvir meu Hino
e jamais usei a minha Bandeira
para enxugar o meu suor
ou enrolar meu corpo
na pecaminosa manifestação de nacionalidade.

Ao lado da vergonha de mim,
tenho tanta pena de ti,
povo brasileiro !

(Cleide Canton)

” De tanto ver triunfar as nulidades,
de tanto ver prosperar a desonra,
de tanto ver crescer a injustiça,
de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus,
o homem chega a desanimar da virtude,
a rir-se da honra,
a ter vergonha de ser honesto “.

(Rui Barbosa)

google5376d83dc6809582.html.txt

O Homem Medíocre


Lista Telefônica Peabiru


Sun Tzu

Comments