MENSAGENS MARCANTES


Uma das seções mais importantes do site.
É aqui onde você lerá as mensagens mais lindas já postadas com lições de vida que emocionam.
O moral da história será sempre destacado para facilitar seu entendimento.
Reflexão & Emoção, tocando o seu coração!
Impressione-se!



EPISÓDIO DOS TRAPALHÕES (REVELADOR!)

É algo muito estranho estas previsões que sem querer fazemos e que realmente acontecem. Em 1983 Os Trapalhões faziam muito sucesso, eis que em um programa com o nosso querido humorista Chico Anysio eles fazem uma previsão para o ano de 2008, falando sobre a volta de Dedé ao elenco e sobre Mussum e Zacarias. Reparem no vídeo abaixo que Mussum e Zacarias não estão interpretando a eles mesmos e sim aos filhos de Mussum e Zacarias, deixando subentendido que os dois já haviam falecido. O vídeo é realmente impressionante, assistam:

Vídeo do YouTube

FONTE:: Minilua



ATITUDE FEMININA - AGRESSÃO À MULHER

Vídeo do YouTube

Para ler a letra da música acima, clique AQUI!




TALVEZ O ÚLTIMO DESEJO


Pergunta-me com muita seriedade uma moça jornalista qual é o meu maior desejo para o ano de 1950. E a resposta natural é dizer-lhe que desejo muita paz, prosperidade pública e particular para todos, saúde e dinheiro aqui em casa. Que mais há para dizer?

Mas a verdade, a verdade verdadeira que eu falar não posso, aquilo que representa o real desejo do meu coração, seria abrir os braços para o mundo, olhar para ele bem de frente e lhe dizer na cara: Te dana!

Sim, te dana, mundo velho. Ao planeta com todos os seus homens e bichos, ao continente, ao país, ao Estado, à cidade, à população, aos parentes, amigos e conhecidos: danem-se! Danem-se que eu não ligo, vou pra longe me esquecer de tudo, vou a Pasárgada ou a qualquer outro lugar, vou-me embora, mudo de nome e paradeiro, quero ver quem é que me acha.

Isso que eu queria. Chegar junto do homem que eu amo e dizer para ele: Te dana, meu bem! Dora em vante pode fazer o que entender, pode ir, pode voltar, pode pagar dançarinas, pode fazer serenatas, rolar de borco pelas calçadas, pode jogar futebol, entrar na linha de Quimbanda, pode amar e desamar, pode tudo, que eu não ligo!
[...]

Dizer te dana ao dinheiro, ao bom nome, ao respeito, à amizade e ao amor. Desprezar parentela, irmãos, tios, primos e cunhados, desprezar o sangue e os laços afins, me sentir como filho de oco de pau, sem compromissos nem afetos.
Me deitar numa rede branca armada debaixo da jaqueira, ficar balançando devagar para espantar o calor, roer castanha de caju confeitada sem receio de engordar, e ouvir na vitrolinha portátil todos os discos de Noel Rosa, com Araci e Marília Batista. Depois abrir sobre o rosto o último romance policial de Agatha Christie e dormir docemente ao mormaço.
Mas não faço. Queria tanto, mas não faço.

O inquieto coração que ama e se assusta e se acha responsável pelo céu e pela terra, o insolente coração não deixa. De que serve, pois, aspirar à liberdade? O miserável coração nasceu cativo e só no cativeiro pode viver. O que ele deseja é mesmo servidão e intranqüilidade: quer reverenciar, quer ajudar, quer vigiar, quer se romper todo. Tem que espreitar os desejos do amado, e lhe fazer as quatro vontades, e atormentá-lo com cuidados e bendizer os seus caprichos; e dessa submissão e cegueira tira a sua única felicidade.

Tem que cuidar do mundo e vigiar o mundo, e gritar os seus brados de alarme que ninguém escuta e chorar com antecedência as desgraças previsíveis e carpir junto com os demais as desgraças acontecidas; não que o mundo lhe agradeça nem saiba sequer que esse estúpido coração existe.

Mas essa é a outra servidão do amor em que ele se compraz - o misterioso sentimento de fraternidade que não acha nenhuma China demasiado longe, nenhum negro demasiado negro, nenhum ente demasiado estranho para o seu lado sentir e gemer e se saber seu irmão.

E tem o pai morto e a mãe viva, tão poderosos ambos, cada um na sua solidão estranha, tão longe dos nossos braços.
E tem a pátria que é coisa que ninguém explica, e tem o Ceará, valha-me Nossa Senhora, tem o velho pedaço de chão sertanejo que é meu, pois meu pai o deixou para mim como o seu pai já lho deixara e várias gerações antes de nós, passaram assim de pai a filho.

E tem a casa feita pela nossa mão, toda caiada de branco e com janelas azuis, tem os cachorros e as roseiras.
E tem o sangue que é mais grosso que a água e ata laços que ninguém desata, e não adianta pensar nem dizer que o sangue não importa, porque importa mesmo. E tem os amigos que são os irmãos adotivos, tão amados uns quanto os outros.

E tem o respeitável público que há vinte anos nos atura e lê, e em geral entende e aceita, e escreve e pede providências e colabora no que pode. E tem que se ganhar o dinheiro, e tem que se pagar imposto para possuir a terra e a casa e os bichos e as plantas; e tem que se cumprir os horários, e aceitar o trabalho, e cuidar da comida e da cama.

E há que se ter medo dos soldados, e respeito pela autoridade, e paciência em dia de eleição. Há que ter coragem para continuar vivendo, tem que se pensar no dia de amanhã, embora uma coisa obscura nos diga teimosamente lá dentro que o dia de amanhã, se a gente o deixasse em paz, se cuidaria sozinho, tal como o de ontem se cuidou.
E assim, em vez da bela liberdade, da solidão e da música, a triste alma tem mesmo é que se debater nos cuidados, vigiar e amar, e acompanhar medrosa e impotente a loucura geral, o suicídio geral. E adular o público e os amigos e mentir sempre que for preciso e jamais se dedicar a si própria e aos seus desejos secretos.

Prisão de sete portas, cada uma com sete fechaduras, trancadas com sete chaves, por que lutar contra as tuas grades?
O único desabafo é descobrir o mísero coração dentro do peito, sacudi-lo um pouco e botar na boca toda a amargura do cativeiro sem remédio, antes de o apostrofar: Te dana, coração, te dana!


Rachel de Queiroz






 VOCÊ USA O CINTO DE SEGURANÇA?

Vídeo do YouTube





CRIANÇA DÁ "PUXÃO" DE ORELHA" EM ADULTOS

Desabafo





DANDO EXEMPLO

Dando Exemplo




A PARTIR DO PRÓXIMO AMANHECER 


Hoje parei um pouco, alguns minutos de meu corrido dia, para pensar na vida.
Na minha vida.

Decidi que a partir do próximo amanhecer mudarei alguns detalhes para ser, a cada novo dia, um pouquinho mais feliz.

Para começar, não olharei para trás. O que passou, passou; se errei, paciência.
Foi o melhor que pude fazer à época.
Remoer o passado não vale a pena.
Melhor seguir em frente.

Nem todas as pessoas que amo, retribuem meu amor como “eu” gostaria. E daí?


A partir do próximo amanhecer continuarei a amá-las, mas não tentarei mudá-las.
Pode ser até que ficassem como eu gostaria que fossem e deixassem de ser as pessoas que eu amo. Isso eu não quero.
Mudo eu.
Mudo meu modo de vê-las.
Respeito o modo de ser delas.

Mas não desistirei de meus sonhos! Imagine!

A partir do próximo amanhecer lutarei com mais garra para que eles aconteçam.
Mas será diferente.
Não mais responsabilizarei a mais ninguém por minha felicidade.

Não mais pararei a minha vida porque o que desejo não acontece, porque uma mensagem não chega, porque não ouço o que gostaria de ouvir.
Farei o meu momento.
Serei feliz agora.
Terei outros dias pela frente.

Nunca mais darei tanta importância aos problemas que não tenho conseguido resolver.
A partir do próximo amanhecer vou agradecer a Deus todos os dias por me dar forças para viver, apesar dos meus problemas.

Chega de sofrer pelo que não consigo ter, pelo que não ouço, pelo que não recebo, pelo tempo que não tenho e até de sofrer por antecipação pensando apenas no pior.
Chega!

A partir do próximo amanhecer só pensarei no que tenho de bom.
Meus amigos não mais precisarão me dar o ombro para chorar.
Aproveitarei a presença deles para sorrir, cantar, dividir minha felicidade e alegria.

A partir do próximo amanhecer serei eu mesmo.
Não mais tentarei ser um modelo de perfeição.
Não mais sorrirei sem vontade, nem falarei palavras amorosas porque acho que sei o que os outros querem ouvir.

A partir do próximo amanhecer viverei a minha vida, sem medo de ser feliz. Não, não esquecerei ninguém.

Mas…

A partir do próximo amanhecer, quando nos encontrarmos, certamente te darei aquele abraço bem apertado e com toda sinceridade direi… Amo você. E tenho muito amor para te dar.

Autor Desconhecido
(Este texto foi uma indicação de Ana - colega do Curso de Turismo NCI)




CARTA DE DEUS PARA VOCÊ

A Carta





 O PACOTE DE BISCOITOS

PARA REFLETIR




SABE QUANDO VOU DEIXAR DE GOSTAR DE VOCÊ?



Quαndo o Frαjolα conseguir comer o Piu-Piu . . .
( Nuncα )


Quαndo o Tom conseguir viver sem o Jerry . . .
( Eles se αmαm )


Quαndo o Zecα Urubu conseguir engαnαr o Picα-Pαu . . .
( Jamais )


Quαndo αs Meninαs Super Poderosαs não sαlvαrem o diα . . .
( Difícil viu! )


Quαndo o Coyote conseguir comer o Pαpα-Léguαs . . .
( Eita! Essα eu quero ver )




Quαndo α Cocα-Colα deixαr de ser boα . . .
( Impossível )



Quαndo o Chocolαte deixαr de suprir nossαs cαrênciαs . . .
( Nem em sonho! )



E jα deu prα perceber que isso não vαi mudαr né ?


E-mail recebido de Ednardo Gomes


PENSAMENTO


"Quando se apaixona, você não se relaciona com alguém de carne e osso,
mas com uma projeção criada por você mesmo;
e a projeção que fazemos é a de um ser absolutamente perfeito.
Mas depois de um período a projeção acaba, e você passa a enxergar de verdade a pessoa com quem está se relacionando.
Invariavelmente, algumas virtudes do parceiro ou da parceira vão embora junto com a projeção, outras ficam ...
e se o que ficou de cada um for suficiente para os dois, a relação perdura, caso contrário ninguém sabe o que faz o botãozinho ligar e iniciar uma nova projeção."

(Freud) - Retirado do Bolg de Larissa


UM DIA VOCÊ APRENDE - "WILLIAM SHAKESPEARE"

Você Aprende




 MAIS OU MENOS

A gente pode
Morar numa casa mais ou menos
Numa rua mais ou menos
Numa cidade mais ou menos
E até ter um governo mais ou menos

A gente pode
Dormir numa cama mais ou menos
Comer um feijão mais ou menos
Ter um trasnporte mais ou menos
E até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro

A gente pode


Olhar em volta e sentir
Que tudo está mais ou menos

Tudo bem!

O que a gente não pode,
Mesmo, nunca, de jeito nenhum,
É amar mais ou menos
É sonhar mais ou menos
É ser amigo mais ou menos
É namorar mais ou menos
É ter fé mais ou menos
E acreditar mais ou menos

Senão,
A gente corre o risco
De se tronar uma pessoa
Mais ou menos.

Chico Xavier


 AMIGO DE VERDADE

A Proteção





E  O PAPAI NOEL NÃO VEIO 

Todo funcionário trabalha com o propósito de comprar o carro novo e viajar no fim de ano com a família para curtir as férias tão merecidas.
O trabalhador aqui consegue. Com muitas dificuldades e economias forçadas durante anos, realiza o sonho tão almejado, o carro novo.

Improvisou uma garagem para guardar a sua preciosidade. Recomenda à mulher para não deixar as crianças brincarem por perto e vai para o trabalho de ônibus poupando assim surpresas desagradáveis.
Aquele monumento ali na área foi muita novidade para a pequena com quatro anos de idade e levou sua boneca para apreciar também. Que tal brincar de casinha? No espelho retrovisor mirava os cabelos, fazia maquiagem e sorria falando alto com a boneca.

Para se ter uma casa de verdade era preciso demarcar os espaços. Metade do carro seu e metade da boneca. Pensou, pensou... Um prego ajudaria. 
E inconscientemente ela forçou a mãozinha, o prego afundou e as divisas foram feitas. Brincou feliz toda a tarde e depois do lanche abraçada à boneca dormiu satisfeita. No seu sono tranqüilo não podia imaginar o mal que estaria por vir...
A tardinha chega cansado o dono do carro. Ao passar pela garagem quase desmaiou. Seu carro novo todo arranhado e riscado! Sentiu-se mal e começou a gritar. Mãe e filhos acodem assustados. Ele berra apontando para o carro:

- Quem foi, quem foi?

A pequena baixa a cabeça se confessando. Ele a agarra pelos cabelos e a sacode perguntando: 

- Por que, por que? 

Ela aponta para debaixo do carro chorando. A arma do crime estava lá: um prego enorme e enferrujado, maldito!
Como um autômato ele pega o prego e risca a mão da menina que grita indefesa. Quando a mãe conseguiu livrá-la a mãozinha já estava bastante machucada. No hospital a febre alta, convulsões e o diagnóstico – tétano. Só amputando a mão ela poderia sobreviver. E o que tinha de ser foi feito.
Passaram-se os dias, é Natal. Naquela casa sombria, triste e sem festa o Papai Noel não deu as caras.
A família reunida mas ninguém dizia nada, não havia o que falar...

A menina sai do quarto, ainda tem o braço na tipóia. Observa as pessoas e se sente culpada por aquele clima triste. Olha a lacuna onde foi mão e caminha até o pai o abraça e gaguejando diz: 
- Papai, perdoa, quando minha mãozinha crescer de novo não vou mais riscar o seu carro novo...

Como se todo o universo desabasse sobre ele, o pai não conseguiu dizer nada e só as lágrimas rolaram amargas...

Saiu cabisbaixo e andou pelas ruas até à madrugada...

Não ouviu os sinos...

O sol já clareava o dia vinte e cinco de dezembro quando o encontraram sem vida e todo coberto de neve...

E o Papai Noel não veio.


O SALVAMENTO 

O Cão






AMIGO TEM QUE SER PARA SEMPRE


Houve uma vez dois amigos

Eles eram inseparáveis, eram uma só alma. Por alguma razão seus caminhos tomaram dois rumos distintos e se separaram. 

E iSTO INICIOU ASSIM: 

Eu nunca voltei a saber do meu amigo até o dia de ontem, depois de 10 anos, que caminhando pela rua me encontrei com a mãe dele. A cumprimentei e perguntei por meu amigo. Nesse momento seus olhos se encheram de lágrimas e  me olhou nos olhos dizendo: morreu ontem... Não soube o que dizer, ela seguia me olhando e perguntei como ele tinha morrido. 

 Ela me convidou a ir a sua casa, ao chegar ali me chamou para sentar na velha sala onde passei grande parte de minha vida, sempre brincávamos ali meu amigo e eu. Me sentei e ela começou a contar-me a triste história. Faz 2 anos  diagnosticaram uma rara enfermidade, e sua cura dependia de receber todo mês uma transfusão de sangue durante 3 meses, mas....Recorda que seu sangue era muito raro?, Sim, eu sei, igual ao meu... 

Estivemos buscando doadores e por fim encontramos a um senhor mendigo.  

Teu amigo, como deves te lembrar, era muito cabeça dura, não quis receber o sangue do mendigo. Ele dizia que de da única pessoa que receberia sangue seria de ti, mas não quis que te procurássemos, ele dizia todas as noites: não o procurem, tenho certeza que amanhã ele virá... Assim passaram os meses, e todas as noites se sentava nessa mesma cadeira onde estás tu sentado e orava para que te lembrastes dele  e viesse na manhã seguinte. Assim acabou sua vida e na última noite de sua vida, estava muito mal, e sorrindo me disse: mãe, eu sei que logo meu amigo virá, pergunta pra ele porque demorou tanto e entrega a ele esse bilhete que está na minha gaveta. 

A senhora se levantou, regressou e me entregou o bilhete que dizia: 

"Meu amigo, sabia que viria, tardaste um pouco mas não importa, o importante é que vieste. Agora estou te esperando em outro lugar espero que demores a chegar aqui, mas enquanto isso quero dizer que no céu tem um amigo cuidando de ti meu querido melhor amigo. Ah, por certo, te recordas porquê nós nos distanciamos? Sim, foi porque não quis te emprestar minha bola nova, rsrs, que tempos... éramos insuportáveis, bom pois quero dizer que te dou ela de presente e espero que goste muito. Amo você: teu amigo para sempre"


'Não deixes que teu orgulho possa mais que teu coração... 
A amizade é como o mar, se vê o princípio mas não o final



MEU FILHO DEUS QUE LHE PROTEJA

Música Reflexiva



BEBIDA X DIREÇÃO

BEBIDA X DIREÇÃO



TEMPO DE COMEÇAR

Tempo de Começar


 PONTE PARA NOVOS CAMINHOS

Certa vez um homem tinha que fazer uma viagem trasportando uma grande cruz que se arrastava pelo chão. No meio do caminho ele já se sentia desnimado, pois estava muito difícil trasnportá-la. Foi então que teve uma idéia: arranjou um serrote; cortou a cruz pela metade e seguiu seu caminho feliz, pois agora carregá-la tinha se tornado uma tarefa muito fácil.
   Andando alguns quilômetros, deparou-se com um abismo que atravessava seu caminha e, para conseguir chegar ao seu destino, teria que ultrapassá-lo. Como não havia ponte, a única maneira de chegar ao outro lado era usando sua cruz para travessia. Ao tentar, porém, constatou que ela agora era muito curta e não alcançava o outro lado. Então o homem sentou-se e chorou amargamente por ter cortado a cruz, pois anteriormente tinha a medida exata para sua travessia. E assim ele ficou à beira do caminho.

Amarelinho começa sua jornada atrás de todos os seus colegas.
Amarelinho tenta acelerar mas o peso da cruz incomoda bastante.
   Não devemos tentar nos livrar do sofrimento a qualquer custo, pois ele servirá de ponte, tendo a medidada exata para alcançarmos novos caminhos.


A FLOR

Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza. Passou uma jovem e ficou admirada com a flor. Logo pensou em Deus. Cortou a flor e a levou para a igreja. Mas, após uma semana a flor tinha morrido.

Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza. Passou um homem, viu a flor, pensou em Deus, agradeceu e a deixou ali; não quis cortá-la para não matá-la. Mas, dias depois, veio uma tempestade e a flor morreu...

Era uma vez uma flor que nasceu no meio das pedras. Quem sabe como, conseguiu crescer e ser um sinal de vida no meio de tanta tristeza. Passou uma criança e achou que aquela flor era parecida com ela: bonita, mas sozinha. Decidiu voltar todos os dias. Um dia regou, outro dia trouxe terra, outro dia podou, depois fez um canteiro, colocou adubo...

Um mês depois, lá onde tinha só pedras e uma flor, havia um jardim!

Assim se cultiva uma amizade...


HOJE É UM DIA ESPECIAL

Um amigo meu abriu a gaveta da cômoda da sua esposa e pegou num pequeno pacote embrulhado com papel de seda:  

"Isto - disse - não é um simples pacote."

Tirou o papel que o envolvia e observou a bonita seda e a caixa.  
"Ela comprou isto na primeira vez que fomos a Nova York, há uns 8 ou 9 anos. Nunca o usou. Estava a guardar para uma ocasião especial.
Bem, creio que esta é a ocasião. Aproximou-se da cama e colocou a prenda junto com as outras roupas que ia levar para a funerária, a esposa tinha acabado de morrer. Virando-se para mim, disse:
"Não guardes nada para uma ocasião especial. Cada dia que se vive é uma ocasião especial".
Ainda estou a pensar que estas palavras já mudaram a minha vida agora estou a ler mais e a limpar menos. Sento-me no  terraço e admiro a vista sem me preocupar com as pragas. Passo mais tempo com a minha família e menos tempo no trabalho.
Compreendi que a vida deve ser uma fonte de experiências a desfrutar, não para sobreviver. Já não guardo nada. Uso os copos de cristal todos os dias. Se me der vontade ponho uma roupa nova para ir ao supermercado. Já não guardo meu melhor perfume para ocasiões especiais, uso-o quando tenho vontade. As frases "algum dia..." e "qualquer dia..." estão a desaparecer do meu vocabulário. Se vale a pena ver, escutar ou fazer, quero ver, escutar ou fazer agora. Não sei o que teria feito a esposa do meu amigo se soubesse que não estaria aqui na próxima manhã, coisa que todos nós ignoramos. Creio que teria chamado seus familiares e amigos mais próximos.
Talvez chamasse alguns amigos antigos para desculpar-se e fazer as pazes por possíveis desgostos do passado. Gosto de pensar que teria ido comer comida chinesa, sua favorita. São estas pequenas coisas deixadas por fazer que me fariam desgostoso se eu soubesse que minhas horas estão limitadas. Desgostoso, porque deixaria de ver amigos com quem iria encontrar cartas... cartas que pensava escrever "qualquer dia destes".
Desgostoso e triste, porque não disse a meus irmãos e aos meus filhos, com suficiente freqüência, que os amo.
Agora, trato de não atrasar, adiar ou guardar nada que traria risos e alegria para nossas vidas.
E, a cada manhã, digo a mim mesmo que este pode ser um dia especial.
Cada dia, cada hora, cada minuto, é especial.


O SOCORRO

O Socorro



A VERDADEIRA AMIZADE

Um homem, seu cavalo e seu cão caminhavam por uma estrada. Depois de muito caminhar, esse homem se deu conta de que ele, seu cavalo e seu cão haviam morrido num acidente. Às vezes os mortos levam tempo para se dar conta de sua nova condição...

   A caminhada era muito longa, morro acima, o so l era forte e eles ficaram suados e com muita sede.
Precisavam desesperadamente de água. Numa curva do caminho, avistaram um portão magnífico, todo de mármore, que conduzia a uma praça calçada com blocos de ouro, no centro da qual havia uma fonte de onde jorrava água cristalina.  

 O caminhante dirigiu-se ao homem que numa guarita, guardava a entrada.

- Bom dia, ele disse.
- Bom dia, respondeu o homem.
- Que lugar é este, tão lindo? Ele perguntou.
- Isto aqui é o céu, foi a resposta.
- Que bom que nós chegamos ao céu, estamos com muita sede, disse o homem.
- O senhor pode entrar e beber água à vontade, disse o guarda, indicando-lhe a fonte.
- Meu cavalo e meu cachorro também estão com sede.
- Lamento muito, disse o guarda.
- Aqui não se permite a entrada de animais.

   O homem ficou muito desapontado porque sua sede era grande. Mas ele não beberia, deixando seus amigos com sede. Assim, prosseguiu seu caminho. Depois de muito caminharem morro acima, co0m sede e cansaço multiplicados, ele chegou a um sítio, cuja entrada era marcada por uma porteira velha
semi-aberta. A porteira se abria para um caminho de terra, com árvores dos dois lados que lhe faziam sombra.

   À sombra de uma das árvores, um homem estava deitado, cabeça coberta com um chapéu, parecia que estava dormindo.
- Bom dia, disse o caminhante.
- Bom dia, disse o homem.
- Estamos com muita sede, eu, meu cavalo e meu cachorro.
- Há uma fonte naquelas pedras, disse o homem indicando o lugar.
- Podem beber a vontade.

   O homem, o cavalo e o cachorro foram até a fonte e mataram a sede.
- Muito obrigado, ele disse ao sair.
- Voltem quando quiserem, respondeu o homem.
- A propósito, disse o caminhante, qual é o nome desse lugar?
- Céu, respondeu o homem.
- Céu? Mas o homem na guarita ao lado do portão de
mármore disse que lá era o céu!
- Aquilo não é o céu, aquilo é o inferno.

   O caminhante ficou perplexo.
- Mas então, disse ele, essa informação falsa deve
causar grandes confusões.
- De forma alguma, respondeu o homem. Na verdade, eles
nos fazem um grande favor.

Porque lá ficam aqueles que são capazes de abandonar
seus melhores amigos...



O QUE É O AMOR? 

O Que é O Amor?


PREÇO DO AMOR 

Uma tarde, um menino aproximou-se da mãe, que preparava o jantar, e entregou-lhe uma folha de papel com algo escrito:
Por cortar a grama do jardim: R$3,00
Por limpar meu quarto esta semana: R$1,00
Ir ao supermercado em seu lugar: R$2,00
Pôr o lixo toda semana: R$5,00

Total da dívida: R$ 11,00

A mãe olhou o filho, que aguardava cheio de expectativa. Finalmente ela pegou um lápis e no verso da mesma nota escreveu:

Por levar você por 9 meses e te dar a vida: nada

Pelas noites sem dormir: nada
Pelo medo e preocupações que me esperam: nada
Por comidas, roupas e tudo o mais: nada

Custo total de meu amor: nada

O menino quando terminou de ler o que sua mãe lhe escrevera tinha os olhos cheios de lágrimas. Olhou nos olhos da mãe e disse:
- Eu te amo, mamãe!!
Logo depois pegou um lápis e escreveu com uma letra enorme: TOTALMENTE PAGO

Assim somos nós, adultos, como crianças, querendo recompensa por boas ações que fazemos.é difícil entender que a melhor recompensa é o AMOR que vem de Deus. E para sorte nossa é GRÁTIS. Basta querermos recebe-lo.


SERÁ QUE VOCÊ SABE CONFIAR?

Existiu um lenhador que acordava às 6:00 da manhã e trabalhava o dia inteiro cortando lenha, e só parava tarde da
noite.

Esse lenhador tinha um lindo filho de poucos meses e uma raposa, sua amiga, tratada como bicho de estimação e de sua total confiança.

Todos os dias o lenhador ia trabalhar e deixava a raposa cuidando de seu filho.

Todas as noites ao retornar do trabalho, a raposa ficava feliz com sua chegada.

Os vizinhos do lenhador alertavam que a raposa era um bicho, um animal selvagem e portanto, não era confiável e quando ela sentisse fome comeria a criança.

O lenhador sempre retrucando com os vizinhos falava que isso era uma grande bobagem.

A raposa era sua amiga e jamais faria isso.

Os vizinhos insistiam: Lenhador, abra os olhos! Quando ela sentir fome, ela vai comer o seu filho...

Um dia, o lenhador muito exausto do trabalho e muito cansado desses comentários, ao chegar em casa viu a raposa sorrindo, como sempre, e sua boca totalmente ensanguentada. O lenhador suou frio e sem pensar duas vezes, acertou o machado na cabeça da raposa.

Ao entrar no quarto, desesperado, encontrou o seu filho no berço, dormindo tranquilamente e, ao lado do berço uma cobra morta...

O LENHADOR ENTERROU O MACHADO E A RAPOSA JUNTOS. Neste lugar nasceu uma linda árvore que jamais seria cortada.

Se você confia em alguém, não importa o que os outros pensem a respeito...

Siga sempre o seu coração e não se deixe influenciar... Não vale a pena...



EU QUERIA MAIS TEMPO

Eu Queria Mais Tempo



CULTIVANDO A FLOR DA HONESTIDADE

Um príncipe queria se casar. Como se tratava de escolher a futura princesa, era necessário que ele elegesse uma jovem na qual pudesse confiar cegamente.
   Aconselhado por um sábio, ele resolveu convocar todas as jovens da região para encontrar a que fosse mais digna.
   

Vieram ao palácio as mais bela e ricas moças. Dentre elas havia uma muito simples e humilde: era a filha de uma das servas do palácio e fazia muito tempo que nutria pelo príncipe um amor secreto.
   Cercado por sua corte, o príncipe anunciou o desafio:
   - "
Darei a cada uma de vocês uma semente. Aquela que em seis meses me trouxer a flor mais linda será a futura princesa.".
   A moça humilde pegou sua semente, plantou-a num vaso e, como não tinha muita habilidade na arte da jardinagem, cuidava da terra com toda a paciência e ternura, pois pensava que, se a beleza das flores surgisse na mesma extesão de seu amor, ela não precisaria se preocupar com o resultado.
   Passaram-se os seis meses...
   Só que nada brotou, mesmo tendo a jovem tentado de tudo. E, embora soubesse que nada tinha para mostrar, estava consciente de seu esforço e dedicação e iria comparecer à presença do príncipe, nem que fosse para vê-lo pela última vez.
   Chegou o dia da nova audiência. A moça compareceu com seu vaso sem planta e viu que todas as outras pretendentes tinham conseguido ótimos resultados: casa uma trazia uma flor mais bela que a outra, das mais variadas cores.
   Finalmente veio o momento esperado: o príncipe entrou e observou cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção.
   Após passar por todas, ele anunciou o resultado, indicando a filha da sua serva como sua futura esposa.
   Todos os presentes começaram a reclamar, dizendo que ele havia escolhido justamente aquela que não havia conseguido nenhum resultado.
   Foi então, que calmamente, o príncipe esclareceu a razão de seu desafio: "Ela foi a única a cultivar a flor que a fez digna de se tornar a princesa: 
a flor da honestidade.
   Todas as sementes que o príncipe entregou eram estéreis e delas nada poderia nascer de jeito nenhum.

     As vezes, para não decepcionar os outros, procuramos demonstrar aquilo que não somos; com isso acabamos desagradando os outros e a nós mesmos. Mas, seja qual for a situação, vale a pena cultivarmos a flor da honestidade.


A TÁBUA DE PREGOS

Era uma vez um garoto que tinha um temperamento muito explosivo.
Um dia ele recebeu de seu pai, um saco cheio de pregos e uma placa de madeira.

O pai disse a ele que martelasse um prego na tábua cada vez perdesse a paciência com alguém.

No primeiro dia o garoto colocou 37 pregos na tábua.
Já nos dias seguintes, enquanto ele ia aprendendo a controlar sua raiva, o número de pregos martelados por dia foram diminuindo gradativamente.
Ele descobriu que dava menos trabalho controlar sua raiva do que ter que ir todos os dias pregar vários pregos na placa de madeira...
Finalmente chegou um dia em que o garoto não perdeu a paciência em hora alguma.
Ele falou com seu pai sobre seu sucesso e sobre como estava se sentindo melhor em não explodir com os outros e o pai sugeriu que ele retirasse todos os pregos da tábua e que a trouxesse para ele.

O garoto então trouxe a placa de madeira, já sem os pregos, e a entregou a seu pai.

Ele disse, Você está de parabéns, meu filho, mas dê uma olhadela nos buracos que os pregos deixaram na tábua, ela nunca mais será como antes.
Quando você diz coisas estando com raiva, as suas palavras deixam marcas como essas. Você pode enfiar uma faca em alguém e depois retirá-la.
Não importa quantas vezes você peça desculpas, a cicatriz ainda continuará lá.
Uma agressão verbal é tão ruim quanto uma agressão física. Amigos são como jóias raras. Eles fazem-te sorrir e encorajam-te a alcançar o sucesso.
Eles emprestam-te ombro, compartilhando os teus momentos de alegria, e têm sempre os seus corações abertos para ti.


PODER DA CRIAÇÃO - CLIPE EVANGÉLICO

Autor da Criação


TEMPO DE MUDAR - PARTICIPAÇÃO DE ELIANA

<Maísa>

(Maísa)
Pra quem já
esqueceu
Esse planeta também é seu
(Eliana)
Se você gosta de ser feliz
E quer fazer todo mundo ser também
Se você gosta do azul do mar
E quer viver com a natureza,então vem
(Maísa)
Dessa vez a nossa voz
Vai ser maior do que todos nós,então vem
(Eliana)
Vem que pode ser melhor
Ainda dá tempo de mudar
(Maísa e Eliana)

Maisa E Eliana

Não demora lembra que o planeta tá sofrendo lá fora
Tá na hora da gente ajudar
E pra quem quiser saber a hora é agora
O planeta não pode esperar
(Maísa)
Se você gosta de ser do bem
E aproveitar o melhor que a vida tem
Se você gosta de dar a mão
E tem amor no seu coração, então vem
(Eliana)
Essa é a nossa vez
De desfazer o mal que se fez,então vem
Vem que aqui é seu lugar
Ainda dá tempo de mudar
(Maísa e Eliana)
Não demora lembra que o planeta tá sofrendo lá fora
Tá na hora da gente ajudar
E pra quem quiser saber a hora é agora
O planeta não pode esperar
Lembra que o planeta tá sofrendo lá fora
Tá na hora da gente ajudar
E pra quem quiser saber a hora é agora
Não dá mais pra esperar
(Eliana)
Juntos você e eu
Vamos salvar o que se perdeu
(Maísa)
Pra quem já esqueceu
Esse planeta também é seu
(Maísa e Eliana)
Não demora lembra que o planeta tá sofrendo lá fora
Tá na hora da gente ajudar
E pra quem quiser saber a hora é agora
O planeta não pode esperar
Ainda dá tempo de mundar
Ainda dá tempo de mudar

O PAI NOSSO

Se em minha vida não ajo como filho de Deus, fechando meu coração ao amor,

Será inútil dizer: PAI NOSSO.

Se os meus valores são representados pelos bens da terra,

Será inútil dizer: QUE ESTAIS NO CÉU.

Se penso apenas em ser cristão por medo, superstição e comodismo,

Será inútil dizer: SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME.

Se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidades,

Será inútil dizer: VENHA A NÓS O VOSSO REINO.

Se no fundo o que eu quero é que todos os meus desejos se realizem,

Será inútil dizer: SEJA FEITA A VOSSA VONTADE.

Se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome,

Será inútil dizer: O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAÍ HOJE.

Se não importo em ferir, injustiçar, oprimir e magoar aos que atravessam o meu caminho,

Será inútil dizer: PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO.

Se escolho sempre o caminho mais fácil, que nem sempre é o caminho do Cristo,

Será inútil dizer: E NÃO DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO.

Se por minha vontade procuro os prazeres materiais e tudo o que é proibido me seduz,

Será inútil dizer: LIVRAI-NOS DO MAL ...

Se sabendo que sou assim, continuo me omitindo e nada faço para me modificar,

Será inútil dizer: AMÉM.


PROVA DE AMOR

Doce Inocência


ALGUÉM...

Agora mesmo...
alguém está orgulhoso de você
alguém está pensando em você
alguém está se preocupando com você
alguém sente falta de você
alguém quer falar com você
alguém quer estar com você
alguém espera que não tenha nenhum problema
alguém é grato pelo apoio que você deu
alguém quer segurar a sua mão
alguém espera que esteja tudo certo com você
alguém quer que você seja feliz
alguém quer que você encontre a pessoa amada
alguém está celebrando seu sucesso
alguém quer dar a você um presente
alguém espera que você não esteja resfriado ou com febre
alguém quer te abraçar
alguém ama você
alguém admira sua força
alguém está pensando em você e sorrindo
alguém quer seus ombros para chorar sobre eles
alguém quer sair com você e se divertir
alguém pensa muito em você
alguém quer te proteger
alguém gostaria de fazer algo por você
alguém quer ser perdoado
alguém é grato pelo seu perdão
alguém quer rir com você
alguém se lembra de você e quer que você esteja bem
alguém está rezando à Deus por você
alguém precisa saber que seu amor é incondicional
alguém valoriza seu conhecimento
alguém quer lhe falar o quanto se preocupa com eles
alguém quer compartilhar seus sonhos com você
alguém quer segurá-lo em seus braços
alguém valoriza seu espírito
alguém deseja que ele possa parar o tempo por você
alguém reza à Deus pela sua amizade e seu amor
alguém espera para ver você
alguém ama você do jeito que você é
alguém ama o modo como demonstra o que sente
alguém quer estar com você
alguém quer que você saiba que ele está sempre com você
alguém está contente por ser amigo dele
alguém quer ser seu amigo
alguém não consegue dormir pensando em você
alguém vive por causa de você
alguém está querendo que você o note
alguém quer te conhecer melhor
alguém está próximo de você
alguém pede seu conselho
alguém tem Fé em você
alguém acredita em você
alguém precisa de sua ajuda
alguém precisa que você tenha fé nos sentimentos dele
alguém precisa que você se torne amigo dele
alguém ouve uma música que lembre de você...
alguém te ama muito...

(autor desconhecido)

ALGUMAS LIÇÕES QUE A VIDA NOS ENSINA

Primeira importante lição: Um nome

Durante meu segundo mês na escola de enfermagem, nosso professor nos deu um questionário. Eu era bom aluno e respondi rápido todas as questões até chegar a última que era: "Qual o primeiro nome da mulher que faz a limpeza da escola?" Sinceramente, isso parecia uma piada.

Eu já tinha visto a tal mulher varias vezes. Ela era alta, cabelo escuro, lá pelos seus 50 anos, mas como eu ia saber o primeiro nome dela? Eu entreguei meu teste deixando essa questão em branco e um pouco antes da aula terminar, um aluno perguntou se a ultima pergunta do teste ia contar na nota. "É claro!", respondeu o professor. "Na sua carreira, você encontrará muitas pessoas. Todas têm seu grau de importância. Elas merecem sua atenção mesmo que seja com um simples sorriso ou um simples 'alô' ". Eu nunca mais esqueci essa lição e também acabei aprendendo que o primeiro nome dela era Dorothy.

Segunda lição importante: Na chuva

Numa noite, estava uma senhora negra, americana, do lado de uma estrada no estado do Alabama enfrentando um tremendo temporal. O carro dela tinha enguiçado e ela precisava, desesperadamente, de uma carona. Completamente molhada, ela começou a acenar para os carros que passavam. Um jovem branco, parecendo que não tinha conhecimento dos acontecimentos e conflitos dos anos 60, parou para ajuda-la. O rapaz a colocou em um lugar protegido, procurou ajuda mecânica e chamou um táxi para ela.

Ela parecia estar realmente com muita pressa mas conseguiu anotar o endereço dele e agradecê-lo. Sete dias se passaram quando bateram a porta da casa do rapaz. Para a surpresa dele, uma enorme TV colorida com o console e tudo estava sendo entregue na casa dele com um bilhete junto que dizia: "Muito obrigada por me ajudar na estrada naquela noite. A chuva não só tinha encharcado minhas roupas como também meu espírito. Aí, você apareceu. Por sua causa eu consegui chegar ao leito de morte do meu marido antes que ele falecesse. Deus o abençoe por ter me ajudado e por de forma tão não ajudar outros. Sinceramente, Mrs.Nat King Cole"

Terceira importante lição: Sempre se lembre daqueles que te serviram!

Numa época em que um sorvete custava muito menos do que hoje, um menino de 10 anos entrou na lanchonete de um hotel e sentou a uma mesa. Uma garçonete colocou um copo de água na frente ele. "Quanto custa um sundae?" ele perguntou. "50 centavos" respondeu a garçonete.. O menino puxou as moedas do bolso e começou a contá-las. "Bem, quanto custa o sorvete simples?" ele perguntou.

A essa altura, mais pessoas estavam esperando por uma mesa e a garçonete perdendo a paciência. "35 centavos" respondeu ela, de maneira brusca. O menino, mais uma vez, contou as moedas e disse: "Eu vou querer, então, o sorvete simples". A garçonete trouxe o sorvete simples, a conta, colocou na mesa e saiu. O menino acabou o sorvete, pagou a conta no caixa e saiu. Quando a garçonete voltou, ela começou a chorar a medida que ia limpando a mesa pois ali, do lado do prato, tinham 15 centavos em moedas - ou seja, veja bem, o menino não pediu o sundae porque ele queria que sobrasse a gorjeta da garçonete.

Quarta importante lição: O obstáculo no nosso caminho

Em tempos bem antigos, um rei colocou uma pedra enorme no meio de uma estrada. Então, ele se escondeu e ficou observando para ver se alguém tiraria a imensa rocha do caminho. Alguns mercadores e homens muito ricos do reino passaram por ali e simplesmente deram a volta pela pedra. Alguns até esbravejaram contra o rei dizendo que ele não mantinha as estradas limpas mas nenhum deles tentou sequer mover a pedra dali. De repente, passa um camponês com uma boa carga de vegetais.

Ao se aproximar da imensa rocha, ele pôs de lado a sua carga e tentou remover a rocha dali. Após muita forca e suor, ele finalmente conseguiu mover a pedra para o lado da estrada. Ele, então, voltou a pegar a sua carga de vegetais mas notou que havia uma bolsa no local onde estava a pedra. A bolsa continha muitas moedas de ouro e uma nota escrita pelo rei que dizia que o ouro era para a pessoa que tivesse removido a pedra do caminho. O camponês aprendeu o que muitos de nos nunca entendeu: "Todo obstáculo contem uma oportunidade para melhorarmos nossa condição".

Quinta importante lição: Dando quando se conta!

Ha muitos anos atrás, quando eu trabalhava como voluntário em um hospital, eu vim a conhecer uma menininha chamada Liz que sofria de uma terrível e rara doença. A única chance de recuperação para ela parecia ser através de uma transfusão de sangue do irmão mais velho dela de apenas 5 anos que, milagrosamente tinha sobrevivido a mesma doença e parecia ter, então, desenvolvido anticorpos necessários para combate-la.

O medico explicou toda a situação para o menino e perguntou, então, se ele aceitava doar o sangue dele para a irmã. Eu vi ele hesitar um pouco mas depois de uma profunda respiração ele disse: "Ta certo, eu topo já que é para salva-la...". À medida que a transfusão foi progredindo, ele estava deitado na cama ao lado da cama da irmã e sorria, assim como nos também, ao ver as bochechas dela voltarem a ter cor. De repente, o sorriso dele desapareceu e ele empalideceu. Ele olhou para o medico e perguntou com a voz tremula: "Eu vou começar a morrer logo, logo?" Por ser tão pequeno e novo, o menino tinha interpretado mal as palavras do medico pois ele pensou que teria que dar todo o sangue dele para salvar a irmã! Pois é, compreensão e atitude são tudo.

"Trabalhe como se você não precisasse do dinheiro, ame como se você nunca tivesse se machucado e dance como você dançaria se ninguém estivesse olhando"


A IMPORTÂNCIA DO AMOR

Amor


AMIGO, UM ENSAIO

Difícil querer definir amigo.              

Amigo é quem te dá um pedacinho do chão, quando é de terra firme que você precisa, ou um pedacinho do céu, se é o sonho que te faz falta.

Amigo é mais que ombro amigo, é mão estendida, mente aberta, coração pulsante, costas largas. É quem tentou e fez, e não tem o egoísmo de não  querer compartilhar o que aprendeu. É aquele que cede e não espera  retorno,  porque sabe que o ato de compartilhar um instante qualquer contigo já o alimenta, satisfaz. É quem já sentiu ou um dia vai sentir o mesmo que você. É a compreensão para o seu cansaço e a insatisfação para a sua reticência.

É aquele que entende seu desejo de voar, de sumir devagar, a angústia
pela compreensão dos acontecimentos, a sede pelo "por vir". É ao mesmo  tempo espelho que te reflete, e óleo derramado sobre suas águas agitadas. É   quem fica enfurecido por enxergar seu erro, querer tanto o seu bem e saber que a perfeição é utopia. É o sol que seca suas lágrimas, é a polpa que adocica ainda mais seu sorriso.                                                                           
  
Amigo é aquele que toca na sua ferida numa mesa de chopp, acompanha suas vitórias, faz piada amenizando problemas. É quem tem medo, dor,  náusea, cólica gozo, igualzinho a você. É quem sabe que viver é ter história pra contar. É quem sorri pra você sem motivo aparente, é quem sofre com seu  sofrimento, é o padrinho filosófico dos seus filhos. É o achar daquilo que você  nem sabia que buscava.                                                      
                                                             
Amigo é aquele que te lê em cartas esperadas ou não, pequenos  bilhetes em sala de aula, mensagens eletrônicas emocionadas. É aquele que te ouve ao telefone mesmo quando a ligação é caótica, com o mesmo prazer e  atenção que teria se tivesse olhando em seus olhos.                                      
 
Amigo é multimídia. Olhos....                                                                          

Amigo é quem fala e ouve com o olhar, o seu e o dele em sintonia telepática. É aquele que percebe em seus olhos seus  desejos, seus disfarces, alegria, medo. É aquele que aguarda pacientemente e se entusiasma quando vê surgir aquele tão esperado brilho no seu olhar, e é quem tem uma palavra sob medida quando estes mesmos olhos estão amplificando tristeza interior. é lua nova, é a estrela mais brilhante, é luz que  se renova a cada instante com múltiplas e inesperadas  cores que cabem todas na sua íris.


Amigo é aquele que te diz   "eu te amo" sem qualquer medo de má interpretação:
Amigo é quem te ama "e ponto".
É verdade e razão,   sonho e sentimento.
Amigo é pra sempre, mesmo que o sempre não exista




Comments