Bolinhos do Algarve

 
400 g de Amêndoa pelada e muito bem moída
400 g de Açúcar
Água para cobrir o açúcar
 
Moer a amêndoa, eu utilizei a bimby que moi muito bem, mas foi a olho e confesso que esqueci-me de marcar o tempo, para quem não tem, moer na picadora ( tipo1,2,3) três vezes.
 
Levar um tacho largo com o açúcar e água até cobrir o açúcar a lume brando, mexendo de vez em quando até obter ponto de fio, ou 103º no termómetro de pontos de açúcar que é o que eu uso.
 
Assim que estiver no ponto deita-se a amêndoa e mexe-se muito rápidamente até ficar sem grumos e retira-se do lume.
 
Continua-se a mexer até arrefecer ao ponto de pudermos colocar as mão sem queimar: por esta altura a pasta já está durinha. Amassa-se sobre a pedra mármore (vai-se fazendo um rolinho, depois viram-se as pontas para dentro, sucessivamente, até a massa ficar firme e quase fria).
 
Acondiciona-se dentro de uma taça de vidro tapada e deixa-se descansar até ao outro dia, não colocar no frigorifico.
 
Moldam-se os bolinhos dando o formato desejado.
 
Rende cerca de 30 bolinhos.
 
Notas: Se não utilizarem toda a massa ela pode ser guardada no frigorifico bem acondicionada para não apanhar humidade e tem cerca de 1 mês de validade.
Usar só tacho de inox ou anti-aderente.
Ponto de fio: A calda estará neste ponto se, molhando o dedo indicador na calda e unindo-o em seguida ao polegar e afastando-o, formar-se um fio quebradiço.
 
Receita retirada do blog  ♥mesa para 4