Página inicial‎ > ‎

Tata Mulambo

Primeira Incorporação.





Dofono Tì Omolú.

Bem não lembro muita coisa, até por que quando estou incorporado com a Mulambo da Calunga perco meus sentidos... O que lembro é que estávamos indo a cachoeira do Santa Maria (Bairro do Rio de janeiro - Reg. Oeste) eu e alguns amigos para pegar tabatinga. Ao voltar esbarrei em uma oferenda para exu, eu como sempre “abusado” peguei a vela que estava lá e segurando em uma mão comecei a zombar! É a única coisa que lembro.

Relatos do Ogan do Ilé.

Dentre as pessoas presente naquele dia, um deles era um Ogan do ilè. O mesmo presenciou tudo o que aconteceu e me contou o que irei relatar. (Todas as informações foram passadas pelo ogan do ilè, não tenho nada que comprove as coisas descritas abaixo, ficando inseto de qualquer informação incorreta).


Após a incorporação o ogan falou que a entidade desde inicio se apresentou como Mulambo da Calunga, pediu que chamasse o pai de santo da casa e o mesmo recusou em ir falar com ela, além de duvidar e mandar recados constantemente de realização de’ prova de fogo” a pomba gira além de está sendo afrontada ficou enquizilada pela a atitude do Donté e falou que ia ao encontro dele... Passando por um ponto daquela determinada rua o ogan falou que tinha uma fogueira, a pombagira entrou na mesma e perguntou ao ogan se aquela prova era suficiente para que passassem acreditar que era ela que estava ali, o Ogan assustado com o ato falou que sim e pediu agó a pombagira. Enfim apenas o Ogan acreditou na pombagira de imediato e conduzido a mesma ao encontro do Donté.

Sem Relatos.

Não sei mais o que aconteceu a única coisa que sei é que acordei na rua (fora do barracão) caído no chão, ouvir o Donté falar:


- “Que pombagira é essa que vem, vai embora na rua e ainda deixa o cavalo jogado no chão!”.
Donté Tí Osòóse.

Bem quem é não sei, só sei o que contado pelo Ogan e farei a mesma coisa se fosse ela, pois ele chegou e se apresentou de forma educada ele que se recusou em falar ou pelo menos ouvir o que ele feio falar!


Recados.


O recado que foi me passado naquele dia foi:


- Para não mexer em oferendas sem saber pra quem, e para que foi oferecida;


- Não imitar e nem brincar com Exu.


Prova Maior.


A pomba gira riscou o ponto dela, falou da onde vinha e qual seu caminho e sempre deixou claro que não vinha pelo caminho de Osún ( No primeiro Ilé o zelador iria fazer Osún como primeiro santo em minha cabeça) e sim pelos caminhos de Omolú. Ressumindo hoje estou aqui feito de Omolú no Ilé Asé Orun Aiyer Èwé Tì Osòóse pelo Zelador Mauro Tì Osòóse, prova que a pombagira só veio alerta-lo e falar a verdade mesmo sem ser ouvida.


Laroy Exú Salve Tata Mulambo da Calunga!
Dofono Tì Omolú.

 
 
 

"Tata Mulambo Da Calunga"



O Inicio.

Há mais ou menos dois anos atrás resolvi seguir o candomblé, cheguei até o barracão sem saber e entender de absolutamente nada, fui apresentado ao zelador a qual me “iniciou” nesse novo universo....

Primeiro Jogo de Búzios.

No primeiro jogo de búzios com o zelador de santo foi cheio de confissões da minha vida e uma delas foi a que eu era de um tal exu chamado Maria Mulambo da Calunga (cemitério), fiquei surpreso e como já conhecia e tinha uma certa afinidade por Maria Padilha comecei a chora e renegar aquela tal entidade....

A Prova.

Tendo em vista minha lagrimas de renegação a Maria Mulambo. Uma certa noite sonhei que estava em um determinado lugar no meio do nada, tudo escuro e vazio, avistei um trono e uma mulher sentada nele, também avistei um homem no chão com as mãos para traz e aquela mulher veio a falar a seguinte frase: “ por que você não me aceita e não acredita em minha? Ainda nem me conhece ! eu vou provar pra você quem eu sou...meu nome é Tata Mulambo Da Calunga !” e me dava três tapinhas no peito....ao acordar meio assustado sentir uma tremenda dor no lugar onde ela bateu, dor essa que só foi embora ao completar 7 dias (conta de exu)...

As Mudanças.

Depois que passei a incorporar com Maria Mulambo Da Calunga, minha vida mudou...e esse é um dos motivos que levou a criar esse blog, comentar sobre esse exu e postar o que o mesmo fala em suas passagens a terra...(recados passados a terceiros e posteriormente postados). Me chamo José Danilo (Dofono Tí Omulú) sou feito no orixá e amo a entidade que carrego
Comments