A questão da representação de homens e mulheres nos media esteve sempre presente nas preocupações de quem se interessa pela construção de um mundo mais paritário, uma vez que as instâncias mediáticas assumem um papel preponderante na formação da opinião pública. Neste sentido, os meios de comunicação constituem-se como espaços de (re)construção de identidades, em que o género assume um papel relevante.

O projeto PubliDiversidade (nº 086347/2012/73) pretende centrar-se na vertente publicitária, em que a necessidade de reflexão e consciencialização de públicos específicos e da sociedade civil tem de ser mais sublinhada, ancorando-se nas necessidades determinadas por diversas instâncias internacionais e nacionais. Neste sentido, pretende-se olhar a esta vertente, frequentemente esquecida, dos media tendo como intuito desconstruir os seus efeitos multiplicadores de iniquidades de género decorrentes da sua associação a estratégias de mercado de consumos cujos principais vetores são a rentabilidade económica e a fidelização de marcas.

Âmbito regional: Braga e Porto
Duração do projeto: Dezembro 2012 - Dezembro 2014

Apoio financeiro POPH/FSE/QREN/CIG (
nº 086347/2012/73)
SelectionFile type iconFile nameDescriptionSizeRevisionTimeUser