Cem anos - Janeiro - Feliz 2011

 
FUNDAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO DOS ESTIGMATINOS
 
(texto extraído de "Nossa Memória", vol. I, fascículo II, páginas 157-158).

 

ACTAS DAS REUNIÕES

 

Associação dos Stigmatinos para a Instrução e Educação Popular

 

Reunião preliminar

 

Aos 23 de janeiro do anno mil novecentos vinte três na cidade de S. Paulo – na casa da Rua Direita n. – reuniram-se os seguintes Senhores – P. Albino Sella, P. João Lona, P José Tondini, P. Fortunato Mantovani, P. Fortunato Morelli, P. Henrique Adami com o fim de fundar  uma Associação para educação e instrucção popular. Aberta-se a reunião pelo Snr. P. João Lona foi por acclamação eleito Presidente da mesma o Revmo. P. Albino Sella que logo tomou posse de seu encargo. – Depois de ter moradamente discutido a respeito do assumpto foram extensos e approvados por unanimidade os seguintes Estatutos:

 

Titulo I.o

Constituição, Fim, Duração

 

Artigo 1.o – Fica constituída uma sociedade sob a denominação de “Associação dos Stigmatinos para educação e instrução popular”.

Artigo 2.o – O fim da Sociedade é a educação e instrução popular, nos limites postos pelo regimento interno.

Artigo 3.o – A duração da Sociedade será indeterminada e subsistirá enquanto puder realizar os seus fins.

 

Título II.o

Da administração e seus membros

 

Artigo 4.o – A Sociedade será dirigida e administrada por uma directoria composta de um presidente, um vice-presidente, um thesoureiro, um secretario, com as attibuições determinadas no regimento interno. O presidente representará a Associação activa e passivamente em Juízo e fóra dele, em todas as relações com terceiros.
Parágrafo unico. - Alem das attribuições expressas no regimento interno compete ao presidente o direito de transigir em Juízo e fóra dele, renunciar direitos, alienar, hypthecar ou empenhar bens da Sociedade, uma vez que a assembléa geral tenha dado para isto o seu consentimento.

Artigo 5.o – A directoria será eleita pela assembléa geral dos associados no tempo determinado no regimento.

Artigo 6.o – Os sócios serão admittidos por deliberação da assembléa geral que terá a faculdade de excluir aquelles que por ella forem julgados incompativeis.
Parágrafo único. - São considerados sócios fundadores os primeiros cinco sócios.

Artigo 7.o – Os presentes estatutos poderão sofrer reformas em suas disposições por deliberação de uma assembléa geral por esse fim convocada, respeitando, porem, o disposto do artigo primeiro com referencia à existencia da Sociedade.

Artigo 8.o – Os membros da Sociedade não respondem subsidiariamente pelas obrigações que o representante da mesma contrahir expressa ou intencionalmente em nome della.
 
Título III.o
Do Patrimonio
 
Artigo 9.o – Constituirão patrimonio social todos os bens que a Associação
adquirir para a realização dos seus fins.
Artigo 10.o – Em caso de dissolução da Sociedade que só poderá ser por unanimidade dos socios, o patrimonio existente na occasião, será liquidado de accordo com o que fôr resolvido pela assembléa geral.
 
Titulo IV.o
Da Séde Social
 
Artigo 11.o – A Séde social para todos os efeitos de direito será nesta cidade de S. Paulo.
Provisoriamente logo foi feita a eleição da Directoria por maioria de votos resultando eleito como Presidente  P. Albino Sella - Vice-Presidente P. Fortunato Mantovani - Thesoureiro P. João Lona - Segretario P. Fortunato Morelli. Os eleitos tomaram posse do proprio cargo. Depois também por unanimidade foi decidido de mandar imprimir os Estatutos no Diario Official do Estado de São Paulo e registral-os para todos os efeitos legaes no officio de Registro Geral e de Hypothecas de São Paulo, e para isso foi dado mandado especial e de plena confiança ao Presidente.
 
Nada mais havendo a tratar encerrou-se a reunião, e eu segretario escrevi e assignei. - Pe. Fortunanto Morelli.
P. Albino Sella pr. - P. Mantovani Fortunato - P. José Tondin - P. João Lona - P. Henrique Adami. 
Comments