Vulcanoespeleologia
A VulcanoEspeleologia é a ciência que estuda as cavidades naturais formadas em rochas vulcânicas.

Cueva del Sobrado

 Cueva del Sobrado - Tenerife, Canary Islands

 
 
 
CAVIDADES VULCÂNICAS:
São todas as cavidades de origem natural desenvolvidas em materiais produzidos por actividade vulcânica, tenham a sua origem em sólidos (piroclastos) ou líquidos (em lavas).

Cueva de don Justo 

Cueva del Hielo

Cueva del Hielo - Parque Nacional das Cañadas del Teide -Tenerife

 

 Cueva de Don Justo - El Hierro, Canary Islands

 

1.Singenéticas
Cavidades vulcânicas formadas durante o período da consolidação dos materiais vulcânicos. A cavidade é da mesma idade da rocha onde se insere.
 

Cueva del Sobrado

Cueva del Sobrado, Tenerife, Canary Islands

 

1.1. Reogenéticas - Originadas por deslocamentos da lava líquida entre massas de lava já consolidadas.
 
1.1.1. Subterrâneas - são as mais comuns e compreendem os tubos de lava e algares vulcânicos de contracção de lavas.

Cueva de Los Roques

Cueva de los Roques - Parque Nacional das Cañadas del Teide -Tenerife

1.1.2. Subaéreas - Cavidades reogenéticas que carecem de abóbada, apenas mantêm as paredes laterais do tubo vulcânico.

1.2. Pneumatogenéticas - Produzidas pela emanação, concentração e escape de gases.

1.2.1. Explosivas - Formadas por explosões violentas de gases para o exterior. Apresentam desenvolvimento vertical e bordes salientes para o terreno envolvente em forma de lábios.
 
1.3. Fractogenéticas - Formam-se quando uma escoada lávica fluída mas consolidada, se encontra com uma pendente no terreno. A parte interior fluída adapta-se ao terreno e a parte sólida superior parte e distende-se. Normalmente, sao cavidades de pequenas dimensões, com fundo em cunha.
 
 
 
 
2. Epigenéticas
Grutas vulcânicas que se formaram posteriormente à consolidação da rocha onde se encontram. A sua origem deve-se a erosao química ou mecânica, e normalmente estao associadas a locais com diferentes horizontes litológicos, cavidades de contacto. Como o caso de diques esvaziados.
 
 
 
 
 

OS TUBOS DE LAVA

A formação de uma cavidade vulcânica é um processo complexo em que devem confluir vários condicionantes. O mais importante é a existência da matéria comum a todas elas: Uma corrente de lava com um certo grau de viscosidade, geralmente escoadas lávicas fluídas do tipo "pahoehoe".

El Lagial

Lavas pahoehoe del Lajial - El Hierro

 

Génese de um tubo vulcânicoQuando um caudal de rochas fundidas com estas características avança por um relevo associado a uma pedente moderada, as suas margens arrefecem mais rapidamente que o interior e a sua velocidade diminui até parar completamente. Começam assim a consolidar-se as paredes laterais da futura cavidade, enquanto o seu interior continua fluindo. Quando o fluxo de lava se mantém o tempo suficiente, as paredes acabam por soldar-se na parte mais alta, formando a abóbada. A elevada temperatura interior mantém a lava fluída, permitindo o progressivo esvaziamento do canal à medida que o caudal diminui. Quando acaba a emisao de lava o fluxo interior acaba por desaparecer, completando assim a formação do tubo.
 
 

Cueva del Sobrado

Cueva del Sobrado - Tenerife, Canary Islands

 

 

ALGARES VULCÂNICOS
Podem-se dividir em quatro grandes grupos, tendo em conta a sua génese:
 
 
1. Teoria da ascenção e descida de magmas: Formam-se depois de se esvaziar a chaminé por onde fluia a lava. No fim da erupção a lava arrefecida retrai-se, originando estruturas em forma de câmpanula. A sua evolução segue no sentido da colmatação com desabamentos do exterior.
 
2. Teoria da fusão de tubos sobrepostos: É necessária a existência de dois tubos vulcânicos sobrepostos que se conectam um com o outro por erosao ou refusão.
 

Sima de Las Palomas

Sima de Las Palomas - El Hierro, Canary Islands

3. Teoria do escape de gases: Supõe que a pressão existente no interior de uma escoada magmática é tão intensa que pode originar roturas da crosta.
 
4. Teoria da contracção da lava: Caracteriza-se por uma perda de volume por arrefecimento, que origina fendas por vezes de grandiosas dimensões.
 
 
 
 
As concreções espeleovulcânicas
Podem ter a sua formação durante o processo de formação e arrefecimento da cavidade (concreções primárias) ou em processos posteriores de deposição de diferentes materiais (concreções secundárias).
 
Muito típicos a revestir o tecto da maioria dos tubos vulcânicos, são os estalactites de lava, também designados de estafilitos, que se formam por acção da gravidade e pelo arrefecimento da lava.
 
 
EstafilitosCono de Picón
Estafilitos ou estalacites de Lava - El Hierro, Canary Islands
 
Outra estrutura e menos comum são os estalagmites de refusão, formados por gotejo do tecto do tubo vulcânico quando este é refundido por acção do calor.

Estalagmite de refusion

Estalagmite de refusão - El Hierro, Canary Islands