Período Republicano

 

O Brasil, antes de ser uma República, era um Império. O Brasil era governado por um imperador chamado Dom Pedro II. Ele teve o poder absoluto do governo durante 49 anos.

Na manhã de 15 de novembro de 1889, Deodoro, à frente de um batalhão, marchou para o Ministério da Guerra, e declarou o fim do período imperial, e o início do período republicano. Dom Pedro II, o imperador da época, que estava em Petrópolis, retornou ao Rio. Ele pensava que o objetivo dos revolucionários era apenas substituir o Ministério. No dia seguinte, foi-lhe entregue um comunicado confirmando a proclamação e solicitando sua partida para o exterior. Entre 1889 e 1930 o governo foi uma democracia constitucional e a presidência alternava entre os estados dominantes da época: São Paulo e Minas Gerais.

Marechal Deodoro da Fonseca lutou contra a escravidão, a monarquia e derrubou o Imperador D. Pedro II do poder, estabelecendo a República do Brasil.
No dia 15 de novembro de 1889 foi proclamada a República no Brasil, e algumas mudanças começaram a acontecer. Primeiro foi estabelecido um governo provisório, com a missão de firmar o regime republicano e convocar uma Assembléia para criar a nova Costituição, e o escolhido para promover as mudanças foi o Marechal Deodoro da Fonseca, homologado pelo RankBrasil como “Primeiro Presidente do Brasil”.

Muitas pessoas apoiaram o fim do Império e o início da República. São elas: as pessoas que participaram das campanhas abolicionistas, fazendeiros e o exército. Quem começou de fato a conspirar para a derrubada da monarquia foi Benjamim Constant. Porém, quem proclamou a República e pôs fim ao império foi o Marechal Deodoro da Fonseca, figura de maior prestígio no exército. Convencido por Benjamim Constant, o Marechal Deodoro concordou com tal ato no dia 11 de novembro. Foi difícil convencê-lo, pois o Marechal era amigo de Dom Pedro II.

Segundo alguns, a República Velha pode ser dividida em dois períodos: O primeiro período chamado República da Espada, de 1889 a 1898 e o segundo período chamado República Oligárquica que durou de 1898 a 1930. no ano 1889 e nós ainda não sabemos quando vai acabar. 

Marechal Deodoro de Fonceca

A nossa presidenta hoje em dia é a Dilma Vana  Roussef.

Dilma Vana Rousseff  nasceu em Belo horizonte,14 de dezembro de 1947 é uma economista e política Brasileira, filiada ao Partido de trabalhadores (PT), e a atual presidente da Rebública Federativa do Brasil.[Durante o governo do ex-presidente Luiz Inacio Lula da Silva, assumiu a chefia do Ministério de Minas e Energia, e posteriormente, da Casa Civil. Em 2010, foi escolhida pelo PT para se candidatar à Presidência da República na eleições presidencial, sendo que o resultado de segundo turno,em 31 de Outubro, tornou Dilma a primeira mulher a ser eleita para o posto de chefe de estado  e de governo, em toda a história do Brasil.

As eleições são realizadas no país a nível local desde o Seculo XVI, sendo o corpo eleitoral alargado com o passar da evolução histórica os homens adultos, acima de 21 anos, independente de renda, somente com a República; as mulheres, somente em 1932; os ,analfabetos e maiores de 16 anos, somente a partir da Constituição de 1988.

O  voto também é secreto desde 1932, com a edição do Códico eleitoral que vem sendo periodicamente revisado, e regulamenta todo o procedimento, desde o alistamento dos eleitores, até a contagem dos votos, a fiscalização e participação dos partidos, a propaganda e os crimes eleitorais.

Comments