Obras Publicadas:

Paulo Moreiras nasceu em 1969 em Lourenço Marques, Moçambique. Veio para Portugal em 1974. Viveu em Finzes (Cinfães), Laranjeiro (Almada) e vive actualmente em Meirinhas (Pombal). Desejou fazer cinema de animação e enamorou-se pela banda desenhada. Após algumas experiências com fanzines começou a publicar poesia em edições artesanais. Apaixonou-se pela literatura picaresca e publicou o seu primeiro romance A Demanda de D. Fuas Bragatela (2002), seguindo-se um livro de poesia Do Obscuro Ofício (2004) e o ensaio Elogio da Ginja (2006). Entre outras coisas escreveu também o BI da Cereja e da Ginja (2007), o BI do Palito (2007) e o BI do Tremoço (2008).

Escrever ao autor

p_moreiras[arroba]yahoo.com

-------------------------------------

Paulo Moreiras was born in 1969 in Lourenço Marques, Mozambique. He came to Portugal in 1974. He lived in Finzes (Cinfães), Feijó (Almada) and currently lives in Meirinhas (Pombal). He wished to make an animated film and fell in love with the comics. After some experience with zines began publishing poetry in handmade editions. Love with the picaresque literature published his first novel A Demanda de D. Fuas Bragatela (2002), followed by a book of poetry Do Obscuro Ofício (2004) and published an essay Elogio da Ginja (2006). Among other things he also wrote the BI da Cereja e da Ginja (2007), the BI do Palito (2007) and BI do Tremoço (2008).

Write to author

p_moreiras[at]yahoo.com

-----------------------------

Paulo Moreiras est né en 1969 à Lourenço Marques, au Mozambique. Il est venu au Portugal en 1974. Il vivait à Finzes (Cinfães), Feijó (Almada) et vit actuellement à Meirinhas (Pombal). Il voulait faire un film d'animation et est tombé amoureux de la bande dessinée. Après quelques expériences avec les zines a commencé à publier de la poésie dans des éditions artisanales. Amoureux de la littérature picaresque, publie son premier roman A Demanda de D. Fuas Bragatela (2002), suivie d'un livre de poésie Do Obscuro Ofício (2004) et a publié un essai Elogio da Ginja (2006). Entre autres choses, il a également écrit le BI da Cereja e da Ginja (2007), le BI do Palito (2007) et le BI do Tremoço (2008).

Ecrire à l'auteur

p_moreiras[arrobade]yahoo.com

 

 - BI da Perdiz, Apenas Livros, Lisboa, Outubro, 2009
- Os Dias de Saturno, QuidNovi, Lisboa, Setembro, 2009

- BI do Tremoço, Apenas Livros, Lisboa, Setembro, 2008

- BI do Palito, Apenas Livros, Lisboa, Novembro, 2007

- BI da Cereja e da Ginja, Apenas Livros, Lisboa, Abril, 2007

- Elogio da Ginja, QuidNovi, Lisboa, Maio, 2006

- Do Obscuro Ofício, Noctívaga Editores, Leiria, Dezembro, 2004 (poesia)

- A Demanda de D. Fuas Bragatela, Círculo de Leitores, Lisboa, Setembro, 2004

- A Demanda de D. Fuas Bragatela, Temas e Debates, Lisboa, Setembro, 2002

- Elogio da Ginja, Noctívaga Editores, Leiria, Novembro, 2001

- Hermínio, Regresso a Portucale, com argumento de Paulo Moreiras e desenhos de Victor Borges, Pedranocharco Publicações, Almada, 1996

 

 

  • Outras Edições:

- Integrado na antologia Viana a Várias Vozes - escritores não vianenses escrevem sobre o município, Edição da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Maio, 2009

- Integrado na antologia Um Natal Assim, QuidNovi, Lisboa, Novembro, 2008

- Integrado na antologia Nas Margens da Solidão - Antologia de Prosa e Poesia, SOS Voz Amiga/Editora Padrões Culturais, Lisboa, Outubro, 2008

- Integrado no 5.º volume Afectos, dedicado ao Amor, Editora Labirinto, Fafe, Fevereiro, 2008

- Integrado na antologia de novos autores de Leiria Vamos para onde temos a ventura, CEPAE/Folheto Edições, Leiria, Janeiro, 2008

- Integrado no livro Contos e Sabores da Alta Estremadura, (2.ª edição), Edições CEPAE/Folheto Edições, Leiria, 2007

- Integrado no livro Contos e Sabores da Alta Estremadura, (1.ª edição), Edições CEPAE, Leiria, 2005

- Integrado na antologia Alta Velocidad – Nueva narrativa portuguesa, Lengua de Trapo, Madrid, Maio, 2004

- Integrado no livro Plumas de Judite, iniciativa do Bar Alinhavar, Leiria, 2002

 

 

Publicou crónicas, poesia ou contos em diversos órgãos:

 

revista Magazine Artes (Lisboa)

revista Storm-Magazine (on-line)

revista Mealibra (Viana do castelo)

revista Rodapé (Beja)

revista Entre Letras (Tomar)

revista Pessoal (Lisboa)

revista Wine Passion (Lisboa)

Jornal das Cortes (Leiria)

revista "a Bruxinha" (Leiria)

jornal "O Eco" (Pombal)

jornal "O Correio de Pombal"

"Jornal de Meirinhas" (Pombal)

Diário "As Beiras" (Coimbra)

Diário de Leiria

jornal "O Incrível" (Lisboa)

 

 

 

  • Edições Artesanais:

 

2002

apuntes para um alfabeto sobre nada, poemas, Paulo Moreiras

 

2001

A Mirra dos Dias, poemas, Paulo Moreiras

 

2000

Entre Cila e Caribdis, poemas, Paulo Moreiras

Elogio da Ginja, vários textos, coordenado por Paulo Moreiras

Cancioneiro Xisgaraviz, poemas, Paulo Moreiras

 

1999

estórias aos quadradinhos, banda desenhada

Andaluzias, prosa, Don Juan Valera (1896), tradução de Paulo Moreiras

Crónica do Rei Chateado, prosa, com ilustrações de Victor Borges

 

1998

As Palavras Silvestres, Antologia Pessoal, 1994-1998, poemas

Parábola da Noz Vermelha, prosa

Breviário de Hades, poemas

 

1997

No Fim do Poema, poemas

A Pedra do Diabo, prosa

O Espírito da Época, textos humorísticos

Crónica dos Pretéritos Instantes, poemas

 

1996

O Umbigo de Eva, prosa

 

1995

a flor dos terramotos, poemas, com ilustrações de Victor Borges

Animar, poemas

 

1994

Viagem, poemas

 

< Início