igreja

ASSOCIAÇÃO UNITARIO UNIVERSALISTA DE BELO HORIZONTE

e-mail : paulo .a.trindade @gmail.com
INAUGURAÇÃO EM BREVE  Rua Padre Eustáquio ,1610 - Bairro Carlos Prates-Telefone 3082-2088 - Belo Horizonte - As Reuniões dessa igreja que une crentes em Deus aos ateus e Ativistas do Ateismo serão aos domingos de 7:00 as 11:00
CAFÉ DOS TRABALHADORES PC www.trabalhadores.net As reuniões de pessoas à procura de trabalho com pessoas à procura de trabalhadores serão no mesmo dia e horário. 

Procuro pessoas interessadas na Fundação de Agencia de Recursos Humanos diferenciada e Escritório de Mobilização Política contra  cotas em concursos publicos. Tenho imovel  ideal para essa Atividade , situado na Rua da Bahia, 637 - Loja 20, de galeria, a 15 metros do Parque Municipal, em Belo Horizonte. Sem Contas de luz, IPTU e condominio e aluguel.paulo.a.trindade@gmail.com  www.conscienciabranca.tk

PROCURO PESSOAS INTERESSADAS EM FUNDAR UMA ASSOCIAÇÃO DOS DESEMPREGADOS, SUB-EMPREGADOS E PESSOAS COM UNICO EMPREGO OU  ATIVIDADE PROFISSIONAL - Ver proposta de Estatuto  no final deste site - Tel.: 3082-2088 -                                                                           

                   ASSOCIAÇAO UNITARISTA DE BELO HORIZONTE  * WebChat *

Clique aqui para ouvir a Rádio Bandeirantes http://bandnewsfm.band.uol.com.br/                           

 
                                       

                                         PERGUNTAS SOBRE IGREJAS UNITARISTAS                                                                                                                                                        
                                                                                                


Você imagina um lugar onde budistas. ateus , cristãos, judeus, ativistas do ateismo, espíritas, livres-pensadores, católicos, hinduistas, agnósticos , protestandes, muçulmanos, taoístas e pagãos possam conviver pacificamente ? Parece impossível ?  

 Os Unitários-Universalistas vêm se reunindo ao redor do mundo há séculos e vêm denonstrando que é possível adorar em comuniade ao mistério supremo, qualquer que seja seu nome.   ADMIRA-NOS A BELEZA, CELEBRAMOS O MISTÉRIO DA VIDA, REPUDIAMOS QUALQUER TIPO DE FANATISMO. 


 

Convidamos você a ser parte de um espaço virtual sem censura e sem dogmas no qual nenhuma pergunta espiritual é imanente e não há respostas corretas ou equivocadas. Visite-nos pois queremos que você compartilhe conosco suas perguntas, suas buscas, suas experiências místicas, espirituais e/ou religiosas. Permita-nos ser parte de sua jornada pessoal em busca da verdade e do sentido. 


Unitários- Universalistas Internacionais

Para Visitantes


                                                                    Carta de Apresentação


Bem vindos


Alguma vez você já pensou que, basicamente, todas as religiões tem  o mesmo objetivo e que a humanidade seria mais pacífica se as pessoas se dessem conta disso?


Alguma vez já lhe ocorreu que o (mistério) divino venerado em todas as partes do globo e por diversos povos tem os mesmos objetivos?


Você nasceu no seio de uma família religiosa, mas às vezes sente que a religião que seus pais lhe transmitiram não responde a muitas das perguntas que você se faz?


Seu cônjuge não professa a mesma religião que você e vocês andam em busca de um lar comum onde seus filhos possam crescer sem ter que escolher entre as crenças de um ou de outro?


Você busca um espaço em que se transmita a seus filhos uma educação espiritual baseada em valores e não em dogmas?


A você interessa fazer de seus filhos pessoas pensantes, inquisitivas, reflexivas, profundamente tolerantes a diferentes pontos de vista, semeadores de paz, construtores da justiça?


Você entende a religião mais como uma questão pessoal, ética e filosófica passível de ser analisada, do que como algo para ser aceito com fé cega?


Você pensa que a religião não deveria brigar com a razão?


Você acha que as suas preferências sexuais não deveriam ser motivo para não ser aceito em uma igreja, nem para que sua união não possa ser abençoada?


Você se considera um humanista apaixonado pela democracia, tolerância, justiça e questões sociais, políticas e ecológicas que afetam o mundo em que vivemos?


Você se considera um ser espiritual, até mesmo místico, mas nenhuma das religiões já estabelecidas o convence?


Se você tem a inquietude de compartilhar conosco sua busca de respostas a estas perguntas, convidamos você a ser parte de um grupo no qual ninguém acredita ter toda a razão e todas as vozes têm direito a ser escutadas.

Quem somos nós.


Somos um grupo que privilegia as pessoas mais do que as instituições, um grupo que pretende menos ser uma igreja estabelecida do que consolidar-se como uma comunidade fraternal de seres questionadores, preocupados com o mundo e desejosos de participar 


Um grupo no qual acreditamos em fazer o bem porque é justo e decente, não porque achamos que vamos ganhar um prêmio no além. Convidamos você a crer não na vida após a morte, mas na vida ANTES da morte.


Convidamos você a viver o desafio que implica ser tolerante, reconhecer o valor e a dignidade de todas as pessoas, levar a cabo uma busca livre e responsável pela verdade e pelo sentido, respeitar a trama interdependente da qual todos somos parte, lutar por uma comunidade universal com justiça, liberdade e paz...


A SOCIEDADE UNITÁRIA  é um grupo que se reúne  e que, como você, mais que pretender encontrar respostas únicas, estamos interessados em formular as perguntas verdadeiras... Como você, não gostamos que nos digam em que TEMOS que acreditar, sob pena de ir ao inferno se não o fizermos.


Você imagina um lugar onde budistas, ateus, cristãos, judeus, espíritas, livres-pensadores, católicos, hinduístas, agnósticos, protestantes, muçulmanos, taoístas e pagãos possam conviver pacificamente? Parece impossível?


Os Unitários-Universalistas vêm se reunindo ao redor do mundo há séculos e vêm demonstrando que é possível adorar em comunidade ao mistério supremo, qualquer que seja seu nome. ADMIRA-NOS A BELEZA, CELEBRAMOS O MISTÉRIO DA VIDA, REPUDIAMOS QUALQUER TIPO DE FANATISMO.


Convidamos você a ser parte de um espaço virtual sem censura e sem dogmas no qual nenhuma pergunta espiritual é imanente e não há respostas corretas ou equivocadas. Visite-nos em nosso grupo de discussão onde queremos que você compartilhe conosco suas perguntas, suas buscas, suas experiências místicas, espirituais e/ou religiosas. Permita-nos ser parte de sua jornada pessoal em busca da verdade e do sentido. Em nosso site você também encontrará informações sobre os  objetivos de nossas reuniões mensais .


Fora de São Paulo 
Este grupo é dedicado ádivulgação do Unitário-Universalismo no Brasil. Sejam bem-vindos todos os que compartilham com as idéias do unitário-Universalismo   na criação de seu futuro.

Unitários- Universalistas São PauloCáizBandera

Princípios e Objetivos



  •  
    •  

        * O valor e a dignidade próprios de cada pessoa;

        * A justiça, a igualdade e a compaixão nas relações humanas;

        * A aceitação uns dos outros e o estímulo ao crescimento espiritual em nossos grupos;

        * Uma busca livre e responsável pela verdade e pelo sentido;

        * O direito de consciência e o uso do processo democrático dentro de nossos grupos e na sociedade em geral;

        * A meta de uma comunidade mundial de paz, liberdade e justiça para todos;

        * O respeito pela rede interdependente da existência, da qual fazemos parte.

         

        * A experiência direta de mistério e assombro transcendental afirmada em todas as culturas, que nos leva a uma renovação do espírito e a uma abertura das forças que criam e sustentam a vida;

        * As palavras e escritos de mulheres e homens proféticos, que nos desafiam a confrontar os entraves ao bem comum com justiça, compaixão e o poder transformador do amor;

        * A sabedoria das religiões do mundo que nos inspiram em nossa vida ética e espiritual;

        * Os ensinamentos judeus e cristãos que nos aconselham a atender ao amor de Deus através do amor ao próximo como a nós mesmos;

        * Os ensinamentos humanistas que nos aconselham a atender o chamado da razão e os resultados da ciência, e nos advertem contra idolatrias da mente e do espírito;

        * Os ensinamentos espirituais de tradições centradas no culto à terra, que celebram o ciclo sagrado da vida e nos instruem a viver em harmonia com os ritmos da natureza.


        Gratos pelo pluralismo religioso que enriquece e enobrece nossa fé, inspiramo-nos a aprofundar nosso entendimento e expandir nossa visão. Entramos neste convênio como membros livres, prometendo-nos mutuamente confiança e apoio.




    • A tradição viva que compartilhamos provém de muitas fontes: 



      Fora de São Paulo 
      Este grupo é dedicado á divulgação do Unitário-Universalismo no Brasil. Sejam bem-vindos todos os que compartilham com as idéias do Unitário-Universalismo


  • A Rede de Unitários- Universalistas São Paulo juntamente com os membros da Unitarian-Universalist Association busca afirmar e promover:





Unitários- Universalistas


Serviços Recentes



Um Novo Ano


Palavras de Abertura - Sylvia L. Howe

    Nós lhes damos as boas-vindas neste primeiro encontro do novo ano.


    Como Janus, reunimo-nos com parte de nós olhando para trás

    e parte de nós olhando para adiante.


    Reunimo-nos na borda do novo ano

    entristecidos por nossas perdas,

    acalentando nossas alegrias,

    conscientes de nossas falhas,

    com saudades dos dias que passaram.


    Reunimo-nos na cúspide deste novo ano

    ávidos por iniciar novamente,

    esperançosos pelo que está à nossa frente,

    prometendo fazer mudanças,

    antecipando amanhãs e amanhãs.


    Convidamos vocês a compartilhar nossa celebração da vida,

    sabendo que a vida inclui o bom e o ruim,

    términos e inícios.


    Nós lhes damos as boas-vindas!

Acendimento do Cálice:
  •  
    •  
      •  
          E por sua chama, sejam nossos anseios por paz, justiça, e a vida do espírito acesas.
      • Por seu calor, seja nossa sociedade encorajada.
    • Por sua luz, seja nossa visão iluminada.
  • Acendemos esse cálice como um símbolo de nossa fé.


Um Novo Ano



    Certa vez eu dei as boas-vindas ao ano-novo na Times Square. Era o início de 1954, quando eu tinha dezesseis anos. Ficamos no Hotel Taft. A orquestra de Vincent Lopez estava tocando na pista de dança do Taft, e eu dancei com minha mãe. A Times Square estava fria, lotada de pessoas, com luzes brilhantes, barulhenta e empolgante. As pessoas falavam com estranhos e lhes desejavam coisas boas. À meia-noite, eu estava no centro do mundo e no centro do tempo. Eu me lembro de ter sentido que a descontinuidade na virada do ano era real, que o tempo parou à meia-noite e então começou de novo, que o novo ano com seu novo número era realmente novo.


    Agora meus pais se foram, Vincent Lopez se foi, e a Times Square está diferente do jeito que era há cinqüenta anos. Eu dancei, cantei, abracei e beijei em muitas outras vésperas de Ano-Novo. Eu fiz novos inícios, bons inícios, embora acho que nenhum deles tenha acontecido em um dia primeiro de janeiro.


    Desejo a vocês no ano novo tantos novos inícios quantos vocês precisem, e não mais do que vocês possam lidar. Que eles venham não com uma virada específica de uma folha de calendário ou com o toque de um relógio, mas exatamente quando vocês precisarem deles.


    Nestea no, que vocês se lembrem de velhos conhecidos, e que a paz se liberte, mesmo que apenas um pouquinho, no mundo e em sua vida.


    Por Robert Walsh, ministro emérito, First Parish Church UU, Duxbury, Massachusetts. Do livro Noisy Stones, the 1992 UUA Meditation Manual, publicado pela Skinner House.


    A data que estamos celebrando hoje marca o início de um novo calendário, e vamos celebrá-la com uma comunhão do fogo.


    Quando a humanidade olhou pela primeira vez os céus e as profundezas do infinito, não viu inícios e términos, passados e futuros. Vimos deuses e espíritos, os destinos e os grandes oráculos. Vimos os ciclos que governavam não apenas o além, mas também a terra, o mar e todos os que habitam neles. O que quer que viveu e cresceu, respirou, amou e morreu o fez de acordo com os ciclos do tempo, que demarcaram seu caminho sobre mais do que nosso céu e terra, mas também sobre nossas próprias almas.




    As vidas que vivemos não vão mudar apenas porque nosso calendário humano está diferente. Nossas vidas vêm e vão como ciclos de criação. Esta é a situação humana. Escapar não é possível, nem mesmo desejável. Pois é dentro desses ciclos de vida e morte, de criação e recriação que a influência de nossa particular presença vive eternamente além de nossos intervalos de tempo humanos.


    Nesta manhã eu convido vocês a participarem de um sacramento chamado comunhão do fogo. Um sacramento é um "sinal externo visível de uma graça interna espiritual". Em qualquer rito sacramental, uma realidade concreta, seja ela água, fogo, pedra ou um pedaço de pão, é vista como um veículo portador de uma capacidade especial de simbolizar em nossas vidas o que é radicalmente significante, de exprimir "uma graça interna espiritual". Hoje, o fogo é investido dessa capacidade.


    Nosso serviço começou constatando humildemente que nós somos todos aprisionados nos vastos ciclos do tempo. Mas com nossa comunhão do fogo nós constatamos, também, que somos participantes criativos, que temos nossa própria responsabilidade, e nosso próprio potencial e poder dentro do ciclo do tempo. Embora seja verdade que não podemos impedir o ano de mudar, podemos buscar viver mais intensamente no próximo ano. Embora não possamos mudar os ciclos de nascimento e morte, podemos dizer sim a nosso poder de fazer términos significativos, deixar ir todos os hábitos ruins que temos e fazer votos de melhorar. Embora não possamos mudar o ano que passou ou determinar o que o ano novo vai trazer, temos de fato o poder de, a cada momento, comprometermo-nos com novas e melhores maneiras de ser e de agir.




    Nossa comunhão vai consistir de duas ações: um "deixar ir" ao passado o que pertence ao passado, e uma "renovação", uma re-dedicação àquilo que é, para cada um de nós, renovador e aprimorador.


    Eu vou agora acender as duas velas de nossa cerimônia…



    (Para acender a Vela do Deixar Ir, diga)


    Espírito da Vida, esteja conosco em nosso "deixar ir".

    Ajude-nos a deixar ir nossos velhos hábitos, rancores e atitudes.

    Deixe que a escuridão em nossos corações se apague com o acender desta chama

    que deixa espaço para a luz que cura, no ano que chega.

    Com esta prece, acendemos a Vela do Deixar Ir.




    (Para acender a Vela da Renovação diga)

    Oh Deus da infinita Novidade

    Desperte em nós força e comprometimento ao bem

    Ajude-nos a deixar entrar a luz da vida e do amor nos dias que virão.

    Com esta prece, acendemos a Vela da Renovação.


    Cada um de vocês recebeu um pedaço de papel. Eu convido vocês agora a escrever uma palavra ou um desenho, um símbolo, que representa o que vocês buscam jogar fora, esquecer, deixar para trás neste ano. Este papel é apenas para os seus olhos. Vocês serão convidados a trazer o papel adiante e queimá-lo nesta chama. O fogo vai consumir não apenas o papel, mas também o que o papel simboliza.


    Depois de você ter queimado seu papel e deixado ir o que é preciso deixar ir, você está convidado a acender uma vela como símbolo de sua dedicação renovada às aspirações de seu coração. Sua chama vai não apenas acrescentar calor e luz ao nosso encontro, mas também vai aquecer e iluminar seu caminho neste novo ano, simbolizando a "graça interna spiritual". 




Unitários- Universalistas

Calendário 2012 2013 Feriados e Celebrações Nacionais


Calendário litúrgico Universalist unitário internacional

calendário 2012-2013 com os feridos


  •  
    •  

        REGRESSO A CASA - às vezes o primeiro domingo após. O começo do ano de igreja para muitas assembleias. Algumas assembleias incluem Ritual do comunhão da água neste serviço. Este ritual envolve os congregants que trouxeram pequenas quantidades de água ao serviço, tomados dos lugares que especiais se realizaram sobre o verão. Ou a água é coletada de uma tempestade ou é de outra maneira significativa ou simbólica de uma certa maneira. Podem derramar a água em uma grande bacia e dizer a assembleia de onde é e o significado que tem para eles. Os temas usados frequentemente no regresso a casa incluem: reunião; re-recolhimento; re-concordar como uma comunidade da fé; hospitalidade; retorno para casa à comunidade da igreja que nos prende; esperança; vista para a frente com excitamento ao ano de igreja. O serviço pode ser entre gerações inteira ou parcialmente.

        Dedicaçã do Professor - uma data variável do outono. Uma parte do serviço em que os professores da instrução religiosa comissão e abençoados pela assembleia ensinar a escola de domingo e adulto COM REFERÊNCIA às classes. A assembleia inteira pôde relatar uma dedicação no uníssono.

        EQUINÓCIO do OUTONO - geralmente setembro 21. Um momento de recordar ciclos, estações, a inevitabilidade da mudança. Um momento de fazer uma volta interna como a natureza faz uma volta do seus próprias.

        YOM KIPPUR - As datas de Yom Kippur são

      • Ano judaico 5774 : por do sol 13 setembro de 2013 - anoitecer 14 de setembro de 2013.
      • Ano judaico 5775 : por do sol 13 setembro de 2013 - anoitecer 3 de outubro de 2014. Provavelmente o mais importante de dias santamente elevados do judaísmo, o ponto culminante dos dias do incrédulo, que começa com o Rosh Hashanah. Estabeleceu-se no 23:26 de Leviticus - 32. "Yom Kippur" significa o "dia da expiação." é um dia reservado "aflige a alma," para expiar para os pecados do ano passado. Os temas do dia incluem o arrependimento, reconciliação, pedindo a remissão. A "expiação" pode ser dividida em: "At-one-ment", implicando que quando nós perdoarmos e somos perdoados, noacute;s estamos trazidos de novo no relacionamento um com o outro.

        BÊNÇÃO DOS ANIMAIS - domingo o mais próximo outubro a 4. Na tradição católico romano, outubro 4 é a festa de St. Francis de Assisi . O St. Francis (1182-1226) era uma monge que fundasse a ordem contemporânea de Franciscans. Foi conhecido para seu voto da pobreza e de sua conexão especial aos animais, entre muitas outras coisas. Muito o Unitarian Universalists pegarou na tradição dos animais da b ênção, particular animais de estimação, neste dia. O St. Francis pode receber pouca atenção neste serviço, mas sua oração é usada geralmente. No espírito do dia animal do mundo em este país nós abençoaremos animais de estimação e mesmo animais enchidos no serviço. Algumas assembleias comemoram este serviço fora das portas e os povos trazem seus animais de estimação ao serviço, outro trazem fotografias de seus animais de estimação; outro t êm seus animais de estimação abençoados nomeando os.

        SABAT das CRIANÇAS - o cumprimento nacional do Sabat das crianças une dez dos milhares de assembleias religiosas de muitas fé no discurso para fora e na actuação fielmente para crianças e famílias. O tema do Sabat deste ano "está põr nossa fé na ação para procurar justiça para crianças. " Muitas assembleias de UU comemorarão o Sabat das crianças com os serviços da adoração, a ação social ou as atividades especiais. Alguns serão prendidos na data de outubro e outro serão prendidos em outras vezes durante o ano de igreja. é endossado o comit ê pelo serviço de UUA e de UU, o Sabat das crianças chama-nos para pausar e para considerar profundamente, "como nossas crianças? Somos nós que põr crianças primeiramente?" e deixe então nossas respostas guiam nossas ações como povos da fé. Durante este serviço as crianças usher, conduzem orações, e preach o sermão. O Sabat das crianças é organizado pelo fundo da defesa das crianças.

        DIA de UNITED NATIONS (ONU) - outubro 24. Princípio do universalismo unitário sexto: "O objetivo da comunidade do mundo com paz, liberdade e justiça para tudo" pode fazer a isto um dia especial para observar religiosa. Os temas podem incluir: guerra e paz, cooperação internacional, eventos do mundo, a comunidade global. Este ano nós comemoramos o 60th aniversário da declaração de direitas humanas.

        Día de Los Muertos TODO O DIA de ALMAS - novembro 2 (observado no domingo entre outubro 27 e novembro 2). Igualmente chamou o dia dos mortos, todo o dia de almas é um dia de relembrança para amigos e amados que passe afastado. é um dia católico romano da comemoração e tem origens prévias no festival pagão antigo dos mortos--qual comemorou a opinião pagã que as almas dos mortos retornariam para uma refeição com a família. Alguns temas: relembrança, sofrimento, ciclo da vida e morte, honrando aquelas que foram antes de nós.

        Acção de graças: Gratitude como uma prática espiritual. Voc ê pensa lá é um calmness a uma vida viveu na gratitude, uma alegria quieta? No ritmo apressado de nossas vidas hoje voc ê conhece os povos que conseguiram ou os estão tentando conseguir o calmness e a alegria do sil êncio? Como mudaram seus priorites e as escolhas que da vida fazem? - Domingo antes da acção de graças. Os temas podem incluir a gratitude para amadas, recolhendo a família junto, quebrando o pão junto, perspectiva no feriado, puritanos do nativo americano, recordando aqueles menos afortunados. Algumas assembleias comemoram o comunhão do pão neste serviço. Este ritual pode incluir a quebra e a passagem ao redor do pão durante todo a assembleia. Os Congregants comem o pão, ou alimentam-no a um outro, ao ser conduzido em uma reflexão sobre a gratitude, compartilhando e sendo junto na comunidade.

        Dia internacional das direitas humanas dezembro em 10, 1948, a assembleia geral do U.N. adotou sua declaração universal em direitas humanas. Uma celebração de nosso primeiro princípio do valor e da dignidade inerentes de todos os povos, em toda parte.

        SOLSTICE de INVERNO - geralmente dezembro 21. Para algum Unitarian Universalists que t êm as reservas sobre o Natal, o Solstice de inverno veio ser o ponto de foco da estação de feriado do inverno. Este dia tornou-se importante para ambos os humanistas e Pagans, que podem encontrar o terreno comum em comemorar esta ocasião. Os temas podem incluir a luz entre a escuridão; a morte da natureza e do ciclo da vida; a escuridão imediatamente antes do alvorecer; o milagre de cada nascimento.

        NOITE DE NATAL - dezembro 24. Frequentemente um serviço da noite. Inclui frequentemente "lições e canções de natal" e às vezes uma história que transporte o espírito do Natal. As assembleias de algum UU incluem um ritual da vela-iluminação no serviço, em que as luzes da igreja são escurecidas e os povos passam uma flama da vela para candle até que todos prenda uma vela iluminada.

        KWANZAA-Dezembro 26-January 1. Esta é uma celebração do americano africano que se centre sobre os valores africanos tradicionais da família, da responsabilidade da comunidade, do comércio, e do self-improvement. Não se considera ser um substituto para o Natal. é um momento de reafirmar povos do African-American, seus antepassados e cultura. Em algumas assembleias, as velas que é vermelho, preto e verde são iluminadas durante um serviço de domingo e o líder da adoração dizem a história de Kwanzaa.

        Dia-Domingo de ANO NOVO o mais próximo janeiro a 1. Uma oportunidade de comemorar o começo de um ano novo. Os temas podem incluir a reflexão em cima do ano que apenas passou; espere para a promessa do ano ao vindo; definições mudar; o passagem do tempo; esperança; expectativa; sonho de criar um melhor amanhã. Algumas assembleias comemoram a cerimónia do comunhão do fogo neste serviço. Neste serviço, pedaços de papel da queimadura dos congregants que cont êm breves descrições de algo elas a maioria de desejo sair atrás e iluminar uma vela para uma esperança nova por o ano da vinda. ESCUTEIRO Domingo-primeiro domingo em fevereiro. Uma parte do serviço da adoração em que os membros da assembleia que estão nas escuteiras ou nos escuteiros do menino são reconhecidos e honrados.

        MARTIN LUTHER KING, Jr. Domingo- domingo antes do feriado de MLK, no meados de Janeiro. Os temas incluem: Rei-suas vida e atividades; o movimento das direitas civis; anti-racismo; non-violence; mudança social; activismo; éticas do amor.

        St. Dia do Valentim o tema do amor: Como nós definimos o amor. Vontade para estender seu auto com a finalidade de consolidar seu próprios ou crescimento espiritual de uma outra pessoa. História-usual PRETA em fevereiro, para o m ês preto da história; ou em março, como James Reeb foi matado em 3/9/1965 e os jovens de Whitney morreram em 3/11/1971. Este serviço é uma oportunidade para que muitas assembleias enderecem justiça social, justiça racial, privilégio branco, identidade racial. O jovem de Whitney (1921-1971) era um americano africano UU que fosse diretor executivo da liga urbana nacional e de um activista no movimento das direitas civis. James Reeb (1927-1965) era um ministro branco de UU que fosse matado em Selma, Alabama, ao suportar o movimento das direitas civis lá.

        17 de fevereiro 2012 . CERIMÔNIA DE ABERTURA DO CARNAVAL (18, 19, 20, 21 de fevereiro)

        JUSTIçA DOMINGO A espiritualidade sem ação social arrisca a desconexão e o narcisismo. O activismo sem aterrar na prática e na reflexão espirituais arrisca o ineffectiveness e a neutralização. Como nós cultivamos uma espiritualidade acoplada? Cada mola, conjuntamente com o comit ê Universalist unitário do serviço, as assembleias de UU por todo o país estão junto, e reservam um domingo para a adoração e a instrução centradas sobre uma edição de direitas humanas de pressão. Este ano nós comemoramos o 60th aniversário da declaração de direitas humanas.

        JUVENTUDE Domingo-variável. Este serviço é conduzido frequentemente pela juventude da assembleia (idade adolescente). Podem planeá-lo com seu conselheiro da juventude, e/ou com o ministro ou o coordenador da adoração. Os temas do serviço variam do ano ao ano.

      •  
          - geralmente algum dia na mola adiantada. Este serviço é coordenado frequentemente com o comit ê da supervisão, para incluir alguns dos conceitos que a assembleia se está centrando sobre esse ano. Os temas incluem: supervisão da comunidade; doação de nossos tempo, talento e tesouro como a prática espiritual; abund�ncia/escassez; avaliar o que nós dizemos é importante para nós; o papel do dinheiro em nossas vidas; doação/que recebe; 12:34 de Luke: "onde seu tesouro é, lá seu coração será igualmente."
      • SOCIEDADE Domingo-variável. Este é um serviço para honrar os povos que t êm membros recentemente tornados da assembleia. Algumas assembleias prendem este serviço duas vezes por ano; outro uma vez. Este serviço convida frequentemente aqueles que t êm recentemente "assinaram o livro" para vir antes da assembleia com o ministro ou o líder da adoração. Os membros novos puderam compartilhar de uma leitura responsiva com a assembleia ou relatar uma ligação da bolsa de estudo ou concordá-la junto. O foco na sociedade p�de ser uma parte pequena do serviço total da adoração. Ou, o tema da sociedade p�de pervade o serviço inteiro com o reconhecimento dos membros novos que são uma parte daquele.

        EQUINÓCIO de MOLA - geralmente março 21. Este ano igualmente Purim. Temas da mola, incluindo: alongamento dos dias; natureza que vem à vida outra vez; alegria; após um inverno longo.

        PASSOVER SEDER-variável. Datas do Passover:

        Por do sol 29 de março de 2012 - anoitecer abril 6, 2012 (5773); O Passover (Pesach) é o feriado o mais geralmente comemorado entre judeus. Dura por sete dias. Os cumprimentos preliminares do feriado são relacionados ao êxodo de Egipto após gerações de escravidão. Esta história é dita no êxodo, Ch. 1-15; muitos dos cumprimentos do Passover são instituídos em Chs. 12-15. Nas primeiras duas noites do Passover, a refeição de Seder é comida. As assembleias de algum UU terão um Passover Seder em um daqueles dias, ou uma data perto de então. Muitas dos costumes e das tradições do Seder são observadas. A refeição de Seder ocorre às vezes em um repouso de membro de igreja, ao contrário do lugar de reunião próprio.

        Tempo - talento - tesouro domingo

        EASTER - a data variável da mola ocorrerá em 04 de abril 2012 . Frequentemente um dos serviços os mais well-attended do ano. O tema da ressurreição do feriado é frequentemente mais metafórico do que o literal. Muitos tipos da ressurreição podem ser emfatizados: renascimento da natureza; resurrecting sonhos e esperanças; resurrecting relacionamentos inoperantes. Em um sentido geral, o triunfo final da vida sobre a morte. Hallelujah!

        DIA de TERRA, abril 22, 2012 - agora que o aquecimento global é reconhecido como mais do que "o princípio de um universalismo unitário incómodo sétimo da verdade": O "respeito para a correia fotorreceptora interdependente de toda a exist ência de que nós somos uma peça" faz a isto um dia para comemorar religiosa. Os temas podem incluir: espiritualidade terra-centrada; conexão à natureza direta divina; tomada do cuidado do meio ambiente; a correia fotorreceptora interdependente. Vivendo nosso sétimo princípio. O dia de terra original realizava-se no equinócio de março. MARçO 20, 2012 é ainda o dia de terra internacional. Em muitos países o dia de terra é abril 22, 2012.

        Dia do Trabalhador 1 Maio Feriado nacional � Dia do trabalho O domingo deste fim de semana. Mas é uma boa ocasião a refletir nos temas do vocação e naqueles que trabalham nos trabalhos que permitem que nós recebam o produtos e serviços. Igualmente aproprie para temas de justiça econômica. Em muitas assembleias, este é o último do menores, mais serviços do íntimo da estação de verão.

        DIA de MãE - em segundo domingo de maio. O seguinte é citado do Rev. Stefan Jonassen em seu "um almanaque unitário canadense e um calendário lit�rgico" "Em 1872, a divisão unitária Howe de Julia começou a advogar a criação "de um dia de mãe para a paz" a ser prendida todos os anos junho em 2. O seguinte ano, dezoito cidades prenderam tal recolhimento. Bostonians continuou a observar o dia para mais do que uma década, quando algumas cidades continuaram o cumprimento até a volta do século, quando de "o dia mãe anual para a paz" parece ter morrido para fora. Em 1907, Anna Jarvis, um metodista, começou uma campanha a estabelecer um dia de mãe permanente. Em o seguinte ano, o YMCA tinha pegado a causa e, em 1914, Woodrow Wilson assinou uma definição congressional que estabelece o dia de mãe nos Estados Unidos. A tempo, o dia veio ser marcado em muitos outros países. A Senhora Jarvis foi incomodada pela comercialização do dia, provérbio, "mim qui-la ser um dia do sentimento, não lucro." Inalterably ops à venda das flores (mas não à doação das flores homegrown), ela igualmente deplorou o advento do cartão do dia de mãe, descrevendo a como "uma desculpa pobre para a letra que voc ê é demasiado preguiçoso escrever." Interessante bastante, o dia de mãe é o domingo o mais pesadamente atendido em igrejas norte-americanas, fora das estações do Natal e do Easter! Em assembleias Universalist unitárias, o dia tomou cada vez mais em um sentido de ser um dia para marcar as contribuições de todas as mulheres. "

        Dia- MEMORáVEL domingo antes da �ltima segunda-feira em maio. Frequentemente um serviço levemente atendido, devido ao fim de semana do feriado. Não obstante, é uma ocasião importante para memorialize amados que foram perdidas, na guerra ou em outras maneiras. Os temas podem incluir: recordando os povos que morreram; o poder da memória; ritualizing nossas memórias; gratitude para aqueles que foram antes de nós; o custo da guerra.

        IGREJA do SóCIO Observação-variável. Para as assembleias que t êm igrejas do sócio em outras partes do mundo (tais como a Transilv�nia ou India), esta é uma oportunidade de centrar-se nesse relacionamento e sobre a outra assembleia. As ligações à igreja do sócio são envolvidas frequentemente no planeamento e na participação no serviço.

        COMUNHãO da FLOR - data variável da mola, frequentemente algum dia em junho. O seguinte é citado de um ensaio mais longo no serviço, escrito por Reginald Zottoli (o texto completo pode ser encontrado aqui: http://www.uua.org/aboutuu/flowercommunion.html): O serviço de comunhão da flor foi criado por Norbert Capek (1870 - 1942), que fundou a igreja unitária em Checoslováquia. Introduziu este serviço especial a essa igreja junho em 4, 1923. O serviço foi trazido aos Estados Unidos em 1940 e introduzido aos membros da primeira paróquia em Cambridge, Massachusetts pela esposa do Dr. Capek, Maja V. Capek. No serviço, os povos foram pedidos para trazer uma flor de sua escolha e para coloc os em uns vasos ou em umas cestas. O Dr. Capek disse então uma oração, depois do qual andou sobre e consecrated as flores quando a assembleia est êve. Após o serviço, como os povos saidos a igreja, foram ao vaso e cada um tomou uma flor à excepção de essa que tinham trazido. O significado do comunhão da flor é que como nenhuma duas flores são povos semelhantes, assim que nenhuns dois seja semelhante, contudo cada um tem uma contribuição a fazer. Junto as flores diferentes dão forma a um ramalhete bonito. Trocando flores, nós mostramos nosso voluntariedade andar junto em nossa busca para a verdade, não obstante tudo que p�de nos dividir. Cada pessoa toma para casa uma flor trazida por alguma outra pessoa - assim simbolizando nossa celebração compartilhada na comunidade. Dia de ambiente de mundo: Primeiro domingo em junho. Como o dia de terra isto é contudo uma outra oportunidade de viver nosso sétimo princípio. Para reavaliar o nosso e planear como reduzir nossa pegada ecológica. VINDA DE IDADE - geralmente na mola atrasada. Este serviço é frequentemente um ponto culminante de uma vinda do programa da idade que os 8os graduadores t êm participado dentro por o ano ou para a metade um do ano. A juventude, seus mentores, e os professores do programa v êm frequentemente antes da assembleia para o reconhecimento. Frequentemente, os 8os graduadores são dados um presente para comemorar seu rito da passagem na adolesc ência.

        INSTRUçãO Domingo-segundo domingo de CHILDREN'S/RELIGIOUS em junho. Este é um serviço que focalize em crianças e nas crianças COM REFER êNCIA ao programa. Frequentemente, é organizado pelo diretor de RE e RE professores, talvez com ajuda dos pais e do ministro ou do coordenador da adoração. As crianças podem cantar, executam uma sátira, compartilham de suas reflexões em um tópico. Uma das intenções é estreitar a partilha que existe às vezes entre a comunidade dos adultos que atendem ao serviço principal da adoração e as crianças e os professores que estão na escola de domingo naquele tempo.

        DIA do PAI - Agosto 8� 2012 segundo domingo em agosto,

        RECONHECIMENTO do PROFESSOR - frequentemente na mola atrasada, perto do fim do ano escolar de igreja. Um serviço para honrar e agradecer àqueles que serem a assembleia ensinando a escola de domingo. Os professores v êm geralmente à parte dianteira da igreja em algum ponto no serviço e são reconhecidos formalmente para suas contribuições pela assembleia inteira. Os temas podem incluir: crescimento espiritual; instrução; a comunidade religiosa; maneiras de serir a comunidade.

        RECONHECIMENTO da GRADUAçãO - algum dia em junho. Esta é uma possibilidade reconhecer e felicitar os membros da assembleia que se estão graduando da High School. Frequentemente, esta é somente uma parte do serviço total. A graduação de High School pode marcar uma época em que os adultos novos estiverem a ponto de ser envolvido menos na igreja comunidade-muita movimento fora do repouso e cabeça à faculdade ou a mão-de-obra. Este serviço é uma possibilidade emiti-los fora com uma b ênção e lembrá-los que t êm sempre um repouso espiritual na assembleia. Igualmente uma possibilidade honrá-los para seus trabalho duro e perseverança na graduação.

        O SOLSTICE de VERÃO - junho 21. O dia o mais longo do ano. Temas do verão, incluindo: calor; beleza; vida abundante da natureza; retardar; tomando o tempo apreciar a beleza; férias.

        Hiroshima: Nós não repetiremos este mal O domingo o mais próximo agosto a 6. Um serviço inter-religioso da adoração para discutir o que pode nós, como indivíduos e como uma comunidade concordada, para fazer para planear para a realização e a manutenção de um mundo nuclear-weapon-free. Um momento de recordar aqueles matados nos bombardeios de Hiroshima e de Nagasaki e naqueles afetados por suas consequ ências. Tudo que foi ferido ou matado nos conflitos como Sadako novo, tudo que é agora prejudica dentro a maneira, incluindo soldados em todos os lados de muitos conflitos que nosso planeta azul pequeno está resistindo agora e especial os civis inocentes afetados por estas guerras, todas as aqueles matados, feridos ou sendo afligido por causa dos actos de viol ência. 


        ************************************************************************************************************

    • Outono

      INVERNO

      MOLA

      VERÃO

  • Um calendário de ocasiñes comemoradas em assembleias Universalist Unitárias. Há as assembleias que não podem comemorar muitos destes eventos. Há igualmente as ocasiões e as tradcões que são importantes para algumas assembleias mas que não são alistados aqui. Alguns são comemorados em anos alternos.


  Valores Morales | Servicios recentes | Novedades FAQPagina Principal | Ministerios | Para niños |Calendario | Direcciones | Contactarnos |
English عربي Español Português | 中国Esperanton Français| Русский

Sábado, 9 de noviembre de 2013



 
Googlewww.UUPuertoRico.org


CalizBandera

Bienvenidos!      Welcome!

Congregation Unitarian Universalist        Congregación Unitaria Universalista

Libertad, razón, hospitalidad       Freedom, Reason, Hospitality


    Nuestra iglesia acentúa un enfoque respetuoso y abierto a la religión,
    pero no requiere la aceptación de una serie absoluta y fija de creencias.
    Creemos que la sabiduría, la espiritualidad y la fuerza de nuestras éticas y
    lista valores morales humanos y principios
    que encauzan nuestra vida pueden ser encontradas en muchos lugares:
    en la Biblia y otras escrituras sagradas, en la sabiduría de los pueblos indígenas,
    en nuestra música,  ciencias y la poesía, en el seno de la comunidad reunida,
    y en lo más profundo e íntimo de nuestros corazones y principios morales.

    Si ya no pertenece a una iglesia porque le oprimen los dogmas que le impone,
    Si quiere profundizar y explorar su espiritualidad y compasión 
    en una comunidad religiosa abierta que le acepta,
    Si quiere colaborar en la creación de un mundo justo y compasivo,
    Si quiere investigar temas y pensamientos de la Biblia; la importancia de otras fuentes sagradas,
    Si quiere formar parte de una familia religiosa 
    que se ocupa de usted y valora su voz, talentos y puntos de vista únicos...
    entonces, quizá apreciaría conocer más acerca de nuestra Iglesia.

    If you never belonged to a church, you might like to try us.
    If you want to deepen and to explore your spirituality in an open religious community
    that embraces your unique voice, talents and worldview, please visit us.
    If you want to join with others in the creation of a world that is just and compassionate, and
    If you want to be part of a caring and open religious family, then maybe...
    you would like to learn more about the Unitarian Universalists of Puerto Rico.
    If you want to develop more understanding of your personal religious history 
    and how it can blend sustainably with that of others,
    perhaps you will find a spiritual home among us!

    Boricua, te invitamos, así como a tu familia y amigos, a unir manos y corazones con nosotros para comenzar a conocernos!


    We invite you, your family, and your friends to join us any time
    to begin to know one another!





    Por favor, una nuestra lista de correo electrónico 
    Ensamble en la creación de un mundo que sea justo y compasivo, respeta todas lasorientaciones sexuales, un planeta totalmente libre de armas nucleares y de sus medios de producción 
    envíanos ahora: info@uupuertorico.org 

    Fuera de Puerto Rico     UU-Hispano - Unitarios Universalistas de Lengua Hispana    Unitarios Universalistas de habla hispana

    La actualidad del nuestro mundo en lengua hispana     UUHispano Blog

    La voz de religión liberal en   Libre Congregación Unitaria de México   Bolivia   Costa Rica   Argentina  

    Encuentro, charla, amistad y crecimiento para las personas que se identifican como Unitarias Universalistas, simpatizantes y todos aquellos interesados en una espiritualidad pluralista, abierta y no dogmatica.http://es.groups.yahoo.com/group/uuhispano/

    Facebook ComUUnidad

     


     
     

  ‎ > ‎



CONGREGAÇÃO  POLITICA
*********
   Livro de membros da igreja*** 
Entidade   que  congrega crentes, agnósticos, anti-religiosos e ateus que pretendem melhorar o mundo atraves de mobilização
 politica

O membros dessa congregação acreditam que:

1 - Uma oração por dia basta. Duas ou mais orações são "muletas psicologicas"! 

2 - Deus ouve orações das pessoas que trabalham todo dia,estudam alguma coisa todo dia,escutam palestras anti-religiosas
 todo dia, lëem escritos anti-religiosos todo dia, conversam com pessoas anti-religiosas ou ateias todo dia, e atuam como militante politico todo dia.

3 - Milhões de pessoas ja disseram e milhões dizem  que "Jesus e Maome apodreceram no tumulo" !

Porisso todos devemos salvar a nos mesmos !

Tödos tëm direito a uma vida feliz agora porque nunca houve prova de que havera ressureição dos mortos.


4 - Todas as pessoas devem votar e pedir votos para os melhores cidadãos em eleição de sindico de predio , diretor de qualquer associação, vereador,deputado, dirigente sindical ou partidario etc.:

Os melhores cidadãos são os que combatem os denominados "burocratas-ladrões".
Os piores cidadãos são os funcionários públicos civis ou militares, ativos ou aposentados , que não combatem os "burocratas-ladrões".

Os melhores cidadãos são tambem os que tem as seguintes caracteristicas: saude e fisico perfeitos, visão 20 x 20 , altura acima de 1,63, ficha limpa na Policia, Forum , Cartorio , SPC, etc. casado legalmente com pessoa com essa qualidades, com 1 ou 2 filhos menores de 21 anos, morador em imovel legal.

Todas as pessoas devem ajudar e pedir ajuda para os melhores cidadãos.
 
Objetivos especificos dos socialistas:
 
- a denúncia  da perversidade de um modêlo político ditatorial ou autoritário ou anti-democrático, que é o que permite a existência de mais de um partido político eleitoral, a propriedade de mais de um imóvel residencial ou comercial por cada pessoa , a ocupação de mais de um emprêgo ou cargo público, a ocupação de cargo de diretoria em mais de uma empresa, etc.
- a denúncia da perversidade de um modêlo econômico que visa em primeiro lugar  o lucro, com o aumento da desigualdade que gera miséria , fome e morte. 
 
Almejar por uma vida confortável , usufruindo de bens e serviços que o dinheiro propicia , é direito de todos.

Rua Padre Eustaquio, 1610 - Telefone 3082-2088 - Bairro Carlos Prates - Belo Horizonte 

Você possui uma mente independente?
Conheça o Unitarismo

Você está procurando por algo de novo em sua jornada espiritual?

Eis aqui uma visão religiosa que definitivamente é diferente:

* Um movimento religioso no qual os indivíduos são livres para usar a razão e desenvolverem suas próprias crenças.
* Vê Jesus como um homem a ser seguido e não como um deus a ser adorado.
* Não possui dogmas ou credos que prendam as pessoas às crenças de eras passadas, mas está aberto aos insights de novos pensamentos e novas descobertas.
* Adapta novas idéias de outras fontes, incluindo outras religiões.
* Não discrimina pessoas com base em coisas como gênero, identidade de gênero, orientação emociono-sexual, raça, cor, classe sócio-econômica, etc.

OS UNITARISTAS:

* Buscam uma estrutura espiritual e moral para a vida baseada na paz, compreensão e justiça.
* Esforçam-se para entender, aceitar e respeitar uns aos outros.
* Afirmam a unidade essencial da humanidade e sua interdependência com toda a vida do nosso planeta.
* Alegram-se em receber TODAS AS PESSOAS!

Unitaristas sempre existiram, mas foi apenas durante a Reforma Protestante, no século XVI, que o nome surgiu quando a Igreja Unitarista da Transilvânia foi fundada por Dávid Ferenc. Nós unitaristas temos uma tradição de questionar a fé na qual crescemos para descobrir verdades a respeito de seus ensinos espirituais.

Temos, no decorrer de nossa história de mais de quatro séculos, interpretado as palavras da Bìblia para encontrar maneiras de entender o mundo no qual vivemos e a maneira como as pessoas respondem aos desafios da fé. Historicamente, os unitaristas se puseram contra leis que impediam as pessoas a pensarem independentemente. Ficamos do lado dos direitos humanos e da igualdade das mulheres. Apoiamos o direito de todas as pessoas serem tratadas com justiça. Lutamos em favor de melhores oportunidades para os menos privilegiados. Por trás de tudo isso estava e está a crença de que ser cristão é ser o Bom Samaritano e amar o próximo. Temos uma longa tradição de responsabilidade social baseada em valores espirituais. E assim, o Unitarismo se espalhou por várias partes do mundo.

Unitaristas já foram perseguidos e excluídos socialmente por crerem que a ciência não deva ser impedida pela religião, mas que deva ser livre para explorar suas fronteiras. A ciência deve ser desafiada a se juntar e dar ouvidos aos debates éticos que suas descobertas causam.

Nós unitaristas somos indivíduos, mas estamos unidos como peregrinos espirituais. Buscamos iluminação para nós mesmos. Respeitamos os mesmos valores encontrados em outras tradições de fé. Temos uma visão de um mundo de paz, onde todos tenham a oportunidade de viver em paz sem medo ou discriminação. No progresso do mundo, nós unitaristas já desempenhamos papéis importantes – seja como Presidentes dos Estados Unidos, como cientistas importantes, ou simplesmente como alguém que se ergueu e disse: “Eu sou Unitarista”!

CONGREGAÇÃO UNITARISTA DE PERNAMBUCO – http://sites.google.com/site/unitarista/

Leia o artigo de Helio Schwartsman :

A Religião  vai acabar ?http://www1.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/961100-a-religiao-vai-acabar.shtml

************************************************************************************************************************************************

Rituais e celebrações das igrejas unitárias universalistas

 
As igrejas Unitárias têm sua origem na Reforma Protestante, pelo que muitas de suas tradições e celebrações refletem este legado cultural. Sem embargo, uma das características principais desta tradição religiosa é sua enorme variedade e sua tendência a experiências e inovações.
 

[editar]Serviços de culto

 
Os serviços de culto normais ocorrem tradicionalmente no domingo de manhã. Habitualmente são encontros semanais ainda que os grupos menores possam optar por reunirem-se quinzenalmente ou mensalmente. É o momento em que toda a congregação se reúne para celebrar sua fé em comunidade.
 
Os serviços costumam iniciar com uma peça musical enquanto os assistentes tomam assento e centram seus pensamentos no ato que vão compartilhar. Desde os anos 1960do século passado é cada vez mais freqüente que o ministro ou um membro da congregação acenda uma chama num cálice ou taça enquanto recita umas palavras relativas à fé que compartilham todos os assistentes (que são geralmente distintos em cada sessão, sem seguir nenhuma norma fixa). O Cálice Aceso se converteu no símbolo de identificação compartilhado pela maioria dos grupos Unitários de todo o mundo e costuma ser utilizado também como logotipo em suas páginas Web e em suas publicações.
 
Após a leitura das comunicações das distintas comissões, grupos de discussão e meditação, ou outras atividades de estudo, fraternidade e recreação vinculadas à vida cotidiana da congregação, o serviço de culto continua com a leitura de textos religiosos ou filosóficos. Também costuma haver cânticos (geralmente da tradição cristãprotestante, ainda que cada vez se publiquem mais hinos exclusivamente unitaristas). Também se costuma realizar atos para os mais pequenos, que em seguida são conduzidos por seus monitores às salas de aula onde se dá formação religiosa para crianças e jovens.
 
O núcleo da celebração é, habitualmente, o sermão ou exposição oral do ministro ou do líder laico que dirige o serviço religioso. Ocasionalmente, principalmente se a congregação é pouco numerosa, se abre um espaço para o debate entre os assistentes sobre as idéias apresentadas pelo ministro em seu sermão.
 

[editar]Ritos e cerimônias

 
Nas igrejas Unitárias celebram-se habitualmente cerimônias de dar nome ou bênção às crianças (não se pode falar propriamente de batismo), bodas e funerais. Estes atos não são restritos aos membros da congregação, podendo ser solicitados, também, por outras pessoas. Em sociedades multi-culturais como os Estados Unidos e o Canadá, são muitos os casais de duas tradições religiosas distintas que decidem casar-se em uma igreja Unitária devido ao seu caráter ecumênico e pluralista. As igrejas unitárias celebram, também, regularmente e com normalidade, uniões matrimoniais entre pessoas do mesmo sexo.
 

[editar]Celebrações experimentais

 
As congregações Unitárias mais inovadoras são propensas a organizar em certas ocasiões celebrações pouco ortodoxas, nas quais se pode utilizar teatro, dança e outras expressões artísticas em substituição ao sermão habitual.
 
As igrejas Unitárias desenvolveram, também, rituais originais próprios, como a Comunhão das Flores, criada pelo pastor Norbert Čapek, da República Tcheca. Essas novidades nas celebrações são sinal da progressiva diferença entre as igrejas Unitárias, com relação aos ofícios religiosos, e outras confissões de origem protestante.
 
Também é relativamente freqüente a celebração de festividades específicas de outras religiões, como a Hanukkah judía, ceremônias budistas, Shinto, etc. Nos Estados Unidos se percebe, também, uma influência crescente do neopaganismo e das religiões nativas americanas. Essa pluralidade se percebe de forma ambivalente, em ocasiões, como riqueza na diversidade e, em outras ocasiões, como desvirtuação das essências do unitarismo. Assim, apareceram recentemente grupos que discordam do excesso de pluralismo e sincretismo que percebem no unitarismo moderno, geralmente reivindicando um regresso às suas raízes cristãs. Um exemplo é a Conferência Unitária Americana (AUC).
Encontrei o site www.simceros.org  detro dele este video onde se afirma que os Estados Unidos não é mais uma nação cristã e sim maçônica. 
Depois de 145 anos, os SUPER MAÇONS ILLUMINATI (banqueiros) concluiram o objetivo de
destruirem o cristianismo nos Estados Unidos. Confira no vídeo - http://www.youtube.com/watch?v=yu1mRy52988 




CELSO BRANT

Nasceu em Diamantina, onde iniciou o curso primário, terminando-o no Grupo Escolar D. Pedro II, em Belo Horizonte. Fez o curso secundário no Colégio Arnaldo e o superior na Faculdade de Direito da UFMG, onde foi professor. Foi secretário particular do Governador Clóvis Salgado e seu chefe de gabinete no Ministério da Educação.
Ministro da Educação no Governo de Juscelino Kubitscheck, foi eleito Deputado Federal, em 1956 e 1960, sendo cassado pela Ditadura Militar em 1964, pelo Ato Institucional nº 1.
Em 1989, candidatou-se para a Presidência da República pelo PMN, partido por ele fundado. Foi Secretário do Trabalho, da Assistência Social, da Criança e do Adolescente, de Minas Gerais durante o Governo de Itamar Franco. Liderou o movimento "A Nova Inconfidência", além de escrever semanalmente para vários jornais de todo o Brasil.
Faleceu em Belo Horizonte, no dia 24 de abril de 2004.

Visite o site dele: www.celsobrant.pro.br



A TROCA DO CAPITALISMO LIBERAL PELO CAPITALISMO SOCIALISTA

A cultura é o acréscimo do homem à natureza . Todos os seres vivos aceitam o mundo como ele é. Exceto o homem . Insatisfeito com o mundo , o homem resolveu ampliar os seus horizontes , utilizando-se, para isso , da sua maior descoberta , que é a liberdade . A liberdade é uma rebelião do homem contra a natureza .
O acréscimo do homem à natureza no terreno das riquezas materiais é que constitui o capitalismo . O capitalismo é o único instrumento de criação de riqueza que o homem criou até hoje e é a parte mais valiosa e permanente da cultura humana .
É absolutamente destituída de base a idéia de que o capitalismo é o contrário do socialismo . E a razão é simples : o capitalismo é uma teoria econômica e o socialismo , uma doutrina política . Uma teoria econômica não pode ser o contrário de uma doutrina política .
Como todo instrumento de ação econômica , o capitalismo tem de estar a serviço de um projeto político . Os projetos políticos fundamentas são o Liberalismo ou Individualismo , e o Socialismo . O Liberalismo considera que os interesses do indivíduo podem prevalecer sobre os da sociedade . E o Socialismo acha que os interesses coletivos devem prevalecer sobre os do indivíduo . O capitalismo poderia unir-se ao Liberalismo ou ao Socialismo , isto é, servir aos interesses do indivíduo ou da sociedade . Preferiu, até aqui , fazer o jogo da minoria , que sempre controlou o processo político . Esse foi o seu grande mal , que levou a humanidade à sua atual situação de fome , miséria , ignorância , guerra e destruição .
Caberá ao Terceiro Mundo substituir o capitalismo liberal pelo capitalismo socialista , fazendo com que as riquezas do mundo passem a servir a todos os homens , e não mais a um grupo de privilegiados.
A Social Democracia , que é o socialismo do Primeiro Mundo , ou seja, o socialismo da Casa Grande , isto é, da minoria , não é socialismo nenhum , porque se baseia na continuidade da exploração da maioria , a senzala . Caberá ao Terceiro Mundo a criação do socialismo verdadeiro - o socialismo da senzala , em que o poder passará a servir , primeiro à maioria e, depois , à totalidade dos homens .
Fazer socialismo na Casa Grande é fácil : trata-se, apenas , de redistribuir rendas e riquezas dentro de uma mesma família , já de si rica . Já o socialismo do Terceiro Mundo será arcado por uma imensa criação de rendas e riquezas .
Essa revolução radical só será visível através de uma gigantesca mobilização de todos os povos e de todos os seus recursos para a criação de riqueza suficiente para tornar possível a todos os povos e a cada homem a sua plena realização .

Jornal Diário da Tarde , 27 de fevereiro de 2004, página 02






CIENTISTAS POLÍTICOS OU ADVOGADOS POLÍTICOS ?

A primeira coisa que os cientistas políticos deviam aprender é que não existem cientistas políticos . Por uma razão simples : a política não é, e não poderá ser nunca uma ciência . A política não é ima ciência mas um conhecimento . A diferença entre o conhecimento e a ciência está em que esta liga-se à natureza , e aquele , ao homem . O conhecimento é um produto da cultura , e a ciência , da natureza .
A natureza tem leis certas , necessárias , eternas e imutáveis . Do conhecimento são deduzidas leis que dependem de determinadas circunstâncias para se cumprir . As leis da natureza são certas , previsíveis; as do conhecimento , incertas, imprevisíveis , como tudo que depende do homem .
O conhecimento está baseado na indução , partindo do princípio de que se uma experiência , várias vezes repetida, leva ao mesmo resultado , é provável que na próxima repetição , o resultado continue o mesmo . Em política , a experiência nos ensina que , em situação normal , determinados fatos se repetem.
A política está subordinada à vontade humana e, como tal é imprevisível . Não existem lei em política , mas simples saber baseado na experiência . Os " cientistas políticos ", na verdade , são " advogados políticos ", isto é, profissionais a serviço das defesa de determinados interesses . Como os advogados, os " cientistas políticos " estão a serviço de quem lhes paga . E como quem tem melhores condições de pagar dão os ricos , os " cientistas políticos " estão, normalmente , a serviço das classes dominantes . São , na sua imensa maioria , turiferários do poder . Apesar de ser a mais importante de todas as atividades humanas, a política foi a única que não se desenvolveu como passar dos séculos . As nossas democracias , por exemplo , estão longe da primeira experiência democrática da história , a democracia direta da Grécia, quando o povo de Atenas, no século V antes de Cristo , se reunia na agora , e livremente discutia e resolvia os problemas da cidade . A democracia direta grega , na verdade , não era democracia nenhuma, pois dela só participava uma insignificante minoria da população ateniense . Era uma democracia de minoria , como aliás , todas as outras democracias que a Humanidade conheceu até aqui . E democracia de minoria pode ser tudo , menos democracia . Ao procurar se fazer passar por " cientistas políticos ", Esses advogados dos interesses das minorias buscam, na verdade , acobertar , sob o manto da seriedade científica , os seus vis propósitos de defesa de uma ordem social injusta , baseada na mais sórdida exploração do homem pelo homem . O seu objetivo não é lutar contra a alienação humana , mas ampliar os seus limites para que os donos da vida possam, tranqüilamente , desfrutar os seus privilégios . A nossa cultura é, toda ela , alienante. Quanto mais culto o homem , mais alienado por serem as informações que são lançadas no seu robô interior , na sua maioria , destorcidas. Nessa tarefa de mistificar , de enganar , de iludir , os " cientistas políticos " têm tido importante participação, ajudando a manter o povo na ignorância a fim de que as classes dominantes não se sintam ameaçadas no usufruto do poder .
Se, ao invés de estar a serviço , permanentemente , da minoria , a política fosse usada para atender à maioria , a história da Humanidade seria outra e, há muito tempo , todos os homens já teriam tido oportunidade de viver uma vida , não digo feliz , mas mais digna de ser vivida .

Rio , Segunda-feira , 4 de agosto de 1997








Trechos selecionados dos livros “Teologia da Libertação versus Teologia da Submissão”e "O grande Despertar":


DA MESMA FORMA  QUE OS NOSSOS GOVERNANTES SÃO PREPOSTOS DO IMPERIALISMO AMERICANO , NAQUELA ÉPOCA AS AUTORIDADES ERAM DELEGADOS DE ROMA

      Não é  por acaso que dois mil anos  de Cristianismo deram como resultado não uma sociedade cristã , mas uma  sociedade anticristã :  na origem de tudo vamos encontrar uma opção política inadequada. Não é verdade que  o Cristianismo se tenha conservado à  margem dos problemas políticos, já  que  sua missão é  essencialmente apostólica. Todas  as  entidades  que integram a sociedade humana estão envolvidas no processo político. Nascido dentro  de uma  realidade política , o Cristianismo dela participou sempre , de forma decisiva. Quando Cristo disse  “ dai  a Cesar o que  é  de Cesar , e a Deus o que é  de Deus”, não fez  uma opção contra  a política , mas a favor dela : mostrou que, mesmo antes de servir a Deus , e exatamente para servi-lo melhor , o homem deve cuidar do governo da Terra, do qual depende a sua felicidade e o bem-estar de todos. Da absoluta impossibilidade de separar religião e política  Cristo teve experiencia própria : a sua tarefa era mais religiosa , mas como elevar a ação religiosa sem melhorar as condições políticas ? Ainda hoje se discute se Jesus era ou não um revolucionário. Na  realidade êle o era no sentido de que, nas sociedades humanas , tais como as conhecemos , é subversivo aquele que procura fazer cumprir a lei natural. Ele mesmo o disse  no “sermão da Montanha” : Não julgueis que  vim destruir a lei ,ou os profetas. Não vim para destruí-los,  mas para dar-lhes cumprimento.”
      É fantástico como, dois mil anos passados, nada tenha mudado no mundo  e a situação do Brasil , por exemplo, seja em tudo parecida com a  da Judeia na época  de Cristo. Da mesma forma como os nossos governantes são agora   prepostos  do imperialismo americano, naquela época as autoridades eram delegados de Roma , cujos interesses deveriam ser colocados acima dos direitos do seu próprio povo. Contra isso  se colocou Cristo, não por ser um político, mas por ser um defensor do homem, da sua nobresa e da sua dignidade.Os donos do Poder sempre prestigiaram  a  religião, por ver nela um freio contra as justas aspirações do povo a uma vida mais feliz, razão por que os escribas   e os fariseus tinham as simpatias das autoridades romanas , enquanto  a pregação de Cristo era considerada subversiva. Mas, subversiva por que ? Porque ao conscientizar e mobilizar o povo Jesus nele acordava o desejo de lutar pela justiça e pela libertação.

       Jesus foi condenado por tentar subverter a religião e a ordem política na judéia. O seu processo repete o mesmo roteiro usado pelos poderosos para eliminar os que tentam contra a sua segurança : traido por Judas Iscariotes , foi preso no Jardim das Oliveiras e entregue ao Sinédrio que, depois de torturá-lo e humilha-lo, o mandou ao governador romano Pôncio Pilatos que o fez chegar ao rei Herodes . Devolvido pelo rei a Pilatos ,este pensou em castigá-lo apenas com açoites, mas pressionado pelos sacerdotes , o povo exigiu que cristo fosse crucificado. Entre a libertação de Barrabás , o ladrão, e Cristo , o justo , o povo, açulado pelos sacerdotes , preferiu a libertação de barrabás.




       O grande desafio que nós, brasileiros, temos de enfrentar, é acabar com a alienação política, fonte dos maiores males da Humanidade , berço da  injustiça, da fome e da miséria, geradora de todas as  guerras e do descompasso entre o que desejamos e o que fazemos. No momento em que  se abre mão  do seu poder político, o homem  passa  a ser um objeto, perdendo o sentido da sua grandeza. O alienado político é  um escravo no sentido de que transfere para outra pessoa as decisões fundamentais de sua vida. Assemelha-se a  um tutelado ou curatelado , incapaz de defender os seus interesses  vitais e de fazer valer os seus direitos  imprescritíveis. 
       O exercício do poder político é tão  importante para o homem quanto  o direito de  respirar.A sua expressão , numa democracia, não é  apenas o direito de votar e de ser votado,  mas a plena participação na  vida pública. o poder político é  a soma de todos os poderes. todos os seguimentos da sociedade devem organizar-se e defender os seus pleitos e interesses , e apresentar sugestões para a solução  dos problemas gerais. Os partidos políticos  devem ser fortes e bem estruturados, poisn são os sustentáculos da democracia. Uma vezn vitoriosos e no poder, esses partidos deixam de representar os grupos que os elegeram e passam  a  atuar em nome da coletividade ,como um todo. Só  o atendimento aos anseios gerais , aos interesses  e às necessidades coletivas , dá  legitimidade ao governo.
 
.............................................................................................................................................................................................................................
 
       O primeiro passo para a salvação da humanidade está na desmilitarização do mundo. Depois da invenção da bomba atômica , a manutençao dos exércitos é  um anacronismo. Um anacronismo caro e odioso , pois, destituídos da  finalidade militar, os exércitos passam a realizar tarefas espúrias . Nenhum país pode falar  mais em "defesa nacional" , pois não há mais defesa segura para qualquer nação. Iiniciado o ataque nuclear , o máximo que  o país agredido pode pretender, é que desapareça junto com êle o agressor , o´que é um triste consolo. 
 
 
A   AUTOMOBILIZAÇÃO 


Da mesma forma que qualquer marcha começa pelo primeiro passo, toda mobilização tem início com a automobilização. Por melhores que tenham sido suas condições  de berço  e de educação , cada homen realiza , na vida , 30% do que  poderia realizar. Mas há  homens que se realizam plenamente e alguns vão além do limite  natural dos 100%. È  o caso , por exemplo, de Maomé, que , embora jamais tivesse frequentado uma escola e fosse analfabeto, transformou-se no autor do mais importante  livro da lingua árabe e no grande líder do seu povo.
      Foi só aos quarenta anos de idade que Maomé tomou conhecimento da sua  missão, através de aviso que  lhe foi trazido por um mensageiro celestial depois identificado como o Arcanjo Gabriel. Encontrava-se, então, em retiro espiritual nos desfiladeiros  do Monte  Hira , nos arredores de Meca. Era o mes  de Ramadan. 
      Certa noite, tendo adormecido na caverna, surgiu-lhe o mensageiro, que já o havia visitado antes, trazendo dessa vez um pedaço de tecido com  algumas inscrições.
      - Igrá !  ( Lê ! )  - ordena-lhe  o mensageiro.
      - Não sei  ler ! -  responde Maomé .
     O mensageiro lança-se sobre êle, sobre êle, subjuga-o , envolve seu pescoço com o pano , como  se fosse sufocá-lo e, soltando-o, repete a ordem :
     - Ingrá !
     Não sei ler!  torna a responder.
     O mensagerio novamente o aperta, como se fosse estrangulá-lo.
     - Ingrá ! - repete pela terceira vez.
      - Como posso ler ? - geme Maomé , cada vez mais aturdido.
     - Ingrá ! - ordena  a estranha criatura, ainda mais ameaçadora , mas sentindo que alcançava,enfim , o seu objetivo.
     Maomé leu,  então, por revelação :  
     Lê o nome do Senhor, que criou,
     que criou o homem do nada.
     Lê , o teu  Senhor é  o mais generoso. 
     È aquele que instruiu o homem com  a pena,
     que   ensinou o homem  aquilo que êle não sabia !

     Ao ler  essa palavra, Maomé  sentiu-se  como que iluminado por uma luz  celestial .
     Percebeu que  havia sido escolhido por Deus para uma alta e nobre missão : a de guiar o seu povo no caminho da salvação. De repente , o emissário desapareceu, êle acordou, abriu o olhos e sentiu que o mundo em que despertava era diferente daquele em que havia adormecido. 
     Isso  aconteceu no ano 610  da era cristã.
     Por motivo alheio á  sua vontade Caaba , eram adorados 365 deuses. Maomé  substituiu  esses numerosos deuses por um só :  quem  ama um único Deus é mais forte do que quem ama vários.

     Esse exemplo de automobilização talvez seja o mais extraordinário da história humana e, para explicá-lo o próprio  Maomé apelava para a intervenção divina : o que êle ditava aos escribas lhe era sussurrado ao ouvido por uma voz mais alta.
                                                                                          xxxXXXxxx
 



É HORA  DE DESMASCARAR MAOMÉ - O PERIGO ISLÃMICO - AUTOMOBILIZAÇÃO

Geert Wilders, quarta-feira, 31/03/2011

Para saber por que o Islam é um perigo mortal, deve-se considerar não só o Corão, mas também o caráter de Maomé, que concebeu o Corão e o Islam em sua totalidade.

O Corão não é só um livro. Os muçulmanos acreditam que o próprio Alá o escreveu e que ele foi ditado a Maomé na versão original, o Umm al-Kitab, que fica sobre uma mesa no Céu. Consequentemente, não se pode discutir seu conteúdo. Quem ousaria discordar do que o próprio Alá escreveu? Isto explica muito do comportamento maometano, da violência da jihad ao ódio e à perseguição aos judeus, cristãos e outros não-muçulmanos e apóstatas. O que nós no Ocidente consideramos anormal é perfeitamente normal para o Islam.

Um segundo problema insuperável para o Islam é Maomé. Ele não é qualquer um. Ele é al-insan al-kamil, o homem perfeito. Para se tornar muçulmano, deve-se pronunciar a Shahada (o credo muçulmano). Ao prounciar a Shahada, a pessoa testifica que não há deus que mereça ser adorado, exceto Alá, e testifica que Maomé é seu servo e mensageiro.

O Corão e, portanto, Alá, estabelecem que a vida de Maomé deve ser imitada. As consequências disto são horrendas e podem ser testemunhadas em uma base diária.

Muito se analisou a sanidade mental de Maomé. Apesar de todas as pesquisas disponíveis, elas raramente são mencionadas ou debatidas. É tabu discutir a verdadeira natureza do homem que um bilhão e meio de muçulmanos ao redor do mundo consideram um profeta sagrado e um exemplo a ser seguido. Este tabu deve ser quebrado no Ocidente e aqui nos Países Baixos.

Ali Sina é um ex-muçulmano iraniano que fundou a organização de apóstatas do Islam Faith Freedom International. Em seu último livro, ele sustenta que Maomé é um narcisista, um pedófilo, um assassino em massa, um terrorista, um misógino, um parasita, um líder de culto, um louco, um estuprador, um torturador, um assassino e um saqueador. Sina ofereceu 50 000 dólares para quem puder provar o contrário. Ninguém ainda reclamou a recompensa. E não é de se admirar, já que a descrição se baseia nos próprios textos islâmicos, como os hadiths, as descrições da vida de Maomé a partir do testemunho de seus contemporâneos.

O Maomé histórico foi o líder selvagem de uma gangue de assaltantes de Medina. Sem escrúpulos, eles saquearam, estupraram e assassinaram. As fontes descrevem as orgias de selvageria em que as gargantas de centenas de pessoas foram cortadas, mãos e pés foram amputados, olhos foram arrancados, tribos inteiras massacradas. Um exemplo é a extinção da tribo judia de Banu Qurayza, em Medina, em 627. Um dos que arrancou suas cabeças foi Maomé. As mulheres e crianças foram vendidas como escravas. Ao nos depararmos com a loucura dos terroristas islâmicos de hoje, não é difícil descobrir de onde esta loucura vem.

Em Viena, a ativista de direitos das mulheres Elisabeth Sabaditsch-Wolff foi recentemente condenada a pagar uma multa por insultar uma religião, ao chamar Maomé de pedófilo. Entretanto, isto é verdade. Vários hadiths contêm testemunhos da esposa favorita de Maomé, a esposa-criança Aisha. Aisha literalmente diz: "O profeta me desposou quando eu tinha seis anos de idade e teve relação comigo quando eu tinha nove."

De acordo com o historiador Teófanes (752-817), Maomé era epilético. Crises de epilepsia às vezes são acompanhadas por alucinações, transpiração na testa e espuma na boca, os mesmos sintomas que Maomé apresentava durante suas visões.

Em seu livro "The Other Muhammad" [O outro Maomé] (1992), o psicólogo flamengo dr. Herman Somers conclui que, na casa dos quarenta anos, o "profeta" começou a sofrer de acromelagia, uma doença causada por um tumor na glândula pturitária, um pequeno órgão situado logo abaixo do cérebro. Quando o tumor na glândula pturitária causa pressão demais no cérebro, a pessoa começa a ver e ouvir coisas que não estão lá. Eis o diagnóstico psico-patológico da doença de Maomé, segundo Somers: distúrbio alucinatório orgânico com características paranóicas.

O historiador médico Armin Geus fala de uma esquizofrenia alucinatória paranóica. Uma análise similar pode ser encontrada no livro "The Medical Case of Muhammad" [O caso clínico de Maomé], do dr. Dede Korkut.

Em seu livro "Psychology of Mohammed: Inside the Brain of a Prophet" [A psicologia de Maomé: Por dentro do cérebro de um profeta], o Dr. Masud Ansari chama Maomé de "a encarnação perfeita de um psicopata no poder." Maomé tinha uma personalidade paranóica fora de controle, com um complexo de inferioridade e tendências megalomaníacas. Na casa dos quarenta anos, ele começa a ter visões que o levam a acreditar que ele tem uma missão cósmica e que ninguém vai detê-lo.

A verdade nem sempre é agradável ou politicamente correta. Com base nas pesquisas acima mencionadas, pode-se sustentar que o credo islâmico obriga um bilhão e meio de pessoas ao redor do mundo, incluindo o milhão vivendo nos Países-Baixos, a tomarem Maomé como seu exemplo. Não há retorno depois que uma pessoa se torna muçulmana, pois embora o artigo 18 da Declaração Universal dos Direitos Humanos afirme que toda pessoa tem o direito a "mudar sua religião ou crença", no Islam há a pena de morte por deixar a fé.

Quem quer que expresse críticas ao Islam e a Maomé está em grave perigo pessoal -- como é o meu caso. E quem quer que tente escapar da influência do Islam e de Maomé corre risco de vida. Não podemos continuar a aceitar este estado de coisas. Um debate público sobre a verdadeira natureza e o caráter de Maomé podem resultar na conscientização e no apoio aos muçulmanos do mundo inteiro que desejam deixar o Islam.

Os apóstatas são heróis e mais do que nunca eles merecem o apoio dos que amam a liberdade em todo o mundo. Os partidos políticos não devem interferir neste assunto. É hora de nós ajudarmos estas pessoas, expondo Maomé.

Geert Wilders é deputado nos Países-Baixos. Ele é presidente do Partido da Liberdade (PVV)

xxxxxxxxxxxxxXXXXXXXXXXXXxxxxxxxxxxxx



Mobilização

O QUE É A MOBILIZAÇÃO 
:: Instrumento cívico de conscientização de massas, direcionado para objetivos programáticos.
:: Mobilizar é trazer mais um irmão brasileiro para integrar a força que irá se espalhar por todos os Bairros, Vilas, Municípios e Estados, pressionando os poderes a acatarem as decisões e reivindicações populares.
:: É fiscalizar, denunciar os corruptos e exigir de governantes e funcionáros públicos, o respeito ao povo e o fiel cumprimento de suas obrigações, sem esperar dos cidadãos qualquer tipo de recompensa ou vantagem pessoal.

COMO MOBILIZAR
:: Em primeiro lugar, é preciso se integrar aos princípios filosóficos, programáticos, humanistas, patrióticos e fraternais com seus semelhantes.
:: O Mobilizador deve se interessar por todos os problemas que afligem a sociedade brasileira, ainda que aparentem ser apenas de âmbito local.
:: O Município é a célula mater da Nação. O Brasil é constituído de mais de 5.000 municípios. O conjunto de micros problemas forma um macro problema.
:: O imobilismo da população em relação aos problemas de seu município, leva ao agravamento da questão e a sua extrapolação, passando a afetar outros municípios circunvizinhos.
:: O imobilismo em relação aos problemas regionais, tende a afetar a situação de vida em outros Estados, levando um grande número de pessoas a viver em condições sub-humanas.
:: O imobilismo em relação aos problemas nacionais, desorganiza a sociedade e gera o caos social.
:: O Mobilizador deve aproveitar todas as oportunidades que tiver, sem se importar com o número de pessoas (uma ou cem), para transmitir a mensagem política 
:: O Mobilizador deve ser paciente com o seu interlocutor, otimista, transmitir confiança e certeza de que tudo depende da MOBILIZAÇÃO DO POVO.
:: Enquanto as pessoas estiverem isoladas, cada qual tentando resolver seus problemas individuais, alienadas em relação a sociedade na qual vivem, estarão neutralizadas e enfraquecidas, permitindo que as elites que se alimentam desse caos, permaneçam no poder.
:: MOBILIZADOR; lembre-se que somente a união produz a força que gera a felicidade e a sua segurança.

QUEM NÃO SE PROGRAMA É PROGRAMADO
CONSCIENTIZE-SE E MOBILIZE-SE
AJUDE A CONSCIENTIZAR E MOBILIZAR
 
 ENSAIOS DE ROBERT G. INGERSOLL     SOBRE A BÍBLIA SAGRADA 

Robert Green Ingersoll (1894) 

Tradução: Afonso M. C. Amorim 

Fonte: 
infidels.org/library/historical/robert_ingersoll/about_the_holy_bible.html


Alguém tinha de dizer a verdade sobre a Bíblia. Os padres não ousariam, porque seriam expulsos de seus púlpitos. Professores nas escolas não ousariam porque assim, perderiam seus salários. Políticos não ousariam. Eles seriam derrotados. Editores não ousariam. Perderiam seus leitores. Comerciantes não ousariam. Perderiam seus clientes. Homens da alta sociedade não ousariam. Perderiam prestígio. Nem balconistas ousariam. Eles seriam dispensados. 
Então, decidi eu mesmo fazer isto. 
Há milhões de pessoas que acreditam que a Bíblia é a palavra inspirada de Deus -- milhões que crêem que este livro é um cajado e uma guia, conselheiro e consolador, que ele preenche o presente com paz e o futuro com esperança -- milhões crêem que ele é a fonte da lei, da justiça e piedade, e que através de seus sábios e benignos ensinamentos o mundo conquistou sua liberdade, riqueza e civilidade -- milhões que imaginam que este livro é uma revelação da sabedoria e amor de Deus na mente e coração do homem -- milhões que têm neste livro como uma tocha que conquista a escuridão da morte e que 
derrama seu brilho numa outra vida -- uma vida sem lágrimas. 
Eles esquecem sua ignorância e selvageria, seu ódio à liberdade, sua perseguição religiosa; eles lembram do céu mas esquecem as masmorras do sofrimento eterno. Eles esquecem que este livro aprisiona a mente e corrompe o coração. Esquecem que ele é inimigo da liberdade de pensamento. Liberdade é minha religião. Liberdade de mãos e mente -- de pensamento e trabalho. Liberdade é uma palavra odiada pelos reis. Abominada pelos papas. É uma palavra que abala coroas e altares. É uma palavra que já deixou coroados sem súditos, e as mãos estendidas da superstição sem esmolas. Liberdade é o fruto da justiça. O perfume da piedade. Liberdade é semente e solo, o ar e a luz. O orvalho e a chuva do progresso, amor e alegria. 
I - A ORIGEM DA BÍBLIA 
Algumas famílias de viajantes -- pobres, esfarrapados, sem educação, arte ou poder; descendentes daqueles que foram escravizados por centenas de anos; ignorantes como os habitantes da África Central e recém-fugidos dos seus senhores no deserto de Sinai. Seu comandante era Moisés, um homem que havia sido educado pela família do faraó que havia aprendido a mitologia e as leis do Egito. Com o propósito de controlar seus seguidores ele fingiu que fora instruído e assistido por Jeová, o deus dos fugitivos. Tudo o que acontecia era atribuído à interferência do seu Deus. Moisés dizia que encontrara esse Deus cara a cara; que no topo do Monte Sinai ele recebera as tábuas de pedra nas quais, pelos dedos de Deus, os dez mandamentos haviam sido escritos, e que Jeová havia dito quais os sacrifícios e cerimônias que o agradavam e quais as leis que deveriam governar esse povo. 
Deste modo a religião judaica e o código de leis foram estabelecidos.  Não foi dito que esta religião e esse código de leis se estenderiam a toda a humanidade.  Naquela época esses andarilhos não tinham qualquer relacionamento com outros povos. Não havia linguagem escrita, eles não sabiam ler ou escrever. Não havia meios de trazer essas mensagens a outros povos, de modo que elas ficaram enterradas no linguajar dessas tribos ignorantes, miseráveis e desconhecidas por mais de dois mil anos.  Muitos séculos depois de Moisés, o líder, estar morto, muitos séculos depois que todos os seus seguidores já não mais existissem, o Pentateuco foi escrito, o trabalho de muitos escribas, e para dar força e autoridade, disseram que Moisés fora o autor.  Sabemos hoje que o Pentateuco não foi escrito por Moisés.  Cidades são mencionadas que não existiam na época em que Moisés viveu.  Dinheiro, cunhado séculos após sua morte, é citado.  Então, muitas regras não se aplicavam a viajantes do deserto -- leis sobre agricultura, sobre o sacrifício de bois, ovelhas e bezerro, sobre tecelagem de roupas, sobre colheitas, sobre o preparo de sementes, sobre casas e templos, sobre cidades e refúgios, e sobre muitos outros assuntos que nada diziam respeito a migrantes famintos do deserto e das pedras.  Hoje admitem os Teólogos inteligentes e honestos que Moisés não foi o autor do Pentateuco, mas todos admitem que ninguém sabe quem eram os autores, quem escreveu qual daqueles livros, este ou aquele capítulo e linha. Sabemos que os livros não foram sequer escritos numa mesma geração. Que não foram escritos por uma só pessoa. Que está repleto de erros e contradições. Sabe-se que Josué não escreveu o livro que leva seu nome porque trata de eventos que ocorreram muito tempo após sua morte.  Ninguém conhece ou finge conhecer o autor dos julgamentos; o que sabemos é que foi escrito séculos após os julgamentos deixarem de existir. Ninguém conhece o autor de Ruth, nem o primeiro e segundo de Samuel; o que sabemos é que Samuel não escreveu os livros que levam seu nome. No 28º capítulo do primeiro Samuel é citada a criação de Samuel pela bruxa de Endora.  Ninguém sabe quem foi o autor do primeiro e segundo livro dos reis ou o primeiro e segundo livro das Crônicas; tudo o que sabemos é que esses livros são de nenhum valor.  Sabemos que os Salmos não foram escritos por David. Nos Salmos a escravidão é citada, e isto não aconteceu até quinhentos anos após David ter ido dormir com seus pais.  Sabemos que Salomão não escreveu os livros dos Provérbios ou as Canções; que Isaías não foi o autor do livro que leva seu nome; que ninguém sabe o autor de Eclesiastes, Jó, Ester, ou qualquer outro livro do Velho Testamento, com exceção de Ezra.  Sabemos que Deus não é mencionado ou de qualquer outra maneira citado no livro de Ester. Sabemos também que o livro é cruel, absurdo e impossível.  Deus não é mencionado no salmo de Salomão, o melhor livro do Velho Testamento.  E sabemos que Eclesiastes foi escrito por um não-crente.  Sabemos que os judeus não decidiram qual dos livros eram inspirados -- autênticos -- até o segundo século depois de Cristo.  Sabemos que a idéia da inspiração teve um crescimento gradual, e que a inspiração havia sido determinada por aqueles que tinham certos fins a atingir. 


Para continuar a leitura visite o site http://www.mphp.org/racionalismo/sobre-a-biblia-sagrada---robert-g.-ingersoll.html


O filósofo e escritor suíço Alain de Botton propôs a construção de um prédio de mais de 45 metros de altura que serviria como uma espécie de templo para ateus. O templo seria construído no coração ...

Todo dia, quase três mil pessoas tiram a sua vida no mundo inteiro. A Bíblia identifica um dos principais motivos de tantas pessoas chegarem a esse ponto. 
Ela explica que vivemos em "tempos críticos, difíceis de manejar". As pessoas sofrem muito com as pressões do dia a dia. (2Timóteo 3:1; Eclesiastes 7:7) 
Quando alguém se sente sufocado pelas ansiedades da vida, ele talvez pense em cometer suicídio como uma forma de fugir do sofrimento.
VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO– Você talvez ache que não há saída para a sua situação, mas lembre-se de que você não está sozinho e que infelizmente quase
 TODO MUNDO, está passando por algum tipo de problema.
A Bíblia diz: "Toda a criação junta persiste em gemer e junta está em dores até agora.” (Romanos 8:22) É verdade que você talvez não consiga ver uma
 solução imediata para seu problema, mas as coisas costumam melhorar com o passar do tempo. Enquanto isso, o que pode ser de ajuda?...
Frequentar as reuniões  da Igreja Unitarista - Rua Perdões, 125 pode resolver

****************************************************************************************************************************

695 Elmwood Ave
Buffalo, NY 14222
(716) 885-2136


 
Picture
OUR MISSION

Gather – Inspire – Transform.

We gather in loving community, inspiring one another

to transform ourselves to create a more just and compassionate world.
Picture

Welcome

We are a compassionate, thoughtful, and diverse religious community who nurture and challenge each other to deeper understanding, meaning and purpose in our lives.  We use our hearts and our heads (and a good dose of humor) to make a difference not only in our lives, but the lives of those beyond our doors.   We encourage you to learn more about our beliefs, our services, and our history in the About Us section.  Visitors are always warmly welcomed to our worship services!

UU World, the Magazine of the UUA

Coming Sunday

November 10, 11:00 am 
Differences
Members of the Access and Inclusion Team  

Everyone has their own gifts in this beloved community, and everyone is unique.  How do we celebrate all our gifts, and honor our differences, working together to create a more just and compassionate world?                                                                                                                                                                                      
                            

Picture
We meet for worship eachSunday at 11:00 AM.
You may enter the church either through the Sanctuary doors that face onto West Ferry Street, or through the Garden Entrance (handicap accessible) that is set back from the sidewalk at West Ferry and Elmwood Avenue, inside our lawn and garden area. We have a welcome station with a greeter at both entrances, where you may get a name tag and find out what you would like to know about the church.
Picture
Stewardship and the 2014
Annual Budget Drive – IMAGINE!

Picture
Each year, the members of the congregation are asked to make a pledge of financial support, letting the church know the level of their giving for the coming year. This process allows church leaders to prepare a budget, approved by the congregation, to fund the activities and programs of the church.  TheFair Share Giving Guide provides suggested giving levels to reflect your commitment and ability to do your fair share in supporting the church. 

UUCB 2014 Annual Budget Drive is underway!

·        Our Visiting Stewards are busy arranging visits and having great conversations!

·        If a Visiting Steward does not reach out to you, rest assured that you are not forgotten.  The Stewardship Team aims to connect with you at a special Stewardship Souper Sunday on Nov 10.  We’ll have conversations at the tables and deliver your budget drive packet.   Please join us! 

·        Those we don't connect with either during a visit or on Nov 10 will have their packet mailed to them on Nov 12. 

·        As you consider your commitment for 2014, please review theFair Share giving guide 

If you have any questions please contact Becky Humphrey at 698-8315 or Josh Layton at 716-885-2136 ext 4. 

Thank You!

Imagine our future. 
Imagine a wildly successful 2014 Budget Drive. 
Imagine your part in that!

Sharing the November Plate with Tonawanda Community Fund

In keeping with our mission to create a more just and compassionate world, the Unitarian Universalist Church of Buffalo shares our weekly collection plate with a local agency, living out our generosity in the Buffalo community. The November share-the-plate recipient is the Tonawanda Community Fund (TCF), which provides resources and funding for Citizen Science. Citizen Science empowers people to scientifically investigate their air, soil, or water to help them address issues of concern. Read More...
Picture
Poinsettia & Wreath Sale
The holidays are approaching and it is time to order our wreaths and poinsettias. The poinsettias are florist grade, and the wreaths are made specifically for us just before they are delivered. They smell so fresh!Click here for an order form. Send the order to the church office with your money, or order your holiday decorations during coffee hour Nov. 10, 17, 24 or December 1.



  •  
    •  
        Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que vêm com espírito cansado buscando repouso.
        Quem vêm com problemas que são muito com você,
        Quem vir dor e medo
        Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que vêm com esperança em seu coração.
        Quem vem com antecipação em sua etapa, que vêm orgulhoso e alegre.
        Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que são buscador de uma nova fé.
        Quem vem para investigar e explorar, que vêm para aprender.
        Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que entram nesta sala como um regresso a casa,
        Que encontraram aqui espaço para o seu espírito. Quem encontrar neste povo uma família.
        Seja você quem for, seja qual for você é, onde você estiver em sua viagem,
        Nós oferecer-lhe as boas-vindas
        Um ser humano é uma parte do todo chamado por nós universo, uma parte limitada no tempo e no espaço. Um experimenta a si mesmo, os nossos pensamentos e sentimentos como algo separado do resto, uma espécie de ilusão de ótica de nossa consciência. Esta ilusão é uma espécie de prisão para nós, restringindo-nos aos nossos desejos pessoais e à afeição para algumas pessoas mais próximas a nós. Nossa tarefa deve ser a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão para abraçar todas as criaturas vivas e toda a natureza em sua beleza. Isto é o que eu chamo de Hotelaria, oferecendo a nossa casa, esta terra, este universo para todos aqueles que compartilham conosco.

        Em tempos de escuridão nós tropeçamos em direção à pequena chama.

        Em tempos de frio buscamos o fogo de aquecimento.

        Em tempos de repressão chegarmos para a lâmpada da verdade.

        Em tempos de perda de orarmos pelos luz reconfortante.

        Em tempos de alegria podemos acender uma vela de celebração.

        Espírito da Vida, como acender a luz, nos ajudar a encontrar o que precisamos neste dia.

        No silêncio deste lugar e no espírito desta comunidade em que compartilhar e encontrar força vamos orar. A oração não pode trazer água para a terra seca, não parar uma inundação que ruge, nem consertar uma ponte quebrada, nem reconstruir uma cidade em ruínas, mas a oração pode molhar uma alma árido, mudar a maré em direção, justiça consertar um coração partido e reconstruir uma vontade enfraquecer. Oremos.
        Nós convidamos você a compartilhar suas alegrias e preocupações desde a nossa última reunião
        1. Digite, se alegrar e entrar. Enter, se alegrar e entrar.
        Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
        2. Abra seus ouvidos para a música. Abra seus ouvidos para a música.
        Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
        3. Abra o seu coração ev'ryone. Abra o seu coração ev'ryone.
        Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
        4. Não tenha medo de alguma mudança. Não tenha medo de alguma mudança.
        Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
      •  
          Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
      • 5. Digite, alegrem-se e entrar.
      •  
          Outras crenças são expansivos e liderar o caminho em simpatias mais amplas e profundas.
      • Algumas crenças são como jardins murados. a incentivar a exclusividade, e a sensação de estar especialmente privilegiada.
      •  
          Outras crenças são como a luz do sol, abençoando as crianças com o warmthe da felicidade.
      • Algumas crenças são como sombras, cloouding dias das crianças com os temores de calamidades desconhecidos.
      •  
          Outras crenças são ligações em uma comunidade mundial, onde as diferenças sinceras embelezar o padrão.
      • Algumas crenças são divisivo, separando a salvo dos que não foram salvos, os amigos dos inimigos.
      •  
          Outras crenças são como gateways de abertura vistas largas para a exploração.
      • Algumas crenças são como antolhos, desligar o poder de escolher o seu próprio caminho.
      •  
          Outras crenças nuture auto-confiança e enriquecer o sentimento de valor pessoal.
      • Algumas crenças enfraquecer a individualidade de uma pessoa. Eles assolar o crescimento de desenvoltura.
      •  
          Outras crenças são maleáveis, como o jovem rebento, cada vez maior com o impulso para cima de vida.
      • Alguns veliefs são rígidas, como o corpo da morte, impotente num mundo em mudança
        Pense em um momento em que você se sentiu realmente bem-vindas. Talvez ele estava voltando para casa depois de um longo tempo afastado. Talvez alguém te levou em quando você estava longe de casa. Reviver esses sentimentos por um momento. Sinta-se que o calor de novo; ver esses sorrisos e sentir aqueles braços abraçando você. Que presente é para ser bem-vindas.

        Hospitalidade, a verdadeira hospitalidade, é emocionalmente poderoso. Ela toca algo muito profundo em nós, o nosso profundo desejo humano sentir-se aceito, de pertencer, de ser amado, para se sentir seguro, para ser valorizado e respeitado.

        A hospitalidade não é algo a ser proclamada; deve ser vivida. Hospitalidade é tanto uma disciplina espiritual e uma expressão de saúde espiritual. Se eu sentir raiva, mágoa, mal amada, ou alienados Eu não posso oferecer uma recepção calorosa. Por outro lado, se eu estou em paz, cheio de alegria por estar vivo, consciente de que me rodeiam com compaixão em meu coração, em seguida, hospitalidade flui naturalmente e, inevitavelmente, das profundezas do meu ser.

        O que é verdade de um indivíduo também é verdade de uma comunidade. A congregação em que as pessoas não se amar de verdade o outro, não é provável que exalam calor. A congregação que é auto-absorvida e desconectado de sua comunidade não pode oferecer hospitalidade religiosa. A hospitalidade é o amor em ação.

        Grandes tradições religiosas do mundo há muito tempo afirmou a ligação entre religião e hospitalidade. Ambos os hebreus e cristãos escrituras nos admoestar para acolher o estrangeiro como um convidado. Escrituras hebraicas, recordando a opressão aos filhos de Israel sofreu como estrangeiros, ensina-nos a amar o estranho, o outsider. O Livro de Levítico instrui o povo, «Amarás o estrangeiro como a ti mesmo, pois estrangeiros fostes na terra do Egito."

        Os ensinamentos de Jesus estender essa tradição. Jesus e seus seguidores foi além de boas-vindas do estrangeiro para a prática mais radical de acolher os marginalizados: crianças, mulheres, coletores de impostos, os pobres, os leprosos, prostitutas e até mesmo inimigos.Na visão de Jesus sobre o Reino de Deus, não há estrangeiros. Somos todos filhos de Deus e somos todos amados.

        A tradição budista chega a um lugar semelhante por um caminho diferente. Em alguns aspectos, a perspectiva budista é o mais radical. O budismo ensina que a própria distinção entre um grupo e outro, entre privilegiada e de fora, entre o cidadão eo estrangeiro é uma ilusão perigosa.

        O professor budista Thich Nhat Hanh renomado ensina que no Budismo não existe tal coisa como um indivíduo. Seu ponto é que estamos tão profundamente ligadas pela história, cultura, biologia e nossa interdependência que a própria noção de um indivíduo separado é falsa.A consciência profunda, a iluminação espiritual e cognitivo, revela que somos parte de uma unidade maior.

        Na tradição budista, nossas conexões são reais; nossas separações são uma ilusão. Quando cremos na ilusão da separação, não só nós mesmos nos enganamos, mas seguimos um caminho que nos trará grande sofrimento. Se você e eu estamos em última análise, conectado, você não pode ser outra. Você não pode ser um alienígena, um estrangeiro. Se eu não sei você, eu ainda não sei uma parte do meu eu.Quando você e eu estamos separados, nenhum de nós é todo.

        Hospitalidade, a verdadeira hospitalidade, não é uma obrigação. Não é um dever. A verdadeira hospitalidade é uma prática espiritual, a prática religiosa. Como a meditação ou oração, hospitalidade nos conecta com uma verdade profunda e compaixão que transcender nossos eus. Nosso senso de isolamento e individualismo é uma ilusão que nos separa o que é real, verdadeira, amorosa, e sagrado na vida.

        Existem mil maneiras de praticar a hospitalidade. Em primeiro lugar, podemos começar por ser aberto e amoroso com aqueles que já sabemos, deixando-nos vulneráveis ​​e estendendo-nos aos outros. Mas nós não pode e não deve parar por aí. Se pararmos lá, desenhar um círculo que mantém os outros de fora, um círculo que nos desconecta. Temos de ir muito mais longe.

        A verdadeira hospitalidade religiosa estende a mão para aqueles que ainda não conhecem. Isso pode ser tão simples como cumprimentar os que estavam sentados perto de você no domingo de manhã e trabalhar até a coragem de falar com um estranho na hora do café.Significa calorosas boas-vindas àqueles que vêm à procura de uma casa religiosa. Como Universalistas Unitários, nós respeitamos busca de cada pessoa de verdade e significado. E como mordomos da hospitalidade, podemos estar prontos para olhar para cada face face a outro, para ver o divino em cada pessoa.

        Mas também temos de tomar a prática espiritual de hospitalidade além da segurança de nossas comunidades religiosas. Nossa prática deve estender-se a abrir nossos corações para estranhos longo de nossas vidas.

        O verdadeiro desafio para nós, o trabalho pesado espiritual, vem quando nos deparamos com pessoas que parecem ser diferentes de nós mesmos. Pessoas que percebemos teste como diferente o nosso desenvolvimento espiritual e nos ajudar a desenvolver espiritualmente.Precisamos praticar a abertura para as pessoas que nos fazem desconfortáveis: pessoas que vêm de um grupo étnico diferente; pessoas muito mais velhas ou mais jovens; pessoas que são homossexuais, heterossexuais, ou conservador; pessoas que acreditam em coisas loucas ou estão mentalmente doentes. Quando acolhemos o que é desconfortável, nós crescemos.

        A melhor razão para estender a mão não é ajudar outra pessoa; é para fazer-nos todo. Chegar nos liberta da prisão do eu. Estender a mão com amor nos liberta do individualismo e narcisismo.

        Com o amor vem a compreensão, e com o entendimento vem o amor. Em última análise, o amor ea compreensão são um. A iluminação, o Buda falou sobre o Deus que é amor na tradição cristã são um. Quando fazemos verdadeira conexão tocamos o que é santo. Hospitalidade é o início da viagem; é a promulgação de nossa fé Universalista unitária.

        A fome de verdade comunidade religiosa, para conexão e compromisso, é difundida em nosso tempo. Nosso futuro depende de nós pode se conectar com as pessoas ao nível de seus mais profundos anseios e aspirações mais altas. Somos chamados a alimentar os famintos espiritualmente e para oferecer um lar para o religiosamente desabrigados. E, no processo, que são enriquecidos em espírito.

        Alguém, um parente perdido há muito tempo da família humana, está entrando em nossas vidas. Isso acontece todos os dias. Na igreja, isso acontece todos os domingos. Que você e eu estar lá, com a antecipação em nossos corações, sorrisos em nossos rostos, nossos olhos prontos para atender verdadeiramente os olhos do outro, e os nossos braços estendidos, dizendo: "Bem-vindo, bem-vindo."

        Domingo de manhã é dito ser o momento menos diversificada. Locais de Culto tendem a ser pouco acolhedor para o estrangeiro, se essas pessoas são vistas como diferentes, não cabendo dentro. O que podemos nós, como uma comunidade religiosa não para ajudar a tornar os recém-chegados se sentir mais bem-vindo?

        O que você acha sobre a hospitalidade como uma prática espiritual?

        Se, aqui, você encontrou a liberdade, a levá-la com você para o mundo. Se você encontrou o conforto, ir e compartilhá-lo com outras pessoas. Se você sonhou sonhos, ajudar um ao outro, para que possam se tornar realidade! Se você conhece o amor, dar alguma volta a um mundo ferido e sofrendo. Vai em paz.

      •  
        •  
          •  
              E o oposto da vida não é a morte, é a indiferença. "- Elie Weisel
          • O oposto da fé não é heresia, é a indiferença.
        • O oposto da arte não é a feiúra, é a indiferença.
      • O oposto do amor não é o ódio, é a indiferença.
      •  
        •  
          •  
            •  
                O fogo de compromisso e compaixão compartilhada desta comunidade.
            • Ou
          • O espírito de gratidão,
        • O calor da comunidade,
      • E agora nós extinguir o nosso cálice, mas não:A luz da esperança, esperança de mudança que traz novas bênçãos em nossas vidas e as vidas daqueles ao nosso redor continua a brilhar, eu levo a esperança em nossos corações até que estejamos juntos novamente.
      •  
        •  
            Em todos os lugares, em todos os lugares, você pode ir
        • Que o amor de Deus está ao seu redor
      • Vá agora em paz, agora Vá em Paz,
    • Bem-vindo: Nós lance você Bem-vindo   por Richard S. Gilbert

      Abrindo Palavras:


      Iluminando o Chalice : Brian Kiely

      Oração: (seguido de um momento de meditação silenciosa)

      Alegrias e Preocupações:: (Nós jogamos uma pedrinha para esta tigela cheia de água, para simbolizar os nossos pensamentos, que se movem em anéis circulares eternamente, como ondas concêntricas.)


      História para todas as idades:  (as crianças vão para a Educação Religiosa no final da história e os adultos cantar nosso hino de Hospitalidade)

      Hino: STLT # 361 Enter, Rejoice, Come In     Enter, se alegrar e entrar.     


      Leitura Alternada: STLT # It Matters Que Acreditamos

      Sophia Lyon Fahs

      Sermão: Hospitality religioso por Peter Morales

      Tema de Discussão: Hospitality Direitos Autorais Congregação Universalista Unitária de Puerto Rico Doméstica Corporação sem Fins Lucrativos # 6268

      Benediction:

      * Círculo de Encerramento das mãos:

      (Segurando as mãos ou os braços de ligação, enquanto você lê as palavras de encerramento juntos)

      Extinguir Chalice:

      * Hino:     Vá agora em Paz     




  •  



    Site Meter 

    C�rculo de Amigos de Chapu.net

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Hospitality Religiosa

    Hospitalidade como uma prática espiritual

     

    cálice

Congregação Unitária Universalista


 
  •  
    •  
      •  
        •  
          •  
              Antes de uma flor, uma folha em luz solar, ou um grão de areia.
          • Para a adoração é para permanecer no temor sob um céu de estrelas,
          •  
              Antes de um astir árvore com o vento, ou a sombra que passa de uma nuvem.
          • Para a adoração é para ficar em silêncio, receptivo,
          •  
              É para fazer uma pausa do trabalho e ouvir uma cepa de música.
          • Adorar é trabalhar com dedicação e com habilidade;
          •  
              É para ouvir através de uma tempestade à voz mansa dentro
          • Para a adoração é para cantar com a beleza cantando da terra;
          •  
              É uma terra sedenta clamando por chuva.
          • A adoração é uma solidão buscando comunhão;
          •  
              Ela se move através de atos de bondade e através de atos de amor.
          • A adoração é fogo parentes dentro de nossos corações;
          •  
            •  
                É a janela do momento aberto para o céu do eterno.
            • É um anseio silêncio inarticulado para falar;
          • A adoração é o mistério dentro de nós estendendo a mão para o mistério além.
        • ADORAR por Jacob Trapp
      • Algumas pessoas acham que a religião é a nossa resposta humana à dupla realidade de estar vivo e ter que morrer. Nós não somos tanto um animal com as ferramentas ou um animal com linguagem avançada como somos animais religiosas. Outras pessoas acreditam que a religião é o estado de ser compreendida por uma maior preocupação, uma preocupação que qualifica todas as outras preocupações como preliminar e que contém em si mesmo a resposta para a questão do sentido da nossa vida.
      •  
        •  
          •  
            •  
                Espírito, se aproximam.
            • Na celebração da vida que compartilhamos juntos.
          • Nós acendemos este farol de esperança, sinal de nossa busca da verdade, significado e comunidade.
        • Com alegrias, tristezas, presentes e necessidades.
      • Nós nos reunimos esta hora como pessoas de fé

        Lutar com o ano passado, não fique zangado com ele. 
        Todos os anos nos é dado para avançar, não só no nosso físico, mas também em nossa vida espiritual. 
        Todos os anos, leva-nos para a eternidade e deve amadurecer nós. 
        Amadurecimento significa experimentar muitos coisas: 
        . Luz do sol, chuva e tempestades da vida e crescer como pessoa espiritual 
        Conhecer e contemplar este. 
        Ao sair da agitação do mundo, buscar o silêncio da montanha. 
        Chamada em todos os seus pensamentos, e olhar para trás ao longo do ano. 
        Não se esqueça o início direita:. Gratidão 
        Em todas as dificuldades, as coisas boas foram repassados ​​para você, onde e quando você menos esperava. 
        Pense cuidadosamente de volta ao longo do ano, sobre o que você deveria ser grato 
        para. Em seguida, essas luzes se acenderão ao longo do curso do ano 
        , como não estavam presentes em sua mente. 
        Olhe para dentro, como quando se olha para um longo tempo para o céu noturno, você vai notar estrelas sobre estrelas, onde uma vez que você tinha visto apenas escuridão.

        Nós convidamos você a compartilhar suas alegrias e preocupações desde a nossa última reunião
      •  
        •  
          •  
            •  
              •  
                  Espírito da Vida, venha a nós, venha a mim.
              • Raízes nos manter perto; asas nos libertar;
            • Deslocar-se em nossas mãos, dando vida a forma de justiça.
          • Sopro no vento, subir no mar;
        • Cante em nossos corações todos os movimentos da compaixão.
      • Espírito da Vida, vinde a nós,
        Deixe a religião ser para nós a vida e alegria.
        Que seja uma voz de renovar desafio de ser o melhor que temos e pode ser; deixá-lo ser uma chamada à ação generosa.
        Deixe a religião ser para nós uma insatisfação com as coisas que são, o que nos manda para servir mais ansiosamente o verdadeiro e justo.
        Que seja a tristeza que se abre para nós o caminho da solidariedade, compreensão e serviço à humanidade sofredora.
        Deixe a religião ser para nós a maravilha ea atração de que é apenas parcialmente conhecido e compreendido:
        Um olho que glórias em majestade da natureza e da beleza, e um coração que se alegra em atos de bondade e de coragem.
        Deixe a religião ser para nós a segurança e serenidade por causa de sua verdade e da beleza, e por causa do valor duradouro e poder das lealdades que ele engendra;
        Faça-se em nós a esperança e propósito, e uma descoberta de oportunidades para expressar o nosso melhor nas tarefas diárias:
        Religião, unindo-nos com tudo o que é admirável de seres humanos em todos os lugares;
        Segurando diante de nossos olhos uma perspectiva de vida melhor para a humanidade, o que cada um pode ajudar a tornar real.
        Muitas pessoas consideram a Primeira Open Source Religião Universalismo unitário do mundo. A nossa espiritualidade vem da experiência direta com esse mistério transcendente e admira, afirmou em todas as culturas, o que nos leva a uma renovação do espírito e uma abertura para as forças que criam e sustentam a vida. Nossa tradição vem das palavras e ações de homens e mulheres que nos desafiam a confrontar poderes e estruturas do mal com a justiça, a compaixão proféticas e do poder transformador do amor. Este não é um caminho único, há uma maneira certa, encontramos sabedoria em todas as religiões do mundo Islão, budismo, hinduísmo, que nos inspira em nossa vida ética e espiritual; Ensinamento social judaica, cristã e católica, com sua ênfase em boas obras, os ensinamentos que nos chamam a responder ao amor de Deus, amando o próximo como a nós mesmos. Ensinamentos humanistas também guiar-nos, eles nos aconselham a atender a orientação da razão e os resultados da ciência e advertem-nos contra as idolatrias da mente e do espírito. Ensinamentos espirituais de tradições centradas na terra que celebram o círculo sagrado da vida e instruir-nos a viver em harmonia com os ritmos da natureza. Aqui encontramos significado e propósito na vida.
      • Você se considera uma pessoa religiosa?
      • Como a religião se manifestar em sua vida diária?
      • Será que a religião lhe fornecer respostas a qualquer uma das grandes questões da vida? Ela fornece quaisquer respostas a questões e problemas que surgem no dia a dia?
      • Você acredita, como Rev. Gelbein faz, que a religião é a "mãe de todas as Grandes Perguntas?" Por que ou por que não? Ela diz: "Vamos descer para o básico. A religião começa com uma pergunta sobre o significado. O que é verdade? O que importa? Por que existe algo em vez de nada? Quem sou eu? O que devo fazer com a minha vida? Por que eu sofro? Por que eu tenho de morrer?
      • Você faz uma distinção entre religião, espiritualidade e fé? O que cada uma dessas palavras significa para você? Como eles estão relacionados?
      • O Rev. Ricky Hoyt disse em um sermão: " Se Unitário Universalismo é a religião liberal então, aparentemente, nos assemelhamos a religião em que nos reunimos em congregações e cantar hinos e ouvir um sermão e têm lanches juntos depois. Mas se a religião significa doutrinas e Deus, e escritura, e todas essas outras coisas que não fazemos, ou pelo menos que nós nem sempre fazem. .so que poderíamos ser tentados a concluir que a religião liberal é única religião em suas superficialidades, e não a sua substância , mas isso é uma armadilha que devemos evitar. Na verdade, a religião liberal frase não é para separar o nosso tipo de pensamento a não ser religioso, mas sim para ampliar o conceito de religião para incluir muitas formas de pensar. " Você concorda com Rev. Hoyt?
      • É Unitário Universalismo realmente uma religião? Como você caracterizaria isso?
        Há uma parte em nós que é automaticamente suspeito de qualquer dogma ou ritual que ameaça tornar-se mais sagrado do que a verdade, procura evocar. ... Quando a religião torna-se reduzido a uma observação externa de regras e cerimônias e intolerância para com as crenças dos outros, estamos confundindo a ostra para a pérola - Ariana Huffington, The Fourth Instinct

        Unitário Universalismo é uma religião que acredita em você e não pedir-lhe para acreditar em coisas que você não pode acreditar. - O Rev. Tony Johnson

        A religião é muito grande um trabalho para uma pessoa. - O Rev. Robert Hardies

        A fé é a imaginação espiritualizada. - Henry Ward Beecher

        Não podemos entregar a nossa fé um ao outro ... Mesmo na Idade Média, quando a fé era teoricamente uniforme, sempre foi praticamente individual. - John Jay Chapman

        Religião ... é a reação total de um homem sobre a vida. William James

        Religião ... é o ópio do povo. - Karl Marx

        Falando sobre a vida espiritual não é o mesmo que viver uma vida espiritual. ... A religião exige tanto caminho e prática. Universalistas Unitárias estão unidos em busca e em ter assumido o ônus e responsabilidade do nosso próprio crescimento espiritual. - O Rev. Patricia Tummino

        O homem faz santo o que ele acredita, como ele faz bonito o que ele ama. Ernest Renan

        Sem risco, a fé é uma impossibilidade. - Søren Kierkegaard

        Religião na sua humildade restaura o homem à sua única dignidade, a coragem de viver pela graça. George Santayana

        Conto com a religião, mas um brinquedo infantil, e sustentam que não há pecado, mas ignorância. - Christopher Marlowe

        Há apenas uma religião, embora haja uma centena de versões da mesma. - George Bernard Shaw

        Religião deve oferecer uma visão convincente de um modo de vida que vale a pena viver - Donner Lohnes

        Seja o nosso uma religião que, como a luz do sol, vai a toda parte; seu templo, todo o espaço, o seu santuário, o bom coração; seu credo, toda a verdade; seu ritual, obras de amor; a sua profissão de fé, a vida divina . Por nossas ações e nossas orações vozes podem ser enviados. Shalom, Salaam, Amen, Abençoado seja.
      •  
        •  
          •  
            •  
                O fogo de compromisso e compaixão compartilhada desta comunidade.
            • Ou
          • O espírito de gratidão,
        • O calor da comunidade,
      • E agora nós extinguir o nosso cálice, mas não:A luz da esperança, esperança de mudança que traz novas bênçãos em nossas vidas e as vidas daqueles ao nosso redor continua a brilhar, eu levo a esperança em nossos corações até que estejamos juntos novamente.
      •  
        •  
            Em todos os lugares, em todos os lugares, você pode ir
        • Que o amor de Deus está ao seu redor
      • Vá agora em paz, agora Vá em Paz,
    • * Palavras de abertura:

      Iluminando o Chalice :

      Oração: (Seguido de um momento de meditação silenciosa)

      (Eu ofereço esses pensamentos à medida que começamos a 9º ano dos Universalistas Unitários Reorganizada de Puerto Rico, uma congregação que esteve aqui em San Juan desde meados da década de 1950)

      Alegrias e Preocupações: (Nós jogamos uma pedrinha para esta tigela cheia de água, para simbolizar os nossos pensamentos, que se movem em anéis circulares eternamente, como ondas concêntricas.)

      História para todas as idades:  (as crianças vão para a Educação Religiosa no final da história e os adultos cantam "Spirit of Life")

      Hino: :     # 123 (STLT)   "Spirit of Life"   por Carolyn McDade (adaptado)

      Primeira Leitura: Religião (ler responsavelmente

      Vincent B. Silliman

      Segunda Leitura:

      Leituras do Bowl: Listados abaixo.

      Discussão: ? O que a religião significa para mim (copyright: Primeira Igreja Unitária San José)

      Ao lidar com as crenças e teologia, é importante notar que UUism é um modo de ser religioso, em vez de uma doutrina religiosa. Para nós, a religião é uma busca permanente de significado, propósito, valor e profundidade espiritual na vida de alguém. Nós acreditamos que os indivíduos têm o direito de fazer a sua própria pesquisa, e que nem todas as pessoas (nem mesmo todos os UUs) estão indo para compartilhar as mesmas crenças .

      Não só temos uma atitude esperançosa e otimista sobre a vida, acreditamos firmemente que os seres humanos têm um grande potencial para reconhecer o direito, erros corretos, encontrar soluções e fazer deste um mundo melhor. Ao invés de se sentir vinculado por debilidades humanas, enfatizamos forças humanas. Acreditamos que as pessoas têm a força, poder e inteligência para fazer coisas boas acontecem. Você pode chamá-lo de um "pode ​​fazer" a religião.

      A nossa é uma religião não-confessional, não-doutrinária que afirma a liberdade individual de crença. Por esta razão, não é possível dar uma resposta geral à possibilidade ou não UUs acreditar em Deus, Jesus, a Bíblia ou a vida após a morte. Apesar de não acreditar que tudo a mesma coisa sobre estes e outros assuntos, nós acreditamos que cada pessoa tem a integridade ea capacidade de chegar a um acordo com as suas crenças religiosas de uma forma que é certo para essa pessoa.

      Leituras da tigela

      * Círculo de Encerramento das mãos: Theodore Parker

      (Segurando as mãos ou os braços de ligação, enquanto você lê as palavras de encerramento juntos)

      Extinguir Chalice:

      * Hino:     Vá agora em Paz     

      * Stand quanto você está disposto ou capaz

Para saber mais sobre o que é religião

  •  
      XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
       Google www.UUPuertoRico.org

      Somos Buscadores de Verdad

      La Religión de la Ciencia 

      La religión está de acuerdo con nuestra razón?

      Rev. Dr. Davidson Loehr*

      •  
        •  
            Encendemos esta llama por las víctimas de las catástrofes humanas y naturales alrededor del mundo:

            - por aquellos oprimidos por la carga del sida, el estigma de la enfermedad, y la carencia de entendimiento de aquellos cercanos que les rodean, vecinos y miembros de su familia,

            - por las víctimas del hambre, entre ellas muchos niños con cuerpos encogidos y ojos que no saben hacia dónde buscar ayuda,

            - por las personas lastimadas por la rutptura de las parejas, especialmente los niños,

            - por los refugiados y quienes han sido desplazados por las incontables guerras que han causado tantos estragos en tantas regiones de nuestro mundo, y que han sido abandonados a las puertas de la desesperación,

            - por las víctimas de los errores suscitados por la arbitrariedad de los caprichos humanos, de los que el calentamiento global no es más que un síntoma.

            Encendemos esta llama, también, como un signo de gratitud por todo el amor, cuidado y solidaridad del que las mujeres y los hombres son capaces, de cara a tan terribles tragedias.

          •  
            •  
              •  
                  Ven, otra vez, ven.
              • La nuestra es la caravana de amor.
            • Nómada en búsqueda, si amas la vida.
          • Ven, ven, cual eres, ven,
          •  
            •  
              •  
                •  
                    Saben que para este razón somos unido con todo los demás
                • Esperamos todos que se sienten unidos con el espíritu eterno
              • O el amor ocultado que abraza todo en la unidad,
            • O la luz ocultada que brilla en cada criatura,
          • O vida ocultada que vibra en cada átomo,
            Alabanza de la vida

            Vida, inabarcable plenitud

            Nos conduces, te infundes en nosotros y fluyes en nuestro derredor,

            Nos convocas al ser, como a todo, y nos das, a cada uno, nuestro tiempo,

            Que hagamos uso de éste para llegar a conocerte,

            Para encontrarte a Ti en la luz y la sombra.

            Te tomamos y aceptamos agradecidos.

            ¡Encuéntranos preparados!

            Cualquier persona que desee expresar una alegría o preocupación puede acercarse en este momento.
          •  
            •  
              •  
                •  
                  •  
                      Fuente de amor, ven a mí; ven a mí."
                  • Arráigame; libérame.
                • hasta moldear la justicia de la vida.
              • Sopla al volar; sube en la mar
            • y al corazón cántale tu compasión.
          • Fuente de amor, ven hacia mí
        • Himno de Bienvenido:      Ven, Ven

          Palabras de Bienvenida:

          Encendida del Cáliz :

          *Oración: (seguida por un momento de meditación en silencio)

          Alegrías y Preocupaciones: (Arrojamos una piedrita en este envase con agua, para simbolizar nuestros pensamientos, los cuales se desplazan en derredor eternamente, como ondas concéntricas.)

          Cuento para todas las Edades: (los niños pasan a Educación Religiosa al concluir el cuento y los adultos cantan "Fuente de Amor" )

          Himno:   # 123 (STLT)   Fuente de Amor      Carolyn Mc Dade

  • Por favor, se juntar à nossa lista de discussão agora receber avisos de todos os nossos serviços e eventos sociais Junte-se a nós na criação de um mundo que é justo e compassivo, respeita todas as orientações sexuais, um planeta totalmente livre de armas nucleares e os métodos de sua produção. 
    Nova : OUVIR ESTA SEMANA LIBERAL RELIGIOSA HORA ON LINE e pod casts , envie-nos agora info@uupuertorico.org Outside of Puerto Rico Encontre um Congregação Perto de Você em Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia , Canadá Reino Unido , Uganda ,  África do Sul , Singapura , Moçambique ,   Burundi , Bélgica. Meet, conversar, encontrar amizade e crescimento espiritual com outras pessoas que se identificam como Universalistas Unitários, pessoas como você interessados ​​em uma religião não dogmática liberal aberta para si e seus filhos . Ainda não consegue encontrar uma Congregação perto de você? Visite a Igreja da Irmandade Larger(CLF http://www.uua.org/clf). Sua igreja em casa em qualquer lugar do mundo! Ou no Mundo Virtual Primeira Igreja Universalista unitária deSecond Life website. 

Sermon:

  •  
    •  

        • Enfermedades una vez consideradas como sentencias de muerte han sido curadas. Incluso el sida que fue declarado un asesino sin solución hace quince años, comienza a ser entendido, y bien podría curarse o controlarse indefinidamente.

        • Cirugías que eran impensables hace 100 años ahora salvan rutinariamente miles de vidas cada día.

        • El único lenguaje realmente universal que tenemos es la matemática. Mientras que las religiones occidentales enseñan el relato de la Torre de Babel, y de cómo estamos condenados a nunca ser capaces de comunicarnos con gente de otras lenguas y culturas, los matemáticos chinos se comunican con matemáticos de África, Europa y de cualquier otro continente de manera rutinaria.

        • El impacto de las computadoras sigue en expansión. Aunque ya el correo electrónico conecta a gente de todo el mundo, en el intercambio de relatos, bromas y en la creación de una cultura de comunidad –que las religiones han siempre predicado pero nunca creado. Recibí un mensaje electrónico esta semana que se originó como un proyecto de investigación de una secundaria (creo que en Virginia). Los alumnos de una clase enviaron una nota a sus amigos, en la que les pedían retransmitirla a sus amigos, y así sucesivamente, para ver a cuánta gente podrían alcanzar, en cuántos países, en dos meses. La respuesta automática que recibí decía que en las primeras seis semanas, recibieron más de 300 mil respuestas provenientes de unos 100 países. Nunca antes en la historia habíamos sido capaces de comunicarnos con tantas personas y culturas.

        • Las leyes de la física, la química, y los principios de las matemáticas y de la ciencia de los lenguajes de computación son universales. Ellos estructuran nuestro mundo y organizan nuestros pensamientos, creamos o no creamos en ellos. Esto también es algo que las religiones no han sido capaces de lograr, incluso con su historia de guerras sangrientas.

        • Todo el universo tenía unos 6 mil años de antigüedad, una fecha que a la que se llegaba al sumar los periodos señalados en la Biblia.

        • Todo en el universo era creado por Dios, quien era nuestro amante padre celestial. Y estábamos todavía bastante cercanos al centro de la creación de Dios y de sus preocupaciones.

        • Todas las formas de vida sobre la tierra fueron creadas más o menos al mismo tiempo, y ninguna especie podía llegar a extinguirse. Tengo una historia sobre esto. En 1785, Thomas Jefferson inspeccionó un enorme hueso fosilizado, un hueso demasiado largo como para pertenecer a cualquier animal conocido. Jefferson escribió que "tal es la economía de la naturaleza, que no se puede producir un ejemplo de ella habiendo permitido que alguna raza de sus animales llegara a extinguirse". Y una de las razones por las que envió a Lewis y Clark al oeste a explorar fue para encontrar los animales de los que ese hueso enorme provendría, para Jefferson era seguro que seguirían existiendo en alguna parte.

        • La realidad, en otras palabras, era una imagen estática más que una en movimiento. Las especies eran fijas, todo era creado por Dios de acuerdo a un plan suyo, y así permanecería hasta el final de los tiempos.

        • La mayoría de la gente creía que el único cataclismo geológico jamás sucedido habría acaecido hace 4 mil años, durante el Diluvio.

        • Lo más importante, nosotros como humanos estábamos en el mismo centro de las preocupaciones divinas, y su plan para todo el universo nos daba un lugar especial y amoroso en él. Este era nuestro hogar, hecho apara servir todas nuestras necesidades por nuestro padre celestial. Éramos amados: amados por el hacedor del cielo y la tierra, amados por el Dios que creó todo el asunto. Y como los comerciales televisivos de cerveza lo proclaman, "¡Nada es mejor que eso!".

    • Hay muchas ironías en los temas de ciencia y religión. Entre ellas está el hecho de que muchos de los ideales prescritos por las religiones, de hecho han sido cumplidos por nuestras ciencias. Podrías alegar que mientras las guerras religiosas siguen desatándose alrededor del mundo, nuestras ciencias nos han hecho más saludables, han prolongado nuestras vidas, nos han dado esperanza, vida y buenas noticias, así como empezado a establecer una comunidad mundial, incluso nos han dado el único lenguaje universal de que disponemos. Piensa en algunas de las cosas que nuestras ciencias nos han traído a todos, independientemente de si creemos, o no, en ellas.

      Las ciencias han hecho esto a través de limitar estrictamente las clases de preguntas que consideran preguntas científicas apropiadas. Tratan con cuestiones de hechos, no con preguntas sobre significados. Tratan con cuestiones objetivas que pueden ser contestadas igual por científicos de todo el mundo, no con cuestiones subjetivas. Si quieres conocer la estatura, el peso o características conductuales de otras personas, los científicos pueden responder tus preguntas. Si deseas saber si realmente las amas, si te hacen feliz, y viceversa, no estás formulando la clase de preguntas para las que las ciencias están diseñadas.

      Las preguntas sobre qué es la ciencia, qué es la religión y las claras diferencias entre ambas son preguntas enormes e imponentes. Tengo un programa de ocho horas que hice sobre este tema para las clases de educación religiosa para adultos, así que es un poco frustrante pasar al vuelo sobre ello en unos pocos minutos. Intentaré encontrar algunos patrones lo suficientemente claros como para no te resulten frustrantes. Es una historia fascinante, cómo la ciencia se convirtió en la religión dominante de nuestra cultura. Quiero contarles esta historia en unas pocas partes, con las que trataré de redondearla.

      I. La visión precientífica del mundo

      Primero, quiero hacer un boceto del mundo de las creencias religiosas e intelectuales de hace 200 años. Siempre es un poco chocante darse cuenta de lo que la gente inteligente creía en los tiempos de Thomas Jefferson, de la misma forma que resultará chocante para la gente de dentro de 200 años darse cuenta de lo que creemos ahora. Pero he aquí algunas de las cosas que la gente más educada creía cuando nuestro país acababa de nacer, justo unas décadas antes del cambio repentino:

      Este es un rápido boceto de un mundo que, para la mayoría de nosotros, hace tiempo que se fue, excepto quizás como cierta clase de nostalgia dulce y soñadora. Las mayores diferencias con nuestro mundo moderno eran el profundo sentido de unidad, la naturaleza estática de aquel, y la creencia incuestionada de que las glorias de la tierra eran las glorias de la obra de Dios y la evidencia de su amor por nosotros. Esas ideas son tan extrañas para muchos de nosotros hoy que cuesta trabajo recordar que fueron simplemente asumidas, incluso por las mejores mentes de su tiempo.

    •  
        Los cristianos trabajan sobre la tierra para alcanzar un estado ideal futuro en el cielo. Los científicos trabajan aquí para contribuir al Progreso –que, según ellos creen, nos conducirá a un estado ideal aquí en la tierra, en el futuro.
        Por siglos, las iglesias han sido lugares a los que ibas para encontrar revelaciones sobre la palabra de Dios, la Verdad última. Ahora la revelación comienza a perder respeto intelectual, conforme confiamos en los descubrimientos de la ciencia más que en las revelaciones de los sacerdotes. Aún lo hacemos. Claro que si tomas como ejemplo estas dos palabras, revelación y descubrimiento, descubrirás que significan la misma cosa. Revelar es remover un velo. Descubrir es remover una cubierta. Hace unos 150 años, el trabajo de remover el velo o cubierta fue transferido de la religión a la ciencia, donde permanece hoy en día
        Ambos son atuendos, pero por más de un siglo hemos visto a la gente con la prenda blanca como más fidedigna que aquellos que usan las prendas negras. Incluso si los sacerdotes visten togas color granate intenso con capuchas y barras, no es probable que te convenzamos de que conocemos más sobre los hechos que un científico. Y, desde luego, conforme cambiaron los atuendos, también lo hicieron los personajes dentro de ellos, así como los sacerdotes fueron reemplazados por los científicos como fuentes de la verdad.
        Para cada cultura tradicional en el mundo, la frase "el nuevo modelo mejorado" resulta simplemente desquiciada. Las culturas se basan en la sabiduría de sus ancianos y en su pasado sagrado. Con el mito del Progreso, las antiguas verdades (y la sabiduría de ancianos y ancianas) fueron y son dejados de lado en la fe que en la que "novedoso" significa "mejor" y el futuro será superior al pasado. Esto nos ha despojado de mucha de nuestra sabiduría inmemorial y de la de los ancianos, haciendo de nuestra superficialidad algo especialmente triste.
        Por siglos, las iglesias y sinagogas aquí han experimentado las mismas transformaciones de las mismas formas en sus servicios de adoración, y aquellos en la tradición vieron los rituales como el camino hacia alguna clase de verdad y paz. Ahora parece más importante que los científicos realicen los mismos procedimientos cuando conduzcan el experimento que nos llevará, así lo creemos, hacia el descubrimiento de los hechos.
        Por lo menos en tanto que lugares donde uno espera encontrar lo que es realmente la verdad.
        Esta es especialmente devastadora, pienso yo. La semana pasada les leí algo de un antiguo teólogo cristiano que explicaba que los escritos religiosos no significan realmente lo que dicen, sino que deben ser interpretados por métodos aparentemente disponibles para unos pocos. Si los científicos no tuvieran nada más exacto que símbolos y metáforas, nunca podrían construir un puente, o un cohete, o hacer diagnósticos y prescripciones confiables para las enfermedades.

        Un desdichado, pero probablemente inevitable efecto colateral de la cultura científica es que nos ha vuelto mucho más literalistas, más preocupados con los hechos duros que con los significados más cálidos y ricos.

        Esto puede sonar extraño, porque todas nuestras vidas se nos ha enseñado a pensar en las creencias como en cosas cuya verdad afirmamos. Pero eso no es lo que la palabra solía significar. La palabra inglesa "belief" proviene de la palabra Alemana "belieben", que significa "amado". Las creencias religiosas fueron, y creo que deberían seguir siendo, entendidas como cosas a las que confiamos nuestros corazones. Pero dado que el conocimiento ha sido reemplazado por la ciencia, y los hechos han reemplazado a los símbolos y metáforas, las "creencias" ahora significan un conjunto de afirmaciones intelectuales más que un conjunto de acatamientos existenciales. Alguna vez los buscadores espirituales podrían haber dicho, "Creo esto porque resulta cálido a mis oídos, porque es profundamente revelador de la condición humana". Ahora, nos han enseñado a decir, "Creo esto porque, de hecho, es verdad".
        Incluso en la Edad Media, los teólogos conocían la diferencia. Ellos escribieron frecuentemente sobre la distinción categórica entre 'sapientia' y 'scientia'. "Sapientia" es la palabra latina para sabiduría, como el autoelogioso nombre de nuestra especie: "homo sapiens". "Scientia" es la palabra latina para conocimiento, que ha llegado a significar una red de hechos. Hace siete siglos, los teólogos enseñaron que el único conocimiento que realmente importaba era la clase de conocimiento que lleva a la sabiduría, el que nos dice quiénes debemos ser más profundamente y cómo debemos vivir, las demandas del amor y la naturaleza de los acatamientos y de la responsabilidad. Estas no son proposiciones científicas.
        La gente siempre ha atribuido cualidades humanas a Dios. Decimos cosas como "Dios dice…" y "Dios nos dice…" como si Dios fuera un humanoide que pudiera hablar. Pero ahora, en nuestros periódicos y en la televisión, todos los días oímos a la gente decir "La Ciencia dice…" y "La Ciencia nos dice…". Seamos claros: no hay tal cosa como la "Ciencia", escrita con "C" mayúscula. Hay muchas ciencias y muchos científicos. Los científicos dicen cosas, pero no siempre están de acuerdo. Pero cuando construimos una frase que comience con las palabras "La Ciencia dice…" hemos creado un humanoide ficticio, lo hemos llamado Ciencia, y comenzamos a buscar consejo y guía en la misma forma en que solíamos mirar a Dios.
    • Ahora vamos a la segunda etapa de este drama, y miremos la parte más emocionante de la historia, los avances científicos del siglo XIX, donde podemos ver el surgimiento y ascenso de lo que pienso que puedo persuadirte que es la religión de la ciencia.

      Los avances logrados por las ciencias durante el siglo XIX fueron absolutamente explosivos. Cambiaron la forma de pensarnos a nosotros y a nuestro mundo. A partir de la década de 1790, los geólogos comenzaron a mostrar que la tierra tenía que ser muy, pero muy vieja. No 6 mil años, sino millones y millones de años, tal vez incluso más. James Hutton, el padre de la geología moderna, escribió en 1795 que él había estudiado los hechos de la geología por cincuenta años, y había sido llevado a una conclusión sorpresiva: "El resultado de esta investigación física", escribió, "es que no encontramos vestigio de un inicio, ni perspectiva de un final". El mundo era mayor, y diferente, de lo que la Biblia decía que era.

      La siguiente conmoción vino casi inmediatamente. Para 1801, dieciséis años después de que Thomas Jefferson había dicho que ninguna especie podría jamás llegar a extinguirse, un paleontólogo francés llamado Cuvier había ensamblado los esqueletos de 23 animales extintos de tiempos prehistóricos, que fueron expuestos en lugares públicos, y llevados en exhibición itinerante por todo Estados Unidos de América, tanto en museos, como en ferias.

      En 1830 otro geólogo, Charles Lyell, publicó un libro llamado 'Principios de geología', que representó un golpe aplastante al literalismo bíblico. Lyell convincentemente demostró que millones de años de un lento trabajo de las fuerzas naturales habían dado forma al rostro actual de la tierra. La geología repentinamente obsesionó a los teólogos usamericanos, y comenzaron a cambiar de opinión sobre la cuestión del literalismo bíblico. Es difícil creer esto actualmente, pero para 1860 el literalismo rígido era algo propio mayoritariamente de la gente sin educación formal, o de los arrogantemente obstinados, ya que la mayoría de los predicadores y maestros de religión estaban dispuestos a admitir que la Biblia, después de todo, no se basaba completamente en hechos reales.

      El libro de Lyell tuvo muchas ediciones, y ayudó a educar a toda una nueva generación de científicos. Uno de aquellos jóvenes científicos que leyó el libro de Lyell en 1830 fue un naturalista llamado Charles Darwin. Dos años antes, Darwin recibió el segundo volumen del trabajo de Lyell mientras hacía su histórico viaje a bordo del Beagle. 12 de Feb: Cumplea�os de Carlos Darwin (1809), bi�logo y evolutivo; d�a para meditar sobre la unidad de ciencia y espiritualidad.

      La crítica de la biblia surgió desde dentro de la religión, y se presentó a sí misma como un estudio científico de la Biblia. Comenzó en Alemania, en las décadas de 1820 y 1830, y para 1840 los estudiantes de Harvard aprendían que la Biblia había sido escrita por mucha gente durante muchos siglos, en vez de caer de la mano de Dios encuadernada en cuero negro en la traducción del Rey James. La conspiración del silencio entre ambos, los predicadores y los maestros de religión todavía me llena de ira; ¡los estudiosos han conocido por 160 años hechos básicos sobre la Biblia que todavía no le han dicho a la gente en las bancas de las iglesias y las calles! Esto está en alguna parte entre un ultraje y un pecado, y muestra que los predicadores y maestros de religión parecen tener una opinión terriblemente baja de la gente ordinaria. Pero no debo salirme del tema…

      Y entonces llegó el año 1859. En ese año, Charles Darwin publicó 'El origen de las especies', y lo que quedaba de la imagen del viejo mundo cayó al suelo hecha trizas. Aunque hay muchas razones por las que los descubrimientos de Darwin fueron tan destructivos para la vieja imagen religiosa –que de alguna forma es todavía la imagen religiosa de millones de personas– la más famosa es que los descubrimientos de Darwin destruyeron lo que se llamó el Argumento del Diseño para probar la existencia de Dios. El Argumento del Diseño fue una especie de patada de ahogado de los teólogos para aferrarse a la imagen de un Dios personal que creó todo de acuerdo a un plan divino. Ellos podían señalar a los pajaritos y decir, "Mira. Estos pajaritos tienen pequeños picos, y adivina ¿qué es lo que les gusta comer? Semillitas. Ellos no quieren comer papayas, ellos quieren comer semillitas que quepan dentro de sus lindos piquitos. Esto demuestra que un Dios inteligente diseñó todo esto". Luego de Darwin, hubo una explicación aún más simple: "Caramba, hubo una vez pajaritos que solo querían comer papayas. Si fue así, todos se murieron de hambre". No hay necesidad de un argumento de "diseño"; la selección natural mantiene a las especies que se ajustan al ambiente, y el resto se mueren. Darwin, junto con otros científicos naturales, nos pintó la imagen de nuestro mundo que ya no necesita de un Dios para hacerlo funcionar.

      Después de todos los avances tenidos en las ciencias, la iglesia empezó a perder su control de las universidades. Tú podrías ni siquiera saber que jamás tuvo ese control, pero sí lo tuvo. Harvard había tenido siempre a un ministro como su presidente, y uno tenía que contar con una recomendación eclesiástica para obtener un grado académico en Oxford y en Cambridge, así como en muchas universidades de los EUA. Pero alrededor de 1870 los exámenes religiosos se dejaron de exigir en las universidades británicas, y nombraron presidente de Harvard a un químico. Harvard no ha vuelto a ser dirigida jamás por un ministro. .

      Durante esta época, la Ciencia, de una manera lenta pero segura se convirtió en una religión, incluso en la religión más influyente en nuestra cultura. Sé que no te has convencido de esto aún, pero pienso que lo estarás en unos pocos minutos. Sucedió a la manera de un cangrejo ermitaño que vuelve su hogar la concha de otro animal. He identificado por lo menos diez dimensiones de la religión que fueron asumidas, o al menos copiadas, por la Ciencia en el siglo XIX. Es difícil ya pensar en una lista de diez cosas sin recordar las listas de éxitos del "Top Ten" que vemos por todas partes. Así que he aquí mi lista de las diez cosas más socorridas que la Ciencia asumió de la religión en el siglo XIX:

      10. La Salvación fue reemplazada por el Progreso.

      9. La Revelación fue reemplazada por el Descubrimiento.

      8. La sotana del sacerdote fue reemplazada por la bata blanca de laboratorio del científico.

      7. La reverencia por el pasado fue sustituida por la reverencia por el futuro.

      6. Los rituales religiosos fueron reemplazados por los rituales científicos.

      5. Las iglesias fueron reemplazadas por los laboratorios.

      4. Los símbolos y metáforas fueron reemplazados por el literalismo y los hechos.

      3. Las creencias se han vuelto intelectuales.

      2. La Sabiduría fue reemplazada por el Conocimiento.

      1. Dios fue reemplazado por la Ciencia.

      Pongamos juntas estas palabras dentro de frases para que puedas escuchar cuán similares que son. Los predicadores y los laicos dicen, "En una iglesia, a través de los rituales y tradiciones, sacerdotes ataviados de negro proclaman las tradiciones y las revelaciones de Dios, con lo que nos ayudan a aprender las creencias y sabiduría que pueden conducir a nuestra Salvación". Muchos científicos y legos dicen, "En un laboratorio, a través de seguir los rituales y el método científico, científicos ataviados de blanco proclaman las nuevas teorías y descubrimientos de la Ciencia, con lo que nos ayudan a ganar entendimiento y el conocimiento que puede conducirnos hacia el Progreso".

      Los logros de nuestras ciencias han sido espectaculares. Las religiones no podrían colocar a un hombre en la luna, realizar un transplante de riñón o resolver problemas complejos de ingeniería a través de la interpretación de las escrituras. Creo que la razón fundamental por la que nuestras ciencias han sido tan exitosas es debido a que desde el principio, han limitado su enfoque a cuestiones de hecho, más que a cuestiones de significado. Aunque conseguir billones de dólares en fondos federales y corporativos no lastima…

      Las ciencias han ignorado intencionalmente las preguntas existenciales y subjetivas. Pueden ser esenciales para nosotros, pero no son preguntas científicas. Nadie puede hacer una declaración científica sobre qué deberíamos amar, cómo deberíamos tratar a nuestros vecinos, si es que es más moral tener un aborto que traer a la vida a un niño no deseado en un ambiente de desatención, o miles de otras preguntas morales, éticas y subjetivas. Y cualquier científico que intentara hacer semejante declaración sería prontamente denunciado por otros científicos por no ser científico en esto. Estas preguntas son las preguntas a las que nos dedicamos en la religión, la ética, la filosofía y las humanidades, no así en las ciencias duras. Y las respuestas a estas preguntas son, como cualquier científico podrá decirte, no precisas, no iguales en todos los contextos, y no objetivas. Pascal una vez escribió estas palabras famosas "El corazón tiene sus razones que la razón no entiende". Son bonitas, pero pienso que nadie reivindicaría como científicas.

      Los sentimientos de Pascal, sin embargo, me recuerdan algunas otras palabras muy obscuras escritas por Charles Darwin hacia el final de su vida. Darwin escribió en su correspondencia privada sobre lo que llamó "las torpes, derrochadoras, erróneas, bajas, horribles y crueles obras de la naturaleza". Él creyó en el progreso, pero incluso su fe en el progreso fue de poco consuelo para él, porque el progreso, según su advertencia, era "dolorosamente lento". Aún peor, incluso la esperanza de progreso sucede como contraria a un terrible estancamiento. Así es como Charles Darwin la describió: "La certeza de que el sol algún día se enfriará y nos congelaremos. Pensar en millones de años, con cada continente pletórico de hombres buenos e iluminados, todos terminarán así, y probablemente sin un nuevo inicio hasta que nuestro sistema planetario haya sido de nuevo convertido en gas rojo y caliente. Sic transit gloria mundi, reiterada e inmisericordemente…".

      "Sic transit gloria mundi" significa "De este modo pasan las glorias de la tierra". "De este modo pasan las glorias de la tierra, reiterada e inmisericordemente", dijo Darwin. ¡Imagina eso! Un científico que pasó su vida dedicado a recolectar, analizar e interpretar las glorias de la tierra, concluye al final que las obras del sistema de la naturaleza son "torpes, derrochadoras, erróneas, bajas, horribles y crueles" y que sus glorias pasan rápida, reiterada e inmisericordemente. Darwin encontró, y ayudó a establecer, un nuevo mundo –pero él no pudo encontrar un hogar confortable en él. Y su problema sigue con nosotros.

      Cuando un Dios cae y se derrumba, esta es la clase de sonido que hace. La curiosidad de nuestras mentes estaba divorciada de las necesidades de nuestros corazones, y una mató a la otra. Y así murió dios. Puedes llamarlo selección natural.

      Para vivir en el siglo XXI, necesitamos tener una fe que sea consistente, tanto con la ciencia, como con las demandas de nuestros corazones: una religión que pueda satisfacer a ambos, a nuestras mentes y a nuestros anhelos espirituales. Nos definimos a nosotros mismo y a nuestro mundo a través del conocimiento que hemos obtenido de nuestras ciencias. Nuestras creencias religiosas deben evolucionar y crecer para seguir ayudándonos a dotarnos de un sentido profundo de quiénes somos, y de qué somos llamados a hacer. Los predicadores deben tener un ojo en las ciencias, y pienso que esta es una cosa buena. Si yo solo predico mensajes que te hagan revisarte el cerebro a la entrada de la iglesia, te habré insultado, y habré deshonrado a mi propia profesión. Esto hace difícil a la religión liberal, pero si lo hacemos bien, puede llevarnos a una clase de autenticidad intelectual y emocional que podría no estar tan disponible de cualquier otra forma.

      Hay una gran hambre espiritual hoy, y Pascal tenía razón: el corazón tiene sus razones que la razón no conoce. Y también sus necesidades y anhelos. Responder a esas necesidades, llenar esos vacíos, no es una ciencia, es un arte. Sin aprender algo de ese arte, no importa cuán inteligentes que seamos, no importa cuánto conocimiento –scientia– tengamos, no podremos sentirnos plenos o satisfechos. Desde luego, difícilmente podemos vivir en absoluto. Ahora que, para el registro, este es un hecho. Y es un hecho para el que seguiremos intentando hacer justicia aquí, semana tras semana.

      Apagamos este Cáliz, mas no la luz en nuestros corazones, hasta que volvamos a encontrarnos
    •  
      •  
        •  
            que vayan.
        • por doquier, por doquier,
      • Pueda el amor rodearlos siempre,
    • Vayan en paz, vayan en paz.
  • II. La revolución científica

    Círculo de Manos para Clausura: (entrelazamos brazos mientras leemos)

    Apagamos el Cáliz:

    *Himno:    Vayan en Paz     

    ************

    Referencia: John C. Greene, The Death of Adam, Iowa State Univ. Press, 1959.

    *Rev. Dr. Davidson Loehr

    25 de febrero de 2001

    Primera Iglesia UU de Austin, Texas

    4700 Grover Ave., Austin, TX 78756

    www.austinuu.org

    (Traducción al español, Francisco Javier Lagunes Gaitán )




    Por favor, una nuestra lista de correo electrónico 
    Ensamble en la creación de un mundo que sea justo y compasivo, respeta todas las orientaciones sexuales, un planeta totalmente libre de armas nucleares y de sus medios de producción 
    envíanos ahora: info@uupuertorico.org 

    Fuera de Puerto Rico     UU-Hispano - Unitarios Universalistas de Lengua Hispana    Unitarios Universalistas de habla hispana

    La actualidad del nuestro mundo en lengua hispana     UUHispano Blog

    La voz de religión liberal en   Libre Congregación Unitaria de México   Colombia   Bolivia   Costa Rica   Argentina  

    Encuentro, charla, amistad y crecimiento para las personas que se identifican como Unitarias Universalistas, simpatizantes y todos aquellos interesados en una espiritualidad pluralista, abierta y no dogmatica.http://es.groups.yahoo.com/group/uuhispano/

Congregação dos Universalistas Unitários

The Flaming Chalice

Continue a amostras de Chalice Iluminações por Assunto

  •  
      O cálice de fogo tornou-se o símbolo internacionalmente reconhecido do movimento Unitário e Universalista unitária. Na abertura da Unitarian e cultos Universalista Unitária, muitas congregações acender uma chama dentro de um cálice. Os símbolos são como nós dar significado ao nosso mundo. Este cálice de fogo tornou-se um símbolo bem conhecido da nossa denominação. Ele une os nossos membros em adoração e simboliza o espírito do nosso trabalho. O cálice de fogo combina dois arquétipos -a embarcação e uma chama de beber. Como uma símbolos religiosos têm diferentes significados para diferentes observadores.
    •  
        Cálices, taças e jarras podem ser encontrados em todo o mundo em manuscritos antigos e altares. O cálice usado por Jesus na sua última Páscoa Seder tornou-se o Santo Graal procurado pelos cavaleiros do País de Gales e Inglaterra. .
        Como um fogo sacrificial, chama tem sido um símbolo central de escrituras mais antigas do mundo, os hinos védicos da Índia. Hoje, luzes brilham no Natal e Hanukkah, chamas eternas estão o relógio em monumentos e túmulos, e velas cintilação em casas catedrais, templos, mesquitas, e de reunião. A chama pode simbolizar a testemunha, o sacrifício, o teste, coragem e iluminação.
        O filósofo AN Whitehead disse que os símbolos reais têm o poder de mudar a história. A história do nosso símbolo cálice é significativo. Tudo come%
    • História

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    •  

    •  
        www.UUPuertorico.org
        cálice

    Congregação dos Universalistas Unitários

    The Flaming Chalice

    Continue a amostras de Chalice Iluminações por Assunto

    •  
      •  
        •  
            O cálice de fogo tornou-se o símbolo internacionalmente reconhecido do movimento Unitário e Universalista unitária. Na abertura da Unitarian e cultos Universalista Unitária, muitas congregações acender uma chama dentro de um cálice. Os símbolos são como nós dar significado ao nosso mundo. Este cálice de fogo tornou-se um símbolo bem conhecido da nossa denominação. Ele une os nossos membros em adoração e simboliza o espírito do nosso trabalho. O cálice de fogo combina dois arquétipos -a embarcação e uma chama de beber. Como uma símbolos religiosos têm diferentes significados para diferentes observadores.
          •  
              Cálices, taças e jarras podem ser encontrados em todo o mundo em manuscritos antigos e altares. O cálice usado por Jesus na sua última Páscoa Seder tornou-se o Santo Graal procurado pelos cavaleiros do País de Gales e Inglaterra. .
              Como um fogo sacrificial, chama tem sido um símbolo central de escrituras mais antigas do mundo, os hinos védicos da Índia. Hoje, luzes brilham no Natal e Hanukkah, chamas eternas estão o relógio em monumentos e túmulos, e velas cintilação em casas catedrais, templos, mesquitas, e de reunião. A chama pode simbolizar a testemunha, o sacrifício, o teste, coragem e iluminação.
              O filósofo AN Whitehead disse que os símbolos reais têm o poder de mudar a história. A história do nosso símbolo cálice é significativo. Tudo começou por representar a coragem religiosa de Jan Hus, um padre Checa século 15 e precursor da Reforma. Jan Hus foi martirizado por propor, entre outras coisas, oferecendo a comunhão aos seus fiéis, em desafio da igreja romana, que reservou o compartilhamento de vinho para apenas sacerdotes. Ele foi queimado na fogueira por este ato, e Unitários também tem um histórico de ser perseguido por ações inovadoras e democráticas na religião.
              Mais recentemente, a escritora feminista Riane Eisler usou o cálice como símbolo da "forma de parceria" de estar em comunidade. Sharing, a generosidade, a subsistência, e amor são alguns dos significados simbolizados por um cálice.
              O cálice ea chama foram reunidos como um símbolo Unitarian durante a Segunda Guerra Mundial por um artista austríaco, Hans Deutsch, em 1941. Morando em Paris durante os anos 1930, Deutsch desenhou charges críticas de Adolf Hitler. Quando os nazistas invadiram a Paris em 1940, ele abandonou tudo o que tinha e fugiram para o sul da França, em seguida, para a Espanha, e, finalmente, com um passaporte alterada, em Portugal.
              Em Portugal, ele conheceu o reverendo Charles Joy, um Unitarian americano e diretor-executivo da Comissão de Serviço Unitária (USC) uma ONG. O Comitê de Serviço foi uma nova ONG, fundada em Boston, Massachusetts para ajudar os europeus de Leste, entre eles Unitários, bem como os judeus, que precisavam para escapar da perseguição nazista. De sua sede em Lisboa, Joy supervisionou uma rede secreta de mensageiros e agentes. O Comité dos Serviços Unitarian foi um novo, organização desconhecida e precisava de alguma imagem visual para representar Unitarianismo para o mundo, especialmente quando se lida com as agências governamentais no exterior. Rev Joy encomendou este refugiado Checa e cartunista, Hans Deutsch, para projetar algo que poderia ser usado em documentos oficiais e, portanto, uma primeira versão do cálice moderno surgiu.
              Deutsch foi mais impressionado e logo estava trabalhando para a USC. Mais tarde, ele escreveu a Joy:
              "Não é algo que me impele a dizer... O quanto eu admiro a sua abnegação absoluta [e] prontidão para servir, a sacrificar tudo, seu tempo, sua saúde, seu bem-estar, para ajudar, ajuda, ajuda.
              Eu não sou o que você pode realmente chamar um crente. Mas se o seu tipo de vida é a profissão de sua fé como ele é, tenho certeza de que, em seguida, religião, deixando de ser magia e misticismo, torna-se a confissão a filosofia prática eo que é mais para o trabalho social ativo, realmente útil. E essa religião, com ou sem um título, é aquele para o qual até mesmo um companheiro 'sem Deus' como eu posso dizer de todo coração, Sim! "
              A USC foi uma organização desconhecida em 1941. Esta era uma desvantagem especial no mundo do capa-e-espada, onde estabelecer confiança rapidamente através das barreiras da língua, nacionalidade e fé pode significar a vida em vez da morte. Disfarces, sinais e contra-senhas, e à meia-noite é executado através das fronteiras vigiadas eram os meios de liberdade naqueles dias. Joy pediu Deutsch para criar um símbolo para os seus papéis "para fazê-los parecer oficial, para dar dignidade e importância para eles, e ao mesmo tempo para simbolizar o espírito do nosso trabalho.... Quando um documento pode manter um homem fora de prisão, dá-lhe de pé com governos e polícia, é importante que ela procure importante. "
              Assim, Hans Deutsch fez sua contribuição duradoura para a USC e, como se viu, ao universalismo unitário. Com lápis e tinta ele desenhou um cálice com uma chama. Foi, Joy escreveu seu conselho em Boston,
              "Um cálice com uma chama, o tipo de cálice que os gregos e romanos colocar em seus altares. O óleo sagrado queimando em que é um símbolo de entreajuda e sacrifício.... Isso foi na mente do artista. O fato, no entanto, que sugere remotamente uma cruz não estava em sua mente, mas para mim isso também tem seu mérito. Nós não limitamos o nosso trabalho para os cristãos. Com efeito, no momento presente, o nosso trabalho é nove décimos para os judeus, mas nós derivam da tradição cristã, ea cruz que simboliza o cristianismo e seu tema central do amor sacrificial. "
              O projeto cálice de fogo foi feita em um selo para papéis e um emblema para os agentes de refugiados se deslocam para a liberdade. Com o tempo, tornou-se um símbolo do universalismo unitário em todo o mundo.
              A história de Hans Deutsch nos lembra que o símbolo de um cálice de fogo estava no começo para uma vida de serviço. Quando Deutsch projetou o cálice de fogo, que nunca tinha visto uma igreja Unitária Universalista ou ou ouviu um sermão. O que ele tinha visto era a fé em ação, pessoas que estavam dispostos a arriscar tudo para os outros em um momento de necessidade urgente.
              Os universalistas e Unitários americanas fundiram no início dos anos sessenta, e versões do símbolo foram adotadas pela Associação Unitária Universalista. Hoje, o cálice de fogo é o símbolo oficial do Comitê de Serviço Universalista Unitária e Associação Unitária Universalista. Oficialmente ou não, ele funciona como um logotipo para centenas de congregações. Uma versão do símbolo foi adotado pela Assembléia Geral da Unitárias e gratuito Igrejas Cristãs na Grã-Bretanha. Desde então tem sido utilizado por igrejas Unitárias em outras partes do mundo. Talvez o mais importante, tornou-se um ponto focal para a adoração. Ninguém significado ou interpretação é oficial. O cálice de fogo, como a nossa fé, está aberto para receber novas verdades que passarem nos testes da razão, da justiça e compaixão.
              Valores unitarianism insights do presente, bem como o passado. É oportuno, portanto, que o símbolo cálice de fogo deve ter raízes antigas e modernas, em ambos os casos fundamentados nos princípios de sacrifício e serviço à humanidade.
              O símbolo da chama cálice pode ainda ser entendida como uma metáfora para a vida dos seres humanos, tanto como indivíduos e na comunidade.
              Um copo é um objeto familiar feito para ser realizada e aprovada em torno - para a partilha. Uma chama, pelo contrário, não é um objecto. Ele não pode ser medida ou pesada. Não é uma coisa estática, mas um processo dinâmico, em mudança.
              A chama precisa de três elementos. O primeiro destes é o combustível . O combustível é material. Como o corpo humano, como o tesouro edifícios, livros, tesouro e documentos de uma comunidade da igreja. Se um incêndio carece de combustível que está a ser dito "queima baixo" como uma vela em seus momentos finais. A chama encolhe até que ele é apenas um brilho fraco.
              Unitários não são ascética ou "de outro mundo", mas tenta ter uma visão realista e racional da vida. Unitários aceitar prontamente que, como acender um fogo, as pessoas em suas vidas privadas e coletivamente precisa do combustível das coisas físicas.
              O segundo elemento é o calor . Pense no calor da própria vida, distinguindo os vivos dos mortos; a centelha de inteligência, o calor do encontro humano, mesmo a fricção de desacordo. Se um incêndio carece de calor, tal como quando amortecer uma chama com água, é dito para ser caleiras.
              Para desenvolver como seres humanos, as pessoas também precisam de calor. A vitalidade da vida paroquial, as atividades que animam e absorvem, momentos instigantes que desafiam são sinais de uma comunidade religiosa liberal saudável. Unitários acreditam que a sociedade é sustentada pelo calor que funcionem e de apoio as comunidades podem fornecer.
              O terceiro elemento é ar . Espírito sempre foi comparado com o ar, vento ou pelos gregos e hebreus igualmente. Se um incêndio falta de ar, dizemos que ela está em chamas. Há muito calor e uma densa fumaça negra, mas pouca ou nenhuma luz. A vida moderna é muito frequentemente como este.
              Unitários estão abertas para a importância da experiência religiosa pessoal, seja em uma casa de reunião ou de uma capela em um domingo, em uma montanha-top, ou em momentos diários durante a semana de trabalho. Para se desenvolver, as pessoas precisam de ar ou de espírito: a inspiração, ou respirando, desse elemento invisível, mas vital; os momentos profundos de si na oração ou meditação; o movimento compartilhado do coração quando o espírito é sentida.
              Unitários, ao contrário de Moisés, não basta encontrar o fogo queimando no deserto. O cálice de fogo há sarça ardente, mas algo a ser iluminado, e re-iluminado, por todas as pessoas. Ele requer um ato de vontade, de propósito e de fé.
              Unitarianismo permite que as pessoas a desenvolver-se livremente, sem as constrições de dogma recebido, ao experimentar o calor da comunidade. Unitários estão abertos para as verdades que a ciência tem legaram, inclusive a verdade de que a escuridão não tem existência em si. Escuridão é a ausência de luz.Unitários acreditam que o caminho para superar a escuridão é acender as nossas lâmpadas sempre que nos encontramos.
          • HistóriaXXXX Três elementos A chama viva

            * Adaptado de:

            http://www.theopenmind.org.uk/about/leaflets/flame.html Texto pelo Reverendo Art Lester, primeiro, apresentado pela Comissão de Desenvolvimento Unitária nos 1993 Reuniões Unitária da Assembléia Geral. Especialmente adaptado e editado para este site por Matthew Smith.

            e

            http://www.uua.org/aboutuu/chalice.html por Dan Hotchkiss




      domingo, 23 de novembro de 2014

      Taquia, Taqiyya: mentir é permitido se ajudar a propagar o islamismo


      Um dos conceitos mais chocantes do islão é o de ser permitido mentir se a mentira ajudar a propagação do islão e da lei islâmica (Sharia). 
      Nós tratamos dele em um artigo anterior e exemplos tem sido compilados. Neste artigo  apresentamos a base da taqiyya oriunda das escrituras islâmicas e o que a lei islâmica diz a respeito. 
      Eu sei que é chocante mesmo pensar que um muçulmano pode estar nos enganando, mas o fato é que mentir para os não-muçulmanos não é motivo para um muçulmano temer o inferno. Ele pode mentir e ainda aguardar pelas suas 72 virgens depois da morte sem remorsos.  
      Os muçulmanos podem mentir?

      Resposta:
      Os doutores do islão ensinam que os muçulmanos devem, em geral, serem verdadeiros uns para com os outros, exceto quando o propósito da mentira for o de “amaciar as diferenças.”

      Existem duas formas de mentir para os não-muçulmanos (kufar) que são permitidas sob certas circunstâncias. Elas são chamadas de taqiyya ekitman. Essas circunstâncias são aquelas que avancem a causa do islão, em alguns casos para ganhar a confianca dos não-muçulmanos de modo a expor as suas vulnerabilidades e, deste modo,  derrotá-los mais facilmente.

      Os muçulmanos estão autorizados a mentir para os não-muçulmanos a fim de derrotá-los. As duas formas são:

      Taqiyya - dizer algo que não é verdade.

      Kitman - mentira por omissão. Um exemplo seria quando apologistas muçulmanos citam apenas um fragmento do verso 5:32 (se alguém mata "seria como se tivesse matado toda a humanidade"), deixando de mencionar que o restante do versículo (e no próximo) ordena o assassinato em casos indefinidos de "corrupção" e "mal comportamento".

      O que diz o Alcorão

      Alcorão (16: 106) - Estabelece que há circunstâncias que podem "obrigar" um muçulmano para dizer uma mentira.

      Alcorão (3:28) - Este versículo diz para muçulmanos não tomarem aqueles fora da fé islâmica como amigos, a menos que seja para "que eles se protejam."

      Alcorão (9: 3) - "... Alá e Seu Mensageiro estão livres de responsabilidade para com os idólatras ..." A dissolução dos juramentos com os pagãos que permaneceram em Meca após a sua captura. Os pagãos de Meca não fizeram nada de errado, mas foram expulsos de qualquer maneira.

      Alcorão (40:28) - Um homem é apresentado como um crente, mas que deve "esconder sua fé" entre aqueles que não são crentes.

      Alcorão (2: 225) - "Alá não vai chamá-los para explicar leviandade em seus juramentos, mas irá julgá-lo pela intenção em seus corações." O contexto dessa observação é o casamento, o que explica por que a Sharia permite aos cônjuges mentirem uns para o outro para um bem maior.

      Alcorão (66: 2) - "Alá já ordenou para você, (ó homens), a dissolução de seus juramentos."

      Alcorão (3:54) - "E eles (os descrentes) planejaram, e Alá planejou (contra eles): e Alá é o melhor dos planejadores." A palavra árabe usada aqui para o planejar (ou tramar) é makara, que significa literalmente 'enganar'. Se Alá é extremamente enganador para com os incrédulos, então há pouca base para negar que os muçulmanos estão autorizados a fazerem o mesmo. (Veja também 8:30 e 10:21)

      Citações do Hadice (Hadith) 

      Bukhari (52: 269) - "O Profeta disse:" A guerra é enganar os outros. "O contexto deste hadice é considerado como sendo para o assassinato de Usayr ibn Zarim, e seus trinta homens desarmados, pelos homens de Maomé após ele ter "garantido" a eles uma passagem segura.

      Bukhari (49: 857) - "Aquele que faz a paz entre as pessoas inventando boas informações ou dizer coisas boas, não é um mentiroso." Mentir é permitido quando o fim justifica os meios.

      Bukhari (84: 64-65) - Falando de uma posição de poder na época, Ali confirma que a mentira é permitida a fim de enganar um "inimigo".

      Muslim (32: 6303) - "... ele não ouviu que a isenção foi concedida em nada o que as pessoas falam como mentira, mas em três casos: na batalha, para trazer a reconciliação entre as pessoas, e as palavras do marido para sua esposa, e as palavras de uma esposa para seu marido (de forma distorcida, a fim de trazer a reconciliação entre eles)".

      Bukhari (50: 369) - narra o assassinato de um poeta, Ka'b bin al-Ashraf, por insistência de Maomé. Os homens que se voluntariaram para o assassinato usaram desonestidade para ganhar a confiança de Ka'b, fingindo que tinham se voltado contra Maomé. Com isso, eles chamaram a vítima para fora de sua fortaleza, ao que ele foi brutalmente abatido apesar de ter lutado ferozmente por sua vida.

      Da Lei Islâmica:

      Reliance do Traveler (p 746-8,2.) -. "A fala é um meio para alcançar os objetivos  Se um objetivo louvável for alcançável através de tanto dizer a verdade ou mentir, é ilegal mentir, porque não há necessidade para isso. Quando for possível alcançar tal objetivo mentindo-se mas não dizendo a verdade, é permitido mentir se atingir a meta for permitido (N: ou seja, quando o propósito da mentira for para contornar alguém que esteja impedindo alguém de fazer algo permitido ), e é obrigatória a mentir se o objetivo for obrigatório ... é uma precaução religiosamente em todos os casos empregar palavras que dêm uma impressão enganosa ...

      "Deve-se comparar as conseqüências ruins decorrentes de se mentir e de se dizer a verdade, e se as conseqüências de dizer a verdade são mais prejudiciais, tem-se o direito de mentir. "

      Mas, Maomé fez isso?

      Sim. Por exemplo, Maomé ludibriou Meca ao assinar uma trégua de 10 anos, quebrando-a após 2 anos quando já tinha conseguido um exército grande o suficiente para conquistar Meca. Algumas das pessoas de meca que confiaram em Maomé foram executadas. 

      Maomé usou de mentirar ao enganar o poeta Ka'b bin al-Ashraf (descrito acima) bem como Usayr ibn Zarim, um exilado da tribo dos Banu Nadir, que haviam sido expulsos de Medina por Maomé (descrito abaixo).

      Na época, Usayr ibn Zarim estava tentando reunir uma força armada contra os muçulmanos, de entre uma tribo aliada ao Coraixitas (guerra contra o qual Maomé já havia declarado). "Emissários" de Maomé foram para ibn Zarim e o convenceram a deixar o seu porto seguro, sob o pretexto de se encontrar com o profeta do Islã em Medina para discutir a paz. Uma vez vulnerável, o líder e seus trinta companheiros foram massacrados pelos muçulmanos com facilidade, desmentindo a promessa de que eles estavam em sua maioria desarmados, tendo sido dada uma garantia de passagem segura (Ibn Ishaq 981).

      Tal era a reputação dos muçulmanos por mentir e depois matar que mesmo aqueles que o "aceitaram o islão" não se sentiam totalmente seguros. O destino da Jadhima é evidência dramática para isto. Quando muçulmanos "missionários" se aproximaram de sua tribo um dos membros insistiu que eles iriam ser abatidos, mesmo aqueles que já tinham se "convertido" ao islamismo para evitar apenas como um desaparecimento. No entanto, os outros estavam convencidos de que eles poderiam confiar na promessa do líder muçulmano que eles não poderiam ser prejudicados se eles simplesmente não oferecessem resistência. (Depois de convencer o cético a depor armas, os homens desarmados da tribo foram rapidamente amarrado e decapitados - Ibn Ishaq 834 e 837).

      O Alcorão diz em vários lugares que Alá é o melhor na arte de enganar as pessoas. Uma nota interessante é o versículo 7:99, que diz que as únicas pessoas têm certeza do que Alá irá fazer com elas são aquelas que perecerão no inferno. Tomada literalmente, esta passagem significaria que os muçulmanos que arrogantemente assumem que eles vão entrar no céu, poderão ter uma surpresa desagradável (estes são os perigos de se adorar um enganador todo-poderoso).

      A quase ausência de versículos do Alcorão e Hadith que incentivem que a verdade de ser dita é algo surpreendente, dado que muitos muçulmanos estejam convencidos de que sua religião ensina honestidade. Na verdade, é por causa dessa crença arraigada, que muitos muçulmanos sejam ainda bastante honestos. Quando a mentira é abordada no Alcorão, é quase sempre em referência a "mentiras contra Alá" - referindo-se aos judeus e cristãos que rejeitaram a alegação de que Maomé era um profeta.

      Finalmente, as circunstâncias em que Maomé permitiu um crente a mentir para um não-cônjuge são limitadas àquelas que fazer avançar a causa do Islã ou habilitam um muçulmano a evitar danos ao seu bem-estar (e provavelmente, o bem-estar de outros muçulmanos também) . Embora este deve ser mantido muito em conta quando se trata de assuntos de segurança global, tais como as intenções nucleares do Irã, ou os interesses reais daqueles que estão financiando a islamização do Brasi, isso não é motivo para se supor que todo o muçulmano que você pessoalmente encontrar na rua ou no local de trabalho seja menos honesto do que qualquer outra pessoa.

      Contudo, se ele for um bom muçulmano, você sabe que ele deseja a implantação da lei islâmica (Sharia), mesmo que ele diga o contrário.

      texto adaptado em parte de The Religion of Peace.
      XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
      SALVAÇÃO DO MUNDO SÃO AS IGREJAS UNITARISTAS E OS COMUNISTAS VERDADEIROS www.comunistas.tkwww.igrejaunitarista.vai.la
      Presidente turco Recep Erdogan diz que, no islão, o papel da mulher na sociedade é a maternidade. (Ele não disse ser um dos papeis; ele disse que esse é o papel.) Ele ainda afirmou que mulheres e homens não podem ser tratados de modo igualitário "porque isso é contra a natureza humana." Erdogan, no seu sonho de revier o Califado Otomano, vai aos poucos erodindo a herança de Ataturk, que modernizou a Turquia. Lembre-se que segundo a lei islâmica Sharia, os direitos da mulher (herança, voz nos tribunais, guarda dos filhos) vale metade dos direitos do homem.
      FFFFFFFFFFIIIIIIIIIIIIMMMMMMM
      Universalistas Unitário de Moçambique
       

      xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

      ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO

      ARTIGO 1º  - DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO

      ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES DESEMPREGADOS, SUB-EMPREGADOS E COM UNICO EMPREGO OU  UNICA ATIVIDADE PROFISSIONAL DO BRASIL, neste estatuto designada, simplesmente,  como Associação , fundada em data de   ……………..,  com sede e foro nesta capital, na Rua Progresso, 1363  CEP 30720-474   Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais,  é uma associação de direito privado,  constituída por tempo indeterminado, sem fins econômicos, de caráter organizacional, filantrópico, assistencial, promocional, recreativo e educacional, sem cunho político ou partidário, com a finalidade de atender  a todos que a ela se dirigirem, independente de classe social, nacionalidade,  sexo, raça, cor ou crença religiosa.

      Finalidades da Associação.

      Terá  como meta principal o combate ao desemprego e ao sub-emprego ou remuneração baixa  de seus associados e o combate ás  suas causas do desemprego  nos  sites de Paulo Trindade : www  conscienciabranca tk , www  comunistas  tk e outros.


      ARTIGO 2º -DA ADMISSÃO DO ASSOCIADO

      Poderão filiar-se somente pessoas maiores de 18 (dezoito) anos,  independente de classe social, nacionalidade, sexo, raça, cor ou crença religiosa e, para seu ingresso, o  interessado deverá preencher ficha de inscrição na secretaria da entidade, que a submeterá à Diretoria Executiva e, uma vez aprovada, terá seu nome, imediatamente, lançado no livro de associados, com indicação de seu número de matrícula e categoria à qual pertence, devendo o interessado:


      I.  Apresentar a cédula de identidade  legal;

      II.  Concordar com o presente estatuto e os princípios nele definidos;

      III.  Ter idoneidade moral e reputação ilibada,ficha limpa no spc, policia e forum e residir em imóvel situado em loteamento legal.

      IV.  Caso seja "associado contribuinte", assumir o compromisso de honrar pontualmente com as contribuições associativas.  

      ARTIGO 3º - DOS ASSOCIADOS  

      Os associados serão divididos nas seguintes categorias:

      I.  Associados Fundadores: os que ajudaram na fundação da Associação, e que são relacionados em folha anexa.

      II.  Associados Beneméritos: os que contribuem com donativos e doações;

      III.  Associados Contribuintes: as pessoas físicas ou jurídicas que contribuem, mensalmente, com a quantia fixada pela Assembléia Geral;

      IV.  Associados Beneficiados: os que recebem gratuitamente os benefícios alcançados pela entidade, junto aos associados contribuintes, órgãos públicos e privados;

      ARTIGO 4º –  PRERROGATIVAS DA ASSOCIAÇÃO:

      No desenvolvimento de suas atividades, a Associação observará os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e da eficiência, com as seguintes prerrogativas:


      Representará  legalmente :

      Os  desempregados

      Os trabalhadores com um único emprego ou atividade profissional

      Pessoas aprovadas em concurso público que estão esperando para serem chamadas.

      Funcionários Publicos efetivados que tenham somente o cargo que ocupam e não exerçam outra atividade profissional nem paguem INSS como trabalhador autonomo

      Pessoas que sonham em ser funcionários publicos atravez  de concurso público.

      Pessoas que não conseguiram nomeação devido à Lei das Cotas raciais em concursos públicos.


      A Associação  atuará  nas greves ou eventos por melhores condições   de trabalho  e  salário  ´dos  Médicos,  Professores e  trabalhadores da Enfermagem  e de todos os profissionais  que tem  uma única  atividade profissional  apesar  da permissão constitucional  de acumularem cargos públicos,   sugerindo ou exigindo  a  demissão ou vigilancia  rigorosa de todos os que acumulam cargos públicos ou prejudicam filiados  desta Associação.  


      XXXXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOOOXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOOOOXXXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOOOO

      PERGUNTAS SOBRE UNITARISMO

       

       


      Universalistas Unitário de Moçambique


      Informações turísticas

      100 Perguntas que os não-membros Pergunte sobre universalismo unitário

      No Português

      Nossos valores morais e princípios


      O que esperar de ente (Congregação UU de Moçambique)

      Você pode esperar para ser muito bem-vindas em uma família carinhosa, sem pré-julgamento ou expectativas artificiais. 
      Você terá a oportunidade e incentivo para explorar sua jornada espiritual pessoal. Não há expectativa de estar em conformidade com qualquer conjunto pré-definido de crenças. Você pode desafiar as suas próprias crenças, e através de discussões com os outros, desafiar as dos outros, sem represálias. 
      Existem vários cursos de Educação de Adultos religiosa (RE), que também pode ajudá-lo em sua busca, ajudá-lo a desafiar suas crenças e encontrar a sua verdade.
      Você também terá a oportunidade de explorar a si mesmo, expandir as suas capacidades, e talvez até mesmo encontrar um novo caminho . através de seu envolvimento no ente 
      Nós vamos ajudá-lo a planejar serviços para celebrar e observar nascimentos, mortes, casamentos , casamentos , handfastings , serviços memorial, dedicação criança e namings ., bem como outras tradições e passagens da vida 
      Você pode experimentar diferentes atividades - aqueles que talvez você pensou em fazer, mas não tinham certeza se pudesse. Você pode experimentá-los aqui.Erros e "fracassos" são oportunidades para você aprender e crescer! 
      Você será solicitado [e incentivou] para se envolver em vários momentos. No entanto, a escolha é sempre sua. Você pode se envolver com a profundidade que você quer ou você pode optar por não se envolver !! 

      O que faz ente esperar de você .. 

      Ente espera que você seja responsável por encontrar o seu próprio caminho espiritual. Ente oferece o "ambiente" para facilitar sua busca, mas você tem que encontrá-lo. 
      100 Perguntas que os não-membros Pergunte sobre universalismo unitário

      Copyright © 1994-2000 pela Igreja Unitária Universalista de Nashua, New Hampshire. Todos os direitos reservados.

      1 Crenças, credos e doutrinas

      Vamos voltar para o seu lugar nos bancos da igreja, 
      E ouvir as nossas opiniões heréticas: Você não nasceu em pecado Então, levante o queixo, Você só tem seus dogmas para perder.


        Leonard Mason, ministro UU

      O QUE UNIVERSALISTAS UNITÁRIOS ACREDITAR?

      •  
        • Cada indivíduo deve ser incentivados a desenvolver uma filosofia pessoal de vida.
        • Todo mundo é capaz de raciocinar.
        • Nós não precisamos de qualquer outra pessoa, ou organização oficial para nos dizer em que acreditar.
        • Devemos ser capazes de apresentar opiniões religiosas abertamente, sem medo de censura ou represália.
        • Todas as pessoas devem ser tolerantes com as idéias religiosas dos outros.
        • A verdade não é absoluta; ela muda ao longo do tempo.
        • Todo mundo deve continuar a procurar a verdade.
        • Toda a pessoa tem igual direito à vida, liberdade e justiça.
        • As pessoas devem governar a si mesmos através de processos democráticos.
        • As idéias devem estar aberto a críticas.
        • As boas obras são o resultado natural de uma boa-fé.

      QUAIS VALORES VOCÊ SEGURAR MAIS ALTO?

      Nós consideramos os valores mais elevados para ser integridade, carinho, compaixão, a justiça social, a verdade, a paz pessoal e harmonia.Avançando esses valores é um importante propósito de nossas congregações.

      SERÁ QUE O UUA TER UM CREDO?

      Não. Embora o estatuto social da associação contêm uma seção sobre propósitos e princípios, não é uma declaração de um credo religioso.

      VOCÊ ASSINA QUAISQUER DOUTRINAS?

      Não temos doutrinas específicas em que os membros são esperados para se inscrever. No entanto, o estatuto social da UUA (Unitarian Universalist Association) e igrejas-membro e sociedades contêm uma Declaração de Propósito e Princípios (ver página 18). Estas são as bases de um acordo solene que igrejas-membro apoiará a UUA e que o UUA apoiará as igrejas individuais.

      O QUE VOCÊ NÃO ACREDITA?

      Nós não acreditamos que qualquer preceito ou doutrina religiosa deve ser aceita como verdadeira simplesmente porque alguma organização religiosa, tradição ou autoridade diz que é. Também não acreditamos que todos os UUs deve ter crenças idênticas.

      SERÁ QUE ALGUNS UUS TÊM CRENÇAS DIFERENTES DO QUE OUTROS UUS?

      Eles certamente fazer. Como a liberdade individual de crença é um dos nossos princípios básicos, segue-se que haverá diferentes crenças entre nós. Encontrado em igrejas de hoje são o humanismo, o agnosticismo, ateísmo, o teísmo, o cristianismo liberal, neo-paganismo e espiritismo terra. Essas crenças não são mutuamente exclusivos - é possível realizar mais de um. Enquanto estamos ligados por um conjunto de princípios comuns, nós deixá-lo para o indivíduo para decidir o que crenças particulares levar a esses princípios.

      VOCÊ ACREDITA EM DEUS?

      Não temos uma doutrina definida de Deus. Os membros são livres para desenvolver conceitos individuais de Deus que são significativas para eles. Eles também são livres para rejeitar o termo e conceito completamente.

      A maioria de nós não acredita em um ser supremo sobrenatural que pode intervir diretamente no e alterar a vida humana ou para o mecanismo do mundo natural. Muitos acreditam em um espírito de vida ou um poder dentro de si, que alguns optam por chamar Deus.

      VOCÊ ACREDITA EM UM DEUS PESSOAL?

      Um Deus pessoal é aquele com quem alguém se sente um relacionamento um-para-um, uma divindade que cuida especificamente para que o indivíduo e para o qual essa pessoa pode apelar diretamente. Poucos UUs caracterizaria Deus nesses termos pessoais.

      QUAL O PAPEL QUE DEUS TOCAR NA IGREJA?

      Na maioria dos serviços, há poucos, se houver, menciona de uma divindade. A ênfase é sobre questões de crescimento humano, potencial humano e questões humanas pessoais que todos nós enfrentamos no dia-a-dia. Há também uma ênfase em questões sociais, morais e éticos que nos confrontam. Embora os participantes são apresentados a partir da perspectiva religiosa do ministro ou o alto-falante, ele nunca se supõe que todos os presentes têm uma crença comum em Deus.

      Deus significa coisas diferentes para diferentes UUs. Para alguns, o termo tem pouco ou nenhum significado. Seja qual for o caso, oferecemos uma congregação aceitar onde cada pessoa pode descobrir o que dá à vida significado, propósito e direção.

      VOCÊ ACREDITA NA EXISTÊNCIA DE SERES ESPIRITUAIS?

      Não no sentido de algo que está desencarnada. A maioria concorda que há uma dimensão espiritual para a vida que está ligado aos aspectos físicos, mentais, emocionais e psicológicos da vida.

      VOCÊ ACREDITA EM MILAGRES?

      Nós não acreditamos em milagres de qualquer forma sobrenatural desde nossas idéias de Deus geralmente não incluem uma divindade que tem a capacidade de alterar o funcionamento do mundo natural. A maioria dos UUs sentir que o dom da própria vida é um milagre suficiente, e que devemos viver o mais plenamente, com alegria e responsabilidade que pudermos.

      VOCÊ ACREDITA EM JESUS?

      Nós não acreditamos que Jesus Cristo nasceu de uma virgem, realizou milagres e ressuscitou da morte. Nós admiramos e respeitamos a maneira como ele viveu, a força do seu amor, a força de seu exemplo e seu sistema de valores.

      A maioria dos UUs consideram Jesus como um dos vários professores morais e éticas importantes que os seres humanos têm mostrado como viver uma vida de amor, serviço e compaixão. Embora alguns de nós podem questionar se Jesus era uma figura histórica real, nós acreditamos que os seus ensinamentos são de valor moral significativo.

      COMO VOCÊ CONSIDERA A BÍBLIA?

      Nós consideramos a Bíblia como um dos muitos textos religiosos importantes, mas não considero única ou exclusiva de qualquer forma. Nós não interpretá-la literalmente. Achamos que algumas partes dele oferecer mais verdade e relevância do que outras partes. Embora UUs respeitam a Bíblia e consideram parte de seu conteúdo como a grande literatura, não é um documento central em nossa religião.

      VOCÊ ACREDITA EM VIDA APÓS A MORTE?

      Muito poucos UUs acreditam em um contínuo, a existência individualizada após a morte física. Menos ainda acreditam na existência física dos lugares chamados céu ou o inferno, onde se vai depois de morrer. Acreditamos imortalidade se manifesta nas vidas daqueles que afetam durante a nossa vida e no legado que deixamos quando morremos.

      VOCÊ ACREDITA NO CONCEITO DE EVOLUÇÃO?

      Sim. Acreditamos que as formas de vida mais complexas evoluíram a partir de formas de vida menos complexas.

      QUAIS SÃO OS LAÇOS QUE UNEM UUS?

      Enquanto não há doutrinas escritas ou verbais destinados a esse fim, temos ambos afirmaram e obrigações não declaradas que nos unificam.Os títulos indicados são os princípios e propósitos da UUA que apoiamos individual e coletivamente.

      Entre as obrigações não declaradas são o nosso respeito mútuo um pelo outro e nossa apreciação dos muitos caminhos religiosos, filosóficos e espirituais, que os nossos membros prosseguir. Estamos unidos em nossa preocupação mútua um pelo outro é bem-estar, e nossa disposição de ajudar uns aos outros em tempos de necessidade.

      2 definições e as diferenças

      O que é um dos favoritos UU adesivo?

      "Questionar é responder!"

      COMO VOCÊ ACHA QUE A MAIORIA DAS IGREJAS DEFINIRIA UM CRISTÃO?

      Doutrina cristã Classical descreveria uma cristã como uma pessoa que acredita:

      • que Deus, o Ultimate, o Divino (chamemos-lhe o que se deseja) foi revelado com exclusividade para os seres humanos, na pessoa de Jesus de Nazaré, também chamado de Jesus, o Cristo.
      • que Jesus era Deus na Terra, que veio para salvar os seres humanos a partir do estado de pecado em que eles nasceram (Original Sin), por sua morte na cruz (Expiação), e depois triunfou sobre a morte (a ressurreição). Em resposta a este ato de Deus, os seres humanos são para dar graças a Ele, aceitar Jesus como seu Salvador e dedicar a sua vida a Jesus, seguindo seus ensinamentos e exemplo.
      • que milagres podem acontecer através de uma divindade sobrenatural que pode alterar o funcionamento do mundo natural.

      Para os protestantes, a autoridade para a sua religião é a Bíblia. Para os católicos, a autoridade é os ensinamentos da Igreja Católica.

      Cristianismo Liberal (a partir do qual os unitários e os universalistas evoluiu) ou minimiza ou descarta a idéia do pecado original, e vê Jesus como um enviado de Deus para nos mostrar como viver uma vida melhor. Os cristãos liberais ver Deus como uma força para o bem, em vez de um ser sobrenatural. Eles são mais flexíveis na sua interpretação das Escrituras, lendo-a mais em seu contexto histórico e simbólico ao invés de dar a interpretação literal de muitas passagens.

      SÃO UUS CRISTÃ?

      A resposta a esta questão varia entre UUs. Unitários e universalistas, uma vez liberais denominações cristãs protestantes, afastou-se de sua base cristã para abraçar o princípio da liberdade individual de crença. Embora algumas igrejas ainda são liberal cristã, hoje apenas cerca de 20 por cento dos UUs poderiam chamar-se cristão. Assim universalismo unitário não pode ser considerado uma religião totalmente cristã.

      COMO VOCÊ SE DIFEREM DOS CRISTÃOS?

      A principal maneira que diferem é que nós não consideramos Jesus como uma revelação única de Deus. A maioria dos UUs (cristãos ainda UU) rejeitariam uma interpretação literal das crenças cristãs reconhecidas, tais como o nascimento virginal, os milagres de Jesus e da ressurreição.Enquanto os cristãos UU aceitaria uma interpretação simbólica desses eventos, a maioria dos UUs ver Jesus como um professor de moral e ética, e não mais do que isso.

      O QUE UUS E HUMANISTAS TÊM EM COMUM?

      Porque a nossa é uma religião muito orientada para humanística, a maioria dos UUs se consideram humanistas em um sentido ou outro. Mas, como o termo Deus, humanismo também significa coisas diferentes para diferentes UUs.

      Basicamente, o humanismo significa que nós, seres humanos são responsáveis ​​pelo nosso destino para melhor ou pior, e não podemos contar com um poder ou divindade fora para determinar nosso destino individual ou coletiva. O humanismo é também uma afirmação do poder da mente humana e do espírito humano.

      Há tanto humanistas seculares e religiosos. Os humanistas seculares não acredita em qualquer tipo de divindade; eles acham pouco, se algum, o valor em linguagem religiosa, histórias, mitos ou símbolos de qualquer tradição religiosa.

      O humanista religioso, mantendo a definição acima do humanismo, não negam com veemência a idéia de Deus. Normalmente definir Deus como um poder profundo dentro de si mesmos, eles também encontram determinadas mensagens ou temas em histórias religiosas que lhes proporcionam a compreensão e orientações para a vida humana.

      Há tanto humanistas seculares e religiosos dentro da nossa família da igreja, e abrimos espaço para ambos.

      QUAL É A DIFERENÇA ENTRE UM UNITARISTA E UM UNIVERSALISTA?

      Do ponto de vista institucional não houve nenhuma diferença desde 1961, quando os Unitários e universalistas mescladas.

      O QUE PODE SER CONSIDERADO AS PALAVRAS DE RELÓGIOS DE UNIVERSALISMO UNITÁRIO?

      Tradicionalmente eles têm sido liberdade, razão e tolerância. Enquanto UUs de hoje ainda reverenciam estas três palavras, eles acrescentaram mais três palavras: espírito, graça e amor.

      QUAIS SÃO ALGUMAS DAS CARACTERÍSTICAS DO UUS?

      O típico UU é bem-educado, moderadamente ricos, e profissionalmente empregada. A maioria de nossas igrejas locais estão trabalhando duro para atrair uma sociedade mais diversificada. Queremos ser congregações acolhedor, livre de discriminação econômica, religiosa, racial, étnica ou sexual.

      É UNITÁRIO UNIVERSALISMO REALMENTE UMA RELIGIÃO?

      Ao lidar com as crenças e teologia, é importante notar que Unitário Universalismo é uma forma de ser religioso , em vez de uma doutrina religiosa.Para nós, a religião é uma busca permanente de significado, propósito, valor e profundidade espiritual na vida de alguém. Nós acreditamos que os indivíduos têm o direito de fazer a sua própria pesquisa, e que nem todas as pessoas (nem mesmo todos os UUs) estão indo para compartilhar as mesmas crenças.

      A nossa é uma religião não-confessional, não-doutrinária que afirma a liberdade individual de crença. Por esta razão, não é possível dar uma resposta geral à possibilidade ou não UUs acreditar em Deus, Jesus, a Bíblia ou a vida após a morte. Apesar de não acreditar que tudo a mesma coisa sobre estes e outros assuntos, nós acreditamos que cada pessoa tem a integridade ea capacidade de chegar a um acordo com as suas crenças religiosas de uma forma que é certo para essa pessoa.

      QUAL É A SUA ATITUDE PARA COM OUTRAS CONFISSÕES RELIGIOSAS, COMO O JUDAÍSMO, O HINDUÍSMO EO BUDISMO?

      Nós acreditamos que há sabedoria na maioria, se não todas, as religiões do mundo. Sentimos cada um é valioso para o que pode nos dizer sobre nós mesmos e nosso mundo, e como seus membros a encontrar sentido e direção religiosa.

      NÃO UUS ACREDITAR EM UMA RELIGIÃO UNIVERSAL?

      Acreditamos na universalidade da religião em que reconheçamos todos os seres humanos fazem perguntas como: "Por que estou aqui? Qual é o significado e propósito da minha vida? Por que eu tenho que morrer?" Percebendo todas as religiões procuram dar respostas a perguntas como estas, nós pensamos que há muita sabedoria em suas muitas respostas.

      Poucos UUs argumentam que não há, nem nunca será, uma única religião universal que é direito de todos.

      3 Life, Death, Salvação, Sin

      Um ministro universalista de uma congregação obstreperous tornou-se irritado com as disputas internas, durante uma reunião do conselho de administração. Interrompê-los, ele pediu aos membros do conselho que Universalismo significava para eles. Em uma coisa, eles concordaram, "Universalismo significa salvação universal; todos nós estamos indo para o céu quando morrer."

      O ministro disse: "Você sabe, se eu fosse Deus, eu ia colocar vocês em mansões ao lado uns dos outros e fazer você viver juntos por um milhão de anos ou mais até que você aprendeu a conviver uns com os outros."

      COMO VOCÊ CONSIDERAR A MORTE E COMO ISSO AFETA A MANEIRA COMO VOCÊ VIVE?

      Rev. F. Forrester Igreja definiu a religião como "Nossa resposta humana à dupla realidade de estar vivo e ter que morrer." A maioria dos UUs considerar a morte como o fim definitivo e total de nossa existência. Ao invés de ver isso em um sentido mórbido ou desesperado, vemos a finalidade da morte como uma razão para viver a vida da forma mais completa possível.

      Apesar de considerar a morte como o fim de nossa vida consciente, esperamos que vamos viver nas mentes e nos corações de todas as pessoas cuja vida que enriqueceu durante a nossa vida terrena.

      COMO CONSIDERA O PECADO?

      Nós não acreditamos que uma pessoa nasce e escravizados na forma que a doutrina do pecado original ensina.

      Acreditamos que as pessoas são punidos por seus pecados, não para eles, e que as pessoas más fazer shows com eles. Acreditamos, também, que é enriquecida por nossas virtudes e que o bem que fazemos a vida com a gente e ajuda a tornar o mundo melhor.

      Você pode assistir a uma igreja UU por anos e raramente ouvem a palavra pecado.

      COMO VOCÊ EXPLICA O MAL?

      Não temos respostas com base em doutrina rápidas para explicar o mal, dor e sofrimento, e do fato de que a vida pode ser infernal, às vezes. Para todo o nosso otimismo, a maioria de nós reconhece que há um lado quebrado, fragmentadas ou caído para a humanidade, e em cada uma de nossas vidas. Enquanto nós admitimos a existência desse lado negativo da vida, não tente dar a ele.

      Você vai encontrar muitas UUs envolvidos nos esforços para fazer deste um mundo mais justo, pacífico, sã e habitável em níveis locais, nacionais e globais. Nós nos esforçamos para agir e pensar em formas que permitam a todos os seres humanos para alcançar o seu potencial.

      E mesmo se não podemos explicar por que as pessoas sofrem, podemos tentar ajudá-los quando eles fazem.

      PODE UUS IR PARA O CÉU OU PARA O INFERNO?

      Como não há nenhuma maneira de saber com certeza se vamos qualquer lugar quando morremos, muito poucos, se qualquer um de nós acreditam na existência física de um lugar chamado céu ou inferno.

      E SOBRE A SALVAÇÃO? PODE UM UU SER SALVO?

      A salvação não é uma palavra que usamos freqüentemente.

      Nós não acreditamos que as pessoas nascem em um estado de pecado do qual eles devem ser salvos, a fim de evitar gastar uma eternidade sofrendo no inferno.

      Como acreditamos que em nenhum pecado original nem o inferno, não sentem a necessidade de ser salvo de qualquer um.

      VOCÊ ACREDITA EM UM REDENTOR?

      Não. Nós acreditamos que deve ser julgada pela forma como vivemos nossas vidas e servir aos outros, não no que um redentor fará por nós. Nós respeitamos os líderes religiosos e espirituais, como Jesus, Moisés e Buda para o que eles podem nos ensinar sobre a vida, e não como redentores no sentido tradicional.

      SE VOCÊ NÃO TEMO A DEUS, INFERNO, OU A CONDENAÇÃO ETERNA, QUE É O SEU INCENTIVO PARA AGIR MORALMENTE E RESPONSÁVEL?

      Nós sentimos que as pessoas que vivem vidas morais e éticos geralmente o fazem, porque eles têm um senso de responsabilidade para si e para os outros. Nosso incentivo é que queremos viver em um mundo mais sadio, pacífico e justo do que aquele que temos no presente, e queremos passar de um mundo melhor para as gerações seguintes.

      Sustentar que a vida moral e ética só ocorre porque as pessoas temem o inferno ou condenação é para humilhar aqueles que procuram levar uma vida moral e eticamente responsáveis.

      4 Atitudes e Interesses

      A pequena mulher de meia-idade pediu ao balconista para cortar 40 metros de chiffon rosa para ela. Quando ele perguntou o que ela poderia desejar com 40 metros de chiffon, ela respondeu: "Eu estou fazendo uma camisola para mim mesmo."

      "Mas, certamente, você não precisa de 40 metros. Você não é uma grande mulher."

      "Sim, mas o meu marido é um unitarista e ele prefiro olhar para algo que realmente encontrá-lo."

      QUAL É A SUA ATITUDE PARA COM AS MULHERES E AS MINORIAS?

      Apesar de ser uma questão de opinião se os homens e as mulheres têm alcançado completa igualdade em nossa religião, teologia feminista teve um impacto forte e positivo sobre nossas igrejas, em particular na última década.

      No entanto, o nosso recorde na captação de minorias raciais, étnicas e culturais em nossa denominação não é tão bom. Estamos trabalhando duro para sair do nosso molde tradicional para incluir uma sociedade mais diversificada.

      VOCÊ CATEGORIZAR UUS ​​COMO OTIMISTA OU PESSIMISTA?

      Apesar da fraqueza e fragilidade de todos os seres humanos, estamos otimistas com o potencial de todas as pessoas.

      VOCÊ ACREDITA UNITÁRIO UNIVERSALISMO É A ÚNICA RELIGIÃO VERDADEIRA?

      Não. Nós acreditamos que cada religião contém verdades sobre quem somos, por que estamos aqui e como devemos viver com nós mesmos e aos outros.

      COMO VOCÊ CARACTERIZARIA A SUA RELIGIÃO?

      Não só temos uma atitude esperançosa e otimista sobre a vida, acreditamos firmemente que os seres humanos têm um grande potencial para reconhecer o direito, erros corretos, encontrar soluções e fazer deste um mundo melhor. Ao invés de se sentir vinculado por debilidades humanas, enfatizamos forças humanas. Acreditamos que as pessoas têm a força, poder e inteligência para fazer coisas boas acontecem. Você pode chamá-lo de um "pode ​​fazer" a religião.

      COMO VOCÊ EXPLICA QUE AS COISAS RUINS ACONTECEM?

      Nós não temos nenhuma explicação baseada na religião de tragédias, horrores da vida e desgostos. A vida pode ser sem sentido perdido, diminuída e humilhada em muitos aspectos, mas a maioria dos UUs não atribuem essas perdas com a vontade de Deus. Em vez disso, a maioria dos UUs concordar que vivemos em um universo indiferente.

      Ao invés de tentar explicar tragédias inexplicáveis ​​da vida, tentamos ajudar as pessoas quando estas tragédias greve, e fazer tudo o que pudermos para restaurá-los de novo a esperança.

      ONDE VOCÊ VIRAR QUANDO VOCÊ PRECISAR DE APOIO?

      A maioria vez de familiares, amigos e pessoas dentro de sua comunidade religiosa com quem eles são especialmente perto e quem confiar.Alguns UUs me sinto um relacionamento com um poder maior do que eles mesmos e para quem eles vão virar quando eles precisam de apoio.Eles dão esse poder muitos nomes. Deus é um deles, mas longe de ser o único.

      SÃO MEDOS OU AMEAÇAS PARTE DE SUA RELIGIÃO?

      Não, certamente não no sentido de punição divina pelos erros de uma pessoa. Acreditamos que os seres humanos devem ser responsáveis ​​por suas ações e fazer reparações pelos danos que eles podem trazer para os outros. Mas não acreditamos que Deus vai castigá-los.

      QUAL O PAPEL DA CIÊNCIA NA SUA IGREJA?

      Nós aceitamos os ensinamentos da ciência e do método científico. UUs acreditam que o princípio científico que afirma que há sempre mais verdade a ser descoberto sobre o nosso mundo, também se aplica à religião.

      5 História

      É UNITARIANISMO UNIVERSALISMO UMA RELIGIÃO AMERICANA?

      Suas origens estão na Europa e da Reforma Protestante. No entanto, contemporâneo Unitário Universalismo é uma religião americana, que germinou e floresceu na Nova Inglaterra em 1750-1800 como um spinoff liberal da Igreja Congregacional.

      QUAL É A HISTÓRIA DE UNIVERSALISMO UNITÁRIO?

      Embora ambos unitarismo e Universalismo cresceu a partir da ala esquerda da Reforma Protestante na Europa durante o século 16, ambos assumiram um sabor americano, quando foram introduzidas nos Estados Unidos. Ambas as religiões originadas em parte como um protesto contra duas doutrinas calvinistas: depravação total (Original Sin) e Predestinação (a doutrina dos eleitos - a crença de que Deus tenha determinado se você vai para o Céu, mesmo antes de você nascer).

      Os Unitários, apesar de reconhecer a realidade do mal, não acredito que qualquer pessoa nasceu em um estado de total corrupção da qual eles poderiam ser resgatados unicamente por vontade de um Deus arbitrário. Eles acreditavam que todas as pessoas tinham o potencial para o bem ou para o mal, dependendo tanto a vida que escolheu para viver e sobre o ambiente social em que nasceram e foram criados.

      Os Unitários eram cristãos que acreditavam que as pessoas devem interpretar a Bíblia à luz da razão humana. Apesar de Jesus e da Bíblia foram fundamentais para sua fé, eles consideravam Jesus como mais de um professor de moral e ética do que um ser sobrenatural. Eles não acreditam na divindade de Jesus, que ele era o filho de Deus, mas não o mesmo que Deus. O termo "Unitário" originalmente significava "não-trinitária" a crença em um único Deus unificado e não uma entidade de três partes.

      O termo Universalismo originalmente significava que todas as pessoas poderiam ser salvas (salvação universal), em oposição à salvação dos poucos que Deus iria escolher para salvar. Apesar de Christian, os universalistas não acredito que um Deus amoroso seria condenar as pessoas a uma eternidade do inferno. Eles acreditavam que as almas de todas as pessoas mortas acabaria por se reconciliar com este Deus de amor, apesar de que seria necessário um tempo maior para alguns para ir para o céu do que outros.

      Ambos os grupos tiveram suas origens americanas no final do século 18. Igrejas Unitárias e universalista foram estabelecidos principalmente em New England, mas durante o século 19, o unitarismo espalhar oeste e muitas igrejas foram organizadas na Califórnia.

      Durante todo o dia 19 e até o início do século 20, o unitarismo e Universalismo foram alternativas cristãos liberais para as formas mais duras e dogmáticas do cristianismo da época. Durante o século 20, ambas as religiões começaram a afastar-se de sua origem cristã para uma religião baseada na liberdade individual de crença. Os universalistas mantiveram a sua identidade cristã mais tempo do que os Unitários.

      Na congregação de hoje, é comum encontrar uma variedade de crenças: humanista, agnóstico, teísta, ateu, liberal cristã, etc. Ao longo da última década, a teologia feminista fez um impacto: os nossos hinários são de gênero inclusive, metade dos nossos ministros assentados são mulheres e uma espiritualidade terra de inspiração feminista surgiu.

      O termo Unitarian afirma que acreditamos que há uma unidade de toda a vida, o que os princípios e propósitos UUA chama de "a rede interdependente de toda a existência da qual fazemos parte." O termo indica Universalismo universalidade da própria religião. Nos princípios e propósitos UUA, afirmamos que você pode encontrar sabedoria em todas as religiões do mundo.

      QUANDO FOI A INCORPORAÇÃO DA UNITARISMO E UNIVERSALISMO ACONTECER?

      A diferença entre os dois movimentos correu muito mais ao longo das linhas culturais do que as teológicas e classe. Os Unitários atraiu originalmente colarinho branco pessoas: profissionais, educadores, líderes culturais, etc. As congregações universalistas foram compostas principalmente de colarinho azul pessoas da classe trabalhadora, como os agricultores e pescadores.

      Em meados do século 20, essas distinções tinha borrado, fazendo uma fusão possível e financeiramente necessária para a sobrevivência das duas religiões. Após vários anos de discussão e negociação durante os anos 1950, a Associação Unitária Universalista (UUA) foi formada em 1961.

      COMO É UNIVERSALISMO UNITÁRIO DISTINTO DE OUTRAS RELIGIÕES?

      Nós não temos nenhum credo religioso e nem solicita membros a aderir a quaisquer doutrinas. A religião baseada na liberdade individual de crença, nós encorajamos todos os membros para perseguir suas próprias viagens religiosas e espirituais.

       

      6 A Associação Unitária Universalista

      QUE METAS E VALORES DE TODO O MUNDO QUE A ASSOCIAÇÃO UNITÁRIA UNIVERSALISTA PROMOVER NA SUA DECLARAÇÃO DE PROPÓSITO E PRINCÍPIOS?

      • Cada pessoa é digna e deve ser tratado com dignidade.
      • As pessoas devem tratar uns aos outros com justiça, igualdade e compaixão.
      • Devemos aceitar as diferenças que tendem a separar-nos.
      • Todos devem ter a liberdade ea responsabilidade de procurar a verdade.
      • Devemos esforçar-nos para usar processos democráticos, tanto dentro congregações UU e do mundo em geral.
      • Devemos trabalhar pela paz, liberdade e justiça para todos.
      • Devemos reconhecer e respeitar como interdependentes cada um de nós é.

      ONDE ESTÃO AS SEDES DO UUA?

      A sede da Associação são a 25 Beacon Street, em Boston. Elegemos um presidente em tempo integral a cada quatro anos, que administra a organização e o representa no mundo religioso e secular. Cada junho, delegados de congregações em todo o país reúnem-se em uma Assembléia Geral de cinco dias para ouvir os relatórios, os oficiais eleitos e tomar posições sobre as questões públicas.

      Há aproximadamente 1.025 congregações na América do Norte (e alguns em outras partes do mundo), que estejam associadas com a UUA. Em comparação com a maioria das principais denominações protestantes, que são bastante pequenos. No entanto, temos tido um crescimento lento mas constante desde o final da década de 1970.

      COMO É QUE O PRESIDENTE DA UUA SELECIONADO?

      A cada quatro anos na Assembleia Geral UU, os delegados e procuradores reconhecidos eleger um presidente, que provavelmente começou a fazer campanha 18 meses mais cedo para o escritório em tempo integral. Se permitida a reeleição, o presidente geralmente é executado sem oposição por um período adicional de quatro anos.

       

      7 aduaneiros, Cerimónias, Celebrations

      É CERIMÔNIA PARTE DE SUA TRADIÇÃO?

      Nascimento , casamento, morte - marcamos todas estas ocasiões com cerimônia. Este é um típico Calendário de Festas de Unitarian Universalist Congegations. Estas cerimônias não são considerados sacramentos. O ministro adapta cada serviço para as pessoas envolvidas, pessoalmente, para que a cerimônia será especialmente apropriado para eles.

      VOCÊ TEM UMA CERIMÔNIA DE BATISMO?

      Temos um Dedicação e Naming cerimônia realizada na mesma idade que as crianças em outras religiões são batizados ou batizado. Este serviço é chamado de uma celebração e DEDICAÇÃO DA VIDA NOVA. Os pais e patrocinadores (ou padrinhos) prometem oferecer a criança uma educação saudável - fisicamente, emocionalmente, mentalmente e espiritualmente. A água é muitas vezes usada (algumas gotas sobre a cabeça da criança) como um símbolo da renovação e regeneração da vida, que a criança representa tão bem.

      EXISTE UMA CERIMÔNIA DE POSSE DE NOVOS MEMBROS?

      O tipo de cerimônia varia por congregação; não há cerimônia de posse oficialmente sancionada. Duas ou três vezes por ano, muitas congregações realizar uma cerimônia informal como parte de um culto de domingo em que os novos membros são formalmente recebidos pela igreja.

      NÃO UUS CELEBRAR O NATAL E NA PÁSCOA?

      Sim, nós fazemos. A diferença pode ser que nós amarrar estas férias mais para a mudança das estações do que podemos fazer para temas cristãos tradicionais. Eles são honrados como celebrações do solstício de inverno e o equinócio da primavera - a esperança ea promessa simbolizado pelo alongamento das horas de luz do dia em dezembro, e a renovação da vida na primavera após a temporada de inverno de escuridão.

      As contas tradicionais do nascimento de Jesus e da Ressurreição às vezes são incluídos nestas celebrações e citou como mitos que contêm uma mensagem positiva sobre a vida humana. O nascimento de uma criança, por exemplo, representa a esperança e promessa encontrada em cada nova vida. A crucificação e ressurreição são simbólicas de como a vida nova pode surgir mesmo depois de um momento de dor e sofrimento. Tal como acontece com a própria Bíblia, essas histórias não são tomadas literalmente, mas para o que eles simbolicamente nos dizer sobre a vida humana.

      Nós celebramos a Páscoa como o retorno da primavera e a renovação da vida; a este respeito, chamamos a mais na pagã ao invés da origem cristã deste feriado. Os relatos do Novo Testamento sobre a ressurreição pode ser citada como um símbolo da força, poder e renovação da vida. Nós não aceitamos a idéia de uma ressurreição física.

      A maioria dos UUs consideram Jesus como um de uma série de especialmente talentosos, professores perspicazes da humanidade. Esses líderes têm surgido ao longo da história para nos ensinar como devemos viver e estar em paz com nós mesmos e uns aos outros. Jesus não é considerado único a este respeito.

      Sua morte reflete um fim trágico e doloroso da vida. Porque UUs há muito tempo rejeitou a ideia de pecado original, a crença de que Jesus expiou os pecados do mundo com a sua morte tem pouca relevância para nós. Mesmo quando unitarismo e Universalismo foram claramente religiões cristãs, eles ainda rejeitou esta doutrina da expiação.

      VOCÊ ACEITA A CREMAÇÃO?

      Vemos a cremação como uma forma aceita de enterro e é amplamente escolhido por UUs.

      VOCÊ ORA DURANTE O SERVIÇO, E EM CASO AFIRMATIVO, QUAIS?

      Isso varia de acordo com congregação. A maioria dos serviços de domingo tem um tempo para a meditação, muitas vezes precedida por palavras faladas do ministro. Em uma congregação teísta, orações serão dirigidas a uma divindade; em uma congregação humanista, orações assumirá a forma de reflexão pessoal e meditação.

      VOCÊ ORA EM CASA?

      É de inteira responsabilidade do indivíduo. Embora mais UUs estão buscando maneiras de cultivar uma vida espiritual, poucos se caracterizar a oração como uma relação pessoal com um Ser Supremo.

      Oração para UUs é uma maneira de entrar em contato consigo mesmo.

      NÃO UUS PARTICIPAR DE RITOS PRESCRITOS E SACRAMENTOS COMO A CEIA, A CONFIRMAÇÃO, A CONFISSÃO DO SENHOR E EXTREMA-UNÇÃO?

      Não. Embora tenhamos cerimônias apropriadas para eventos importantes, nós não considerá-los sacramentos.


      8 O Unitarian Universalist ministro

      COMO SÃO MINISTROS UU EDUCADO?

      Para ser um UU ministro acreditado, um homem ou uma mulher em primeiro lugar deve ser aprovado pelo Comitê de Fellowship Ministerial da UUA. Este é o órgão que avalia as credenciais e habilidades dos ministros potenciais. O candidato deve ter ganho uma licenciatura e um mestrado em Divindade ou superior grau de uma seminário teológico credenciada.

      Formação ministerial específico é oferecido em Starr Escola Rei para o Ministério em Berkeley, Califórnia; Meadeville Lombard Theological School, em Chicago; eo Harvard Divinity School. (Harvard Divinity School educa ministros de uma série de outras denominações também.) No entanto, um grau a partir de qualquer escola teológica credenciada é aceitável, desde que o candidato tenha formação específica em universalismo unitário.

      COMO FAZER IGREJAS UU ESCOLHER UM MINISTRO?

      Quando ocorrer uma vaga, a igreja local, irmandade ou sociedade nomeia um Comitê de Busca de membros da igreja. O papel do UUA neste momento é fornecer uma lista de ministros futuros aprovados para o Comitê de Busca, que então telas, entrevistas e faz a sua recomendação para os membros, um processo que normalmente leva um ano. Em uma reunião especial dos membros da igreja ouvir o relatório da Comissão de Pesquisa e votar para aceitar ou rejeitar a recomendação do Comitê de Busca.

      HÁ MINISTROS UU QUE ENTRARAM NO MINISTÉRIO A PARTIR DE UM FUNDO NÃO-CRISTÃO?

      Sim. Eles vêm de denominações cristãs, o judaísmo e outras religiões. Embora não haja estatísticas disponíveis sobre as origens religiosas e filosóficas de nossos ministros, a maioria vieram da tradição cristã.

      QUAL O PAPEL QUE O MINISTRO JOGAR?

      Como líderes de outras religiões, o ministro é um professor, guia, pregador, conselheiro e administrador. O ministro é esperado para falar a verdade como ele ou ela veio a conhecê-lo, e compartilhar isso com a congregação com o entendimento de que os membros estão a fazer as suas próprias mentes sobre o assunto em mãos.

      FAÇA MINISTROS DE DIFERENTES IGREJAS DEFENDEM DIFERENTES CRENÇAS?

      Sim, a liberdade de crença se estende aos nossos ministros como o faz a cada membro. Além de suas crenças individuais, no entanto, o ministro fornece o melhor que pode, uma atitude aberta e aceitar para pessoas com crenças diferentes do que o seu.

      UMA MULHER PODE SER UM MINISTRO NA IGREJA UU?

      Sim. Por uma questão de fato, a Igreja Universalista da América foi a primeira religião para sancionar um ministro mulher, Olympia Brown que foi ordenado em 1863.

      QUAL A PERCENTAGEM DE MINISTROS UU ATUALMENTE EMPREGADOS EM IGREJAS LOCAIS SÃO AS MULHERES?

      Cerca de 45 por cento, o maior número de qualquer denominação estabelecida.

      QUAL A PERCENTAGEM DE MINISTROS UU SÃO MULHERES?

      Incluindo aqueles em formação, mais da metade dos ministros na Associação Unitária Universalista são mulheres.

       

      9 A Igreja Unitária Universalista

      EXISTE UMA CABEÇA DA IGREJA?

      No sentido tradicional, não é indivíduo que governa UUs. Fazemos eleger um presidente da UUA para gerenciar a organização, para representar o UUA no mundo religioso e para proporcionar uma sensação geral de direção para seus membros.

      SE A MAIORIA DOS UUS NÃO ACREDITO EM UM DEUS PESSOAL, PORQUE É QUE AS CONGREGAÇÕES CHAMADAS IGREJAS?

      O termo Deus é significativo para muitos de nós, mas não temos nenhum credo que define essa crença. Uma vez que muitos de nossas congregações foram fundadas quando unitarismo e Universalismo foram religiões cristãs liberais, eles foram chamados de igrejas, no momento de sua formação. A maioria ainda utilizar a denominação em um sentido mais amplo, mais abrangente. "Igreja", contudo, não é o único termo utilizado para identificar uma congregação UU; alguns são chamados bolsas, outras sociedades.

      NÃO CONGREGAÇÕES REFLETIR A DIVERSIDADE SOCIAL E RACIAL DA AMÉRICA?

      O processo de quebrar certas barreiras demográficas é um dos maiores desafios para UUs contemporâneos. Enquanto professando para incluir todas as pessoas, em grande parte, continuamos a ser um branco, com nível universitário, denominação razoavelmente abastada. Embora algumas das nossas congregações refletem uma mistura racial e étnica forte, eles são a exceção. Esta é uma questão com a qual continuamos a lutar.

      NÃO POSIÇÕES DE LIDERANÇA NAS CONGREGAÇÕES UU E NA UUA REFLETIR OU FAVORECER UM FUNDO RELIGIOSO PARTICULAR?

      Não. A liderança de uma congregação em particular provavelmente irá refletir a composição religiosa da congregação, seja humanista, teísta ou cristã. Não há nenhum teste religiosa para posições de liderança na UUA, só que a pessoa ser qualificada para o cargo e tem um compromisso com a religião liberal.

      O QUE OS MEMBROS FAZER PARA CHEGAR A ORGANIZAÇÕES E GRUPOS EM SUA COMUNIDADE?

      UUs têm uma reputação de ser envolvido em comunidade e grupos cívicos e muitas vezes atuam em conselhos de organizações de serviços humanos. Muitas igrejas oferecer suas instalações para grupos da área que buscam espaço para reuniões, tais como grupos de recuperação, oficinas comunitárias e grupos de apoio.

      O QUE AS CRIANÇAS APRENDEM E ESTUDO NA ESCOLA DOMINICAL?

      O objetivo do nosso programa religioso é proporcionar às crianças e jovens com conhecimentos e experiências que irão ajudá-los a fazer escolhas informadas sobre sua vida religiosa como eles se aproximam a idade adulta.

      Os principais objetivos são a ensinar respeito por si mesmo e para os outros, a valorização dos ensinamentos das tradições religiosas do mundo, preocupação com a justiça social e respeito pelo nosso planeta Terra.

      Visitar outras igrejas, eles aprendem o que várias religiões ensinam sobre algumas das grandes questões da vida, de uma forma adequada para sua faixa etária.

      Os programas são adequadas à idade da pré-escola até o ensino médio. Por exemplo, temos um muito aclamado "Sobre sua sexualidade" curso para meninos e meninas de alta idade júnior.

      10 Estatísticas

      QUANTOS UUS EXISTEM?

      Há 200.000 nos Estados Unidos e no Canadá, 80.000 na Romênia e Hungria, 10.000 na Grã-Bretanha e na Europa, e pequenos grupos na Índia, Filipinas e Nigéria.

      É A ADESÃO CRESCENTE OU DECRESCENTE?

      Desde a fusão 1961 até final de 1970, a associação passou por um lento declínio semelhante ao de outras igrejas. Nos últimos anos, tivemos um crescimento modesto, mas constante.

      COMO É QUE O CRESCIMENTO NO NÚMERO DE MEMBROS PARA COMPARAR O CRESCIMENTO DAS IGREJAS PROTESTANTES?

      Filiação UU aumentou cerca de 10 por cento desde 1980. Durante esse mesmo período em associação principais denominações protestantes diminuiu.

      COMO É QUE O CRESCIMENTO NO NÚMERO DE MATRÍCULAS DA ESCOLA DOMINICAL COMPARAR AO DE IGREJAS PROTESTANTES?

      Desde 1980, as matrículas em nossas escolas dominicais é de até 40 por cento; nas igrejas protestantes é baixo cerca de 50 por cento.

      QUAL A PERCENTAGEM DE MEMBROS SÃO PESSOAS COM POUCA EXPERIÊNCIA NO ATENDIMENTO DE SERVIÇOS DE ESCOLA DOMINICAL OU DA IGREJA?

      Embora não existam estatísticas sobre isso, Rev. Charles Gaines do Departamento de Extensão da UUA sente que temos um número crescente de 20 e 30 anos de idade com pouca ou nenhuma filiação religiosa anterior.

      SÃO UUS DIFÍCIL ENCONTRAR?

      Mais ou menos. Apenas um americano em cada 1.300 é um Universalista unitária.

      11 O Serviço

      O QUE É UM SERVIÇO TÍPICO IGREJA NO DOMINGO COMO?

      Nosso serviço típico segue uma estrutura protestante: hinos, leituras, meditação, canto pelo coro, música de órgão e um sermão. Embora o formato do serviço é semelhante a uma igreja protestante, o conteúdo é bem diferente. Deus ou Jesus quase nunca é mencionado e raramente existem leituras bíblicas. Embora as palavras antes da meditação pode soar como uma oração, eles não são dirigidas a e não solicitar o apoio, inspiração, ajuda ou bênção de uma divindade sobrenatural.

      QUE SÍMBOLOS QUE VOCÊ EXIBIR EM SUAS IGREJAS?

      No santuário da maioria das igrejas UU, você vai encontrar sem sinais ou símbolos tradicionais. No entanto, nessas igrejas que optaram por manter a sua identidade cristã liberal, você pode ver, uma Bíblia aberta cruz, ou algum outro símbolo cristão. Algumas igrejas exibir símbolos cristãos, apenas para fins históricos.

      Outras igrejas, demonstrando a sua crença de que há sabedoria em cada uma das religiões do mundo, símbolos de muitas crenças de exibição: Cristianismo, Judaísmo, Islamismo, orientais, indígenas, entre outros.

      Não há regras estabelecidas pela nossa Associação quanto ao que constitui o uso adequado de símbolos religiosos; a decisão é deixada para a congregação local.

      QUAL É O SIGNIFICADO DO CÁLICE FLAMEJANTE?

      Nos dias que precederam a II Guerra Mundial, o Comitê de Serviço Unitária com sede em Boston estava tentando resgatar Unitários e outros liberais religiosos provenientes das partes da Europa (nomeadamente Checoslováquia), onde as suas vidas foram ameaçadas pelo nazismo. O cálice de fogo foi o código pelo qual aqueles que precisam ser resgatados se identificaram a Comissão de Serviço da Unitarian.

      Este símbolo, que entrou em uso generalizado em serviços de domingo, durante os últimos 20 anos, é iluminado geralmente no início do serviço, acompanhado por um ritual falada simples.

      Em nossos serviços hoje o cálice simboliza a sabedoria, conhecimento e discernimento espiritual, e a chama que se ergue o cálice representa a luz de iluminação e entendimento.

      QUAL É A COMUNHÃO FLOWER?

      Muitas congregações observar esse ritual simples no final da primavera. Na Flor domingo, cada pessoa traz uma flor e coloca-lo na mesma cesta grande. No encerramento do serviço, cada pessoa caminha pela cesta e remove uma flor.

      A variedade de flores simboliza a variedade de povos, crenças e idéias encontradas na congregação. Trazendo uma flor simboliza a ideia de que cada pessoa traz algo de si mesmos e contribui para o serviço. A remoção da flor representa cada pessoa tirar algo que os outros têm contribuído.

      Como o cálice de fogo, este serviço também se originou na Tchecoslováquia antes da Segunda Guerra Mundial. Ela foi criada pelo ministro checo Norbet Kapek que, em Praga, foi o ministro de a maior do mundo congregação Universalista durante os anos 1920. e 1930. Capturado pelos nazistas, foi executado no campo de concentração de Dachau. Sua esposa, Maya, que fugiu para os Estados Unidos com a ajuda da Comissão de Serviço, introduziu a Comunhão Flor às congregações nos Estados Unidos e no Canadá.

      QUAL É A EXTENSÃO DO RITUAL NA IGREJA?

      Unitários e universalistas surgiu a partir da asa igreja livre radical da Reforma Protestante, onde todos os tipos de ritual religioso e liturgia eram suspeitos. Ainda mantendo alguns dos que a suspeita, evitamos cerimônia rote ou ritual para seu próprio bem. Apesar de tentarmos fazer significativa desses rituais e símbolos que nós usamos, não queremos que eles se tornem fins em si mesmos.

      POR QUE ALGUNS DIZEM QUE OUVIR SERMÃO DE UM MINISTRO UU É MUITO PARECIDO COM ASSISTIR A UMA AULA DA FACULDADE?

      Porque nós temos uma religião bastante intelectual, os ministros falam frequentemente sobre questões de não-religiosas contemporâneas que a maioria dos adultos encontram-se de grande interesse.

      12 Juntando-se à Igreja

      QUALQUER PESSOA PODE SER UM UNIVERSALISTA UNITÁRIA?

      Pessoas de todas as crenças são bem-vindos à nossa igreja - Christian, ateu, agnóstico, e todas as outras tradições. O que nos une como uma congregação é o respeito mútuo, a aceitação de um outro, e incentivo no crescimento espiritual.

      SERÁ QUE UM ATEU SERÁ BEM-VINDO E SE SENTIR CONFORTÁVEL? COMO CERCA DE AGNÓSTICOS, CRISTÃOS, JUDEUS, CATÓLICOS, NEGROS, GAYS, OU MINORIAS?

      Todos os itens acima são bem-vindos em qualquer uma de nossas igrejas. Tentamos oferecer um lugar para todas as pessoas, independentemente de onde eles possam estar na viagem da vida.

      Afirmamos a dignidade eo valor inerente de todas as pessoas e essa afirmação claramente se estende àqueles cuja orientação sexual é gay, lésbica ou bissexual. Unitário Universalismo é uma das poucas denominações na América do Norte que ordenam clérigos gays e lésbicas. A proporção de heterossexuais aos membros homossexuais em nossa denominação é o reflexo da população em geral.

      COMO ATIVAMENTE VOCÊ TENTAR CONVERTER AS PESSOAS?

      No sentido geral do termo, nós não tentar converter as pessoas em tudo. Se as pessoas são felizes e seguros em sua própria religião, nós certamente não tentar mudá-los.

      Nós oferecemos uma alternativa para aqueles que procuram uma casa religiosa e sentem que não se encaixa com as igrejas tradicionais.

      POR QUE AS PESSOAS SE TORNAM UUS?

      Cerca de 80 por cento dos membros de hoje cresceu em uma fé diferente do universalismo unitário. Muitas pessoas que se juntam foram criados em uma religião em particular, mas no final da adolescência ou início da idade adulta passaram a detestar com ele e ficou longe de todo o envolvimento religioso até que eles se casaram e tiveram filhos. Naquela época eles queriam que seus filhos têm algum tipo de envolvimento religioso, ou eles mesmos sentiam a necessidade de uma dimensão espiritual em suas vidas. Não confortável voltando para a religião na qual eles foram criados, eles acham a nossa igreja uma alternativa satisfatória.

      Alguns se juntar por razões sociais, alguns para estar com pessoas que pensam, alguns para estímulo intelectual, e alguns estão buscando uma religião favorável em que eles podem exercer a sua própria jornada espiritual.

      HÁ MAIS PESSOAS MUDANDO PARA UNIVERSALISMO UNITÁRIO DO QUE A OUTRAS RELIGIÕES?

      Em números absolutos, não, mas cerca de 80 por cento de nossos membros vêm de outras religiões.

      COMO UMA PESSOA PODE SE BENEFICIAR POR SE TORNAR UM MEMBRO?

      Se as pessoas estão à procura de um lugar onde se pode exercer livremente a sua própria jornada de vida religiosa, filosófica e social, então eles muito pode querer se juntar a uma igreja UU. Nós gostamos de pensar que em cada congregação um novo membro vai encontrar boa vontade e companheirismo, além de inúmeras oportunidades de participar.

      A MAIORIA DAS PESSOAS SE UNEM À IGREJA COMO ADULTOS?

      Sim, a maioria dos membros de hoje se juntou a uma igreja como um adulto. Apenas 20 por cento dos nossos membros nasceram em uma família UU.

      QUANDO AS PESSOAS DECIDEM SE JUNTAR A SUA IGREJA, QUAL O PAPEL QUE A IGREJA DE SEUS PAIS BRINCAM NA SUA DECISÃO?

      Quando procuram uma igreja para si, as pessoas (especialmente os baby boomers) podem levar em consideração a filiação religiosa de seus pais, mas que geralmente não é o fator determinante.

      É COMUM AS PESSOAS A COMPRAR AO REDOR, VISITANDO VÁRIAS IGREJAS ANTES DE TOMAR UMA DECISÃO?

      Pessoas investigar Unitário Universalismo são muitas vezes comprando em torno de uma igreja.

      O QUE SÃO ELEMENTOS NECESSÁRIOS PARA FAZER?

      Embora não tenhamos requisitos de participação, tais como participar de um número mínimo de serviços de domingo, nós encorajamos os membros a participar das atividades da congregação como o seu tempo e energia autorização. Para se tornar um membro de assinar o livro de membro daquela igreja, indicando que você está de acordo com as metas de UU. Para se tornar um membro votante você é obrigado a fazer uma contribuição anual para a igreja.

      SÃO MEMBROS DEVERÃO CONTRIBUIR FINANCEIRAMENTE COM A IGREJA?

      Para garantir apoio financeiro para o seu orçamento, a maioria das congregações conduzir uma unidade de penhor anual em que o montante da caução é determinado por cada pessoa ou família que fez o compromisso. Apesar de algumas congregações são mais específicos do que outros em sugerindo que eles gostariam que seus membros para dar, nenhum exigir uma quantidade especificada como uma condição para a adesão.

      13 Tomando uma posição

      SERÁ QUE A IGREJA TOMAR POSIÇÃO SOBRE QUESTÕES PÚBLICAS?

      Todos os anos, durante a Assembléia Geral da UUA, os 4.500 delegados votar em três ou quatro resoluções pertinentes às preocupações sociais, econômicas ou ambientais atuais. Apesar de a votação sobre estas resoluções não se destina a representar a opinião de cada membro da igreja, dá uma visão ampla da opinião UU e serve para incitar UUs ​​individuais para educar-se sobre essas questões e envolver-se em nível local.

      Ambos os ministros individuais e leigos muitas vezes tomar uma posição como UUs sobre políticas públicas controversas. Alguns exemplos notáveis ​​são a Guerra do Vietnã, o projecto, e os direitos do casamento para todos.

      Mesmo que faça declarações coletivas e instar ação específica, é o indivíduo que deve finalmente decidir a sua posição sobre todos os assuntos.

      EM QUE ASPECTOS PÚBLICA TEM A IGREJA ASSUMIU UMA POSIÇÃO?

      Questões recentes incluem: fontes limpas de energia, combustíveis fósseis, conservação de energia, a poluição, o aborto, controle de armas, a imigração, a fome, os sem-teto, o racismo, a proliferação de armas nucleares, e cuidados de saúde.

      COMO ATIVO SÃO UUS SOBRE QUESTÕES SOCIAIS?

      Embora seja verdade que os mais vulneráveis ​​à injustiça em nossa sociedade - os pobres e as minorias - não são encontradas em grande número nas nossas fileiras, muitos UUs individuais estão na vanguarda das questões de justiça social. Além disso, a maioria das igrejas regularmente dar o seu apoio institucional a muitas causas de justiça social.

      Embora dificilmente poderia ser considerado uma religião dos oprimidos, não podemos ser bastante criticado como George Templeton Strong dito de muitos século 19 Unitários, a maioria deles membros da classe privilegiada da Nova Inglaterra: "Eles são sensíveis, plausível, cândido, sutil e original na discussão de qualquer mal social ou abuso. Mas de alguma forma eles não chegar a ele! "

      Hoje, nós não chegar a ela.

      APESAR DE ASSÉDIO DO GOVERNO, O QUE FEZ O LIVRO CONTROVERSO UUA PUBLICAR NO INÍCIO DE 1970?

      Em 1971, o UUA foi a única organização de publicar os quatro volumes inteiros de The Pentagon Papers.

      QUAL É A POSIÇÃO DA IGREJA SOBRE O ABORTO?

      Como instituição, estamos fortemente pró-escolha, como são UUs mais individuais.

      14 Líderes Universalista Unitária

      QUEM SÃO ALGUNS DOS MAIS FAMOSOS UUS?

      Cinco presidentes americanos eram Unitários: John Adams , Thomas Jefferson , John Quincy Adams , Millard Fillmore e William Taft . Enquanto ele não identificou especificamente a nenhuma religião organizada, Abraham Lincoln tinha tendências universalistas. Outros UUs famosos estão listados abaixo.

      •  
        • Horatio Alger (1832-1899), escritor de livros de pano-à-riquezas para os meninos.
        • Louisa May Alcott (1832-1888), autor de Little Women e outros livros.
        • Tom Andrews , o representante dos EUA a partir de Maine.
        • Susan B. Anthony (1820-1906), organizador do movimento sufragista feminino.
        • George Bancroft (1800-1891), fundador da Academia Naval dos Estados Unidos.
        • Adin Ballou (1803-1890), crítico das injustiças
        • capitalismo.
        • PT Barnum (1810-1891), showman conhecido, dono do Barnum e Bailey Circus, e um dos fundadores da Universidade Tufts.
        • Bela Bartok (1881-1945), compositor húngaro.
        • Clara Barton (1821-1912), fundador da Cruz Vermelha Americana.
        • Alexander Graham Bell (1847-1922), inventor do telefone; fundador da Bell Telephone Company.
        • Henry Bergh (1811-1888), um dos fundadores da Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra Crianças.
        • Nathaniel Bowditch (1773-1838), matemático, navegador, o astrônomo.
        • Ray Bradbury , escritor de ficção científica.
        • William Cullen Bryant (1794-1878), autor e editor de jornal.
        • Charles Bulfinch (1763-1844), arquiteto do edifício Capitólio dos Estados Unidos.
        • Luther Burbank (1849-1926), botânico americano do início do século 20.
        • Robert Burns (1759-1796), poeta escocês e escritor da canção.
        • William Ellery Channing (1780-1842), abolicionista, fundador do unitarismo na América.
        • William Cohen , o senador norte-americano do Maine.
        • Nathaniel Currier (1813-1888), litógrafo, sócio de James Merritt Ives.
        • ee cummings (1894-1962), poeta americano do século 20, conhecido por seu estilo pouco ortodoxo e técnica.
        • Charles Darwin (1809-1882), cientista e evolucionista, autor de Origem das Espécies.
        • Charles Dickens (1812-1870), romancista Inglês.
        • Dorothea Dix (1802-1887), cruzado para a reforma das instituições para doentes mentais.
        • Don Edwards , o representante dos EUA, da Califórnia desde 1965.
        • Charles William Eliot (1834-1926), presidente de Harvard, editor dos Clássicos de Harvard.
        • Ralph Waldo Emerson (1803-1882), ministro unitarista, filósofo, ensaísta.
        • Edward Everett (1794-1865), presidente de Harvard, governador de Massachusetts, UU ministro.
        • Fannie Fazendeiro (1857-1915), especialista em culinária.
        • Benjamin Franklin (1706-1790), cientista, escritor, estadista, impressora.
        • Margaret Fuller (1810-1850), uma feminista antes do tempo. Figura principal no movimento Transcendentalist e um editor de The Dial, junto com Ralph Waldo Emerson.
        • William Lloyd Garrison (1805-1879), abolicionista, editor do The Liberator.
        • Horace Greeley (1811-1872), jornalista, político, editor e proprietário do New York Tribune, campeão dos sindicatos e cooperativas.
        • Edward Everett Hale (1822-1909), ministro unitarista e autor de O Homem Sem Country.
        • Andrew Hallidie (1836-1900), inventor do teleférico.
        • Bret Harte (1836-1902), escritor, autor de The Luck of Roaring Camp.
        • Nathaniel Hawthorne (1804-1864), escritor americano do século 19, autor de A Letra Escarlate.
        • John Haynes Holmes (1879-1964), co-fundador da American Civil Liberties Union.
        • Oliver Wendell Holmes, Jr. (1841-1935), advogado e membro da Suprema Corte dos EUA, 1902-1932.
        • Julia Ward Howe (1819-1910), compositor de Hino de Batalha da República.
        • Samuel Gridley Howe (1801-1876), pioneiro no trabalho com os surdos e cegos.
        • Abner Kneeland (1774-1844), defensor da reforma agrária, educação pública e de controle de natalidade.
        • Henry Wadsworth Longfellow (1807-1882), poeta, autor de O passeio de Paul Revere.
        • James Russell Lowell (1819-1891), notável poeta do século 19, o líder anti-escravidão, e Unitarian ministro.
        • Horace Mann (1796-1859), um dos líderes do movimento escola pública, fundador da primeira escola pública nos Estados Unidos em Lexington, Mass., Presidente da Antioch College, o congressista.
        • John Marshall (1755-1835), chefe de Justiça da Suprema Corte dos Estados Unidos.
        • Thomas Masaryk (1850-1937), o primeiro presidente da Checoslováquia (1920), defensor da democracia e da justiça social.
        • Herman Melville (1819-1891), escritor, autor de Moby Dick.
        • Samuel Morse (1791-1872), inventor do telégrafo e Código Morse.
        • Florence Nightingale (1820-1910), enfermeira britânica e reformador hospital.
        • Thomas Paine (1737-1809), editor e publisher do senso comum.
        • Theodore Parker (1810-1860), um ministro unitarista renegado de meados do século 19 e uma figura de proa do movimento abolicionista na área de Boston.
        • Linus Pauling , químico, ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 1962.
        • Beatrix Potter (1866-1943), autor de Peter Rabbit e histórias de outras crianças.
        • Joseph Priestly (1733-1804), descobridor do oxigênio, Unitarian ministro.
        • Elliot Richardson , ex-secretário de Saúde, Educação e Bem-Estar, eo procurador-geral (1973).
        • Paul Revere (1735-1818), ourives e patriota.
        • Benjamin Rush (1745-1813), signatário da Declaração da Independência; médico, considerado o pai da psiquiatria americana.
        • Carl Sandberg (1878-1967), poeta americano, ganhou o Prêmio Pulitzer por sua biografia de Abraham Lincoln.
        • Ted Sorenson , discursos e assessor de John F. Kennedy.
        • Charles Steinmetz (1865-1923), engenheiro elétrico, titular de 200 patentes, conhecido por seus estudos teóricos da corrente alternada.
        • Adlai Stevenson (1900-1965), o governador de Illinois, candidato a Presidente, o embaixador dos EUA na ONU
        • George Stephenson (1781-1848), engenheiro Inglês, inventou a primeira locomotiva.
        • Gilbert Charles Stuart (1755-1828), artista, mais conhecido por seu retrato de George Washington.
        • Sylvanus Thayer (1785-1872), engenheiro, fundada US Military Academy.
        • Henry David Thoreau (1817-1862), ensaísta e naturalista, autor de Walden Pond.
        • Hendrik Wilhem Van Loon (1882-1944), historiador e autor.
        • Kurt Vonnegut , escritor, autor de Slaughterhouse-Five.
        • Daniel Webster (1782-1852), orador, senador dos EUA, o secretário de Estado, o candidato presidencial.
        • Josiah Wedgwood (1730-1795), Inglês potter, fundador da Cerâmica Wedgwood.
        • Frank Lloyd Wright (1869-1959), arquiteto.
        • Owen D. Young (1874-1962), presidente da General Electric Company.
        • Whitney Young (1921-1971), chefe da Liga Urbana.

      15 A pergunta final

      PO

      ASSOCIAÇÃO UNITARIO UNIVERSALISTA DE BELO HORIZONTE

      e-mail : paulo .a.trindade @gmail.com
      INAUGURAÇÃO EM BREVE  Rua Padre Eustáquio ,1610 - Bairro Carlos Prates-Telefone 3082-2088 - Belo Horizonte - As Reuniões dessa igreja que une crentes em Deus aos ateus e Ativistas do Ateismo serão aos domingos de 8:00 as 12:00
      As reuniões de pessoas à procura de trabalho com pessoas à procura de trabalhadores serão aos sábados de  8:00  às 12:00 

      Procuro pessoas interessadas na Fundação de Agencia de Recursos Humanos diferenciada e Escritório de Mobilização Política contra  cotas em concursos publicos. Tenho imovel  ideal para essa Atividade , situado na Rua da Bahia, 637 - Loja 20, de galeria, a 15 metros do Parque Municipal, em Belo Horizonte. Sem Contas de luz, IPTU e condominio e aluguel.paulo.a.trindade@gmail.com  www.conscienciabranca.tk

      PROCURO PESSOAS INTERESSADAS EM FUNDAR UMA ASSOCIAÇÃO DOS DESEMPREGADOS, SUB-EMPREGADOS E PESSOAS COM UNICO EMPREGO OU  ATIVIDADE PROFISSIONAL - Ver proposta de Estatuto  no final deste site - Tel.: 3082-2088 -                                                                           

                         ASSOCIAÇAO UNITARISTA DE BELO HORIZONTE  * WebChat *

      Clique aqui para ouvir a Rádio Bandeirantes http://bandnewsfm.band.uol.com.br/                           

       


                                               www.facebook.com/groups/igrejaunitarista
                                               PERGUNTAS SOBRE IGREJAS UNITARISTAS                                                                                                                                                        
                                                                                                      


      Você imagina um lugar onde budistas. ateus , cristãos, judeus, ativistas do ateismo, espíritas, livres-pensadores, católicos, hinduistas, agnósticos , protestandes, muçulmanos taoíetas e pagãos possam conviver pacificamente ? Parece impossível ?  

       Os Unitários-Universalistas vêm se reunindo ao redor do mundo há séculos e vêm denonstrando que é possível adorar em comuniade ao mistério supremo, qualquer que seja seu nome.   ADMIRA-NOS A BELEZA, CELEBRAMOS O MISTÉRIO DA VIDA, REPUDIAMOS QUALQUER TIPO DE FANATISMO. 


       

      Convidamos você a ser parte de um espaço virtual sem censura e sem dogmas no qual nenhuma pergunta espiritual é imanente e não há respostas corretas ou equivocadas. Visite-nos pois queremos que você compartilhe conosco suas perguntas, suas buscas, suas experiências místicas, espirituais e/ou religiosas. Permita-nos ser parte de sua jornada pessoal em busca da verdade e do sentido. 


      Unitários- Universalistas Internacionais

      Para Visitantes


                                                                          Carta de Apresentação


      Bem vindos


      Alguma vez você já pensou que, basicamente, todas as religiões tem  o mesmo objetivo e que a humanidade seria mais pacífica se as pessoas se dessem conta disso?


      Alguma vez já lhe ocorreu que o (mistério) divino venerado em todas as partes do globo e por diversos povos tem os mesmos objetivos?


      Você nasceu no seio de uma família religiosa, mas às vezes sente que a religião que seus pais lhe transmitiram não responde a muitas das perguntas que você se faz?


      Seu cônjuge não professa a mesma religião que você e vocês andam em busca de um lar comum onde seus filhos possam crescer sem ter que escolher entre as crenças de um ou de outro?


      Você busca um espaço em que se transmita a seus filhos uma educação espiritual baseada em valores e não em dogmas?


      A você interessa fazer de seus filhos pessoas pensantes, inquisitivas, reflexivas, profundamente tolerantes a diferentes pontos de vista, semeadores de paz, construtores da justiça?


      Você entende a religião mais como uma questão pessoal, ética e filosófica passível de ser analisada, do que como algo para ser aceito com fé cega?


      Você pensa que a religião não deveria brigar com a razão?


      Você acha que as suas preferências sexuais não deveriam ser motivo para não ser aceito em uma igreja, nem para que sua união não possa ser abençoada?


      Você se considera um humanista apaixonado pela democracia, tolerância, justiça e questões sociais, políticas e ecológicas que afetam o mundo em que vivemos?


      Você se considera um ser espiritual, até mesmo místico, mas nenhuma das religiões já estabelecidas o convence?


      Se você tem a inquietude de compartilhar conosco sua busca de respostas a estas perguntas, convidamos você a ser parte de um grupo no qual ninguém acredita ter toda a razão e todas as vozes têm direito a ser escutadas.

      Quem somos nós.


      Somos um grupo que privilegia as pessoas mais do que as instituições, um grupo que pretende menos ser uma igreja estabelecida do que consolidar-se como uma comunidade fraternal de seres questionadores, preocupados com o mundo e desejosos de participar 


      Um grupo no qual acreditamos em fazer o bem porque é justo e decente, não porque achamos que vamos ganhar um prêmio no além. Convidamos você a crer não na vida após a morte, mas na vida ANTES da morte.


      Convidamos você a viver o desafio que implica ser tolerante, reconhecer o valor e a dignidade de todas as pessoas, levar a cabo uma busca livre e responsável pela verdade e pelo sentido, respeitar a trama interdependente da qual todos somos parte, lutar por uma comunidade universal com justiça, liberdade e paz...


      A SOCIEDADE UNITÁRIA  é um grupo que se reúne  e que, como você, mais que pretender encontrar respostas únicas, estamos interessados em formular as perguntas verdadeiras... Como você, não gostamos que nos digam em que TEMOS que acreditar, sob pena de ir ao inferno se não o fizermos.


      Você imagina um lugar onde budistas, ateus, cristãos, judeus, espíritas, livres-pensadores, católicos, hinduístas, agnósticos, protestantes, muçulmanos, taoístas e pagãos possam conviver pacificamente? Parece impossível?


      Os Unitários-Universalistas vêm se reunindo ao redor do mundo há séculos e vêm demonstrando que é possível adorar em comunidade ao mistério supremo, qualquer que seja seu nome. ADMIRA-NOS A BELEZA, CELEBRAMOS O MISTÉRIO DA VIDA, REPUDIAMOS QUALQUER TIPO DE FANATISMO.


      Convidamos você a ser parte de um espaço virtual sem censura e sem dogmas no qual nenhuma pergunta espiritual é imanente e não há respostas corretas ou equivocadas. Visite-nos em nosso grupo de discussão onde queremos que você compartilhe conosco suas perguntas, suas buscas, suas experiências místicas, espirituais e/ou religiosas. Permita-nos ser parte de sua jornada pessoal em busca da verdade e do sentido. Em nosso site você também encontrará informações sobre os  objetivos de nossas reuniões mensais .


      Fora de São Paulo 
      Este grupo é dedicado ádivulgação do Unitário-Universalismo no Brasil. Sejam bem-vindos todos os que compartilham com as idéias do unitário-Universalismo   na criação de seu futuro.

      Unitários- Universalistas São PauloCáizBandera

      Princípios e Objetivos



      •  
        •  

            * O valor e a dignidade próprios de cada pessoa;

            * A justiça, a igualdade e a compaixão nas relações humanas;

            * A aceitação uns dos outros e o estímulo ao crescimento espiritual em nossos grupos;

            * Uma busca livre e responsável pela verdade e pelo sentido;

            * O direito de consciência e o uso do processo democrático dentro de nossos grupos e na sociedade em geral;

            * A meta de uma comunidade mundial de paz, liberdade e justiça para todos;

            * O respeito pela rede interdependente da existência, da qual fazemos parte.

             

            * A experiência direta de mistério e assombro transcendental afirmada em todas as culturas, que nos leva a uma renovação do espírito e a uma abertura das forças que criam e sustentam a vida;

            * As palavras e escritos de mulheres e homens proféticos, que nos desafiam a confrontar os entraves ao bem comum com justiça, compaixão e o poder transformador do amor;

            * A sabedoria das religiões do mundo que nos inspiram em nossa vida ética e espiritual;

            * Os ensinamentos judeus e cristãos que nos aconselham a atender ao amor de Deus através do amor ao próximo como a nós mesmos;

            * Os ensinamentos humanistas que nos aconselham a atender o chamado da razão e os resultados da ciência, e nos advertem contra idolatrias da mente e do espírito;

            * Os ensinamentos espirituais de tradições centradas no culto à terra, que celebram o ciclo sagrado da vida e nos instruem a viver em harmonia com os ritmos da natureza.


            Gratos pelo pluralismo religioso que enriquece e enobrece nossa fé, inspiramo-nos a aprofundar nosso entendimento e expandir nossa visão. Entramos neste convênio como membros livres, prometendo-nos mutuamente confiança e apoio.




        • A tradição viva que compartilhamos provém de muitas fontes: 



          Fora de São Paulo 
          Este grupo é dedicado á divulgação do Unitário-Universalismo no Brasil. Sejam bem-vindos todos os que compartilham com as idéias do Unitário-Universalismo


      • A Rede de Unitários- Universalistas São Paulo juntamente com os membros da Unitarian-Universalist Association busca afirmar e promover:





      Unitários- Universalistas


      Serviços Recentes



      Um Novo Ano


      Palavras de Abertura - Sylvia L. Howe

        Nós lhes damos as boas-vindas neste primeiro encontro do novo ano.


        Como Janus, reunimo-nos com parte de nós olhando para trás

        e parte de nós olhando para adiante.


        Reunimo-nos na borda do novo ano

        entristecidos por nossas perdas,

        acalentando nossas alegrias,

        conscientes de nossas falhas,

        com saudades dos dias que passaram.


        Reunimo-nos na cúspide deste novo ano

        ávidos por iniciar novamente,

        esperançosos pelo que está à nossa frente,

        prometendo fazer mudanças,

        antecipando amanhãs e amanhãs.


        Convidamos vocês a compartilhar nossa celebração da vida,

        sabendo que a vida inclui o bom e o ruim,

        términos e inícios.


        Nós lhes damos as boas-vindas!

      Acendimento do Cálice:
      •  
        •  
          •  
              E por sua chama, sejam nossos anseios por paz, justiça, e a vida do espírito acesas.
          • Por seu calor, seja nossa sociedade encorajada.
        • Por sua luz, seja nossa visão iluminada.
      • Acendemos esse cálice como um símbolo de nossa fé.


      Um Novo Ano



        Certa vez eu dei as boas-vindas ao ano-novo na Times Square. Era o início de 1954, quando eu tinha dezesseis anos. Ficamos no Hotel Taft. A orquestra de Vincent Lopez estava tocando na pista de dança do Taft, e eu dancei com minha mãe. A Times Square estava fria, lotada de pessoas, com luzes brilhantes, barulhenta e empolgante. As pessoas falavam com estranhos e lhes desejavam coisas boas. À meia-noite, eu estava no centro do mundo e no centro do tempo. Eu me lembro de ter sentido que a descontinuidade na virada do ano era real, que o tempo parou à meia-noite e então começou de novo, que o novo ano com seu novo número era realmente novo.


        Agora meus pais se foram, Vincent Lopez se foi, e a Times Square está diferente do jeito que era há cinqüenta anos. Eu dancei, cantei, abracei e beijei em muitas outras vésperas de Ano-Novo. Eu fiz novos inícios, bons inícios, embora acho que nenhum deles tenha acontecido em um dia primeiro de janeiro.


        Desejo a vocês no ano novo tantos novos inícios quantos vocês precisem, e não mais do que vocês possam lidar. Que eles venham não com uma virada específica de uma folha de calendário ou com o toque de um relógio, mas exatamente quando vocês precisarem deles.


        Nestea no, que vocês se lembrem de velhos conhecidos, e que a paz se liberte, mesmo que apenas um pouquinho, no mundo e em sua vida.


        Por Robert Walsh, ministro emérito, First Parish Church UU, Duxbury, Massachusetts. Do livro Noisy Stones, the 1992 UUA Meditation Manual, publicado pela Skinner House.


        A data que estamos celebrando hoje marca o início de um novo calendário, e vamos celebrá-la com uma comunhão do fogo.


        Quando a humanidade olhou pela primeira vez os céus e as profundezas do infinito, não viu inícios e términos, passados e futuros. Vimos deuses e espíritos, os destinos e os grandes oráculos. Vimos os ciclos que governavam não apenas o além, mas também a terra, o mar e todos os que habitam neles. O que quer que viveu e cresceu, respirou, amou e morreu o fez de acordo com os ciclos do tempo, que demarcaram seu caminho sobre mais do que nosso céu e terra, mas também sobre nossas próprias almas.




        As vidas que vivemos não vão mudar apenas porque nosso calendário humano está diferente. Nossas vidas vêm e vão como ciclos de criação. Esta é a situação humana. Escapar não é possível, nem mesmo desejável. Pois é dentro desses ciclos de vida e morte, de criação e recriação que a influência de nossa particular presença vive eternamente além de nossos intervalos de tempo humanos.


        Nesta manhã eu convido vocês a participarem de um sacramento chamado comunhão do fogo. Um sacramento é um "sinal externo visível de uma graça interna espiritual". Em qualquer rito sacramental, uma realidade concreta, seja ela água, fogo, pedra ou um pedaço de pão, é vista como um veículo portador de uma capacidade especial de simbolizar em nossas vidas o que é radicalmente significante, de exprimir "uma graça interna espiritual". Hoje, o fogo é investido dessa capacidade.


        Nosso serviço começou constatando humildemente que nós somos todos aprisionados nos vastos ciclos do tempo. Mas com nossa comunhão do fogo nós constatamos, também, que somos participantes criativos, que temos nossa própria responsabilidade, e nosso próprio potencial e poder dentro do ciclo do tempo. Embora seja verdade que não podemos impedir o ano de mudar, podemos buscar viver mais intensamente no próximo ano. Embora não possamos mudar os ciclos de nascimento e morte, podemos dizer sim a nosso poder de fazer términos significativos, deixar ir todos os hábitos ruins que temos e fazer votos de melhorar. Embora não possamos mudar o ano que passou ou determinar o que o ano novo vai trazer, temos de fato o poder de, a cada momento, comprometermo-nos com novas e melhores maneiras de ser e de agir.




        Nossa comunhão vai consistir de duas ações: um "deixar ir" ao passado o que pertence ao passado, e uma "renovação", uma re-dedicação àquilo que é, para cada um de nós, renovador e aprimorador.


        Eu vou agora acender as duas velas de nossa cerimônia…



        (Para acender a Vela do Deixar Ir, diga)


        Espírito da Vida, esteja conosco em nosso "deixar ir".

        Ajude-nos a deixar ir nossos velhos hábitos, rancores e atitudes.

        Deixe que a escuridão em nossos corações se apague com o acender desta chama

        que deixa espaço para a luz que cura, no ano que chega.

        Com esta prece, acendemos a Vela do Deixar Ir.




        (Para acender a Vela da Renovação diga)

        Oh Deus da infinita Novidade

        Desperte em nós força e comprometimento ao bem

        Ajude-nos a deixar entrar a luz da vida e do amor nos dias que virão.

        Com esta prece, acendemos a Vela da Renovação.


        Cada um de vocês recebeu um pedaço de papel. Eu convido vocês agora a escrever uma palavra ou um desenho, um símbolo, que representa o que vocês buscam jogar fora, esquecer, deixar para trás neste ano. Este papel é apenas para os seus olhos. Vocês serão convidados a trazer o papel adiante e queimá-lo nesta chama. O fogo vai consumir não apenas o papel, mas também o que o papel simboliza.


        Depois de você ter queimado seu papel e deixado ir o que é preciso deixar ir, você está convidado a acender uma vela como símbolo de sua dedicação renovada às aspirações de seu coração. Sua chama vai não apenas acrescentar calor e luz ao nosso encontro, mas também vai aquecer e iluminar seu caminho neste novo ano, simbolizando a "graça interna spiritual". 




      Unitários- Universalistas

      Calendário 2012 2013 Feriados e Celebrações Nacionais


      Calendário litúrgico Universalist unitário internacional

      calendário 2012-2013 com os feridos


      •  
        •  

            REGRESSO A CASA - às vezes o primeiro domingo após. O começo do ano de igreja para muitas assembleias. Algumas assembleias incluem Ritual do comunhão da água neste serviço. Este ritual envolve os congregants que trouxeram pequenas quantidades de água ao serviço, tomados dos lugares que especiais se realizaram sobre o verão. Ou a água é coletada de uma tempestade ou é de outra maneira significativa ou simbólica de uma certa maneira. Podem derramar a água em uma grande bacia e dizer a assembleia de onde é e o significado que tem para eles. Os temas usados frequentemente no regresso a casa incluem: reunião; re-recolhimento; re-concordar como uma comunidade da fé; hospitalidade; retorno para casa à comunidade da igreja que nos prende; esperança; vista para a frente com excitamento ao ano de igreja. O serviço pode ser entre gerações inteira ou parcialmente.

            Dedicaçã do Professor - uma data variável do outono. Uma parte do serviço em que os professores da instrução religiosa comissão e abençoados pela assembleia ensinar a escola de domingo e adulto COM REFERÊNCIA às classes. A assembleia inteira pôde relatar uma dedicação no uníssono.

            EQUINÓCIO do OUTONO - geralmente setembro 21. Um momento de recordar ciclos, estações, a inevitabilidade da mudança. Um momento de fazer uma volta interna como a natureza faz uma volta do seus próprias.

            YOM KIPPUR - As datas de Yom Kippur são

          • Ano judaico 5774 : por do sol 13 setembro de 2013 - anoitecer 14 de setembro de 2013.
          • Ano judaico 5775 : por do sol 13 setembro de 2013 - anoitecer 3 de outubro de 2014. Provavelmente o mais importante de dias santamente elevados do judaísmo, o ponto culminante dos dias do incrédulo, que começa com o Rosh Hashanah. Estabeleceu-se no 23:26 de Leviticus - 32. "Yom Kippur" significa o "dia da expiação." é um dia reservado "aflige a alma," para expiar para os pecados do ano passado. Os temas do dia incluem o arrependimento, reconciliação, pedindo a remissão. A "expiação" pode ser dividida em: "At-one-ment", implicando que quando nós perdoarmos e somos perdoados, noacute;s estamos trazidos de novo no relacionamento um com o outro.

            BÊNÇÃO DOS ANIMAIS - domingo o mais próximo outubro a 4. Na tradição católico romano, outubro 4 é a festa de St. Francis de Assisi . O St. Francis (1182-1226) era uma monge que fundasse a ordem contemporânea de Franciscans. Foi conhecido para seu voto da pobreza e de sua conexão especial aos animais, entre muitas outras coisas. Muito o Unitarian Universalists pegarou na tradição dos animais da b ênção, particular animais de estimação, neste dia. O St. Francis pode receber pouca atenção neste serviço, mas sua oração é usada geralmente. No espírito do dia animal do mundo em este país nós abençoaremos animais de estimação e mesmo animais enchidos no serviço. Algumas assembleias comemoram este serviço fora das portas e os povos trazem seus animais de estimação ao serviço, outro trazem fotografias de seus animais de estimação; outro t êm seus animais de estimação abençoados nomeando os.

            SABAT das CRIANÇAS - o cumprimento nacional do Sabat das crianças une dez dos milhares de assembleias religiosas de muitas fé no discurso para fora e na actuação fielmente para crianças e famílias. O tema do Sabat deste ano "está põr nossa fé na ação para procurar justiça para crianças. " Muitas assembleias de UU comemorarão o Sabat das crianças com os serviços da adoração, a ação social ou as atividades especiais. Alguns serão prendidos na data de outubro e outro serão prendidos em outras vezes durante o ano de igreja. é endossado o comit ê pelo serviço de UUA e de UU, o Sabat das crianças chama-nos para pausar e para considerar profundamente, "como nossas crianças? Somos nós que põr crianças primeiramente?" e deixe então nossas respostas guiam nossas ações como povos da fé. Durante este serviço as crianças usher, conduzem orações, e preach o sermão. O Sabat das crianças é organizado pelo fundo da defesa das crianças.

            DIA de UNITED NATIONS (ONU) - outubro 24. Princípio do universalismo unitário sexto: "O objetivo da comunidade do mundo com paz, liberdade e justiça para tudo" pode fazer a isto um dia especial para observar religiosa. Os temas podem incluir: guerra e paz, cooperação internacional, eventos do mundo, a comunidade global. Este ano nós comemoramos o 60th aniversário da declaração de direitas humanas.

            Día de Los Muertos TODO O DIA de ALMAS - novembro 2 (observado no domingo entre outubro 27 e novembro 2). Igualmente chamou o dia dos mortos, todo o dia de almas é um dia de relembrança para amigos e amados que passe afastado. é um dia católico romano da comemoração e tem origens prévias no festival pagão antigo dos mortos--qual comemorou a opinião pagã que as almas dos mortos retornariam para uma refeição com a família. Alguns temas: relembrança, sofrimento, ciclo da vida e morte, honrando aquelas que foram antes de nós.

            Acção de graças: Gratitude como uma prática espiritual. Voc ê pensa lá é um calmness a uma vida viveu na gratitude, uma alegria quieta? No ritmo apressado de nossas vidas hoje voc ê conhece os povos que conseguiram ou os estão tentando conseguir o calmness e a alegria do sil êncio? Como mudaram seus priorites e as escolhas que da vida fazem? - Domingo antes da acção de graças. Os temas podem incluir a gratitude para amadas, recolhendo a família junto, quebrando o pão junto, perspectiva no feriado, puritanos do nativo americano, recordando aqueles menos afortunados. Algumas assembleias comemoram o comunhão do pão neste serviço. Este ritual pode incluir a quebra e a passagem ao redor do pão durante todo a assembleia. Os Congregants comem o pão, ou alimentam-no a um outro, ao ser conduzido em uma reflexão sobre a gratitude, compartilhando e sendo junto na comunidade.

            Dia internacional das direitas humanas dezembro em 10, 1948, a assembleia geral do U.N. adotou sua declaração universal em direitas humanas. Uma celebração de nosso primeiro princípio do valor e da dignidade inerentes de todos os povos, em toda parte.

            SOLSTICE de INVERNO - geralmente dezembro 21. Para algum Unitarian Universalists que t êm as reservas sobre o Natal, o Solstice de inverno veio ser o ponto de foco da estação de feriado do inverno. Este dia tornou-se importante para ambos os humanistas e Pagans, que podem encontrar o terreno comum em comemorar esta ocasião. Os temas podem incluir a luz entre a escuridão; a morte da natureza e do ciclo da vida; a escuridão imediatamente antes do alvorecer; o milagre de cada nascimento.

            NOITE DE NATAL - dezembro 24. Frequentemente um serviço da noite. Inclui frequentemente "lições e canções de natal" e às vezes uma história que transporte o espírito do Natal. As assembleias de algum UU incluem um ritual da vela-iluminação no serviço, em que as luzes da igreja são escurecidas e os povos passam uma flama da vela para candle até que todos prenda uma vela iluminada.

            KWANZAA-Dezembro 26-January 1. Esta é uma celebração do americano africano que se centre sobre os valores africanos tradicionais da família, da responsabilidade da comunidade, do comércio, e do self-improvement. Não se considera ser um substituto para o Natal. é um momento de reafirmar povos do African-American, seus antepassados e cultura. Em algumas assembleias, as velas que é vermelho, preto e verde são iluminadas durante um serviço de domingo e o líder da adoração dizem a história de Kwanzaa.

            Dia-Domingo de ANO NOVO o mais próximo janeiro a 1. Uma oportunidade de comemorar o começo de um ano novo. Os temas podem incluir a reflexão em cima do ano que apenas passou; espere para a promessa do ano ao vindo; definições mudar; o passagem do tempo; esperança; expectativa; sonho de criar um melhor amanhã. Algumas assembleias comemoram a cerimónia do comunhão do fogo neste serviço. Neste serviço, pedaços de papel da queimadura dos congregants que cont êm breves descrições de algo elas a maioria de desejo sair atrás e iluminar uma vela para uma esperança nova por o ano da vinda. ESCUTEIRO Domingo-primeiro domingo em fevereiro. Uma parte do serviço da adoração em que os membros da assembleia que estão nas escuteiras ou nos escuteiros do menino são reconhecidos e honrados.

            MARTIN LUTHER KING, Jr. Domingo- domingo antes do feriado de MLK, no meados de Janeiro. Os temas incluem: Rei-suas vida e atividades; o movimento das direitas civis; anti-racismo; non-violence; mudança social; activismo; éticas do amor.

            St. Dia do Valentim o tema do amor: Como nós definimos o amor. Vontade para estender seu auto com a finalidade de consolidar seu próprios ou crescimento espiritual de uma outra pessoa. História-usual PRETA em fevereiro, para o m ês preto da história; ou em março, como James Reeb foi matado em 3/9/1965 e os jovens de Whitney morreram em 3/11/1971. Este serviço é uma oportunidade para que muitas assembleias enderecem justiça social, justiça racial, privilégio branco, identidade racial. O jovem de Whitney (1921-1971) era um americano africano UU que fosse diretor executivo da liga urbana nacional e de um activista no movimento das direitas civis. James Reeb (1927-1965) era um ministro branco de UU que fosse matado em Selma, Alabama, ao suportar o movimento das direitas civis lá.

            17 de fevereiro 2012 . CERIMÔNIA DE ABERTURA DO CARNAVAL (18, 19, 20, 21 de fevereiro)

            JUSTIçA DOMINGO A espiritualidade sem ação social arrisca a desconexão e o narcisismo. O activismo sem aterrar na prática e na reflexão espirituais arrisca o ineffectiveness e a neutralização. Como nós cultivamos uma espiritualidade acoplada? Cada mola, conjuntamente com o comit ê Universalist unitário do serviço, as assembleias de UU por todo o país estão junto, e reservam um domingo para a adoração e a instrução centradas sobre uma edição de direitas humanas de pressão. Este ano nós comemoramos o 60th aniversário da declaração de direitas humanas.

            JUVENTUDE Domingo-variável. Este serviço é conduzido frequentemente pela juventude da assembleia (idade adolescente). Podem planeá-lo com seu conselheiro da juventude, e/ou com o ministro ou o coordenador da adoração. Os temas do serviço variam do ano ao ano.

          •  
              - geralmente algum dia na mola adiantada. Este serviço é coordenado frequentemente com o comit ê da supervisão, para incluir alguns dos conceitos que a assembleia se está centrando sobre esse ano. Os temas incluem: supervisão da comunidade; doação de nossos tempo, talento e tesouro como a prática espiritual; abund�ncia/escassez; avaliar o que nós dizemos é importante para nós; o papel do dinheiro em nossas vidas; doação/que recebe; 12:34 de Luke: "onde seu tesouro é, lá seu coração será igualmente."
          • SOCIEDADE Domingo-variável. Este é um serviço para honrar os povos que t êm membros recentemente tornados da assembleia. Algumas assembleias prendem este serviço duas vezes por ano; outro uma vez. Este serviço convida frequentemente aqueles que t êm recentemente "assinaram o livro" para vir antes da assembleia com o ministro ou o líder da adoração. Os membros novos puderam compartilhar de uma leitura responsiva com a assembleia ou relatar uma ligação da bolsa de estudo ou concordá-la junto. O foco na sociedade p�de ser uma parte pequena do serviço total da adoração. Ou, o tema da sociedade p�de pervade o serviço inteiro com o reconhecimento dos membros novos que são uma parte daquele.

            EQUINÓCIO de MOLA - geralmente março 21. Este ano igualmente Purim. Temas da mola, incluindo: alongamento dos dias; natureza que vem à vida outra vez; alegria; após um inverno longo.

            PASSOVER SEDER-variável. Datas do Passover:

            Por do sol 29 de março de 2012 - anoitecer abril 6, 2012 (5773); O Passover (Pesach) é o feriado o mais geralmente comemorado entre judeus. Dura por sete dias. Os cumprimentos preliminares do feriado são relacionados ao êxodo de Egipto após gerações de escravidão. Esta história é dita no êxodo, Ch. 1-15; muitos dos cumprimentos do Passover são instituídos em Chs. 12-15. Nas primeiras duas noites do Passover, a refeição de Seder é comida. As assembleias de algum UU terão um Passover Seder em um daqueles dias, ou uma data perto de então. Muitas dos costumes e das tradições do Seder são observadas. A refeição de Seder ocorre às vezes em um repouso de membro de igreja, ao contrário do lugar de reunião próprio.

            Tempo - talento - tesouro domingo

            EASTER - a data variável da mola ocorrerá em 04 de abril 2012 . Frequentemente um dos serviços os mais well-attended do ano. O tema da ressurreição do feriado é frequentemente mais metafórico do que o literal. Muitos tipos da ressurreição podem ser emfatizados: renascimento da natureza; resurrecting sonhos e esperanças; resurrecting relacionamentos inoperantes. Em um sentido geral, o triunfo final da vida sobre a morte. Hallelujah!

            DIA de TERRA, abril 22, 2012 - agora que o aquecimento global é reconhecido como mais do que "o princípio de um universalismo unitário incómodo sétimo da verdade": O "respeito para a correia fotorreceptora interdependente de toda a exist ência de que nós somos uma peça" faz a isto um dia para comemorar religiosa. Os temas podem incluir: espiritualidade terra-centrada; conexão à natureza direta divina; tomada do cuidado do meio ambiente; a correia fotorreceptora interdependente. Vivendo nosso sétimo princípio. O dia de terra original realizava-se no equinócio de março. MARçO 20, 2012 é ainda o dia de terra internacional. Em muitos países o dia de terra é abril 22, 2012.

            Dia do Trabalhador 1 Maio Feriado nacional � Dia do trabalho O domingo deste fim de semana. Mas é uma boa ocasião a refletir nos temas do vocação e naqueles que trabalham nos trabalhos que permitem que nós recebam o produtos e serviços. Igualmente aproprie para temas de justiça econômica. Em muitas assembleias, este é o último do menores, mais serviços do íntimo da estação de verão.

            DIA de MãE - em segundo domingo de maio. O seguinte é citado do Rev. Stefan Jonassen em seu "um almanaque unitário canadense e um calendário lit�rgico" "Em 1872, a divisão unitária Howe de Julia começou a advogar a criação "de um dia de mãe para a paz" a ser prendida todos os anos junho em 2. O seguinte ano, dezoito cidades prenderam tal recolhimento. Bostonians continuou a observar o dia para mais do que uma década, quando algumas cidades continuaram o cumprimento até a volta do século, quando de "o dia mãe anual para a paz" parece ter morrido para fora. Em 1907, Anna Jarvis, um metodista, começou uma campanha a estabelecer um dia de mãe permanente. Em o seguinte ano, o YMCA tinha pegado a causa e, em 1914, Woodrow Wilson assinou uma definição congressional que estabelece o dia de mãe nos Estados Unidos. A tempo, o dia veio ser marcado em muitos outros países. A Senhora Jarvis foi incomodada pela comercialização do dia, provérbio, "mim qui-la ser um dia do sentimento, não lucro." Inalterably ops à venda das flores (mas não à doação das flores homegrown), ela igualmente deplorou o advento do cartão do dia de mãe, descrevendo a como "uma desculpa pobre para a letra que voc ê é demasiado preguiçoso escrever." Interessante bastante, o dia de mãe é o domingo o mais pesadamente atendido em igrejas norte-americanas, fora das estações do Natal e do Easter! Em assembleias Universalist unitárias, o dia tomou cada vez mais em um sentido de ser um dia para marcar as contribuições de todas as mulheres. "

            Dia- MEMORáVEL domingo antes da �ltima segunda-feira em maio. Frequentemente um serviço levemente atendido, devido ao fim de semana do feriado. Não obstante, é uma ocasião importante para memorialize amados que foram perdidas, na guerra ou em outras maneiras. Os temas podem incluir: recordando os povos que morreram; o poder da memória; ritualizing nossas memórias; gratitude para aqueles que foram antes de nós; o custo da guerra.

            IGREJA do SóCIO Observação-variável. Para as assembleias que t êm igrejas do sócio em outras partes do mundo (tais como a Transilv�nia ou India), esta é uma oportunidade de centrar-se nesse relacionamento e sobre a outra assembleia. As ligações à igreja do sócio são envolvidas frequentemente no planeamento e na participação no serviço.

            COMUNHãO da FLOR - data variável da mola, frequentemente algum dia em junho. O seguinte é citado de um ensaio mais longo no serviço, escrito por Reginald Zottoli (o texto completo pode ser encontrado aqui: http://www.uua.org/aboutuu/flowercommunion.html): O serviço de comunhão da flor foi criado por Norbert Capek (1870 - 1942), que fundou a igreja unitária em Checoslováquia. Introduziu este serviço especial a essa igreja junho em 4, 1923. O serviço foi trazido aos Estados Unidos em 1940 e introduzido aos membros da primeira paróquia em Cambridge, Massachusetts pela esposa do Dr. Capek, Maja V. Capek. No serviço, os povos foram pedidos para trazer uma flor de sua escolha e para coloc os em uns vasos ou em umas cestas. O Dr. Capek disse então uma oração, depois do qual andou sobre e consecrated as flores quando a assembleia est êve. Após o serviço, como os povos saidos a igreja, foram ao vaso e cada um tomou uma flor à excepção de essa que tinham trazido. O significado do comunhão da flor é que como nenhuma duas flores são povos semelhantes, assim que nenhuns dois seja semelhante, contudo cada um tem uma contribuição a fazer. Junto as flores diferentes dão forma a um ramalhete bonito. Trocando flores, nós mostramos nosso voluntariedade andar junto em nossa busca para a verdade, não obstante tudo que p�de nos dividir. Cada pessoa toma para casa uma flor trazida por alguma outra pessoa - assim simbolizando nossa celebração compartilhada na comunidade. Dia de ambiente de mundo: Primeiro domingo em junho. Como o dia de terra isto é contudo uma outra oportunidade de viver nosso sétimo princípio. Para reavaliar o nosso e planear como reduzir nossa pegada ecológica. VINDA DE IDADE - geralmente na mola atrasada. Este serviço é frequentemente um ponto culminante de uma vinda do programa da idade que os 8os graduadores t êm participado dentro por o ano ou para a metade um do ano. A juventude, seus mentores, e os professores do programa v êm frequentemente antes da assembleia para o reconhecimento. Frequentemente, os 8os graduadores são dados um presente para comemorar seu rito da passagem na adolesc ência.

            INSTRUçãO Domingo-segundo domingo de CHILDREN'S/RELIGIOUS em junho. Este é um serviço que focalize em crianças e nas crianças COM REFER êNCIA ao programa. Frequentemente, é organizado pelo diretor de RE e RE professores, talvez com ajuda dos pais e do ministro ou do coordenador da adoração. As crianças podem cantar, executam uma sátira, compartilham de suas reflexões em um tópico. Uma das intenções é estreitar a partilha que existe às vezes entre a comunidade dos adultos que atendem ao serviço principal da adoração e as crianças e os professores que estão na escola de domingo naquele tempo.

            DIA do PAI - Agosto 8� 2012 segundo domingo em agosto,

            RECONHECIMENTO do PROFESSOR - frequentemente na mola atrasada, perto do fim do ano escolar de igreja. Um serviço para honrar e agradecer àqueles que serem a assembleia ensinando a escola de domingo. Os professores v êm geralmente à parte dianteira da igreja em algum ponto no serviço e são reconhecidos formalmente para suas contribuições pela assembleia inteira. Os temas podem incluir: crescimento espiritual; instrução; a comunidade religiosa; maneiras de serir a comunidade.

            RECONHECIMENTO da GRADUAçãO - algum dia em junho. Esta é uma possibilidade reconhecer e felicitar os membros da assembleia que se estão graduando da High School. Frequentemente, esta é somente uma parte do serviço total. A graduação de High School pode marcar uma época em que os adultos novos estiverem a ponto de ser envolvido menos na igreja comunidade-muita movimento fora do repouso e cabeça à faculdade ou a mão-de-obra. Este serviço é uma possibilidade emiti-los fora com uma b ênção e lembrá-los que t êm sempre um repouso espiritual na assembleia. Igualmente uma possibilidade honrá-los para seus trabalho duro e perseverança na graduação.

            O SOLSTICE de VERÃO - junho 21. O dia o mais longo do ano. Temas do verão, incluindo: calor; beleza; vida abundante da natureza; retardar; tomando o tempo apreciar a beleza; férias.

            Hiroshima: Nós não repetiremos este mal O domingo o mais próximo agosto a 6. Um serviço inter-religioso da adoração para discutir o que pode nós, como indivíduos e como uma comunidade concordada, para fazer para planear para a realização e a manutenção de um mundo nuclear-weapon-free. Um momento de recordar aqueles matados nos bombardeios de Hiroshima e de Nagasaki e naqueles afetados por suas consequ ências. Tudo que foi ferido ou matado nos conflitos como Sadako novo, tudo que é agora prejudica dentro a maneira, incluindo soldados em todos os lados de muitos conflitos que nosso planeta azul pequeno está resistindo agora e especial os civis inocentes afetados por estas guerras, todas as aqueles matados, feridos ou sendo afligido por causa dos actos de viol ência. 


            ************************************************************************************************************

        • Outono

          INVERNO

          MOLA

          VERÃO

      • Um calendário de ocasiñes comemoradas em assembleias Universalist Unitárias. Há as assembleias que não podem comemorar muitos destes eventos. Há igualmente as ocasiões e as tradcões que são importantes para algumas assembleias mas que não são alistados aqui. Alguns são comemorados em anos alternos.


        Valores Morales | Servicios recentes | Novedades FAQPagina Principal | Ministerios | Para niños |Calendario | Direcciones | Contactarnos |
      English عربي Español Português | 中国Esperanton Français| Русский

      Sábado, 9 de noviembre de 2013



       
      Googlewww.UUPuertoRico.org


      CalizBandera

      Bienvenidos!      Welcome!

      Congregation Unitarian Universalist        Congregación Unitaria Universalista

      Libertad, razón, hospitalidad       Freedom, Reason, Hospitality


        Nuestra iglesia acentúa un enfoque respetuoso y abierto a la religión,
        pero no requiere la aceptación de una serie absoluta y fija de creencias.
        Creemos que la sabiduría, la espiritualidad y la fuerza de nuestras éticas y
        lista valores morales humanos y principios
        que encauzan nuestra vida pueden ser encontradas en muchos lugares:
        en la Biblia y otras escrituras sagradas, en la sabiduría de los pueblos indígenas,
        en nuestra música,  ciencias y la poesía, en el seno de la comunidad reunida,
        y en lo más profundo e íntimo de nuestros corazones y principios morales.

        Si ya no pertenece a una iglesia porque le oprimen los dogmas que le impone,
        Si quiere profundizar y explorar su espiritualidad y compasión 
        en una comunidad religiosa abierta que le acepta,
        Si quiere colaborar en la creación de un mundo justo y compasivo,
        Si quiere investigar temas y pensamientos de la Biblia; la importancia de otras fuentes sagradas,
        Si quiere formar parte de una familia religiosa 
        que se ocupa de usted y valora su voz, talentos y puntos de vista únicos...
        entonces, quizá apreciaría conocer más acerca de nuestra Iglesia.

        If you never belonged to a church, you might like to try us.
        If you want to deepen and to explore your spirituality in an open religious community
        that embraces your unique voice, talents and worldview, please visit us.
        If you want to join with others in the creation of a world that is just and compassionate, and
        If you want to be part of a caring and open religious family, then maybe...
        you would like to learn more about the Unitarian Universalists of Puerto Rico.
        If you want to develop more understanding of your personal religious history 
        and how it can blend sustainably with that of others,
        perhaps you will find a spiritual home among us!

        Boricua, te invitamos, así como a tu familia y amigos, a unir manos y corazones con nosotros para comenzar a conocernos!


        We invite you, your family, and your friends to join us any time
        to begin to know one another!





        Por favor, una nuestra lista de correo electrónico 
        Ensamble en la creación de un mundo que sea justo y compasivo, respeta todas lasorientaciones sexuales, un planeta totalmente libre de armas nucleares y de sus medios de producción 
        envíanos ahora: info@uupuertorico.org 

        Fuera de Puerto Rico     UU-Hispano - Unitarios Universalistas de Lengua Hispana    Unitarios Universalistas de habla hispana

        La actualidad del nuestro mundo en lengua hispana     UUHispano Blog

        La voz de religión liberal en   Libre Congregación Unitaria de México   Bolivia   Costa Rica   Argentina  

        Encuentro, charla, amistad y crecimiento para las personas que se identifican como Unitarias Universalistas, simpatizantes y todos aquellos interesados en una espiritualidad pluralista, abierta y no dogmatica.http://es.groups.yahoo.com/group/uuhispano/

        Facebook ComUUnidad

         


         
         

        ‎ > ‎



      CONGREGAÇÃO  POLITICA
      *********
         Livro de membros da igreja*** 
      Entidade   que  congrega crentes, agnósticos, anti-religiosos e ateus que pretendem melhorar o mundo atraves de mobilização
       politica

      O membros dessa congregação acreditam que:

      1 - Uma oração por dia basta. Duas ou mais orações são "muletas psicologicas"! 

      2 - Deus ouve orações das pessoas que trabalham todo dia,estudam alguma coisa todo dia,escutam palestras anti-religiosas
       todo dia, lëem escritos anti-religiosos todo dia, conversam com pessoas anti-religiosas ou ateias todo dia, e atuam como militante politico todo dia.

      3 - Milhões de pessoas ja disseram e milhões dizem  que "Jesus e Maome apodreceram no tumulo" !

      Porisso todos devemos salvar a nos mesmos !

      Tödos tëm direito a uma vida feliz agora porque nunca houve prova de que havera ressureição dos mortos.


      4 - Todas as pessoas devem votar e pedir votos para os melhores cidadãos em eleição de sindico de predio , diretor de qualquer associação, vereador,deputado, dirigente sindical ou partidario etc.:

      Os melhores cidadãos são os que combatem os denominados "burocratas-ladrões".
      Os piores cidadãos são os funcionários públicos civis ou militares, ativos ou aposentados , que não combatem os "burocratas-ladrões".

      Os melhores cidadãos são tambem os que tem as seguintes caracteristicas: saude e fisico perfeitos, visão 20 x 20 , altura acima de 1,63, ficha limpa na Policia, Forum , Cartorio , SPC, etc. casado legalmente com pessoa com essa qualidades, com 1 ou 2 filhos menores de 21 anos, morador em imovel legal.

      Todas as pessoas devem ajudar e pedir ajuda para os melhores cidadãos.
       
      Objetivos especificos dos socialistas:
       
      - a denúncia  da perversidade de um modêlo político ditatorial ou autoritário ou anti-democrático, que é o que permite a existência de mais de um partido político eleitoral, a propriedade de mais de um imóvel residencial ou comercial por cada pessoa , a ocupação de mais de um emprêgo ou cargo público, a ocupação de cargo de diretoria em mais de uma empresa, etc.
      - a denúncia da perversidade de um modêlo econômico que visa em primeiro lugar  o lucro, com o aumento da desigualdade que gera miséria , fome e morte. 
       
      Almejar por uma vida confortável , usufruindo de bens e serviços que o dinheiro propicia , é direito de todos.

      Rua Padre Eustaquio, 1610 - Telefone 3082-2088 - Bairro Carlos Prates - Belo Horizonte 

      Você possui uma mente independente?
      Conheça o Unitarismo

      Você está procurando por algo de novo em sua jornada espiritual?

      Eis aqui uma visão religiosa que definitivamente é diferente:

      * Um movimento religioso no qual os indivíduos são livres para usar a razão e desenvolverem suas próprias crenças.
      * Vê Jesus como um homem a ser seguido e não como um deus a ser adorado.
      * Não possui dogmas ou credos que prendam as pessoas às crenças de eras passadas, mas está aberto aos insights de novos pensamentos e novas descobertas.
      * Adapta novas idéias de outras fontes, incluindo outras religiões.
      * Não discrimina pessoas com base em coisas como gênero, identidade de gênero, orientação emociono-sexual, raça, cor, classe sócio-econômica, etc.

      OS UNITARISTAS:

      * Buscam uma estrutura espiritual e moral para a vida baseada na paz, compreensão e justiça.
      * Esforçam-se para entender, aceitar e respeitar uns aos outros.
      * Afirmam a unidade essencial da humanidade e sua interdependência com toda a vida do nosso planeta.
      * Alegram-se em receber TODAS AS PESSOAS!

      Unitaristas sempre existiram, mas foi apenas durante a Reforma Protestante, no século XVI, que o nome surgiu quando a Igreja Unitarista da Transilvânia foi fundada por Dávid Ferenc. Nós unitaristas temos uma tradição de questionar a fé na qual crescemos para descobrir verdades a respeito de seus ensinos espirituais.

      Temos, no decorrer de nossa história de mais de quatro séculos, interpretado as palavras da Bìblia para encontrar maneiras de entender o mundo no qual vivemos e a maneira como as pessoas respondem aos desafios da fé. Historicamente, os unitaristas se puseram contra leis que impediam as pessoas a pensarem independentemente. Ficamos do lado dos direitos humanos e da igualdade das mulheres. Apoiamos o direito de todas as pessoas serem tratadas com justiça. Lutamos em favor de melhores oportunidades para os menos privilegiados. Por trás de tudo isso estava e está a crença de que ser cristão é ser o Bom Samaritano e amar o próximo. Temos uma longa tradição de responsabilidade social baseada em valores espirituais. E assim, o Unitarismo se espalhou por várias partes do mundo.

      Unitaristas já foram perseguidos e excluídos socialmente por crerem que a ciência não deva ser impedida pela religião, mas que deva ser livre para explorar suas fronteiras. A ciência deve ser desafiada a se juntar e dar ouvidos aos debates éticos que suas descobertas causam.

      Nós unitaristas somos indivíduos, mas estamos unidos como peregrinos espirituais. Buscamos iluminação para nós mesmos. Respeitamos os mesmos valores encontrados em outras tradições de fé. Temos uma visão de um mundo de paz, onde todos tenham a oportunidade de viver em paz sem medo ou discriminação. No progresso do mundo, nós unitaristas já desempenhamos papéis importantes – seja como Presidentes dos Estados Unidos, como cientistas importantes, ou simplesmente como alguém que se ergueu e disse: “Eu sou Unitarista”!

      CONGREGAÇÃO UNITARISTA DE PERNAMBUCO – http://sites.google.com/site/unitarista/

      Leia o artigo de Helio Schwartsman :

      A Religião  vai acabar ?http://www1.folha.uol.com.br/colunas/helioschwartsman/961100-a-religiao-vai-acabar.shtml

      ************************************************************************************************************************************************

      Rituais e celebrações das igrejas unitárias universalistas

       
      As igrejas Unitárias têm sua origem na Reforma Protestante, pelo que muitas de suas tradições e celebrações refletem este legado cultural. Sem embargo, uma das características principais desta tradição religiosa é sua enorme variedade e sua tendência a experiências e inovações.
       

      [editar]Serviços de culto

       
      Os serviços de culto normais ocorrem tradicionalmente no domingo de manhã. Habitualmente são encontros semanais ainda que os grupos menores possam optar por reunirem-se quinzenalmente ou mensalmente. É o momento em que toda a congregação se reúne para celebrar sua fé em comunidade.
       
      Os serviços costumam iniciar com uma peça musical enquanto os assistentes tomam assento e centram seus pensamentos no ato que vão compartilhar. Desde os anos 1960do século passado é cada vez mais freqüente que o ministro ou um membro da congregação acenda uma chama num cálice ou taça enquanto recita umas palavras relativas à fé que compartilham todos os assistentes (que são geralmente distintos em cada sessão, sem seguir nenhuma norma fixa). O Cálice Aceso se converteu no símbolo de identificação compartilhado pela maioria dos grupos Unitários de todo o mundo e costuma ser utilizado também como logotipo em suas páginas Web e em suas publicações.
       
      Após a leitura das comunicações das distintas comissões, grupos de discussão e meditação, ou outras atividades de estudo, fraternidade e recreação vinculadas à vida cotidiana da congregação, o serviço de culto continua com a leitura de textos religiosos ou filosóficos. Também costuma haver cânticos (geralmente da tradição cristãprotestante, ainda que cada vez se publiquem mais hinos exclusivamente unitaristas). Também se costuma realizar atos para os mais pequenos, que em seguida são conduzidos por seus monitores às salas de aula onde se dá formação religiosa para crianças e jovens.
       
      O núcleo da celebração é, habitualmente, o sermão ou exposição oral do ministro ou do líder laico que dirige o serviço religioso. Ocasionalmente, principalmente se a congregação é pouco numerosa, se abre um espaço para o debate entre os assistentes sobre as idéias apresentadas pelo ministro em seu sermão.
       

      [editar]Ritos e cerimônias

       
      Nas igrejas Unitárias celebram-se habitualmente cerimônias de dar nome ou bênção às crianças (não se pode falar propriamente de batismo), bodas e funerais. Estes atos não são restritos aos membros da congregação, podendo ser solicitados, também, por outras pessoas. Em sociedades multi-culturais como os Estados Unidos e o Canadá, são muitos os casais de duas tradições religiosas distintas que decidem casar-se em uma igreja Unitária devido ao seu caráter ecumênico e pluralista. As igrejas unitárias celebram, também, regularmente e com normalidade, uniões matrimoniais entre pessoas do mesmo sexo.
       

      [editar]Celebrações experimentais

       
      As congregações Unitárias mais inovadoras são propensas a organizar em certas ocasiões celebrações pouco ortodoxas, nas quais se pode utilizar teatro, dança e outras expressões artísticas em substituição ao sermão habitual.
       
      As igrejas Unitárias desenvolveram, também, rituais originais próprios, como a Comunhão das Flores, criada pelo pastor Norbert Čapek, da República Tcheca. Essas novidades nas celebrações são sinal da progressiva diferença entre as igrejas Unitárias, com relação aos ofícios religiosos, e outras confissões de origem protestante.
       
      Também é relativamente freqüente a celebração de festividades específicas de outras religiões, como a Hanukkah judía, ceremônias budistas, Shinto, etc. Nos Estados Unidos se percebe, também, uma influência crescente do neopaganismo e das religiões nativas americanas. Essa pluralidade se percebe de forma ambivalente, em ocasiões, como riqueza na diversidade e, em outras ocasiões, como desvirtuação das essências do unitarismo. Assim, apareceram recentemente grupos que discordam do excesso de pluralismo e sincretismo que percebem no unitarismo moderno, geralmente reivindicando um regresso às suas raízes cristãs. Um exemplo é a Conferência Unitária Americana (AUC).
      Encontrei o site www.simceros.org  detro dele este video onde se afirma que os Estados Unidos não é mais uma nação cristã e sim maçônica. 
      Depois de 145 anos, os SUPER MAÇONS ILLUMINATI (banqueiros) concluiram o objetivo de
      destruirem o cristianismo nos Estados Unidos. Confira no vídeo - http://www.youtube.com/watch?v=yu1mRy52988 




      CELSO BRANT

      Nasceu em Diamantina, onde iniciou o curso primário, terminando-o no Grupo Escolar D. Pedro II, em Belo Horizonte. Fez o curso secundário no Colégio Arnaldo e o superior na Faculdade de Direito da UFMG, onde foi professor. Foi secretário particular do Governador Clóvis Salgado e seu chefe de gabinete no Ministério da Educação.
      Ministro da Educação no Governo de Juscelino Kubitscheck, foi eleito Deputado Federal, em 1956 e 1960, sendo cassado pela Ditadura Militar em 1964, pelo Ato Institucional nº 1.
      Em 1989, candidatou-se para a Presidência da República pelo PMN, partido por ele fundado. Foi Secretário do Trabalho, da Assistência Social, da Criança e do Adolescente, de Minas Gerais durante o Governo de Itamar Franco. Liderou o movimento "A Nova Inconfidência", além de escrever semanalmente para vários jornais de todo o Brasil.
      Faleceu em Belo Horizonte, no dia 24 de abril de 2004.

      Visite o site dele: www.celsobrant.pro.br



      A TROCA DO CAPITALISMO LIBERAL PELO CAPITALISMO SOCIALISTA

      A cultura é o acréscimo do homem à natureza . Todos os seres vivos aceitam o mundo como ele é. Exceto o homem . Insatisfeito com o mundo , o homem resolveu ampliar os seus horizontes , utilizando-se, para isso , da sua maior descoberta , que é a liberdade . A liberdade é uma rebelião do homem contra a natureza .
      O acréscimo do homem à natureza no terreno das riquezas materiais é que constitui o capitalismo . O capitalismo é o único instrumento de criação de riqueza que o homem criou até hoje e é a parte mais valiosa e permanente da cultura humana .
      É absolutamente destituída de base a idéia de que o capitalismo é o contrário do socialismo . E a razão é simples : o capitalismo é uma teoria econômica e o socialismo , uma doutrina política . Uma teoria econômica não pode ser o contrário de uma doutrina política .
      Como todo instrumento de ação econômica , o capitalismo tem de estar a serviço de um projeto político . Os projetos políticos fundamentas são o Liberalismo ou Individualismo , e o Socialismo . O Liberalismo considera que os interesses do indivíduo podem prevalecer sobre os da sociedade . E o Socialismo acha que os interesses coletivos devem prevalecer sobre os do indivíduo . O capitalismo poderia unir-se ao Liberalismo ou ao Socialismo , isto é, servir aos interesses do indivíduo ou da sociedade . Preferiu, até aqui , fazer o jogo da minoria , que sempre controlou o processo político . Esse foi o seu grande mal , que levou a humanidade à sua atual situação de fome , miséria , ignorância , guerra e destruição .
      Caberá ao Terceiro Mundo substituir o capitalismo liberal pelo capitalismo socialista , fazendo com que as riquezas do mundo passem a servir a todos os homens , e não mais a um grupo de privilegiados.
      A Social Democracia , que é o socialismo do Primeiro Mundo , ou seja, o socialismo da Casa Grande , isto é, da minoria , não é socialismo nenhum , porque se baseia na continuidade da exploração da maioria , a senzala . Caberá ao Terceiro Mundo a criação do socialismo verdadeiro - o socialismo da senzala , em que o poder passará a servir , primeiro à maioria e, depois , à totalidade dos homens .
      Fazer socialismo na Casa Grande é fácil : trata-se, apenas , de redistribuir rendas e riquezas dentro de uma mesma família , já de si rica . Já o socialismo do Terceiro Mundo será arcado por uma imensa criação de rendas e riquezas .
      Essa revolução radical só será visível através de uma gigantesca mobilização de todos os povos e de todos os seus recursos para a criação de riqueza suficiente para tornar possível a todos os povos e a cada homem a sua plena realização .

      Jornal Diário da Tarde , 27 de fevereiro de 2004, página 02






      CIENTISTAS POLÍTICOS OU ADVOGADOS POLÍTICOS ?

      A primeira coisa que os cientistas políticos deviam aprender é que não existem cientistas políticos . Por uma razão simples : a política não é, e não poderá ser nunca uma ciência . A política não é ima ciência mas um conhecimento . A diferença entre o conhecimento e a ciência está em que esta liga-se à natureza , e aquele , ao homem . O conhecimento é um produto da cultura , e a ciência , da natureza .
      A natureza tem leis certas , necessárias , eternas e imutáveis . Do conhecimento são deduzidas leis que dependem de determinadas circunstâncias para se cumprir . As leis da natureza são certas , previsíveis; as do conhecimento , incertas, imprevisíveis , como tudo que depende do homem .
      O conhecimento está baseado na indução , partindo do princípio de que se uma experiência , várias vezes repetida, leva ao mesmo resultado , é provável que na próxima repetição , o resultado continue o mesmo . Em política , a experiência nos ensina que , em situação normal , determinados fatos se repetem.
      A política está subordinada à vontade humana e, como tal é imprevisível . Não existem lei em política , mas simples saber baseado na experiência . Os " cientistas políticos ", na verdade , são " advogados políticos ", isto é, profissionais a serviço das defesa de determinados interesses . Como os advogados, os " cientistas políticos " estão a serviço de quem lhes paga . E como quem tem melhores condições de pagar dão os ricos , os " cientistas políticos " estão, normalmente , a serviço das classes dominantes . São , na sua imensa maioria , turiferários do poder . Apesar de ser a mais importante de todas as atividades humanas, a política foi a única que não se desenvolveu como passar dos séculos . As nossas democracias , por exemplo , estão longe da primeira experiência democrática da história , a democracia direta da Grécia, quando o povo de Atenas, no século V antes de Cristo , se reunia na agora , e livremente discutia e resolvia os problemas da cidade . A democracia direta grega , na verdade , não era democracia nenhuma, pois dela só participava uma insignificante minoria da população ateniense . Era uma democracia de minoria , como aliás , todas as outras democracias que a Humanidade conheceu até aqui . E democracia de minoria pode ser tudo , menos democracia . Ao procurar se fazer passar por " cientistas políticos ", Esses advogados dos interesses das minorias buscam, na verdade , acobertar , sob o manto da seriedade científica , os seus vis propósitos de defesa de uma ordem social injusta , baseada na mais sórdida exploração do homem pelo homem . O seu objetivo não é lutar contra a alienação humana , mas ampliar os seus limites para que os donos da vida possam, tranqüilamente , desfrutar os seus privilégios . A nossa cultura é, toda ela , alienante. Quanto mais culto o homem , mais alienado por serem as informações que são lançadas no seu robô interior , na sua maioria , destorcidas. Nessa tarefa de mistificar , de enganar , de iludir , os " cientistas políticos " têm tido importante participação, ajudando a manter o povo na ignorância a fim de que as classes dominantes não se sintam ameaçadas no usufruto do poder .
      Se, ao invés de estar a serviço , permanentemente , da minoria , a política fosse usada para atender à maioria , a história da Humanidade seria outra e, há muito tempo , todos os homens já teriam tido oportunidade de viver uma vida , não digo feliz , mas mais digna de ser vivida .

      Rio , Segunda-feira , 4 de agosto de 1997








      Trechos selecionados dos livros “Teologia da Libertação versus Teologia da Submissão”e "O grande Despertar":


      DA MESMA FORMA  QUE OS NOSSOS GOVERNANTES SÃO PREPOSTOS DO IMPERIALISMO AMERICANO , NAQUELA ÉPOCA AS AUTORIDADES ERAM DELEGADOS DE ROMA

            Não é  por acaso que dois mil anos  de Cristianismo deram como resultado não uma sociedade cristã , mas uma  sociedade anticristã :  na origem de tudo vamos encontrar uma opção política inadequada. Não é verdade que  o Cristianismo se tenha conservado à  margem dos problemas políticos, já  que  sua missão é  essencialmente apostólica. Todas  as  entidades  que integram a sociedade humana estão envolvidas no processo político. Nascido dentro  de uma  realidade política , o Cristianismo dela participou sempre , de forma decisiva. Quando Cristo disse  “ dai  a Cesar o que  é  de Cesar , e a Deus o que é  de Deus”, não fez  uma opção contra  a política , mas a favor dela : mostrou que, mesmo antes de servir a Deus , e exatamente para servi-lo melhor , o homem deve cuidar do governo da Terra, do qual depende a sua felicidade e o bem-estar de todos. Da absoluta impossibilidade de separar religião e política  Cristo teve experiencia própria : a sua tarefa era mais religiosa , mas como elevar a ação religiosa sem melhorar as condições políticas ? Ainda hoje se discute se Jesus era ou não um revolucionário. Na  realidade êle o era no sentido de que, nas sociedades humanas , tais como as conhecemos , é subversivo aquele que procura fazer cumprir a lei natural. Ele mesmo o disse  no “sermão da Montanha” : Não julgueis que  vim destruir a lei ,ou os profetas. Não vim para destruí-los,  mas para dar-lhes cumprimento.”
            É fantástico como, dois mil anos passados, nada tenha mudado no mundo  e a situação do Brasil , por exemplo, seja em tudo parecida com a  da Judeia na época  de Cristo. Da mesma forma como os nossos governantes são agora   prepostos  do imperialismo americano, naquela época as autoridades eram delegados de Roma , cujos interesses deveriam ser colocados acima dos direitos do seu próprio povo. Contra isso  se colocou Cristo, não por ser um político, mas por ser um defensor do homem, da sua nobresa e da sua dignidade.Os donos do Poder sempre prestigiaram  a  religião, por ver nela um freio contra as justas aspirações do povo a uma vida mais feliz, razão por que os escribas   e os fariseus tinham as simpatias das autoridades romanas , enquanto  a pregação de Cristo era considerada subversiva. Mas, subversiva por que ? Porque ao conscientizar e mobilizar o povo Jesus nele acordava o desejo de lutar pela justiça e pela libertação.

             Jesus foi condenado por tentar subverter a religião e a ordem política na judéia. O seu processo repete o mesmo roteiro usado pelos poderosos para eliminar os que tentam contra a sua segurança : traido por Judas Iscariotes , foi preso no Jardim das Oliveiras e entregue ao Sinédrio que, depois de torturá-lo e humilha-lo, o mandou ao governador romano Pôncio Pilatos que o fez chegar ao rei Herodes . Devolvido pelo rei a Pilatos ,este pensou em castigá-lo apenas com açoites, mas pressionado pelos sacerdotes , o povo exigiu que cristo fosse crucificado. Entre a libertação de Barrabás , o ladrão, e Cristo , o justo , o povo, açulado pelos sacerdotes , preferiu a libertação de barrabás.




             O grande desafio que nós, brasileiros, temos de enfrentar, é acabar com a alienação política, fonte dos maiores males da Humanidade , berço da  injustiça, da fome e da miséria, geradora de todas as  guerras e do descompasso entre o que desejamos e o que fazemos. No momento em que  se abre mão  do seu poder político, o homem  passa  a ser um objeto, perdendo o sentido da sua grandeza. O alienado político é  um escravo no sentido de que transfere para outra pessoa as decisões fundamentais de sua vida. Assemelha-se a  um tutelado ou curatelado , incapaz de defender os seus interesses  vitais e de fazer valer os seus direitos  imprescritíveis. 
             O exercício do poder político é tão  importante para o homem quanto  o direito de  respirar.A sua expressão , numa democracia, não é  apenas o direito de votar e de ser votado,  mas a plena participação na  vida pública. o poder político é  a soma de todos os poderes. todos os seguimentos da sociedade devem organizar-se e defender os seus pleitos e interesses , e apresentar sugestões para a solução  dos problemas gerais. Os partidos políticos  devem ser fortes e bem estruturados, poisn são os sustentáculos da democracia. Uma vezn vitoriosos e no poder, esses partidos deixam de representar os grupos que os elegeram e passam  a  atuar em nome da coletividade ,como um todo. Só  o atendimento aos anseios gerais , aos interesses  e às necessidades coletivas , dá  legitimidade ao governo.
       
      .............................................................................................................................................................................................................................
       
             O primeiro passo para a salvação da humanidade está na desmilitarização do mundo. Depois da invenção da bomba atômica , a manutençao dos exércitos é  um anacronismo. Um anacronismo caro e odioso , pois, destituídos da  finalidade militar, os exércitos passam a realizar tarefas espúrias . Nenhum país pode falar  mais em "defesa nacional" , pois não há mais defesa segura para qualquer nação. Iiniciado o ataque nuclear , o máximo que  o país agredido pode pretender, é que desapareça junto com êle o agressor , o´que é um triste consolo. 
       
       
      A   AUTOMOBILIZAÇÃO 


      Da mesma forma que qualquer marcha começa pelo primeiro passo, toda mobilização tem início com a automobilização. Por melhores que tenham sido suas condições  de berço  e de educação , cada homen realiza , na vida , 30% do que  poderia realizar. Mas há  homens que se realizam plenamente e alguns vão além do limite  natural dos 100%. È  o caso , por exemplo, de Maomé, que , embora jamais tivesse frequentado uma escola e fosse analfabeto, transformou-se no autor do mais importante  livro da lingua árabe e no grande líder do seu povo.
            Foi só aos quarenta anos de idade que Maomé tomou conhecimento da sua  missão, através de aviso que  lhe foi trazido por um mensageiro celestial depois identificado como o Arcanjo Gabriel. Encontrava-se, então, em retiro espiritual nos desfiladeiros  do Monte  Hira , nos arredores de Meca. Era o mes  de Ramadan. 
            Certa noite, tendo adormecido na caverna, surgiu-lhe o mensageiro, que já o havia visitado antes, trazendo dessa vez um pedaço de tecido com  algumas inscrições.
            - Igrá !  ( Lê ! )  - ordena-lhe  o mensageiro.
            - Não sei  ler ! -  responde Maomé .
           O mensageiro lança-se sobre êle, sobre êle, subjuga-o , envolve seu pescoço com o pano , como  se fosse sufocá-lo e, soltando-o, repete a ordem :
           - Ingrá !
           Não sei ler!  torna a responder.
           O mensagerio novamente o aperta, como se fosse estrangulá-lo.
           - Ingrá ! - repete pela terceira vez.
            - Como posso ler ? - geme Maomé , cada vez mais aturdido.
           - Ingrá ! - ordena  a estranha criatura, ainda mais ameaçadora , mas sentindo que alcançava,enfim , o seu objetivo.
           Maomé leu,  então, por revelação :  
           Lê o nome do Senhor, que criou,
           que criou o homem do nada.
           Lê , o teu  Senhor é  o mais generoso. 
           È aquele que instruiu o homem com  a pena,
           que   ensinou o homem  aquilo que êle não sabia !

           Ao ler  essa palavra, Maomé  sentiu-se  como que iluminado por uma luz  celestial .
           Percebeu que  havia sido escolhido por Deus para uma alta e nobre missão : a de guiar o seu povo no caminho da salvação. De repente , o emissário desapareceu, êle acordou, abriu o olhos e sentiu que o mundo em que despertava era diferente daquele em que havia adormecido. 
           Isso  aconteceu no ano 610  da era cristã.
           Por motivo alheio á  sua vontade Caaba , eram adorados 365 deuses. Maomé  substituiu  esses numerosos deuses por um só :  quem  ama um único Deus é mais forte do que quem ama vários.

           Esse exemplo de automobilização talvez seja o mais extraordinário da história humana e, para explicá-lo o próprio  Maomé apelava para a intervenção divina : o que êle ditava aos escribas lhe era sussurrado ao ouvido por uma voz mais alta.
                                                                                                xxxXXXxxx
       



      É HORA  DE DESMASCARAR MAOMÉ - O PERIGO ISLÃMICO - AUTOMOBILIZAÇÃO

      Geert Wilders, quarta-feira, 31/03/2011

      Para saber por que o Islam é um perigo mortal, deve-se considerar não só o Corão, mas também o caráter de Maomé, que concebeu o Corão e o Islam em sua totalidade.

      O Corão não é só um livro. Os muçulmanos acreditam que o próprio Alá o escreveu e que ele foi ditado a Maomé na versão original, o Umm al-Kitab, que fica sobre uma mesa no Céu. Consequentemente, não se pode discutir seu conteúdo. Quem ousaria discordar do que o próprio Alá escreveu? Isto explica muito do comportamento maometano, da violência da jihad ao ódio e à perseguição aos judeus, cristãos e outros não-muçulmanos e apóstatas. O que nós no Ocidente consideramos anormal é perfeitamente normal para o Islam.

      Um segundo problema insuperável para o Islam é Maomé. Ele não é qualquer um. Ele é al-insan al-kamil, o homem perfeito. Para se tornar muçulmano, deve-se pronunciar a Shahada (o credo muçulmano). Ao prounciar a Shahada, a pessoa testifica que não há deus que mereça ser adorado, exceto Alá, e testifica que Maomé é seu servo e mensageiro.

      O Corão e, portanto, Alá, estabelecem que a vida de Maomé deve ser imitada. As consequências disto são horrendas e podem ser testemunhadas em uma base diária.

      Muito se analisou a sanidade mental de Maomé. Apesar de todas as pesquisas disponíveis, elas raramente são mencionadas ou debatidas. É tabu discutir a verdadeira natureza do homem que um bilhão e meio de muçulmanos ao redor do mundo consideram um profeta sagrado e um exemplo a ser seguido. Este tabu deve ser quebrado no Ocidente e aqui nos Países Baixos.

      Ali Sina é um ex-muçulmano iraniano que fundou a organização de apóstatas do Islam Faith Freedom International. Em seu último livro, ele sustenta que Maomé é um narcisista, um pedófilo, um assassino em massa, um terrorista, um misógino, um parasita, um líder de culto, um louco, um estuprador, um torturador, um assassino e um saqueador. Sina ofereceu 50 000 dólares para quem puder provar o contrário. Ninguém ainda reclamou a recompensa. E não é de se admirar, já que a descrição se baseia nos próprios textos islâmicos, como os hadiths, as descrições da vida de Maomé a partir do testemunho de seus contemporâneos.

      O Maomé histórico foi o líder selvagem de uma gangue de assaltantes de Medina. Sem escrúpulos, eles saquearam, estupraram e assassinaram. As fontes descrevem as orgias de selvageria em que as gargantas de centenas de pessoas foram cortadas, mãos e pés foram amputados, olhos foram arrancados, tribos inteiras massacradas. Um exemplo é a extinção da tribo judia de Banu Qurayza, em Medina, em 627. Um dos que arrancou suas cabeças foi Maomé. As mulheres e crianças foram vendidas como escravas. Ao nos depararmos com a loucura dos terroristas islâmicos de hoje, não é difícil descobrir de onde esta loucura vem.

      Em Viena, a ativista de direitos das mulheres Elisabeth Sabaditsch-Wolff foi recentemente condenada a pagar uma multa por insultar uma religião, ao chamar Maomé de pedófilo. Entretanto, isto é verdade. Vários hadiths contêm testemunhos da esposa favorita de Maomé, a esposa-criança Aisha. Aisha literalmente diz: "O profeta me desposou quando eu tinha seis anos de idade e teve relação comigo quando eu tinha nove."

      De acordo com o historiador Teófanes (752-817), Maomé era epilético. Crises de epilepsia às vezes são acompanhadas por alucinações, transpiração na testa e espuma na boca, os mesmos sintomas que Maomé apresentava durante suas visões.

      Em seu livro "The Other Muhammad" [O outro Maomé] (1992), o psicólogo flamengo dr. Herman Somers conclui que, na casa dos quarenta anos, o "profeta" começou a sofrer de acromelagia, uma doença causada por um tumor na glândula pturitária, um pequeno órgão situado logo abaixo do cérebro. Quando o tumor na glândula pturitária causa pressão demais no cérebro, a pessoa começa a ver e ouvir coisas que não estão lá. Eis o diagnóstico psico-patológico da doença de Maomé, segundo Somers: distúrbio alucinatório orgânico com características paranóicas.

      O historiador médico Armin Geus fala de uma esquizofrenia alucinatória paranóica. Uma análise similar pode ser encontrada no livro "The Medical Case of Muhammad" [O caso clínico de Maomé], do dr. Dede Korkut.

      Em seu livro "Psychology of Mohammed: Inside the Brain of a Prophet" [A psicologia de Maomé: Por dentro do cérebro de um profeta], o Dr. Masud Ansari chama Maomé de "a encarnação perfeita de um psicopata no poder." Maomé tinha uma personalidade paranóica fora de controle, com um complexo de inferioridade e tendências megalomaníacas. Na casa dos quarenta anos, ele começa a ter visões que o levam a acreditar que ele tem uma missão cósmica e que ninguém vai detê-lo.

      A verdade nem sempre é agradável ou politicamente correta. Com base nas pesquisas acima mencionadas, pode-se sustentar que o credo islâmico obriga um bilhão e meio de pessoas ao redor do mundo, incluindo o milhão vivendo nos Países-Baixos, a tomarem Maomé como seu exemplo. Não há retorno depois que uma pessoa se torna muçulmana, pois embora o artigo 18 da Declaração Universal dos Direitos Humanos afirme que toda pessoa tem o direito a "mudar sua religião ou crença", no Islam há a pena de morte por deixar a fé.

      Quem quer que expresse críticas ao Islam e a Maomé está em grave perigo pessoal -- como é o meu caso. E quem quer que tente escapar da influência do Islam e de Maomé corre risco de vida. Não podemos continuar a aceitar este estado de coisas. Um debate público sobre a verdadeira natureza e o caráter de Maomé podem resultar na conscientização e no apoio aos muçulmanos do mundo inteiro que desejam deixar o Islam.

      Os apóstatas são heróis e mais do que nunca eles merecem o apoio dos que amam a liberdade em todo o mundo. Os partidos políticos não devem interferir neste assunto. É hora de nós ajudarmos estas pessoas, expondo Maomé.

      Geert Wilders é deputado nos Países-Baixos. Ele é presidente do Partido da Liberdade (PVV)

      xxxxxxxxxxxxxXXXXXXXXXXXXxxxxxxxxxxxx



      Mobilização

      O QUE É A MOBILIZAÇÃO 
      :: Instrumento cívico de conscientização de massas, direcionado para objetivos programáticos.
      :: Mobilizar é trazer mais um irmão brasileiro para integrar a força que irá se espalhar por todos os Bairros, Vilas, Municípios e Estados, pressionando os poderes a acatarem as decisões e reivindicações populares.
      :: É fiscalizar, denunciar os corruptos e exigir de governantes e funcionáros públicos, o respeito ao povo e o fiel cumprimento de suas obrigações, sem esperar dos cidadãos qualquer tipo de recompensa ou vantagem pessoal.

      COMO MOBILIZAR
      :: Em primeiro lugar, é preciso se integrar aos princípios filosóficos, programáticos, humanistas, patrióticos e fraternais com seus semelhantes.
      :: O Mobilizador deve se interessar por todos os problemas que afligem a sociedade brasileira, ainda que aparentem ser apenas de âmbito local.
      :: O Município é a célula mater da Nação. O Brasil é constituído de mais de 5.000 municípios. O conjunto de micros problemas forma um macro problema.
      :: O imobilismo da população em relação aos problemas de seu município, leva ao agravamento da questão e a sua extrapolação, passando a afetar outros municípios circunvizinhos.
      :: O imobilismo em relação aos problemas regionais, tende a afetar a situação de vida em outros Estados, levando um grande número de pessoas a viver em condições sub-humanas.
      :: O imobilismo em relação aos problemas nacionais, desorganiza a sociedade e gera o caos social.
      :: O Mobilizador deve aproveitar todas as oportunidades que tiver, sem se importar com o número de pessoas (uma ou cem), para transmitir a mensagem política 
      :: O Mobilizador deve ser paciente com o seu interlocutor, otimista, transmitir confiança e certeza de que tudo depende da MOBILIZAÇÃO DO POVO.
      :: Enquanto as pessoas estiverem isoladas, cada qual tentando resolver seus problemas individuais, alienadas em relação a sociedade na qual vivem, estarão neutralizadas e enfraquecidas, permitindo que as elites que se alimentam desse caos, permaneçam no poder.
      :: MOBILIZADOR; lembre-se que somente a união produz a força que gera a felicidade e a sua segurança.

      QUEM NÃO SE PROGRAMA É PROGRAMADO
      CONSCIENTIZE-SE E MOBILIZE-SE
      AJUDE A CONSCIENTIZAR E MOBILIZAR
       
       ENSAIOS DE ROBERT G. INGERSOLL     SOBRE A BÍBLIA SAGRADA 

      Robert Green Ingersoll (1894) 

      Tradução: Afonso M. C. Amorim 

      Fonte: 
      infidels.org/library/historical/robert_ingersoll/about_the_holy_bible.html


      Alguém tinha de dizer a verdade sobre a Bíblia. Os padres não ousariam, porque seriam expulsos de seus púlpitos. Professores nas escolas não ousariam porque assim, perderiam seus salários. Políticos não ousariam. Eles seriam derrotados. Editores não ousariam. Perderiam seus leitores. Comerciantes não ousariam. Perderiam seus clientes. Homens da alta sociedade não ousariam. Perderiam prestígio. Nem balconistas ousariam. Eles seriam dispensados. 
      Então, decidi eu mesmo fazer isto. 
      Há milhões de pessoas que acreditam que a Bíblia é a palavra inspirada de Deus -- milhões que crêem que este livro é um cajado e uma guia, conselheiro e consolador, que ele preenche o presente com paz e o futuro com esperança -- milhões crêem que ele é a fonte da lei, da justiça e piedade, e que através de seus sábios e benignos ensinamentos o mundo conquistou sua liberdade, riqueza e civilidade -- milhões que imaginam que este livro é uma revelação da sabedoria e amor de Deus na mente e coração do homem -- milhões que têm neste livro como uma tocha que conquista a escuridão da morte e que 
      derrama seu brilho numa outra vida -- uma vida sem lágrimas. 
      Eles esquecem sua ignorância e selvageria, seu ódio à liberdade, sua perseguição religiosa; eles lembram do céu mas esquecem as masmorras do sofrimento eterno. Eles esquecem que este livro aprisiona a mente e corrompe o coração. Esquecem que ele é inimigo da liberdade de pensamento. Liberdade é minha religião. Liberdade de mãos e mente -- de pensamento e trabalho. Liberdade é uma palavra odiada pelos reis. Abominada pelos papas. É uma palavra que abala coroas e altares. É uma palavra que já deixou coroados sem súditos, e as mãos estendidas da superstição sem esmolas. Liberdade é o fruto da justiça. O perfume da piedade. Liberdade é semente e solo, o ar e a luz. O orvalho e a chuva do progresso, amor e alegria. 
      I - A ORIGEM DA BÍBLIA 
      Algumas famílias de viajantes -- pobres, esfarrapados, sem educação, arte ou poder; descendentes daqueles que foram escravizados por centenas de anos; ignorantes como os habitantes da África Central e recém-fugidos dos seus senhores no deserto de Sinai. Seu comandante era Moisés, um homem que havia sido educado pela família do faraó que havia aprendido a mitologia e as leis do Egito. Com o propósito de controlar seus seguidores ele fingiu que fora instruído e assistido por Jeová, o deus dos fugitivos. Tudo o que acontecia era atribuído à interferência do seu Deus. Moisés dizia que encontrara esse Deus cara a cara; que no topo do Monte Sinai ele recebera as tábuas de pedra nas quais, pelos dedos de Deus, os dez mandamentos haviam sido escritos, e que Jeová havia dito quais os sacrifícios e cerimônias que o agradavam e quais as leis que deveriam governar esse povo. 
      Deste modo a religião judaica e o código de leis foram estabelecidos.  Não foi dito que esta religião e esse código de leis se estenderiam a toda a humanidade.  Naquela época esses andarilhos não tinham qualquer relacionamento com outros povos. Não havia linguagem escrita, eles não sabiam ler ou escrever. Não havia meios de trazer essas mensagens a outros povos, de modo que elas ficaram enterradas no linguajar dessas tribos ignorantes, miseráveis e desconhecidas por mais de dois mil anos.  Muitos séculos depois de Moisés, o líder, estar morto, muitos séculos depois que todos os seus seguidores já não mais existissem, o Pentateuco foi escrito, o trabalho de muitos escribas, e para dar força e autoridade, disseram que Moisés fora o autor.  Sabemos hoje que o Pentateuco não foi escrito por Moisés.  Cidades são mencionadas que não existiam na época em que Moisés viveu.  Dinheiro, cunhado séculos após sua morte, é citado.  Então, muitas regras não se aplicavam a viajantes do deserto -- leis sobre agricultura, sobre o sacrifício de bois, ovelhas e bezerro, sobre tecelagem de roupas, sobre colheitas, sobre o preparo de sementes, sobre casas e templos, sobre cidades e refúgios, e sobre muitos outros assuntos que nada diziam respeito a migrantes famintos do deserto e das pedras.  Hoje admitem os Teólogos inteligentes e honestos que Moisés não foi o autor do Pentateuco, mas todos admitem que ninguém sabe quem eram os autores, quem escreveu qual daqueles livros, este ou aquele capítulo e linha. Sabemos que os livros não foram sequer escritos numa mesma geração. Que não foram escritos por uma só pessoa. Que está repleto de erros e contradições. Sabe-se que Josué não escreveu o livro que leva seu nome porque trata de eventos que ocorreram muito tempo após sua morte.  Ninguém conhece ou finge conhecer o autor dos julgamentos; o que sabemos é que foi escrito séculos após os julgamentos deixarem de existir. Ninguém conhece o autor de Ruth, nem o primeiro e segundo de Samuel; o que sabemos é que Samuel não escreveu os livros que levam seu nome. No 28º capítulo do primeiro Samuel é citada a criação de Samuel pela bruxa de Endora.  Ninguém sabe quem foi o autor do primeiro e segundo livro dos reis ou o primeiro e segundo livro das Crônicas; tudo o que sabemos é que esses livros são de nenhum valor.  Sabemos que os Salmos não foram escritos por David. Nos Salmos a escravidão é citada, e isto não aconteceu até quinhentos anos após David ter ido dormir com seus pais.  Sabemos que Salomão não escreveu os livros dos Provérbios ou as Canções; que Isaías não foi o autor do livro que leva seu nome; que ninguém sabe o autor de Eclesiastes, Jó, Ester, ou qualquer outro livro do Velho Testamento, com exceção de Ezra.  Sabemos que Deus não é mencionado ou de qualquer outra maneira citado no livro de Ester. Sabemos também que o livro é cruel, absurdo e impossível.  Deus não é mencionado no salmo de Salomão, o melhor livro do Velho Testamento.  E sabemos que Eclesiastes foi escrito por um não-crente.  Sabemos que os judeus não decidiram qual dos livros eram inspirados -- autênticos -- até o segundo século depois de Cristo.  Sabemos que a idéia da inspiração teve um crescimento gradual, e que a inspiração havia sido determinada por aqueles que tinham certos fins a atingir. 


      Para continuar a leitura visite o site http://www.mphp.org/racionalismo/sobre-a-biblia-sagrada---robert-g.-ingersoll.html


      O filósofo e escritor suíço Alain de Botton propôs a construção de um prédio de mais de 45 metros de altura que serviria como uma espécie de templo para ateus. O templo seria construído no coração ...

      Todo dia, quase três mil pessoas tiram a sua vida no mundo inteiro. A Bíblia identifica um dos principais motivos de tantas pessoas chegarem a esse ponto. 
      Ela explica que vivemos em "tempos críticos, difíceis de manejar". As pessoas sofrem muito com as pressões do dia a dia. (2Timóteo 3:1; Eclesiastes 7:7) 
      Quando alguém se sente sufocado pelas ansiedades da vida, ele talvez pense em cometer suicídio como uma forma de fugir do sofrimento.
      VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHO– Você talvez ache que não há saída para a sua situação, mas lembre-se de que você não está sozinho e que infelizmente quase
       TODO MUNDO, está passando por algum tipo de problema.
      A Bíblia diz: "Toda a criação junta persiste em gemer e junta está em dores até agora.” (Romanos 8:22) É verdade que você talvez não consiga ver uma
       solução imediata para seu problema, mas as coisas costumam melhorar com o passar do tempo. Enquanto isso, o que pode ser de ajuda?...
      Frequentar as reuniões  da Igreja Unitarista - Rua Perdões, 125 pode resolver

      ****************************************************************************************************************************

      695 Elmwood Ave
      Buffalo, NY 14222
      (716) 885-2136


       
      Picture
      OUR MISSION

      Gather – Inspire – Transform.

      We gather in loving community, inspiring one another

      to transform ourselves to create a more just and compassionate world.
      Picture

      Welcome

      We are a compassionate, thoughtful, and diverse religious community who nurture and challenge each other to deeper understanding, meaning and purpose in our lives.  We use our hearts and our heads (and a good dose of humor) to make a difference not only in our lives, but the lives of those beyond our doors.   We encourage you to learn more about our beliefs, our services, and our history in the About Us section.  Visitors are always warmly welcomed to our worship services!

      UU World, the Magazine of the UUA

      Coming Sunday

      November 10, 11:00 am 
      Differences
      Members of the Access and Inclusion Team  

      Everyone has their own gifts in this beloved community, and everyone is unique.  How do we celebrate all our gifts, and honor our differences, working together to create a more just and compassionate world?                                                                                                                                                                                      
                                  

      Picture
      We meet for worship eachSunday at 11:00 AM.
      You may enter the church either through the Sanctuary doors that face onto West Ferry Street, or through the Garden Entrance (handicap accessible) that is set back from the sidewalk at West Ferry and Elmwood Avenue, inside our lawn and garden area. We have a welcome station with a greeter at both entrances, where you may get a name tag and find out what you would like to know about the church.
      Picture
      Stewardship and the 2014
      Annual Budget Drive – IMAGINE!

      Picture
      Each year, the members of the congregation are asked to make a pledge of financial support, letting the church know the level of their giving for the coming year. This process allows church leaders to prepare a budget, approved by the congregation, to fund the activities and programs of the church.  TheFair Share Giving Guide provides suggested giving levels to reflect your commitment and ability to do your fair share in supporting the church. 

      UUCB 2014 Annual Budget Drive is underway!

      ·        Our Visiting Stewards are busy arranging visits and having great conversations!

      ·        If a Visiting Steward does not reach out to you, rest assured that you are not forgotten.  The Stewardship Team aims to connect with you at a special Stewardship Souper Sunday on Nov 10.  We’ll have conversations at the tables and deliver your budget drive packet.   Please join us! 

      ·        Those we don't connect with either during a visit or on Nov 10 will have their packet mailed to them on Nov 12. 

      ·        As you consider your commitment for 2014, please review theFair Share giving guide 

      If you have any questions please contact Becky Humphrey at 698-8315 or Josh Layton at 716-885-2136 ext 4. 

      Thank You!

      Imagine our future. 
      Imagine a wildly successful 2014 Budget Drive. 
      Imagine your part in that!

      Sharing the November Plate with Tonawanda Community Fund

      In keeping with our mission to create a more just and compassionate world, the Unitarian Universalist Church of Buffalo shares our weekly collection plate with a local agency, living out our generosity in the Buffalo community. The November share-the-plate recipient is the Tonawanda Community Fund (TCF), which provides resources and funding for Citizen Science. Citizen Science empowers people to scientifically investigate their air, soil, or water to help them address issues of concern. Read More...
      Picture
      Poinsettia & Wreath Sale
      The holidays are approaching and it is time to order our wreaths and poinsettias. The poinsettias are florist grade, and the wreaths are made specifically for us just before they are delivered. They smell so fresh!Click here for an order form. Send the order to the church office with your money, or order your holiday decorations during coffee hour Nov. 10, 17, 24 or December 1.



      •  
        •  
            Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que vêm com espírito cansado buscando repouso.
            Quem vêm com problemas que são muito com você,
            Quem vir dor e medo
            Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que vêm com esperança em seu coração.
            Quem vem com antecipação em sua etapa, que vêm orgulhoso e alegre.
            Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que são buscador de uma nova fé.
            Quem vem para investigar e explorar, que vêm para aprender.
            Nós oferecer-lhe as boas-vindas, que entram nesta sala como um regresso a casa,
            Que encontraram aqui espaço para o seu espírito. Quem encontrar neste povo uma família.
            Seja você quem for, seja qual for você é, onde você estiver em sua viagem,
            Nós oferecer-lhe as boas-vindas
            Um ser humano é uma parte do todo chamado por nós universo, uma parte limitada no tempo e no espaço. Um experimenta a si mesmo, os nossos pensamentos e sentimentos como algo separado do resto, uma espécie de ilusão de ótica de nossa consciência. Esta ilusão é uma espécie de prisão para nós, restringindo-nos aos nossos desejos pessoais e à afeição para algumas pessoas mais próximas a nós. Nossa tarefa deve ser a de nos livrarmos dessa prisão, ampliando o nosso círculo de compaixão para abraçar todas as criaturas vivas e toda a natureza em sua beleza. Isto é o que eu chamo de Hotelaria, oferecendo a nossa casa, esta terra, este universo para todos aqueles que compartilham conosco.

            Em tempos de escuridão nós tropeçamos em direção à pequena chama.

            Em tempos de frio buscamos o fogo de aquecimento.

            Em tempos de repressão chegarmos para a lâmpada da verdade.

            Em tempos de perda de orarmos pelos luz reconfortante.

            Em tempos de alegria podemos acender uma vela de celebração.

            Espírito da Vida, como acender a luz, nos ajudar a encontrar o que precisamos neste dia.

            No silêncio deste lugar e no espírito desta comunidade em que compartilhar e encontrar força vamos orar. A oração não pode trazer água para a terra seca, não parar uma inundação que ruge, nem consertar uma ponte quebrada, nem reconstruir uma cidade em ruínas, mas a oração pode molhar uma alma árido, mudar a maré em direção, justiça consertar um coração partido e reconstruir uma vontade enfraquecer. Oremos.
            Nós convidamos você a compartilhar suas alegrias e preocupações desde a nossa última reunião
            1. Digite, se alegrar e entrar. Enter, se alegrar e entrar.
            Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
            2. Abra seus ouvidos para a música. Abra seus ouvidos para a música.
            Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
            3. Abra o seu coração ev'ryone. Abra o seu coração ev'ryone.
            Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
            4. Não tenha medo de alguma mudança. Não tenha medo de alguma mudança.
            Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
          •  
              Chorus Hoje vai ser um dia alegre; entrar, se alegrar e entrar.
          • 5. Digite, alegrem-se e entrar.
          •  
              Outras crenças são expansivos e liderar o caminho em simpatias mais amplas e profundas.
          • Algumas crenças são como jardins murados. a incentivar a exclusividade, e a sensação de estar especialmente privilegiada.
          •  
              Outras crenças são como a luz do sol, abençoando as crianças com o warmthe da felicidade.
          • Algumas crenças são como sombras, cloouding dias das crianças com os temores de calamidades desconhecidos.
          •  
              Outras crenças são ligações em uma comunidade mundial, onde as diferenças sinceras embelezar o padrão.
          • Algumas crenças são divisivo, separando a salvo dos que não foram salvos, os amigos dos inimigos.
          •  
              Outras crenças são como gateways de abertura vistas largas para a exploração.
          • Algumas crenças são como antolhos, desligar o poder de escolher o seu próprio caminho.
          •  
              Outras crenças nuture auto-confiança e enriquecer o sentimento de valor pessoal.
          • Algumas crenças enfraquecer a individualidade de uma pessoa. Eles assolar o crescimento de desenvoltura.
          •  
              Outras crenças são maleáveis, como o jovem rebento, cada vez maior com o impulso para cima de vida.
          • Alguns veliefs são rígidas, como o corpo da morte, impotente num mundo em mudança
            Pense em um momento em que você se sentiu realmente bem-vindas. Talvez ele estava voltando para casa depois de um longo tempo afastado. Talvez alguém te levou em quando você estava longe de casa. Reviver esses sentimentos por um momento. Sinta-se que o calor de novo; ver esses sorrisos e sentir aqueles braços abraçando você. Que presente é para ser bem-vindas.

            Hospitalidade, a verdadeira hospitalidade, é emocionalmente poderoso. Ela toca algo muito profundo em nós, o nosso profundo desejo humano sentir-se aceito, de pertencer, de ser amado, para se sentir seguro, para ser valorizado e respeitado.

            A hospitalidade não é algo a ser proclamada; deve ser vivida. Hospitalidade é tanto uma disciplina espiritual e uma expressão de saúde espiritual. Se eu sentir raiva, mágoa, mal amada, ou alienados Eu não posso oferecer uma recepção calorosa. Por outro lado, se eu estou em paz, cheio de alegria por estar vivo, consciente de que me rodeiam com compaixão em meu coração, em seguida, hospitalidade flui naturalmente e, inevitavelmente, das profundezas do meu ser.

            O que é verdade de um indivíduo também é verdade de uma comunidade. A congregação em que as pessoas não se amar de verdade o outro, não é provável que exalam calor. A congregação que é auto-absorvida e desconectado de sua comunidade não pode oferecer hospitalidade religiosa. A hospitalidade é o amor em ação.

            Grandes tradições religiosas do mundo há muito tempo afirmou a ligação entre religião e hospitalidade. Ambos os hebreus e cristãos escrituras nos admoestar para acolher o estrangeiro como um convidado. Escrituras hebraicas, recordando a opressão aos filhos de Israel sofreu como estrangeiros, ensina-nos a amar o estranho, o outsider. O Livro de Levítico instrui o povo, «Amarás o estrangeiro como a ti mesmo, pois estrangeiros fostes na terra do Egito."

            Os ensinamentos de Jesus estender essa tradição. Jesus e seus seguidores foi além de boas-vindas do estrangeiro para a prática mais radical de acolher os marginalizados: crianças, mulheres, coletores de impostos, os pobres, os leprosos, prostitutas e até mesmo inimigos.Na visão de Jesus sobre o Reino de Deus, não há estrangeiros. Somos todos filhos de Deus e somos todos amados.

            A tradição budista chega a um lugar semelhante por um caminho diferente. Em alguns aspectos, a perspectiva budista é o mais radical. O budismo ensina que a própria distinção entre um grupo e outro, entre privilegiada e de fora, entre o cidadão eo estrangeiro é uma ilusão perigosa.

            O professor budista Thich Nhat Hanh renomado ensina que no Budismo não existe tal coisa como um indivíduo. Seu ponto é que estamos tão profundamente ligadas pela história, cultura, biologia e nossa interdependência que a própria noção de um indivíduo separado é falsa.A consciência profunda, a iluminação espiritual e cognitivo, revela que somos parte de uma unidade maior.

            Na tradição budista, nossas conexões são reais; nossas separações são uma ilusão. Quando cremos na ilusão da separação, não só nós mesmos nos enganamos, mas seguimos um caminho que nos trará grande sofrimento. Se você e eu estamos em última análise, conectado, você não pode ser outra. Você não pode ser um alienígena, um estrangeiro. Se eu não sei você, eu ainda não sei uma parte do meu eu.Quando você e eu estamos separados, nenhum de nós é todo.

            Hospitalidade, a verdadeira hospitalidade, não é uma obrigação. Não é um dever. A verdadeira hospitalidade é uma prática espiritual, a prática religiosa. Como a meditação ou oração, hospitalidade nos conecta com uma verdade profunda e compaixão que transcender nossos eus. Nosso senso de isolamento e individualismo é uma ilusão que nos separa o que é real, verdadeira, amorosa, e sagrado na vida.

            Existem mil maneiras de praticar a hospitalidade. Em primeiro lugar, podemos começar por ser aberto e amoroso com aqueles que já sabemos, deixando-nos vulneráveis ​​e estendendo-nos aos outros. Mas nós não pode e não deve parar por aí. Se pararmos lá, desenhar um círculo que mantém os outros de fora, um círculo que nos desconecta. Temos de ir muito mais longe.

            A verdadeira hospitalidade religiosa estende a mão para aqueles que ainda não conhecem. Isso pode ser tão simples como cumprimentar os que estavam sentados perto de você no domingo de manhã e trabalhar até a coragem de falar com um estranho na hora do café.Significa calorosas boas-vindas àqueles que vêm à procura de uma casa religiosa. Como Universalistas Unitários, nós respeitamos busca de cada pessoa de verdade e significado. E como mordomos da hospitalidade, podemos estar prontos para olhar para cada face face a outro, para ver o divino em cada pessoa.

            Mas também temos de tomar a prática espiritual de hospitalidade além da segurança de nossas comunidades religiosas. Nossa prática deve estender-se a abrir nossos corações para estranhos longo de nossas vidas.

            O verdadeiro desafio para nós, o trabalho pesado espiritual, vem quando nos deparamos com pessoas que parecem ser diferentes de nós mesmos. Pessoas que percebemos teste como diferente o nosso desenvolvimento espiritual e nos ajudar a desenvolver espiritualmente.Precisamos praticar a abertura para as pessoas que nos fazem desconfortáveis: pessoas que vêm de um grupo étnico diferente; pessoas muito mais velhas ou mais jovens; pessoas que são homossexuais, heterossexuais, ou conservador; pessoas que acreditam em coisas loucas ou estão mentalmente doentes. Quando acolhemos o que é desconfortável, nós crescemos.

            A melhor razão para estender a mão não é ajudar outra pessoa; é para fazer-nos todo. Chegar nos liberta da prisão do eu. Estender a mão com amor nos liberta do individualismo e narcisismo.

            Com o amor vem a compreensão, e com o entendimento vem o amor. Em última análise, o amor ea compreensão são um. A iluminação, o Buda falou sobre o Deus que é amor na tradição cristã são um. Quando fazemos verdadeira conexão tocamos o que é santo. Hospitalidade é o início da viagem; é a promulgação de nossa fé Universalista unitária.

            A fome de verdade comunidade religiosa, para conexão e compromisso, é difundida em nosso tempo. Nosso futuro depende de nós pode se conectar com as pessoas ao nível de seus mais profundos anseios e aspirações mais altas. Somos chamados a alimentar os famintos espiritualmente e para oferecer um lar para o religiosamente desabrigados. E, no processo, que são enriquecidos em espírito.

            Alguém, um parente perdido há muito tempo da família humana, está entrando em nossas vidas. Isso acontece todos os dias. Na igreja, isso acontece todos os domingos. Que você e eu estar lá, com a antecipação em nossos corações, sorrisos em nossos rostos, nossos olhos prontos para atender verdadeiramente os olhos do outro, e os nossos braços estendidos, dizendo: "Bem-vindo, bem-vindo."

            Domingo de manhã é dito ser o momento menos diversificada. Locais de Culto tendem a ser pouco acolhedor para o estrangeiro, se essas pessoas são vistas como diferentes, não cabendo dentro. O que podemos nós, como uma comunidade religiosa não para ajudar a tornar os recém-chegados se sentir mais bem-vindo?

            O que você acha sobre a hospitalidade como uma prática espiritual?

            Se, aqui, você encontrou a liberdade, a levá-la com você para o mundo. Se você encontrou o conforto, ir e compartilhá-lo com outras pessoas. Se você sonhou sonhos, ajudar um ao outro, para que possam se tornar realidade! Se você conhece o amor, dar alguma volta a um mundo ferido e sofrendo. Vai em paz.

          •  
            •  
              •  
                  E o oposto da vida não é a morte, é a indiferença. "- Elie Weisel
              • O oposto da fé não é heresia, é a indiferença.
            • O oposto da arte não é a feiúra, é a indiferença.
          • O oposto do amor não é o ódio, é a indiferença.
          •  
            •  
              •  
                •  
                    O fogo de compromisso e compaixão compartilhada desta comunidade.
                • Ou
              • O espírito de gratidão,
            • O calor da comunidade,
          • E agora nós extinguir o nosso cálice, mas não:A luz da esperança, esperança de mudança que traz novas bênçãos em nossas vidas e as vidas daqueles ao nosso redor continua a brilhar, eu levo a esperança em nossos corações até que estejamos juntos novamente.
          •  
            •  
                Em todos os lugares, em todos os lugares, você pode ir
            • Que o amor de Deus está ao seu redor
          • Vá agora em paz, agora Vá em Paz,
        • Bem-vindo: Nós lance você Bem-vindo   por Richard S. Gilbert

          Abrindo Palavras:


          Iluminando o Chalice : Brian Kiely

          Oração: (seguido de um momento de meditação silenciosa)

          Alegrias e Preocupações:: (Nós jogamos uma pedrinha para esta tigela cheia de água, para simbolizar os nossos pensamentos, que se movem em anéis circulares eternamente, como ondas concêntricas.)


          História para todas as idades:  (as crianças vão para a Educação Religiosa no final da história e os adultos cantar nosso hino de Hospitalidade)

          Hino: STLT # 361 Enter, Rejoice, Come In     Enter, se alegrar e entrar.     


          Leitura Alternada: STLT # It Matters Que Acreditamos

          Sophia Lyon Fahs

          Sermão: Hospitality religioso por Peter Morales

          Tema de Discussão: Hospitality Direitos Autorais Congregação Universalista Unitária de Puerto Rico Doméstica Corporação sem Fins Lucrativos # 6268

          Benediction:

          * Círculo de Encerramento das mãos:

          (Segurando as mãos ou os braços de ligação, enquanto você lê as palavras de encerramento juntos)

          Extinguir Chalice:

          * Hino:     Vá agora em Paz     




      •  



        Site Meter 

        C�rculo de Amigos de Chapu.net

        XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

        Hospitality Religiosa

        Hospitalidade como uma prática espiritual

         

        cálice

        Congregação Unitária Universalista


       
      •  
        •  
          •  
            •  
              •  
                  Antes de uma flor, uma folha em luz solar, ou um grão de areia.
              • Para a adoração é para permanecer no temor sob um céu de estrelas,
              •  
                  Antes de um astir árvore com o vento, ou a sombra que passa de uma nuvem.
              • Para a adoração é para ficar em silêncio, receptivo,
              •  
                  É para fazer uma pausa do trabalho e ouvir uma cepa de música.
              • Adorar é trabalhar com dedicação e com habilidade;
              •  
                  É para ouvir através de uma tempestade à voz mansa dentro
              • Para a adoração é para cantar com a beleza cantando da terra;
              •  
                  É uma terra sedenta clamando por chuva.
              • A adoração é uma solidão buscando comunhão;
              •  
                  Ela se move através de atos de bondade e através de atos de amor.
              • A adoração é fogo parentes dentro de nossos corações;
              •  
                •  
                    É a janela do momento aberto para o céu do eterno.
                • É um anseio silêncio inarticulado para falar;
              • A adoração é o mistério dentro de nós estendendo a mão para o mistério além.
            • ADORAR por Jacob Trapp
          • Algumas pessoas acham que a religião é a nossa resposta humana à dupla realidade de estar vivo e ter que morrer. Nós não somos tanto um animal com as ferramentas ou um animal com linguagem avançada como somos animais religiosas. Outras pessoas acreditam que a religião é o estado de ser compreendida por uma maior preocupação, uma preocupação que qualifica todas as outras preocupações como preliminar e que contém em si mesmo a resposta para a questão do sentido da nossa vida.
          •  
            •  
              •  
                •  
                    Espírito, se aproximam.
                • Na celebração da vida que compartilhamos juntos.
              • Nós acendemos este farol de esperança, sinal de nossa busca da verdade, significado e comunidade.
            • Com alegrias, tristezas, presentes e necessidades.
          • Nós nos reunimos esta hora como pessoas de fé

            Lutar com o ano passado, não fique zangado com ele. 
            Todos os anos nos é dado para avançar, não só no nosso físico, mas também em nossa vida espiritual. 
            Todos os anos, leva-nos para a eternidade e deve amadurecer nós. 
            Amadurecimento significa experimentar muitos coisas: 
            . Luz do sol, chuva e tempestades da vida e crescer como pessoa espiritual 
            Conhecer e contemplar este. 
            Ao sair da agitação do mundo, buscar o silêncio da montanha. 
            Chamada em todos os seus pensamentos, e olhar para trás ao longo do ano. 
            Não se esqueça o início direita:. Gratidão 
            Em todas as dificuldades, as coisas boas foram repassados ​​para você, onde e quando você menos esperava. 
            Pense cuidadosamente de volta ao longo do ano, sobre o que você deveria ser grato 
            para. Em seguida, essas luzes se acenderão ao longo do curso do ano 
            , como não estavam presentes em sua mente. 
            Olhe para dentro, como quando se olha para um longo tempo para o céu noturno, você vai notar estrelas sobre estrelas, onde uma vez que você tinha visto apenas escuridão.

            Nós convidamos você a compartilhar suas alegrias e preocupações desde a nossa última reunião
          •  
            •  
              •  
                •  
                  •  
                      Espírito da Vida, venha a nós, venha a mim.
                  • Raízes nos manter perto; asas nos libertar;
                • Deslocar-se em nossas mãos, dando vida a forma de justiça.
              • Sopro no vento, subir no mar;
            • Cante em nossos corações todos os movimentos da compaixão.
          • Espírito da Vida, vinde a nós,
            Deixe a religião ser para nós a vida e alegria.
            Que seja uma voz de renovar desafio de ser o melhor que temos e pode ser; deixá-lo ser uma chamada à ação generosa.
            Deixe a religião ser para nós uma insatisfação com as coisas que são, o que nos manda para servir mais ansiosamente o verdadeiro e justo.
            Que seja a tristeza que se abre para nós o caminho da solidariedade, compreensão e serviço à humanidade sofredora.
            Deixe a religião ser para nós a maravilha ea atração de que é apenas parcialmente conhecido e compreendido:
            Um olho que glórias em majestade da natureza e da beleza, e um coração que se alegra em atos de bondade e de coragem.
            Deixe a religião ser para nós a segurança e serenidade por causa de sua verdade e da beleza, e por causa do valor duradouro e poder das lealdades que ele engendra;
            Faça-se em nós a esperança e propósito, e uma descoberta de oportunidades para expressar o nosso melhor nas tarefas diárias:
            Religião, unindo-nos com tudo o que é admirável de seres humanos em todos os lugares;
            Segurando diante de nossos olhos uma perspectiva de vida melhor para a humanidade, o que cada um pode ajudar a tornar real.
            Muitas pessoas consideram a Primeira Open Source Religião Universalismo unitário do mundo. A nossa espiritualidade vem da experiência direta com esse mistério transcendente e admira, afirmou em todas as culturas, o que nos leva a uma renovação do espírito e uma abertura para as forças que criam e sustentam a vida. Nossa tradição vem das palavras e ações de homens e mulheres que nos desafiam a confrontar poderes e estruturas do mal com a justiça, a compaixão proféticas e do poder transformador do amor. Este não é um caminho único, há uma maneira certa, encontramos sabedoria em todas as religiões do mundo Islão, budismo, hinduísmo, que nos inspira em nossa vida ética e espiritual; Ensinamento social judaica, cristã e católica, com sua ênfase em boas obras, os ensinamentos que nos chamam a responder ao amor de Deus, amando o próximo como a nós mesmos. Ensinamentos humanistas também guiar-nos, eles nos aconselham a atender a orientação da razão e os resultados da ciência e advertem-nos contra as idolatrias da mente e do espírito. Ensinamentos espirituais de tradições centradas na terra que celebram o círculo sagrado da vida e instruir-nos a viver em harmonia com os ritmos da natureza. Aqui encontramos significado e propósito na vida.
          • Você se considera uma pessoa religiosa?
          • Como a religião se manifestar em sua vida diária?
          • Será que a religião lhe fornecer respostas a qualquer uma das grandes questões da vida? Ela fornece quaisquer respostas a questões e problemas que surgem no dia a dia?
          • Você acredita, como Rev. Gelbein faz, que a religião é a "mãe de todas as Grandes Perguntas?" Por que ou por que não? Ela diz: "Vamos descer para o básico. A religião começa com uma pergunta sobre o significado. O que é verdade? O que importa? Por que existe algo em vez de nada? Quem sou eu? O que devo fazer com a minha vida? Por que eu sofro? Por que eu tenho de morrer?
          • Você faz uma distinção entre religião, espiritualidade e fé? O que cada uma dessas palavras significa para você? Como eles estão relacionados?
          • O Rev. Ricky Hoyt disse em um sermão: " Se Unitário Universalismo é a religião liberal então, aparentemente, nos assemelhamos a religião em que nos reunimos em congregações e cantar hinos e ouvir um sermão e têm lanches juntos depois. Mas se a religião significa doutrinas e Deus, e escritura, e todas essas outras coisas que não fazemos, ou pelo menos que nós nem sempre fazem. .so que poderíamos ser tentados a concluir que a religião liberal é única religião em suas superficialidades, e não a sua substância , mas isso é uma armadilha que devemos evitar. Na verdade, a religião liberal frase não é para separar o nosso tipo de pensamento a não ser religioso, mas sim para ampliar o conceito de religião para incluir muitas formas de pensar. " Você concorda com Rev. Hoyt?
          • É Unitário Universalismo realmente uma religião? Como você caracterizaria isso?
            Há uma parte em nós que é automaticamente suspeito de qualquer dogma ou ritual que ameaça tornar-se mais sagrado do que a verdade, procura evocar. ... Quando a religião torna-se reduzido a uma observação externa de regras e cerimônias e intolerância para com as crenças dos outros, estamos confundindo a ostra para a pérola - Ariana Huffington, The Fourth Instinct

            Unitário Universalismo é uma religião que acredita em você e não pedir-lhe para acreditar em coisas que você não pode acreditar. - O Rev. Tony Johnson

            A religião é muito grande um trabalho para uma pessoa. - O Rev. Robert Hardies

            A fé é a imaginação espiritualizada. - Henry Ward Beecher

            Não podemos entregar a nossa fé um ao outro ... Mesmo na Idade Média, quando a fé era teoricamente uniforme, sempre foi praticamente individual. - John Jay Chapman

            Religião ... é a reação total de um homem sobre a vida. William James

            Religião ... é o ópio do povo. - Karl Marx

            Falando sobre a vida espiritual não é o mesmo que viver uma vida espiritual. ... A religião exige tanto caminho e prática. Universalistas Unitárias estão unidos em busca e em ter assumido o ônus e responsabilidade do nosso próprio crescimento espiritual. - O Rev. Patricia Tummino

            O homem faz santo o que ele acredita, como ele faz bonito o que ele ama. Ernest Renan

            Sem risco, a fé é uma impossibilidade. - Søren Kierkegaard

            Religião na sua humildade restaura o homem à sua única dignidade, a coragem de viver pela graça. George Santayana

            Conto com a religião, mas um brinquedo infantil, e sustentam que não há pecado, mas ignorância. - Christopher Marlowe

            Há apenas uma religião, embora haja uma centena de versões da mesma. - George Bernard Shaw

            Religião deve oferecer uma visão convincente de um modo de vida que vale a pena viver - Donner Lohnes

            Seja o nosso uma religião que, como a luz do sol, vai a toda parte; seu templo, todo o espaço, o seu santuário, o bom coração; seu credo, toda a verdade; seu ritual, obras de amor; a sua profissão de fé, a vida divina . Por nossas ações e nossas orações vozes podem ser enviados. Shalom, Salaam, Amen, Abençoado seja.
          •  
            •  
              •  
                •  
                    O fogo de compromisso e compaixão compartilhada desta comunidade.
                • Ou
              • O espírito de gratidão,
            • O calor da comunidade,
          • E agora nós extinguir o nosso cálice, mas não:A luz da esperança, esperança de mudança que traz novas bênçãos em nossas vidas e as vidas daqueles ao nosso redor continua a brilhar, eu levo a esperança em nossos corações até que estejamos juntos novamente.
          •  
            •  
                Em todos os lugares, em todos os lugares, você pode ir
            • Que o amor de Deus está ao seu redor
          • Vá agora em paz, agora Vá em Paz,
        • * Palavras de abertura:

          Iluminando o Chalice :

          Oração: (Seguido de um momento de meditação silenciosa)

          (Eu ofereço esses pensamentos à medida que começamos a 9º ano dos Universalistas Unitários Reorganizada de Puerto Rico, uma congregação que esteve aqui em San Juan desde meados da década de 1950)

          Alegrias e Preocupações: (Nós jogamos uma pedrinha para esta tigela cheia de água, para simbolizar os nossos pensamentos, que se movem em anéis circulares eternamente, como ondas concêntricas.)

          História para todas as idades:  (as crianças vão para a Educação Religiosa no final da história e os adultos cantam "Spirit of Life")

          Hino: :     # 123 (STLT)   "Spirit of Life"   por Carolyn McDade (adaptado)

          Primeira Leitura: Religião (ler responsavelmente

          Vincent B. Silliman

          Segunda Leitura:

          Leituras do Bowl: Listados abaixo.

          Discussão: ? O que a religião significa para mim (copyright: Primeira Igreja Unitária San José)

          Ao lidar com as crenças e teologia, é importante notar que UUism é um modo de ser religioso, em vez de uma doutrina religiosa. Para nós, a religião é uma busca permanente de significado, propósito, valor e profundidade espiritual na vida de alguém. Nós acreditamos que os indivíduos têm o direito de fazer a sua própria pesquisa, e que nem todas as pessoas (nem mesmo todos os UUs) estão indo para compartilhar as mesmas crenças .

          Não só temos uma atitude esperançosa e otimista sobre a vida, acreditamos firmemente que os seres humanos têm um grande potencial para reconhecer o direito, erros corretos, encontrar soluções e fazer deste um mundo melhor. Ao invés de se sentir vinculado por debilidades humanas, enfatizamos forças humanas. Acreditamos que as pessoas têm a força, poder e inteligência para fazer coisas boas acontecem. Você pode chamá-lo de um "pode ​​fazer" a religião.

          A nossa é uma religião não-confessional, não-doutrinária que afirma a liberdade individual de crença. Por esta razão, não é possível dar uma resposta geral à possibilidade ou não UUs acreditar em Deus, Jesus, a Bíblia ou a vida após a morte. Apesar de não acreditar que tudo a mesma coisa sobre estes e outros assuntos, nós acreditamos que cada pessoa tem a integridade ea capacidade de chegar a um acordo com as suas crenças religiosas de uma forma que é certo para essa pessoa.

          Leituras da tigela

          * Círculo de Encerramento das mãos: Theodore Parker

          (Segurando as mãos ou os braços de ligação, enquanto você lê as palavras de encerramento juntos)

          Extinguir Chalice:

          * Hino:     Vá agora em Paz     

          * Stand quanto você está disposto ou capaz

          Para saber mais sobre o que é religião

          •  
              XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
               Google www.UUPuertoRico.org

              Somos Buscadores de Verdad

              La Religión de la Ciencia 

              La religión está de acuerdo con nuestra razón?

              Rev. Dr. Davidson Loehr*

              •  
                •  
                    Encendemos esta llama por las víctimas de las catástrofes humanas y naturales alrededor del mundo:

                    - por aquellos oprimidos por la carga del sida, el estigma de la enfermedad, y la carencia de entendimiento de aquellos cercanos que les rodean, vecinos y miembros de su familia,

                    - por las víctimas del hambre, entre ellas muchos niños con cuerpos encogidos y ojos que no saben hacia dónde buscar ayuda,

                    - por las personas lastimadas por la rutptura de las parejas, especialmente los niños,

                    - por los refugiados y quienes han sido desplazados por las incontables guerras que han causado tantos estragos en tantas regiones de nuestro mundo, y que han sido abandonados a las puertas de la desesperación,

                    - por las víctimas de los errores suscitados por la arbitrariedad de los caprichos humanos, de los que el calentamiento global no es más que un síntoma.

                    Encendemos esta llama, también, como un signo de gratitud por todo el amor, cuidado y solidaridad del que las mujeres y los hombres son capaces, de cara a tan terribles tragedias.

                  •  
                    •  
                      •  
                          Ven, otra vez, ven.
                      • La nuestra es la caravana de amor.
                    • Nómada en búsqueda, si amas la vida.
                  • Ven, ven, cual eres, ven,
                  •  
                    •  
                      •  
                        •  
                            Saben que para este razón somos unido con todo los demás
                        • Esperamos todos que se sienten unidos con el espíritu eterno
                      • O el amor ocultado que abraza todo en la unidad,
                    • O la luz ocultada que brilla en cada criatura,
                  • O vida ocultada que vibra en cada átomo,
                    Alabanza de la vida

                    Vida, inabarcable plenitud

                    Nos conduces, te infundes en nosotros y fluyes en nuestro derredor,

                    Nos convocas al ser, como a todo, y nos das, a cada uno, nuestro tiempo,

                    Que hagamos uso de éste para llegar a conocerte,

                    Para encontrarte a Ti en la luz y la sombra.

                    Te tomamos y aceptamos agradecidos.

                    ¡Encuéntranos preparados!

                    Cualquier persona que desee expresar una alegría o preocupación puede acercarse en este momento.
                  •  
                    •  
                      •  
                        •  
                          •  
                              Fuente de amor, ven a mí; ven a mí."
                          • Arráigame; libérame.
                        • hasta moldear la justicia de la vida.
                      • Sopla al volar; sube en la mar
                    • y al corazón cántale tu compasión.
                  • Fuente de amor, ven hacia mí
                • Himno de Bienvenido:      Ven, Ven

                  Palabras de Bienvenida:

                  Encendida del Cáliz :

                  *Oración: (seguida por un momento de meditación en silencio)

                  Alegrías y Preocupaciones: (Arrojamos una piedrita en este envase con agua, para simbolizar nuestros pensamientos, los cuales se desplazan en derredor eternamente, como ondas concéntricas.)

                  Cuento para todas las Edades: (los niños pasan a Educación Religiosa al concluir el cuento y los adultos cantan "Fuente de Amor" )

                  Himno:   # 123 (STLT)   Fuente de Amor      Carolyn Mc Dade

          • Por favor, se juntar à nossa lista de discussão agora receber avisos de todos os nossos serviços e eventos sociais Junte-se a nós na criação de um mundo que é justo e compassivo, respeita todas as orientações sexuais, um planeta totalmente livre de armas nucleares e os métodos de sua produção. 
            Nova : OUVIR ESTA SEMANA LIBERAL RELIGIOSA HORA ON LINE e pod casts , envie-nos agora info@uupuertorico.org Outside of Puerto Rico Encontre um Congregação Perto de Você em Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia , Canadá Reino Unido , Uganda ,  África do Sul , Singapura , Moçambique ,   Burundi , Bélgica. Meet, conversar, encontrar amizade e crescimento espiritual com outras pessoas que se identificam como Universalistas Unitários, pessoas como você interessados ​​em uma religião não dogmática liberal aberta para si e seus filhos . Ainda não consegue encontrar uma Congregação perto de você? Visite a Igreja da Irmandade Larger(CLF http://www.uua.org/clf). Sua igreja em casa em qualquer lugar do mundo! Ou no Mundo Virtual Primeira Igreja Universalista unitária deSecond Life website. 

          Sermon:

          •  
            •  

                • Enfermedades una vez consideradas como sentencias de muerte han sido curadas. Incluso el sida que fue declarado un asesino sin solución hace quince años, comienza a ser entendido, y bien podría curarse o controlarse indefinidamente.

                • Cirugías que eran impensables hace 100 años ahora salvan rutinariamente miles de vidas cada día.

                • El único lenguaje realmente universal que tenemos es la matemática. Mientras que las religiones occidentales enseñan el relato de la Torre de Babel, y de cómo estamos condenados a nunca ser capaces de comunicarnos con gente de otras lenguas y culturas, los matemáticos chinos se comunican con matemáticos de África, Europa y de cualquier otro continente de manera rutinaria.

                • El impacto de las computadoras sigue en expansión. Aunque ya el correo electrónico conecta a gente de todo el mundo, en el intercambio de relatos, bromas y en la creación de una cultura de comunidad –que las religiones han siempre predicado pero nunca creado. Recibí un mensaje electrónico esta semana que se originó como un proyecto de investigación de una secundaria (creo que en Virginia). Los alumnos de una clase enviaron una nota a sus amigos, en la que les pedían retransmitirla a sus amigos, y así sucesivamente, para ver a cuánta gente podrían alcanzar, en cuántos países, en dos meses. La respuesta automática que recibí decía que en las primeras seis semanas, recibieron más de 300 mil respuestas provenientes de unos 100 países. Nunca antes en la historia habíamos sido capaces de comunicarnos con tantas personas y culturas.

                • Las leyes de la física, la química, y los principios de las matemáticas y de la ciencia de los lenguajes de computación son universales. Ellos estructuran nuestro mundo y organizan nuestros pensamientos, creamos o no creamos en ellos. Esto también es algo que las religiones no han sido capaces de lograr, incluso con su historia de guerras sangrientas.

                • Todo el universo tenía unos 6 mil años de antigüedad, una fecha que a la que se llegaba al sumar los periodos señalados en la Biblia.

                • Todo en el universo era creado por Dios, quien era nuestro amante padre celestial. Y estábamos todavía bastante cercanos al centro de la creación de Dios y de sus preocupaciones.

                • Todas las formas de vida sobre la tierra fueron creadas más o menos al mismo tiempo, y ninguna especie podía llegar a extinguirse. Tengo una historia sobre esto. En 1785, Thomas Jefferson inspeccionó un enorme hueso fosilizado, un hueso demasiado largo como para pertenecer a cualquier animal conocido. Jefferson escribió que "tal es la economía de la naturaleza, que no se puede producir un ejemplo de ella habiendo permitido que alguna raza de sus animales llegara a extinguirse". Y una de las razones por las que envió a Lewis y Clark al oeste a explorar fue para encontrar los animales de los que ese hueso enorme provendría, para Jefferson era seguro que seguirían existiendo en alguna parte.

                • La realidad, en otras palabras, era una imagen estática más que una en movimiento. Las especies eran fijas, todo era creado por Dios de acuerdo a un plan suyo, y así permanecería hasta el final de los tiempos.

                • La mayoría de la gente creía que el único cataclismo geológico jamás sucedido habría acaecido hace 4 mil años, durante el Diluvio.

                • Lo más importante, nosotros como humanos estábamos en el mismo centro de las preocupaciones divinas, y su plan para todo el universo nos daba un lugar especial y amoroso en él. Este era nuestro hogar, hecho apara servir todas nuestras necesidades por nuestro padre celestial. Éramos amados: amados por el hacedor del cielo y la tierra, amados por el Dios que creó todo el asunto. Y como los comerciales televisivos de cerveza lo proclaman, "¡Nada es mejor que eso!".

            • Hay muchas ironías en los temas de ciencia y religión. Entre ellas está el hecho de que muchos de los ideales prescritos por las religiones, de hecho han sido cumplidos por nuestras ciencias. Podrías alegar que mientras las guerras religiosas siguen desatándose alrededor del mundo, nuestras ciencias nos han hecho más saludables, han prolongado nuestras vidas, nos han dado esperanza, vida y buenas noticias, así como empezado a establecer una comunidad mundial, incluso nos han dado el único lenguaje universal de que disponemos. Piensa en algunas de las cosas que nuestras ciencias nos han traído a todos, independientemente de si creemos, o no, en ellas.

              Las ciencias han hecho esto a través de limitar estrictamente las clases de preguntas que consideran preguntas científicas apropiadas. Tratan con cuestiones de hechos, no con preguntas sobre significados. Tratan con cuestiones objetivas que pueden ser contestadas igual por científicos de todo el mundo, no con cuestiones subjetivas. Si quieres conocer la estatura, el peso o características conductuales de otras personas, los científicos pueden responder tus preguntas. Si deseas saber si realmente las amas, si te hacen feliz, y viceversa, no estás formulando la clase de preguntas para las que las ciencias están diseñadas.

              Las preguntas sobre qué es la ciencia, qué es la religión y las claras diferencias entre ambas son preguntas enormes e imponentes. Tengo un programa de ocho horas que hice sobre este tema para las clases de educación religiosa para adultos, así que es un poco frustrante pasar al vuelo sobre ello en unos pocos minutos. Intentaré encontrar algunos patrones lo suficientemente claros como para no te resulten frustrantes. Es una historia fascinante, cómo la ciencia se convirtió en la religión dominante de nuestra cultura. Quiero contarles esta historia en unas pocas partes, con las que trataré de redondearla.

              I. La visión precientífica del mundo

              Primero, quiero hacer un boceto del mundo de las creencias religiosas e intelectuales de hace 200 años. Siempre es un poco chocante darse cuenta de lo que la gente inteligente creía en los tiempos de Thomas Jefferson, de la misma forma que resultará chocante para la gente de dentro de 200 años darse cuenta de lo que creemos ahora. Pero he aquí algunas de las cosas que la gente más educada creía cuando nuestro país acababa de nacer, justo unas décadas antes del cambio repentino:

              Este es un rápido boceto de un mundo que, para la mayoría de nosotros, hace tiempo que se fue, excepto quizás como cierta clase de nostalgia dulce y soñadora. Las mayores diferencias con nuestro mundo moderno eran el profundo sentido de unidad, la naturaleza estática de aquel, y la creencia incuestionada de que las glorias de la tierra eran las glorias de la obra de Dios y la evidencia de su amor por nosotros. Esas ideas son tan extrañas para muchos de nosotros hoy que cuesta trabajo recordar que fueron simplemente asumidas, incluso por las mejores mentes de su tiempo.

            •  
                Los cristianos trabajan sobre la tierra para alcanzar un estado ideal futuro en el cielo. Los científicos trabajan aquí para contribuir al Progreso –que, según ellos creen, nos conducirá a un estado ideal aquí en la tierra, en el futuro.
                Por siglos, las iglesias han sido lugares a los que ibas para encontrar revelaciones sobre la palabra de Dios, la Verdad última. Ahora la revelación comienza a perder respeto intelectual, conforme confiamos en los descubrimientos de la ciencia más que en las revelaciones de los sacerdotes. Aún lo hacemos. Claro que si tomas como ejemplo estas dos palabras, revelación y descubrimiento, descubrirás que significan la misma cosa. Revelar es remover un velo. Descubrir es remover una cubierta. Hace unos 150 años, el trabajo de remover el velo o cubierta fue transferido de la religión a la ciencia, donde permanece hoy en día
                Ambos son atuendos, pero por más de un siglo hemos visto a la gente con la prenda blanca como más fidedigna que aquellos que usan las prendas negras. Incluso si los sacerdotes visten togas color granate intenso con capuchas y barras, no es probable que te convenzamos de que conocemos más sobre los hechos que un científico. Y, desde luego, conforme cambiaron los atuendos, también lo hicieron los personajes dentro de ellos, así como los sacerdotes fueron reemplazados por los científicos como fuentes de la verdad.
                Para cada cultura tradicional en el mundo, la frase "el nuevo modelo mejorado" resulta simplemente desquiciada. Las culturas se basan en la sabiduría de sus ancianos y en su pasado sagrado. Con el mito del Progreso, las antiguas verdades (y la sabiduría de ancianos y ancianas) fueron y son dejados de lado en la fe que en la que "novedoso" significa "mejor" y el futuro será superior al pasado. Esto nos ha despojado de mucha de nuestra sabiduría inmemorial y de la de los ancianos, haciendo de nuestra superficialidad algo especialmente triste.
                Por siglos, las iglesias y sinagogas aquí han experimentado las mismas transformaciones de las mismas formas en sus servicios de adoración, y aquellos en la tradición vieron los rituales como el camino hacia alguna clase de verdad y paz. Ahora parece más importante que los científicos realicen los mismos procedimientos cuando conduzcan el experimento que nos llevará, así lo creemos, hacia el descubrimiento de los hechos.
                Por lo menos en tanto que lugares donde uno espera encontrar lo que es realmente la verdad.
                Esta es especialmente devastadora, pienso yo. La semana pasada les leí algo de un antiguo teólogo cristiano que explicaba que los escritos religiosos no significan realmente lo que dicen, sino que deben ser interpretados por métodos aparentemente disponibles para unos pocos. Si los científicos no tuvieran nada más exacto que símbolos y metáforas, nunca podrían construir un puente, o un cohete, o hacer diagnósticos y prescripciones confiables para las enfermedades.

                Un desdichado, pero probablemente inevitable efecto colateral de la cultura científica es que nos ha vuelto mucho más literalistas, más preocupados con los hechos duros que con los significados más cálidos y ricos.

                Esto puede sonar extraño, porque todas nuestras vidas se nos ha enseñado a pensar en las creencias como en cosas cuya verdad afirmamos. Pero eso no es lo que la palabra solía significar. La palabra inglesa "belief" proviene de la palabra Alemana "belieben", que significa "amado". Las creencias religiosas fueron, y creo que deberían seguir siendo, entendidas como cosas a las que confiamos nuestros corazones. Pero dado que el conocimiento ha sido reemplazado por la ciencia, y los hechos han reemplazado a los símbolos y metáforas, las "creencias" ahora significan un conjunto de afirmaciones intelectuales más que un conjunto de acatamientos existenciales. Alguna vez los buscadores espirituales podrían haber dicho, "Creo esto porque resulta cálido a mis oídos, porque es profundamente revelador de la condición humana". Ahora, nos han enseñado a decir, "Creo esto porque, de hecho, es verdad".
                Incluso en la Edad Media, los teólogos conocían la diferencia. Ellos escribieron frecuentemente sobre la distinción categórica entre 'sapientia' y 'scientia'. "Sapientia" es la palabra latina para sabiduría, como el autoelogioso nombre de nuestra especie: "homo sapiens". "Scientia" es la palabra latina para conocimiento, que ha llegado a significar una red de hechos. Hace siete siglos, los teólogos enseñaron que el único conocimiento que realmente importaba era la clase de conocimiento que lleva a la sabiduría, el que nos dice quiénes debemos ser más profundamente y cómo debemos vivir, las demandas del amor y la naturaleza de los acatamientos y de la responsabilidad. Estas no son proposiciones científicas.
                La gente siempre ha atribuido cualidades humanas a Dios. Decimos cosas como "Dios dice…" y "Dios nos dice…" como si Dios fuera un humanoide que pudiera hablar. Pero ahora, en nuestros periódicos y en la televisión, todos los días oímos a la gente decir "La Ciencia dice…" y "La Ciencia nos dice…". Seamos claros: no hay tal cosa como la "Ciencia", escrita con "C" mayúscula. Hay muchas ciencias y muchos científicos. Los científicos dicen cosas, pero no siempre están de acuerdo. Pero cuando construimos una frase que comience con las palabras "La Ciencia dice…" hemos creado un humanoide ficticio, lo hemos llamado Ciencia, y comenzamos a buscar consejo y guía en la misma forma en que solíamos mirar a Dios.
            • Ahora vamos a la segunda etapa de este drama, y miremos la parte más emocionante de la historia, los avances científicos del siglo XIX, donde podemos ver el surgimiento y ascenso de lo que pienso que puedo persuadirte que es la religión de la ciencia.

              Los avances logrados por las ciencias durante el siglo XIX fueron absolutamente explosivos. Cambiaron la forma de pensarnos a nosotros y a nuestro mundo. A partir de la década de 1790, los geólogos comenzaron a mostrar que la tierra tenía que ser muy, pero muy vieja. No 6 mil años, sino millones y millones de años, tal vez incluso más. James Hutton, el padre de la geología moderna, escribió en 1795 que él había estudiado los hechos de la geología por cincuenta años, y había sido llevado a una conclusión sorpresiva: "El resultado de esta investigación física", escribió, "es que no encontramos vestigio de un inicio, ni perspectiva de un final". El mundo era mayor, y diferente, de lo que la Biblia decía que era.

              La siguiente conmoción vino casi inmediatamente. Para 1801, dieciséis años después de que Thomas Jefferson había dicho que ninguna especie podría jamás llegar a extinguirse, un paleontólogo francés llamado Cuvier había ensamblado los esqueletos de 23 animales extintos de tiempos prehistóricos, que fueron expuestos en lugares públicos, y llevados en exhibición itinerante por todo Estados Unidos de América, tanto en museos, como en ferias.

              En 1830 otro geólogo, Charles Lyell, publicó un libro llamado 'Principios de geología', que representó un golpe aplastante al literalismo bíblico. Lyell convincentemente demostró que millones de años de un lento trabajo de las fuerzas naturales habían dado forma al rostro actual de la tierra. La geología repentinamente obsesionó a los teólogos usamericanos, y comenzaron a cambiar de opinión sobre la cuestión del literalismo bíblico. Es difícil creer esto actualmente, pero para 1860 el literalismo rígido era algo propio mayoritariamente de la gente sin educación formal, o de los arrogantemente obstinados, ya que la mayoría de los predicadores y maestros de religión estaban dispuestos a admitir que la Biblia, después de todo, no se basaba completamente en hechos reales.

              El libro de Lyell tuvo muchas ediciones, y ayudó a educar a toda una nueva generación de científicos. Uno de aquellos jóvenes científicos que leyó el libro de Lyell en 1830 fue un naturalista llamado Charles Darwin. Dos años antes, Darwin recibió el segundo volumen del trabajo de Lyell mientras hacía su histórico viaje a bordo del Beagle. 12 de Feb: Cumplea�os de Carlos Darwin (1809), bi�logo y evolutivo; d�a para meditar sobre la unidad de ciencia y espiritualidad.

              La crítica de la biblia surgió desde dentro de la religión, y se presentó a sí misma como un estudio científico de la Biblia. Comenzó en Alemania, en las décadas de 1820 y 1830, y para 1840 los estudiantes de Harvard aprendían que la Biblia había sido escrita por mucha gente durante muchos siglos, en vez de caer de la mano de Dios encuadernada en cuero negro en la traducción del Rey James. La conspiración del silencio entre ambos, los predicadores y los maestros de religión todavía me llena de ira; ¡los estudiosos han conocido por 160 años hechos básicos sobre la Biblia que todavía no le han dicho a la gente en las bancas de las iglesias y las calles! Esto está en alguna parte entre un ultraje y un pecado, y muestra que los predicadores y maestros de religión parecen tener una opinión terriblemente baja de la gente ordinaria. Pero no debo salirme del tema…

              Y entonces llegó el año 1859. En ese año, Charles Darwin publicó 'El origen de las especies', y lo que quedaba de la imagen del viejo mundo cayó al suelo hecha trizas. Aunque hay muchas razones por las que los descubrimientos de Darwin fueron tan destructivos para la vieja imagen religiosa –que de alguna forma es todavía la imagen religiosa de millones de personas– la más famosa es que los descubrimientos de Darwin destruyeron lo que se llamó el Argumento del Diseño para probar la existencia de Dios. El Argumento del Diseño fue una especie de patada de ahogado de los teólogos para aferrarse a la imagen de un Dios personal que creó todo de acuerdo a un plan divino. Ellos podían señalar a los pajaritos y decir, "Mira. Estos pajaritos tienen pequeños picos, y adivina ¿qué es lo que les gusta comer? Semillitas. Ellos no quieren comer papayas, ellos quieren comer semillitas que quepan dentro de sus lindos piquitos. Esto demuestra que un Dios inteligente diseñó todo esto". Luego de Darwin, hubo una explicación aún más simple: "Caramba, hubo una vez pajaritos que solo querían comer papayas. Si fue así, todos se murieron de hambre". No hay necesidad de un argumento de "diseño"; la selección natural mantiene a las especies que se ajustan al ambiente, y el resto se mueren. Darwin, junto con otros científicos naturales, nos pintó la imagen de nuestro mundo que ya no necesita de un Dios para hacerlo funcionar.

              Después de todos los avances tenidos en las ciencias, la iglesia empezó a perder su control de las universidades. Tú podrías ni siquiera saber que jamás tuvo ese control, pero sí lo tuvo. Harvard había tenido siempre a un ministro como su presidente, y uno tenía que contar con una recomendación eclesiástica para obtener un grado académico en Oxford y en Cambridge, así como en muchas universidades de los EUA. Pero alrededor de 1870 los exámenes religiosos se dejaron de exigir en las universidades británicas, y nombraron presidente de Harvard a un químico. Harvard no ha vuelto a ser dirigida jamás por un ministro. .

              Durante esta época, la Ciencia, de una manera lenta pero segura se convirtió en una religión, incluso en la religión más influyente en nuestra cultura. Sé que no te has convencido de esto aún, pero pienso que lo estarás en unos pocos minutos. Sucedió a la manera de un cangrejo ermitaño que vuelve su hogar la concha de otro animal. He identificado por lo menos diez dimensiones de la religión que fueron asumidas, o al menos copiadas, por la Ciencia en el siglo XIX. Es difícil ya pensar en una lista de diez cosas sin recordar las listas de éxitos del "Top Ten" que vemos por todas partes. Así que he aquí mi lista de las diez cosas más socorridas que la Ciencia asumió de la religión en el siglo XIX:

              10. La Salvación fue reemplazada por el Progreso.

              9. La Revelación fue reemplazada por el Descubrimiento.

              8. La sotana del sacerdote fue reemplazada por la bata blanca de laboratorio del científico.

              7. La reverencia por el pasado fue sustituida por la reverencia por el futuro.

              6. Los rituales religiosos fueron reemplazados por los rituales científicos.

              5. Las iglesias fueron reemplazadas por los laboratorios.

              4. Los símbolos y metáforas fueron reemplazados por el literalismo y los hechos.

              3. Las creencias se han vuelto intelectuales.

              2. La Sabiduría fue reemplazada por el Conocimiento.

              1. Dios fue reemplazado por la Ciencia.

              Pongamos juntas estas palabras dentro de frases para que puedas escuchar cuán similares que son. Los predicadores y los laicos dicen, "En una iglesia, a través de los rituales y tradiciones, sacerdotes ataviados de negro proclaman las tradiciones y las revelaciones de Dios, con lo que nos ayudan a aprender las creencias y sabiduría que pueden conducir a nuestra Salvación". Muchos científicos y legos dicen, "En un laboratorio, a través de seguir los rituales y el método científico, científicos ataviados de blanco proclaman las nuevas teorías y descubrimientos de la Ciencia, con lo que nos ayudan a ganar entendimiento y el conocimiento que puede conducirnos hacia el Progreso".

              Los logros de nuestras ciencias han sido espectaculares. Las religiones no podrían colocar a un hombre en la luna, realizar un transplante de riñón o resolver problemas complejos de ingeniería a través de la interpretación de las escrituras. Creo que la razón fundamental por la que nuestras ciencias han sido tan exitosas es debido a que desde el principio, han limitado su enfoque a cuestiones de hecho, más que a cuestiones de significado. Aunque conseguir billones de dólares en fondos federales y corporativos no lastima…

              Las ciencias han ignorado intencionalmente las preguntas existenciales y subjetivas. Pueden ser esenciales para nosotros, pero no son preguntas científicas. Nadie puede hacer una declaración científica sobre qué deberíamos amar, cómo deberíamos tratar a nuestros vecinos, si es que es más moral tener un aborto que traer a la vida a un niño no deseado en un ambiente de desatención, o miles de otras preguntas morales, éticas y subjetivas. Y cualquier científico que intentara hacer semejante declaración sería prontamente denunciado por otros científicos por no ser científico en esto. Estas preguntas son las preguntas a las que nos dedicamos en la religión, la ética, la filosofía y las humanidades, no así en las ciencias duras. Y las respuestas a estas preguntas son, como cualquier científico podrá decirte, no precisas, no iguales en todos los contextos, y no objetivas. Pascal una vez escribió estas palabras famosas "El corazón tiene sus razones que la razón no entiende". Son bonitas, pero pienso que nadie reivindicaría como científicas.

              Los sentimientos de Pascal, sin embargo, me recuerdan algunas otras palabras muy obscuras escritas por Charles Darwin hacia el final de su vida. Darwin escribió en su correspondencia privada sobre lo que llamó "las torpes, derrochadoras, erróneas, bajas, horribles y crueles obras de la naturaleza". Él creyó en el progreso, pero incluso su fe en el progreso fue de poco consuelo para él, porque el progreso, según su advertencia, era "dolorosamente lento". Aún peor, incluso la esperanza de progreso sucede como contraria a un terrible estancamiento. Así es como Charles Darwin la describió: "La certeza de que el sol algún día se enfriará y nos congelaremos. Pensar en millones de años, con cada continente pletórico de hombres buenos e iluminados, todos terminarán así, y probablemente sin un nuevo inicio hasta que nuestro sistema planetario haya sido de nuevo convertido en gas rojo y caliente. Sic transit gloria mundi, reiterada e inmisericordemente…".

              "Sic transit gloria mundi" significa "De este modo pasan las glorias de la tierra". "De este modo pasan las glorias de la tierra, reiterada e inmisericordemente", dijo Darwin. ¡Imagina eso! Un científico que pasó su vida dedicado a recolectar, analizar e interpretar las glorias de la tierra, concluye al final que las obras del sistema de la naturaleza son "torpes, derrochadoras, erróneas, bajas, horribles y crueles" y que sus glorias pasan rápida, reiterada e inmisericordemente. Darwin encontró, y ayudó a establecer, un nuevo mundo –pero él no pudo encontrar un hogar confortable en él. Y su problema sigue con nosotros.

              Cuando un Dios cae y se derrumba, esta es la clase de sonido que hace. La curiosidad de nuestras mentes estaba divorciada de las necesidades de nuestros corazones, y una mató a la otra. Y así murió dios. Puedes llamarlo selección natural.

              Para vivir en el siglo XXI, necesitamos tener una fe que sea consistente, tanto con la ciencia, como con las demandas de nuestros corazones: una religión que pueda satisfacer a ambos, a nuestras mentes y a nuestros anhelos espirituales. Nos definimos a nosotros mismo y a nuestro mundo a través del conocimiento que hemos obtenido de nuestras ciencias. Nuestras creencias religiosas deben evolucionar y crecer para seguir ayudándonos a dotarnos de un sentido profundo de quiénes somos, y de qué somos llamados a hacer. Los predicadores deben tener un ojo en las ciencias, y pienso que esta es una cosa buena. Si yo solo predico mensajes que te hagan revisarte el cerebro a la entrada de la iglesia, te habré insultado, y habré deshonrado a mi propia profesión. Esto hace difícil a la religión liberal, pero si lo hacemos bien, puede llevarnos a una clase de autenticidad intelectual y emocional que podría no estar tan disponible de cualquier otra forma.

              Hay una gran hambre espiritual hoy, y Pascal tenía razón: el corazón tiene sus razones que la razón no conoce. Y también sus necesidades y anhelos. Responder a esas necesidades, llenar esos vacíos, no es una ciencia, es un arte. Sin aprender algo de ese arte, no importa cuán inteligentes que seamos, no importa cuánto conocimiento –scientia– tengamos, no podremos sentirnos plenos o satisfechos. Desde luego, difícilmente podemos vivir en absoluto. Ahora que, para el registro, este es un hecho. Y es un hecho para el que seguiremos intentando hacer justicia aquí, semana tras semana.

              Apagamos este Cáliz, mas no la luz en nuestros corazones, hasta que volvamos a encontrarnos
            •  
              •  
                •  
                    que vayan.
                • por doquier, por doquier,
              • Pueda el amor rodearlos siempre,
            • Vayan en paz, vayan en paz.
          • II. La revolución científica

            Círculo de Manos para Clausura: (entrelazamos brazos mientras leemos)

            Apagamos el Cáliz:

            *Himno:    Vayan en Paz     

            ************

            Referencia: John C. Greene, The Death of Adam, Iowa State Univ. Press, 1959.

            *Rev. Dr. Davidson Loehr

            25 de febrero de 2001

            Primera Iglesia UU de Austin, Texas

            4700 Grover Ave., Austin, TX 78756

            www.austinuu.org

            (Traducción al español, Francisco Javier Lagunes Gaitán )




            Por favor, una nuestra lista de correo electrónico 
            Ensamble en la creación de un mundo que sea justo y compasivo, respeta todas las orientaciones sexuales, un planeta totalmente libre de armas nucleares y de sus medios de producción 
            envíanos ahora: info@uupuertorico.org 

            Fuera de Puerto Rico     UU-Hispano - Unitarios Universalistas de Lengua Hispana    Unitarios Universalistas de habla hispana

            La actualidad del nuestro mundo en lengua hispana     UUHispano Blog

            La voz de religión liberal en   Libre Congregación Unitaria de México   Colombia   Bolivia   Costa Rica   Argentina  

            Encuentro, charla, amistad y crecimiento para las personas que se identifican como Unitarias Universalistas, simpatizantes y todos aquellos interesados en una espiritualidad pluralista, abierta y no dogmatica.http://es.groups.yahoo.com/group/uuhispano/

          Congregação dos Universalistas Unitários

          The Flaming Chalice

          Continue a amostras de Chalice Iluminações por Assunto

          •  
              O cálice de fogo tornou-se o símbolo internacionalmente reconhecido do movimento Unitário e Universalista unitária. Na abertura da Unitarian e cultos Universalista Unitária, muitas congregações acender uma chama dentro de um cálice. Os símbolos são como nós dar significado ao nosso mundo. Este cálice de fogo tornou-se um símbolo bem conhecido da nossa denominação. Ele une os nossos membros em adoração e simboliza o espírito do nosso trabalho. O cálice de fogo combina dois arquétipos -a embarcação e uma chama de beber. Como uma símbolos religiosos têm diferentes significados para diferentes observadores.
            •  
                Cálices, taças e jarras podem ser encontrados em todo o mundo em manuscritos antigos e altares. O cálice usado por Jesus na sua última Páscoa Seder tornou-se o Santo Graal procurado pelos cavaleiros do País de Gales e Inglaterra. .
                Como um fogo sacrificial, chama tem sido um símbolo central de escrituras mais antigas do mundo, os hinos védicos da Índia. Hoje, luzes brilham no Natal e Hanukkah, chamas eternas estão o relógio em monumentos e túmulos, e velas cintilação em casas catedrais, templos, mesquitas, e de reunião. A chama pode simbolizar a testemunha, o sacrifício, o teste, coragem e iluminação.
                O filósofo AN Whitehead disse que os símbolos reais têm o poder de mudar a história. A história do nosso símbolo cálice é significativo. Tudo come%
            • História

      XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

      •  

          •  
              www.UUPuertorico.org
              cálice

          Congregação dos Universalistas Unitários

          The Flaming Chalice

          Continue a amostras de Chalice Iluminações por Assunto

          •  
            •  
              •  
                  O cálice de fogo tornou-se o símbolo internacionalmente reconhecido do movimento Unitário e Universalista unitária. Na abertura da Unitarian e cultos Universalista Unitária, muitas congregações acender uma chama dentro de um cálice. Os símbolos são como nós dar significado ao nosso mundo. Este cálice de fogo tornou-se um símbolo bem conhecido da nossa denominação. Ele une os nossos membros em adoração e simboliza o espírito do nosso trabalho. O cálice de fogo combina dois arquétipos -a embarcação e uma chama de beber. Como uma símbolos religiosos têm diferentes significados para diferentes observadores.
                •  
                    Cálices, taças e jarras podem ser encontrados em todo o mundo em manuscritos antigos e altares. O cálice usado por Jesus na sua última Páscoa Seder tornou-se o Santo Graal procurado pelos cavaleiros do País de Gales e Inglaterra. .
                    Como um fogo sacrificial, chama tem sido um símbolo central de escrituras mais antigas do mundo, os hinos védicos da Índia. Hoje, luzes brilham no Natal e Hanukkah, chamas eternas estão o relógio em monumentos e túmulos, e velas cintilação em casas catedrais, templos, mesquitas, e de reunião. A chama pode simbolizar a testemunha, o sacrifício, o teste, coragem e iluminação.
                    O filósofo AN Whitehead disse que os símbolos reais têm o poder de mudar a história. A história do nosso símbolo cálice é significativo. Tudo começou por representar a coragem religiosa de Jan Hus, um padre Checa século 15 e precursor da Reforma. Jan Hus foi martirizado por propor, entre outras coisas, oferecendo a comunhão aos seus fiéis, em desafio da igreja romana, que reservou o compartilhamento de vinho para apenas sacerdotes. Ele foi queimado na fogueira por este ato, e Unitários também tem um histórico de ser perseguido por ações inovadoras e democráticas na religião.
                    Mais recentemente, a escritora feminista Riane Eisler usou o cálice como símbolo da "forma de parceria" de estar em comunidade. Sharing, a generosidade, a subsistência, e amor são alguns dos significados simbolizados por um cálice.
                    O cálice ea chama foram reunidos como um símbolo Unitarian durante a Segunda Guerra Mundial por um artista austríaco, Hans Deutsch, em 1941. Morando em Paris durante os anos 1930, Deutsch desenhou charges críticas de Adolf Hitler. Quando os nazistas invadiram a Paris em 1940, ele abandonou tudo o que tinha e fugiram para o sul da França, em seguida, para a Espanha, e, finalmente, com um passaporte alterada, em Portugal.
                    Em Portugal, ele conheceu o reverendo Charles Joy, um Unitarian americano e diretor-executivo da Comissão de Serviço Unitária (USC) uma ONG. O Comitê de Serviço foi uma nova ONG, fundada em Boston, Massachusetts para ajudar os europeus de Leste, entre eles Unitários, bem como os judeus, que precisavam para escapar da perseguição nazista. De sua sede em Lisboa, Joy supervisionou uma rede secreta de mensageiros e agentes. O Comité dos Serviços Unitarian foi um novo, organização desconhecida e precisava de alguma imagem visual para representar Unitarianismo para o mundo, especialmente quando se lida com as agências governamentais no exterior. Rev Joy encomendou este refugiado Checa e cartunista, Hans Deutsch, para projetar algo que poderia ser usado em documentos oficiais e, portanto, uma primeira versão do cálice moderno surgiu.
                    Deutsch foi mais impressionado e logo estava trabalhando para a USC. Mais tarde, ele escreveu a Joy:
                    "Não é algo que me impele a dizer... O quanto eu admiro a sua abnegação absoluta [e] prontidão para servir, a sacrificar tudo, seu tempo, sua saúde, seu bem-estar, para ajudar, ajuda, ajuda.
                    Eu não sou o que você pode realmente chamar um crente. Mas se o seu tipo de vida é a profissão de sua fé como ele é, tenho certeza de que, em seguida, religião, deixando de ser magia e misticismo, torna-se a confissão a filosofia prática eo que é mais para o trabalho social ativo, realmente útil. E essa religião, com ou sem um título, é aquele para o qual até mesmo um companheiro 'sem Deus' como eu posso dizer de todo coração, Sim! "
                    A USC foi uma organização desconhecida em 1941. Esta era uma desvantagem especial no mundo do capa-e-espada, onde estabelecer confiança rapidamente através das barreiras da língua, nacionalidade e fé pode significar a vida em vez da morte. Disfarces, sinais e contra-senhas, e à meia-noite é executado através das fronteiras vigiadas eram os meios de liberdade naqueles dias. Joy pediu Deutsch para criar um símbolo para os seus papéis "para fazê-los parecer oficial, para dar dignidade e importância para eles, e ao mesmo tempo para simbolizar o espírito do nosso trabalho.... Quando um documento pode manter um homem fora de prisão, dá-lhe de pé com governos e polícia, é importante que ela procure importante. "
                    Assim, Hans Deutsch fez sua contribuição duradoura para a USC e, como se viu, ao universalismo unitário. Com lápis e tinta ele desenhou um cálice com uma chama. Foi, Joy escreveu seu conselho em Boston,
                    "Um cálice com uma chama, o tipo de cálice que os gregos e romanos colocar em seus altares. O óleo sagrado queimando em que é um símbolo de entreajuda e sacrifício.... Isso foi na mente do artista. O fato, no entanto, que sugere remotamente uma cruz não estava em sua mente, mas para mim isso também tem seu mérito. Nós não limitamos o nosso trabalho para os cristãos. Com efeito, no momento presente, o nosso trabalho é nove décimos para os judeus, mas nós derivam da tradição cristã, ea cruz que simboliza o cristianismo e seu tema central do amor sacrificial. "
                    O projeto cálice de fogo foi feita em um selo para papéis e um emblema para os agentes de refugiados se deslocam para a liberdade. Com o tempo, tornou-se um símbolo do universalismo unitário em todo o mundo.
                    A história de Hans Deutsch nos lembra que o símbolo de um cálice de fogo estava no começo para uma vida de serviço. Quando Deutsch projetou o cálice de fogo, que nunca tinha visto uma igreja Unitária Universalista ou ou ouviu um sermão. O que ele tinha visto era a fé em ação, pessoas que estavam dispostos a arriscar tudo para os outros em um momento de necessidade urgente.
                    Os universalistas e Unitários americanas fundiram no início dos anos sessenta, e versões do símbolo foram adotadas pela Associação Unitária Universalista. Hoje, o cálice de fogo é o símbolo oficial do Comitê de Serviço Universalista Unitária e Associação Unitária Universalista. Oficialmente ou não, ele funciona como um logotipo para centenas de congregações. Uma versão do símbolo foi adotado pela Assembléia Geral da Unitárias e gratuito Igrejas Cristãs na Grã-Bretanha. Desde então tem sido utilizado por igrejas Unitárias em outras partes do mundo. Talvez o mais importante, tornou-se um ponto focal para a adoração. Ninguém significado ou interpretação é oficial. O cálice de fogo, como a nossa fé, está aberto para receber novas verdades que passarem nos testes da razão, da justiça e compaixão.
                    Valores unitarianism insights do presente, bem como o passado. É oportuno, portanto, que o símbolo cálice de fogo deve ter raízes antigas e modernas, em ambos os casos fundamentados nos princípios de sacrifício e serviço à humanidade.
                    O símbolo da chama cálice pode ainda ser entendida como uma metáfora para a vida dos seres humanos, tanto como indivíduos e na comunidade.
                    Um copo é um objeto familiar feito para ser realizada e aprovada em torno - para a partilha. Uma chama, pelo contrário, não é um objecto. Ele não pode ser medida ou pesada. Não é uma coisa estática, mas um processo dinâmico, em mudança.
                    A chama precisa de três elementos. O primeiro destes é o combustível . O combustível é material. Como o corpo humano, como o tesouro edifícios, livros, tesouro e documentos de uma comunidade da igreja. Se um incêndio carece de combustível que está a ser dito "queima baixo" como uma vela em seus momentos finais. A chama encolhe até que ele é apenas um brilho fraco.
                    Unitários não são ascética ou "de outro mundo", mas tenta ter uma visão realista e racional da vida. Unitários aceitar prontamente que, como acender um fogo, as pessoas em suas vidas privadas e coletivamente precisa do combustível das coisas físicas.
                    O segundo elemento é o calor . Pense no calor da própria vida, distinguindo os vivos dos mortos; a centelha de inteligência, o calor do encontro humano, mesmo a fricção de desacordo. Se um incêndio carece de calor, tal como quando amortecer uma chama com água, é dito para ser caleiras.
                    Para desenvolver como seres humanos, as pessoas também precisam de calor. A vitalidade da vida paroquial, as atividades que animam e absorvem, momentos instigantes que desafiam são sinais de uma comunidade religiosa liberal saudável. Unitários acreditam que a sociedade é sustentada pelo calor que funcionem e de apoio as comunidades podem fornecer.
                    O terceiro elemento é ar . Espírito sempre foi comparado com o ar, vento ou pelos gregos e hebreus igualmente. Se um incêndio falta de ar, dizemos que ela está em chamas. Há muito calor e uma densa fumaça negra, mas pouca ou nenhuma luz. A vida moderna é muito frequentemente como este.
                    Unitários estão abertas para a importância da experiência religiosa pessoal, seja em uma casa de reunião ou de uma capela em um domingo, em uma montanha-top, ou em momentos diários durante a semana de trabalho. Para se desenvolver, as pessoas precisam de ar ou de espírito: a inspiração, ou respirando, desse elemento invisível, mas vital; os momentos profundos de si na oração ou meditação; o movimento compartilhado do coração quando o espírito é sentida.
                    Unitários, ao contrário de Moisés, não basta encontrar o fogo queimando no deserto. O cálice de fogo há sarça ardente, mas algo a ser iluminado, e re-iluminado, por todas as pessoas. Ele requer um ato de vontade, de propósito e de fé.
                    Unitarianismo permite que as pessoas a desenvolver-se livremente, sem as constrições de dogma recebido, ao experimentar o calor da comunidade. Unitários estão abertos para as verdades que a ciência tem legaram, inclusive a verdade de que a escuridão não tem existência em si. Escuridão é a ausência de luz.Unitários acreditam que o caminho para superar a escuridão é acender as nossas lâmpadas sempre que nos encontramos.
                • HistóriaXXXX Três elementos A chama viva

                  * Adaptado de:

                  http://www.theopenmind.org.uk/about/leaflets/flame.html Texto pelo Reverendo Art Lester, primeiro, apresentado pela Comissão de Desenvolvimento Unitária nos 1993 Reuniões Unitária da Assembléia Geral. Especialmente adaptado e editado para este site por Matthew Smith.

                  e

                  http://www.uua.org/aboutuu/chalice.html por Dan Hotchkiss




      domingo, 23 de novembro de 2014

      Taquia, Taqiyya: mentir é permitido se ajudar a propagar o islamismo


      Um dos conceitos mais chocantes do islão é o de ser permitido mentir se a mentira ajudar a propagação do islão e da lei islâmica (Sharia). 
      Nós tratamos dele em um artigo anterior e exemplos tem sido compilados. Neste artigo  apresentamos a base da taqiyya oriunda das escrituras islâmicas e o que a lei islâmica diz a respeito. 
      Eu sei que é chocante mesmo pensar que um muçulmano pode estar nos enganando, mas o fato é que mentir para os não-muçulmanos não é motivo para um muçulmano temer o inferno. Ele pode mentir e ainda aguardar pelas suas 72 virgens depois da morte sem remorsos.  
      Os muçulmanos podem mentir?

      Resposta:
      Os doutores do islão ensinam que os muçulmanos devem, em geral, serem verdadeiros uns para com os outros, exceto quando o propósito da mentira for o de “amaciar as diferenças.”

      Existem duas formas de mentir para os não-muçulmanos (kufar) que são permitidas sob certas circunstâncias. Elas são chamadas de taqiyya ekitman. Essas circunstâncias são aquelas que avancem a causa do islão, em alguns casos para ganhar a confianca dos não-muçulmanos de modo a expor as suas vulnerabilidades e, deste modo,  derrotá-los mais facilmente.

      Os muçulmanos estão autorizados a mentir para os não-muçulmanos a fim de derrotá-los. As duas formas são:

      Taqiyya - dizer algo que não é verdade.

      Kitman - mentira por omissão. Um exemplo seria quando apologistas muçulmanos citam apenas um fragmento do verso 5:32 (se alguém mata "seria como se tivesse matado toda a humanidade"), deixando de mencionar que o restante do versículo (e no próximo) ordena o assassinato em casos indefinidos de "corrupção" e "mal comportamento".

      O que diz o Alcorão

      Alcorão (16: 106) - Estabelece que há circunstâncias que podem "obrigar" um muçulmano para dizer uma mentira.

      Alcorão (3:28) - Este versículo diz para muçulmanos não tomarem aqueles fora da fé islâmica como amigos, a menos que seja para "que eles se protejam."

      Alcorão (9: 3) - "... Alá e Seu Mensageiro estão livres de responsabilidade para com os idólatras ..." A dissolução dos juramentos com os pagãos que permaneceram em Meca após a sua captura. Os pagãos de Meca não fizeram nada de errado, mas foram expulsos de qualquer maneira.

      Alcorão (40:28) - Um homem é apresentado como um crente, mas que deve "esconder sua fé" entre aqueles que não são crentes.

      Alcorão (2: 225) - "Alá não vai chamá-los para explicar leviandade em seus juramentos, mas irá julgá-lo pela intenção em seus corações." O contexto dessa observação é o casamento, o que explica por que a Sharia permite aos cônjuges mentirem uns para o outro para um bem maior.

      Alcorão (66: 2) - "Alá já ordenou para você, (ó homens), a dissolução de seus juramentos."

      Alcorão (3:54) - "E eles (os descrentes) planejaram, e Alá planejou (contra eles): e Alá é o melhor dos planejadores." A palavra árabe usada aqui para o planejar (ou tramar) é makara, que significa literalmente 'enganar'. Se Alá é extremamente enganador para com os incrédulos, então há pouca base para negar que os muçulmanos estão autorizados a fazerem o mesmo. (Veja também 8:30 e 10:21)

      Citações do Hadice (Hadith) 

      Bukhari (52: 269) - "O Profeta disse:" A guerra é enganar os outros. "O contexto deste hadice é considerado como sendo para o assassinato de Usayr ibn Zarim, e seus trinta homens desarmados, pelos homens de Maomé após ele ter "garantido" a eles uma passagem segura.

      Bukhari (49: 857) - "Aquele que faz a paz entre as pessoas inventando boas informações ou dizer coisas boas, não é um mentiroso." Mentir é permitido quando o fim justifica os meios.

      Bukhari (84: 64-65) - Falando de uma posição de poder na época, Ali confirma que a mentira é permitida a fim de enganar um "inimigo".

      Muslim (32: 6303) - "... ele não ouviu que a isenção foi concedida em nada o que as pessoas falam como mentira, mas em três casos: na batalha, para trazer a reconciliação entre as pessoas, e as palavras do marido para sua esposa, e as palavras de uma esposa para seu marido (de forma distorcida, a fim de trazer a reconciliação entre eles)".

      Bukhari (50: 369) - narra o assassinato de um poeta, Ka'b bin al-Ashraf, por insistência de Maomé. Os homens que se voluntariaram para o assassinato usaram desonestidade para ganhar a confiança de Ka'b, fingindo que tinham se voltado contra Maomé. Com isso, eles chamaram a vítima para fora de sua fortaleza, ao que ele foi brutalmente abatido apesar de ter lutado ferozmente por sua vida.

      Da Lei Islâmica:

      Reliance do Traveler (p 746-8,2.) -. "A fala é um meio para alcançar os objetivos  Se um objetivo louvável for alcançável através de tanto dizer a verdade ou mentir, é ilegal mentir, porque não há necessidade para isso. Quando for possível alcançar tal objetivo mentindo-se mas não dizendo a verdade, é permitido mentir se atingir a meta for permitido (N: ou seja, quando o propósito da mentira for para contornar alguém que esteja impedindo alguém de fazer algo permitido ), e é obrigatória a mentir se o objetivo for obrigatório ... é uma precaução religiosamente em todos os casos empregar palavras que dêm uma impressão enganosa ...

      "Deve-se comparar as conseqüências ruins decorrentes de se mentir e de se dizer a verdade, e se as conseqüências de dizer a verdade são mais prejudiciais, tem-se o direito de mentir. "

      Mas, Maomé fez isso?

      Sim. Por exemplo, Maomé ludibriou Meca ao assinar uma trégua de 10 anos, quebrando-a após 2 anos quando já tinha conseguido um exército grande o suficiente para conquistar Meca. Algumas das pessoas de meca que confiaram em Maomé foram executadas. 

      Maomé usou de mentirar ao enganar o poeta Ka'b bin al-Ashraf (descrito acima) bem como Usayr ibn Zarim, um exilado da tribo dos Banu Nadir, que haviam sido expulsos de Medina por Maomé (descrito abaixo).

      Na época, Usayr ibn Zarim estava tentando reunir uma força armada contra os muçulmanos, de entre uma tribo aliada ao Coraixitas (guerra contra o qual Maomé já havia declarado). "Emissários" de Maomé foram para ibn Zarim e o convenceram a deixar o seu porto seguro, sob o pretexto de se encontrar com o profeta do Islã em Medina para discutir a paz. Uma vez vulnerável, o líder e seus trinta companheiros foram massacrados pelos muçulmanos com facilidade, desmentindo a promessa de que eles estavam em sua maioria desarmados, tendo sido dada uma garantia de passagem segura (Ibn Ishaq 981).

      Tal era a reputação dos muçulmanos por mentir e depois matar que mesmo aqueles que o "aceitaram o islão" não se sentiam totalmente seguros. O destino da Jadhima é evidência dramática para isto. Quando muçulmanos "missionários" se aproximaram de sua tribo um dos membros insistiu que eles iriam ser abatidos, mesmo aqueles que já tinham se "convertido" ao islamismo para evitar apenas como um desaparecimento. No entanto, os outros estavam convencidos de que eles poderiam confiar na promessa do líder muçulmano que eles não poderiam ser prejudicados se eles simplesmente não oferecessem resistência. (Depois de convencer o cético a depor armas, os homens desarmados da tribo foram rapidamente amarrado e decapitados - Ibn Ishaq 834 e 837).

      O Alcorão diz em vários lugares que Alá é o melhor na arte de enganar as pessoas. Uma nota interessante é o versículo 7:99, que diz que as únicas pessoas têm certeza do que Alá irá fazer com elas são aquelas que perecerão no inferno. Tomada literalmente, esta passagem significaria que os muçulmanos que arrogantemente assumem que eles vão entrar no céu, poderão ter uma surpresa desagradável (estes são os perigos de se adorar um enganador todo-poderoso).

      A quase ausência de versículos do Alcorão e Hadith que incentivem que a verdade de ser dita é algo surpreendente, dado que muitos muçulmanos estejam convencidos de que sua religião ensina honestidade. Na verdade, é por causa dessa crença arraigada, que muitos muçulmanos sejam ainda bastante honestos. Quando a mentira é abordada no Alcorão, é quase sempre em referência a "mentiras contra Alá" - referindo-se aos judeus e cristãos que rejeitaram a alegação de que Maomé era um profeta.

      Finalmente, as circunstâncias em que Maomé permitiu um crente a mentir para um não-cônjuge são limitadas àquelas que fazer avançar a causa do Islã ou habilitam um muçulmano a evitar danos ao seu bem-estar (e provavelmente, o bem-estar de outros muçulmanos também) . Embora este deve ser mantido muito em conta quando se trata de assuntos de segurança global, tais como as intenções nucleares do Irã, ou os interesses reais daqueles que estão financiando a islamização do Brasi, isso não é motivo para se supor que todo o muçulmano que você pessoalmente encontrar na rua ou no local de trabalho seja menos honesto do que qualquer outra pessoa.

      Contudo, se ele for um bom muçulmano, você sabe que ele deseja a implantação da lei islâmica (Sharia), mesmo que ele diga o contrário.

      texto adaptado em parte de The Religion of Peace.
      XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
      SALVAÇÃO DO MUNDO SÃO AS IGREJAS UNITARISTAS E OS COMUNISTAS VERDADEIROS www.comunistas.tkwww.igrejaunitarista.vai.la
      Presidente turco Recep Erdogan diz que, no islão, o papel da mulher na sociedade é a maternidade. (Ele não disse ser um dos papeis; ele disse que esse é o papel.) Ele ainda afirmou que mulheres e homens não podem ser tratados de modo igualitário "porque isso é contra a natureza humana." Erdogan, no seu sonho de revier o Califado Otomano, vai aos poucos erodindo a herança de Ataturk, que modernizou a Turquia. Lembre-se que segundo a lei islâmica Sharia, os direitos da mulher (herança, voz nos tribunais, guarda dos filhos) vale metade dos direitos do homem.
      FFFFFFFFFFIIIIIIIIIIIIMMMMMMM
      Universalistas Unitário de Moçambique
       

      xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

      ESTATUTO DA ASSOCIAÇÃO

      ARTIGO 1º  - DENOMINAÇÃO, SEDE, FINALIDADE E DURAÇÃO

      ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES DESEMPREGADOS, SUB-EMPREGADOS E COM UNICO EMPREGO OU  UNICA ATIVIDADE PROFISSIONAL DO BRASIL, neste estatuto designada, simplesmente,  como Associação , fundada em data de   ……………..,  com sede e foro nesta capital, na Rua Progresso, 1363  CEP 30720-474   Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais,  é uma associação de direito privado,  constituída por tempo indeterminado, sem fins econômicos, de caráter organizacional, filantrópico, assistencial, promocional, recreativo e educacional, sem cunho político ou partidário, com a finalidade de atender  a todos que a ela se dirigirem, independente de classe social, nacionalidade,  sexo, raça, cor ou crença religiosa.

      Finalidades da Associação.

      Terá  como meta principal o combate ao desemprego e ao sub-emprego ou remuneração baixa  de seus associados e o combate ás  suas causas do desemprego  nos  sites de Paulo Trindade : www  conscienciabranca tk , www  comunistas  tk e outros.


      ARTIGO 2º -DA ADMISSÃO DO ASSOCIADO

      Poderão filiar-se somente pessoas maiores de 18 (dezoito) anos,  independente de classe social, nacionalidade, sexo, raça, cor ou crença religiosa e, para seu ingresso, o  interessado deverá preencher ficha de inscrição na secretaria da entidade, que a submeterá à Diretoria Executiva e, uma vez aprovada, terá seu nome, imediatamente, lançado no livro de associados, com indicação de seu número de matrícula e categoria à qual pertence, devendo o interessado:


      I.  Apresentar a cédula de identidade  legal;

      II.  Concordar com o presente estatuto e os princípios nele definidos;

      III.  Ter idoneidade moral e reputação ilibada,ficha limpa no spc, policia e forum e residir em imóvel situado em loteamento legal.

      IV.  Caso seja "associado contribuinte", assumir o compromisso de honrar pontualmente com as contribuições associativas.  

      ARTIGO 3º - DOS ASSOCIADOS  

      Os associados serão divididos nas seguintes categorias:

      I.  Associados Fundadores: os que ajudaram na fundação da Associação, e que são relacionados em folha anexa.

      II.  Associados Beneméritos: os que contribuem com donativos e doações;

      III.  Associados Contribuintes: as pessoas físicas ou jurídicas que contribuem, mensalmente, com a quantia fixada pela Assembléia Geral;

      IV.  Associados Beneficiados: os que recebem gratuitamente os benefícios alcançados pela entidade, junto aos associados contribuintes, órgãos públicos e privados;

      ARTIGO 4º –  PRERROGATIVAS DA ASSOCIAÇÃO:

      No desenvolvimento de suas atividades, a Associação observará os princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade, economicidade e da eficiência, com as seguintes prerrogativas:


      Representará  legalmente :

      Os  desempregados

      Os trabalhadores com um único emprego ou atividade profissional

      Pessoas aprovadas em concurso público que estão esperando para serem chamadas.

      Funcionários Publicos efetivados que tenham somente o cargo que ocupam e não exerçam outra atividade profissional nem paguem INSS como trabalhador autonomo

      Pessoas que sonham em ser funcionários publicos atravez  de concurso público.

      Pessoas que não conseguiram nomeação devido à Lei das Cotas raciais em concursos públicos.


      A Associação  atuará  nas greves ou eventos por melhores condições   de trabalho  e  salário  ´dos  Médicos,  Professores e  trabalhadores da Enfermagem  e de todos os profissionais  que tem  uma única  atividade profissional  apesar  da permissão constitucional  de acumularem cargos públicos,   sugerindo ou exigindo  a  demissão ou vigilancia  rigorosa de todos os que acumulam cargos públicos ou prejudicam filiados  desta Associação.  


      XXXXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOOOXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOOOOXXXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOXXXXXXXXXXXOOOOOOOOOOOOO

      PERGUNTAS SOBRE UNITARISMO

       

       


      Universalistas Unitário de Moçambique


      Informações turísticas

      100 Perguntas que os não-membros Pergunte sobre universalismo unitário

      No Português

      Nossos valores morais e princípios


      O que esperar de ente (Congregação UU de Moçambique)

      Você pode esperar para ser muito bem-vindas em uma família carinhosa, sem pré-julgamento ou expectativas artificiais. 
      Você terá a oportunidade e incentivo para explorar sua jornada espiritual pessoal. Não há expectativa de estar em conformidade com qualquer conjunto pré-definido de crenças. Você pode desafiar as suas próprias crenças, e através de discussões com os outros, desafiar as dos outros, sem represálias. 
      Existem vários cursos de Educação de Adultos religiosa (RE), que também pode ajudá-lo em sua busca, ajudá-lo a desafiar suas crenças e encontrar a sua verdade.
      Você também terá a oportunidade de explorar a si mesmo, expandir as suas capacidades, e talvez até mesmo encontrar um novo caminho . através de seu envolvimento no ente 
      Nós vamos ajudá-lo a planejar serviços para celebrar e observar nascimentos, mortes, casamentos , casamentos , handfastings , serviços memorial, dedicação criança e namings ., bem como outras tradições e passagens da vida 
      Você pode experimentar diferentes atividades - aqueles que talvez você pensou em fazer, mas não tinham certeza se pudesse. Você pode experimentá-los aqui.Erros e "fracassos" são oportunidades para você aprender e crescer! 
      Você será solicitado [e incentivou] para se envolver em vários momentos. No entanto, a escolha é sempre sua. Você pode se envolver com a profundidade que você quer ou você pode optar por não se envolver !! 

      O que faz ente esperar de você .. 

      Ente espera que você seja responsável por encontrar o seu próprio caminho espiritual. Ente oferece o "ambiente" para facilitar sua busca, mas você tem que encontrá-lo. 
      100 Perguntas que os não-membros Pergunte sobre universalismo unitário

      Copyright © 1994-2000 pela Igreja Unitária Universalista de Nashua, New Hampshire. Todos os direitos reservados.

      1 Crenças, credos e doutrinas

      Vamos voltar para o seu lugar nos bancos da igreja, 
      E ouvir as nossas opiniões heréticas: Você não nasceu em pecado Então, levante o queixo, Você só tem seus dogmas para perder.


        Leonard Mason, ministro UU

      O QUE UNIVERSALISTAS UNITÁRIOS ACREDITAR?

      •  
        • Cada indivíduo deve ser incentivados a desenvolver uma filosofia pessoal de vida.
        • Todo mundo é capaz de raciocinar.
        • Nós não precisamos de qualquer outra pessoa, ou organização oficial para nos dizer em que acreditar.
        • Devemos ser capazes de apresentar opiniões religiosas abertamente, sem medo de censura ou represália.
        • Todas as pessoas devem ser tolerantes com as idéias religiosas dos outros.
        • A verdade não é absoluta; ela muda ao longo do tempo.
        • Todo mundo deve continuar a procurar a verdade.
        • Toda a pessoa tem igual direito à vida, liberdade e justiça.
        • As pessoas devem governar a si mesmos através de processos democráticos.
        • As idéias devem estar aberto a críticas.
        • As boas obras são o resultado natural de uma boa-fé.

      QUAIS VALORES VOCÊ SEGURAR MAIS ALTO?

      Nós consideramos os valores mais elevados para ser integridade, carinho, compaixão, a justiça social, a verdade, a paz pessoal e harmonia.Avançando esses valores é um importante propósito de nossas congregações.

      SERÁ QUE O UUA TER UM CREDO?

      Não. Embora o estatuto social da associação contêm uma seção sobre propósitos e princípios, não é uma declaração de um credo religioso.

      VOCÊ ASSINA QUAISQUER DOUTRINAS?

      Não temos doutrinas específicas em que os membros são esperados para se inscrever. No entanto, o estatuto social da UUA (Unitarian Universalist Association) e igrejas-membro e sociedades contêm uma Declaração de Propósito e Princípios (ver página 18). Estas são as bases de um acordo solene que igrejas-membro apoiará a UUA e que o UUA apoiará as igrejas individuais.

      O QUE VOCÊ NÃO ACREDITA?

      Nós não acreditamos que qualquer preceito ou doutrina religiosa deve ser aceita como verdadeira simplesmente porque alguma organização religiosa, tradição ou autoridade diz que é. Também não acreditamos que todos os UUs deve ter crenças idênticas.

      SERÁ QUE ALGUNS UUS TÊM CRENÇAS DIFERENTES DO QUE OUTROS UUS?

      Eles certamente fazer. Como a liberdade individual de crença é um dos nossos princípios básicos, segue-se que haverá diferentes crenças entre nós. Encontrado em igrejas de hoje são o humanismo, o agnosticismo, ateísmo, o teísmo, o cristianismo liberal, neo-paganismo e espiritismo terra. Essas crenças não são mutuamente exclusivos - é possível realizar mais de um. Enquanto estamos ligados por um conjunto de princípios comuns, nós deixá-lo para o indivíduo para decidir o que crenças particulares levar a esses princípios.

      VOCÊ ACREDITA EM DEUS?

      Não temos uma doutrina definida de Deus. Os membros são livres para desenvolver conceitos individuais de Deus que são significativas para eles. Eles também são livres para rejeitar o termo e conceito completamente.

      A maioria de nós não acredita em um ser supremo sobrenatural que pode intervir diretamente no e alterar a vida humana ou para o mecanismo do mundo natural. Muitos acreditam em um espírito de vida ou um poder dentro de si, que alguns optam por chamar Deus.

      VOCÊ ACREDITA EM UM DEUS PESSOAL?

      Um Deus pessoal é aquele com quem alguém se sente um relacionamento um-para-um, uma divindade que cuida especificamente para que o indivíduo e para o qual essa pessoa pode apelar diretamente. Poucos UUs caracterizaria Deus nesses termos pessoais.

      QUAL O PAPEL QUE DEUS TOCAR NA IGREJA?

      Na maioria dos serviços, há poucos, se houver, menciona de uma divindade. A ênfase é sobre questões de crescimento humano, potencial humano e questões humanas pessoais que todos nós enfrentamos no dia-a-dia. Há também uma ênfase em questões sociais, morais e éticos que nos confrontam. Embora os participantes são apresentados a partir da perspectiva religiosa do ministro ou o alto-falante, ele nunca se supõe que todos os presentes têm uma crença comum em Deus.

      Deus significa coisas diferentes para diferentes UUs. Para alguns, o termo tem pouco ou nenhum significado. Seja qual for o caso, oferecemos uma congregação aceitar onde cada pessoa pode descobrir o que dá à vida significado, propósito e direção.

      VOCÊ ACREDITA NA EXISTÊNCIA DE SERES ESPIRITUAIS?

      Não no sentido de algo que está desencarnada. A maioria concorda que há uma dimensão espiritual para a vida que está ligado aos aspectos físicos, mentais, emocionais e psicológicos da vida.

      VOCÊ ACREDITA EM MILAGRES?

      Nós não acreditamos em milagres de qualquer forma sobrenatural desde nossas idéias de Deus geralmente não incluem uma divindade que tem a capacidade de alterar o funcionamento do mundo natural. A maioria dos UUs sentir que o dom da própria vida é um milagre suficiente, e que devemos viver o mais plenamente, com alegria e responsabilidade que pudermos.

      VOCÊ ACREDITA EM JESUS?

      Nós não acreditamos que Jesus Cristo nasceu de uma virgem, realizou milagres e ressuscitou da morte. Nós admiramos e respeitamos a maneira como ele viveu, a força do seu amor, a força de seu exemplo e seu sistema de valores.

      A maioria dos UUs consideram Jesus como um dos vários professores morais e éticas importantes que os seres humanos têm mostrado como viver uma vida de amor, serviço e compaixão. Embora alguns de nós podem questionar se Jesus era uma figura histórica real, nós acreditamos que os seus ensinamentos são de valor moral significativo.

      COMO VOCÊ CONSIDERA A BÍBLIA?

      Nós consideramos a Bíblia como um dos muitos textos religiosos importantes, mas não considero única ou exclusiva de qualquer forma. Nós não interpretá-la literalmente. Achamos que algumas partes dele oferecer mais verdade e relevância do que outras partes. Embora UUs respeitam a Bíblia e consideram parte de seu conteúdo como a grande literatura, não é um documento central em nossa religião.

      VOCÊ ACREDITA EM VIDA APÓS A MORTE?

      Muito poucos UUs acreditam em um contínuo, a existência individualizada após a morte física. Menos ainda acreditam na existência física dos lugares chamados céu ou o inferno, onde se vai depois de morrer. Acreditamos imortalidade se manifesta nas vidas daqueles que afetam durante a nossa vida e no legado que deixamos quando morremos.

      VOCÊ ACREDITA NO CONCEITO DE EVOLUÇÃO?

      Sim. Acreditamos que as formas de vida mais complexas evoluíram a partir de formas de vida menos complexas.

      QUAIS SÃO OS LAÇOS QUE UNEM UUS?

      Enquanto não há doutrinas escritas ou verbais destinados a esse fim, temos ambos afirmaram e obrigações não declaradas que nos unificam.Os títulos indicados são os princípios e propósitos da UUA que apoiamos individual e coletivamente.

      Entre as obrigações não declaradas são o nosso respeito mútuo um pelo outro e nossa apreciação dos muitos caminhos religiosos, filosóficos e espirituais, que os nossos membros prosseguir. Estamos unidos em nossa preocupação mútua um pelo outro é bem-estar, e nossa disposição de ajudar uns aos outros em tempos de necessidade.

      2 definições e as diferenças

      O que é um dos favoritos UU adesivo?

      "Questionar é responder!"

      COMO VOCÊ ACHA QUE A MAIORIA DAS IGREJAS DEFINIRIA UM CRISTÃO?

      Doutrina cristã Classical descreveria uma cristã como uma pessoa que acredita:

      • que Deus, o Ultimate, o Divino (chamemos-lhe o que se deseja) foi revelado com exclusividade para os seres humanos, na pessoa de Jesus de Nazaré, também chamado de Jesus, o Cristo.
      • que Jesus era Deus na Terra, que veio para salvar os seres humanos a partir do estado de pecado em que eles nasceram (Original Sin), por sua morte na cruz (Expiação), e depois triunfou sobre a morte (a ressurreição). Em resposta a este ato de Deus, os seres humanos são para dar graças a Ele, aceitar Jesus como seu Salvador e dedicar a sua vida a Jesus, seguindo seus ensinamentos e exemplo.
      • que milagres podem acontecer através de uma divindade sobrenatural que pode alterar o funcionamento do mundo natural.

      Para os protestantes, a autoridade para a sua religião é a Bíblia. Para os católicos, a autoridade é os ensinamentos da Igreja Católica.

      Cristianismo Liberal (a partir do qual os unitários e os universalistas evoluiu) ou minimiza ou descarta a idéia do pecado original, e vê Jesus como um enviado de Deus para nos mostrar como viver uma vida melhor. Os cristãos liberais ver Deus como uma força para o bem, em vez de um ser sobrenatural. Eles são mais flexíveis na sua interpretação das Escrituras, lendo-a mais em seu contexto histórico e simbólico ao invés de dar a interpretação literal de muitas passagens.

      SÃO UUS CRISTÃ?

      A resposta a esta questão varia entre UUs. Unitários e universalistas, uma vez liberais denominações cristãs protestantes, afastou-se de sua base cristã para abraçar o princípio da liberdade individual de crença. Embora algumas igrejas ainda são liberal cristã, hoje apenas cerca de 20 por cento dos UUs poderiam chamar-se cristão. Assim universalismo unitário não pode ser considerado uma religião totalmente cristã.

      COMO VOCÊ SE DIFEREM DOS CRISTÃOS?

      A principal maneira que diferem é que nós não consideramos Jesus como uma revelação única de Deus. A maioria dos UUs (cristãos ainda UU) rejeitariam uma interpretação literal das crenças cristãs reconhecidas, tais como o nascimento virginal, os milagres de Jesus e da ressurreição.Enquanto os cristãos UU aceitaria uma interpretação simbólica desses eventos, a maioria dos UUs ver Jesus como um professor de moral e ética, e não mais do que isso.

      O QUE UUS E HUMANISTAS TÊM EM COMUM?

      Porque a nossa é uma religião muito orientada para humanística, a maioria dos UUs se consideram humanistas em um sentido ou outro. Mas, como o termo Deus, humanismo também significa coisas diferentes para diferentes UUs.

      Basicamente, o humanismo significa que nós, seres humanos são responsáveis ​​pelo nosso destino para melhor ou pior, e não podemos contar com um poder ou divindade fora para determinar nosso destino individual ou coletiva. O humanismo é também uma afirmação do poder da mente humana e do espírito humano.

      Há tanto humanistas seculares e religiosos. Os humanistas seculares não acredita em qualquer tipo de divindade; eles acham pouco, se algum, o valor em linguagem religiosa, histórias, mitos ou símbolos de qualquer tradição religiosa.

      O humanista religioso, mantendo a definição acima do humanismo, não negam com veemência a idéia de Deus. Normalmente definir Deus como um poder profundo dentro de si mesmos, eles também encontram determinadas mensagens ou temas em histórias religiosas que lhes proporcionam a compreensão e orientações para a vida humana.

      Há tanto humanistas seculares e religiosos dentro da nossa família da igreja, e abrimos espaço para ambos.

      QUAL É A DIFERENÇA ENTRE UM UNITARISTA E UM UNIVERSALISTA?

      Do ponto de vista institucional não houve nenhuma diferença desde 1961, quando os Unitários e universalistas mescladas.

      O QUE PODE SER CONSIDERADO AS PALAVRAS DE RELÓGIOS DE UNIVERSALISMO UNITÁRIO?

      Tradicionalmente eles têm sido liberdade, razão e tolerância. Enquanto UUs de hoje ainda reverenciam estas três palavras, eles acrescentaram mais três palavras: espírito, graça e amor.

      QUAIS SÃO ALGUMAS DAS CARACTERÍSTICAS DO UUS?

      O típico UU é bem-educado, moderadamente ricos, e profissionalmente empregada. A maioria de nossas igrejas locais estão trabalhando duro para atrair uma sociedade mais diversificada. Queremos ser congregações acolhedor, livre de discriminação econômica, religiosa, racial, étnica ou sexual.

      É UNITÁRIO UNIVERSALISMO REALMENTE UMA RELIGIÃO?

      Ao lidar com as crenças e teologia, é importante notar que Unitário Universalismo é uma forma de ser religioso , em vez de uma doutrina religiosa.Para nós, a religião é uma busca permanente de significado, propósito, valor e profundidade espiritual na vida de alguém. Nós acreditamos que os indivíduos têm o direito de fazer a sua própria pesquisa, e que nem todas as pessoas (nem mesmo todos os UUs) estão indo para compartilhar as mesmas crenças.

      A nossa é uma religião não-confessional, não-doutrinária que afirma a liberdade individual de crença. Por esta razão, não é possível dar uma resposta geral à possibilidade ou não UUs acreditar em Deus, Jesus, a Bíblia ou a vida após a morte. Apesar de não acreditar que tudo a mesma coisa sobre estes e outros assuntos, nós acreditamos que cada pessoa tem a integridade ea capacidade de chegar a um acordo com as suas crenças religiosas de uma forma que é certo para essa pessoa.

      QUAL É A SUA ATITUDE PARA COM OUTRAS CONFISSÕES RELIGIOSAS, COMO O JUDAÍSMO, O HINDUÍSMO EO BUDISMO?

      Nós acreditamos que há sabedoria na maioria, se não todas, as religiões do mundo. Sentimos cada um é valioso para o que pode nos dizer sobre nós mesmos e nosso mundo, e como seus membros a encontrar sentido e direção religiosa.

      NÃO UUS ACREDITAR EM UMA RELIGIÃO UNIVERSAL?

      Acreditamos na universalidade da religião em que reconheçamos todos os seres humanos fazem perguntas como: "Por que estou aqui? Qual é o significado e propósito da minha vida? Por que eu tenho que morrer?" Percebendo todas as religiões procuram dar respostas a perguntas como estas, nós pensamos que há muita sabedoria em suas muitas respostas.

      Poucos UUs argumentam que não há, nem nunca será, uma única religião universal que é direito de todos.

      3 Life, Death, Salvação, Sin

      Um ministro universalista de uma congregação obstreperous tornou-se irritado com as disputas internas, durante uma reunião do conselho de administração. Interrompê-los, ele pediu aos membros do conselho que Universalismo significava para eles. Em uma coisa, eles concordaram, "Universalismo significa salvação universal; todos nós estamos indo para o céu quando morrer."

      O ministro disse: "Você sabe, se eu fosse Deus, eu ia colocar vocês em mansões ao lado uns dos outros e fazer você viver juntos por um milhão de anos ou mais até que você aprendeu a conviver uns com os outros."

      COMO VOCÊ CONSIDERAR A MORTE E COMO ISSO AFETA A MANEIRA COMO VOCÊ VIVE?

      Rev. F. Forrester Igreja definiu a religião como "Nossa resposta humana à dupla realidade de estar vivo e ter que morrer." A maioria dos UUs considerar a morte como o fim definitivo e total de nossa existência. Ao invés de ver isso em um sentido mórbido ou desesperado, vemos a finalidade da morte como uma razão para viver a vida da forma mais completa possível.

      Apesar de considerar a morte como o fim de nossa vida consciente, esperamos que vamos viver nas mentes e nos corações de todas as pessoas cuja vida que enriqueceu durante a nossa vida terrena.

      COMO CONSIDERA O PECADO?

      Nós não acreditamos que uma pessoa nasce e escravizados na forma que a doutrina do pecado original ensina.

      Acreditamos que as pessoas são punidos por seus pecados, não para eles, e que as pessoas más fazer shows com eles. Acreditamos, também, que é enriquecida por nossas virtudes e que o bem que fazemos a vida com a gente e ajuda a tornar o mundo melhor.

      Você pode assistir a uma igreja UU por anos e raramente ouvem a palavra pecado.

      COMO VOCÊ EXPLICA O MAL?

      Não temos respostas com base em doutrina rápidas para explicar o mal, dor e sofrimento, e do fato de que a vida pode ser infernal, às vezes. Para todo o nosso otimismo, a maioria de nós reconhece que há um lado quebrado, fragmentadas ou caído para a humanidade, e em cada uma de nossas vidas. Enquanto nós admitimos a existência desse lado negativo da vida, não tente dar a ele.

      Você vai encontrar muitas UUs envolvidos nos esforços para fazer deste um mundo mais justo, pacífico, sã e habitável em níveis locais, nacionais e globais. Nós nos esforçamos para agir e pensar em formas que permitam a todos os seres humanos para alcançar o seu potencial.

      E mesmo se não podemos explicar por que as pessoas sofrem, podemos tentar ajudá-los quando eles fazem.

      PODE UUS IR PARA O CÉU OU PARA O INFERNO?

      Como não há nenhuma maneira de saber com certeza se vamos qualquer lugar quando morremos, muito poucos, se qualquer um de nós acreditam na existência física de um lugar chamado céu ou inferno.

      E SOBRE A SALVAÇÃO? PODE UM UU SER SALVO?

      A salvação não é uma palavra que usamos freqüentemente.

      Nós não acreditamos que as pessoas nascem em um estado de pecado do qual eles devem ser salvos, a fim de evitar gastar uma eternidade sofrendo no inferno.

      Como acreditamos que em nenhum pecado original nem o inferno, não sentem a necessidade de ser salvo de qualquer um.

      VOCÊ ACREDITA EM UM REDENTOR?

      Não. Nós acreditamos que deve ser julgada pela forma como vivemos nossas vidas e servir aos outros, não no que um redentor fará por nós. Nós respeitamos os líderes religiosos e espirituais, como Jesus, Moisés e Buda para o que eles podem nos ensinar sobre a vida, e não como redentores no sentido tradicional.

      SE VOCÊ NÃO TEMO A DEUS, INFERNO, OU A CONDENAÇÃO ETERNA, QUE É O SEU INCENTIVO PARA AGIR MORALMENTE E RESPONSÁVEL?

      Nós sentimos que as pessoas que vivem vidas morais e éticos geralmente o fazem, porque eles têm um senso de responsabilidade para si e para os outros. Nosso incentivo é que queremos viver em um mundo mais sadio, pacífico e justo do que aquele que temos no presente, e queremos passar de um mundo melhor para as gerações seguintes.

      Sustentar que a vida moral e ética só ocorre porque as pessoas temem o inferno ou condenação é para humilhar aqueles que procuram levar uma vida moral e eticamente responsáveis.

      4 Atitudes e Interesses

      A pequena mulher de meia-idade pediu ao balconista para cortar 40 metros de chiffon rosa para ela. Quando ele perguntou o que ela poderia desejar com 40 metros de chiffon, ela respondeu: "Eu estou fazendo uma camisola para mim mesmo."

      "Mas, certamente, você não precisa de 40 metros. Você não é uma grande mulher."

      "Sim, mas o meu marido é um unitarista e ele prefiro olhar para algo que realmente encontrá-lo."

      QUAL É A SUA ATITUDE PARA COM AS MULHERES E AS MINORIAS?

      Apesar de ser uma questão de opinião se os homens e as mulheres têm alcançado completa igualdade em nossa religião, teologia feminista teve um impacto forte e positivo sobre nossas igrejas, em particular na última década.

      No entanto, o nosso recorde na captação de minorias raciais, étnicas e culturais em nossa denominação não é tão bom. Estamos trabalhando duro para sair do nosso molde tradicional para incluir uma sociedade mais diversificada.

      VOCÊ CATEGORIZAR UUS ​​COMO OTIMISTA OU PESSIMISTA?

      Apesar da fraqueza e fragilidade de todos os seres humanos, estamos otimistas com o potencial de todas as pessoas.

      VOCÊ ACREDITA UNITÁRIO UNIVERSALISMO É A ÚNICA RELIGIÃO VERDADEIRA?

      Não. Nós acreditamos que cada religião contém verdades sobre quem somos, por que estamos aqui e como devemos viver com nós mesmos e aos outros.

      COMO VOCÊ CARACTERIZARIA A SUA RELIGIÃO?

      Não só temos uma atitude esperançosa e otimista sobre a vida, acreditamos firmemente que os seres humanos têm um grande potencial para reconhecer o direito, erros corretos, encontrar soluções e fazer deste um mundo melhor. Ao invés de se sentir vinculado por debilidades humanas, enfatizamos forças humanas. Acreditamos que as pessoas têm a força, poder e inteligência para fazer coisas boas acontecem. Você pode chamá-lo de um "pode ​​fazer" a religião.

      COMO VOCÊ EXPLICA QUE AS COISAS RUINS ACONTECEM?

      Nós não temos nenhuma explicação baseada na religião de tragédias, horrores da vida e desgostos. A vida pode ser sem sentido perdido, diminuída e humilhada em muitos aspectos, mas a maioria dos UUs não atribuem essas perdas com a vontade de Deus. Em vez disso, a maioria dos UUs concordar que vivemos em um universo indiferente.

      Ao invés de tentar explicar tragédias inexplicáveis ​​da vida, tentamos ajudar as pessoas quando estas tragédias greve, e fazer tudo o que pudermos para restaurá-los de novo a esperança.

      ONDE VOCÊ VIRAR QUANDO VOCÊ PRECISAR DE APOIO?

      A maioria vez de familiares, amigos e pessoas dentro de sua comunidade religiosa com quem eles são especialmente perto e quem confiar.Alguns UUs me sinto um relacionamento com um poder maior do que eles mesmos e para quem eles vão virar quando eles precisam de apoio.Eles dão esse poder muitos nomes. Deus é um deles, mas longe de ser o único.

      SÃO MEDOS OU AMEAÇAS PARTE DE SUA RELIGIÃO?

      Não, certamente não no sentido de punição divina pelos erros de uma pessoa. Acreditamos que os seres humanos devem ser responsáveis ​​por suas ações e fazer reparações pelos danos que eles podem trazer para os outros. Mas não acreditamos que Deus vai castigá-los.

      QUAL O PAPEL DA CIÊNCIA NA SUA IGREJA?

      Nós aceitamos os ensinamentos da ciência e do método científico. UUs acreditam que o princípio científico que afirma que há sempre mais verdade a ser descoberto sobre o nosso mundo, também se aplica à religião.

      5 História

      É UNITARIANISMO UNIVERSALISMO UMA RELIGIÃO AMERICANA?

      Suas origens estão na Europa e da Reforma Protestante. No entanto, contemporâneo Unitário Universalismo é uma religião americana, que germinou e floresceu na Nova Inglaterra em 1750-1800 como um spinoff liberal da Igreja Congregacional.

      QUAL É A HISTÓRIA DE UNIVERSALISMO UNITÁRIO?

      Embora ambos unitarismo e Universalismo cresceu a partir da ala esquerda da Reforma Protestante na Europa durante o século 16, ambos assumiram um sabor americano, quando foram introduzidas nos Estados Unidos. Ambas as religiões originadas em parte como um protesto contra duas doutrinas calvinistas: depravação total (Original Sin) e Predestinação (a doutrina dos eleitos - a crença de que Deus tenha determinado se você vai para o Céu, mesmo antes de você nascer).

      Os Unitários, apesar de reconhecer a realidade do mal, não acredito que qualquer pessoa nasceu em um estado de total corrupção da qual eles poderiam ser resgatados unicamente por vontade de um Deus arbitrário. Eles acreditavam que todas as pessoas tinham o potencial para o bem ou para o mal, dependendo tanto a vida que escolheu para viver e sobre o ambiente social em que nasceram e foram criados.

      Os Unitários eram cristãos que acreditavam que as pessoas devem interpretar a Bíblia à luz da razão humana. Apesar de Jesus e da Bíblia foram fundamentais para sua fé, eles consideravam Jesus como mais de um professor de moral e ética do que um ser sobrenatural. Eles não acreditam na divindade de Jesus, que ele era o filho de Deus, mas não o mesmo que Deus. O termo "Unitário" originalmente significava "não-trinitária" a crença em um único Deus unificado e não uma entidade de três partes.

      O termo Universalismo originalmente significava que todas as pessoas poderiam ser salvas (salvação universal), em oposição à salvação dos poucos que Deus iria escolher para salvar. Apesar de Christian, os universalistas não acredito que um Deus amoroso seria condenar as pessoas a uma eternidade do inferno. Eles acreditavam que as almas de todas as pessoas mortas acabaria por se reconciliar com este Deus de amor, apesar de que seria necessário um tempo maior para alguns para ir para o céu do que outros.

      Ambos os grupos tiveram suas origens americanas no final do século 18. Igrejas Unitárias e universalista foram estabelecidos principalmente em New England, mas durante o século 19, o unitarismo espalhar oeste e muitas igrejas foram organizadas na Califórnia.

      Durante todo o dia 19 e até o início do século 20, o unitarismo e Universalismo foram alternativas cristãos liberais para as formas mais duras e dogmáticas do cristianismo da época. Durante o século 20, ambas as religiões começaram a afastar-se de sua origem cristã para uma religião baseada na liberdade individual de crença. Os universalistas mantiveram a sua identidade cristã mais tempo do que os Unitários.

      Na congregação de hoje, é comum encontrar uma variedade de crenças: humanista, agnóstico, teísta, ateu, liberal cristã, etc. Ao longo da última década, a teologia feminista fez um impacto: os nossos hinários são de gênero inclusive, metade dos nossos ministros assentados são mulheres e uma espiritualidade terra de inspiração feminista surgiu.

      O termo Unitarian afirma que acreditamos que há uma unidade de toda a vida, o que os princípios e propósitos UUA chama de "a rede interdependente de toda a existência da qual fazemos parte." O termo indica Universalismo universalidade da própria religião. Nos princípios e propósitos UUA, afirmamos que você pode encontrar sabedoria em todas as religiões do mundo.

      QUANDO FOI A INCORPORAÇÃO DA UNITARISMO E UNIVERSALISMO ACONTECER?

      A diferença entre os dois movimentos correu muito mais ao longo das linhas culturais do que as teológicas e classe. Os Unitários atraiu originalmente colarinho branco pessoas: profissionais, educadores, líderes culturais, etc. As congregações universalistas foram compostas principalmente de colarinho azul pessoas da classe trabalhadora, como os agricultores e pescadores.

      Em meados do século 20, essas distinções tinha borrado, fazendo uma fusão possível e financeiramente necessária para a sobrevivência das duas religiões. Após vários anos de discussão e negociação durante os anos 1950, a Associação Unitária Universalista (UUA) foi formada em 1961.

      COMO É UNIVERSALISMO UNITÁRIO DISTINTO DE OUTRAS RELIGIÕES?

      Nós não temos nenhum credo religioso e nem solicita membros a aderir a quaisquer doutrinas. A religião baseada na liberdade individual de crença, nós encorajamos todos os membros para perseguir suas próprias viagens religiosas e espirituais.

       

      6 A Associação Unitária Universalista

      QUE METAS E VALORES DE TODO O MUNDO QUE A ASSOCIAÇÃO UNITÁRIA UNIVERSALISTA PROMOVER NA SUA DECLARAÇÃO DE PROPÓSITO E PRINCÍPIOS?

      • Cada pessoa é digna e deve ser tratado com dignidade.
      • As pessoas devem tratar uns aos outros com justiça, igualdade e compaixão.
      • Devemos aceitar as diferenças que tendem a separar-nos.
      • Todos devem ter a liberdade ea responsabilidade de procurar a verdade.
      • Devemos esforçar-nos para usar processos democráticos, tanto dentro congregações UU e do mundo em geral.
      • Devemos trabalhar pela paz, liberdade e justiça para todos.
      • Devemos reconhecer e respeitar como interdependentes cada um de nós é.

      ONDE ESTÃO AS SEDES DO UUA?

      A sede da Associação são a 25 Beacon Street, em Boston. Elegemos um presidente em tempo integral a cada quatro anos, que administra a organização e o representa no mundo religioso e secular. Cada junho, delegados de congregações em todo o país reúnem-se em uma Assembléia Geral de cinco dias para ouvir os relatórios, os oficiais eleitos e tomar posições sobre as questões públicas.

      Há aproximadamente 1.025 congregações na América do Norte (e alguns em outras partes do mundo), que estejam associadas com a UUA. Em comparação com a maioria das principais denominações protestantes, que são bastante pequenos. No entanto, temos tido um crescimento lento mas constante desde o final da década de 1970.

      COMO É QUE O PRESIDENTE DA UUA SELECIONADO?

      A cada quatro anos na Assembleia Geral UU, os delegados e procuradores reconhecidos eleger um presidente, que provavelmente começou a fazer campanha 18 meses mais cedo para o escritório em tempo integral. Se permitida a reeleição, o presidente geralmente é executado sem oposição por um período adicional de quatro anos.

       

      7 aduaneiros, Cerimónias, Celebrations

      É CERIMÔNIA PARTE DE SUA TRADIÇÃO?

      Nascimento , casamento, morte - marcamos todas estas ocasiões com cerimônia. Este é um típico Calendário de Festas de Unitarian Universalist Congegations. Estas cerimônias não são considerados sacramentos. O ministro adapta cada serviço para as pessoas envolvidas, pessoalmente, para que a cerimônia será especialmente apropriado para eles.

      VOCÊ TEM UMA CERIMÔNIA DE BATISMO?

      Temos um Dedicação e Naming cerimônia realizada na mesma idade que as crianças em outras religiões são batizados ou batizado. Este serviço é chamado de uma celebração e DEDICAÇÃO DA VIDA NOVA. Os pais e patrocinadores (ou padrinhos) prometem oferecer a criança uma educação saudável - fisicamente, emocionalmente, mentalmente e espiritualmente. A água é muitas vezes usada (algumas gotas sobre a cabeça da criança) como um símbolo da renovação e regeneração da vida, que a criança representa tão bem.

      EXISTE UMA CERIMÔNIA DE POSSE DE NOVOS MEMBROS?

      O tipo de cerimônia varia por congregação; não há cerimônia de posse oficialmente sancionada. Duas ou três vezes por ano, muitas congregações realizar uma cerimônia informal como parte de um culto de domingo em que os novos membros são formalmente recebidos pela igreja.

      NÃO UUS CELEBRAR O NATAL E NA PÁSCOA?

      Sim, nós fazemos. A diferença pode ser que nós amarrar estas férias mais para a mudança das estações do que podemos fazer para temas cristãos tradicionais. Eles são honrados como celebrações do solstício de inverno e o equinócio da primavera - a esperança ea promessa simbolizado pelo alongamento das horas de luz do dia em dezembro, e a renovação da vida na primavera após a temporada de inverno de escuridão.

      As contas tradicionais do nascimento de Jesus e da Ressurreição às vezes são incluídos nestas celebrações e citou como mitos que contêm uma mensagem positiva sobre a vida humana. O nascimento de uma criança, por exemplo, representa a esperança e promessa encontrada em cada nova vida. A crucificação e ressurreição são simbólicas de como a vida nova pode surgir mesmo depois de um momento de dor e sofrimento. Tal como acontece com a própria Bíblia, essas histórias não são tomadas literalmente, mas para o que eles simbolicamente nos dizer sobre a vida humana.

      Nós celebramos a Páscoa como o retorno da primavera e a renovação da vida; a este respeito, chamamos a mais na pagã ao invés da origem cristã deste feriado. Os relatos do Novo Testamento sobre a ressurreição pode ser citada como um símbolo da força, poder e renovação da vida. Nós não aceitamos a idéia de uma ressurreição física.

      A maioria dos UUs consideram Jesus como um de uma série de especialmente talentosos, professores perspicazes da humanidade. Esses líderes têm surgido ao longo da história para nos ensinar como devemos viver e estar em paz com nós mesmos e uns aos outros. Jesus não é considerado único a este respeito.

      Sua morte reflete um fim trágico e doloroso da vida. Porque UUs há muito tempo rejeitou a ideia de pecado original, a crença de que Jesus expiou os pecados do mundo com a sua morte tem pouca relevância para nós. Mesmo quando unitarismo e Universalismo foram claramente religiões cristãs, eles ainda rejeitou esta doutrina da expiação.

      VOCÊ ACEITA A CREMAÇÃO?

      Vemos a cremação como uma forma aceita de enterro e é amplamente escolhido por UUs.

      VOCÊ ORA DURANTE O SERVIÇO, E EM CASO AFIRMATIVO, QUAIS?

      Isso varia de acordo com congregação. A maioria dos serviços de domingo tem um tempo para a meditação, muitas vezes precedida por palavras faladas do ministro. Em uma congregação teísta, orações serão dirigidas a uma divindade; em uma congregação humanista, orações assumirá a forma de reflexão pessoal e meditação.

      VOCÊ ORA EM CASA?

      É de inteira responsabilidade do indivíduo. Embora mais UUs estão buscando maneiras de cultivar uma vida espiritual, poucos se caracterizar a oração como uma relação pessoal com um Ser Supremo.

      Oração para UUs é uma maneira de entrar em contato consigo mesmo.

      NÃO UUS PARTICIPAR DE RITOS PRESCRITOS E SACRAMENTOS COMO A CEIA, A CONFIRMAÇÃO, A CONFISSÃO DO SENHOR E EXTREMA-UNÇÃO?

      Não. Embora tenhamos cerimônias apropriadas para eventos importantes, nós não considerá-los sacramentos.


      8 O Unitarian Universalist ministro

      COMO SÃO MINISTROS UU EDUCADO?

      Para ser um UU ministro acreditado, um homem ou uma mulher em primeiro lugar deve ser aprovado pelo Comitê de Fellowship Ministerial da UUA. Este é o órgão que avalia as credenciais e habilidades dos ministros potenciais. O candidato deve ter ganho uma licenciatura e um mestrado em Divindade ou superior grau de uma seminário teológico credenciada.

      Formação ministerial específico é oferecido em Starr Escola Rei para o Ministério em Berkeley, Califórnia; Meadeville Lombard Theological School, em Chicago; eo Harvard Divinity School. (Harvard Divinity School educa ministros de uma série de outras denominações também.) No entanto, um grau a partir de qualquer escola teológica credenciada é aceitável, desde que o candidato tenha formação específica em universalismo unitário.

      COMO FAZER IGREJAS UU ESCOLHER UM MINISTRO?

      Quando ocorrer uma vaga, a igreja local, irmandade ou sociedade nomeia um Comitê de Busca de membros da igreja. O papel do UUA neste momento é fornecer uma lista de ministros futuros aprovados para o Comitê de Busca, que então telas, entrevistas e faz a sua recomendação para os membros, um processo que normalmente leva um ano. Em uma reunião especial dos membros da igreja ouvir o relatório da Comissão de Pesquisa e votar para aceitar ou rejeitar a recomendação do Comitê de Busca.

      HÁ MINISTROS UU QUE ENTRARAM NO MINISTÉRIO A PARTIR DE UM FUNDO NÃO-CRISTÃO?

      Sim. Eles vêm de denominações cristãs, o judaísmo e outras religiões. Embora não haja estatísticas disponíveis sobre as origens religiosas e filosóficas de nossos ministros, a maioria vieram da tradição cristã.

      QUAL O PAPEL QUE O MINISTRO JOGAR?

      Como líderes de outras religiões, o ministro é um professor, guia, pregador, conselheiro e administrador. O ministro é esperado para falar a verdade como ele ou ela veio a conhecê-lo, e compartilhar isso com a congregação com o entendimento de que os membros estão a fazer as suas próprias mentes sobre o assunto em mãos.

      FAÇA MINISTROS DE DIFERENTES IGREJAS DEFENDEM DIFERENTES CRENÇAS?

      Sim, a liberdade de crença se estende aos nossos ministros como o faz a cada membro. Além de suas crenças individuais, no entanto, o ministro fornece o melhor que pode, uma atitude aberta e aceitar para pessoas com crenças diferentes do que o seu.

      UMA MULHER PODE SER UM MINISTRO NA IGREJA UU?

      Sim. Por uma questão de fato, a Igreja Universalista da América foi a primeira religião para sancionar um ministro mulher, Olympia Brown que foi ordenado em 1863.

      QUAL A PERCENTAGEM DE MINISTROS UU ATUALMENTE EMPREGADOS EM IGREJAS LOCAIS SÃO AS MULHERES?

      Cerca de 45 por cento, o maior número de qualquer denominação estabelecida.

      QUAL A PERCENTAGEM DE MINISTROS UU SÃO MULHERES?

      Incluindo aqueles em formação, mais da metade dos ministros na Associação Unitária Universalista são mulheres.

       

      9 A Igreja Unitária Universalista

      EXISTE UMA CABEÇA DA IGREJA?

      No sentido tradicional, não é indivíduo que governa UUs. Fazemos eleger um presidente da UUA para gerenciar a organização, para representar o UUA no mundo religioso e para proporcionar uma sensação geral de direção para seus membros.

      SE A MAIORIA DOS UUS NÃO ACREDITO EM UM DEUS PESSOAL, PORQUE É QUE AS CONGREGAÇÕES CHAMADAS IGREJAS?

      O termo Deus é significativo para muitos de nós, mas não temos nenhum credo que define essa crença. Uma vez que muitos de nossas congregações foram fundadas quando unitarismo e Universalismo foram religiões cristãs liberais, eles foram chamados de igrejas, no momento de sua formação. A maioria ainda utilizar a denominação em um sentido mais amplo, mais abrangente. "Igreja", contudo, não é o único termo utilizado para identificar uma congregação UU; alguns são chamados bolsas, outras sociedades.

      NÃO CONGREGAÇÕES REFLETIR A DIVERSIDADE SOCIAL E RACIAL DA AMÉRICA?

      O processo de quebrar certas barreiras demográficas é um dos maiores desafios para UUs contemporâneos. Enquanto professando para incluir todas as pessoas, em grande parte, continuamos a ser um branco, com nível universitário, denominação razoavelmente abastada. Embora algumas das nossas congregações refletem uma mistura racial e étnica forte, eles são a exceção. Esta é uma questão com a qual continuamos a lutar.

      NÃO POSIÇÕES DE LIDERANÇA NAS CONGREGAÇÕES UU E NA UUA REFLETIR OU FAVORECER UM FUNDO RELIGIOSO PARTICULAR?

      Não. A liderança de uma congregação em particular provavelmente irá refletir a composição religiosa da congregação, seja humanista, teísta ou cristã. Não há nenhum teste religiosa para posições de liderança na UUA, só que a pessoa ser qualificada para o cargo e tem um compromisso com a religião liberal.

      O QUE OS MEMBROS FAZER PARA CHEGAR A ORGANIZAÇÕES E GRUPOS EM SUA COMUNIDADE?

      UUs têm uma reputação de ser envolvido em comunidade e grupos cívicos e muitas vezes atuam em conselhos de organizações de serviços humanos. Muitas igrejas oferecer suas instalações para grupos da área que buscam espaço para reuniões, tais como grupos de recuperação, oficinas comunitárias e grupos de apoio.

      O QUE AS CRIANÇAS APRENDEM E ESTUDO NA ESCOLA DOMINICAL?

      O objetivo do nosso programa religioso é proporcionar às crianças e jovens com conhecimentos e experiências que irão ajudá-los a fazer escolhas informadas sobre sua vida religiosa como eles se aproximam a idade adulta.

      Os principais objetivos são a ensinar respeito por si mesmo e para os outros, a valorização dos ensinamentos das tradições religiosas do mundo, preocupação com a justiça social e respeito pelo nosso planeta Terra.

      Visitar outras igrejas, eles aprendem o que várias religiões ensinam sobre algumas das grandes questões da vida, de uma forma adequada para sua faixa etária.

      Os programas são adequadas à idade da pré-escola até o ensino médio. Por exemplo, temos um muito aclamado "Sobre sua sexualidade" curso para meninos e meninas de alta idade júnior.

      10 Estatísticas

      QUANTOS UUS EXISTEM?

      Há 200.000 nos Estados Unidos e no Canadá, 80.000 na Romênia e Hungria, 10.000 na Grã-Bretanha e na Europa, e pequenos grupos na Índia, Filipinas e Nigéria.

      É A ADESÃO CRESCENTE OU DECRESCENTE?

      Desde a fusão 1961 até final de 1970, a associação passou por um lento declínio semelhante ao de outras igrejas. Nos últimos anos, tivemos um crescimento modesto, mas constante.

      COMO É QUE O CRESCIMENTO NO NÚMERO DE MEMBROS PARA COMPARAR O CRESCIMENTO DAS IGREJAS PROTESTANTES?

      Filiação UU aumentou cerca de 10 por cento desde 1980. Durante esse mesmo período em associação principais denominações protestantes diminuiu.

      COMO É QUE O CRESCIMENTO NO NÚMERO DE MATRÍCULAS DA ESCOLA DOMINICAL COMPARAR AO DE IGREJAS PROTESTANTES?

      Desde 1980, as matrículas em nossas escolas dominicais é de até 40 por cento; nas igrejas protestantes é baixo cerca de 50 por cento.

      QUAL A PERCENTAGEM DE MEMBROS SÃO PESSOAS COM POUCA EXPERIÊNCIA NO ATENDIMENTO DE SERVIÇOS DE ESCOLA DOMINICAL OU DA IGREJA?

      Embora não existam estatísticas sobre isso, Rev. Charles Gaines do Departamento de Extensão da UUA sente que temos um número crescente de 20 e 30 anos de idade com pouca ou nenhuma filiação religiosa anterior.

      SÃO UUS DIFÍCIL ENCONTRAR?

      Mais ou menos. Apenas um americano em cada 1.300 é um Universalista unitária.

      11 O Serviço

      O QUE É UM SERVIÇO TÍPICO IGREJA NO DOMINGO COMO?

      Nosso serviço típico segue uma estrutura protestante: hinos, leituras, meditação, canto pelo coro, música de órgão e um sermão. Embora o formato do serviço é semelhante a uma igreja protestante, o conteúdo é bem diferente. Deus ou Jesus quase nunca é mencionado e raramente existem leituras bíblicas. Embora as palavras antes da meditação pode soar como uma oração, eles não são dirigidas a e não solicitar o apoio, inspiração, ajuda ou bênção de uma divindade sobrenatural.

      QUE SÍMBOLOS QUE VOCÊ EXIBIR EM SUAS IGREJAS?

      No santuário da maioria das igrejas UU, você vai encontrar sem sinais ou símbolos tradicionais. No entanto, nessas igrejas que optaram por manter a sua identidade cristã liberal, você pode ver, uma Bíblia aberta cruz, ou algum outro símbolo cristão. Algumas igrejas exibir símbolos cristãos, apenas para fins históricos.

      Outras igrejas, demonstrando a sua crença de que há sabedoria em cada uma das religiões do mundo, símbolos de muitas crenças de exibição: Cristianismo, Judaísmo, Islamismo, orientais, indígenas, entre outros.

      Não há regras estabelecidas pela nossa Associação quanto ao que constitui o uso adequado de símbolos religiosos; a decisão é deixada para a congregação local.

      QUAL É O SIGNIFICADO DO CÁLICE FLAMEJANTE?

      Nos dias que precederam a II Guerra Mundial, o Comitê de Serviço Unitária com sede em Boston estava tentando resgatar Unitários e outros liberais religiosos provenientes das partes da Europa (nomeadamente Checoslováquia), onde as suas vidas foram ameaçadas pelo nazismo. O cálice de fogo foi o código pelo qual aqueles que precisam ser resgatados se identificaram a Comissão de Serviço da Unitarian.

      Este símbolo, que entrou em uso generalizado em serviços de domingo, durante os últimos 20 anos, é iluminado geralmente no início do serviço, acompanhado por um ritual falada simples.

      Em nossos serviços hoje o cálice simboliza a sabedoria, conhecimento e discernimento espiritual, e a chama que se ergue o cálice representa a luz de iluminação e entendimento.

      QUAL É A COMUNHÃO FLOWER?

      Muitas congregações observar esse ritual simples no final da primavera. Na Flor domingo, cada pessoa traz uma flor e coloca-lo na mesma cesta grande. No encerramento do serviço, cada pessoa caminha pela cesta e remove uma flor.

      A variedade de flores simboliza a variedade de povos, crenças e idéias encontradas na congregação. Trazendo uma flor simboliza a ideia de que cada pessoa traz algo de si mesmos e contribui para o serviço. A remoção da flor representa cada pessoa tirar algo que os outros têm contribuído.

      Como o cálice de fogo, este serviço também se originou na Tchecoslováquia antes da Segunda Guerra Mundial. Ela foi criada pelo ministro checo Norbet Kapek que, em Praga, foi o ministro de a maior do mundo congregação Universalista durante os anos 1920. e 1930. Capturado pelos nazistas, foi executado no campo de concentração de Dachau. Sua esposa, Maya, que fugiu para os Estados Unidos com a ajuda da Comissão de Serviço, introduziu a Comunhão Flor às congregações nos Estados Unidos e no Canadá.

      QUAL É A EXTENSÃO DO RITUAL NA IGREJA?

      Unitários e universalistas surgiu a partir da asa igreja livre radical da Reforma Protestante, onde todos os tipos de ritual religioso e liturgia eram suspeitos. Ainda mantendo alguns dos que a suspeita, evitamos cerimônia rote ou ritual para seu próprio bem. Apesar de tentarmos fazer significativa desses rituais e símbolos que nós usamos, não queremos que eles se tornem fins em si mesmos.

      POR QUE ALGUNS DIZEM QUE OUVIR SERMÃO DE UM MINISTRO UU É MUITO PARECIDO COM ASSISTIR A UMA AULA DA FACULDADE?

      Porque nós temos uma religião bastante intelectual, os ministros falam frequentemente sobre questões de não-religiosas contemporâneas que a maioria dos adultos encontram-se de grande interesse.

      12 Juntando-se à Igreja

      QUALQUER PESSOA PODE SER UM UNIVERSALISTA UNITÁRIA?

      Pessoas de todas as crenças são bem-vindos à nossa igreja - Christian, ateu, agnóstico, e todas as outras tradições. O que nos une como uma congregação é o respeito mútuo, a aceitação de um outro, e incentivo no crescimento espiritual.

      SERÁ QUE UM ATEU SERÁ BEM-VINDO E SE SENTIR CONFORTÁVEL? COMO CERCA DE AGNÓSTICOS, CRISTÃOS, JUDEUS, CATÓLICOS, NEGROS, GAYS, OU MINORIAS?

      Todos os itens acima são bem-vindos em qualquer uma de nossas igrejas. Tentamos oferecer um lugar para todas as pessoas, independentemente de onde eles possam estar na viagem da vida.

      Afirmamos a dignidade eo valor inerente de todas as pessoas e essa afirmação claramente se estende àqueles cuja orientação sexual é gay, lésbica ou bissexual. Unitário Universalismo é uma das poucas denominações na América do Norte que ordenam clérigos gays e lésbicas. A proporção de heterossexuais aos membros homossexuais em nossa denominação é o reflexo da população em geral.

      COMO ATIVAMENTE VOCÊ TENTAR CONVERTER AS PESSOAS?

      No sentido geral do termo, nós não tentar converter as pessoas em tudo. Se as pessoas são felizes e seguros em sua própria religião, nós certamente não tentar mudá-los.

      Nós oferecemos uma alternativa para aqueles que procuram uma casa religiosa e sentem que não se encaixa com as igrejas tradicionais.

      POR QUE AS PESSOAS SE TORNAM UUS?

      Cerca de 80 por cento dos membros de hoje cresceu em uma fé diferente do universalismo unitário. Muitas pessoas que se juntam foram criados em uma religião em particular, mas no final da adolescência ou início da idade adulta passaram a detestar com ele e ficou longe de todo o envolvimento religioso até que eles se casaram e tiveram filhos. Naquela época eles queriam que seus filhos têm algum tipo de envolvimento religioso, ou eles mesmos sentiam a necessidade de uma dimensão espiritual em suas vidas. Não confortável voltando para a religião na qual eles foram criados, eles acham a nossa igreja uma alternativa satisfatória.

      Alguns se juntar por razões sociais, alguns para estar com pessoas que pensam, alguns para estímulo intelectual, e alguns estão buscando uma religião favorável em que eles podem exercer a sua própria jornada espiritual.

      HÁ MAIS PESSOAS MUDANDO PARA UNIVERSALISMO UNITÁRIO DO QUE A OUTRAS RELIGIÕES?

      Em números absolutos, não, mas cerca de 80 por cento de nossos membros vêm de outras religiões.

      COMO UMA PESSOA PODE SE BENEFICIAR POR SE TORNAR UM MEMBRO?

      Se as pessoas estão à procura de um lugar onde se pode exercer livremente a sua própria jornada de vida religiosa, filosófica e social, então eles muito pode querer se juntar a uma igreja UU. Nós gostamos de pensar que em cada congregação um novo membro vai encontrar boa vontade e companheirismo, além de inúmeras oportunidades de participar.

      A MAIORIA DAS PESSOAS SE UNEM À IGREJA COMO ADULTOS?

      Sim, a maioria dos membros de hoje se juntou a uma igreja como um adulto. Apenas 20 por cento dos nossos membros nasceram em uma família UU.

      QUANDO AS PESSOAS DECIDEM SE JUNTAR A SUA IGREJA, QUAL O PAPEL QUE A IGREJA DE SEUS PAIS BRINCAM NA SUA DECISÃO?

      Quando procuram uma igreja para si, as pessoas (especialmente os baby boomers) podem levar em consideração a filiação religiosa de seus pais, mas que geralmente não é o fator determinante.

      É COMUM AS PESSOAS A COMPRAR AO REDOR, VISITANDO VÁRIAS IGREJAS ANTES DE TOMAR UMA DECISÃO?

      Pessoas investigar Unitário Universalismo são muitas vezes comprando em torno de uma igreja.

      O QUE SÃO ELEMENTOS NECESSÁRIOS PARA FAZER?

      Embora não tenhamos requisitos de participação, tais como participar de um número mínimo de serviços de domingo, nós encorajamos os membros a participar das atividades da congregação como o seu tempo e energia autorização. Para se tornar um membro de assinar o livro de membro daquela igreja, indicando que você está de acordo com as metas de UU. Para se tornar um membro votante você é obrigado a fazer uma contribuição anual para a igreja.

      SÃO MEMBROS DEVERÃO CONTRIBUIR FINANCEIRAMENTE COM A IGREJA?

      Para garantir apoio financeiro para o seu orçamento, a maioria das congregações conduzir uma unidade de penhor anual em que o montante da caução é determinado por cada pessoa ou família que fez o compromisso. Apesar de algumas congregações são mais específicos do que outros em sugerindo que eles gostariam que seus membros para dar, nenhum exigir uma quantidade especificada como uma condição para a adesão.

      13 Tomando uma posição

      SERÁ QUE A IGREJA TOMAR POSIÇÃO SOBRE QUESTÕES PÚBLICAS?

      Todos os anos, durante a Assembléia Geral da UUA, os 4.500 delegados votar em três ou quatro resoluções pertinentes às preocupações sociais, econômicas ou ambientais atuais. Apesar de a votação sobre estas resoluções não se destina a representar a opinião de cada membro da igreja, dá uma visão ampla da opinião UU e serve para incitar UUs ​​individuais para educar-se sobre essas questões e envolver-se em nível local.

      Ambos os ministros individuais e leigos muitas vezes tomar uma posição como UUs sobre políticas públicas controversas. Alguns exemplos notáveis ​​são a Guerra do Vietnã, o projecto, e os direitos do casamento para todos.

      Mesmo que faça declarações coletivas e instar ação específica, é o indivíduo que deve finalmente decidir a sua posição sobre todos os assuntos.

      EM QUE ASPECTOS PÚBLICA TEM A IGREJA ASSUMIU UMA POSIÇÃO?

      Questões recentes incluem: fontes limpas de energia, combustíveis fósseis, conservação de energia, a poluição, o aborto, controle de armas, a imigração, a fome, os sem-teto, o racismo, a proliferação de armas nucleares, e cuidados de saúde.

      COMO ATIVO SÃO UUS SOBRE QUESTÕES SOCIAIS?

      Embora seja verdade que os mais vulneráveis ​​à injustiça em nossa sociedade - os pobres e as minorias - não são encontradas em grande número nas nossas fileiras, muitos UUs individuais estão na vanguarda das questões de justiça social. Além disso, a maioria das igrejas regularmente dar o seu apoio institucional a muitas causas de justiça social.

      Embora dificilmente poderia ser considerado uma religião dos oprimidos, não podemos ser bastante criticado como George Templeton Strong dito de muitos século 19 Unitários, a maioria deles membros da classe privilegiada da Nova Inglaterra: "Eles são sensíveis, plausível, cândido, sutil e original na discussão de qualquer mal social ou abuso. Mas de alguma forma eles não chegar a ele! "

      Hoje, nós não chegar a ela.

      APESAR DE ASSÉDIO DO GOVERNO, O QUE FEZ O LIVRO CONTROVERSO UUA PUBLICAR NO INÍCIO DE 1970?

      Em 1971, o UUA foi a única organização de publicar os quatro volumes inteiros de The Pentagon Papers.

      QUAL É A POSIÇÃO DA IGREJA SOBRE O ABORTO?

      Como instituição, estamos fortemente pró-escolha, como são UUs mais individuais.

      14 Líderes Universalista Unitária

      QUEM SÃO ALGUNS DOS MAIS FAMOSOS UUS?

      Cinco presidentes americanos eram Unitários: John Adams , Thomas Jefferson , John Quincy Adams , Millard Fillmore e William Taft . Enquanto ele não identificou especificamente a nenhuma religião organizada, Abraham Lincoln tinha tendências universalistas. Outros UUs famosos estão listados abaixo.

      •  
        • Horatio Alger (1832-1899), escritor de livros de pano-à-riquezas para os meninos.
        • Louisa May Alcott (1832-1888), autor de Little Women e outros livros.
        • Tom Andrews , o representante dos EUA a partir de Maine.
        • Susan B. Anthony (1820-1906), organizador do movimento sufragista feminino.
        • George Bancroft (1800-1891), fundador da Academia Naval dos Estados Unidos.
        • Adin Ballou (1803-1890), crítico das injustiças
        • capitalismo.
        • PT Barnum (1810-1891), showman conhecido, dono do Barnum e Bailey Circus, e um dos fundadores da Universidade Tufts.
        • Bela Bartok (1881-1945), compositor húngaro.
        • Clara Barton (1821-1912), fundador da Cruz Vermelha Americana.
        • Alexander Graham Bell (1847-1922), inventor do telefone; fundador da Bell Telephone Company.
        • Henry Bergh (1811-1888), um dos fundadores da Sociedade Americana para a Prevenção da Crueldade contra Crianças.
        • Nathaniel Bowditch (1773-1838), matemático, navegador, o astrônomo.
        • Ray Bradbury , escritor de ficção científica.
        • William Cullen Bryant (1794-1878), autor e editor de jornal.
        • Charles Bulfinch (1763-1844), arquiteto do edifício Capitólio dos Estados Unidos.
        • Luther Burbank (1849-1926), botânico americano do início do século 20.
        • Robert Burns (1759-1796), poeta escocês e escritor da canção.
        • William Ellery Channing (1780-1842), abolicionista, fundador do unitarismo na América.
        • William Cohen , o senador norte-americano do Maine.
        • Nathaniel Currier (1813-1888), litógrafo, sócio de James Merritt Ives.
        • ee cummings (1894-1962), poeta americano do século 20, conhecido por seu estilo pouco ortodoxo e técnica.
        • Charles Darwin (1809-1882), cientista e evolucionista, autor de Origem das Espécies.
        • Charles Dickens (1812-1870), romancista Inglês.
        • Dorothea Dix (1802-1887), cruzado para a reforma das instituições para doentes mentais.
        • Don Edwards , o representante dos EUA, da Califórnia desde 1965.
        • Charles William Eliot (1834-1926), presidente de Harvard, editor dos Clássicos de Harvard.
        • Ralph Waldo Emerson (1803-1882), ministro unitarista, filósofo, ensaísta.
        • Edward Everett (1794-1865), presidente de Harvard, governador de Massachusetts, UU ministro.
        • Fannie Fazendeiro (1857-1915), especialista em culinária.
        • Benjamin Franklin (1706-1790), cientista, escritor, estadista, impressora.
        • Margaret Fuller (1810-1850), uma feminista antes do tempo. Figura principal no movimento Transcendentalist e um editor de The Dial, junto com Ralph Waldo Emerson.
        • William Lloyd Garrison (1805-1879), abolicionista, editor do The Liberator.
        • Horace Greeley (1811-1872), jornalista, político, editor e proprietário do New York Tribune, campeão dos sindicatos e cooperativas.
        • Edward Everett Hale (1822-1909), ministro unitarista e autor de O Homem Sem Country.
        • Andrew Hallidie (1836-1900), inventor do teleférico.
        • Bret Harte (1836-1902), escritor, autor de The Luck of Roaring Camp.
        • Nathaniel Hawthorne (1804-1864), escritor americano do século 19, autor de A Letra Escarlate.
        • John Haynes Holmes (1879-1964), co-fundador da American Civil Liberties Union.
        • Oliver Wendell Holmes, Jr. (1841-1935), advogado e membro da Suprema Corte dos EUA, 1902-1932.
        • Julia Ward Howe (1819-1910), compositor de Hino de Batalha da República.
        • Samuel Gridley Howe (1801-1876), pioneiro no trabalho com os surdos e cegos.
        • Abner Kneeland (1774-1844), defensor da reforma agrária, educação pública e de controle de natalidade.
        • Henry Wadsworth Longfellow (1807-1882), poeta, autor de O passeio de Paul Revere.
        • James Russell Lowell (1819-1891), notável poeta do século 19, o líder anti-escravidão, e Unitarian ministro.
        • Horace Mann (1796-1859), um dos líderes do movimento escola pública, fundador da primeira escola pública nos Estados Unidos em Lexington, Mass., Presidente da Antioch College, o congressista.
        • John Marshall (1755-1835), chefe de Justiça da Suprema Corte dos Estados Unidos.
        • Thomas Masaryk (1850-1937), o primeiro presidente da Checoslováquia (1920), defensor da democracia e da justiça social.
        • Herman Melville (1819-1891), escritor, autor de Moby Dick.
        • Samuel Morse (1791-1872), inventor do telégrafo e Código Morse.
        • Florence Nightingale (1820-1910), enfermeira britânica e reformador hospital.
        • Thomas Paine (1737-1809), editor e publisher do senso comum.
        • Theodore Parker (1810-1860), um ministro unitarista renegado de meados do século 19 e uma figura de proa do movimento abolicionista na área de Boston.
        • Linus Pauling , químico, ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 1962.
        • Beatrix Potter (1866-1943), autor de Peter Rabbit e histórias de outras crianças.
        • Joseph Priestly (1733-1804), descobridor do oxigênio, Unitarian ministro.
        • Elliot Richardson , ex-secretário de Saúde, Educação e Bem-Estar, eo procurador-geral (1973).
        • Paul Revere (1735-1818), ourives e patriota.
        • Benjamin Rush (1745-1813), signatário da Declaração da Independência; médico, considerado o pai da psiquiatria americana.
        • Carl Sandberg (1878-1967), poeta americano, ganhou o Prêmio Pulitzer por sua biografia de Abraham Lincoln.
        • Ted Sorenson , discursos e assessor de John F. Kennedy.
        • Charles Steinmetz (1865-1923), engenheiro elétrico, titular de 200 patentes, conhecido por seus estudos teóricos da corrente alternada.
        • Adlai Stevenson (1900-1965), o governador de Illinois, candidato a Presidente, o embaixador dos EUA na ONU
        • George Stephenson (1781-1848), engenheiro Inglês, inventou a primeira locomotiva.
        • Gilbert Charles Stuart (1755-1828), artista, mais conhecido por seu retrato de George Washington.
        • Sylvanus Thayer (1785-1872), engenheiro, fundada US Military Academy.
        • Henry David Thoreau (1817-1862), ensaísta e naturalista, autor de Walden Pond.
        • Hendrik Wilhem Van Loon (1882-1944), historiador e autor.
        • Kurt Vonnegut , escritor, autor de Slaughterhouse-Five.
        • Daniel Webster (1782-1852), orador, senador dos EUA, o secretário de Estado, o candidato presidencial.
        • Josiah Wedgwood (1730-1795), Inglês potter, fundador da Cerâmica Wedgwood.
        • Frank Lloyd Wright (1869-1959), arquiteto.
        • Owen D. Young (1874-1962), presidente da General Electric Company.
        • Whitney Young (1921-1971), chefe da Liga Urbana.

      15 A pergunta final

      POR QUE NÃO HÁ MAIS UNIVERSALISTAS UNITÁRIOS?

      Enquanto a maioria das pessoas se voltam para a religião para o conforto, e as respostas que estão além do desafio, universalismo unitário desafia a pessoa a encontrar suas próprias respostas. Mesmo nas raras ocasiões em que sugere uma resposta, nossa religião, muitas vezes insiste em que o desafio pessoa, compare e pesar a prescrição proposta.

      Nos Estados Unidos, a maioria das religiões são autoritários, em contraste com o universalismo unitário, que é baseada na razão e da liberdade do indivíduo de crença.

      Para a maioria das pessoas, a nossa religião apresenta um excesso de liberdade; muitos preferem alguém ou alguma instituição para fornecer as respostas para os mistérios da vida.

      Culturalmente, a maioria dos americanos não percebem que o universalismo unitário existe mesmo. Milhões passar pelo colégio e na faculdade sem nunca ouvir ou ler sobre essa religião, situação tornada possível porque a maioria dos americanos reconhecem apenas três grandes religiões: ou você é católico, protestante ou judaica. Universalismo unitário, uma maneira muito diferente de abordar a religião, é nenhuma das opções acima.

      Por estas razões, mais a nossa aversão ao proselitismo, a maioria dos novos membros são forçados a "tropeçar" na nossa religião; é uma maravilha que apesar de tudo temos esse número de  membros . Mas talvez esta pequena publicação irá fornecer alguma informação útil para aqueles que possam estar a pensar em uma alternativa à religião tradicional.

      Clique  e deixe seu recado aqui : Livro de Visitas





      Enquanto a maioria das pessoas se voltam para a religião para o conforto, e as respostas que estão além do desafio, universalismo unitário desafia a pessoa a encontrar suas próprias respostas. Mesmo nas raras ocasiões em que sugere uma resposta, nossa religião, muitas vezes insiste em que o desafio pessoa, compare e pesar a prescrição proposta.

      Nos Estados Unidos, a maioria das religiões são autoritários, em contraste com o universalismo unitário, que é baseada na razão e da liberdade do indivíduo de crença.

      Para a maioria das pessoas, a nossa religião apresenta um excesso de liberdade; muitos preferem alguém ou alguma instituição para fornecer as respostas para os mistérios da vida.

      Culturalmente, a maioria dos americanos não percebem que o universalismo unitário existe mesmo. Milhões passar pelo colégio e na faculdade sem nunca ouvir ou ler sobre essa religião, situação tornada possível porque a maioria dos americanos reconhecem apenas três grandes religiões: ou você é católico, protestante ou judaica. Universalismo unitário, uma maneira muito diferente de abordar a religião, é nenhuma das opções acima.

      Por estas razões, mais a nossa aversão ao proselitismo, a maioria dos novos membros são forçados a "tropeçar" na nossa religião; é uma maravilha que apesar de tudo temos esse número de  membros . Mas talvez esta pequena publicação irá fornecer alguma informação útil para aqueles que possam estar a pensar em uma alternativa à religião tradicional.

      Clique  e deixe seu recado aqui : Livro de Visitas





      Subpáginas (1): igreja
      Comments