Vereador Benjamim (PV) de São Leopoldo Cria o DISQUE VERDE

Dr. Benjamin (PV) preside Audiência Pública

no dia 07/11 em São Leopoldo onde foram 

discutidas a situação do Rio dos Sinos
 

No dia seguinte ao Crime Ambiental que matou 2 milhões de peixes nos Sinos e outras formas vida, Os Verdes de região dos Sinos cobram atitudes das autoridades locais e estaduais por mais esta agressão ao recurso hídrico que abastece 32 cidades com 1 milhão 300 mil pessoas.

A audiência pública presidida pelo vereador Dr Benjamin do Partido Verde de São Leopoldo teve o Rio dos Sinos e seu estado de emergência como tema.
O evento reuniu convidados como o Professor Antônio Libório Philomena, perito ambiental e professor titular da FURG (Fundação Universidade de Rio Grande/RS), Henrique da Costa Prieto, presidente do Instituto Martim Pescador, Darci Zanini, Secretário Municipal do Meio Ambiente, Ione Gutierres, vice-presidente do Comitesinos (Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos), e Diego Chaves,
representante do SEMAE (Serviço Municipal de Água e Esgoto).
A grande ausência foi o representante da Fepam o Diretor Técnico Jackson Müller que fora convidado para o evento.

 A intervenção do Professor Philomena nos colocou a par que desde 1976 o homem consome mais do que a Natureza pode regenerar e os custos que teremos serão incalculáveis, pois as mortes não foram somente dos peixes, morreram também outras formas de vida. O problema só será resolvido se forem respeitados os limites da Bacia Hidrográfica.  E aponta como saída a união de esforços entre os governos municipal e estadual. O presidente do Instituto Martim Pescador, Prieto aposta na conscientização. Prieto integrava a equipe que identificou os primeiros indícios do desastre ao navegar com o barco-escola Martim Pescador, numa de suas viagens de educação ambiental.

O Secretário Municipal do Meio Ambiente  Zanini, ao lembrar as proposições apresentadas na Audiência Pública sobre a Estiagem e o Rio dos Sinos, ocorrida no dia 18 de janeiro de 2006 disse que existem trabalhos brilhantes, no entanto - critica ele "- a gestão pública do ambiente é o Estado quem faz."

Ione Gutierres, vice-presidente do Comitesinos (Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos), leu documento com uma série de possíveis ações
que o Comitê propõe , durante a Audiência Pública que será encaminhado às autoridades competentes das esferas estadual e federal na tentativa de "partir para a ação".

Na oportunidade, Diego Chaves do SEMAE destacou que São Leopoldo está entre as cidades da região que trata o seu esgoto com melhores resultados.
 
DISQUE VERDE  em São Leopoldo/RS

O vereador João Carlos Benjamin apresentou, durante a Audiência, o Projeto de Lei Sugestão, de sua autoria, que está tramitando no Legislativo.
Trata-se da criação do "Disqueverde", um serviço telefônico exclusivo para receber denúncias sobre atentados ao meio ambiente, depredações ambientais, bem como informar à população sobre assuntos ligados à ecologia, legislação ambiental, áreas suspeitas de contaminação e outros.
 
O representante da UPAN Rafael Altenhofen foi um dos primeiros do público a ocupar a palavra aberta na tribuna manifestou a preocupação com a qualidade da água do Rio dos Sinos que está nível 4, o maior em uma escala de poluição. Sua preocuparão também referida quanto a qualidade da água para irrigação de plantações pois a do nosso Rio dos Sinos não é recomendada.
A sua colocação referindo as eleições e a saúde de nossas águas foram pertinentes.

 A participação de estudantes lendo redações e se manifestando enriqueceram Aida mais o evento. Uma estudante de 15 anos em particular chamou a atenção com sua naturalidade, preocupada e percepção dos fatos " - Eu chorei quando vi aqueles peixes mortos, Será que a pessoa que fez isto não vê que ela não matou só aquele peixes ela matou pessoas, crianças, o futuro", disse a menina que cobrou providências
as autoridades.
 
O Secretário Estadual de Comunicação do PV/RS e Presidente do PV em Campo Bom pediu a palavra, e lembrou que à pouco saimos de uma eleição em que o Partido Verde clamou a população com propostas que interfeririam positivamente na vida dos Rios e da Natureza, mas que infelizmente foram eleitos muitos políticos que são comprometidos com empresas poluidoras. Disse também que a vontade política dos governantes comprometidos com a causa ambiental poderia mudar o curso da situação, "mas o que vêmos são muitos políticos com históricos de corrupção e financiados com dinheiro de falcatruas eleitos, e políticos com propostas como as do Partido Verde não são eleitos".  Para ele, "A população é co-responsável pela situaçãodo Sinos".
 
Nas palavras de Maria Luiza Roessler, neta do pioneiro ecologista Henrique Luiz Roessler (durante a Audiência) "se cada pessoa fizer um esforço, reclamando ações efetivas das autoridades competentes, com certeza teremos resultados. Não podemos deixar morrer todo este debate, priorizando outras coisas, as festas de final de ano que estão próximas, depois o ano novo, e assim por diante. A ecologia deve estar sempre em primeiro lugar" segundo a neta do Pioneiro na Defesa ambiental no RS.

O representante do Movimento Viva São Leopoldo, entidades e associações (CDL,
ACIS, Sindilojas, Sindicato de Contadores e Técnicos em Contabilidade, OAB, CDC e Movimento Comunitário - 83 Associações de Moradores), Fernando Tamujo, leu documento encaminhado à autoridades municipais, estaduais e federais.
A manifestação de  indignação frente ao descaso das secretarias de meio ambiente dos municípios banhados pelo Rio dos Sinos e do órgão fiscalizador - FEPAM - frente ao desastre ambiental, cobrando um trabalho de fiscalização mais efetivo, além de punição severa aos agressores do meio ambiente.

Da: Secretaria de Comunicação PV/RS Para: Os Verdes/RS 

Mikonga
PV/RS

Leia também... "Rio dos Sinos - Estado de Emergência e Conscientização"