Sangas Poluídas

 

registros realizados em outubro de 2006 

Despejo de esgotos contrasta com a cor escura das águas na Sanga das Charqueadas em Tapes. Este recurso tem seu nome devido ao local onde eram realizadas as charqueadas, base da economia Tapense no fim do século passado. Hoje está coberta de esgotos e despejos das lavouras e fábricas de arroz

Boca de lobo dos esgotos pluviais (e cloacais) do balneário Rebello despejam águas servidas das casas da comunidade, e chegando na sanga das Charqueadas, contrastam com a com a cor escura que tomou conta das águas da sanga por vários kilometros

Em uma amostra colhida em um balde plástico, pode-se visualizar a cor escura das águas, semelhante à um óleo ou resina de casca de arroz queimada, uma situação que por diversas vezes já foi denunciada, sem que tenha havido uma ação efetiva por parte dos órgãos ambientais locais, ou do COMPEMA.

Cheiro forte é outra característica desta poluição, sendo que em dias de pouco vento e calor forte, torna-se insuportável para os moradores próximos a Sanga em diversas comunidades de Tapes, da Vila dos Pescadores até a Vila Maria, no outro extremo da cidade

Mas a Natureza insiste em proseguir, teimando em continuar a Viver, mesmo que em ambientes insalubres e desprovidas de condições para sua sobrevivência. A pergunta é: "E quando nós tivermos que lutar para sobreviver, teremos alguma chance de salvação? Teríamos nós o direito à salvar-nos? A partir do momento em que degradamos nossa casa, a casa das tartarugas, dos peixes, das aves e todos os demais seres animais, como nós, "Animais racionais", que destruímos sem escrupúlos as linhas que nos interligam a teia maior da Vida, poderíamos esperar clemência da Mãe GAIA?".

Veja Documento enviado ao MP em 26/Out/06