registros realizados em 05 de abril de 2008

Sábado, por volta das 14:30, três caminhões da Prefeitura Municipal faziam o trajeto do bairro Balneário (em frente a ETE), carregando lixos (entulhos) para o bairro Santo Antônio

Estes entulhos, que são despejados durante a semana em frente a ETE, em total desrespeito as normas sanitárias, acabam sendo enviados para o bairro Santo Antônio

Neste local, onde foram retiradas toneladas de areia (permitidas com uma autorização precária), e que como compensação "será" construída uma praça, são utilizados estes entulhos para taparem com o buraco aberto e "recuperarem" a área

O material que é depositado no buraco da extração de areia, acabará sofrendo a decomposição e com isso tornará o terreno instável, criando bolsões de ar e produção de gás metano em seu interior

O tipo de terreno também contribui para mostrar a inadequação da medida adotada, de entulhar o buraco com lixos de diversas origens em um local alagadiço e sem proteção

Os lixos e as águas empoçadas acabam atraindo vetores, como ratos e baratas e se tornam criadouros de mosquitos

Árvores de Butiá jogadas em meio aos entulhos da cidade

Mais um caminhão chega, trazendo nova carga de entulhos, que são despejados sem alguma Licença ambiental, visto a forma e para que utilizam este material que acaba poluindo o ambiente

Os moradores do bairro Santo Antonio (Pinvest) reclamam a cerca de pouco mais de um mês, sobre o forte odor que exala deste lixos em decomposição e pedem uma solução as autoridades, não sendo atendidos