Após dois anos da interdição e da autuação da Prefeitura pela FEPAM, Banhado agredido com entulhos se recupera e a vida volta ao ambiente natural que serve de abrigo aos animais

Veja como era antes:

 http://osverdestapes.googlepages.com/banhado

 

Em março de 2004, foi denunciada a colocação de lixos e entulhos em um banhado existente na Avenida Camaquã em Tapes.

Esta denúncia, na época dos fatos em 2004, foi tema polêmico na cidade, até com ofensas proferidas por autoridades em rádio, ao vivo, contra as atitudes do Movimento Os Verdes de tornar público o assunto.

Realizamos nossa Missão, e denunciamos na Delegacia de Polícia, no Ministério Público, na SMMA da PM/Tapes e nos jornais locais e da região, quando flagramos 14 funcionários, caminhões, tratores e o secretário de obras, aterrando o Banhado.

Em abril de 2004 foi suspensa a colocação de lixos no local.

Mas, em janeiro de 2005, Novo Governo, Velhas práticas, foi flagrado novamente a atitude de agressão ambiental. O Executivo disse que não iria tomar providências, o que acarretou nossa denúncia a DP local e a FEPAM, que autuou o município em 03 de março de 2005

A Prefeitura fez a limpeza em 30 de abril de 2005, removendo do local a maior parte dos entulhos depositados ali durante meses, sendo que 50% do espaço foi aterrado, sem condições de recuperação.

Faltaram as árvores, que desde 2004 a Secretaria do Meio Ambiente Municipal iria plantar no local.