01. OJA Redux


A versão reduzida "Redux" da Orquestra de Jazz do Algarve, foi criada em 2007, e tem um formato ideal de seis a oito músicos, sendo de dois a quatro sopros, secção rítmica (contrabaixo, bateria, e piano ou guitarra), e pode incluir voz (masculina ou feminina). No entanto esta formação pode variar em dimensão, em função do tipo de evento ou espaço de apresentação, sendo a versão mais curta a que utiliza seis músicos. 

O repertório é variável e diversificado, mas sempre baseado em standards do cancioneiro americano, ou, em temas mais jazzísticos e enraizados, sobretudo em linguagens be-bop ou hard-bop (anos 40 a 60), sem esquecer as fusões latinas como a bossa-nova. É uma formação bastante versátil com variados repertórios, como já vimos, mas também pelos variados eventos em que pode actuar, desde concertos, banda de suporte em Galas ou outros eventos sociais ou oficiais. 

A disponibilidade desta formação é no entanto limitada, só estando disponível manifestamente em locais ou eventos onde a versão completa da OJA não possa de todo actuar, ou como concerto sucedâneo de outro da OJA em versão completa.