PASSIO DOMINI

A hora da morte do Senhor na Cruz, selada com o Preciosíssimo Sangue do Seu Coração é o legado mais sagrado da Ordem. Esta hora decisiva é tida em grande estima na Ordem e venerada na memória semanal da Passio Domini.

Como Passio Domini entendemos o tempo da santíssima paixão redentora, especialmente a memória do sofrimento do Monte das Oliveiras, toda quinta-feira à noite, como também do sofrimento e da morte de Jesus na Cruz, toda sexta-feira à tarde. Cada quinta-feira à noite realiza-se uma hora santa comunitária diante do Santíssimo Sacramento, solenemente exposto, na qual participam todos os Irmãos da Ordem. Desta forma, eles assumem como que o papel do Anjo que confortou Jesus no Monte das Oliveiras.

Na sexta-feira, as horas da Cruz, nas quais nosso Senhor Jesus Cristo consumou a obra da Redenção são consideradas como tempo sagrado e observadas como tempo de silêncio e de oração (adoração), de contemplação e de intercessão. Durante este tempo, os Irmãos se reúnem diante do Santíssimo Sacramento, solenemente exposto para uma celebração comunitária comemorando a Paixão e Morte de Cristo. Especialmente neste tempo a comunidade inteira se reúne para rezar pela santificação dos sacerdotes e pelas necessidades da Igreja, em reparação pelos pecados.