Adoção - Porto Alegre

BICHO DE RUA
O Projeto Bicho de Rua foi fundado em 10 de maio de 2004, por um grupo de amigos que, já trabalhando voluntariamente na causa de proteção, apoio e promoção do bem-estar animal, decidiram juntar forças e potencializar essa atividade, que já era exercida individualmente ou em outros grupos.Nossa amizade e sintonia de idéias e objetivos nos levam a pensar alto e agir grande. As ações resultantes desse trabalho vão honrar e proteger nossos "irmãos menores", os animais.Conheça a equipe do Projeto Bicho de Rua, formada pela diretoria e conselho fiscal.Conheça nossos Patrocinadores, aqueles que viabilizam as atividades do grupo por meio de doações, patrocínios e o apoio incondicional à nossa entidade.Conheça também nossos Parceiros, que são pessoas físicas ou empresas que nos apóiam nas mais diversas atividades e eventos.


Somos uma associação – por enquanto ainda informal – de pessoas que amam os animais e preocupam-se com a situação de injustiça e abandono em que eles vivem nos ambientes urbanos. Nossos objetivos são promover a adoção de animais resgatados, divulgar as idéias da guarda responsável e dos direitos animais.
Acreditamos no controle da natalidade de todos os animais, abandonados ou não, através da esterilização veterinária e criação controlada, como única forma de minimizar essa tragédia silenciosa. Não praticamos eutanásia em animais sãos ou com possibilidade de recuperação nem doamos animais sem entrevista prévia e assinatura de termo de responsabilidade.
Para continuar, contamos apenas com nossos recursos pessoais, doações e trabalho voluntário, além do apoio de profissionais veterinários à causa animal. Não recebemos nenhum tipo de ajuda oficial ou governamental.


A Luz Animal é uma ONG sem fins lucrativos, com um trabalho voltado ao bem-estar dos animais, fundada em 25/10/2004 . Sua área de atuação abrange a cidade de Porto Alegre - RS.


A iniciativa de organizar o trabalho desenvolvido com os animais abandonados no Campus do Vale da UFRGS surgiu em outubro de 1996 e agrega, desde aquela época, alunos, funcionários e professores. Os participantes, desde o início, sempre tiveram presente o caráter voluntário de toda e qualquer ação envolvendo os animais, inclusive contribuições individuais ou coletivas para cobrir despesas com procedimentos veterinários, transporte, internações em clínicas, em lares temporários, medicamentos e alimentos, entre outros.
Como não se têm formas de impedir que os animais acessem a área do Campus do Vale da UFRGS, existe um trabalho centrado na ADOÇÃO RESPONSÁVEL. Além disso, achamos imprescindível o controle de zoonoses.
Os animais são identificados, desverminados, vacinados, castrados e alimentados, sempre com vistas à adoção.
Comments