Observatório das Representações de Género nos Media

 EN
 
Este é um projecto desenvolvido por um Grupo de Trabalho da União de Mulheres Alternativa e Resposta,  nomeadamente pelo núcleo de Braga, e que se encontra sempre em construção. 

Continue a visitar-nos.
Obrigad@!
 
 
 
 Porque um Observatório das Representações de Género nos Media ?
 
Nos dias de hoje é inevitável o contacto com os meios de comunicação social. Neste sentido, é também bastante difícil não construirmos a nossa ‘realidade’ com base em imagens e representações que estes nos disponibilizam.
    Os media ocupam um importante espaço na actualidade, sendo que a sua interacção com os indivíduos é dinâmica e permanente. Assim, não podemos falar de uma influência unidirecional, mas de uma troca de representações entre quem recebe e quem produz os conteúdos mediáticos. 
    Com este ponto de partida, a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta criou o Observatório das Representações de Género nos Media. O seu principal objectivo é monitorizar os conteúdos transmitidos pelos diversos veículos de comunicação social portugueses. 
    Abarcando todo o território nacional, este projecto pretende chamar à atenção da população e das/os produtoras/es do discurso mediático para a constante construção de representações que mostram e reforçam assimetrias de género, sendo que as mulheres aparecem, geralmente, associadas a papéis sociais restritivos, ainda muito ligadas à esfera privada, sedimentando as dicotomias prevalecentes durante séculos entre público e privado. 
    Além destes objectivos, este projecto visa contribuir para a visibilidade de boas práticas neste âmbito. Pretende-se, assim, realçar e valorizar contributos importantes, e instruir produtoras/es mediáticas/os a alterarem práticas no âmbito das suas instituições. O impacto destas alterações poderá reflectir-se no desafiar e desconstruir de representações de género assimétricas. 
    Propomo-nos, assim, fazer uma análise permanente de vários produtos mediáticos e à apresentação de relatórios anuais, focalizando tanto nos conteúdos informativos, como nos espaços de opinião e na vertente publicitária.