Histórico das Ações

NPD SÃOCARLOS
IMPRENSA
acesse aqui
Aqui você encontra um resumo com notícias e informações 
das ações que aconteceram no Núcleo de Produção Digital-SP.

Conheça também a página Recursos Pedagógicos.
  
 O Núcleo de Produção Digital SP realiza ações gratuitas de capacitação na área do audiovisual, com cursos, palestras e oficinas. 
    São diretores, roteiristas e gente do meio que atua na produção audiovisual brasileira recente. 
    Esse contato com os realizadores aproxima os interessados ao processo de criação e produção de um filme que terão a oportunidade de continuar sua capacitação nos variados cursos e oficinas que é oferecido pelo núcleo.


Sala Multimidia inaugurada em 2012
_Vídeos

ASSISTA JÁ!

vinhetas


Problemas para visualizar? Clique aqui



OLHARBRASIL

    O programa Olhar Brasil, do Ministério da Cultura do Governo Federal tem como missão apoiar a produção audiovisual independente, favorecendo a formação e o aprimoramento de técnicos e realizadores.Também visa formar e consolidar parcerias para o desenvolvimento da atividade audiovisual nas diversas regiões do país, através dos NPDs, Núcleos de Produção Digital. 

Saiba mais sobre o Olhar Brasil em todo o país.



Alunos de Iniciação ao Audiovisual exibem filme
Os alunos de Iniciação ao Audiovisual farão exibição do vídeo produzido durante o curso. Sob orientação de Pietro Picolomini, os alunos foram apresentados a conhecimentos teóricos sobre cinema e depois puderam aplicar estes conhecimentos na prática. Na criação do vídeo, os alunos aprenderam como fazer cinema, a partir do roteiro, passando por todas as etapas da produção.
A exibição será na sexta, dia 27, as 18h, no Cine São Carlos.


NPD e Seis.11 fazem exibição de filmes
Nesta quarta-feira, 25, a diretora Júlia Zakia exibe dois de seus curtas-metragens no CineUFSCar. Os curtas exibidos serão Tarabatara e Pedra Bruta, produzidos entre 2007 e 2009. Haverá debate com a diretora após a sessão. Na sexta, 27, haverá a exibição do filme Bróder (2009), de Jeferson De, que também contará com a presença do diretor para debate após o filme. Essas sessões são parceria do NPD com a Seis.11 – Semana Imagem e Som. Para saber mais sobre a programação da Seis.11 e outras informações dos eventos, acesse seis.11.wordpress.com.

Serviço:
Tarabatara e Pedra Bruta (Júlia Zakia)
Dia 25, as 19h - CineUFSCar
Bróder (Jeferson De)
Dia 27, 18h – Cine São Carlos
Debate com o diretor: 20h, no Centro de Cultura Afro-brasileira "Odette dos Santos"

Fotos do #npdsaocarlos!

 

PALESTRAS

Eryk Rocha 
Cineasta, nasceu em Brasília, em 1978 e viveu em vários países da América Latina. Estudou cinema na Escola San Antonio de Los Baños, em Cuba onde realizou “Rocha que voa” (2002), seu primeiro longa metragem selecionado para os festivais internacionais de Veneza, Locarno, Montreal, Rotterdam e Havana, entre outros, e premiado como melhor filme no Festival Internacional É Tudo Verdade e no Festival CineSul em 2002, com o Coral Saul Yelín no Festival do Novo Cinema Latino-Americano, em Havana (2002) e o Prêmio de Melhor Ópera Prima no Festival de Rosário, na Argentina (2003). Em 2006, seu segundo longa metragem “Intervalo Clandestino” e em 2010 "Pachamama" também foi selecionado para diversos festivais de todo o mundo. Seu mais recente trabalho “Transeunte” é seu primeiro longa metragem de fiçção e já ganhou os prêmios melhor filme da crítica, melhor ator e melhor som no Festival de Cinema de Brasília 2011.

Filme: Transeunte
Local: CineUFSCar
Data: 21 de setembro de 2011 - 19h
Debate com o diretor após a sessão. 
Gratuito


Rogério Côrrea
Formado em cinema pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, Rogério Côrrea, participou como 2º Assistente de Montagem de Som do filme “La Luna” de Bernardo Bertolucci (Roma, 1979) e 2º Assistente de Montagem de Som do filme “Oggetti Smartti” de Giuseppe Bertolucci (Roma, 1979/80). Dirigiu vários curtas e médias metragens como “Roças” (1975), “Tem Coca Cola no Vatapá” (1977) (em parceria com Pedro Farkas), “Os Queixadas (1978), “Negra Noite” (1985), “Ícaro” (1987), “Na Garupa de Deus” (2002), “A Civilização do Cacau” (2002), “Carpinteiros do Mar” (2005), “Antes do Futuro” (2005) e “Duplo Território” (2009). O filme “No Olho da Rua” (2010) marca a estréia do diretor em longa-metragem.

Filme: No Olho da Rua
Local: Cine São Carlos
Data: 21 de setembro de 2011 - 22h
Debate com o diretor após a sessão.
Gratuito


JEFERSON DE
Diretor do longa-metragem Bróder, e dos curtas-metragens Narciso Rap e Carolina, este vencedor do prêmio de melhor curta-metragem e prêmio da crítica do Festival de Cinema de Gramado.
A estréia do filme Bróder no interior de São Paulo foi aqui no Cine São Carlos. Este filme marca o início da carreira do diretor na produção de longas-metragens que teve seu trabalho reconhecido ao ganhar o prêmio de Melhor Filme e Direção no Festival de Gramado, onde Caio Blat também recebeu o prêmio Kikito de Melhor Ator. O filme tem ganhado diversos prêmios em festivais nacionais e participou da mostra Panorama no Festival de Cinema deBerlim, na Alemanha.

Filme: Bróder, de Jeferson De.
Local: Cine São Carlos
Exibição em parceria com a Coordenadoria de Artes e Cultura de São Carlos, com o Núcleo de Produção Digital e com o Afrocine, do Centro Municipal de Cultura Afro-brasileira.
Data: 27 de maio de 2011 - 18h
Debate com o diretor após a sessão, no Centro Municipal de Cultura Afro-brasileira.
Gratuito



JULIA ZAKIA
Formada em Audiovisual pela ECA-USP, Julia é diretora dos curtas-metragens Tarabatara, vencedor do Prêmio Estímulo do estado de São Paulo, Pedra Bruta e A História da Figueira, vencedor de diversos prêmios, entre eles o do Público do Festival Internacional de Curtas de São Paulo, 2006. Atualmente está finalizando seu longa-metragem chamado Ao relento, vencedor do edital da Secretaria de Cultura de Paulínia para Cinema de 2009. 

Filmes: Pedra Bruta e Tarabatara
Local: CineUFSCar - Teatro Florestan Fernandes.
Exibição em parceria com a SeIS.11
Debate com a diretora após a exibição.
Data: 18 de maio de 2011 - 19h
Gratuito


ROTEIRISTA LUIZ BOLOGNESI
Roteirista de importantes filmes do cinema nacional como “Bicho de Sete Cabeças”, “400 contra 1” e ”As Melhores Coisas do Mundo” formou-se em jornalismo pela PUC-SP e cursou Ciências Sociais pela USP. Foi redator na Folha de São Paulo e na Rede Globo de Televisão. Seu primeiro trabalho autoral foi o curta-metragem Pedro e o Senhor (1996), o qual escreveu e dirigiu. Atualmente, dirige e roteiriza o longa de animação Lutas, o Filme, que deve estrear neste ano. Além de fazer filmes, Luiz exibe e ensina como se faz. Ao lado da cineasta Laís Bodanzky, coordena os projetos Tela Brasi, que estimulam a educação e a produção audiovisual brasileiras em regiões de difícil acesso e baixa renda.

exibição do filme
AS MELHORES COISAS DO MUNDO
ingressos para o filme só R$3,00 - 18h30
data da realização: dia 24 de setembro de 2010
local: Cine São Carlos


EDUARDO ESCOREL
Cineasta, tendo dirigido, entre outros, Lição de amor, Ato de violência, Chico Antonio – o herói com caráter, 35 - O assalto ao poder, Vocação do poder ( co-dirigido por José Joffily ), Deixa que eu falo, O Tempo e o lugar, J. Montou, entre outros, Terra em transe, Cabra marcado para morrer e Santiago, recebendo prêmio ABC e Academia Brasileira de Cinema de melhor montagem, por Santiago e melhor diretor e melhor roteiro no XIII Festival de Brasília, por Ato de violência. Escreveu Adivinhadores de água – pensando no cinema brasileiro, publicado pela Cosac Naify, em 2005 e coladora com a revista Piauí. Coordena, desde 2005, curso de especialização em cinema documentário, na Fundação Getúlio Vargas.

Sessão do Filme 
"VOCAÇÃO DO PODER" - dia 23 de junho de 2010 - horário 14h e 19h
local: CineUFSCar - Teatro Florestan Fernandes/UFSCar
ENTRADA FRANCA
data: 10 de junho de 2010



ROBERTO MOREIRA

Seu primeiro filme de longa-metragem, “CONTRA TODOS”, foi selecionado para o Panorama do Festival de Berlim 2004, ganhou o Silver Firebird Award do Festival de Honk-Kong e Melhor Filme nos Festivais de Recife, Rio, Natal e Santa Maria da Feira, além de outros 22 prêmios nacionais e internacionais. É professor de roteiro no Curso Superior do Audiovisual da ECA-USP. Dirigiu e escreveu diversos curtas-metragens com participação nos festivais de Locarno, Goteborg, Oberhausen, Brasília e Gramado. Na Itália, fez estágio na Fabrica, instituição do grupo Benetton voltada para pesquisas na área de comunicação. Dirigiu os episódios A Fila, da série Cidade dos Homens -selecionado para o Banff World Television Awards 2007 na categoria Continuing Series- e Nem Tudo é Relativo, da série Antônia, produzida pela O2 Filmes para a Rede Globo de Televisão. Em 2009 concluiu seu segundo longa-metragem, “QUANTO DURA O AMOR”?

Filme 
"QUANTO DURA O AMOR?"
EM CARTAZ de 11 a 17 de junho no Cine São Carlos - www.cinesaocarlos.com.br

Sessão Especial do 
Filme "QUANTO DURA O AMOR?"
 com o diretor Roberto Moreira 
dia 17 de junho de 2010, 
horário 16h30
local: Cine São Carlos - R. Major José Inácio, 2154 - Centro

data da realização: 
dia 17 junho 2010 
local: cine são carlos



ANNA MUYLAERT
 
Roteirista e Diretora de projetos para cinema e televisão, é formada pela Escola de Comunicações e Artes da USP.  Em 2001 produziu e dirigiu seu primeiro longa-metragem, "DURVAL DISCOS" ( melhor filme no Festival de Gramado) .  Em 2008 dirigiu “ É PROIBIDO FUMAR”. Grande vencedor de 9 prêmios no Festival de Brasília. Participou da criação e fez coordenação de textos e de edição do programa "MUNDO DA LUA,  "CASTELO RA TIM BUM" , e o roteiro do filme "O MENINO, A FAVELA E AS TAMPAS DE PANELA", dirigido por Cao Hamburger, todos  da TV Cultura. Tambem criou e escreveu em parceria com o mesmo diretor os programas “DISNEY CRUJ” no SBT e “UM MENINO MUITO MALUQUINHO” da TV Brasil. Colaborou nos roteiros de longa-metragem:  “O ANO QUE MEUS PAIS SAIRAM DE FERIAS” e “CASTELO RA TIM BUM”, de Cao Hamburguer ,“DESMUNDO”, de Alain Fresnot, “QUANTO DURA UM AMOR?”, de Roberto Moreira.  Colaborou tambem nos roteiros das series “FILHOS DO CARNAVAL” e “ALICE”, ambos da HBO. Realizou diversos curtas metragens, entre eles "A ORIGEM DOS BEBES SEGUNDO KIKI CAVALCANTI" ( melhor filme Rio Cine), “ROCK PAULISTA” ( melhor filme, Jornada do Maranhão) . e tambem o video clip “MAMA AFRICA” de Chico Cesar ( VMB melhor clip de MPB). Foi crítica de cinema do CADERNO 2, do jornal Estado de S. Paulo e da revista ISTO É. 

data da realização: 
dia 10 junho 2010 - 18h 
local: cine são carlos


Cine São Carlos exibe "400 contra 1"
Nesta quinta-feira (26), o Cine São Carlos exibirá as 15h, gratuitamente, o filme 400 contra 1 dirigido por Caco Souza. Com cenas de conflitos, fugas, assaltos, uma batalha violenta e até uma história de amor, o filme que estreou no início deste mês nos cinemas de todo Brasil chega a São Carlos para mostrar a criação e os bastidores do Comando Vermelho e como a trajetória desta organização é importante para compreender o contexto da atual violência urbana.
A exibição do filme integra a programação da Semana da América Latina promovida pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) com o apoio da Coordenadoria de Artes e Cultura da Prefeitura de São Carlos edo Núcleo de Produção Digital da Fesc. Além de assistir o filme, o público terá a oportunidade de conversar com a produtora executiva do filme. SINOPSE - Estrelado por Daniel de Oliveira e Daniela Escobar, 400 contra 1 tem como ponto de partida o livro autobiográfico de Willian da Silva Lima, um dos principais articuladores da polêmica organização criada no auge da ditadura militar por um grupo de prisioneiros no presídio da Ilha Grande no Rio de Janeiro. O filme mostra que a mistura de presos políticos com presos comuns criou uma relação de respeito e admiração por parte dos presos comuns à organização, disciplina e companheirismo dos revolucionários de esquerda. O longa ilustra como foi a liderança de Willian da Silva Lima no presídioda Ilha Grande durante o surgimento do grupo, que criou um tipo de conduta e solidariedade inédito nos presídios brasileiros, além de mostrar a atuação destes grupos nas ruas do Rio de Janeiro no início dos anos 80 quando infernizaram a vida da polícia carioca com seus ousados assaltos.

Exibição do filme 35mm: 400 Contra 1 
Horário: 15h
Data: 26 de agosto
Local: Cine São Carlos - R. Major José Inácio, 2154 - Centro
Entrada Grátis.

IMPORTANTE:
Certificados das oficinas
Os certificados dos cursos ministrados devem ser retirados diretamente no NPD - Centro Municipal de Audiovisual. 


OLHA SÓ O QUE JÁ ACONTECEU NO NPDSÃOCARLOS

INSCRIÇÕES ENCERRADAS


OFICINA
Conceitos de animação em stop motion: massinha.
A oficina abordará a observação e controle do movimento usando a massa de modelar como material animado quadro a quadro: deslocamento, repouso, aceleração, desaceleração e deformação.


com Pedro Iuá
animador freelancer desde 1998. Já trabalhou com 2D tradicional, areia, massa de modelar e lagosta cozida. Ganhou diversos prêmios com seu primeiro curta-metragem, "Sushi Man" (20 min., 2003). Hoje é sócio - diretor da Giroscópio Filmes.


duração: 8 horas
data: 19/05
horário: 9-13h - 14h30-1830
local: NPD São Carlos - 10 vagas
inscrições até dia 13/05
grátis


REALIZAÇÃO: PREFEITURA MUNICIPAL - COORDENADORIA DE ARTES E CULTURA - CIRANDA CULTURAL


OFICINA
Roteiro

A conceituação de roteiro (relato, narrativa, argumento, personagem). As particularidades do Roteiro de ficção, documentario e reportagem. A construção dos Personagens (biografia, perfil, tipos de personagens, conceito de orgânico). A atividade também irá contar com projeção e análise de exemplos fílmicos e abordar o projeto e desenvolvimento de roteiro para um curta-metragem.
Os selecionados poderão enviar roteiro para a análise pela Ministrante


com Juliana Sangion Antonelli
Doutora em Multimeios (área de cinema), pela Unicamp Universidade Estadual de Campinas (2011). Atualmente é professora da PUC-Campinas na área de audiovisual e orientadora de documentários e produções audiovisuais. Também atua como assessora responsável pela comunicação do Vestibular da UNICAMP. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em audiovisual, desenvolvendo principalmente os seguintes temas: documentário, jornalismo, televisão, cinema, retomada, pós-retomada, globo filmes. Master em Comunicação Institucional e Empresarial pela Universidade Autônoma de Barcelona (2002), especialização em Marketing pela ESPM (2000), graduação em Comunicação Social Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1994). 

duração: 8 horas
data: 26/05

horário: 9-13h - 14h30-1830
local: NPD São Carlos - 10 vagas
inscrições até 13/05


OFICINA DE ASSISTENTE DE CÂMERA
com André Moncaio
dias 25 e 26 de agosto de 2011
das 9h as 17h

A produção de imagens digitais em alta definição demandam uma equipe de fotografia afinada e atenta! Esta oficina pretende apresentar as principais funções e atribuições do assistente de câmera e do logger. A partir de exercícios práticos e estudos de caso, serão apresentadas a câmera HD e os seus diversos acessórios, assim como a montagem, cuidados, limpeza e transporte do equipamento; o monitoramento do vídeo; a medição e correção de foco; a redação do boletim de câmera; a organização, identificação e identificação do material gravado (logger); entre outros procedimentos essenciais para uma boa produção audiovisual.

André Moncaio é formado em Rádio e TV pela USP. Estudou roteiro, direção e fotografia na Argentina. Dirigiu e fotografou diversos filmes, vídeos, curtas-metragens e documentários, entre eles: Como a chuva (2011), Elipse (2010), O pacote (2008), Miopia (2007), Siempre hubo un nunca (2007), Oshoecha (2004) e Do olhar para o olhar (2002). Fez a assistência de direção do documentário de longa-metragem “O dia que disse sim!” e atualmente prepara a filmagem do curta-metragem 35mm “Paisagem Muda”, também como assistente de direção. Coordenou a realização do documentário “Dont drink this water” para o projeto internacional Beyond Green da ONG norte-americana Listen Up!. Ministrou cursos e workshops na Televisão Pública de Angola (Luanda/Angola); no SESC; no Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias; na Escola São Paulo; na AIC-São Paulo e na Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André. É diretor, diretor de fotografia e cinegrafista freelancer e sócio da produtora Zunga Filmes.


OFICINA DE EDIÇÃO 
com Giuliano Ronco
de 1 a 5 de agosto de 2011
das 9h as 17h

Esta oficina pretende introduzir os conceitos fundamentais da edição através da prática e da reflexão sobre a linguagem audiovisual. Através de exemplos fílmicos, serão apresentadas as principais teorias da montagem e recursos estilísticos. Além da base teórica, serão realizados exercícios práticos em ilhas deedição com o software Final Cut, dando ao participante a oportunidade de construção narrativa a partir da edição de imagem e som.

Giuliano Ronco é graduado em Audiovisual pela ECA-USP. É professor de edição no bacharelado em Audiovisual do SENAC. Também ministra cursos de edição em escolas como Academia Internacional de Cinema. É editor de diversos documentários pelo LISA - Laboratório de Imagem e Som em Antropologia da USP, e atualmente é editor freelancer, realizando trabalhos para produtoras de cinema e também para a TV (Rede Globo e Bandsport).


LABORATÓRIO DE PROJETOS
com Hadija Chalupe

Encontros :6 e 7 de agosto
21, 22 e 23 de agosto

A oportunidade de você tirar o seu roteiro do papel e transformá-lo em um projeto pronto para ser apresentado em editais e leis de incentivo. Orientações e acompanhamento do desenho de produção: da análise técnica ao orçamento. Ao final do laboratório, os participantes passarão por um processo de pitching, aprendendo as técnicas de como apresentar um projeto audiovisual diante de uma banca avaliadora.

Hadija Chalupe é graduada em Imagem e Som pela UFscar (2004) e mestre em Comunicação pela UFFF (2009), onde desenvolveu a pesquisa intitulada "A Distribuição do Filme Brasileiro: considerações acerca de cinco filmes lancádos no anos de 2005, trabalho premiado no I Prêmio SAV de Pesquisa Cinematográfica. Seus trabalhos mais relevantes como produtora executiva foram o longa-metragem Luz nas Trevas - A Revolta de Luz Vermelha, de Helena Ignez e Ícaro Martins e o curta-metragem A profecia de Asgard, de Giu Jorge, premiado MINC do Curta Criança 2007, e exibido em festivais nacionais e internacionais. Seu mais novo projeto é o documentário Retângulos Bracos, contemplado pelo edital de curta-metragem do MINC 2010.


OFICINA DE STOP MOTION
com Érica Vale
Dias 20, 21 e 22 de julho
das 14h as 18hs
Dentro da técnica do Stop Motion, esta oficina irá enfatizar as possibilidades de linguagem da chamada "animação de massinha" . Serão abordados os conceitos de lay-out de personagens, as soluções de roteiro, morfings, e demais aspectos ligados à realização de animação em stop motion. A oficina é especialmente focada no público jovemn, mas está aberta a todas as idades!

Érica Valle é graduada em Imagem e Som (UFSCar). É diretora, roteirista, produtora e animadora profissional, com experiência em diversas técnicas de animação como recorte, areia e stop motion. Como animadora, participou de produções para a TV (Hoje é Dia de Maria, Tempos Modernos, entre outros) e diversas campanhas publicitárias, além de curtas-metragens premiados e exibidos em festivais nacionais e internacionais. Seus mais recentes trabalhos em cinema, "Estufa", "Como se fosse ainda" e "Furico e Fiofó" receberam incentivo de prêmios do MINC e da RioFilme.

OFICINA DE PRODUÇÃO EXECUTIVA (12h)
com Cláudia Melissa
Dias 13, 14 e 15 de julho
das 14h as 18hsComo tirar um roteiro do papel e transformá-lo em filme?! Para isso, existe a produção executiva, setor do audiovisual responsável por levantar toda a estrutura física necessária para a realização de uma produção! A partir de estudos de casos e análises de projetos, filmes e roteiros, esta oficina abordará qual é o papel do produtor executivo, como preparar um projeto de produção a partir de um roteiro (plano de filmagem, orçamento, cronogramas), quais as principais formas de captação de verba (leis de incentivo fiscal, editais, etc), como prestar contas de uma produção, etc. Uma parte do universo audiovisual muitas vezes desconhecida e temida, mas fundamental para qualquer produção de sucesso!!

Claudia Melissa é mestre em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), especialista em ProduçãoExecutiva em Cinema e Televisão pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) e graduada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Produtora, publicitária e professora universitária. Seus trabalhos são em cinema, séries e programas para TV, além de produção de comerciais e eventos publicitários. Participou da produção dos longas-metragens: O Magnata (2007, Johnny Araújo), Chega de Saudade(2008, Laís Bodawsky), Encarnação do Demônio (2008, José Mojica Marins) e Terra Vermelha (2008, Marco Bechis). Nos curtas-metragens produziu Dia de Sorte (2009, Julio Gonçalves), co-dirigiu Adilsin Gente Fina (2005, Januário Leal) e dirigiu Fragmentos de um discurso amoroso (2004, Claudia Melissa). Na televisão trabalhou no reality show Nike Joga 10 exibido na Band (2005) e na série infanto-juvenil Tudo o que é sólido pode derreter, TV Cultura (2009).

OFICINA DE SOM EM CINEMA E TV
com Ana Luiza Pereira
Esta oficina abordará a parte ÁUDIO do audiovisual! Qual o potencial narrativo do som em um roteiro? Como criar um desenho sonoro de uma obra audiovisual? Como fazer uma boa captação de diálogos em uma cena? Quais as principais técnicas de edição de som?
A oficina abordará um panorama histórico da evolução do som no cinema, apresentando cenas de filme para análise da relação som-imagem. Serão realizados exercícios de captação de som, avaliação do áudio captado e uma introdução à edição de som (diálogos, ambientes, efeitos, Foley), trabalhando com softwares específicos de edição de áudio.
Início: 4 de julho
Término: 8 de julho
de segunda a sexta-feira, das 14h às 17h
Vagas: 12
Inscrições: de 13/06/2011 a 26/06/2011
Divulgação dos Selecionados: 29 de junho
Ana Luiza Pereira é editora de som para cinema e televisão e produtora audiovisual. Realizou a edição de som de diversos curtas de animação, incluindo os premiados "O Divino, De Repente", de Fábio Yamaji e "Josué e o Pé de Macaxeira", de Diogo Viegas. Trabalhou no estúdio Casablanca Sound (Teleimage) entre 2007 e 2009 sob supervisão de Luiz Adelmo, com participação na equipe de pós-produção de som de diversos curtas e longas-metragens, dentre eles: "Saneamento Básico", de Jorge Furtado, "Sem Controle", de Cris D´Amato (supervisão de Foley); e "Jean Charles", de Henrique Goldman (edição de ambientes e efeitos), além da série "9mm: São Paulo - primeira temporada", de Michael Ruman , exibida pela TV Fox (edição de efeitos sonoros e pré-mixagem). Possui graduação em Imagem e Som pela UFSCar e mestrado em Comunicação pela ECA/USP. É professora do curso de Bacharelado em Audiovisual no Centro Universitário Senac.

OFICINA DE OPERADOR DE CÂMERA
com André Moncaio
Partindo de uma introdução teórica, a oficina irá propor experiências práticas com a câmera de vídeo e atividades de reflexão, através de análises de filmes. Serão abordados os conceitos fundamentais sobre a construção da imagem na visão humana, os sistemas de luz, lentes e o funcionamento da câmera digital. Esses conceitos serão aplicados na prática em exercícios sobre o manuseio da câmera, enquadramentos e decupagem. Os participantes também terão a oportunidade de gravar um roteiro de curta-metragem, exercitando o olhar na composição da imagem.
Início: 27 de junho
Término: 1º de julho
de segunda a sexta-feira, das 9h as 17h
Vagas: 12
Inscrições: 10/06/11 a 19/06/11
LISTA DOS SELECIONADOS
André Moncaio é formado em Rádio e TV pela USP. Trabalha como cinegrafista e diretor de fotografia, tendo trabalhado em diversos vídeos institucionais e documentários e feito desenho de iluminação para espetáculos teatrais e shows. É integrante do grupo Estudeo Mito, no qual realizou trabalhos de videoarte e vídeo experimental, entre eles O Ventre da Baleia (2002), Oshoecha (2004) e Piscinema (2007). É diretor e roteirista do curta-metragem Siempre hubo un nunca (2007), produzido em Buenos Aires. Em 2007 coordenou a realização do documentário Don’t drink this water da ONG norte-americana Listen Up!, de Nova York. Dá cursos e workshops em diversas instituições educacionais, entre elas a Escola São Paulo e Academia Internacional de Cinema. Em 2009 ministrou um curso na Anhembi-Morumbi de Direção de Fotografia para Televisão, voltado para profissionais da televisão pública de Angola. É sócio da produtora Zunga Filmes e diretor de fotografia e cinegrafista freelancer.

Laboratório de Vinhetas
com Eduardo Perdido e Fernando Rodrigues

Este laboratório é para quem tem interesse em criar e produzir audiovisual, e quer aprimorar sua técnica (roteiro, direção de arte, stop motion, etc), através da produção de vinhetas para a TV. As vinhetas produzidas pelo Laboratório serão veiculadas na grade da TVE São Carlos durante os meses de junho e julho, e serão parte da campanha Motociclista: Valorize a Vida, da Secretaria de Transporte e Transito da cidade. 
Início: 06/06 Término: 17/06 
Período: de segunda a sexta-feira, das 14h as 18h. 

Eduardo Perdido é formado em Imagem e Som pela UFSCar. Em 1999 começou a produção da série para internet de animações 2D Roque e Alfredo. Por três anos produziu o jogo do Homem-Coxinha, em estilo plataforma, lançado em 2005. É sócio da Rocambole Produções, na qual desenvolve animações para publicidade, vídeos educativos e curtas-metragens. Ministra oficinas de audiovisual desde 2003, entre elas oficinas de animação stop-motion, animação em flash e oficinas de vídeo que abordam todas as etapas de produção, desde a criação do roteiro até a finalização do vídeo.

Fernando Rodrigues é graduando do último ano do curso de Imagem e Som, UFSCar. Dirigiu e editou episódios do programa Os Curiosos, do projeto Acessa Física do Ministério da Ciência e Tecnologia. Dirigiu e fez a pós-produção digital dos curtas-metragens Nilton e o Livro dos Acontecimentos, Do outro lado do espelho e Bang Bang com Coca e Batata Grande. Ministrou oficinas de photoshop básico e avançado em São Carlos, Araraquara e Ribeirão Preto, tendo certificado de ministrante pela Adobe. Roterizou e dirigiu vídeos institucionais para empresas e comerciais para televisão.

curso

Iniciação ao Audiovisual

com Pietro Picolomini

de 03 de maio a 03 de junho
terça, quarta e quinta-feira, das 14h as 17h

Fazer um filme, da ideia a sua exibição. Uma introdução ao universo da criação e da realização audiovisual. A oficina irá abordar conceitos e técnicas relativas à atividade, concretizando o processo na realização de uma obra audiovisual.
Público alvo: jovens de 12 a 17 anos
12 vagas

Pietro Picolomini é formado em Ciências Sociais pela UFSCar, há dez anos desenvolve trabalhos como roteirista, produtor e diretor audiovisual, com experiência em ficções, documentários, promocionais, teatro e oficinas de vídeo. Produtor do curta-metragem em animação “Dayane e Zé Firo”, premiado em diversos festivais, e diretor do média-metragem “Variante”.



curso
Audiovisual em Sala de Aula
com Miran Ou
segunda e sexta-feira, das 14h as 16h30
de 18 de abril a 13 de maio de 2011

Como utilizar o cinema, o vídeo e a TV em sala de aula? Esse curso irá aproximar professores e educadores do universo da linguagem audiovisual, pensado como recurso didático-criativo, através da análise de obras e pequenos exercícios de realização audiovisual.
Público alvo: educadores, professores, estudantes de pedagogia, bibliotecários e interessados em geral.

Mirian Ou é formada em Audiovisual pela USP e mestranda em Imagem e Som pela UFSCar. Atua como produtora de cinema e televisão, tendo participado de produções como Novo Telecurso (Fundação Roberto Marinho) e Café Filosófico (TV Cultura).


oficina
Oficina "Organizando o Caos" - uma introdução à assistência de direção e continuidade

com Rodrigo Diaz Diaz
Dias 12, 13 e 14 de abril de 2011, das 14h as 18hs

Uma produção cinematográfica pode parecer um grande caos. São dezenas de profissionais envolvidos, orçamentos apertados, e sempre uma luta contra o tempo. Mas para que o caos não seja uma realidade é que existem as funções de assistente de direção e de continuísta. Atuando junto ao diretor, em diferentes frentes de trabalho, são elas que permitem o planejamento das ações e das ideias em um set de filmagem.
A oficina irá apresentar as funções do assistente de direção e continuísta, as relações hierárquicas numa produção e detalhar o trabalho burocrático de ambas as funções através de leitura, análise e exercícios de planilhas, cronogramas e demais relatórios usados nessas
funções.
Público alvo: interessados em geral, já com alguma experiência prática em audiovisual.

Rodrigo Diaz Diaz é formado em Imagem e Som pela UFSCar. Já durante a faculdade começou a trabalhar com cinema, iniciando em produções como assistente de produção e logo depois engatando dois longas-metragens, em 2002, como making of (gravação e edição). De lá pra cá, trabalhou como continuísta em diversas campanhas internacionais de publicidade (Nike, Smirnoff, Sony-Ericsson e Peugeot) e em mais de 10 longas-metragens, entre eles "O Cheiro do Ralo", de Heitor Dhalia e "Som e Fúria", de Fernando Meirelles; como assistente de direção trabalhou no longa-metragem "Os Inquilinos", de Sérgio Biachi e em diversos curtas-metragens. É diretor do curta "Depois do Almoço", premiado no Festival de Paulínia e da série "Escola 2.0", da TV Cultura.


oficina 
MAQUIAGEM DE EFEITOS 
com Siva Rama Terra 
Dias 05, 06 e 07 de abril de 2011. Das 14h as 18hs. 12 vagas 

A oficina ensinará como criar e utilizar diferentes tipos de maquiagens de efeitos (ex: ferimentos, envelhecimento), para a criação e caracterização de personagens. Junto a estes ensinamentos, serão abordados temas como a evolução da maquiagem de efeito no audiovisual e como é feita a criação da mesma a partir da leitura do roteiro de um filme; técnicas para combinar a maquiagem de efeito com a iluminação das cenas, ângulos de câmera e efeitos de pós-produção. Também serão ensinadas receitas caseiras para criação de alguns tipos efeitos, como sangue, vômito, lágrimas, suor, entre outros.Público alvo: maquiadores, artistas plásticos e interessados em geral. 

Siva Rama Terra é formada em artes plásticas pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Iniciou suas primeiras experiências profissionais ainda durante a faculdade em diversas áreas da produção cultural brasileira. Iluminação cênica, ilustração, assistente em bienais de arte, produção de figurino e produção de arte foram algumas das primeiras experiências. Há dez anos dedicada a caracterização, maquiagem e efeitos nas diversas produções do cinema nacional, ela assina a maquiagem de filmes como "O Cheiro do Ralo", "Os Desafinados", "Cabeça a Prêmio", "Luz nas Trevas - A volta do Bandido da Luz Vermelha", entre outros. Acaba de fazer o longa-metragem "Ao Relento", cujas filmagens terminaram em fevereiro de 2011.

NPD FAZ EXIBIÇÃO DE VÍDEOS PRODUZIDOS POR ALUNOS

Os vídeos produzidos durante as oficinas no NPD (Núcleo de Produção Digital) serão exibidos nesta sexta-feira (17), às 19h30, no auditório do Paço Municipal em São Carlos.
Selecionada através de edital público, a FESC (Fundação Educacional São Carlos) iniciou em junho deste ano as ações do NPD, que trouxe cineastas para São Carlos, como a premiada diretora Anna Muylaert, o diretor Roberto Moreira, o roteirista Luis Bolognesi, além de promover cursos e oficinas com importantes profissionais do mercado, como o diretor de fotografia Carlos Ebert.
Ao todo foram cinco palestras, duas oficinas de férias, três oficinas com profissionais (arte, roteiro e fotografia) e dois cursos com duas turmas cada que atenderam gratuitamente mais de 300 pessoas. 
De acordo com o coordenador do projeto, Diego Doimo, os vídeos que serão exibidos nesta sexta-feira são resultados das duas turmas do curso de “Iniciação ao Audiovisual” que aprenderam sobre o processo desde o momento da concepção da ideia até a sua exibição.
Ministradas por João Paulo Miranda e Pietro Picolomini, os encontros apresentaram conceitos básicos do cinema e coordenaram o grupo para a realização de um vídeo. 
Segundo Miranda, “o grupo viu na prática como é complicado produzir um filme. O filme mudou no seu processo de produção, mas acho que temos um produto bem interessante como resultado”. 
Pietro já trabalha há um bom tempo com esse tipo de produção e aproveitou esta oportunidade para realizar com o grupo de participantes um vídeo coletivo.


NA TV
Para as pessoas que quiserem conhecer a produção dos alunos dos cursos do NPD sem sair de casa, a TV Educativa de São Carlos exibirá os vídeos na próxima quarta-feira (22), às 19h, no canal 48 UHF e 11 NET e também na internet.

curso
INICIAÇÃO AO AUDIOVISUAL
Fazer um filme, da ideia a sua exibição. Roteiro, produção e finalização serão vivenciadas na prática. público alvo: jovens de 13 a 17 anos 40 horas - 12 vagas - 2 turmas
início 22/09
turma manhã: JOÃO PAULO MIRANDA - Bacharel e mestre em cinema. Vencedor da competição internacional "Screenning Room Mobile Phone Movie Competition 2009" promovido pelo canal CNN Internacional. Coordenador, fundador e diretor do grupo de pesquisa e prática cinematográfica Kino-Olho em Rio Claro (SP).
turma tarde: PIETRO PICOLOMINI - Formado em Ciências Sociais pela UFSCar, há dez anos desenvolve trabalhos como roteirista, produtor e diretor audiovisual, com experiência em ficções, documentários, promocionais, teatro e oficinas de vídeo. Produtor do curta-metragem em animação “Dayane e Zé Firo”, premiado em diversos festivais, e diretor do média-metragem “Variante”.

oficina 
ANIMAÇÃO STOP MOTION 
Oficina intensiva para aprender na prática a técnica de animação quadro-a-quadro, onde bonecos e objetos ganham vida. 
Público alvo: animadores, artistas plásticos, estudantes e interessados.
com: FÁBIO YAMAJI - Graduado em Desenho Industrial no Makenzie, com inúmeros cursos nas áreas de animação, cinema, pintura, HQ e cenografia. Atua como animador de stop motion, diretor de filmes e montador. Também é fotógrafo, professor, ilustrador e crítico de cinema. Animou cerca de uma centena de filmes para cinema e TV, não só em stop motion mas também em 2D e 3D.

oficina
CAPTAÇÃO CINEMATOGRÁFICA EM SUPORTE DIGITAL
A
oficina irá relacionar diversas técnicas de iluminação, com o controle do contraste da cena e as regulagens da câmera, objetivando produzir uma imagem previamente imaginada e desenhada.
Tópicos:
1. Setando a camera: Resolução, latitude, colorimetria e cadência.
2. Exterior dia: controlando e modelando a luz solar. 
3. Interior dia: balanceando interior e exterior, simulando entradas de luz, misturando temperaturas de cor
4. Exterior noite: Aproveitando a luz existente. Situações específicas: carro, calçada, etc.
5. Interior noite: Controlando o contraste e ajustando à latitude.
dia 23 e 24 de novembro - 8h-17h
realização: NPD São Carlos/CCult-UFSCar
púlico alvo: 

Para pessoas com algum conhecimento prático ou teórico em XDCAM

com: CARLOS EBERT, ABC - Envolvido no final dos anos 60 com o movimento do Cinema Marginal, fotografou com Peter Overbeck o memorável O Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla. Em 1970, dirigiu República da Traição. Sua extensa filmografia inclui a fotografia de dos premiados O Rei da Vela (1983) e o digital Rua Seis, Sem Número (2001), de João Batista de Andrade. Fotografou vários episódios da série O Povo Brasileiro, vencedor do Grande Prêmio Cinema Brasil 2001 na categoria Série Cultural para TV.
Com o curta Carolina, de Jeferson De (melhor filme no festival de Gramado 2003), recebeu o Kikito de Melhor Fotografia.
Dirigiu um grande número de séries de TV e especiais e fotografou dezenas de documentários educacionais, vídeos institucionais e comerciais para TV. Ministrou workshops de cinema na Cinemateca Nacional em Quito(Equador), USP, PUC, MTV, entre outros. 
Membro fundador da Associação Brasileira de Cinematógrafos (ABC), foi presidente da instituição entre 2000-2002, vice presidente em 2004-2004 e conselheiro na atual gestão.

curso
AUDIOVISUAL EM SALA DE AULA 
Como utilizar o cinema em sala de aula? Esse curso irá aproximar à linguagem audiovisual, capacitando professores e educadores para usar filmes em salas de aula. público alvo: Educadores, Professores, Bibliotecários e Interessados 20 horas - 25 vagas - 2 turmas
segunda e quinta, das 9h - 11h30
quarta e sexta, das 14h - 16h30
início 28/09
turma manhã: MIRIAN OU - Formada em Audiovisual pela USP e mestrada em Imagem e Som pela UFSCar. Atua como produtora de cinema e televisão, tendo participado de produções como Novo Telecurso (Fundação Roberto Marinho) e Café Filosófico (TV Cultura). 
turma tarde: MARTA KAWAMURA - Produtora audiovisual formada em Imagem e Som pela UFSCar, com especialização em Educação Ambiental. Atua como diretora e produtora de filmes e vídeos na Magma Filmes e coordena atividades de educomunicação.

oficina
ROTEIRO PARA CINEMA E TELEVISÃO com CARÔ ZISKIND 
Essa oficina intensiva irá apresentar aos participantes estruturas e técnicas na construção de um roteiro para cinema e televisão. 
CARÔ ZISKIND - Formada em Audiovisual pela USP, onde se especializou em roteiro. Seu primeiro curta como roteirista, “Espalhadas pelo Ar”, foi exibido e premiado em diversos festivais, entre eles, o Festival de Cannes. Hoje trabalha como roteirista em longas-metragens , teatro e televisão.
Público alvo: escritores, roteiristas, estudantes e interessados. 
30 horas - 12 vagas
de segunda a sexta, das 9h - 12h
de 13 a 24/09

oficina

DIREÇÃO DE ARTE
com MONICA PALAZZOAproximar os participantes ao universo da Direção de Arte na produção audiovisual através do seu processo criativo, usando para isso exemplos de processos de trabalhos, observação e reflexão sobre processo criativo e exercício de cunho prático: essa é a proposta de Monica Palazzo, diretora de arte com diversos trabalhos no cinema e televisão.
A partir desses estudos de processo e resultados, abrir a discussão sobre métodos, linha estética, necessidades técnicas, relação entre o roteiro e a arte/direção/fotografia/produção, formação de equipe, estrutura de projetos cenográficos, pesquisa de materiais, além de um apanhado conceitual sobre a criação do figurino e a concepção da maquiagem dentro do projeto da Direção de Arte de um filme. 
Paralelamente, a observação e reflexão a partir de análises de filmes consagrados e com estética diferenciada, bem como suas fontes de referências, propondo aos alunos um novo olhar sobre a obra audiovisual e sua construção, sobre a coerência entre as escolhas estéticas e narrativas e a funcionalidade da Direção de Arte presente nesses exemplos.
Os participantes terão a oportunidade de montar o início de um projeto de direção de arte para uma música - de livre escolha.

MONICA PALAZZO - Nasceu em Araraquara, em1978 e reside em São Paulo desde 2001. Graduada em Imagem e Som pela UFSCar e mestre em Poéticas Visuais pela ECA/USP . Sócia-fundadora da Filmes de Abril, atua como Diretora de Criação. 
Direção de Arte dos longas “A Guerra dos Vizinhos”, de Rubens Xavier, ainda inédito; "Nossa Vida não cabe num Opala" de Reinaldo Pinheiro; “Fim da Linha" de Gustavo Steinberg; "Sonhos de Peixe" de Kirill Mikhanovsky; "Veias e Vinhos" (assina com Vinícius Andrade) de João Batista de Andrade; "Topografia de um Desnudo" de Teresa Aguiar;e "A Guerra dos Vizinhos", de Rubens Xavier; além da série "Tudo o que é Sólido pode Derreter" (TV Cultura), de Rafael Gomes. 
Entre os principais curtas estão: "A Estória da Figueira" de Julia Zakia; "Quem você mais Deseja" de Andre Sturm; "Overdose Digital" de Marcos deBrito; e "Café com Leite" de Daniel Ribeiro, entre outros. Como diretora, estreou com o curta "Páginas de Menina" (35mm, 2008), prêmio de melhor curta no 18o. Melbourne Queer Film Festival, melhor atriz (Tieza Tissi), melhor Dir de Arte e Dir de Fotografia no II for Rainbow-Fortaleza e finalista no Prêmio ABC 2009 e Prêmio FIESP 2009. Dirigiu em 2009 uma trilogia de curtas para a coletânea Fucking Different São Paulo, uma co-produção Brasil-Alemanha.
É professora conferencista da ECA-USP, e professora na AIC-SP, além ministrar oficinas e palestras. (www.direcaodearteaic.blogspot.com). 
Prêmios de Melhor Direção de Arte pelo longa "Veias e Vinhos" no Festival de Cinema de Pernambuco (2006), pelo longa “Nossa Vida não cabe num Opala”, no Festival de Cinema de Pernambuco (2008) e pelo curta “La Dolorosa” de Odilon Rocha, no 12o. Festival de Cinema Brasileiro de Miami.

26 e 27 de agosto de 2010 
das 9h às 17hs (com intervalo de 2 horas livre para almoço)
12 vagas - seleção através de cv e carta de intenções
grátis

OFICINAS DE FÉRIAS
PRODUZINDO NA TV
REALIZACAO: NPD SAO CARLOS, TV EDUCATIVA E IEA-USP
SOBRE: VOLTADO PARA JOVENS QUE QUEREM CONHECER MAIS SOBRE TELEVISÃO, FAZENDO TELEVISÃO. EM 4 ENCONTROS, OS PARTICIPANTES VAO FAZER OS INTERPROGRAMAS "SER OU NAO SER" E PODERÃO FICAR NA FRENTE E NOS BASTIDORES DE UMA PRODUCÃO AUDIOVISUAL. 
MINISTRANTE: NILTON JUNIOR
3 turmas - total 8 horas
início 14/07/2010

FORMATAÇÃO DE ROTEIRO CINEMATOGRÁFICO
REALIZACAO: NPD SAO CARLOS E TV EDUCATIVA

SOBRE: APRENDA A TRANSFORMAR SUA IDEIA EM UM FILME DE CINEMA USANDO A MAIS USADA FORMATAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO DE SEU ROTEIRO. TÉCNICAS PRÁTICAS DE COMO APRESENTAR SUA HISTÓRIA.
MINISTRANTE: DIEGO M. DOIMO
3 turmas - total 2 horas
início 14/07/2010