Music Corner


Ants Marching - Dave Matthews Band


He wakes up in the morning

Does his teeth bite to eat and he's rolling

Never changes a thing

The week ends the week begins

She thinks, we look at each other

Wondering what the other is thinking

But we never say a thing

These crimes between us grow deeper


Take these chances

Place them in a box until a quieter time

Lights down, you up and die

Goes to visit his mommy

She feeds him well his concerns

He forgets them

And remembers being small

Playing under the table and dreaming


Take these chances

Place them in a box until a quieter time

Lights down, you up and die


Driving in on this highway

All these cars and upon the sidewalk

People in every direction

No words exchanged

No time to exchange


When all the little ants are marching

Red and black antennas waving

we all do it the same

we all do it the same way


Candyman teasing the thoughts of a

Sweet tooth tortured by the weight loss

Programs cutting the corners

Loose end, loose end, cut, cut

On the fence, could not to offend

Cut, cut, cut, cut


Take these chances

Place them in a box until a quieter time

Lights down, you up and die



Formigas Marchando

Ele se levanta de manhã,

Escova seus dentes, come alguma coisa e já está pronto

Nunca muda nada

Semana vai, semana vem

Ela pensa: olhamos um para o outro

Perguntando-nos o que o outro está pensando,

Mas nunca falamos nada

Esses crimes entre nós ficam cada vez mais profundos


Pegue estas oportunidades

Coloque-as em uma caixa até um momento mais tranqüilo

Apagam-se as luzes, você se levanta e morre

Ele vai visitar sua mãe

Ela o alimenta bem,

Ele se esquece de suas preocupações

E lembra-se de quando era pequeno

Brincando debaixo da mesa e sonhando

 

Pegue estas oportunidades

Coloque-as em uma caixa até um momento mais tranqüilo

Apagam-se as luzes, você se levanta e morre

 

Dirigindo pela estrada,

Todos os carros e na calçada

Pessoas em todas as direções

Sem trocar palavras

Sem tempo para trocar

               

Quando todas as formiguinhas estão marchando

Com suas antenas vermelhas e pretas balançando

Todos nós fazemos o mesmo

Todos nós fazemos do mesmo jeito

 

Um doceiro instigando os pensamentos

De alguém louco por doces torturado

Por programas de perda de peso, que faz tudo do jeito mais fácil

Assuntos inacabados, interrompa-os, interrompa-os

Em cima do muro, não há como ofender

Interrompa-os, interrompa-os

 

Pegue estas oportunidades

Coloque-as em uma caixa até um momento mais tranquilo

Apagam-se as luzes, você se levanta e morre



Sobre a banda...


Em uma noite qualquer, na cidade de Charlottesville, um barman (bartender, em inglês) decidiu gravar suas composições e mostrá-las a dois fregueses assíduos. Entre um drink e outro, seus colegas e músicos se surpreenderam e se deliciaram com a música.

Bem... Não foi exatamente assim que começou a Dave Mathews Band, mas não seria um começo totalmente fantasiado. Dave, de fato, trabalhou como barman em um estabelecimento na cidade de Charlottesville em Virgínia, nos Estados Unidos. Lá, envolveu-se na cena musical da cidade, onde conheceu Tim Reynolds (guitarrista que incentivou e participou do seu début musical) e os demais colegas e futuros membros da DMB.

Um detalhe apenas: Dave nasceu e viveu na África do Sul até os 10 anos de idade. Portanto, o inglês que adquiriu como língua materna foi o sul-africano, e não o norte-americano.

Para saber mais, visite o site oficial da banda: davematthewsband.com. Até a próxima edição!