Frases!

Quem viu e quem gostou do Mundo Maravilha aqui dá sua opinião.

 

Só aprecio três coisas num filme, ser realmente cinema, não citar (plagiar) ninguém e ser visceralmente pessoal.”Jesus no Mundo Maravilha” é tudo isso. É novo, nunca vi nada parecido. E consegue transformar o que seria um banal documentário agitprop num obra de arte.
É um filme cubista e dissonante que, formalmente, lembra a extraordinária vanguarda russa pré-revolucionária, depois exterminada por Lênin e Stalin Fiquei muito feliz de finalmente ver um filme brasileiro contemporâneo e autoral, um documento do Caos.”

Antonio Calmon - cineasta

”Jesus no Mundo Maravilha lança um olhar tocante sobre o submundo ético e a boa notícia é que esse olhar não está preso a um submundo intelectual. O que faz dele um documentário ousado não é o universo temático que explora, mas a maneira como faz isso. O espectador sente-se vítima dos personagens que está vendo, mas não é duplamente vitimado pelo desprezo à sua inteligência, que também é capaz de ferir como faca afiada.”

Nelson Hoineff – presidente do IETV e documentarista

Newton Canito aborda com ironia assuntos geralmente tratados com grave seriedade. Essa ironia é uma contribuição à linguagem do documentário no Brasil. Jesus no Mundo Maravilha é um excelente exemplo desse estilo documentário.”

Jean Claude Bernardet - Crítico

Cannito estabelece uma relação ambígua com os personagens, denunciando o absurdo de sua condição através de humor lúdico. Eles (policiais) aparecem como crianças violentas que cresceram demais (...) em matéria de linguagem é notável como Cannito absorve música, clima e metáforas de locações como o parque, uma igreja e uma churrascaria. Tudo parece regido pela disposição para ficcionalizar.”

Carlos Alberto Mattos – O Globo - Doc Blog