UNE-Todos

    O acesso às instituições brasileiras de ensino superior gratuito pressupõe a aprovação em um concurso vestibular aberto a candidatos que tenham concluído cursos médios ou equivalentes. Tratando-se de um processo de seleção, tem-se claro a disparidade na relação candidato/vaga. E talvez não tão explícita esteja a desigualdade nas condições de concorrência. O caráter heterogêneo que marca o público concorrente decorre de fatores sócio educacionais, culturais e étnicos.

      É nesse contexto que se pensa o plano “Curso pré-vestibular UNE-todos”.

    Acredita-se que o ideal de democratização do ensino não acontece na universidade pública se não houver programas e/ou projetos que envolvam a sociedade em sua multiplicidade cultural e étnica. E antes da permanência do pesquisador na universidade, há de se ter em vista o ingresso do estudante ao universo da pesquisa.

    Desse modo, o projeto se propõe a oferecer a alunos autodeclarados negros, indígenas ou trabalhadores do campo oriundos de assentamentos, curso preparatório para o vestibular, organizado em dois módulos semestrais, em que se aborde o conteúdo constante no “Programa das Disciplinas”, constante nos manuais do candidato divulgado pela UNEMAT.

    O nome UNE-todos é pretensioso: busca integrar a universidade – UNEMAT – e grupo minoritário da sociedade – negros, indígenas e assentados. Por seu lado, a universidade disponibilizará universitários estagiários das áreas de Letras, Biologia e História que desenvolverão planos de aula em consonância com o programa das disciplinas. Além deles, atuarão no projeto professores da rede de educação básica associados ao NEED – Núcleo de Estudos de Educação e Diversidade em um trabalho voluntário. Tanto os profissionais em formação quanto os professores pesquisadores ligados ao NEED estarão alargando sua experiência profissional. O público-alvo, por seu turno, estará tendo a oportunidade de se reintegrar ao ensino sistematizado, preparando-se teoricamente para as provas do concurso vestibular. Entende-se, a partir disso, o “UNE-todos”: é a universidade expandindo seu espaço de atuação, crescendo e fazendo outros grupos, ainda alheios a ela, também crescerem.

    Vale ressaltar que o projeto “UNE-todos” já sendo executado por desde 2005.

Subpáginas (1): Selecionados
Comments