NOVO LINK http://mundoazur.weebly.com/

NOTA PRÉVIA:
   Este sítio é pessoal, e as considerações aqui tecidas não constituem nem têm a pretensão de algo mais do que o pensar alto acerca de uma matéria que me interessa.
   Não têm pois a natureza de um estudo aprofundado de natureza académica, pelo que muitas considerações  poderão não ser objectivas faltando-lhes a respectiva correspondência com a realidade.
   Ao longo do sítio e à medida que for tecendo as várias considerações eu vou alertando para a sua maior ou menor substancialidade.
  
 
MUNDO AZUR
 
  Este sítio é dedicado a um conjunto de bonecos que fizeram as minhas delícias quando era pequeno. A minha mãe gastou Azur muitos anos.
   Não fui possuidor de todos os bonecos que agora apresento aqui. Fui-os adquirindo já nos dias de hoje. De todos os que tive apenas me sobraram 3: um alce sem as hastes, mas também eles não as têm sempre; um peixe e um dos irmãos Dalton.
 
 

Caixa de texto

Os sobreviventes de uma odisseia de mais de 40 anos !
 
     Não sei quantas colecções foram lançadas no Azur. Possuo 5 pacotes diferentes e bonecos relacionados com todos eles. 
     Mas no catálogo " Brinquedos da BD",
editado em 2004 é mencionado que o Azur ofereceu também como brindes uns bonecos da série Lucky Luke que, refere ainda o catálogo, vinham embalados junto com uma mini-tira de papel com banda desenhada. Portanto, ao certo as colecções, Azur terão sido 6.
     São elas:
    1. Aves
    2. Jardim Zoológico
    3. Mundo Aquático: peixes tropicais
    4. Mundo Rural
    5. Raças de Cães
    6. Lucky Luke
  
   É de referir que também já ouvi dizer que o Azur editou uma série de figuras étnicas, algumas das quais represento na imagem abaixo. Quanto a isso não tenho a certeza. Já ouvi também que eram do Juá. Mas o boneco árabe sempre foi meu, e saiu-me num detergente aqui em casa, e a minha mãe nunca usou o Juá, pois quando o Azur acabou passou a usar Presto e Omo.
   Relativamente ao número de elementos de cada colecção, só a série Lucky Luke, tendo por referência o catálogo acima referido, sei serem 19 bonecos. Quanto às colecções dos animais não tenho certezas. Não há um catálogo e os pacotes embora possam funcionar como algo parecido com um catálogo, também não dizem tudo, uma vez que parece  que há ( sei-o apenas por testemunhos orais )  bonecos do Azur que não figuram nos pacotes.
     Os pacotes por sua vez também fazem uma apresentação muito desigual das colecções: enquanto os pacotes da colecção Jardim Zoológico  e Raças de cães  fazem uma mostra relativamente ampla dos bonecos ( 21 exemplares e 20, respectivamente ), em contrapartida no dos Peixes ( 15 exemplares exibidos ) e das Aves ( 13 exemplares exibidos ) figuram, relativamente, escassos exemplares como amostra. Para além do mais alguns são repetidos como no caso dos pacotes das Raças de Cães, dos Peixes e das Aves ( no caso das Aves há mesmo 4 pares de repetidos ).
 
 
 
 
 
 
 
 
  As imagens que se seguem foram retiradas de um vendedor do Ebay  com o nickname de "Secretloft" que teve para venda as três colecções mais conhecidas: os peixes tropicais; as aves; e os animais do Jardim Zoológico.
 

Caixa de texto

                                                                   
 
 
 
 
  .
  Desconheço se todos os bonecos exibidos são do Azur.
  Curiosamente o vendedor dizia serem do detergente Juá , e já não é o primeiro. Uma vendedora a quem comprei umas aves no sítio "Leilões.net " anunciava os bonecos como sendo do Juá. O blogue "Santa Nostalgia" exibe imagens de alguns bonecos e identifica-os como sendo do Juá: http://santa-nostalgia.blogspot.com/search?q=ju%C3%A1
 Desconheço se o Juá alguma vez ofereceu algo de semelhante.
                                                                                 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 São as imagens mais completas das colecções que conheço e mesmo assim não constam todos os bonecos. No caso das aves é curioso que não constem algumas que até  são exibidas no pacote: não figura nenhuma de um pássaro empoleirado num ramo ao pé do ninho, do qual sou possuidor de 3 exemplares diferentes e da águia por exemplo.         
 

Caixa de texto

 
 
Outro assunto é a origem destas figuras do Azur. Duas questões se põem:
  1. Onde eram fabricados ? 
  2. De onde vinham os modelos das mesmas ?
   No que respeita à primeira questão, tinha já ouvido, de vários vendedores e coleccionadores, que eram fabricados em Macau. 
   Uma prova disso, se bem que indirecta e pouco muito substancial, é aquela que é dada por alguns dos animais que constituiam as colecções, nomeadamente a do Jardim Zoológico. Bonecos como o elefante, o tapir e o rinoceronte, o búfalo, dos quais há versões africanas, são apresentados apenas , na sua versão asiática, há também um camelo - animal asiático -e não um dromedário. Isto sem constituir uma prova irrefutável, é um indicador da sua provável origem asiática, nomeadamente macaense.
 

Caixa de texto

Versões asiáticas de alguns animais. Penso que não será por acaso. Contudo há uma versão africana do elefante da Britains. Nos pacotes Azur só consta a versão asiática do elefante.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
   Uma prova mais substancial e directa foi aquela constituida pelo que encontrei  no Ebay francês: um vendedor que tinha uns peixes dos biscoitos PRIOR para venda. Como é perceptível pela imagem do conjunto constam peixes iguais aos do Azur. Os peixes apreciam embalados nuns sacos de plástico que diziam Fabricado em Macau.
    Embora sem certezas absolutas, pois vendedor podia muito bem ter lá colocado os peixes e as embalagens serem de outro brinde oferecido pela PRIOR, o certo é que é até à data a "prova " mais substancial que possuo de que afinal os bonecos poderiam ter sido fabricados em Macau.
   Quanto à origem dos modelos já tinha ouvido dizer que os bonecos tinham origem nos modelos originais da inglesa Britains. As questões de prioridade são sempre difícies de derimir. O facto é que se fizermos uma ronda pelos bonecos da Britains não podemos deixar de encontrar semelhanças mais do que casuais com alguns dos bonecos do Azur.
 
 Como é visível no quadro seguinte as semelhanças entre alguns dos bonecos da cada uma das séries é mais do que óvbia.
 

 BRITAINS

 AZUR

 
 
 
 
 
 
 
 
   
 
 Alguns dos bonecos da BRITAINS, como é o caso dos da imagem com a caixa, são dos anos 60. Pelo menos era assim que eram descritos no Ebay americano onde encontrei a imagem. Ora sabe-se que o Azur vigorou aqui também por volta dos anos 60-70. Embora sem garantias mais uma vez é de crer que os bonecos Azur teriam sido inspirados nos da Britains ( não tenho ainda a certeza, mas os da Britains eram, provavelmente alguns, fabricados em Hong Kong ).
  Mas a prova mais substancial, de que a Britains era a inspiradora dos bonecos oferecidos no Azur, veio de uma peça que um vendedor canadiano tinha à venda no Ebay americano: um rinoceronte em chumbo igual ao oferecido no Azur. Versão asiática do animal e a mesma posição corporal e tudo. Posteriormente encontrei outros animais Britains feitos em chumbo cujas semelhanças com os do Azur penso serem mais do que casualidade.
  É mais do que certo que foi o chumbo que precedeu o plástico e não o contrário. A própria Britains deixou de fabricar os bonecos em chumbo devido a normas de segurança relativas aos brinquedos e porque o plástico, nos anos sessenta começou a invasão do plástico.
   Ora isto leva-nos à resposta à segunda questão: pelo menos no que toca a alguns dos animais oferecidos na série Jardim Zoológico pelo Azur, foi-se buscar um modelo a outros anteriores, com forte probabilidade de ter sido à inglesa Britains.
 

 Britains de chumbo

  Britains de plástico

 Azur

 
   
 
   
 
   
 
 
 
 
 Outra questão se põe que é a de saber qual das séries foi a primeira a ser editada ?
 
    A esta questão só os responsáveis Azur poderiam responder de forma definitiva. O que se disser terá sempre o teor de uma especulação. Contudo vou explicar o que penso: que talvez a série do Mundo Rural tivesse sido a primeira.
   Porquê ?
   Uma coisa que salta logo à vista do coleccionador ou aficcionado das figuras Azur é a, relativa, perfeição, das figuras. Não só os animais são representados com grande fidelidade aos seus originais verdadeiros, na sua estrutura básica e posição corporal, como o pormenor e os detalhes das figuras plásticas são muito bons. A pintura já é outra história, na medida em que, como deveria ter sido feita manualmente, se encontram muitas imperfeições e acabamentos que deixam muito a desejar, para além de que podemos encontrar vários exemplares do mesmo animal com diferenças de pintura entre si. Outro aspecto é o seguinte, se olharmos com atenção para as séries veremos uma grande homogeneidade nas figuras a nível da sua qualidade e acabamento
    Posto isto, uma coisa que salta à vista na série Mundo Rural  são não só o tosco e até o grotesco de algumas figuras comparativamente com as de outros conjuntos, mas  a heterogeneidade na qualidade das figuras apresentadas no conjunto do Mundo Rural.  Há algumas, como o boi ( embora pareça uma vaca porque é malhado, o seu sexo é claramente detreminável ) por exemplo, que se destacam claramente das outras pela sua qualidade. Qualidade na definição, na pintura - mais bem feita e resistente -, na fidelidade ao original, e até na qualidade do plástico usado.
   Repare-se nas diferenças apontadas no quadro seguinte.
 
   
   
   
   
 
 Esta situação leva-me a especular que, talvez, a série Mundo Rural tenha sido a primeira a ser editada.