Informática‎ > ‎

Vários Conselhos


Reservado a vários conselhos

Pen Huawei modE1750 no UBUNTU

Publicado a 23/06/2010, 14:45 por Manuel Portugal Pires   [ atualizado a 23/07/2010, 09:54 ]


Tenho um portatil Hp dv6590ep onde tenho instalado o Lucid Linx..

Utilizo o Kanguru movel para acesso á internet.. Não tenho problemas quando acesso com o modem Huawei E220, estabeleço a ligação comodeve de ser..

Mas acontece que eu quero utilizar a minha Pen Huawei modE1750, mas  ele não reconhece esta pen, apenas a reconhece como uma pen normal..

Agradecia a vossa ajuda para poder utilizar a pen e aceder á internet normalmente..

 Obg

Solução:

Agradeço a informação dada por kimus.

Instalei o pacote

                       usb-modeswich


e funcionou perfeitamente..

Eee 1000 HE e ASUS Eee PC 1005PE

Publicado a 06/06/2010, 05:11 por M.Portugal Pires   [ atualizado a 24/06/2010, 01:36 ]

Estes NET PC v~em de fábrica com as seguintes partições:
1ª - NTFS Sisteme Operativo Windows (sda1)
2ª - NTFS DADOS (sda2)
3ª - FAT 32 Recover do Windows. (sda3)
4ª - Tipo desconhecido para o "Boot Booster". (sda4)

Todas as partições são primárias.
Se tencionar instalar lá outro sistema operativo, mantendo ou não o Windows não deve eliminar a 4ª partição que está reservada para o «Boot Booster».

Obs. O Boot Booster é ligado e desligado na BIOS: ( Enabled / Desabled )
Entra na bios com F2 ao arrancar o computador. Às vezes não vai à primeira tendo o «Boot Boster» Ligado (Enabled)
 
Deve desligar o «Boot Boster» na bios para instalar qualquer SO (sistema operativo) arrancando com um CD/DVD de arranque a partir da Bios, mas logo que tenha instalado o sistema operativo no computador "Eec 1000 HE" deve ir outra vez à BIOS para voltar a ligar o «Boot Booster».
 
Essa opção está na última opção de Boot da Bios. Na horizontal procura «Boot» e na vertical, a Ultima é «Boot Booster».
Se por azar tiver apagado a 4ª partição  (sda4) esta opção desaparece da Bios, mas se repuser o sistema de Fábrica com o DVD que eles fornecem essa opção fica novamente operacional. 
Se substituir o disco rígido do PC por outro de tamanho diferente, também pode colocar lá o sistema de fábrica com o DVD. Eu já fiz essa experiência e funciona.

Se quiser instalar lá o Ubuntu, mantendo o Windows pode optar por uma das das seguintes opções:


1ª: opção

Eliminar a 2ª e terceiras partições sda2 e sda3 e no espaço vazio instalar o UBUNTU.
Como já tem ocupadas duas partições primárias só pode criar:
a) Mais duas partições primárias. ou em alternativa 
b) Uma partição primária e várias partições estendidas.

Distribua as partições que criou como bem entender, mas não faça nada nas outras duas a 1ª  (sda1) onde está o Windows e a última  (sda4) onde está 
o «Boot Booster»

Nota: num disco só pode haver 4 partições primárias ou 3 primárias e várias estendidas.
Isto é  sda1, sda2, sda3 e sda4 ou apenas  três das mencionadas e  sda5,  sda6,  sda7 etc. ... As estendidas começam sempre em  sda5 e vão 
até onde puder.

Ao reparticionar o disco com o GParted, as partições podem ficar fora de ordem, mas não há problemas.
Para o linux o que conta é nome que o Gparted lhe dá e para o Windows é a sua sequência no disco.
Se o reparticionar com o Windows pode ter problemas ao instalar o Ubuntu (linux), mas se o reparticionar com o ACRONIS em principio dá sempre certo
e as partições ficam por ordem.

2ª opção

Eliminar apenas a 2ª partição de Dados sda2 que era primária e em seu lugar criar várias partições estendidas.
Para o Ubuntu basta criar duas partições que podem ser estendidas.
Uma para o swap e outra para a raiz do UBUNTU     /
Eu costumo usar 1 Giga para o Swap e 15 gigas para o UBUNTU. 
Se tiver uma memória RAM de 2Gigas ou mais pode suprimir o swap, pois em princípio penso que nunca o irá a usar.
Estes Netbooks trazem de fábrica um Giga que podem substituir por uma memória de 2 Gigas. Só tem um slot para RAMs.
Penso que assim tem um melhor aproveitamento do espaço do disco, mas pode dividir a instalação do UBUNTU por várias partições, se preferir.

Se sobrar espaço pode reservá-lo para Dados e formatá-lo em NTFS onde tanto pode aceder o Windows como o UBUNTU (linux).
Se o formatar em EXT2, EXT3, ou EXT4, só fica acessivel para o LINUX (UBUNTU).
O Windows não vê o que está lá dentro, embora haja software para o Windows que o permita fazer.

Se puser o Ubuntu numa partição primária pode colocar lá o arranque do GRUB.
Depois para arrancar por lá deve tornar essa partição activa, já que não escolheu o MBR (sda) para arrancar.
Mas se escolheu o MBR (sda) para arrancar o Grub o facto de tornar uma partição activa ou não é irrelevante, para o arranque.
O menu do Grub cria automaticamente o arranque para os outros sistemas operativos.
Se não gostar da ordem criada automaticamente pode modificar o menu.lst com um editor se a versão do UBUNTU for anterior a 9.10.
Mas se for a 9.10 ou 10.04 terá que modificar ficheiros que ficam em /etc/grub.d e depois executar o comando na consola update-grub e pôr um "splash" 
(imagem)
no menu do grub.


3ª opção.

Deixar as partições tal qual estão e instalar o UBUNTU através do Windows.
As últimas versões permitem isso. e para o boot do Ubuntu é criada automaticamente uma opção dentro do Windows.
Apesar de ter sido uma inovação do UBUNTU, esta opção é a mais simples de executar tanto para instalar o UBUNTU como para desinstalar o UBUNTU.
No entanto o splash do menu do grub se o criar não funciona. Nesta opção o grub embora necessário é uma pro-forma já que a escolha está no menu 
(multi-boot) do Windows.

---------------------------------
 

Instalar Windows

Publicado a 06/06/2010, 05:09 por M.Portugal Pires   [ atualizado a 24/06/2010, 01:44 ]

Para instalar o Windows numa partição deverá ter em contas o seguinte:

  1. Qual a partição onde fica o arranque (boot) e tem que ser uma partição primária.
  2. Qual a partição onde fica o sistema operativo. A partição tanto pode ser primária como estendida.
Um disco só pode ter 4 partições primárias, Ou pode ter 3 primárias e um bom número de partições estendidas.

Para determinar onde fica o «boot» torne activa a partição com um particionador onde quer que fique o boot. No XP essa partição ficará com a letra C:
Se instalar o sistema operativo Windows na partição activa, fica na mesma onde fica o «boot» e toma a letra C:, mas se resolver instalá-lo numa partição diferente do «boot» toma outra letra, porque a C: é reservada ao do arranque (BOOT).
Se já tiver instalado um sistema operativo no computador e o boot (partição activa) estiver aí, o novo sistema operativo (especialmente se for criado antes do que está lá instalado) corromperá o «boot» do sistema que lá estava ficando impróprio para arrancar com o sistema antigo. Para não corromper o arranque do sistema que já estava instalado no computador terá que tornar activa a partição onde pretende instalar o seu 2º Windows e depois criar um multi «boot».

Se instalar o UBUNTU numa partição primária (ou estendida) este cria automaticamente um multi-boot para todos os outros sistemas operativos instalados anteriormente.
Mas há outros tipos de multiboot. O que mais recomendo é o «Grub4DOS». Pode ser instalado dentro do Windows.

Pode instalar várias versões de Windows XP num disco com um boot comum. O boot comum deve estar numa partição primária, mas cada sistema pode estar tanto em partição primária como numa partição estendida.
O mesmo pode fazer com o VISTA (ou Seven), Se puser o boot do Vista ou Seven, numa partição onde já estava o boot do XP, estes sistemas operativos integram neles o boot do XP e adaptam-se, mas se criar um boot para o XP onde estava o VISTA (ou o Seven) o boot do XP corrompe o do Vista (ou Seven).
O Vista e o Seven, respeitam-se mutuamente em questões de boot do sistema.
O «MBR»
O MBR (Master Boot Record) é o boot do disco.
Em cada disco temos a considerar o MBR que é o boot principal do disco e o «boot» de cada partição primária. Geralmente é rejeitado o «boot» em partições estendidas e mesmo que o consiga criar, pode mais tarde dar-lhe complicações e perdê-lo.

No caso do UBUNTU pode criar o boot no MBR (sda) e este direccionar o arranque para o «GRUB» que fica na partição onde instalou o UBUBTU, quer seja primária quer estendida. Mas também pode criar o «boot» na própria partição onde instalou o UBUNTU se for primária. Para arrancar por lá deve torná-la activa.



 
MBR = sda do 1º disco.

1ª partição primária = sda1 do 1º HD.
2ª partição primária = sda2 do 1º HD.
3ª partição primária = sda3 do 1º HD.
4ª partição primária = sda4 do 1º HD.





 1ª partição estendida = sda5 do 1º HD.
 2ª partição estendida = sda6 do 1º HD.
 3ª partição estendida = sda7 do 1º HD.
 4ª partição estendida = sda8 do 1º HD.
 etc.
Num disco pode criar 4 partições primárias ou
três partições primárias e várias partições estendidas.

Sempre que instalar o Windows depois do Linux (UBUNTU) perde o acesso ao linux se o «boot» estiver no MBR, mas não o perde se o boot do UBUNTU estiver na sua partição de instalação se for primária. Mas terá para isso de tornar activa a partição onde quer instalar o windows e depois de instalado voltar a pôr como activa a partição primária onde já tinha instalado o UBUNTU.

Há utilitários (como o Savepart) que servem para guardar uma cópia do MBR, e depois voltar a repô-lo. Isso é útil, se quiser instalar uma versão do Windows, depois de ter instalado no disco o UBUNTU. Assim, ao repor o MBR, deve editar (ou actualizar) o menu do GRUB do UBUNTU. Nas versões antigas deve fazê-lo manualmente, mas nas versões a partir da versão 9.10, é feito com o comando de consola:

update-grub.

Também pode refazer o boot do Grub com o comando de consola grub-install /dev/sda

Se o Ubuntu estiver numa partição primária, por exemplo a 2ª (sda2), pode colocar lá o arranque do Grub com o comando de consola grub-install /dev/sda2.

Este comando pode ser executado na consola da partição instalado no disco ou através do «LIVE CD».

 

Se7e Starter

Publicado a 06/06/2010, 04:51 por M.Portugal Pires   [ atualizado a 06/06/2010, 04:56 ]

Para mudar a imagem do Ambiente de Trabalho do Windows Seven Starter

1º Vá à pasta seguinte: C:\Windows\Web\Wallpaper\Windows\
Encontra lá o ficheiro seguinte: img0.jpg e confira a sua definição: 1920 vezes 1200 pixels
Com um editor de imagens modifique a sua imagem a fim de ter as mesmas definições.
2º Copie para essa pasta a sua nova imagem já modificada.
 

Agora terá que fazer modificações no registry com o utilitário do Windows chamado de Regedit.
Faça o seguinte:

 
1. 
Abrir o editor "Regedit" escrevendo essa palavra na janela de comandos que fica no menu Iniciar.

 
2. 
Vá para: “HKEY_CURRENT_USER\Control Panel\Desktop\” e clicar nessa paste

 
3. 
No lado direito encontrará várias entradas . Escolha a entrada “Wallpaper”

Faças duplo click nela e escreva lá o caminho (path) e o nome da sua_imagem.

Por exemplo: “C:\Users\Bob\Pictures\sua_imagem.jpg”

 
4. 
Faça duplo click com o botão direito do rato na pasta “Desktop” que encontrou no passo 2 e click em “permissões

 5. Click em “Avançado

  •  Vá ao separador “Proprietário”;
  • No rectângulo que diz “Mudar proprietário para:", escolher a opção do proprietário.

  • (Só há lá duas opções: Uma é a sua: a do proprietário e a outra é a do Administrador.)
  •  

  • Click em “OK

6. Click em “Avançado” outra vez. 

7. Desmarque o botão que lê “Inclua permissões dos objectos pais”

Click “Remove” quando pedido.

8.  Click “Adicionar 

 

9. Escreva “todos” e click “OK 

10.  Marque permissão “Ler Control” e click “OK” 

11. Click “OK” de novo

12. Escolha “Todos” e marque Permissão “ler”  e click “OK 

Agora, reinicie o computador.

1-4 of 4