Poesias

Vácuo

Vácuo
Extremamente longo
Sem fim
Quase
Onde estão os inadmissíveis
Inacessíveis
Burocráticos sem fim
Finalidade inexistente
Dormente
Inadequado
Quadrado
Onde o amor é impossível
A paz jamais desejável
Tormentos
Lamentos
Dias angustiantes
Vilões a toda volta
Na encosta
Sempre no vácuo
Mundo sem fim
Arrogantes sim
Onde não é possível existir vida
É sabida a falta da existência
É ausência
 
Cristo

Sexta-feira Santa
Jesus Cristo
Morreu para nos salvar
Foi crucificado
Torturado
Em silêncio
Faça-mos as nossas reflexões
A cada dia
Vamos pecar menos...
 
Em Vinte e Três

Em vinte e três
Dias do mês de janeiro
Que bom
Mais um ano juntos
Desafios durante uma caminhada
Calafrios perante as dificuldades
Desenvoltura na resolução dos problemas
São vinte e três
Segundos
Minutos
Horas
Dias
Tempo não se conta
Passa
Evolui
Constrói
Marca uma presença
Registra
Administra
Felicidade

Felicidade
Estar neste momento
Seguro de uma alegria profunda
Inunda
Emoções a flor da pele
Moderação e discernimento
Controle
Salvem-se!

Salvem-se
Ainda há tempo
Mudam-se as rotas
Caminhos adversos
Melancolia extrema
Destinos marcados
Cobrados
Vil
O assobio marca
Desmarca
Dez são
A salvação cumprirá
Conspirará
Para aqueles que não cumprirem
Os caminhos da salvação
Salvem-se!
 
O Natal de 2009

O Natal
Tempo de esperança
Alegria
Deveria
Neste Natal
Dois mil e nove
Ignorância
Ser abatida
Cultura elevada
Diversificada
Para a paz em Cristo
Viver
Florescer
Crescer
Aparecer
Feliz Natal!
 
A Água do Rio Paraná.

Essa água
Escorre e corre
Matas e terras são lavadas
Abençoadas
Alimento para peixe
Produz
Alimento para pessoas
Fornece
Água livre e limpa
Corre e escorre
Concorde
Vital para a vida é a água
Esta forma o Rio Paraná
Sustento de cidades
Moradores
Aqueles que sentem dores
São aliviadas pela água
Do rio ou da chuva
Das plantações sadias
Do peixe do dia a dia
A água é vida!
 
 Vamos tentando...

Vamos tentando
Tentando sempre
Até conseguir e tentando
Lutando
Criando as condições
Edições
Lembrando
Tentando vamos conseguir!
 
Amar amando...

Amar
Amando
Devendo e criando
Crendo
Ando ao lado do meu amor
Amada
Por vezes safada
Assim foi criada
Tendo todas as convicções
Ilusões fazem parte
Temores e tremores
Tormento dos namoradores
Paixão e tesão
Sentimentos íntimos intrigam
Confusão
Satisfação
Amar é desligar
A tomada do mundo exaustivo
Cansativo
Apenas confiar
Acreditar
Trocar sentimentos dignos
Honestos
Pela simplicidade que é amar...
 
 
Simples Alegria

Simples alegria
Viver a vida
Sonhando e cantando
Amando
Criando situações adversas
Destreza
Apenas aqueles que querem
Depois que padecem
Sofrimentos
Injustiças cometidas em nome
Da ignorância e sedimentos
Foram jogadas para debaixo dos pavimentos
Os cacos da arrogância
Extrema discriminação
Soberba elevada ao mais alto nível
Não poderia ser possível
É horrível
Uma simples alegria
Custa uma vida de sofrimentos
Causada pela tirania democrática de certos elementos
Opressores
Dizem curar as dores
Discursam
Ainda assim
Uma simples alegria
Deveria ser
Um momento de alegria
Tortura nunca mais!

Outubro

Outubro
Está chegando
Divulgando
Amarguras terríveis
Combates Intermináveis
Dilaceráveis
Os sentimentos contidos
Agora explodidos
Bombas sem controle
Raiva suprema
Intocáveis arrebatadores
Devedores da dignidade
Cumplicidade
A guerra vai começar
Ativar
O desfecho trágico e atirar
No mês de Outubro...
 
Orar

Orar
Entrar em contato com Deus
Com o Criador
O caminho da vida
Orar
Abençoar o nosso dia
Vivência diária
Capacidade divina
Amar e perdoar
Viver e criar
As condições de vida fratena
Paz e felicidade
São conquistas daquele que vai orar.
 
Quem Crê

Quem crê em Deus
Não rouba prefeitura
Age correto
Ama o próximo
Faz progredir

Quem crê em Deus
Não rouba o Estado
Dai a César o que é de César
E a Deus o que é de Deus
Tem consciêcia tranquila

Quem crê em Deus
Não mente para o próximo
Honra a palavra
Tem vida digna
A honestidade é sua maior virtude

Quem crê em Deus
Não deseja os bens do próximo
Age como irmão
Denuncia as injustiças
Anda sempre de cabeça erguida.
 
Distúrbios

Tentativas duma experiência
Distúrbios afetivos emocionais
Características incontestáveis
Indesejáveis
Elevam a mais alta
Capacidade de vivenciar
Abrandar
Brigas e desejos incontroláveis
Dilaceram a carne
Pelo ato pequeno de desprezar
Causar
Náuseas e repugnância
Atitudes reprováveis
Ignorância mesquinha manipulável
São distúrbios
Doenças a serem curadas...
Todos os Santos.

A flor indica
Há esperança
No dia de Todos os Santos
Há salvação
É preciso saber dizer não a maldição

A flor que ilumina
Destaca
Ataca os males
Preserva o bem dos ares
É preciso saber dizer eu quero

A flor oferece
O ser humano decide
Inveja é o caminho da destruição
Somente há construção
Se no dia de Todos os Santos a flor for o caminho...
 
É como sempre foi...

Não mudou
Não
É como sempre foi
Passou
Às vésperas da mudança
Calou-se
A devoção
Adoração
Criação
São como
Sempre foi
Não mudou
Os olhos não enxergam
O coração sente
A mente mente
Ilusões pertinenentes
Pálidas
A derrocada final
Será a vitória dos justos
 
 Triste em

triste em
algum lugar
talvez
incertezas
tristezas
dias tristes em
lugares nebulosos
escondidos da verdade
sem caridade
com excesso de vaidade
perversidade
só existe em
estado triste
lágrimas de vapores
fumaça de gelo
sentimentos confusos
difusos
sofrimento em larga escala
pavores
pudores inexistentes
persistentes
triste em
confundir
persuadir
é preciso pedir
suplicar
pacificar corações aflitos
em conflitos
do poder inexistente
carente
da ilusão de mandar
apavorar
 
 Numa Terça

Foi numa terça
Quente
Salgada e azeda
Mal temperada
Sem escrúpulos
A maldade venceu o bem
Tortura prosperou
Negociou
Alterou
Vingou
Ou
Otário!
 
O Portal

O Portal
A abertura para o outro lado
Passagem
Sons musicais
Notas afinadas
Bandolins e cavaquinhos
Entoam canções
Agudas
Violas e violões
Suportam
A banda sempre esteve
Treinando
Criando
Somente uma fará sentido
Notas a saber...