INTERNACIONAL

Manoel Del Rio,  advogado, assessor jurídico de movimentos sociais  e presidente da Apoio.  


Indignados e ofendidos ocupam  Wall Street

 

28/11/2011

                                                                                                                                                       Foto da Carta Maior

Acompanhamos pelos jornais grandes manifestações sociais em todo o mundo. Nos Estados Unidos, na Inglaterra, na Alemanha e até no Brasil tivemos protestos na Cinelândia e Vale do Anhangabaú. Os sem teto, aproveitaram a oportunidade e ocuparam 12 prédios abandonados no Centro de São Paulo.

Anteriormente tivemos a primavera árabe, grandes manifestações pela derrubada dos ditadores. O governo da Grécia caiu e também, outros governos como o de Portugal, Espanha, Irlanda, Itália tiveram que deixar o poder. Importa estudar qual as causas desses fenômenos. Ver também onde é necessário parar tudo isso. O que parece pelos dados da realidade, que o sistema econômico tem um defeito congênito, sem cura. Exclui imensos contingentes populacionais dos processos produtivos e dos bens desenvolvidos pela sociedade moderna. Nos países árabes mais de 30% da população está desempregada. Na Grécia 45% dos jovens estão desempregados e na Espanha 42%. Nos EUA, a média de desempregados atinge 9%. Entretanto, entre os hispânicos e negros deve ultrapassar 20%. No Brasil, a média de desemprego é de 6%. Porém, entre os 20% mais pobres o desemprego atinge 26%. Este fenômeno concentra a renda na mão da minoria e impõe a miséria para a maioria da população.

ocupa sampa Anhangabaú-sp

Estudando a boa teoria, verificamos no Capitulo que trata da maquinaria moderna algumas conclusões de seu autor: “a maquinaria moderna cria ociosos  e abastados..., cria superpopulação”. Nada a ver com a teoria malthusiana. Quer dizer que grandes contingentes populacionais ficarão fora dos processos produtivos. Passarão a vida sem trabalho, sem remuneração digna, lutando bravamente para sobreviver.

E as pessoas que detém o controle das maquinas serão abastados e ociosos. Tudo a ver com o movimento nos EUA- os 99% da populaçao contra 1% de milionários, daí o termo ocupe Wall street.

O jornalista Gilberto Dimensten, escreve na Folha de São Paulo no dia 06/11 “Haverá emprego para nós”?... Fala sobre o computador WATSON desenvolvido pela IBM que guarda informações de cerca de 1 milhão de livros. Bem, é assustador e maravilhoso ao mesmo tempo.

Parece que os contrastes do sistema econômico atual está se aprofundando rapidamente, trazendo sofrimento humano para milhões de pessoas.

                                                                                                                   Famílias desalojadas da ocupação São João "Espigão"

É preciso superar esta contradição, colocar a maquinaria moderna trabalhando para todas pessoas igualmente, sem nenhuma restrição. Assim desaparecerá a miséria, a desigualdade social e terá fim ás revoltas. Como diz o poeta Chico Buarque: “Amanhã será outro dia”.


Manoel Del Rio - Presidente da Apoio

Contatos: Manoeldelrioblas@gmail.com, Twitter:@ManoelDelRio, Facebook:ManoelDelRio

 

São Paulo, 23 de novembro de 2011

Comments