HOSPITAL DO CRACK

HOSPITAL DO CRACK: A LUTA PELA VIDA

atualizada em 18/01/2012

 

O  Governo Estadual anunciou a transformação do antigo quartel, abandonado desde 1995, no Parque Dom Pedro em Centro Cultural.Achamos importante dar função social aquele imóvel desperdiçado, entretanto, frente às necessidades atuais da população, ao drama enfrentado pelas famílias e usuários do crack, reafirmamos nossa proposta de transformar aquele imóvel no Hospital do Crack, com o Centro Integrado de Tratamento dos Dependentes Químicos.

______________________________________________________________________________________________________________________________________

01/08/2011                       

Por Manoel Del Rio, Advogado e Presidente da APOIO

                                                                                 

E-mail: manoeldelrioblas@gmail.com, Twitter:@ManoelDelRio, Facebook:ManoelDelRio, 

Site: www.manoeldelrio.com

Foto: Agência Brasil de Notícias




Estatísticas revelam que no entorno dos bairros da Luz, Bom Retiro, Santa Cecília, Santa Efigênia, concentra mais de dois mil usuários de crack. 

Na verdade a utilização dessa droga se espalha por todo país.
É quase um caminho sem volta.                                                                                                                           


Foto: Agência Brasil de Notícias


Cartilha do Crack lançada pelo Instituto Crack Nem Pensar, Conselho Nacional do Ministério Público e Conselho Nacional de Justiça, revela informações preciosas sobre a droga. 

Os usuários são destruídos progressiva e rapidamente. 

Suas relações sociais são abaladas, promove sofrimento profundo em toda família. Esta realidade se apresenta como uma grande doença social do momento. Deste modo, precisa ser tratada e combatida, com serenidade, por toda sociedade. 



O poder público precisa desenvolver políticas públicas integradas de tratamento dessa doença. 

Combinar ações de políticas sociais com saúde e educação.

 


Foto: Manoel Del Rio


Prédio abandonado por vários anos, antigo quartel, no Pq. D. Pedro. 

Pode receber destinação social. Transformado em Hospital do Crack. 



Propomos a implantação de um Centro específico de tratamento das pessoas viciadas em crack e outras dependências químicas. Este centro (hospital do crack) pode ser implantado no prédio abandonado, antigo quartel, no Parque D. Pedro. Os recursos devem ser compartilhados entre os três níveis de governo: União, Estado e Município. E que esta iniciativa se espalhe pelo Brasil. 


Comments