Accueil‎ > ‎

Danças Moçambicanas

Mapiko


Na dança mapiko são usadas mascaras que dividem-se em dois tipos: facial ou capacete. As variedades existentes dentro de cada tipo de mascara que é feita de madeira,realça o facto dessas mascaras estarem intimamente ligadas a dança mapiko que tem um significado religioso e cerimonial ligado ao ritual de iniciação masculina.O conjunto máscara e dança ,formam uma coreografia, muito ritmica e cadenciada transmitida pelo dançarino que se apresenta vestido com trajes convicentes coberto de objectos sonóros(chocalhos)sendo acompanhado por vários percursionistas, criadores dos seus próprios tambores que são feitos de madeira e cobertos de pele de animal,e que posteriormente afinados pelo calor do fogo, produzindo sons médio-agudos. Esta dança tem como pano de fundo um grupo de cantores(homens e mulheres).È de realçar que a dança mapiko é sem margem de dúvida ,uma junção de musica,dança,escultura e teatro, que vai representando gradualmente o imaginário relativo à existencia do mundo sobrenatural e à convicção na ligação lógica entre o dançarino principal e as suas crenças. Esta dança dá aos artistas makones a capacidade e o poder de recriar na arte os diferentes modos de estar na vida espiritual,usando a força da sua história e do seu quotidiano,transmitindo em cada dança as suas convicções.Posso afirmar por experiência própria que o Povo makonde e a dança mapiko são muito especiais e inéditos.

Mapiko



Tufo


Esta dança é introduzida em Moçambique, atravéz do Sultanato de Angóche Hassane Issufe, que se radicou nessas ilhas depois da morte de um dos seus familiares. Segundo dados históricos era uma dança religiosa de louvor, onde se usava os tambores de nome “Ad-duff” (Arabe)). Em português dá-se o nome “Adufo”(instrumento musical de percursão).Esta dança vai-se espalhando por todos os locais Islâmicos. Atravéz do povo da tribo Makwa que também se envolveu no Islamismo e devido à sua prenúncia, o nome de Ad-Duff e Adufo, foi abreviado para “TUFO”. Este novo nome foi-se introduzindo por varios locais Islâmicos incluíndo a ilha de Moçambique. Esta dança,devido à sua origem religiosa era dançada apenas por mulheres rigorosamente seleccionadas,rigorosamente bem trajadas com trajes muito coloridos e enfeitadas com cordões, anéis e pulseiras de ouro, onde as mulheres cobriam o rosto com MUSSIRO(massa branca e espessa,resultante do friccionamento do caule perfumado da arvore Mussiro e uma pedra),e entoavam cânticos melodiosos de uma linha musical Oriental.

Tufo




Lingundumbwe


Pode dizer-se que é uma versão feminina da dança masculina do mapico. Também ela se movimenta para trás e para a frente e usa uma máscara de madeira, porém o seu rosto é apenas coberto com um pano transparente. Para se apresentar em público é coberta de panos da cabeça aos pés, usa várias capulanas e ainda uma chamada inguvo ya magombe. Nas mãos leva um lenço e um machado ou enxada. A dança tem lugar no lipanda, local onde acontecem os rituais de iniciação feminina. Os músicos são homens.


























































































Comments