Jeová - nosso temor

Que seja Jeová nosso temor

No inicio de cada ano aparecem os adivinhos proclamando supostas profecias. Nos tempos antigos essas predições se baseavam na observação do vôo das aves, no exame das vísceras dos animais, no lançamento das flechas ou simplesmente observando a posição dos astros. É incrível que em uma época em que a ciência e a tecnologia chegaram a seu desenvolvimento máximo em nossa civilização e contamos com a revelação escrita da Palavra de Deus, ainda há pessoas que continuam mantendo e promovendo superstições arcaicas causando confusão e maldição aos ignorantes.
 
Aparecem os adivinhos porque há pessoas que crêem neles. Os supostos adivinhos do futuro ainda existem pelo simples motivo de que há pessoas que crêem neles e lhes louvam por seu ministério da mentira. Se o povo não lhes consultasse, tais adivinhos procurariam outra maneira de ganhar a vida. Com suas palavras enganadoras persuadem o povo a crer que os sucessos do ano passado já tinham sido preditos.
Se é verdade que tais pessoas podem adivinhar o futuro então, porque não predisseram o Tsuname, o maremoto que matou mais de 300.000 pessoas nos países asiáticos?
   
 

A precisão da profecia de Deus                                                                                                        A profecia bíblica é precisa, concisa e contundente em seu cumprimento. Como exemplo, mencionamos a profecia de Jeremias 34:2-3 y 52: 8-11. Em ambas passagens vemos como o profeta disse ao rei de Israel que seus inimigos babilônicos viriam numa invasão iminente, lhe prenderiam e lhe levariam preso até a Babilônia onde o rei deveria morrer. Tal como Jeremias profetizou, assim aconteceu.
Esses adivinhos modernos, de maneira supersticiosa tratam de interpretar a posição dos astros e relacionar-lhes com a vida dos seres humanos. Isto é  que chamam de horóscopos.
A Bíblia diz que os astros são obra de Deus para a conservação do cosmos (Jeremias 31:35), e para a iluminação durante a noite. Não é possível nem biblicamente, nem através da ciência se pode demonstrar que a posição dos astros tenha algo que ver com a vida moral e espiritual do ser humano.  Pelos motivos anteriores, o profeta Jeremias nos exorta para que não tenhamos temor do que a gente sem conhecer a Bíblia, possa temer.
 

A.    Não temamos os sinais dos astros (Jeremias 10:1-2)
                      
Os astros nada tem que ver com a vida moral ou espiritual dos seres humanos.                                                       

1. Os que comunicam essa mentira asseguram que dependendo do dia em que a pessoa nasce, assim será sua personalidade e o futuro de sua existência. 
                                                                      

2. A palavra de Deus contradiz essas mentiras com afirmações teológicas e ilustrações da vida real. 


    A seguir vamos meditar na reportagem bíblica sobre duas pessoas muito conhecidas na revelação bíblica. Vejamos Gênesis caps. 25 -36. Trata de dois irmãos, Jacob e Esaú: 

•    Nasceram no mesmo dia (eram gêmeos) 
            
•    Nasceram na mesma casa 

•    Se formaram no mesmo ventre 

•    Eram filhos dos mesmos pais  

•    Receberam a mesma educação 

•    Foram criados no mesmo ambiente caseiro  

•    Cresceram no mesmo lugar 

•    Se formaram na mesma cultura 

•    E os dois receberam o mesma ensinamento espiritual e o exemplo de seus pais 
                       
•    De acordo com os adivinhos modernos que profetizam a vida dos seres humanos através da observação das estrelas, os dois homens, Jacob e Esaú teriam o mesmo destino, porém, que foi que realmente aconteceu? Observemos as diferenças radicais destas duas pessoas. 

•    Esaú era preferido de seu pai e
Jacob de sua mãe 

•    Esaú era dado as aventuras;
Jacob era inclinado a vida caseira 

•    Esaú era amante da caça;
Jacob era amante da cozinha 

•    Esaú era refinado;
Jacob era simples 

•    Esaú era um homem de ética;
Jacob era desonesto 

•    Esaú era incrédulo e profano;
Jacob era um homem de fé 
       
•    Esaú ao morrer foi ao inferno;
Jacob ao céu


O que foi que causou a diferença entre essas duas pessoas? Os astros? Os sinais dos céus? O destino? Não! Claro que não!
A diferença entre essas duas vidas foi a fé de Jacob na Palavra de Deus.
Nenhum filho de Deus crente em Jesus Cristo deve perder o sono pelas bobagens que dizem os filhos do Diabo com suas supostas predições.


B. Temer a Deus e a ninguém mais                                                                                              Preste atenção em 2 Pedro 1:19 onde lemos que o povo de Deus tem a Bíblia a cujas testemunhas devemos prestar atenção e viver de acordo a seus mandamentos que provem de nosso Deus quem conhece o futuro de cada pessoa. Favor de ler o Salmo 139.
 No tenham medo dos ídolos. (Jer. 10: 3-5)
                                            

•    Os ídolos não são pessoas, são coisas (vs. 3,4) 
                              

•    Os ídolos nem fazem bem nem mal (v. 5) 
                                        

•    Os ídolos serão objetos de vergonha no dia do juízo final (vs. 14-15)
 Lemos em Isaías 2:20: “Naquele dia os homens atirarão aos ratos e aos morcegos os ídolos de prata e os ídolos de ouro, que fizeram para adorar.” 
 

O apóstolo Paulo diz que um ídolo não é nada, mas que Satanás usa-o para manipular a religiosidade popular das pessoas que não querem obedecer o Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo. 

Não devemos temer a Satanás (Jer. 10: 5) 
Como dissemos no parágrafo anterior, Satanás usa os ídolos para aterrorizar as almas ignorantes, pero o apostolo João diz que maior é nosso Deus que reina dos céus que Satanás que opera aqui na terra. 

A quem, pois, devemos temer?
 Jeová Deus deve ser nosso temor (Jer. 10:16) 
Quais são algumas das razões pelas quais Jeová deve ser quem temeremos e não Satanás, nem os ídolos nem as estrelas?
                                                                                                   

•    Jeová é nosso Rei eterno e todo poderoso (v. 10) 
                                

•    Jeová é  criador dos céus e a terra (vs. 11-13) 
                                 

•    Jeová faz sábio ao simples, enquanto que os ídolos fazem néscio ao adorador (v. 8) e alem do mais, de néscios, ignorantes, brutos. (v. 14) Ou como diz o apóstolo Paulo em Romanos 1:22-23 “Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos    23 e trocaram a glória do Deus imortal por imagens feitas segundo a semelhança do homem mortal, bem como de pássaros, quadrúpedes e répteis”.   
 

Conclusão:                                                                                                                                 Não temamos nem os ídolos, nem o que anunciam os pseudo-profetas, nem a nenhum demônio. Tenham temor reverente de Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo em cujas manos poderosas está seguro o destino de cada homem e mulher que crê no Senhor.

 

(Para voltar ao site “Sermões e seminários fazer clique aqui: www.luisseckler.blogspot.com