LiGEA USP

Pesquisar o site

Atividade recente no site

Disciplinas‎ > ‎

A Psicologia Histórico-cultural e a Compreensão do Fenômeno Educativo

Objetivos
A disciplina objetiva discutir as relações entre desenvolvimento psíquico e as marcas culturais que o constituem, buscando instrumentalizar os alunos para a compreensão de uma abordagem teórica específica e para o enfrentamento de alguns desafios presentes na prática educativa escolar na sociedade contemporânea.
 
Docente(s) Responsável(eis)

85750 - Marta Kohl de Oliveira

1755370 - Teresa Cristina Rebolho Rego de Moraes
 
Programa Resumido
A PSICOLOGIA HISTÓRICO-CULTURAL E A COMPREENSÃO DO FENÔMENO EDUCATIVO

A disciplina objetiva discutir as complexas relações existentes entre desenvolvimento psíquico e as marcas culturais que o constituem. Partindo dos pressupostos da abordagem histórico-cultural (especialmente de seu principal representante, Lev S. Vygotsky) e de outras fontes teóricas, fruto de investigações recentes, visa instrumentalizar os alunos para a compreensão dos processos de constituição da singularidade psicológica de cada sujeito humano, evidenciando o papel da educação nesse processo. Pretende-se examinar também novas perspectivas teóricas que possam ajudar a elucidar pontos ainda obscuros no debate atual em torno da noção das diferentes fases do desenvolvimento (infância, adolescência e vida adulta), da ação do professor e, mais especificamente, de alguns desafios presentes na prática educativa escolar na sociedade contemporânea.
 
Programa
A psicologia e os desafios da prática docente

Modelos psicológicos do desenvolvimento humano e implicações educacionais

O papel da cultura no desenvolvimento humano

Interação entre aprendizado e desenvolvimento

As relações pensamento-linguagem

Funcionamento intelectual e a questão da inteligência

Impactos da escolarização na constituição de singularidades

Adolescência: universo psicológico e social

Escola, adolescência e mundo contemporâneo

As complexas relações entre universo familiar e escolar

Desenvolvimento humano e a temática da deficiência: os desafios da inclusão

As relações pensamento-linguagem

Docência e tensões do cotidiano escolar

 
Avaliação
     
Método
Aulas expositivas, discussões em grupo, análise de filmes e de outros materiais.
Critério
Trabalhos individuais e em grupos
Norma de Recuperação

 
Bibliografia
     

ABRAMO, H. O jovem, a escola e os desafios da sociedade atual. In: REGO, T. C.; GROUSBAUM, M.; ISECSON, L. (Coords.) Ofício de Professor: Aprender para Ensinar. Editora Abril, 2004.

DUBET, F. “Quando o sociólogo quer saber o que é ser professor”. Entrevista com François Dubet. Revista Brasileira de Educação, ANPED, São Paulo, n. 5 e 6, 1997.

FIERRO, A. Relações sociais na adolescência. In: COLL, C. et al. (orgs.) Desenvolvimento psicológico e educação – Psicologia Evolutiva, v. 1 Porto Alegre: Artes Médicas, 1995,

GÓES, M. C. R. Relações entre desenvolvimento humano, deficiência e educação: contribuições da abordagem histórico-cultural. In:OLIVEIRA, M.K.; SOUZA, D. T. R. e REGO, T. C. R. (orgs.). Psicologia, Educação e as temáticas da vida contemporânea. São Paulo: Editora Moderna, 2002

LAHIRE, B. Sucesso escolar nos meios populares: as razões do improvável. São Paulo: Ática, 1997

LÜDKE, M. & ANDRÈ, M. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986

MACEDO, L. de. Ensaios pedagógicos: como construir uma escola para todos? Porto Alegre: Artmed, 2004

MOLL, L.C. E GREENBERG, J.B. Criando zonas de possibilidades. In MOLL, L.C. Vygotsky e a educação. Porto Alegre, Artes Médicas, 1996

OLIVEIRA, M.K DE E REGO, T.C. Vygotsky e as complexas relações entre cognição e afeto. In ARANTES, V,A. (org.) Afetividade na escola. São Paulo, Summus, 2003.

OLIVEIRA, M.K. DE. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento, um processo sócio-histórico. São Paulo, Scipione, 1993

OLIVEIRA, M.K.DE E TEIXEIRA, E. A questão da periodização do desenvolvimento psicológico. In OLIVEIRA, M.K. de et al. (orgs) Psicologia, educação e as temáticas da vida contemporânea. São Paulo, Moderna, 2002.

PALÁCIOS, J. E OLIVA, A. A adolescência e seu significado evolutivo. In COLL, C. et al (orgs) Desenvolvimento psicológico e educação. Vol. 1 (Psicologia Evolutiva). Porto Alegre, Artmed, 2004.

PALÁCIOS, J. O que é adolescência. In: COLL, C. et. al. (orgs.) Desenvolvimento psicológico e educação – Psicologia Evolutiva, v. 1 Porto Alegre: Artes Médicas, 1995,

PATTO, M. H. S. Para uma crítica da razão psicométrica. In: Mutações do cativeiro: escritos de psicologia e política. São Paulo: Hacker Editores/ Edusp, 2000.

REGO, T. C. “Configurações sociais e singularidades: o impacto da escola na constituição dos sujeitos”. In: KOHL, M.; SOUZA, D. T. R. e REGO, T. C. R. (orgs.). Psicologia, Educação e as temáticas da vida contemporânea. São Paulo: Editora Moderna, 2002.

REGO, T. C. A indisciplina e o processo educativo: uma análise na perspectiva vygotskiana. In: AQUINO, J. G. (org.) Indisciplina na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1996

REGO, T. C. Educação, cultura e desenvolvimento: o que pensam os professores sobre as diferenças individuais. In: AQUINO, J. G. (org.) Diferenças e preconceitos na escola: alternativas práticas e teóricas. São Paulo: Summus, 1998

REGO, T. C. Memórias de escola: a cultura escolar e a constituição de singularidades. Petrópolis: Vozes, 2003.

REGO, T. C. Uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis: Vozes, 1995

SAYÃO, R.; AQUINO, J. G. Família: modos de usar. São Paulo: Papirus, 2006

SOARES, M. B. Avaliação educacional e clientela escolar. In: PATTO, M. H. S. (org.) Introdução à Psicologia Escolar, São Paulo: Casa do Psicólogo, 1997

VYGOTSKY, L.S. A formação social da mente. S P, Martins Fontes, 1984.