Etapas do desenvolvimento humano: a velhice

Etapas do desenvolvimento humano:  a velhice

 

 
 

Na Velhice registam-se as transformações cognitivas e a sabedoria; as transformações sócio-afetivas; o envelhecimento ativo e a promoção do bem-estar e da qualidade de vida. A velhice é a fase da vida que decorre dos 65 anos em diante.

 

As transformações cognitivas e a sabedoria

 

Envelhecer não significa necessariamente declínio cognitivo. Uma das ameaças mais temidas da terceira idade é a perda de memória. Há uma acentuada decadência da capacidade de raciocínio abstrato, e da capacidade de análise lógica, em recordar listas de palavras, prosa escrita, nomes de pessoas, etc. A resolução de problemas torna-se mais desorganizada, embora o raciocínio prático permaneça intacto.

Apesar de tudo, o idoso á a fonte de saber e de conhecimentos, em virtude da sua grande experiência de vida profissional, social, emocional psicológica. Torna possível aos mais jovens a oportunidade de partilhar saberes.

 

Problemas sócio-afectivos da velhice: o problema do abandono do idoso

 

Atualmente existe um aumento do número de idosos em todo o mundo. E, por outro lado, as famílias cada vez têm menos tempo para se dedicarem a cuidar dos idosos. Assim podem acontecer dois casos típicos: 1 – O idoso é abandonado; 2 – O idoso é internado num centro de acolhimento para idosos. A família que assume cuidar do idoso, garantir-lhe uma certa qualidade de vida, pode não assegurar os seus cuidados básicos. Em certa medida, abandona-o, deixa-o entregue a si mesmo. A outra forma é a institucionalização do idoso, pelo facto de os filhos trabalharem e não terem tempo para cuidar ou dar atenção aos pais.

 

O envelhecimento ativo

 

A Organização Mundial de saúde (OMS) em 2002, definiu o envelhecimento ativo como “ o processo de otimização das oportunidades de saúde, participação e segurança para melhorar a qualidade de vida durante o envelhecimento .. e que permita que as pessoas desenvolvam o seu potencial de bem-estar físico, social e mental ao longo de toda a sua vida e participem conforme as suas necessidades, desejos e capacidades”.

 

O termo “saúde” não se limita ao bem-estar físico: envolve as dimensões mentais e sociais. Uma questão central no envelhecimento ativo é assegurar a manutenção da autonomia e independência durante o processo de envelhecimento.

 

Segundo Erikson, o conflito típico deste período é a Integridade vs. Desespero. Esta fase coincide com a entrada na reforma, em que a pessoa se empenha em refletir, fazendo um balanço da sua vida. Quando a pessoa se sente satisfeita por considerar que a sua vida teve mérito, surge o sentimento de integridade. Nas situações em que a pessoa se apercebe de que nada que fez que tivesse sentido e de que já é demasiado tarde para começar de novo, surge o desespero. A principal virtude adquirida neta idade é a sabedoria. A vertente positiva, nesta idade, é sentimento de realização face ao passado. Por seu turno, a vertente negativa é o sentimento de que se perderam oportunidades importantes.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Comments