Bairro dos Pimentas

História

Pimentas é um distrito de Guarulhos no estado de São Paulo formado por mais de 40 bairros, na região leste. Cortado pela Estrada Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, que liga a Rodovia Presidente Dutra à Rodovia Ayrton Senna. Segundo historiadores, o  nome do bairro tem duas possíveis origens: a primeira está ligada aos índios que viviam no local e cultivavam plantações de pimentas na região que se transformou em propriedades rurais dedicadas à agricultura e a mineração. Por volta de 1817, o bairro São Miguel (Pimentas) é citado na história de
Guarulhos como cenário de exploração de índios e de escravos fato que foi gradativamente incorporado a cultura local, passando a fazer parte inclusive dos costumes dos fazendeiros e moradores da região. Já a segunda vertente diz que o nome do bairro surgiu devido a uma grande fazenda com o nome Pimentas.
O fato é que além do nome, conhecer a história do bairro, de como ele surgiu e também um pouco das vivências das pessoas que ajudaram a construir o local não é uma missão fácil
.

Ao longo dos anos, Pimentas, como vários outros bairros guarulhenses, era formado por chácaras e fazendas que foram sendo loteadas e transformadas em bairros. De acordo com os moradores mais antigos, alguns dos proprietários das terras batizaram os loteamentos com os nomes de seus filhos, como por exemplo: Jurema, Angélica e Stella.

O bairro cresceu lentamente em população, muitos nordestinos e alguns ex-moradores da cidade de São Paulo, ocuparam esta região pobre de infra-estrutura e afastada de tudo.

Porém na última década a região cresceu rapidamente e quem chega hoje ao bairro dos Pimentas se depara com uma “semi-cidade” dentro da cidade de Guarulhos, uma região em crescente desenvolvimento, com alto índice populacional e visível expansão econômica.


Comércio

Com uma estrutura diferenciada de outros bairros da cidade, atualmente o Pimentas, é uma região que sofre de especulação imobiliária, possui agências bancárias do Banco do Brasil, Itaú, Bradesco e Caixa Econômica Federal, o Shopping Bonsucesso, o Hospital Municipal Pimentas Bonsucesso, a Unifesp (Universidade Federal de São Paulo, primeira e única universidade pública da Região do Alto Tietê), com cursos de Ciências Humanas e Filosofia, agência de atendimento do INSS, Fácil, CIC (Centro de Integração de Cidadania), Posto do Poupatempo, CIET (Centro Integrado de Emprego, Trabalho e Renda), CEAG (Central de Abastecimento de Guarulhos), a rádio Cumbica de Guarulhos, que apesar do nome, também está localizada neste bairro, agência de notícias Pimentas News, além de indústrias e o comércio instalados na região, o Pimentas atualmente é considerado um dos centros comerciais de Guarulhos, isso devido a distância do centro e a busca por novos mercados por parte das empresas na região.


Geografia
Carente de Fonte

Parques e Praças

Parque Chico Mendes

Economia
Carente de Fonte


Indústrias
Carente de Fonte



Transportes
Carente de Fonte

Rodovias
Carente de Fonte



Principais vias urbanas
Carente de Fonte


Cultura
Carente de Fonte



Esporte
Carente de Fonte


Os bairros da região do Pimentas:

1. Jd. Santo Afonso
2. Jd. Arapongas
3. Parque São Miguel
4. Vl. São Gabriel
5. Jd. Dona Luiza
6. Jd. Brasil
7. Vl. Pires
8. Vl. Trotil
9. Jd. Paulista
10. Jd. Arujá
11. Vl. Itaí
12. Jd. Leblon
13. Jd. Dos Pimentas
14. Jd. Bela Vista
15. Jd. Centenário
16. Jd. Monte Alegre
17. Jd. Santa Maria
18. Vl. Guilhermino
19. Jd. Ansalca
20. Jd. Oliveiras
21. Vl. Isabel
22. Parque Industrial Cumbica
23. Vl. Guarulândia
24. Vl. Paraíso
25. Jd. Elizabeth
26. Jd. Angélica I
27. Jd. Angélica II
28. Parque Stella
29. Parque Jurema
30. Parque São Miguel
31. Vl. Calvário
32. Jd. Rodolpho
33. Parque das Nações
34. Jd. Nova Cidade
35. Jd. Normandia
36. Jd. Ferrão
37. Parque Maria Helena
38. Parque Jandaia
39. Jd. Bonsucesso
40. Sítio São Francisco
41. Conj. Hab. Bairro dos Pimentas
42. Conj. Hab. Marcos Freire
43. Jd. Maria Alice




Referencias

sincovaga ep
http://www.sincovaga.com.br/CT/Noticias/Noticia.aspx?noticia=4734



Subpáginas (1): Enpresas Antigas de ônibus
Comments