1.ª Página

Visita de estudo ao posto da G.N.R. do Corvo

 

  
 
Com o objectivo de conhecer as instituições do meio local e re
pectivas funções, a turma do 3º e 4º anos, acompanhada pela professora Mara Dias, realizou uma visita de estudo ao posto da G.N.R. do Corvo, no passado dia 20 de Maio de 2011, pelas 11 horas.

    Esta actividade, inserida no Plano Anual de Actividades, decorreu conforme o previsto, tendo em conta que foram atingidos todos os objectivos inicialmente propostos.

    Os alunos prepararam atempadamente, na sala de aula, as questões a colocar aquando da realização da visita de estudo; foram relembradas as regras de comportamento; os alunos levaram o material necessário para registar as respectivas notas; conheceram as instalações do posto da G.N.R. e estiveram muito atentos durante as explicações dadas pelos dois guardas que neste momento se encontram de serviço na ilha.

    Após a visita às instalações, os guardas da G.N.R. fizeram algumas demonstrações de como se utiliza a arma de serviço, as algemas e os alunos tiveram a oportunidade de “soprar o balão” (teste do alcoolímetro)!

    No término da visita demos uma volta pela vila no jipe da G.N.R. e assistimos a um simulacro de uma “Operação STOP”.

    Para o sucesso desta actividade foi imprescindível a disponibilidade e a colaboração prestada pelos guardas que nos receberam e que aproveito, desde já, para agradecer. 

A docente, Mara Dias



ANÚNCIO DO GRANDE VENCEDOR!

A turma de 7º ano apurou que o vencedor do concurso  “ Vem marcar golos com o teu conhecimento”  é o aluno do 8º ano, Leandro Câmara, com 75% de respostas correctas.

De seguida apresentamos os resultados de todos os participantes:

Leandro Câmara - 75%; 

Igor Ferreira - 67%; 

Jorge Lima - 67%; 

Victor Rocha - 58%    

Nádia Cabeceira -50%; 

Cláudia Reis - 41%; 

Paulo Reis - 41%; 

Solange Câmara -33%

Relembramos que o vencedor irá receber um presente surpresa e os restantes um diploma de participação.


A turma do 7ºano:

Flávio Freitas, Hélder Estácio

Júnior Pina, Rui Pimentel.


OLIMPÍADAS DA MATEMÁTICA

As Olimpíadas da Matemática têm como objectivo motivar os alunos para a Matemática e fazer com que estes raciocinem. Os alunos do 2.º e 3.º ciclos da EBI Mouzinho da Silveira participaram na edição deste ano, realizando problemas diversificados.

Os alunos que passaram à segunda fase das Olimpíadas foram os alunos: Andreia Proença (6.º ano), Solange Câmara (8.º ano), Paulo Reis (8.º ano), Claúdia Reis (8.º ano) e Leandro Câmara (8.º ano).

A segunda fase das Olimpíadas irá realizar-se na nossa Escola, no dia 19 de Janeiro.

As menções mais elevadas são dos alunos: João Estêvão (5.º ano), Andreia Proença (6.º ano), Rui Pimentel (7.º ano) e Paulo Reis (8.º ano).

Os professores pensam que os alunos terão um bom futuro, utilizando a Matemática pois é necessária no dia-a-dia.

 

Trabalho realizado por Andreia Proença, 6.º ano


OURI – A NOVA DIVERSÃO NA EBIMS

1 – É um dos dinamizadores dos jogos de Ouri. Como se chama e que idade tem?

R: Sou o John Branco e tenho 30 anos.

2 - Qual é a sua profissão?

R: Sou professor de Matemática na EBI Mouzinho da Silveira.

3 - De quem foi a ideia de trazer este jogo para a nossa escola?

R: A ideia foi minha porque haverá um campeonato regional e a nossa escola foi convidada a participar.

4 - Quais foram os alunos que puderam participar no torneio a nível de escola?

R: Foram os alunos do 2.º e 3.º Ciclos.

5 - Quem foram os vencedores?

R: Do 2.º ciclo foi a aluna Micaela Estácio, do 5.º ano e do 3.º ciclo, o aluno Jorge Lima, do 8.º ano.

6 - Acha que o campeonato correu bem?

R: Acho que sim e é de realçar a elevada percentagem de alunos que se inscreveram.

 

Entrevista realizada por: Gonçalo Pereira (4.º ano) e João Estêvão (5.º ano)


OURI

REGRAS:

  No tabuleiro existem duas filas, cada uma com seis buracos circulares, chamados casas, nos quais se encontram as sementes em jogo. Cada extremidade do tabuleiro é ocupada por um buraco maior, designado por depósito, destinado a guardar as sementes capturadas ao adversário ao longo do jogo. Participam no jogo dois jogadores e estes jogam alternadamente. O depósito de cada um é o que fica à sua direita.

 

Regras suplementares:

 

As regras suplementares aplicam-se quando um dos jogadores fica sem sementes:

·        Quando um jogador realiza um movimento e fica sem sementes, o adversário é obrigado a efectuar uma jogada em que introduza uma ou várias sementes do lado desse jogador.

·        Se um jogador realiza uma captura e deixa o adversário sem sementes, é obrigado a jogar novamente, de forma a introduzir uma ou várias sementes nas casas deles. 

Ano Internacional das Florestas - 2011

No âmbito da comemoração do Ano Internacional das Florestas, todos os alunos da nossa Escola e do Jardim de Infância Planeta Azul deslocaram-se ao Parque da Quinta, no dia 21 de Março (Dia da Árvore), com o objectivo de plantarem cerca de 50 árvores.

A espécie florestal escolhida para a ilha do Corvo foi a Ginja do Mato e contámos com a colaboração de um técnico superior dos Serviços Florestais de Ponta Delgada e da Câmara Municipal do Corvo para a realização desta actividade.

Esta iniciativa foi realizada a nível regional e todos os alunos participaram com muito interesse e empenho neste “Abraço Florestal”!

A docente, Mara Dias


COMEMORAÇÃO DO ANO INTERNACIONAL DAS FLORESTAS


          No âmbito da comemoração do Ano Internacional das Florestas, realizou-se uma acção de sensibilização no Centro de Recursos da nossa escola, no dia 18 de Março, dinamizada pelo sr. Engenheiro José Sequeira, dos Serviços Florestais de Ponta Delgada.

         Ainda no âmbito da comemoração do Ano Internacional das Florestas, na próxima segunda-feira, os alunos da nossa escola irão proceder à plantação de árvores na ilha.


Enigma da Roupa

        O Sr. Armando tinha um barco chamado Neptuno. Era enorme e estava tão brilhante como se estivesse acabadinho de ser envernizado. Tinha velas, mastros grandes, um emblema com uma caveira e fogo no centro. Também havia escadas que davam acesso a um quarto de banho, a cinco quartos e a uma cozinha.                                                                    Solange Câmara, 8.º ano

(continue a ler aqui...)



O jogo usualmente designado por Traffic Lights (em português, Semáforo) foi inventado por Alan Parr em 1998. Não pense que é apenas uma versão ligeiramente mais complexa do que o conhecido jogo do galo. De facto, é um jogo que exige uma certa precisão de cálculo mesmo em tabuleiros pequenos.
As regras do jogo são bastante fáceis:

O jogo envolve dois jogadores que vão fazendo uma jogada de cada vez. O jogo é jogado num tabuleiro, que pode ser o apresentado.

Material

Um tabuleiro de quatro por três quadrículas

Oito peças verdes, oito amarelas e oito vermelhas partilhadas pelos jogadores.

 

Objectivo

Ser o primeiro a conseguir uma linha de três peças da mesma cor na horizontal, vertical ou diagonal.

Regras

O jogo realiza-se no tabuleiro, inicialmente vazio:

Em cada jogada, cada jogador realiza uma das seguintes acções:

·         Coloca uma peça verde num quadrado vazio;

·         Substitui uma peça verde por uma peça amarela;

·         Substitui uma peça amarela por uma peça vermelha.

De notar que as peças vermelhas não podem ser substituídas. Isto significa que o jogo tem de terminar sempre: à medida que o tabuleiro fica com peças vermelhas, é inevitável que surja uma linha de três peças.

Prof. Anabela Santos