VIDA: EXISTÊNCIA, ESPIRITUALIDADE, EVOLUÇÃO...A VIDA


            EMBORA NÃO SE PERCEBA ELA SE ESVAI... LENTA ou RÁPIDA, MAS SEMPRE GRADUAL. A VIDA é algo impressionante, pois se por um lado não percebemos sua passagem, mesmo assim ela corre célere e de forma irrevogável, daí a importância de darmos ATENÇÃO ESPECIAL aos acontecimentos que nos surgem em nossos dia-a-dia.

                         Quando somos mais jovens, não nos atentamos para a percepção da magnitude vivencial, porém com o passar dos anos e de nossa permanência na Terra, de forma avassaladora, nossa "MENTE" começa a olhar para trás. Seria como estivéssemos dirigindo um automóvel olhando pelo retrovisor, REVENDO nossos pensamentos, sentimentos, atos e realizações. Na juventude, o horizonte da chamada "morte" é longínquo, de modo que não levamos tão a sério a questão do "EXISTIR", mas a vida passa e as coisas se modificam, bem como nossa ATENÇÃO À EXISTÊNCIA.

                           Como corolário desta postura, quase sempre, algumas questões se repetem, como as abaixo:

   - O Jovem crê poder tudo, o Senil de poder pouco;
   - O Jovem vê esperança, o Senil a desilusão;
   - O Jovem deseja a posse, o Senil se despoja;
   - O Jovem anseia conquistar o Senil entregar;
   - O Jovem se apaixona, o Senil deseja AMAR;
   - O Jovem aprisiona-se no lucro, o Senil liberta-se dele;

                           Tanto um como o outro são ESPÍRITOS, classificados como SERES HUMANOS, tendo como Jovem ou Senil apenas nomenclatura dos anos que aqui vive encarnado, mas o que muda é a percepção sobre o "COMO VIVER"... Lamentavelmente, de forma trágica, banhados a muito arrependimento, a grande maioria dos seres-humanos descobre muito tarde que: "A VIDA É A MAIOR E MAIS IMPORTANTE EMPRESA PARA SE CUIDAR, INVESTIR, E AMPLIAR".

                            Afeito ao "LUCRO", o homem contemporâneo é CAPITALISTA e como tal se dedica a este intento de direito, mesmo porque se não o fizesse sucumbiria à fome e à miséria, haja vista que tudo tem seu valor monetário e precisa ser comprado. Logo, TRABALHAR para ganhar dinheiro é uma atividade precípua e vital de todo aquele que deseja ampliar, conhecimentos e cuidar de sua EXISTÊNCIA TERRESTRE, melhorando sua vida e aos que estejam a sua volta.

                            É lícito, justo e digno, este desejo de CONQUISTA E VITÓRIA "MATERIAL", mesmo porque ela é ingrediente inerente à centelha da EVOLUÇÃO, mudando apenas nos objetivos finais, ou seja, se numa encarnação vemos um EMPRESÁRIO com garra e destemor lutar pelo crescimento e ampliação de sua Empresa, é provável que noutra, já mais evoluído, se dedique com o mesmo afinco ou mais à EMPRESA DA VIDA.

                             É aí que surgem os GRANDES MISSIONÁRIOS, que nada mais, nada menos são homens iguais a outros, nada de diferente, apenas têm como METAS, OBJETIVOS E DESEJOS "NÃO MATERIAIS", pois aprenderam através das várias encarnações que NÃO EXISTE TESOURO MAIOR E MAIS VALIOSO do que aqueles conquistados no campo de batalha no interior de nossa alma e se bem vividos e compreendidos tornam-se FORTUNAS ETERNAS, IMPERECÍVEIS que levamos conosco para o todo e sempre da ETERNIDADE. Nas próximas vindas terrestres, este SER será chamado de sortudo nascido com o "c... virado pra lua", mas que, em verdade, apenas aufere o LUCRO DOS MÉRITOS de outras encarnações bem vividas de acordo os ditames da Regras Universais da fraternidade, igualdade e liberdade, com o estandarte de AMAR A DEUS ACIMA DE TODAS AS COISAS E AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO.

                               Por um tempo, o HOMEM SERÁ CAPITALISTA, noutro HUMANISTA e noutro ESPÍRITA, levando-o à compreensão adequada sobre como a EXISTÊNCIA deve ser cuidada e levada a sério nos mais ínfimos detalhes do cotidiano, pois é certo que: "NADA É POR ACASO" e que "UMA VIDA É UM SEGUNDO DIANTE DA ETERNIDADE". Na aproximação do OCASO da VIDA, sentimos profunda MELANCOLIA no EXISTIR, de modo que muitos NÃO SUPORTAM este PESO DA VIDA, desorientam-se, entregando-se, covarde e criminosamente ao SUICÍDIO.

                                 OS SUÍCIDAS, basicamente Espíritos DESATENTOS E DESINFORMADOS, acreditam que ao tirarem a própria vida possam conquistar a PAZ e A LIBERDADE como se isso fosse possível, tal qual um passe de mágica. Ledo engano, pois, em verdade, acabam é se aprisionando muito mais, vivendo um longo, terrível, negro e doloroso período no "VALE DAS SOMBRAS" ou "UMBRAL" como é conhecido e informado pelos MENTORES ESPIRITUAIS.

                                  De forma simplista, VIVER É MEDITAR, ou seja, devemos VIVER A VIDA em toda a plenitude, mas não se esquecer que devemos estar atento às diversas OPORTUNIDADES que nos são apresentadas para darmos nosso testemunho de FÉ EM DEUS e no EXISTIR através de uma vida proba, elevada e nobre em sentimentos, pensamentos e atos voltados à HONRA, CARÁTER E MORAL CRÍSTICA, numa palavra é VIVER A VIDA dentro de VALORES E PRINCÍPIOS ESPIRITUAIS ETERNOS, imorredouros e infinitamente mais significativos e deliciosos do que a maior fortuna terrestre, pois a CASA DE DEUS é o UNIVERSO e ele é extremamente EXTENSO E RICO, promovendo as diversas moradas na casa do Pai, vaticinadas pelo Galileu batizado no Jordão.

                                    Sabemos que não é fácil, pois ainda estamos mais voltados à Terra do que aos Céus, logo há, sim, uma certa dificuldade, no entanto, não será isto que nos impedirá de ascendermos às culminâncias celestes prometidas por JESUS quando disse em seus últimos dias na Terra: "MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO". Assim, percebemos que A EXISTÊNCIA como é dita e explanada pela maioria dos filósofos da Terra, estão sempre enclausuradas às limitações e devaneios de anseios pequenos, arrebatando multidões de espíritos sedentos de luz, água e aprendizado às loucuras do existir. Assim como fez FREUD, que resumiu a VIDA na libido, Sartre em devaneios, e Nietzche no nada, estes e outros colocaram a VIDA E O EXISTIR NUMA LATRINA devastando a mente de bilhões de almas em desejos inócuos, vazios e insípidos, logo a DEPRESSÃO, O ESTRESSE E O MEDO surgiram de forma pujante e avassalador nos últimos tempos, fruto das idéias e conceitos de que DEUS NÃO EXISTE, aliás proferido em alto e bom som pelo "louco, perturbado e senil" que viveu seus últimos dias terrestres em Lanzarote, o tal Saramago.

                                        Temos então que "A EXISTÊNCIA" passa primeiro pela certeza absoluta e convicta de que DEUS onipotente, oniciente e onipresente em todo UNIVERSO, convida-nos ao BANQUETE DA VIDA, brindado na taça do ESPÍRITO com o vinho do AMOR e o pão da PAZ, ofertados no "EXISTIR" com a consciência tranqüila do DEVER CUMPRIDO, pois de forma irreversível, deixaremos nossas vestes carnais no sepulcro Terrestre, situação essa, vulgarmente, chamada de "morte", sendo que nós próprios, reais e verdadeiros estaremos em ESPÍRITO NA NOSSA VERDADEIRA CASA QUE É A PÁTRIA ESPIRITUAL.

                                         Neste escopo "A EXISTÊNCIA" se refere à todas as ENCARNAÇÕES e não só a uma exclusiva e específica, ou seja, A EXISTÊNCIA trata-se da BIOGRAFIA ESPIRITUAL que todos nós possuímos e entregamos na Biblioteca Divina, tal qual um Livro, na esperança de ser "Best Seller" na MÍDIA DE DEUS, neste raciocínio temos grandes exemplos como Gandhi, Teresa de Calcutá, Chico Xavier e outros, sabendo que todos nós devemos se dedicar a este IDEAL DE VIDA, pois esta é a:


                           "N O S S A    M I S S Ã O"


                                          Ou seja, VIVER E EXISTIR é a busca em ser um AVATAR, dedicando-se ao próximo, melhorando a si próprio, amando a Deus e tendo como exemplo maior o MESTRE JESUS.





JOHN ROBERT

CONSULTOR EMPRESARIAL (ESPECIALISTA):   Estratégia, Negociação, Marketing, Vendas, Comunicação e Inteligência

 

      









  F                              


























SHAKESPEARE






































































































A VIDA É ASSIM







ć
JOHN ROBERT,
15 de mar de 2012 15:23
ć
MELODIAS.pps
(2336k)
JOHN ROBERT,
8 de jan de 2012 08:38