JOSÉ MENEZES

Nasceu no Porto em 1957. 

Tem a licenciatura em Jazz e o Mestrado em Psicologia da Improvisação pela Universidade de Sheffield. 

Estudou saxofone, improvisação e teoria com os prof.s Jack Walrath, Bill Dobbins, David Liebman, Dave Schnitter, Gerry Niewood, Billy Hart, Jan Garbarek e Joe Lovano. 

É docente da Licenciatura e Mestrado em Jazz da Universidade de Évora. 

Foi co-fundador da Escola de Jazz do Porto (1982) e fundador da Escola de Jazz de Torres Vedras (2002). 

Criador do projecto “O Jazz Vai à Escola”®, acção pedagógica sobre Improvisação que nasceu no concelho de Torres Vedras e que actualmente integra a programa de acções educativas da Funddação Calouste Gulbenkian tendo envolvido até ao momento cerca de 8.000 alunos entre os 7 e os 17 anos. 

Foi solista convidado de várias Big Bands nacionais tendo trabalhado com os maestros Dieter Glawischnig, António Vitorino de Almeida, Miguel Graça Moura, Ferreira Lobo, Pedro Moreira, Pedro Osório, Pedro Duarte, Armindo Neves, José Marinho e Thilo Krassman. 

Foi criador e director artístico do festival TVedrasJazz (2004,05 e 06), do ciclo “Noites do Parque” (2003/07). 

Trabalhou, entre outros, com Mário Laginha, Rogério Botter-Maio, Carlos Baretto, Kelvin Sholar , Jacinta, Carlos Barretto, Paulo Gonzo, Herman José, Michael Lauren, José Salgueiro, Ensemble RAUM, Rui Veloso, Laurent Filipe, Mário Delgado, Big-Bands do Hot-Club de Portugal, de Claus Nymark, Reunion Big Band, Orquestra Jazz de Matosinhos . 

Realizou espectáculos no Brasil, Estados Unidos, Angola, Suíça, Cabo-Verde, Espanha, França e Holanda. 

Actualmente dirige a Orquestra Caravan, o Ensemble de Jazz da Universidade de Évora, o projecto ”100 Umbrellas – Viagem improvisada à música de Erik Satie”. 

Integra os Lisbon Underground Music Ensemble (L.U.M.E.) e os projectos “Mingus & Mais” e “Swing City” dirigidos por Laurent Filipe.