Laboratório de Saúde Mental e Cultura

Laboratório de Saúde Mental e Cultura (LSMC) foi fundado em 1993 sob o nome Laboratório de Psicoterapia e Psicodiagnóstico (LPP). Em 2004, no processo de criação do Programa de Pós-graduação em Psicologia Clínica eCultura (PsiCC), do Instituto de Psicologia, da Universidade de Brasília, o nome do Laboratório foi atualizado para refletir de modo mais adequado à diversidade de técnicas interventivas e preventivas em saúde mental, além da psicoterapia, dentro de uma perspectiva clínica ampliada que também se interessada e mobiliza questões de saúde pública e transformações sociais.

Coordenação: Marcelo Tavares

Atividades: O Laboratório de Saúde Mental e Cultura (LSMC) desenvolve trabalhos que contemplam diversas técnicas interventivas e preventivas em saúde mental, além da psicoterapia. No que se refere à avaliação psicológica, nossos interesses vão para o desenvolvimento de instrumentos que avaliem construtos clínicos, como, por exemplo, (1) a entrevista como técnica de avaliação clínica (avaliação de história e risco de suicídio, trauma, violência e abuso sexual infantil), entre as quais estão a entrevista clínica semiestruturada para o DSM (SCID), a avaliação do risco de suicídio (Hearts), a avaliação clínica da personalidade (SWAP-200), a avaliação do risco de reincidência da violência; (2) instrumentos de avaliação de fatores de risco e de proteção (de suicídio, trauma, violência e abuso sexual infantil); (3) inventários de avaliação da personalidade. Há também o interesse pela avaliação de programas, em especial, de intervenção preventiva. O termo cultura se deve à nossa perspectiva clínica segundo a qual as ações preventivas e interventivas devem fomentar transformações em saúde mental que ultrapassassem o plano individual e inserir-se na cultura, pela disseminação de hábitos e modos de se relacionar saudáveis.

Voltar

Comments