Apresentação

A Escola

História da MPB

Listagem de Referência

Linha do Tempo da MPB

  Como uma Onda
                         (Lulu Santos)

" Nada do que foi será
De novo do jeito que já foi um dia
Tudo passa
Tudo sempre passará
A vida vem em ondas

Como um mar
Num indo e vindo infinito
Tudo que se vê não é
Igual ao que a gente
Viu há um segundo
Tudo muda o tempo todo
No mundo
Não adianta fugir
Nem mentir
Pra si mesmo agora
Há tanta vida lá fora
Aqui dentro sempre
Como uma onda no mar
Como uma onda no mar
                                                                                                 Como uma onda no mar..."


                                 Tal qual a letra da música "Como uma onda", a história da MPB, revela muitas transformações.
                                 Por isso, nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia...
                                                                                                                                 (Equipe de Orientação Pedagógica)
  
     Linha do tempo
                                              (Trabalho realizado pela aluna Elen Fátima - CN 4001)


        
            O trabalho sobre a linha do tempo da Música Popular Brasileira, vai do período de 1.500 a 1992.
            No ano 1500, "em abril, chega a esquadra portuguesa de Pedro Álvares Cabral em missão colonizadora, na futura Bahia. Provavelmente os índios excedem 2 milhões de habitantes. As músicas das muitas tribos são executadas em solos e coros, acompanhados pela dança, bater de palmas, dos pés, flautas, apitos, cornetas, chocalhos, varetas e tambores."

                                                                      Foto: Painel da Exposição Pedagógica - CIEP Brizolão 298 - Manuel Duarte
                                                                      Tema: "MPB, cadê você? Eu vim aqui só pra te ver!/Ano: 2011                                                                     

             Ano 1549, "chegam as primeiras missões de jesuítas portugueses no Brasil. Além do catolicismo e dos princípios básicos de uma nova forma de civilização, os padres passam a introduzir as noções elementares da música européia aos índios e a apresentar instrumentos musicais, num primeiro contato importante de fusão e influências na nascente história da música brasileira."

             Ano 1600 -1700, " apesar da maioria da população de índios brasileiros ter sido praticamente dizimada pelos colonizadores portugueses, bandeirantes e contendores europeus, a música indígena e seus instrumentos deixam fortes influências em toda a formação básica da história da música brasileira que se desenvolve - além de incorporar os primeiros traços da música portuguesa e européia - , numa cultura de transição e assimilações permanentes."

Vídeo do YouTube



             Ano 1650 -1700, "a colonização portuguesa introduz outros instrumentos europeus sofisticados como a flauta, violão, cavaquinho, clarinete, violino, violoncelo, harpa, acordeom, piano, bateria, triângulo e pandeiro."

             Ano 1750, "surge até então o mais importante gênero musical - a modinha -, criado em Portugal, e responsável pelos aspectos melódicos e românticos na música brasileira, de grande influência até a Nova República, no início do século XIX."


    Modinha:
                                               Roberta Sá & Yamandu Costa
           

Vídeo do YouTube


             Ano 1780, " outra importante forma musical - consta do primeiro registro escrito de referência do lundu africano no Brasil - gênero musical trazido dos escravos bantos do Congo e Angola - e que seria amplamente popularizado. É um dos elementos embrionários de formação do futuro samba."

                                                                      Foto:http://lingalog.net/dokuwiki/_media/fr-po/quinta/726px-rugendas_lundu_1835.jpeg

             Ano 1875, "diretamente da então Cidade Nova e dos legendários cabarés da Lapa, no Rio de Janeiro, nasce o maxixe - a primeira dança de par e gênero musical modernos genuinamente brasileiros."

                                                                                           Foto: http://2.bp.blogspot.com/-jGDBvV...maxixe.jpg

            Ano 1880, "surge o choro (chorinho), no Rio de Janeiro, através de pequenos grupos instrumentais formados por modestos funcionários dos Correios e Telégrafos, da Alfândega e da Estrada de Ferro Central do Brasil, que se reúnem nos subúrbios cariocas com suas flautas, cavaquinho e violões."

                                                               
Foto:http://1.bp.blogspot.com/.../Curitiba_-_Feira_do_Largo_da_Ordem_-_Grupo_de_Chorinho.JPG

            Ano 1890, " surge o frevo em Recife, Pernambuco. Um dos mais importantes gêneros musicais e danças do país."

                                                                                
Foto:http://ipt.olhares.com/data/big/257/2576077.jpg

           
Ano 1914, "embora tenha surgido desde meados do século passado, é somente neste ano que as chamadas canções sertanejas se popularizam entre classes média e alta."
                                                                         
                                                                                  Tonico e Tinoco
                                                   
Foto:  http://www.vemprabrotas.com.br/pcastro5/image004.jpg  

           
Ano 1917, "considerado o nascimento oficial do samba, a gravação de "Pelo Telefone", de Donga e Mauro de Almeida, alcançou enorme sucesso nacional e estabeleceu novos padrões para as canções de carnaval."

Vídeo do YouTube




            Ano 1958, "o disco da cantora Elizabeth Cardoso, "Canção do Amor Demais", e participação especial do baiano João Gilberto, no violão, inaugura oficialmente a Bossa Nova."


            Ano 1965, "com estréia no mês de setembro, o cantor e compositor pop Roberto Carlos é o Rei da Juventude nacional na liderança do movimento Jovem Guarda. O movimento foi responsável pela introdução da guitarra elétrica e instrumentos eletrônicos na nascente Tropicália de Caetano Veloso e Gilberto Gil. Ainda em 1965, surge a grande Era dos Festivais. A extinta TV Excelsior produz o primeiro Festival de Música Popular Brasileira."

         
           
Ano 1970-1975, "passado o fenômeno rock'n'roll dos anos 60, e graças à bossa nova, jovem guarda e tropicália, estabelecem-se os grandes nomes de uma chamada MPB mais moderna com Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, Gal Costa, Maria Bethânia, Vinícius de Moraes, Toquinho, Elis Regina, Milton Nascimento e outros. A maior parte deste segmento permanece em evidência."

           
Ano 1980-1992, "em busca de novas alternativas musicais, a juventude brasileira de classe média provoca uma nova onda de rock e pop, que domina totalmente o cenário mundial nacional. Daí, surgem os Titãs, Paralamas do Sucesso, Legião Urbana, RPM e outros.
                                                                                                     
Legião Urbana

            Em 1985 a música "Fricote", do baiano Luiz Caldas, inaugura oficialmente o movimento axé music. Os principais nomes são Asa de Águia, Chiclete com Banana, Daniela Mercury, Banda Eva, Netinho, É O Tchan e outros. Com o enfraquecimento e desarticulação do movimento pop-rock brasileiro e internacional do fim dos anos 80, surgem renovadas categorias musicais como o samba-pagode, o axé music e a nova música sertaneja."

1980-1992

NOVA ONDA: ROCK  E  POP

 

1985

AXÉ  MUSIC


                                                                                                                                        (Texto pesquisado pela aluna: Elen Fátima - CN 4001)


Comments