Equipe‎ > ‎

Serviço de Orientação Educacional – SOE

PLANO DE TRABALHO – ORIENTAÇÃO EDUCACIONAL

Profª Soraia Pedreira Guerreiro de Brito
 

Orientadora Educacional do ICES

Turno: Noite

Plano de Trabalho: SOE                                   Período: Janeiro a dezembro de 2010 

Unidade Operativa

Serviço de Orientação Educacional – SOE 

Serviço de Supervisão / Coordenação Pedagógica

Título

PLANO DE TRABALHO da O.E - Turno Noite

Prazo de Execução

Ano de 2010

Responsável pelo Projeto

Orientadora Educacional – Soraia Guerreiro

Equipe Básica
 do Projeto

Serviço de Orientação Educacional, Coordenação Pedagógica, Supervisão e Professores

 
Justificativa

 

Planejamento é uma etapa imprescindível de qualquer projeto de trabalho. É ele que define as prioridades e as competências a serem desenvolvidas. É nele que o profissional encontra o espaço adequado para registrar as atividades e estratégias pedagógicas de suporte para um ano mais produtivo. O SOE, ciente da importância do planejamento, permeia-o de momentos de integração, reflexão e intervenção realizando o seu Plano de Ação para 2010.

Considerando a importância de "aprender a aprender" preconizado no Projeto Político Pedagógico do ICES, acredita-se ser importante reunir coordenadores, supervisores, orientadores educacionais e professores em um projeto integrado que nos dará subsídios para fazer um trabalho mais eficaz neste ano.

Tendo em vista as especificidades do turno da noite, sentimos a necessidade de elaborar um plano de ação que contemple essa realidade, buscando, portanto, um maior apoio da coordenação pedagógica e Direção.

 

Objetivos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

·    Promover discussões que subsidiem a prática educativa, possibilitando além da apropriação dos conhecimentos, o desenvolvimento de novas formas de pensar o fazer docente: habilidades, atitudes e conhecimento, através dos encontros pedagógicos;

·    Integrar os serviços de apoio escolar (Coordenação Pedagógica, SOE e  Supervisão), proporcionando uma melhor qualidade de vida ao nosso aluno;

·    Proporcionar aos educadores um espaço para que coloquem as suas dificuldades em relação à gestão pedagógica em sala de aula nos momentos do planejamento mensal;

·    Contribuir para a reflexão acerca dos conceitos de aprendizagem, sobre a construção do conhecimento;

·    Realizar atendimentos individuais e coletivos aos alunos e seus familiares, professores e clientes do ICES visando o bom andamento das atividades pedagógicas;

·    Promover discussão sobre a liderança no processo educativo inserido na concepção pedagógica, visando o alinhamento de conhecimentos, habilidades e atitudes dos alunos e educadores com a estrutura metodológica do Projeto Pedagógico do ICES.

·    Promover o acesso e garantir a permanência dos alunos no ICES. Além disso, buscar diminuir a evasão escolar no Instituto de Surdos;

·    Acompanhar a assiduidade dos alunos; apresentar para educadores, famílias e alunos a importância da educação formal, e assim fazer da relação aluno-escola uma relação de amizade e não de obrigação;

·    Acompanhar o rendimento dos alunos juntamente com a supervisão pedagógica;

·    Criar nas famílias o senso de responsabilidade em relação à educação de seus filhos; formar cidadãos críticos e conscientes de suas responsabilidades.

·    Também são considerados objetivos do projeto, a redução dos índices de marginalização e analfabetismo;

·    Identificar as causas que levam os alunos a abandonar a escola;

·    Analisar a estrutura da escola diante do fracasso escolar e o alto índice de faltas dos alunos;

·    Conhecer a realidade sócio-econômica dos alunos;

·    Conscientizar a comunidade escolar de sua competência essencial diante da vida dos alunos marginalizados;

·    Realizar reuniões mensais com as mães/acompanhantes e repassar as reuniões de pais.

 

Implantação

·         Este Plano de Trabalho foi estruturado com base num diagnóstico da situação do ICES em 2010. Identificados os problemas, partiu-se para duas frentes de ação: uma externa e outra interna.

·         A frente externa está centrada da divulgação do Plano de ação e na sensibilização da comunidade com relação aos problemas: baixo índice de aprendizagem, evasão escolar, relações inter pessoais dos alunos, exercício da cidadania, oportunidades de trabalho e métodos de estudo;

·         A frente interna, por sua vez, está subdividida em outras duas frentes: uma de contato direto com o aluno, que pressupõe desde a conversa individual e/ou com o grupo de alunos até os encaminhamentos dos casos para os diversos setores de atendimento. E outra, que vai desde a reestruturação dos procedimentos escolares, juntamente com a coordenação pedagógica, supervisão, psicologia e professores e lideranças de sala, até medidas previstas no Regimento Escolar do ICES.

Funcionamento

(Resumo)

As ações estão programadas para acontecerem através dos atendimentos individuais e coletivos, palestras, pesquisas (de frequência, de satisfação, de relacionamento, etc.)

 

 

Parcerias

Participam deste Plano de Trabalho a Direção, Coordenação Pedagógica, Orientadora educacional, Supervisão, professores da escola, alunos, pais e/ou responsáveis. Este Plano de Trabalho escolar interage com outros projetos educativos conduzidos por outros setores da escola.

Interligado a esse Plano de Trabalho, há todo um trabalho multidisciplinar de orientação do aluno.Outro parceiro importante deste plano é a mídia local (jornal do ICES ( a ser criado), divulgação pelos líderes, etc.), através da qual são divulgados os trabalhos relativos às ações no âmbito escolar.

 

Produto final

Melhorar a qualidade do ensino na medida em que alinha as ações educativas com a Proposta Pedagógica, tornando-as compatíveis com a realidade dos alunos.

Partindo do princípio de que a maioria dos nossos alunos pertence ao segmento social de baixa renda e por isso precisa ajudar na complementação do orçamento familiar, ou pertence a famílias com graves problemas estruturais, ou possui algum tipo de desvio de conduta, esse trabalho integrado cumpre um papel fundamental no resgate da garantia dos direitos e deveres desses alunos.

 

 

Considerações Finais

Entendendo a necessidade deste Plano de Trabalho, bem como de todo os recursos necessários para a realização de uma atividade dessa natureza, contamos com o apoio dessa Direção para a concretização desse trabalho.

 

Fortaleza, 16 de maio de 2010

 

Comments