Página Principal‎ > ‎Alma Finita‎ > ‎

Alma: Imortal?

O pernicioso ensino de que o homem é naturalmente "imortal" teve início com Satanás no Éden quando ele declarou que a desobediência a Deus não acarretaria em morte.

Adão e Eva tinham recebido do Criador a seguinte advertência: "De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás." (Gênesis 2:16-17 RA). Posteriormente, Satanás contradisse este alerta afirmando: "É certo que não morrereis. Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se vos abrirão os olhos e, como Deus, sereis conhecedores do bem e do mal." (Gênesis 3:4-5 RA). Esta insinuação de Satanás foi a primeira declaração de que o ser humano, independente das circunstâncias, era imortal. E essa mentira tem sido considerada como verdade absoluta até os dias de hoje(a).

O relato em Gênesis capítulo 3 não centraliza-se na questão de comer ou não um respectivo fruto, mas envolve lealdade a Deus. Por meio da incredulidade e desobediência, Adão e Eva aprovaram as palavras de Satanás e caracterizaram o Criador como sendo omisso e mentiroso; demonstraram incontestável violação aos mandamentos da lei de Deus(b), e para este comportamento a sentença divina é a morte:
"Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transgressão da lei." (I João 3:4 RA cf. Romanos 5:13).
"A alma que pecar, essa morrerá. (...)" (Ezequiel 20:20 RA). "Porque o salário do pecado é a morte (...)" (Romanos 6:23 RA).
"Portanto (...) a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram." (Romanos 5:12 RA).
"Pois tu és pó e ao pó tornarás" (Gênesis 3:19 BJ); este é o destino pronunciado a toda alma pecadora (Ezequiel 18:4), e diversas referências bíblicas apontam a condição pecaminosa da humanidade:
"Ao ver como a Terra se corrompera, pois toda a humanidade havia corrompido a sua conduta, Deus disse a Noé: 'Darei fim a todos os seres humanos, porque a Terra encheu-se de violência por causa deles. Eu os destruirei com a Terra'." (Gênesis 6:12-13 NVI).
"Hei de punir o mundo por causa da sua maldade e os ímpios por causa da sua iniquidade; hei de pôr fim à arrogância dos soberbos, humilharei a altivez dos tiranos. Farei com que os homens sejam mais raros do que o ouro fino, os mortais, mais raros do que o ouro de Ofir." (Isaías 13:11-12 BJ).
"Na verdade, a Terra está contaminada por causa dos seus moradores, porquanto transgridem as leis, violam os estatutos e quebram a aliança eterna. Por isso, a maldição consome a Terra, e os que habitam nela se tornam culpados; por isso, serão queimados os moradores da Terra, e poucos homens restarão." (Isaías 24:5-6 RA).
"Assim diz o Senhor: 'Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor'." (Jeremias 17:5 NVI).
"Conforme está escrito: Não há homem justo, não há um sequer, não há quem entenda, não há quem busque a Deus." (Romanos 3:10-11 BJ).
A Bíblia não ensina em parte alguma que o ser humano contenha em si mesmo a imortalidade (cf. I João 3:15), ou que exista dentro dele uma "alma"(c) que vive pela eternidade; nenhuma referência bíblica adjetiva as criaturas de Deus como sendo imortais.

Embora o homem não possua o atributo de ser eterno, ele foi criado para estar sempre ao lado de seu Criador, e não para pecar e sucumbir à morte (cf. Ezequiel 33:11, Ezequiel 18:23). A vida eterna que estava a disposição de Adão e Eva era condicional, dependia da fidelidade e amor pleno para com o seu Criador; pois somente Ele detém em Si mesmo a imortalidade: "Ao Rei eterno, o Deus único, imortal e invisível (...) o Único que é imortal e habita em luz inacessível, a Quem ninguém viu nem pode ver." (I Timóteo 1:17 NVI; I Timóteo 6:16 NVI). Esta imortalidade inerente a Deus será concedida àqueles que conquistarem o Seu perdão e permanecerem fiéis a Ele até o fim:1
"Ele dará vida eterna aos que, persistindo em fazer o bem, buscam glória, honra e imortalidade." (Romanos 2:7 NVI).
"Mas agora, libertos do pecado e postos a serviço de Deus, tendes vosso fruto para a santificação e, como desfecho, a vida eterna." (Romanos 6:22 BJ).
"Combata o bom combate da fé. Tome posse da vida eterna, para a qual você foi chamado (...)" (I Timóteo 6:12 NVI).
"Ele não só destruiu a morte, mas também fez brilhar a vida e a imortalidade pelo evangelho (...)" (II Timóteo 1:10 BJ).
"Mantenham-se no amor de Deus, enquanto esperam que a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo os leve para a vida eterna." (Judas 1:21 NVI).
E isto ocorrerá no segundo advento de Jesus, nessa ocasião os redimidos terão seus corpos mortais radicalmente mudados para que possam usufruir a vida eterna prometida por Deus (I João 2:25):
"Muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e horror eterno." (Daniel 12:2 RA).
"Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. Porque é necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que o corpo mortal se revista da imortalidade. E, quando este corpo corruptível se revestir de incorruptibilidade, e o que é mortal se revestir de imortalidade, então, se cumprirá a palavra que está escrita: Tragada foi a morte pela vitória." (I Coríntios 15:51-54 RA).
"Pois, dada a ordem, com a voz do Arcanjo e o ressoar da trombeta de Deus, o próprio Senhor descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que estivermos vivos seremos arrebatados com eles nas nuvens, para o encontro com o Senhor nos ares. E assim estaremos com o Senhor para sempre." (I Tessalonicenses 4:16-17 NVI).
Portanto, a vida eterna é algo que deve ser conquistada pelo pecador, visto que não é algo próprio a ele. "E o testemunho é este: Deus nos deu a vida eterna e esta vida está em Seu Filho." (I João 5:11 BJ cf. João 10:28). "Pois, da mesma forma que o Pai ressuscita os mortos e lhes dá vida, o Filho também dá vida a quem Ele quer." (João 5:21 NVI cf. João 6:40). Deste modo, a ilusória crença de que cada indivíduo retém a imortalidade ou que possua a fictícia "alma" imortal alojada no corpo é absurdamente falsa, e está apoiada em mentira satânica.


a. Acesse: No Princípio
c. Acesse: Alma Vivente
1. Salmos 37:27-29; Apocalipse 2:10; Apocalipse 14:12 cf. Mateus 19:16-19, Apocalipse 12:17.

Outros estudos:
Ċ
IASD On-line,
2 de set de 2013 07:25