Luz e o Edifício para  Cegos

Construiu-se em certa cidade um edifício para cegos. A comissão, depois de pensar sobre o caso, resolveu que seria inútil gastar dinheiro com as janelas, para entrar luz, visto o edifício ser destinado aos cegos.

Inaugurou-se o novo prédio e os pobres cegos foram admitidos. Não obstante a "sabedoria" da comissão, as coisas não correram bem e logo os cegos ficaram doentes e dois morreram.

A comissão novamente se reuniu para tratar deste assunto e um dos membros propôs que se abrissem janelas para se obter luz para os doentes.

Com a luz, os rostos pálidos dos enfermos ganharam cor, a energia aumentou e logo melhoraram. Então, logo se soube que a causa da doença era a falta de luz.

Semelhante é a condição de muitas pessoas. Procuram viver sem a luz que é Cristo; edificam paredes de pecados, rejeitam a luz divina e morrem espiritualmente. Que verdade disse o Filho de Deus: "A luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal, aborrece a luz e não vem para a luz para que as suas obras sejam manifestas" (João, 3, 19,2.)

ALMEIDA, Natanael de Barros. Tesouro de Ilustrações. São Paulo: Vida Nova, s.d.p.

Estude Online: Lista dos Cursos 24 Horas



Comments