Agradecimentos
A página dedicada a todos os que contribuíram para este projecto

Todo este trabalho que agora termina, nunca teria sido o mesmo sem a colaboração de diversas pessoas que ao longo do ano nos foram dando preciosas ajudas, quer no trabalho teórico, quer no trabalho prático.< xml="true" ns="urn:schemas-microsoft-com:office:office" prefix="o" namespace="">

Começando talvez por aquele que nos terá dado o maior “empurrão” para avançar em frente, iniciámos esta página de agradecimentos pelo Professor Doutor Orlando Oliveira, do Departamento de Física da Universidade de Coimbra. Foi ele que, quando procurámos alguém que nos pudesse prestar auxílio para a elaboração de um programa informático, nos acolheu e nos ensinou a lidar com o mundo da linguagem informática “Python”, o que acabou por ser fundamental para o sucesso do trabalho prático e, provavelmente de todo o projecto < xml="true" ns="urn:schemas-microsoft-com:office:smarttags" prefix="st1" namespace="">em si. Por todas a horas de paciência e disponibilidade que nos deu de todas as vezes que o íamos incomodar ao seu gabinete, um enorme obrigado.

Em segundo lugar, também queríamos salientar o papel da nossa professora coordenadora do projecto, a professor Dra. Maria da Guia. Não só esteve sempre disponível quando tínhamos alguma dúvida ou problema para esclarecer, como também nos apoiou em todas as decisões que fomos tomando ao longo do ano. Corrigiu-nos imensos aspectos relativos à redacção do trabalho teórico, sugerindo aqui e acolá algumas alterações que provaram ser extraordinariamente acertadas. Também para ela, os nossos mais profundos agradecimentos.

Por fim, queríamos concluir com a menção do nosso último maior colaborador neste trabalho. Ao quase licenciado Martino Correia, um pedido de desculpas (e agradecimentos igualmente) por todas as vezes que o chateamos para nos criar e melhorar as imagens de ‘background’, entre outras, do nosso jogo “Shadow Hunter”. Sabemos que não foi fácil, e por isso, ainda te estamos mais gratos pela tarefa.

Se faltou alguém, o nosso mais sincero perdão pela falha. A partir de aqui, começa realmente a nata do nosso trabalho prático. Esperamos que tudo esteja claro, explícito e ao mesmo tempo, agradável e convidativo para uma leitura.