PÁGINA INICIAL



I TORNEIO DE SOFTBOL NOTURNO - TAÇA ISHAO TAKAKI

Convidamos sua equipe para participar do I Torneio de Softbol Noturno - Taça Ishao Takaki, que será realizada entre os dias 11 de novembro a 20 de dezembro de 2014 no Estádio Municipal do Mie Nishi, localizado na Av Presidente Castelo Branco 5446, Bom Retiro -SP.
A organização desse torneio inédito com jogos noturnos está a cargo da parceria firmada entre o Beisebol.org, R. Matsumori e Mundial Eventos, todos empenhados em fomentar e divulgar a modalidade, contando ainda com o apoio oficial da Prefeitura Municipal de São Paulo e da CBBS (Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol).

Informações gerais: 
- Categoria 1: Softbol Masculino Fast Pitch (bola de borracha) (Idade minima: 16 anos)
- Categoria 2: Softbol Misto Slow Pitch (bola de borracha) (Idade minima: 16 anos)
- 6 equipes em cada categoria
- 5 jogos garantidos por equipe
- Duração da competição: 5 semanas + finais (1 jogo por semana por time)
- Dias de jogos: Terças, Quartas, Quintas e Sábados (alternados)
- Horário dos jogos: Meio de semana (21:30h)  //  Sábados (18h, 19:30h, 21h)
- Duração dos jogos: 7 innings ou 1h e meia
- Arbitragem inclusa: 2 árbitros por partida  
- Bolas inclusas  
- Anotação inclusa com uso do aplicativo Iscore para todos os jogos
- Premiação por equipe  
- Taxa de Inscrição: R$ 10,00 por participante em cada jogo. Mínimo de 12 pagantes por equipe em cada partida.
- Prazo para inscrição: 07/11/2014

Inscrições:
As equipes interessadas devem entrar em contato através dos e-mails e telefones listados abaixo para reserva da vaga, envio da lista de atletas, tabelas de jogos e maiores informações.
(11) 98704-1000 (Renato Tiba) contato@beisebol.org
(11) 98799-1817 (Raylla Matsumori) raylla@gmail.com


------------------------------------------------------------------------------------------------

Vem ai o 15º Festival Zenki Sato categoria t-bol de Beisebol e Softbol







-------------------------------------------------------


ALÉM DO PESO: Participantes jogam beisebol


Vídeo do YouTube



-------------------------------------------------------------------------------


EVENTO DA MLB no SESC Interlagos

Vídeo do YouTube: Tv Brasil









GIGANTES MAIS UMA VEZ NA MIDIA

Para um trabalho de um documentário sobre Jim Hines, o primeiro atleta a quebrar a barreira dos 10 segundos no tiro de 100 metros, os garotos do Gigantes foram procurados para representar o início da carreira deste grande atleta da historia do esporte mundial. Parece algo americano, mas, este time é 100% Brazuka.



Vídeo: Ueliton Nonô Silva



GIGANTES KIDS 2



Confira reportagem da IPCTV - JPTV






Realizado no dia 16 de março, o SP Gigante Beisebol e Softbol Clube promoveu mais uma vivência a prática do beisebol com crianças entre 6 a 12 anos.

Este ano tivemos a participação de cerca de 50 crianças que foram dividas em 2 campos, nelas elas puderam participar na prática de um jogo de beisebol. Meninos e meninas provindas de diversas regiões de São Paulo, sobre orientação de técnicos e monitores puderam entrar em um Estádio Oficial de Beisebol e ter seu primeiro contato com o esporte através de muita diversão.

No dia tivemos a honra da visita do atual secretário de esportes da cidade de São Paulo, Celso do Carmo Jatene que pode ter contato direto com os pequenos atletas. E também a cobertura do evento pela IPCTV (Globo Internacional). E a visita de dois monitores do SESC-SP.

A proposta do evento é apresentar esta modalidade esportiva a crianças, já que não é tão conhecida no país do futebol, mas, que a cada ano vem crescendo o número de adeptos, principalmente entre adultos iniciantes. E desta maneira, fazer com que a criança possa ser incentivada a prática esportiva e a busca de uma vida mais saudável.

O beisebol é um esporte que dá oportunidades a todos, sendo um dos esportes favoritos entre americanos, caribenhos e asiáticos.

Mais informações: gigantes.kids@gmail.com e também no facebook






GIGANTES - SESC  - MLB


Gigantes participa de clínica e apresentação de beisebol ministradas por feras da MLB no Sesc Bom Retiro e Interlagos


No dias 2 e 3 de fevereiro, alguns de nossos kids participaram em um evento de divulgação/popularização do Baseball conjuntamente com alguns Gigantes da MLB (Major League Baseball -EUA) no SESC Bom Retiro e Interlagos.





Os nossos pequenos e grandes atletas tiram fotos, pediram autográfos, etc. em um momento ímpar com esses que são "feras" :

Barry Larkin (tecnico, ex-jogador, Hall of Fame, MLB, manager da Seleção Brasileira de Beisebol)

Craig Lefferts (tecnico, ex-jogador, MLB)

Dale Murphy (tecnico, ex-jogador, MLB)

Dusty Wathan (tecnico, ex-jogador, MLB)

Steven Larkin (tecnico, ex-jogador, MLB)

Mike Larson (tecnico, olheiro, MLB)

Jay Quinn (tecnico, MLB)



SUB-12 - PERU


Gigante Sub-12 vai ao Peru e é muito bem recebido



Começamos o ano com a participação da nossa equipe sub-12 em Peru - Lima no IX CAMPEONATO INTERNACIONAL DE BÉISBOL INFANTIL AELU 2013





INFANTIL

Gigante Vice-Campeão do XIII Torneio Henrique Tamaki






"UM POR TODOS E TODOS POR UM"

Com esse grito esses nossos meninos conquistaram o Vice Campeonato do XIII Torneio Tamaki categoria Infantil promovido pela Federação Paulista. 
Parabéns a essas crianças por mais essa conquista.







PRÉ-INFANTIL

Gigantes Campeão da Chave Incentivo do 15º Festival Primavera de Beisebol Interclubes Pré-Infantil 


15º Festival Primavera em Marilia

Fotos: Carmen Lima


A equipe de Pereira Barreto sagrou-se campeã do 15º Festival Primavera de Beisebol Interclubes Pré-Infantil (9 e 10  anos), competição realizada nos dias 1 e 2, no Nikkey Clube de Marília (SP). A segunda colocação ficou com Gecebs, seguido por Aliança e Bastos. Ibiúna ficou em primeiro na Chave Prata, Atibaia e Gigantes ficaram em primeiro, respectivamente, na Chave Bronze e Incentivo. Eleito o Melhor Jogador, Artur Sabino, de Pereira Barreto, foi o destaque individual do Campeonato.


Veja Mais




UNDERDOGS

UNDERDOGS CAMPEÃO DA LIGA PAULISTA DE BEISEBOL 2012



Domingo, dia 26 de Agosto de 2012, Underdogs vai até Piracicaba jogar as finais da LPB, fez 2 jogos maravilhosos sagrando-se Campeão da Liga Paulista de Beisebol de 2012. 




PRÉ-INFANTIL

Gigante categori pré-infantil é quarta colocada do III Torneio de São José dos Campos

Nos dias 16  e 17 de junho, a garotada da categoria pré-infantil disputaram o III Torneio de Beisebol de São José dos Campos, trazendo a taça de quarta colocada da chave ouro.






PRÉ-JÚNIOR

A categoria pré-junior do UCEG-Giants foi a Londrina disputar a VII Taça Brasil




Veja mais




INFANTIL

Gigante invicto na classificatória e carimba a passagem para a fase final do Paulistão

Disputada neste ultimo fim de semana, a equipe do Gigantes categoria infantil foi a Mogi, mesmo com três jogadores convocados para a seleção brasileira, a equipe demonstrou que tem elenco suficiente e de peso.

Disputando a Chave B do Paulistão 2012, a equipe soube atacar o adversário no momento certo, vencendo todos os jogos da fase classificatória, sendo campeão da chave B que disputará a fase final nos dias 23 e 24 de junho em Ibiuna no CT Yakult.



Veja mais




LIGA SÃO PAULO DE BEISEBOL / SP GIANTS ADULTO

No último domingo, a equipe adulta do Gigantes foi até Nikkey Santo amaro jogar um triangular pela LSPB, onde enfrentou a equipe de Mackenzie e Dragons.






LIGA PAULISTA DE BEISEBOL

Underdogs Rodada 20 de maio



Detalhes dos jogos para quem não viu: 




SELEÇÃO BRASILEIRA

Atletas do Gigantes Convocados para representar o Brasil


Pela categoria infantil os atletas Erick Yuji Lacerda Ywahashi, Gustavo Kendy Takara e Vinicius Nicolau Croitor foram convocados para compor a seleção brasileira que disputará XXVI Campeonato Panamericano Sub 12 no período de 06 a 16 de setembro em Manágua - Nicarágua.


Pela categoria pré-júnior, nosso atleta Matheus Takahashi Nakai, irá defender a camisa da seleção brasileira no Torneio Mundial MCYSA 13U 2012 que será realizado no período de 01 a 05 de agosto de 2012 em Crystal Lake, EUA.


Nome: Matheus Takahashi Nakai
Nascimento: 23.Out.1998
Categoria atual: Pre Junior
Posição: Pitcher
Time de preferencia na MLB: Seattle Mariners
Melhor Jogador da MLB: Ichiro Suzuki
Fã de qual jogador da MLB: Ichiro Suzuki

Como voce se sentiu ao saber da Convocação?
R - Muita alegria, ao saber da convocação e representar o Brasil nos Estados Unidos.

Quais as suas expectativas ao jogar nos campos dos EUA?
R - Muito feliz e ansioso para conhecer os Estados Unidos. Estou treinando bastante para honrar a nossa Seleção.

Qual a sensação de defender o Brasil?
R- Muito orgulho, estarei representando o nosso pais.

Qual o conselho que voce daria a todos aqueles que almejam chegar na Seleção?
R - Que não desistam e continuem treinando forte, para ficar melhor a cada dia. Nos jogos, joguem com alegria mas com muita raça e vontade.


Com a certeza de que o Brasil estará muito bem representado.

Parabéns a todos os convocados!



T-BOL E PRÉ INFANTIL

Gigante 3º Colacada no 28º Torneio Acrilex categoria pré-infantil 
Juntamente a categoria t-bol entrou com duas equipes fazendo jogos disputadíssimos.

Disputada neste ultimo fim de semana, a equipe do Gigantes categoria pré-infantil foi a Arujá, e voltou com a terceira colocação da Chave Ouro do 28º Torneio Acrilex.
A equipe de Ibíuna sagrou-se a grande campeã do torneio fazendo final com a equipe do Gecebs, vencendo-os no último ataque por pequenos detalhes.

28 torneio acrilex






SEXTA SOFT

Sexta Soft vai a Suzano e participa do tradicional Dokokai



A Sexta Soft foi para Suzano participar do dokokai, dia (06-05), fizemos 3 jogos, com 2 vitorias e 1 derrota. 

Leia mais




INFANTIL

Gigante Vice-campeão do Torneio de Atibaia

Disputada neste ultimo fim de semana, a equipe do Gigantes categoria infantil foi a Atibaia, e voltou vice-campeão por critério de desempate, visto que não houve condição de realizar os jogos das finais no domingo.





INFANTIL

Gigante campeão da Chave Ouro

Nos dias 14 e 15 de abril, a categoria infantil disputou torneio Tsuyoshi Moniwa no campo do Gecebs. Tivemos o azar de enfrentar a forte equipe de Marilia campeão do torneio logo nos jogos classificatórios. Mas, mesmo assim, a equipe mostrou superioridade e apto a competir entre os grandes.


JUVENIL

Gigantes - Gecebs finaliza em primeiro da chave na Classificatória do Campeonato Brasileiro Sub 20


Atletas do Gigantes participaram do Campeonato Brasileiro Sub20 e na classificatoria no CT Yakult, no Grupo A, defendendo a equipe do Gecebs que ficou em primeiro lugar




LIGA PAULISTA DE BEISEBOL / UNDERDOGS

A equipe do Underdogs, foi jogar no campo de Nikkey Santo Amaro pela 2ª rodada da Liga Paulista de Beisebol contra a equipe de farmine B, e venceu por 16 x 7.



LIGA SÃO PAULO DE BEISEBOL / NEW GIANTS

No ultimo domingo (15.04), a equipe do New Giants foi ao Centro de Treinamento Yakult em Ibiuna e entrou em campo para a disputa da 6a rodada da Liga Sao Paulo de Beisebol.

Os adversarios da vez foram o Bats e o Dragons. Na primeira partida do dia, vitoria de 10x0 sobre o Bats, com destaque para o arremessador Ulysses, que atuou por toda a partida sem permitir corridas. Na parte ofensiva, Ricardo Hirata roubou a cena e impulsionou 7 corridas que foram decisivas para a vitoria.




LIGA SÃO PAULO DE BEISEBOL / GIANTS

Também disputando a Liga São Paulo de Beisebol, a equipe do Giants mantém uma ótima campanha diante deste torneio, fechando a 6ª rodada com mais duas vitorias.

Giants 35 x 0 Anhanguera Kings
Giants 11 x 1 Bacamartes





TORNEIO ABERTURA 2012 - T-BOL

Gente que Faz!



Foi dada a largada para a temporada 2012 da categoria t-bol, a primeira de todas as categorias do beisebol e softbol, organizado pela nossa maestra Celina Teruko Yamane, como faz todos os anos, em paralelo a rodada do Circuito de Softbol Feminino Categoria Infantil.

Em homenagem a todos os senseis e pessoas que se dedicam sem medir esforços para a realização de grandes eventos como este em prol de um futuro melhor.




SOFTBOL ADULTO

Gigantes Gecebs é Campeã da IX Taça Brasil de Softbol Feminino Adulta 2012



 
Nos dias 24 e 25 de março, em Marilia, a equipe Gigantes Gecebs comandada pelo grande técnico Taketomi Higashi, conquistou mais um título de importância em seu curriculo vitorioso.

Leia Mais



GIGANTES KIDS

Gigantes kids

Sábado, 17 de março, o São Paulo Gigante Beisebol e Softbol Clube realizou o 1º Gigantes Kids que contou com a presença de aproximadamente 80 crianças entre 7 a 12 anos, no Estádio Municipal de Beisebol Mie Nishi no Bairro do Bom Retiro.

O objetivo principal foi possibilitar as crianças a terem contato com os materiais utilizados no jogo de beisebol e inclusive participando de jogos “de brincadeira” apresentando o beisebol, um esporte praticado há quase um século no Brasil, o próprio Gigante existe há mais de 65 anos e um Estádio Municipal de Beisebol localizado no Bairro do Bom Retiro.

Neste dia as crianças começaram com alguns exercícios de alongamentos e depois um pequeno circuito foi montado demonstrando técnicas de defesa e ataque na prática, e para finalizar um rachão muito divertido sempre assistido pelos coordenadores e de seus familiares.


Além da atividade esportiva, a organização procurou mostrar a importância de uma alimentação saudável e no intervalo para o lanche as crianças consumiram muitas frutas, sucos e biscoitos de água e sal. Devido ao calor intenso houve um grande consumo de água pelos participantes para garantir a hidratação e reposição de minerais durante a atividade.

“Para surpresa da organização tivemos crianças de ambos os sexos entre 7 a 12 anos, inclusive estrangeiros que participaram do evento, pois o nosso maior receio era de não haver tanto interesse pelo fato de ser um esporte pouco conhecido, mas, foi bem além de nossas expectativas e todos participaram de forma empolgante, o que já nos faz pensarmos em uma segunda edição ainda este ano”.

Mais informações: gigantes.kids@gmail.com



INFANTIL - TAÇA YAKULT
 
Gigantes é Campeão da Chave Bronze.
  
Nos dias 18 e 19 de fevereiro, a equipe infantil do Gigantes fez uma ótima campanha na Taça Yakult, apesar da classificação a equipe foi mundo bem, perdendo apenas o jogo da estreia. 



SOFTBOL - TORNEIO TAÇA TIEMI YAJIMA

Gigantes Gecebs é vice campeã do X Torneio Início de Softbol Feminino Interclubes Mirim - Taça Tiemi Yajima

Realizado nos dia 25 e 26 de fevereiro, no CT Yakult em Ibiúna-SP, com participação de 10 equipes nacionais e da equipe AELU-Peru. A equipe do Gigantes Gecebs teve uma participação com jogos emocionantes, perdendo apenas na final pela forte equipe de Nikkei Curitiba.




SELETIVAS

Nos dias 04 de fevereiro, no campo do Gecebs em Arujá, a categoria pré-infantil participou de seu primeiro desafio do ano, a seletiva para a Taça Honorio Mukai, e para tanto contou com a ajuda da categoria t-bol para reforçar a equipe.
E a categoria infantil participou da seletiva para formar a seleção da Capital.

Fotos Raul Higuchi






II JOGOS DA AMIZADE

No dia 11 de dezembro, aconteceu o II Jogos da Amizade, com a participação das equipes Pré T-bol, S. Jays, Capitals-BH, Cooper, Sexta Soft e Fam Enomoto.

Como o próprio nome diz, o objetivo é a amizade.

II jogos da amizade



Resultados dos jogos,

pre t-bol 6 x 5 S. Jays
Capitals-BH 6 x 7 cooper
Sexta Soft 8 x 8 Fam Enomoto
S Jays 10 x 5 Capitals-BH
Sexta Soft 5 x 1 Pre t-bol
Fam Enomoto 14 x 0 Cooper

Com muito equilibrio, jogos muito legal.

Melhor rebatedor - Yuji S Jays
2º Melhor rebatedor - Cural - Enomoto
Melhor Emp carreiras - yukio - Enomoto
Destaque Feminino - Larissa - cooper

Destaque sexta soft - rodrigo
Destaque pre t-bol - Kosha
Destaque Cooper - Mitsuo
Destaque S Jays - Parangs
Destaque Capitals-BH - Daniel
Destaque Familia Enomoto - Neto

E tudo indica que o terceiro será ainda melhor.





XII FESTIVAL ZENKI SATO
 
Mais uma grande festa realizada! União, fé e superação.


  
Nos dia 08 e 09 de outubro, até São Pedro colaborou na medida do possível para que o Festival fosse realizado. Apesar de tantas incertezas, e receio em realizar em um espaço novo, todos abraçaram o desafio e foram responsáveis para a realização de mais um brilhante evento.

 


INFANTIL
 
Gigantes conquista a cobiçada Taça Henrique Tamaki
 

Nos dias 10 e 11 de setembro, a equipe do Gigantes conquistou com muita garra a Taça Henrique Tamaki, categoria infantil disputado no campo da Yakult em Ibiúna.






  
LIGA DAS MÃES DO GIGANTES

 
Segunda Edição do
Torneio Dolores & Condores
Muita Diversão!

 
Fotos: Gi
 
No dia 31 de julho, em meio a confraternização das voltadas da férias. Tivemos a 2ª Edição do Torneio Dolores & Condores, que visa a aproximação dos pais e amigos de nossos pequenos atletas, em jogos em que o que vale é tentar e divertir-se muito.
Jogo formado pelo time dos pais do t-bol x pré-infantil/sexta-soft. Logo no início um grande susto, com uma contusão de uma das atletas do time pais do pré-infantil/sexta-soft, mas, está tudo bem e não passou de um susto. O jogo continuo com muitos lances e jogadas. No fim a equipe dos pais dos t-bol venceu a partida.
Mas o mais importante mesmo foi um jogo muito divertido, com a vivência de muitos pais e amigos que nunca jogaram o beisebol na vida.
Os pais do t-bol aguarda novos adversarios e os pais do pré-infantil/sexta-soft pedem revanche.
 

  
VETERANOS 65 ANOS
 
Gigantes é campeão Brasileiro Interclubes Veteranos categoria 65 anos. 
 
 
 
 Fotos: Oya
Nos dia 23 e 27 de julho, a equipe de Gigantes disputou o I Campeonato Brasileiro Interclubes de Beisebol Veteranos 65, conquistando o ponto mais alto do pódio.
 
Com participação de 8 equipes: ABC, Aliança, Gigantes, Kinko, Registro, São José dos Campos, Suzano e Vargem Grande Paulista.
 
Ninguém foi páreo a equipe Gigantina que enfrentou a equipe de Aliança na grande final.
 
Gigantes 8 x  0 Aliança (final)
Premiação:
Tsugio Nakaoshi - melhor arremessador
Massaru Irikura - melhor rebatedor e melhor jogador
Flavio Tanaka - melhor defensor do infield
Shimizu - melhor técnico
 


SOFTBOL MIRIM
 
Gigantes-Gecebs é vice-campeã da prata no XIII Taça Brasil Interclubes de Softbol Mirim
 
 
Nos dia 16 e 17 de julho, a equipe de Gigates-Gecebs disputou em Marilia o XIII Taça Brasil Interclubes de Softbol Mirim, conquistando a 2ª colocação da Chave prata.
 



VETERANOS 60 ANOS

Gigantes campeão do II Campeonato Brasileiro Interclubes de Beisebol Veteranos 60 anos
 

Nos dias 25 e 26 de junho, o Gigantes participou do II Campeonato Brasileiro Interclubes de Beisebol Sessentão, faturando o campeonato disputando a final com a equipe do CEASA

Gigantes 19 x 8 CEASA (final)



LXIII CAMPEONATO BRASILEIRO INTER CLUBES JÚNIOR

Gigantes time de Guerreiros
conquista a 3ª colocação
da Chave Ouro


Nos dia 03, 04 e 05 de dezembro de 2010 em Ibiuna, foi realizado LXIII Campeonato Brasileiro Inter-clubes Junior, e o Gigantes valentemente conquista a 3ª colocação da chave ouro, mas, por muito pouco não chega a final.

Paraná Clube 6 x 9 Gigante - Classificatoria
Guarulhos 2 x 17 Gigante - Classificatoria
Atibaia 7 x 12 Gigante - 4ª de final
Ibiuna 9 x 8 Gigante - semifinal
Marilia 1 x 2 Gigante - 3° colocado

Melhor defensor externo: Willian Camilo de Queiroz

Esta conquista são frutos da dedicação, paciência e empenho do Técnico e do Auxiliar e com muito esforço como pai, amigo, psicólogo, professor dos nossos filhos e logicamente dos próprios atletas com amizade, grupo, e vontade de vencer.

Atletas: Anderson Cirilo Basilio, Caio Matsui, Cláudio Hideo Murazawa Jr, Daniel Oguro, Enio Sadao Momoi, Fabio Kenji Oyama, Felipe Mitsuro Mizukosi, Leandro Ueno, Rafael Kondo R. Ferreira, Rafael Teotonio Vellosa, Rodrigo Akira Takahashi Nakai, Willian Camilo de Queiroz, Carlos Kazuo Omai Lima, Henrique Mateus Goiti Saito Suzuki, Vinicius Moreira dos Santos. Técnico Tião. 



SEXTA-SOFT

Projeto Sexta Soft
 

Se você quer aprender a jogar BEISEBOL, mas, de forma mais suave, VENHA PRATICAR SOFTBOL! 
Ao contrario de que os brasileiros pensam, o softbol não é um esporte exclusivo das meninas, muito pelo contrário, é um esporte extremamente familiar e que possibilita qualquer um a participar. Nos EUA é muito comum ver jogos de softbol em parques e até mesmo nas ruas
.

O PROJETO SEXTA SOFT, ENTRE EM CONTATO E MARQUE SUA VISITA.
Vale lembrar que não é exclusividade do SP Gigantes, todos independente de equipe podem participar, sem restrições. Fica aqui então o nosso convite


 


ZENKI SATO
 
VEM AÍ O 

13° FESTIVAL ZENKI SATO

Vídeo: Rodrigo Leitão


X FESTIVAL ZENKI SATO 2010

 Fotos: Marcos Higa - www.marcoshiga.com


 
MLB - TRIPLE PLAY DO YANKEES





HISTÓRIA





15 de abril de 1947 Jackie Robinson rompe a "linha de cor" no beisebol americano.

A liga de beisebol americana foi criado em 1869, 4 anos após o fim da Guerra Civil. Desde então, os jogadores negros tinham seus próprios clubes e ligas, enquanto que a mais famosa competição do esporte, a "Major League", era composta apenas por atletas brancos. Este quadro se manteve até Jackie Robinson, um atleta negro vindo da Geórgia, assinar com o Brooklyn Dodgers.

Robinson jogou seu 1° jogo com os Dodgers em 15 de abril de 1947, no campo de Ebbets. Nesta ocasião, compareceu uma multidão de 26 mil pessoas, sendo mais da metade de negros que foram apoiá-lo. Porém, durante seus primeiros anos de carreira, Robinson sofreu com sórdidos atos de ódio racista e ressentimento de torcidas, de equipes adversárias, e até mesmo de alguns companheiros.

Em alguns jogos, além das vaias chegou mesmo a ser ferido, o atleta e sua família também chegaram a ser ameaçados caso não se retirasse da Major League. Contudo, com ajuda de alguns companheiros, de dirigentes do Dodgers e de sua força e paixão pelo esporte se manteve até 1956 jogando.

Não apenas jogando, mas se destacando entre os melhores jogadores de beisebol dos EUA, fato que abriu caminho para muitos outros atletas negros no esporte. Robinson jogou em seis "World Series" e foi peça fundamental para a vitória do Dogers no Campeonato de 1955 . Foi seis vezes consecutivas para o All-Star Games, de 1949 a 1954, por fim, ganhou o título de "National League Most Valuable Player", isto é, o jogador mais valioso, da temporada de 1949.

Em 1962 ingressou no Hall da Fama do Beisebol. Mais significativo ainda, em 1997 a Major League aposentou o seu número de uniforme, N° 42, em todas as equipes da liga principal, ele foi o primeiro atleta profissional, em qualquer esporte a receber tamanha honraria. Por fim, iniciado em 15 de abril de 2004, adotou-se o "Jackie Robinson Day" data onde todos os jogadores de todas as equipes usam o N° 42 - ideia inspirada na frase de um de seus companheiros de time quando este falou: "Quem sabe amanha todos usemos 42, para que ninguém mais consiga nos diferenciar".

Antes de muitos movimentos pelos direitos civis dos afro-americanos, Jackie Robinson fez história na luta contra o racismo e a segregação contra os negros nos EUA usando o esporte como um meio importante para esta conquista.

Texto: Rafael Gota
Administração Imagens Históricas

Foto: Revista Time




MARINERS

Luiz Gohara assina contrato milionário com o Seattle Mariners

No dia 14 de agosto de 2012 é um dia muito especial para o beisebol brasileiro, pois o atleta Luiz Henrique Pego Gohara acaba de assinar o maior contrato de um atleta do Brasil com um time da Major League Baseball, o Seattle Mariners. O valor do contrato é de US$ 880 mil dólares  (cerca de R$ 1,7 milhões) por 6 anos.

O atleta de 16 anos nascido em Bastos, teve uma trajetória meteórica no beisebol, pois começou a jogar na categoria infantil e aos 14 anos foi para o Centro de Treinamento da CBBS/Yakult em Ibiúna-SP. De lá para cá o arremessador canhoto evolui muito, onde começou a ganhar destaque e chamar a atenção de treinadores, equipes e da própria MLB no primeiro “MLB Elite Camp” ano passado.



Neste ano na segunda edição, veio a confirmação do que os treinadores da MLB viram em 2011, Gohara estava pronto para assinar com qualquer equipe da MLB, estava arremessando com uma velocidade de 92 a 94 mph, um fenômeno para um atleta de apenas 15 anos até então.

A partir daí, inúmeras equipes da MLB passaram a vir ao Brasil para olhar de perto os seus poderosos arremessos, passou a ser cobiçado e desejado por grande parte dos clubes da MLB. Todos que vinham eram unanimes em dizer que Gohara era uma “jóia rara a ser lapidada” e que jogador como ele no mundo todo surgia um a cada 10 anos!

Segundo Emilio Carrasquel, Diretor do Seattle Mariners que está aqui para a assinatura do contrato, a equipe está extremamente feliz com o dia de hoje: “A organização Seattle Mariners está muito feliz e satisfeita com o defecho das negociações com o atleta Luiz Henrique Pego Gohara, um jogador de extremo potencial e que com certeza terá um futuro brilhante na organização Seattle Mariners e no beisebol americano.”

Tiveram algumas ofertas um pouco maiores, mas devido ao excelente relacionamento com a organização do Seattle Mariners que vem apoiando e incentivando o beisebol brasileiro há 7 anos, também foi fundamental para a escolha e assinatura do contrato. O Seattle já conta com outros atletas do Brasil como Thyago Vieira, Pedro Ivo Okuda e Silva, Felipe Talos e Felipe Burin.

Gohara já embarca agora em setembro para os EUA, onde irá participar da Liga Instrucional no Arizona, do dia 16 de setembro a 06 de outubro. Esta Liga segundo Emilio Carrasquel, são convidados os 50 melhores atletas de cada equipe do 1º ano que são futuros prospectos de grande potencial para participar deste campeonato.



(Fonte: site da Confederação Brasileira de Beisebol e Softbol)





Centro de Formação de Atletas do SPFC

Gigante Beisebol visita o Centro de Formação de Atletas do São Paulo Futebol Clube

No dia 26 de maio, a garotada da categoria t-bol e pré-infantil fizeram uma visita ao Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel, mais conhecido como CFA do São Paulo Futebol Clube, inaugurada em 2010 na cidade de Cotia,  que tem uma das estruturas mais sofisticadas e com qualidade de primeiro mundo para o aprimoramento e formação de atletas no Brasil.

Trata-se de um intercâmbio, com a finalidade de trocar informações sobre a qualidade dos exercícios empregados na formação de um atleta, com propósito de melhorar sua formação durante a carreira, afim de evitar lesões.

Centro de Formacao de Atletas Presidente Laudo Natel


Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel

Inaugurado pelo então presidente Marcelo Portugal Gouvêa em 16 de julho de 2005 - ano de ouro do São Paulo FC neste século - o Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel é mais uma iniciativa pioneira do Tricolor em sua constante busca pela excelência. Erguido em um amplo terreno de 220 mil metros quadrados, o centro é referência internacional no trabalho de formação de atletas de alto rendimento.

Localizado em Cotia, a cerca de 30 quilômetros da capital paulista, o CFA conta com invejável estrutura esportiva, educacional e administrativa. As modernas instalações aproveitam a natureza e geografia do terreno, criando um ambiente altamente funcional e de extremo conforto e tranquilidade para os jovens que sonham em seguir carreira no esporte.


Através destas parcerias, o São Paulo Gigantes Beisebol e Softbol Clube, busca o aprimoramento técnico com a preocupação da boa formação da criança. 

Agradecimentos especiais ao Alessandro da Conceição, Marcelo R. Lima, José G. Oliveira e ao René Simões.




MAJOR LEAGUE BASEBALL

Yan Gomes é o primeiro brasileiro a jogar na MLB




O paulista Yan Gomes (24 anos) driblou todas as expectativas, surpreendendo a todo mundo, estreando nesta ultima quinta-feira (17 de maio) na MLB defendendo a equipe de Toronto Blue Jays.   Acreditávamos em Paulo Orlando (Double A dos Royals, profissional há 6 anos) e André Rienzo (Single A dos White Sox, profissional há 5 anos) mas fomos surpreendidos por Yan Gomes. O momento é histórico. 

E logo na estréia nada mais nada menos que contra o New York Yankees, vencendo o jogo por 4 a 1, com 2 hits  de Yan e AVG .667 (66,7%) de aproveitamento, o melhor desempenho de sua equipe na noite de quinta. ( Veja a sua estréia)

E para deixar bem claro que ele veio para ficar, em sua segunda partida pela MLB nesta sexta-feira (18 de maio), contra o New York Mets ele simplesmente mandou para arquibancada. (veja o video)

E ainda no dia 22 de maio contra o Tampa Bay, ele emplacou mais uma nas arquibancadas. (veja o video)

Yan é catcher e começou sua carreira no beisebol enquanto estudava em Miami, depois passou pelas Universidades de Tennessee e Barry na Flórida. Em 2009 estreiou sua campanha para a MLB, jogando pela equipe de Las Vegas na categoria Triple A, nesta ultima quinta muito rapidamente foi chamada a compor a equipe do Toronto Blue Jays e já estreando contra o Yankees. 

O jovem paulista falou que se interessou pelo jogo depois de um encontro com um cubano Augusto Fonseca que o incentivou a experimentar o jogo conversando com seus pais. Isso aconteceu em uma padaria em Mogi das Cruzes, e Gomes tinha 6 anos e tem se dedicado ao beisebol desde então. 

É preciso falar que Gomes não é qualquer jogador. O jovem chamou muita atenção da comissão técnica com uma ótima pré-temporada (33% de aproveitamento no Spring Training). 

A oportunidade de Yan Gomes apareceu depois que Adam Lind contratado em 2009 por nada mais nada menos que 18 milhões de dólares (R$ 35,9 milhões) veio decepcionando a equipe de Toronto, em constantes quedas de desempenho. E nesta quinta 
Yan Gomes tornou-se o primeiro brasileiro a jogar pela MLB, abrindo passagem para outros brasileiros com grandes perspectivas.


"Crescendo no Brasil, eu nunca pensava em jogar na Major League…vindo aqui, parece que tudo aconteceu tão rápido. Estou tão orgulhoso. É UMA HONRA REPRESENTAR O MEU PAÍS," disse Gomes depois do jogo. 


Fontes: Terra / Blog do Paulo Antunes 





T-BOL 

Gigantes, Anhanguera, Mogi e Indaiatuba realizam o 1° Torneio de Beisebol Indoor


 
Superando barreiras provando que o beisebol é possível jogar até mesmo em lugares fechados.
 O Sesc Santo André foi palco, no último dia 28, de uma experiência inédita e inovadora. Trata-se do 1º Torneio de Beisebol Indoor – Categoria TBol (até 8 anos). A competição, uma iniciativa de Nelson Koshino, contou com a participação de quatro equipes: Anhanguera, Indaiatuba, Mogi das Cruzes e Gigante. “Nossa proposta inicial era reunir apenas quatro clubes para termos um encaixe de programação e nos adaptarmos às condições do local”, explicou o idealizador do evento, que contou com o apoio de sua esposa, Esther.





OPINIÃO


Pais de Atletas Ajudam ou Atrapalham a carreira dos filhos?

Em uma matéria recente do Jornal Nippak, Marcos Yamada expressa sua opinião sobre o assunto.


Veja Mais




ENTENDA O BEISEBOL EM 3 MINUTOS

Vídeo do YouTube




 
TVO
GIGANTE CIRCULA ENTRE
OS ÔNIBUS DE SÃO PAULO
  
Agora o Gigante e consequentemente o beisebol e o softbol tornar-se-ão famosos pelas ruas de São Paulo, a partir deste mês a TVO - TV ônibus transmite intercaladamente reportagem sobre o esporte em todos os ônibus de São Paulo.

BEISEBOL - LINK


 

 
TV CRECI-SP

A Tv Creci esteve no Gigantes e fez uma bela reportagem sobre o beisebol. Vejam:

TV CRECI SP ED 164





EXPANSÃO

SOFTBOL: Esporte confirma crescimento em MG

Foto: BH Capitasl reune nikkeis, afros e brancos (foto: Jornal Nippak)

A equipe de softbol do BH Capitals realizou uma série de amistosos (adulto misto) em Belo Oriente – cidade próxima à Ipatinga, em Minas Gerais. Realizados entre os dias 21 e 22 de março, os Jogos da Amizade foram promovidos pela ANBI (Associação Nipo-Brasileira de Ipatinga) e contou com a presença dos times mineiros de Ipatinga e Belo Horizonte e do capixaba Vitória – o que mostra que o esporte também “tem vida” além do eixo São Paulo-Paraná.

Leia Mais: Jornal Nippak




SOFTBOL BH
 
Expansão do Beisebol e Softbol acontecendo pelos flancos
 
 
O beisebol e o softbol tem desmonstrado forte crescimento no Brasil, mas sem vínculos com federações ou confederações. 
 
Em lugares em que não houve influências fortes da colonização japonesa temos encontrados algumas equipes sendo formadas por puro laser.
 
Confira a reportagem da Rede Minas.




DESTAQUE

Gustavo Sakashita Iamassaki recebe prêmio inédito no beisebol brasileiro

5 premio crianca brasil

No dia 11 de outubro de 2010, Gustavo foi indicado pela Federação Paulista de Beisebol e Softbol a receber o Prêmio Criança do Brasil no Memorial da América Latina, promovida pela Agência Zapping, tem o intuíto de premiar crianças de diversas áreas culturais como tv, cinema, artes, musica e esporte em reconhecimento aos seus exitos durante o ano, conceituado pela critica e publico, este ano está em sua 5ª edição, apresentado por Luciana Melo e Will Anderson.



CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO

 
DIA DO TREINADOR
 
 
No dia 30/11/2010 a Câmara Municipal de São Paulo, com iniciativa dos vereadores Ushitaro Kamia e Marco Aurélio Cunha, homenagearam 13 profissionais de diferentes modalidade esportivas, em comemoração ao Dia do Treinador Esportivo 2010. E representando o beisebol foi indicado no nosso treinador Renato Luis Tiba e representando o softbol o Wilson Galdino Moraes (Lambari) do Cooper.
 
Seja no esporte de competição ou mesmo em sua vertente mais nobre, a educativa, o treinador tem um papel fundamental na formação física, esportiva e, principalmente, humana de cada atleta. São responsáveis por transmitir com efetividade única, àqueles sob seu comando, valores morais e éticos, intrínsecos a atividade e essenciais à cidadania.

“Reconhecer estes profissionais, muitas vezes anônimos, é incentivar a prática do esporte e adotar o trabalho e a dedicação junto aos seus atletas e à comunidade”, destaca o vereador Marco Aurélio Cunha. “É também uma forma de difundir modalidades que ainda são pouco conhecidas, despertando curiosidade e interesse das pessoas, e consequentemente, fortalecendo a atividade”, completa o vereador Kamia.

Neste ano, 13 profissionais foram escolhidos. Entre eles, seis do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa (COTP), que é um centro de excelência em esporte no município, formando e encaminhando atletas de alto rendimento para o esporte brasileiro.

Fonte: www.camara.sp.gov.br

  


DESMITIFICANDO O MITO
 
O que mais se ouve nos foruns sobre beisebol brasileiro é que o Brasil ficou estaguinado porque o beisebol era restrito a colônia japonesa. De fato isto existiu, mas não por questões de racismo, mas sim pela procura do esporte e a formação das equipes surgirem em meio a colônia japonesa conforme a migração para o interior do estado de São Paulo, norte do Paraná e Mato Grosso do Sul.
Devido a diferença da língua existia uma certa dificuldade, mas tudo isto foi em décadas até de 70, a partir desta década em diante a interação com outras raças começaram a ser formar, mas, ainda de forma tímida. O Gigantes foi um dos pioneiros a abrir esta porta, tanto que na década de 80 a maioria de seus jogadores eram formadas por não descendentes de japoneses, devido a capitação de atletas das escolinhas de beisebol do Mie Nishi.
Um dos mais famosos nomes que comprovam esta história é Nilson de Castro o nosso saudoso Pelé do beisebol, que além de jogador foi professor da própria escolinha de beisebol do Mie Nishi e dirigente da Federação Paulista de Beisebol e Softbol.
 
 

 
BEISEBOL PROFISSIONAL FEMININO
 
É agora é vez delas!
 
 
No Japão que tem sempre a prática de espotes como fundamental para saúde mental e física dos seres humanos.
 
O beisebol que era uma prática masculina e assim como o softbol era um prática feminina, atualmente os papéis se invertem, temos equipes masculinas de softbol e agora contam com uma Liga Profissional de Beisebol Feminino.
 
Atualmente com 2 equipes: Asto Dreams Kyoto e Swing Smiles Hyogo tornando a modalidade ainda mais competitiva. A missão da liga é justamente de difundir a modalidade entre as mulheres.
 
 
 

  
OLIMPÍADAS
Beisebol e Softbol Podem Voltar

ao Programa 

de Jogos Olímpicos 

em 2020



O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta segunda-feira quais esportes concorrerão para fazer parte do cronograma dos Jogos de 2020. Dentre as novidades estão os possíveis retornos do beisebol e do softbol, que foram excluídos do programa logo depois de Pequim 2008 e não farão parte da lista de modalidades presentes em Londres em 2012.

Oito esportes concorrem por apenas uma vaga. Além de beisebol e softbol, modalidades mais ou menos conhecidas podem integrar a pauta: caratê, patinação, squash e wakeboard .

Além disso, o alpinismo pode entrar no programa olímpico de 2020, além do kung fu-wushu, e ainda  o futsal, que sonha fazer parte de um cronocrama dos Jogos.

A escolha de qual modalidade integrará o cronograma de 2020 será realizada no início de 2013, na 125ª reunião do COI, em Buenos Aires. O programa de uma edição de Olimpíada pode conter até 28 modalidades.

A Olimpíada de 2020 ainda não tem sede definida, e a decisão também se dará no ano que vem, no mesmo congresso na capital argentina. Atualmente, a italiana Roma, a japonesa Tóquio e a espanhola Madri já oficializaram suas propostas para postularem a receber os Jogos.

 
 

 
CELEBRIDADES
 

Alexandre Pato o fenômeno do Milan e da Seleção Canarinho Revela "Sou fã de Beisebol"


Em entrevista ao reporter Vinícius Nicoletti da ESPN, durante sua convocação a seleção brasileira por Mano Menezes, no amistoso contra os Estados Unidos, o artilheiro revelou que é fanático pelo beisebol e que tem todos os materiais: bastão, bola, luva entre outros e que acompanha a MLB pela ESPN e pela Internet.

Veja a Reportagem clicando aqui!

 credito: espn.com.br



Oscar Nakaoshi, MVP e Melhor Arremessador do Campeonato Regional Universitário de Kantou - Japão

 
Oscar Nakaoshi, 19 anos, 1,78cm, canhoto, ex-jogador do Gigante, o qual seu pai ainda joga pelos veteranos do clube, recebeu em maio deste ano as premiações de MVP (Most Value Person) ou melhor jogador e Melhor Arremessador do Campeonato Universitário da Região de Kantou - Japão, jogando pelo 2º ano para a Universidade Hakuoh (Tochigi), conquistou com mérito as premiações ao atingir a marca de 6 vitórias em 7 jogos e a surpreendente marca ERA 1,04, seus arremessos chegam a 140km/h, com grande variedades de arremessos com efeitos.
 

Classificado para a liga nacional All Japan University Championship, a Universidade de Hakuoh, considera Oscar Nakaoshi como peça fundamental para disputar o nacional e quem sabe o título.
 
 

 
BORIS CASOY E O BEISEBOL


A Voz do Nikkey era um programa para jovens na rádio Santo Amaro, na década de 60, e
Boris Casoy narrava partidas de beisebol, disputadas no estádio do Bom Retiro. Como??!! O inventor do bordão Isso é uma vergonha! transmitindo aquele esporte que só americano (e japonês, fica-se sabendo agora) entende? Paulo explica:

“Parece incrível, mas o Boris, naquele tempo, década de 1960, até gostava de assistir beisebol, yakyu, como nós chamamos. E o comentarista era
Emílio Matsumoto! Dava audiência, pode acreditar... O Boris também era locutor da rádio Eldorado, no tempo em que a Eldorado tinha um padrão de qualidade absoluto, na emissora até os comerciais eram lidos ao vivo pelo locutor.”

Matsumoto, ou Matsu, como era conhecido nas redações, impostava sua voz de barítono e mandava sua mensagem pelo ar. Nessa época, Matsu era advogado do INPS, ocupação que trocaria por um convite para ser redator do Jornal da Tarde, transferindo-se depois para Veja, da qual foi um dos fundadores e um dos principais editores. Na década de 1980, tornou-se alto executivo da NEC, até falecer, em 2000.

Se a dupla Boris-Matsu entendia as regras do beisebol, não vem ao caso. O interessante é a rádio Santo Amaro ter reunido uma dupla de grandes jornalistas em torno de um jogo tão exótico.

Matsumoto, ou Matsu, como era conhecido nas redações, impostava sua voz de barítono e mandava sua mensagem pelo ar. Nessa época, Matsu era advogado do INPS, ocupação que trocaria por um convite para ser redator do Jornal da Tarde, transferindo-se depois para Veja, da qual foi um dos fundadores e um dos principais editores. Na década de 1980, tornou-se alto executivo da NEC, até falecer, em 2000.

Se a dupla Boris-Matsu entendia as regras do beisebol, não vem ao caso. O interessante é a rádio Santo Amaro ter reunido uma dupla de grandes jornalistas em torno de um jogo tão exótico.

Fonte: jornalistas e cia on line


 
Desafie o Oscar Schimidt, aquele do basquete.

Gravação com Oscar e Jogo NG x Wild Eagles


O grande destaque ficou por conta da ilustre presença do grande ídolo Oscar Schimidt, grande mesmo!, que esteve presente para a gravação do quadro "Desafie o Oscar" .


 
Depois de brilhante carreira como jogador profissional pelo Hiroshima Carps, Henrique Shigeo Tamaki é técnico de Arremessadores do Yomiuri Giants desde 2007.


Henrique Shigeo Tamaki pode ser considerado o beisebolista brasileiro com a carreira mais estável dentre todos. Para os praticantes brasileiros, ele é um exemplo de jogador. Foi um "gigante" no monte do arremessador. Depois de decidir se aposentar da profissão de arremessador ele se enveredou na carreira de técnico de arremessadores do Yomiuri Giants.

Trata-se do primeiro brasileiro a conseguir esse posto, um feito que talvez fosse inimaginável para alguém que veio de um país sem expressão no cenário beisebolístico profissional. O contrato é de um ano e prevê que ele treine a equipe B do time. A responsabilidade é grande, visto que a ele caberá o trabalho de transformar arremessadores recém-contratados em verdadeiros jogadores profissionais.

Segundo ele, a experiência do que viveu no profissional aqui no Japão vai contar muito. "Cada técnico tem seu estilo. Você precisa ser você mesmo e sentir o jogador". "Eu quero passar isso para os jogadores novos", mas ressalta que é difícil ensinar outra pessoa a jogar.

Tamaki explica que a oferta para trabalhar como técnico surgiu no ano passado, quando resolveu pendurar as luvas. "Veio essa oportunidade e achei interessante, pois depois que termina a carreira de jogador é difícil achar um emprego como esse", pondera o técnico.

O brasileiro explica que um cargo como esse tem muito valor e representa uma mudança de mentalidade. "Antes eu pensava só em meu desempenho. Agora tudo se inverte. Eu preciso pensar em como fazer para os jogadores trabalharem bem. Muda totalmente o pensamento", explica. Tamaki diz que está aprendendo muito com outros dois técnicos de arremessadores que possuem mais experiência que ele. "Estou sempre perguntando coisas para eles e aprendendo, trocando experiências".


fonte: Ipc digital


 
VÍDEOS INTERESSANTES

É muito fácil!

Vídeo do YouTube





Porque o beisebol é tão cativante?

Legendário Daisuke Matsuzaka, arremessador do Boston Red Sox (MLB), protagonizou um marco na história do campeonato colegial japonês. Em jogo válido pela classificação Yokohama e PL Gakuen fizeram o jogo que realmente representa o amor pelo esporte. O jogo terminou empatado no tempo normal e prorrogou-se até a 17ª entrada, na qual um pequeno erro definou o jogo.
 

Vídeo do YouTube


Vídeo do YouTube


Vídeo do YouTube




Vídeo do YouTube




Vídeo do YouTube





"Neste jogo, acho que ninguém comemorou a vitória ou sofreu pela derrota, todos nós vencemos por termos feito um grande jogo"



Realização de um Sonho

Pedro Ivo da Silva Okuda deixa uma marca histórica no Koushien (Campeonato Intercolegial) Japonês.

Defendendo a equipe de Honjo Daiichi (Província de Saitama), o brasileiro Pedro Okuda, natural de Marilia/SP, rebate um sayonara homerun na disputa contra a equipe Shimane´s Kaisen.

Vídeo do YouTube


Pedro Okuda em entrevista alega que para ele foi uma realização de um grande sonho, e que quase tinha abandonado tudo isto, em vista que as vésperas de vir para o Japão sua mãe ficou enferma. E que sua mãe disse não vai jogar fora a sua oportunidade por minha causa, vá e se esforce! Só não esperava que pudesse presenteá-la tão rapidamente e de forma histórica.



 
 
MAJOR LEAGUE BASEBALL TOP PLAYS 2010

 
 
ATÉ MESMO OS PROFISSIONAIS TAMBÉM ERRAM




Comments