1.01/02 - Módulo Um

# [00.00/00.10] Sumário
Apresentação, objectivos, planificação e avaliação da disciplina
Perfil de desempenho à saída do curso profissional de técnico de apoio à gestão desportiva
Programa e Módulos da disciplina.
Apresentação do Módulo 1 - Gestão de Espaços, Instalações e Equipamentos Desportivos

# [00.10/00.30] Ler

Perfil de desempenho à saída do curso profissional de técnico de apoio à gestão desportiva


O técnico de apoio à gestão desportiva é o profissional que colabora:
  • na gestão e manutenção de instalações e de equipamentos desportivos 
  • e que participa na concepção, desenvolvimento e avaliação de programas, actividades e eventos desportivos em diversos contextos organizacionais. 

As actividades principais a desempenhar por este técnico são: 

1) Participar na definição e planeamento de programas, actividades e eventos desportivos de acordo com o âmbito estratégico e institucional em causa:
  • Colaborar na definição de programas, actividades e eventos desportivos 
  • Ter em conta as necessidades, as motivações e as expectativas dos destinatários
  • Ter em conta a capacidade da organização e a sua relação com o meio envolvente; 

  • Colaborar na elaboração de planos operacionais de programas, actividades e eventos desportivos, em função das características, particularidades e objectivos dos mesmos
  • Identificar as áreas operacionais, as tarefas e os calendários a cumprir, bem como os recursos humanos e materiais a afectar, recorrendo às tecnologias de informação e comunicação mais adequadas;

  • Proceder à estimativa dos custos e das receitas associados à realização de programas, actividades e eventos desportivos;

  • Colaborar na organização dos quadros competitivos formais das diferentes actividades e dos eventos desportivos;

  • Colaborar na recolha e tratamento de informação (contabilística, relativas à utilização das instalações, dos utentes, de estudo de boas práticas, …) e produzir os respectivos relatórios com vista a fundamentar opções e perspectivar actuações;

2) Participar no processo de aprovisionamento de recursos necessários à operacionalização de programas, actividades e eventos desportivos, de acordo com os objectivos estabelecidos, a capacidade da organização e a sua relação com o meio envolvente:

  • Colaborar na aquisição de bens e serviços externos necessários à operacionalização de um plano de actividades, designadamente no que concerne ao levantamento de propostas orçamentais e contacto com fornecedores;

  • Colaborar na gestão do processo de cedências e empréstimos de recursos necessários à operacionalização do plano de actividades, designadamente, na identificação de entidades fornecedoras e no estabelecimento e cumprimento das condições de utilização;

  • Organizar e manter actualizado o inventário de necessidades e a base de dados de fornecedores;

3) Participar na angariação de subsídios, apoios e patrocínios junto de potenciais parceiros (entidades públicas e privadas), de modo a maximizar receitas e garantir condições para a implementação de programas, actividades e eventos desportivos, considerando o âmbito institucional e o posicionamento da organização em causa:

  • Organizar informação sobre as potenciais fontes de financiamento (internas e externas);

  • Colaborar na elaboração de propostas de patrocínio e candidaturas a subsídios, considerando as características das iniciativas a desenvolver e da organização que as promove;

  • Colaborar na monitorização do cumprimento das premissas definidas nos contratos de patrocínio e ou de subsídio estabelecidos e na avaliação dos retornos verificados;

4) Colaborar no planeamento e operacionalização de campanhas de informação e divulgação de programas, actividades e eventos desportivos, junto dos respectivos
segmentos alvo:

  • Colaborar na definição das acções de informação e divulgação a realizar, na identificação dos meios e suportes de comunicação a utilizar e na construção dos respectivos conteúdos;

  • Colaborar na implementação de acções de divulgação e avaliar o respectivo impacto, analisando os resultados alcançados face aos objectivos estabelecidos;

5) Participar no controlo, monitorização e avaliação do desenvolvimento de programas, actividades e eventos desportivos, designadamente no que diz respeito ao cumprimento de tarefas planeadas, à eficácia de procedimentos ao controlo orçamental e à qualidade dos serviços prestados:

  • Efectuar recolha de dados de acordo com procedimentos metodológicos ajustados aos objectivos e às situações em causa, designadamente, a utilização de fichas de controlo, aplicação de questionários de avaliação e recolha de registos audiovisuais;

  • Tratar e analisar os dados de avaliação recolhidos e elaborar relatórios identificando os aspectos mais relevantes, propondo, sempre que se justificar, a apresentação de propostas que visem a melhoria do desempenho da organização e da qualidade do serviço;


6) Coadjuvar na preparação, montagem e desmontagem dos espaços e equipamentos afectos aos programas, actividades e eventos desportivos, dando indicações sobre os recursos a afectar e o tempo necessário à execução da tarefa, no cumprimento do plano operacional previamente estabelecido;


7) Participar na organização, operacionalização e monitorização do processo de inscrições/acreditações em programas, actividades e eventos desportivos:

  • Colaborar na identificação e ou construção de sistemas de gestão de bases de dados para o processamento e monitorização das inscrições/acreditações em programas, actividades e eventos desportivos;

  • Processar e organizar os pedidos de inscrições/ acreditações em programas, actividades e eventos desportivos, no cumprimento de procedimentos e de protocolos definidos;

  • Elaborar relatórios (tipo) com informações dos participantes, nomeadamente, no que respeita à evolução de inscrições e desistências;


8) Colaborar no apoio e atendimento aos destinatários de programas, actividades e eventos desportivos e aos utilizadores de instalações desportivas:

  • Colaborar na identificação e produção de informação, em suportes diversos, que responda às necessidades e interesses dos destinatários das iniciativas e das regras de utilização das instalações desportivas, onde estas ocorrem, facilitando o processo de comunicação;

  • Prestar atendimento ao público (presencial, telefónico e por meios informáticos) sobre os programas, actividades e eventos desportivos promovidos pela organização, adoptando protocolos, procedimentos e técnicas adequadas;

  • Atender a reclamações e sugestões dos destinatários dos programas, actividades e eventos desportivos e dos utilizadores das instalações desportivas, assegurando a sua resolução/satisfação e ou transmitindo-as superiormente;

  • Adoptar os procedimentos adequados face a uma situação de emergência e de acordo com protocolos de emergência definidos;

9) Participar na construção, implementação e controlo de regulamentos de utilização de equipamentos e instalações desportivas, identificando as normas de funcionamento e de segurança a respeitar por trabalhadores e utentes:
 
  • Participar na identificação de regras e normas de utilização das instalações e equipamentos desportivos com vista ao cumprimento de objectivos de qualidade e segurança;

  • Garantir a informação aos utilizadores e aos trabalhadores, através de meios eficazes de comunicação, acerca do regulamento de utilização dos equipamentos e instalações desportivas e assegurar o seu cumprimento;

  • Colaborar na concepção e divulgação de um protocolo de emergência no cumprimento das premissas e regras definidas para o efeito;

  • Colaborar na definição de protocolos de utilização e arrumo dos equipamentos desportivos e monitorizar o respectivo cumprimento;

10) Participar na definição e implementação de planos de manutenção de instalações e equipamentos desportivos:

  • Participar na construção e aplicação de protocolos de vistoria e de instrumentos de avaliação relativos ao estado de conservação, de limpeza e higiene das instalações e dos equipamentos desportivos;

  • Colaborar na supervisão, coordenação e manutenção preventiva e correctiva dos equipamentos e das instalações desportivas, através da aplicação de protocolos de vistoria e instrumentos de avaliação;

  • Elaborar relatórios periódicos de situação (indicação do estado de conservação, de limpeza e higiene dos equipamentos e instalações desportivas e estado de funcionalidade de equipamentos e materiais) a apresentar ao responsável máximo da infra -estrutura;


11) Participar no processo de aprovisionamento de recursos necessários ao regular funcionamento das instalações desportivas, em conciliação com a frequência e o volume de utilização, as especificidades das actividades nelas desenvolvidas e as características e comportamentos dos utilizadores;


12) Colaborar na gestão das instalações e equipamentos desportivos e espaços vocacionados para a prática desportiva, de acordo com a estratégia e a política comercial da organização e as necessidades e expectativas dos utentes:

  • Participar nas tarefas administrativas relacionadas com o expediente geral da organização, de gestão de economato e de arquivo e no controlo de acesso às instalações desportivas;
 
  • Colaborar na previsão dos recursos humanos e materiais necessários ao bom funcionamento das instalações desportivas;

  • Assegurar que os suportes de comunicação aos utilizadores estão devidamente actualizados, nomeadamente, as informações sobre normas e regras de utilização da instalação e dos equipamentos desportivos, bem como a sinalética de segurança e outras existentes;

  • Garantir a utilização e funcionamento das instalações no cumprimento das exigências legais em vigor.


Avaliação 

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO – GESTÃO DE DESPORTO
GESTÃO DE INSTALAÇÕES DESPORTIVAS 

O grau de sucesso do aluno na disciplina de Gestão de Instalações Desportivas é medido a partir da aquisição de um conjunto de competências necessárias às tarefas e decisões operacionais que irão realizar no seu exercício profissional, nomeadamente no que respeita a Técnico de Gestão Desportiva.

 

1. COMPETÊNCIAS COGNITIVO/OPERATIVAS (85%)

1.1. Componente Teórico-Prática (65%)

1.1.1 Dossiê (15%)

            a) Apresentação;

            b) Organização;

            c) Actualização da documentação.

           

1.1.2 Trabalhos (30)

a) Plano de trabalho/execução de tarefas;

a) Relatórios/discussão/exposição.

 

1.1.2 Progressão e envolvimento no trabalho (20%)

            a) Autonomia;

            b) Iniciativa;

            c) Dinâmica de grupo.

 

1.2 Componente Teórica (20%)

Conhecimentos avaliados através dos testes escritos

 

2. COMPETÊNCIAS PESSOAIS E SOCIAIS (15%)

2.1 Pontualidade; 3%

2.2 Manifesta respeito pelos outros, pela natureza e materiais coletivos e pessoais; 2%

2.3 Manifesta vontade de aprender e de cooperar; 2%

2.4 Cumprimento de prazos e orientações definidas; 3%

2.5 Empenho na execução das atividades/tarefas propostas; 2%

2.6 Capacidade de auto e heteroavaliação3%


Módulo 1 - Gestão de Espaços, Instalações e Equipamentos Desportivos

Objectivos de Aprendizagem
1. Identificar as implicações legais, sociais, económicas, ambientais, territoriais e políticas do processo de planeamento e gestão de uma instalação desportiva.
2. Caracterizar as diferentes fases de planeamento e gestão de uma instalação desportiva
3. Identificar as principais áreas de trabalho em instalações, tendo por referência as estruturas humanas, recursos associados, bem como as actividades de apoio à gestão 
4. Definir e aplicar técnicas de apoio à gestão de instalações privilegiando abordagens centradas em técnicas de controlo, preparação, organização e manutenção de materiais e equipamentos em instalações 
5. Aplicar a legislação relativa às instalações e equipamentos desportivos 

Âmbito dos Conteúdos
1.Instalações Desportivas
1.1. Artificiais
1.2. Naturais
1.3. Tipologia e contextos de definição

2.Instalações Desportivas
2.1. Ambiente
2.2. Planeamento Urbano
2.3. Funções sociais e económicas
2.4. Enquadramento legal: licenciamento de utilização desportiva e responsabilidade técnica
2.5. Inovação em Desporto
2.6. Fases de planeamento
2.7. Estruturas funcionais - organogramas

3.Tipos de actividades e técnicas de apoio à gestão de espaços, instalações e equipamentos
3.1. Registo de acessos de utentes (praticantes, espectadores e outros)
3.2. Requisitos técnicos e funcionais de instalações
3.3. Normativos desportivos – técnicas de verificação, controlo e manutenção
3.4. Descrição técnica da instalação
3.5. Registo fotográfico da instalação
3.6. Tipos de ocorrências e sua Inventariação
3.7. Controlo e verificação de materiais
3.8. Técnicas e tipos de manutenção de equipamentos e instalações
3.9. Registo e controlo de consumos
3.10. Relatórios técnicos de apoio à gestão
3.11. Contacto e recepção de clientes e fornecedores
3.12. Lista de contactos da instalação - procedimentos de construção de manutenção
3.13. Dispositivos de informação a utentes - regras de redacção e de organização
3.14. Procedimentos de adaptação de instalações a contextos de eventos desportivos e não desportivos

# [00.30/01.20] Registo dos endereços electrónicos na plataforma google e a criação do "Dossier" online

# [01.20/01.30] Balanço