Módulo 5

Tipos de Texto:

-Textos dos media:

. artigos de apreciação crítica,

. imagens (função argumentativa e crítica),

 . artigos científicos e técnicos,

. publicidade

Funcionamento da Língua

. Fonologia

– Processos fonológicos

. inserção de segmentos

. supressão de segmentos

. alteração de segmentos

. Semântica frásica

– Expressões nominais

. valor dos adjectivos

. Pragmática e Linguística textual

– Texto

. continuidade

. progressão

. coesão

. coerência

– Paratextos

. título

. bibliografia

– Tipologia textual

- protótipos textuais

Actividades

Trabalho individual

2. Lê  ou ouve  ((mp3 )este protesto (word) e responde às seguintes questões: Quem? Para quem? Quando? O quê?

2.1 Sintetiza as ideias presentes em cada um dos parágrafos do texto.

Trabalho colaborativo

2.2 Junta-te a outro colega da turma e elaborai um protesto sobre um assunto do vosso interesse.

Interpretação textual (Podcasts)

3. Descarrega para o teu telemóvel ou leitor de mp3 estes ficheiros e ouve-os quando e onde quiseres. Grava em Áudio as respostas às perguntas de interpretação.

Acto de comunicar. (mp3)

Torre de Babel (mp3)

Mass Media (mp3) - Realiza as tarefas solicitadas

Comunição Social.mp3 (mp3) - Realiza as tarefas solicitadas

4. Como fazer um relatório

Trabalho Individual

Aprende aqui como fazer um relatório de uma visita de estudo, podes escolher entre áudio, powerpoint, word:

relatório.mp3; Relaório.ppt; relatório.doc

Faz o relatório da visita de estudo à Universidade do Minho (28/10/08)

 Trabalho colaborativo

5. Ouve esta Crónica (mp3) de Mário de Zambujal  - ou lê o texto Word.doc

Interpreta

1   1. O texto:

1.1. Identifica o assunto desta crónica.

1.2. O humor que atravessa todo o texto reside, por vezes, na forma como o cronista vai surpreendendo o leitor, criando expectativas "sérias" que são quebradas na continuidade das frases.

1.2.1. Transcreve duas situações que ilustrem esta constatação.

1.2.2. Comenta os diversos contextos em que aparece a palavra" pedra" .

1.     1.3. Ao longo da história que vai contando, o cronista assume, também, um tom crítico.

1.3.1. Sinaliza as passagens em que a crítica é mais evidente.

 

2. O título:

2.1. Comenta a expressividade do título.

2.2. Relaciona-o com os dois últimos parágrafos.