Projectos MEF

"Artes na Rua"


PÁGINA PRINCIPAL

Inclusão do Olhar

Com o paradigma da inclusão, o olhar tem-se desviado das limitações e incapacidades do indivíduo e volta-se para as potencialidades e realidades dos mesmos. Um leque de opções e oportunidades começam-se a abrir. A fotografia, enquanto conhecimento e pesquisa visual pode proporcionar através da prática e da auto-análise o desenvolvimento global deste. Neste projecto pretendemos que a Inclusão do olhar envolva compreensão, um olhar para o outro, e sobre tudo, um olhar para nós mesmos, reforçando a ideia de que a inclusão é a igualdade pela aceitação da diversidade.

 

Paisagens do Vento 

 No seguimento de todo o projecto Imagine Conceptuale, onde foi sempre dada primazia à utilização do som enquanto descrição e identificação da imagem, nasce o projecto Paisagens do Vento, onde se procurará abordar a realização de imagens onde a própria imagem não se encontra, tomando-se o caminho da verdadeira conceptualização da imagem fotográfica.

 

Jornal Sofá de Molas 

Com o objectivo de proporcionar um espaço de pesquisa experimental  queremos construir com o “Sofá de molas” um laboratório de ideias onde cada um possa utilizá-lo como elemento impulsionador de uma linguagem fotográfica própria. 

 

Imagine Conceptuale 

[curso de fotografia para pessoas com deficiências visuais extremas]

 

 projecto_Lisboa 

"2006/2007" [..."o projecto_Lisboa constrói um percurso que, partindo da “imagem-chave” evocada por Lisboa, a desconstrói através de um efeito de sobreposição e erosão determinado pela profusão, pormenor, singularidade e originalidade das abordagens propostas"...]

 

[Uma Fotografia por Mês] 

No seguimento do trabalho desenvolvido  no projecto fotográfico "projecto_Lisboa" e que se baseou num retrato em fotografia da cidade de Lisboa, o MEF com o apoio do Grupo Excursionista VAI TU realizou uma pequena mostra das imagens produzidas no Bairro da Bica pelos autores envolvidos no projecto_Lisboa.

 

O Desassossego

"Artes na rua",  Museu da Cidade/Pavilhão Preto/Lisboa, Julho e Agosto de 2004. Desde a primeira edição do Artes Na Rua, o fio condutor do evento passou sempre por uma visão introspectiva de temas respeitantes à realidade que nos rodeia.
No seguimento dessa linha surge o tema do Artes Na Rua 2004, "O Desassossego".
Após, a usual pesquisa temática, o MEF deparou-se com uma das influências mais fortes relativas ao tema: "O Livro do Desassossego" de Bernardo Soares. Tendo consciência da concretização de inúmeros projectos sobre o mesmo tema  apresentado, e não tendo a pretensão de concorrer com os trabalhos antes realizados, o MEF apresenta a sua contribuição através duma interpretação própria do tema, com especial interesse no facto do livro ser uma obra inacabada.

 

O Silêncio das Coisas 

"Artes na rua", O Silêncio das Coisas (exposição de 2003 na Galeria da Junta de Freguesia de Carnide e no Instituto Adolfo Coelho), é um projecto em que o MEF convidou as escolas e associações de fotografia, as associações culturais em geral, os fotógrafos e outros criadores da imagem a reflectirem e a expressarem-se subordinados a um tema comum,  "falar sozinho para nós". Pretendeu-se a reflexão da cidade e das relações humanas e afectivas, tendo por base o desenvolvimento dos trabalhos levados a cabo pelos criadores. A utilização do tema "falar sozinho para nós" surgiu como uma provocação a uma ideia enraízada de falta de comunicação.  Toda a intervenção de imagem realizada pelos autores foi exposta na zona onde o trabalho tenha sido realizado.

 

Memórias do Eu 

"Artes na rua", A exposição de 2002 no Espaço CINEARTE “Memórias do Eu” pretendeu reflectir as nossas memórias mais próximas. O convite para expôr foi endereçado a fotógrafos do Movimento de Expressão Fotográfica, assim como aos alunos da Fase II da Associação Portuguesa de Arte Fotográfica e aos elementos ligados à imagem no Centro em Movimento. 

  Sem uma linha orientadora imposta pelo MEF, ficou ao critério dos participantes a  abordagem do tema da exposição.

 

Prazer & Dor 

"Artes na rua", Em Junho de 2001, o MEF apresentou na Central Tejo / Museu de Electricidade uma exposição de obras fotográficas dos seus associados e alguns convidados, sob o tema “Prazer & Dor”.