EXERCÍCIOS DE EUROPA

01. É um pequeno país alpino no topo dos Pirineus, entre França e Espanha. A agricultura e o turismo são as atividades mais importantes. Os principais cultivos são de tabaco e batatas e a atividade pecuária concentra-se na criação de ovinos e bovinos. O fornecimento de hidreletricidade a regiões vizinhas, bem como a venda de selos e artigos isentos de impostos, é importante fonte de renda. Identifique o país de que se fala.

a) Estado do Vaticano

b) Andorra

c) Escócia

d) Áustria

e) Bulgária

 

02. Diferencia-se dos demais países nórdicos da Europa por possuir os climas menos rigorosos, por apresentar as melhores condições naturais para a agricultura e também por possuir um relevo predominantemente plano e baixo. Esse país é:

a) Suécia.

b) Finlândia.

c) Noruega.

a) Islândia.

e) Dinamarca.

 

03. Separada do restante da Europa pelos Pirineus, a agricultura é a base de sua economia, embora um de seus países tenha importante setor industrial. É a península:

a) ltálica.

b) Balcânica.

c) Escandinava.

d) Arábica.

e) Ibérica.

 

04. País peninsular da Europa. Velha potência colonial que não conseguiu uma atividade industrial de destaque ao longo de sua história. Atualmente enfrenta problemas de decréscimo demográfico e carência de fontes de energia. Suas atividades econômicas são predominantemente rurais com destaque da produção vinícola, tendo na pesca e no turismo duas outras grandes fontes de renda. Trata-se de:

a) Itália

b) Portugal

c) Iugoslávia

c) França

e) Turquia

 

05. Este país liderou a criação da Comunidade Econômica Européia, é muito rico em recursos naturais e, devido à sua posição geográfica, possui características continentais e oceânicas.  Identifique-o.

a) Espanha

b) Portugal

c) Alemanha

d) Holanda

e) França

 

 

 

06. Este país europeu, berço do capitalismo e da Revolução Industrial, manteve sua hegemonia econômica até o início do século XX. Identifique-o.

a) Alemanha.

b) Reino Unido.

c) França.

d) Itália.

e) Suíça.

 

07. Península da Europa, ao sul da Espanha, situada na entrada do Mar Mediterrâneo.  Possui 5,8 quilômetros quadrados e 28 mil habitantes. Trata-se de área de litígio entre Espanha e Inglaterra, que negociam a soberania sobre o local. O texto se refere a:

a) Andorra

b) Gibraltar

c) Luxemburgo

d) Itália

e) Grécia

 

08. Vegetação que aparece nas altas latitudes com curtos verões, na Europa:

a) estepes.

b) coníferas.

c) tundra.

d) savanas.

e) sahel.

 

09. É o mais importante rio europeu devido ao intenso transporte de matérias-primas e produtos industrializados; Em sua foz esta situado o maior porto europeu, Roterdã (Holanda). Estamos nos referindo ao rio:

a) Tâmisa.

b) Reno.

c) Sena.

d) Danúbio.

e) Tejo.

 

10. O litoral Europeu, apresenta-se muito recortado e com inúmeras penínsulas. Assinale a que não pertence a Europa.

a) Jutlândia.

b) Ibérica.

c) Itálica.

d) Escandinava.

e) Málaca

 

12. Os dois países europeus assinalados no mapa possuem características físicas bem diferenciadas; um destaca-se pela presença de fiordes no litoral e o outro é considerado o país dos lagos, com aproximadamente 40.000, de origem glacial.

Esses dois países são, respectivamente,

a) Noruega e Suíça.

b) Suécia e Holanda.

c) Finlândia e Holanda.

d) Suíça e Finlândia.

e) Noruega e Finlândia.

 

13. País situado no noroeste da Europa faz parte de um arquipélago no Oceano Atlântico. O que chama a atenção sobre esse país é o antagonismo religioso que o transformou numa das áreas de permanente tensão na Europa Ocidental.

A informação acima refere-se à/ao

a) Escócia.

b) República da Irlanda.

c) Inglaterra.

d) Irlanda do Norte.

e) País de Gales

 

07. São verdadeiras as afirmações sobre o atual momento político europeu, EXCETO:

a) a ex-Iuguslávia enfrenta um sério conflito em razão de sua desintegração política.

b) no Reino Unido, as ações dos separatistas irlandeses têm provocado vários ataques terroristas.

c) na Itália, as disparidades regionais entre o Norte e o Sul do país tem motivado o aparecimento de movimentos separatistas.

d) a antiga Tchecoslováquia foi desmembrada, pacificamente, em dois estados independentes.

e) na Espanha, a questão Basca foi resolvida com a criação de um estado nacional basco no noroeste do país.

RESP E

08. Considere as seguintes afirmações:

 

I - A Iugoslávia, depois de sangrentas guerras civis, proclamou a independência das repúblicas federadas, dando origem a novos estados.

II - Na Tchecoeslováquia, a situação foi modificada pacificamente, respeitando a vontade popular.

III - Na ex-URSS, as repúblicas muçulmanas da Geórgia, Armênia e Azerbaijão lutaram e conseguiram formar um estado independente.

a) se todas as afirmações estão corretas.

b) se todas as afirmações estão incorretas.

c) se apenas a afirmação I está correta.

d) se apenas as afirmações I e II estão corretas.

e) se apenas as afirmações II e III estão corretas.

 

09. Os recentes acontecimentos no Leste europeu mostram o ressurgimento, do ponto de vista macroscópico, de um fenômeno conhecido como IRREDENTISMO, ou seja: a demanda, por parte de minorias lingüísticas, étnicas e religiosas, por uma autonomia, parcial ou absoluta, nos  âmbitos político, econômico e cultural, em relação aos Estados dos quais fazem parte, bem como pela união com seus congêneres.  A respeito de alguns Estados do Leste europeu, que, em razão desses acontecimentos, aparecem continuamente na mídia, julgue os itens seguintes.

(1) A Iugoslávia, Estado criado após a I Guerra Mundial, com diferentes grupos étnicos e culturais, desintegrou-se na década de 90, formando os Estados da Eslovênia, Croácia, Bósnia, Sérvia-Montenegro (ou Iugoslávia) e Macedônia.

(2) A fragmentação da antiga Tcheco-Eslováquia não se concluiu com a criação de duas repúblicas, a Tcheca e a Eslovaca.  Uma minoria persa, situada no Sul da Eslováquia, ainda demanda autonomia e busca aproximação com o Iraque.

(3) A Albânia, Estado que vive em clima de grande tensão popular devido à derrocada de sua economia, é composta por dois grupos étnicos que já se confrontaram no passado: uma maioria albanesa, em sua maior parte islâmica, e uma minoria grega, católica ortodoxa, que mantém laços culturais e religiosos com a Grécia.

(4) Na Moldova (antiga Moldavía), a maioria da população é de origem árabe, o que faz com que esse Estado, situado entre a Romênia e a Ucrânia, seja um reduto do mundo islâmico na Europa.

 

10. Sobre o Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, é correto afirmar:

a) As abundantes reservas carboníferas do Reino Unido, via bacia de Londres, permitiram um grande desenvolvimento industrial a partir da segunda metade do século XX.

b) Na ilha da Irlanda situa-se a Irlanda do Sul ou Eire e a Irlanda do Norte ou Ulster, que se separou do Reino Unido em 1922.

c) As ilhas Britânicas constituem um arquipélago situado a Noroeste da Europa, sendo que a maior delas é a Ilha da Irlanda situada a leste da ilha da Grã-Bretanha.

d) O Reino Unido representa o Estado constituído pela Irlanda do Norte ou Ulster, País de Gales, Escócia e Inglaterra.

e) O Império Colonial de que dispõe o Reino Unido é representado na Ásia pelas colônias de Hong-Kong e Macau.

 

01. A Comunidade Econômica Européia responde por um mercado de 346 milhões de habitantes com uma renda per capita de quase US$12.000. Responde ainda por 38% do comércio mundial. Embora com tão expressivos números, um dos principais problemas enfrentados pela Comunidade é

a) o ressurgimento de políticas neocolonialistas entre alguns de seus membros (como a Inglaterra e a França), que procuram novos espaços sobretudo na África.

b) a elevada soma de investimentos em equipamentos militares por parte de alguns países (como a França e a Itália) que inibem avanços em tecnologia de ponta.

c) a volta de antigas questões de fronteiras que foram abandonadas no pós-Guerra e que criam problemas diplomáticos (envolvendo Bélgica-Holanda e Dinamarca-Alemanha).

d) o grande hiato econômico que ainda existe entre seus membros ricos (como a Alemanha) e os membros pobres (como Grécia, Espanha e Portugal).

e) a não aceitação do Tratado de Maastricht por países que, embora pertencentes à Comunidade, não querem abdicar de sua identidade nacional (como a Bélgica e a Espanha).

 

02. A Unificação Européia é o processo mais adiantado de formação e consolidação de um megabloco econômico regional.  Diante disso, é correto afirmar que esse megabloco:

a) é dificultado pela questão militar, uma vez que a ameaça da Alemanha reunificada, com seu poderio bélico, gera intranqüilidade.

b) apresenta grandes avanços na política agrícola dos estados-membros, da mesma forma que na consolidação de uma moeda comum.

c) revela um caráter expansivo, nas duas últimas décadas, hoje formando a Europa dos Quinze, com a inclusão da Áustria, Suécia e Noruega.

d) enfrenta problemas para a padronização de uma política ambiental européia, em virtude da  fraca consciência ecológica dos países do continente.

e) alcança um nível de integração cultural único no planeta, formando uma comunidade supranacional livre de todos os nacionalismos.

 

03. O Plano Marshall contribuiu de forma decisiva para:

a) a implantação do capitalismo nas antigas repúblicas da ex-URSS.

b) a reconstrução da Europa Ocidental após a Segunda Guerra Mundial.

c) o processo de paz no Oriente Médio.

d) o desenvolvimento industrial dos "Tigres Asiáticos".

e) a redução dos arsenais nucleares da OTAN.

 

                A União Européia jamais foi um conjunto homogêneo, sob o ponto de vista das características econômicas e sociais de seus componentes. O alargamento progressivo da Comunidade, com o ingresso sucessivo da Irlanda, Grécia, Espanha e de Portugal [e, a partir de 1998, com o ingresso da República Tcheca, Polônia e Hungria] gerou uma nítida ampliação das desigualdades e dos desequilíbrios internos.

                Demétrio Magnoli. "União Européia: História e Geopolítica". SP, Moderna, 1995 (com adaptações).

 

Com o auxílio do texto, julgue os itens a seguir.

(1) A densidade demográfica é uma das desigualdades dentro da União Européia, sendo muito desequilibrada entre os distintos países-membros.

(2) A disparidade demográfica reflete-se politicamente nas instituições comunitárias, tais como no número de votos para o Conselho de ministros e na distribuição das cadeiras no Parlamento Europeu.

(3) A maior disparidade entre os membros da União Européia reside nas diferenças de potencial de suas economias.

(4) Há uma "periferização" de determinados membros da União Européia e uma "centralização" de outros.

 

07. Logo após a Segunda Guerra Mundial instala-se a chamada Guerra Fria também conhecida como EQUILÍBRIO DO TERROR, quando se verificou a equivalência de forças altamente destruidoras baseada no equilíbrio nuclear com conseqüências para o mundo, dentre as quais destaca-se

a) a divisão da Europa em duas esferas de influências políticas e dois sistemas político-econômicos: Europa Oriental-socialista, aliada da União Soviética e a Europa Ocidental-capitalista, aliada dos Estados Unidos.

b) a França, que domina os países capitalistas ocidentais envolvidos na Segunda Guerra e a Rússia, que domina os países da Europa Oriental.

c) um período de relativa paz, à exceção de algumas guerras civis muito localizadas, sem interferência das superpotências.

d) a diminuição drástica da corrida armamentista e uma ajuda dos Estados Unidos para a reconstituição dos países europeus, que sofreram grandes destruições durante o conflito mundial.

e) o Reino Unido capitalista que reforça a sua posição como grande potência sobre os demais países da Europa, por seu grande poder bélico.

 

08. Na União Européia, inclusive nos países do capitalismo avançado, 11,5% da população economicamente ativa está desempregada, o que corresponde a 23 milhões de pessoas.

Sobre o texto é correto afirmar que

a) a União Européia não resolveu a crise do desemprego, mas resolveu de forma eficiente outras dimensões da vida política e econômica dos respectivos países.

b) a taxa de desemprego colocada pelo texto é apenas conjuntural e tende a desaparecer assim que o Projeto da União Européia estiver completado.

c) a taxa de desemprego na União Européia é considerada estrutural, pois na situação de crise, observa-se sua expansão e na fase de ascensão econômica, a sua diminuição.

 

d) as taxas de desemprego são diferentes de país para país, e no momento em que a União Européia conseguir uma moeda única, o índice de desemprego diminuirá sensivelmente neste bloco.

e) o peso da taxa de desemprego é resultante da queda do muro de Berlim que aumentou consideravelmente a população desempregada, pois os países do antigo Mercado Europeu, anterior a Maastrich, possuíam índices de desemprego próximos do zero.

 

09. Após a Guerra da Bósnia, a antiga Iugoslávia está sendo novamente assolada por conflitos e acirramento das tensões étnicas. Em que área específica desta região esta crise vem atualmente causando centenas de vítimas?

a) Na Ucrânia, parte da Croácia, de maioria russa.

b) Na Eslováquia, de grande maioria grega.

c) Na Eslovênia, hoje independente e região mais rica e industrializada.

d) No Kosovo, parte da atual Iugoslávia, e de maioria albanesa e muçulmana.

e) Em Montenegro, ao norte da Sérvia, de maioria turca.

 

10. Responder à questão com base no texto abaixo, referente a um foco de tensão na Europa.

"O IRA nasceu na primeira Guerra Mundial. Nos anos 60, participou do movimento pacífico pelos direitos civis. Após o Domingo Sangrento de Belfast, em 1972, transformou-se numa das mais temidas organizações terroristas da Europa".

A referida organização está relacionada com a situação política da

a) Alemanha.

b) Irlanda do Norte.

c) Itália.

d) Inglaterra.

e) Espanha.