Grupo de Estudo da Marcha


GEMA 

Quem Somos?

O Grupo de Estudo da Marcha (GEMA), é coordenado pela Professora Renata Kirkwood, Ph.D., do Departamento de Fisioterapia da UFMG e conta com alunos do Programa de Mestrado em Ciências da Reabilitação e de alunos do curso de graduação em Fisioterapia da UFMG.  Nosso foco de pesquisa é a análise biomecânica da marcha.  Também trabalhamos com estudos voltados para a analise biomecânica do complexo articular do ombro. Cheque nossos projetos de pesquisa.

O que fazemos? 

Avaliamos pacientes com paralisia cerebral e idosos com alterações da marcha.  Fornecemos um exame detalhado das alterações cinemáticas e eletromiográficas ocorridas durante o ciclo da marcha.

Nosso laboratório de análise de movimento (LAM) fica no Departamento de Fisioterapia da  Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG, Campus Pampulha.

O LAM possui um Sistema de análise de movimento da marca Qualysis Pro-reflex, com 4 câmerasPara análise eletromiográfica (EMG) usamos o Sistema Biopac, com 12 canais.  

Quais as vantagens da análise de marcha? 

A análise de marcha permite avaliar as disfunções primárias e compensatórias do paciente e desta forma, planejar intervenções terapêuticas e programas de reabilitação mais específicos.  Sendo um indicador sensível das disfunções de marcha, a análise de marcha é uma ferramenta útil para avaliação, documentação e acompanhamento longitudinal de pacientes. Associada a outros dados como exame físico, anamnese, expectativas e queixas dos pacientes leva a uma tomada de decisão terapêutica assertiva.  Além disso, a identificação dos fatores causais ou contribuintes das disfunções e discriminação das compensações, aliadas às intervenções eficazes e funcionais permite a otimização dos ganhos, redução dos custos e melhora no desempenho para locomoção de nossos pacientes. Devido à subjetividade da avaliação e complexidade das patologias, fisioterapeutas e outros profissionais equipe de reabilitação freqüentemente encontram dificuldades na prática clínica para caracterizar as desordens de marcha, identificar disfunções, definir condutas e acompanhar resultados. Tais  dificuldades podem ser contornadas com o uso de dados quantitativosatravés de sistemas de análise de movimento. A principal meta-análise instrumental de marcha é obter dados quantitativos confiáveis que permitem maior sistematização da prática clínica e contribuem para a construção e consolidação dos conhecimentos sobre marcha. O uso em pesquisas destes sistemas é amplamente observado, no entanto, no Brasil poucos são os centros que dispõem de tais sistemas para uso clínico. participantes da obtidos da

O Laboratório de Análise de Movimento do Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG atende aos interesses de pesquisas vinculadas ao programa de mestrado e doutorado e também está disponível para avaliações clínicas da marcha de pacientes. Um exame de marcha computadorizado pode ser solicitado em situações que requeiram uma maior compreensão da marcha de um paciente. O sistema de análise de movimento Qualysis Pró-reflex fornece informações sobre a cinemática (deslocamento angular) e variáveis temporais e espaciais (tamanho de passo, passada, largura da base de suporte, tempo da fase de apoio e oscilação). Dados sobre ativação muscular podem ser acoplados à análise através da eletromiografia dinâmica realizada com o sistema BIOPAC, que dispõe de 12 canais para captar o recrutamento muscular durante a marcha. Em breve estaremos captando também dados cinéticos, Desta forma, com as informações obtidas é possível:  1) auxiliar no processo de tomada de decisão clínica; 2) realizar o acompanhamento longitudinal da marcha, documentando de forma objetiva e permitindo futuras análises comparativas; 3) avaliar alterações resultantes de intervenções conservadoras ou cirúrgicas, como condição de marcha com e sem órtese em membros inferiores, pré e pós-bloqueio mioneural (por exemplo, aplicação de toxina botulínica), pré e pós-operatórios principalmente cirurgias ortopédicas. Dessa forma, torna-se possível analisar a eficácia e o impacto de diferentes intervenções terapêuticas.

Como solicitar uma avaliação computadorizada da marcha para o seu paciente?

Entre em contato através do nosso telefone 3409-4783, ou 3409-4791 (contato com Prof. Renata) ou através do email:  gema.ufmg@gmail.com

 

 

 

Disciplinas 2o semestre/2009

Sistema GaitGrabber

Veja o sistema de análise de marcha bidimensional que desenvolvemos. 

Estudos de Caso

Veja um modelo de nossa analise biomecânica da marcha em uma criança com PC.

Artigos da Semana

Aqui nós colocamos aqueles artigos interessantes que lemos durante a semana. Caso queira participar, envie o a artigo lido para o email: gema.ufmg@gmail.com que publicaremos seu resumo na internet.

Site de Estatística 

 Conheça a ALEA 

Como escrever os resultados de testes estatísticos?  As paginas abaixo mostram a maneira correta de escrever seus resultados estatisticos de    média, desvio padrão, Chi-square, ANOVA, test t e etc.

site 2, site 2, site 3 e site 4